Você está na página 1de 33

Universidade Federal de Santa Catarina – Campus Araranguá

Curso de Fisioterapia

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA
ANATOMIA

Profª Mirieli Denardi Limana


*Anatomia (do grego, ana = de alto a baixo, tome = corte)
Estudo da estrutura e das relações entre as estruturas.

(TORTORA, NIELSEN; 2013)


Níveis de organização estrutural no corpo humano.

(TORTORA, NIELSEN; 2013)


Níveis de organização estrutural no
corpo humano.
 O nível químico, inclui átomos, as menores unidades da matéria
que participam das reações químicas, e moléculas, dois ou mais
átomos ligados entre si. Certos átomos, como o carbono (C), o
hidrogênio (H), o oxigênio (O), o nitrogênio (N), o fósforo (P) e
o cálcio (Ca), são essenciais à vida. Duas moléculas conhecidas
encontradas no corpo são o ácido desoxirribonucleico (DNA), o
material genético passado de geração em geração, e a glicose
presente no sangue.
Níveis de organização estrutural no
corpo humano.
 No nível celular, as
moléculas se combinam para
formar células. Células são
estruturas compostas por
substâncias químicas, e são
as unidades funcionais e
estruturais básicas de um
organismo.
Níveis de organização estrutural no
corpo humano.
 O nível seguinte de organização estrutural é o nível tecidual.
Tecidos são grupos de células e os materiais em torno deles que
atuam em conjunto para executar uma função específica. Há
somente quatro tipos básicos de tecido no corpo: epitelial,
conjuntivo, muscular e nervoso. O tecido epitelial recobre as
superfícies do corpo, reveste órgão ocos e cavidades e forma as
glândulas. O tecido conjuntivo une, sustenta e protege os órgãos do
corpo, enquanto distribui vasos sanguíneos para outros tecidos.
O tecido muscular contrai-se para fazer com que as partes do
corpo se movam e produzam calor. O tecido nervoso conduz
informações de uma parte do corpo para outra.
Tecido epitelial

Tecido conjuntivo
Tecido muscular

Tecido nervoso
Níveis de organização estrutural no
corpo humano.
 No nível orgânico, diferentes tipos de tecidos se unem. Os
órgãos são estruturas compostas por dois ou mais tipos
diferentes de tecidos; desempenham funções específicas e,
habitualmente, possuem formas reconhecíveis.
Níveis de organização estrutural no
corpo humano.

 O próximo nível de
organização estrutural no corpo
é o nível sistêmico, também
chamado de sistemas de órgãos.
Um sistema consiste em órgão
relacionados com uma função
comum.
Níveis de organização estrutural no
corpo humano.

 O maior nível de organização


é o nível organizacional.
Todas as partes do corpo
humano, atuando em
conjunto, constituem o
organismo inteiro.
Divisão do corpo humano

Subdivisões regionais do corpo:


*Cabeça

Pescoço

*Tronco
1. Tórax
2. Abdome
3. Pelve

*Membros
Divisão do corpo humano

Subdivisões regionais do corpo:


*Cabeça
Pescoço
*Tronco
1. Tórax
2. Abdome
3. Pelve
*Membros
1. Cíngulo
2. Parte livre (extremidade)
Posição anatômica

Orientação corporal usada


convencionalmente como
posição de referência para a
descrição das estruturas
anatômicas.
Posição anatômica
 Homem em posição ereta

 Olhar fixo no horizonte

 Os braços junto ao
corpo

 Palmas das mãos


voltadas para frente

 Pernas unidas

 Pés voltados para frente


Planos
 São superfícies imaginárias planas que atravessam o
corpo humano.

1. Plano sagital ** mediano

** paramediano

2. Plano frontal ou coronal


3. Plano transversal ou horizontal.
4. Plano Oblíquo
 Plano sagital

Um plano sagital é um plano vertical que divide o corpo ou


órgão em lados direito e esquerdo. Mais especificamente,
quando esse plano atravessa a linha mediana do corpo ou
órgão e o divide em lados iguais, direito e esquerdo, é
chamado de plano mediano. A linha mediana é uma linha
vertical imaginária que divide o corpo em lados direito e
esquerdo iguais. Se o plano sagital não atravessar a linha
mediana, mas, ao contrário, dividir o corpo ou órgão em
lados desiguais, direito e esquerdo, é chamado de plano
paramediano.
 Plano sagital mediano:
passa pela sutura sagital.
Plano sagital
paramediano

Plano sagital
mediano
 Plano frontal (ou coronal):
Plano vertical imaginário,
forma um ângulo reto com o
plano sagital mediano, passa
pela sutura coronal, divide o
corpo ou órgão em parte
anterior e posterior.
 Plano Transversal ou
horizontal:
Plano horizontal
imaginário que dividem o
corpo em partes superior e
inferior.
Os três planos
formam ângulos
retos entre si.
 Plano Oblíquo:
Plano imaginário que
atravessa o corpo ou
órgão em um ângulo
oblíquo (qualquer
ângulo que não seja
90º).

Plano oblíquo
 Plano Transversal
Termos
anatômicos TERMOS ANATÔMICOS DE RELAÇÃO

 Anterior: próximo
à frente do corpo

 Posterior:
próximo ao dorso
Termos
anatômicos
 Superior: próximo à
cabeça

 Inferior: voltado em
direção ao pé
Termos
anatômicos
 Medial:
Em direção ao plano
mediano

 Lateral:
Mais distante do
plano mediano
Termos anatômicos em relação
aos membros
 Proximal – distal:

Localizado perto ou
longe da raiz de um
membro ou de uma
estrutura.
 Membro superior:
Radial – ulnar

 Para mão:
Palmar – dorsal

 Membro inferior:
Tibial – fibular

 Para pé
Plantar – dorsal
Variações Anatômicas
 Normalidade indica
localização forma e
função frequentes nos
seres vivos

 Variações são comuns,


porém não deve interferir
no funcionamento do
organismo

 Anomalia: foge da
normalidade

 Monstruosidade:
anomalia mais acentuada

Você também pode gostar