Você está na página 1de 4

LISTA DE EXERCÍCIOS REFERENTE À REVISÃO DOS PRINCÍPIOS

TERMODINÂMICOS APLICADOS À PIROMETALURGIA NÃO-FERROSA


(PARTE1-A)

• Material Principal de Referência para Consulta: Cap.2 Revisão de


termodinâmica aplicada a processos pirometalúrgicos. Apostila Pirometalurgia
Não-Ferrosa, autor Edwin Auza Villegas.
• Valor da Lista Parte1-A: 15 pontos. Total 7 questões.
• Mostre o desenvolvimento passo-a-passo na resolução do exercício. Deixe
claro o seu raciocínio. Valores soltos, sem justificativa, não serão
considerados.

Assunto: Variações térmicas em um processo pirometalúrgico


Orientação para resolução: Leitura da seção 2.1 do material principal de referência
indicado para esta lista, acompanhando o desenvolvimento passo-a-passo dos
Exemplos 1 e 2.
EXERCÍCIO 1 (1,5 pts). Um metal M é obtido por redução de seu cloreto a 750oC e 1
atm segundo a seguinte reação:

MCl2(s) + H2(g) = M(s) + 2HCl(g)

Usando os seguintes dados: ΔHo(298 K) = - 27600 cal/mol e ΔCp =


8,21+3,1×10−3T−4,2x104T−2, calcular ΔHo na temperatura proposta para o processo.
EXERCÍCIO 2 (1,5 pts). Para a reação de oxidação:
Assunto: Viabilidade das Reações
Orientação para resolução: Leitura da seção 2.3 do material principal de referência
indicado para esta lista, com ênfase na seção 2.3.2, acompanhando o desenvolvimento
passo-a-passo do exemplo da redução de MgO.
EXERCÍCIO 3 (3 pts). Deseja-se verificar se a decomposição de Dolomitas,
CaMg(CO3)2, é viável nas seguintes condições:
A) Condições padrão a 600oC;
B) Condições padrão a 695oC;
C) Quando o gás do forno é diluído com N2 até 30% nas condições de A e B.

cal

Assunto: Cálculo de Keq


Orientação para resolução: Leitura da seção 2.3.3 do material principal de referência
indicado para esta lista, acompanhando o desenvolvimento passo-a-passo do Exemplo
4.
EXERCÍCIO 4 (3 pts). Considere a produção de Mg(g) entre 1200 e 1400ºC através da
seguinte reação:
2MgO(s) + Si(s) ↔ 2Mg(g) + SiO2(s)

Para a qual
−7780
𝑙𝑜𝑔𝑃𝑀𝑔 = − 0,855𝑙𝑜𝑔𝑇 + 11,41 [mmHg], T[K]
𝑇

Pede-se calcular os valores de ΔHº e ΔSº para esta reação, supondo que esses são
constantes entre os limites considerados.
EXERCÍCIO 5 (3 pts). Observa-se que um gás que contém 1,95%CO e 98,05%CO2 em
volume, está em equilíbrio com Ni e NiO sólidos a 1500°C e 1 atm de pressão. A partir
dos dados abaixo, calcular:
A) A concentração de gás oxigênio em equilíbrio com estes sólidos nas condições de
operação indicadas;
B) A energia livre padrão para a formação de NiO nas mesmas condições.

Assunto: Variação de Keq com a temperatura


Orientação para resolução: Leitura da seção 2.34 do material principal de referência
indicado para esta lista, aplicando a equação 2.40.
EXERCÍCIO 6 (2pts). Cobre metálico é obtido a partir do seu cloreto por reação com
gás H2 segundo o esquema mostrado abaixo:

Deseja-se calcular as concentrações de equilíbrio (em %) usando os seguintes dados:


Keq,873K = 4,5
ΔHºreação(298K) = −36500 cal/mol
ΔCp =8,21+3,1x10-3T-4,2x104T-2 cal/mol.K

Reação:
CuCl2(s) + H2(g) = Cu(s) + 2HCl(g)
Assunto: Representação Gráfica
Orientação para resolução: Consulta ao diagrama da página 49 do material de
referência indicado para esta lista.
EXERCÍCIO 7 (1pts). Peças metálicas de Cr com componentes de Cu são expostas à
ação do ar em fornos abertos. Usando um diagrama ΔG versus T, calcular o intervalo
de temperatura necessário para:
(A) Manter as peças livres de oxidação;
(B) Oxidação seletiva (especificar);
(C) Oxidação preferencial (especificar);

Considerar que Tf(Cu) = 1094oC e Tf(Cr) = 1857oC


Cu(s) + 1/2O2(g) = CuO(s) ΔGº= − 36668 + 20,65 T [cal]

2Cr(s) + 3/2O2(g) = Cr2O3(s) ΔG°= −139340 + 62,25 T [cal]

Você também pode gostar