Você está na página 1de 1

O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO: PERSPECTIVAS E INOVAÇÕES NA ESCOLA DE

SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL E INCLUSÃO SOCIOEDUCACIONAL


Aluno: Jayme Salz Odilon (email: jayme.salz@hotmail.com)
Orientadora: Mestra Simone Helen Drumond Ischkanian (email: simone_drumond@hotmail.com)

Introdução Estratégias de Ação/Resultados Esperados


O presente artigo destaca o uso positivo da tecnologia na As tecnologias digitais desafiam as instituições a buscar
educação e a importância do seu papel, empregada no alternativas ao ensino tradicional e a focar na aprendizagem
processo de ensino-aprendizagem com foco nos mais participativa e integrada, com momentos presenciais e
procedimentos teóricos e metodológicos estudados no outros com atividades on-line. Assim, professor e alunos
curso de especialização em Tecnologias Educacionais para interagem virtualmente e também mantêm vínculos pessoais e
a Docência em Educação Profissional e Tecnológica, da afetivos.
Universidade do Estado do Amazonas. O risco está no encantamento que as tecnologias mais novas
Com o surgimento das novas mídias nos defrontamos com exercem em muitos jovens e adultos, no uso mais para
desafios e incertezas. Algumas escolas brasileiras pode-se entretenimento do que para estudo e pesquisa e na falta de
dizer, já vivem a “escola inteligente”, outras, ainda vivem as planejamento das atividades didáticas. Sem a mediação
utopias da “escola inteligente”. E como chegar até lá? efetiva do professor, a utilização dessas ferramentas na escola
Quais os grandes desafios que permeiam a inclusão digital pode favorecer a diversão e o lazer, comprometendo os
brasileira? Onde estamos em nível de desenvolvimento resultados esperados. Glosas de Papirus Editora (2017).
digital?
Neste destacamos o planejamento de uma intervenção
pedagógica com o uso da tecnologia na educação:
perspectivas e inovações no CETAM e na Escola de
Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional.
Desta forma, delineamos analises e reflexões da evolução
tecnológica, seu atrelamento ao desenvolvimento da
educação dos servidores públicos municipais. E agora? Fig.1: Integrando o conhecimento Fig. 2 e 3: interação entre o professor e o
Como incluí-las na educação? do ambiente em sala de aula aluno no delineamento do contexto.

Os pontos positivos que permeiam esse processo, suas


implicâncias as construções de aprendizagens significativas
e os impactos positivos na sociedade. A produção textual
Conclusões
foi elaborada pelos autores de forma colaborativa, O uso positivo das tecnologias revela que com a inovação
inteiramente dentro do ambiente educacional como proporcionada pela tecnologia, olhamos uma forma de
resultado continuar a ser evidenciada a importância da transformar a realidade de maneira que a sociedade e a
tecnologia, no contexto da educação, se empregada de educação sejam as principais beneficiadas. Concluímos, pois
forma consciente, coerente e responsável, contribui que os educandos devem utilizar a tecnologia para o bem
significativamente para o processo de ensino- comum, seguindo a linha do raciocínio que vise agir sobre o
aprendizagem e para o desenvolvimento coletivo da meio em que vive de forma consciente, afinal o uso dos
sociedade humana e repleta de novas possibilidades recursos naturais é fundamental para a sobrevivência da
espécie humana é o respeito as diversas formas de pensar e
Metodologia da Pesquisa agir em prol da coletividade.
O desenvolvimento da pesquisa se deu por meio da Referências
pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem quali-
quantitativa, a escolha por esse tipo de abordagem; JOIA, Luiz Antonio & AL. Gestão Estratégica da tecnologia
dimensiona e avalia determinada aplicação de uma técnica, da informação. FGV Management. Rio de Janeiro. RJ:
recorrendo neste aspecto para o estudo quantitativo. No Editora FGV, 2012.
entanto, se os pesquisadores aspiraram observar o
fenômeno, buscando entendê-lo de forma completa e VALENTE, José A. Os diferentes usos do computador na
integral, recorrendo à pesquisa qualitativa. educação. Em "computadores e conhecimento - repensando a
educação". Campinas: UNICAMP, 1993.