Você está na página 1de 1

TEAMS: A Tecnologia como Ferramenta Educacional no Ensino Remoto em Turismo.

Aluno: Ernane Favacho da Rocha (email: efdr.tet20@uea.edu.br)


Orientadora: Mestra Simone Helen Drumond Ischkanian (email: simone_drumond@hotmail.com)

Introdução Estratégias de Ação/Resultados Esperados


O Teams é um software da Microsoft desenvolvido para A produção do parágrafo deu-se por meio de pesquisa
a colaboração de equipes. ... Nas equipes, os bibliográfica nos bancos de dados do Google Acadêmico,
professores podem conversar rapidamente com os para identificar as evidências já existentes sobre o objetivo
alunos, compartilhar arquivos e sites, criar um bloco de deste trabalho. Foi realizada uma revisão sistemática
anotações de classe do OneNote e distribuir e classificar qualitativa, de artigos e literatura científica relacionados ao
tarefas. assunto abordado, que é a plataforma Teams como
ferramenta educacional no ensino remoto em turismo, com
O Teams oferece opções de reunião por vídeo, áudio e o objetivo de avaliar a aplicação da tecnologia no curso de
também permite a integração de um participante via turismo, através de uma pesquisa bibliográfica em artigos
telefone fixo ou celular. Para criar reuniões é necessário disponibilizados no banco de dados Google Acadêmico.
entrar em “Calendário”, clicar em “Nova reunião” ou dar
um clique duplo diretamente na data e horário No contexto podemos destacar que a educação passou por
desejados. um grande processo transformador tendo como principal
objetivo a retomada das aulas, pois o processo de ensino e
Desenvolvido por meio da observação e de uma aprendizagem é contínuo e não podem parar.
pesquisa realizada junto aos alunos do Curso de
Turismo do CETAM. Diante dessa necessidade a tecnologia trouxe uma grande
contribuição tanto para os docentes quanto os discentes.
Obtivemos como resultados que são múltiplas as Umas das estratégias de ação relevante foi uma roda de
dificuldades enfrentadas pelos discentes no âmbito conversa com os instrutores do CETAM, através do Google
educativo, principalmente no que se refere ao contato Meet onde foram discutidas as principais dificuldades e os
com a tecnologia, fazendo-se maior norteador o não desafios em ministrar aulas no ensino remoto.
domínio das ferramentas tecnológicas o que é percebido
junto ao professor e ao aluno. Concluímos que a Conclusões
promoção de medidas de contato direto, estimulando e
eliminando dúvidas contribui em muito para a adoção da Concluiu-se que a plataforma Teams é essencial na
metodologia remota. melhoria da qualidade de ensino-aprendizagem, por meio
da interação, estímulo crítico-reflexivo, criatividade,
Metodologia da Pesquisa promoção da autonomia em seus estudos po meio da
flexibilidade e intervenção mediadora do profissional
O método utilizado rumou para um estudo exploratório-
professor/docente, atuando como mediador nesse
metodológico, de abordagem quantitativa e qualitativa.
processo, aprimorando suas habilidades profissionais
buscando a melhoria das adequações metodológicas e
A tecnologia no processo educativo mantém como
pedagógicas na transmissão educativa, objetivando uma
contribuição a flexibilidade do ensino/aprendizagem,
melhor qualidade de aprendizado e assimilação por parte
provendo uma acessibilidade permanente segundo as
dos alunos, por intermédio de ações de inserção desses
rotinas enfrentadas pelo aluno, contribuindo para o
mecanismos tecnológicos somados à abordagem prática e
ensino formal e informal, constituindo relevância no
tátil desse conhecimento empregado.
contexto do feedback tanto pelo professor no contato
com os alunos ante a dúvidas ou questionamentos,
.
quanto ao aluno em relação à sua própria aprendizagem,
permitindo de igual modo o emprego de ações e Referências
realidades de maneira frequente e direta o que se difere DAMAS, Helton Luiz Gonçalves. Tecnologia educacional e possibilidades
construtivistas a partir da percepção dos alunos sobre os processos de
de abordagens tradicionais (OLIVEIRA et al, 2017; aprendizagem no curso superior a distância de tecnologia em gestão de turismo.
DARSKI; LORENZI; PERES, 2020). CEFET-RJ/CEDERJ. 2013.