Você está na página 1de 6

Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

1 O vetor posição inicial de uma determinada partícula é ⃗⃗⃗


𝑟0 = (−2,0𝑖̂ + 3,0𝑗̂ +
5,0𝑘̂ ) 𝑚. (a) Desenhe o vetor em um sistema de coordenadas dextrogiro; (b)
Determine o módulo de ⃗⃗⃗
𝑟0 .

𝑟0 = (−2,0𝑖̂ + 3,0𝑗̂ + 5,0𝑘̂ ) 𝑚


⃗⃗⃗
𝑟0 = √(−2,0)2 + (3,0)2 + (5,0 )2 = 6,2 𝑚

O vetor ⃗⃗⃗
𝑟0 está representado no esboço abaixo.

2 Após 30 s, a mesma partícula encontra-se em uma nova posição 𝑟 =


(8,0𝑖̂ + 7,0𝑗̂ − 1,0𝑘̂) 𝑚. (a) Desenhe o vetor no sistema de coordenadas
dextrogiro; (b) Determine o módulo de 𝑟; (c) Calcule o vetor deslocamento ∆𝑟 e
represente-o no mesmo sistema de coordenadas dextrogiro. (d) Determine o
módulo e o vetor velocidade média 𝑣𝑚𝑒𝑑 .

𝑟 = √(8,0)2 + (7,0)2 + (−1,0 )2 = 10,7 𝑚

∆𝑟 = 𝑟 − 𝑟0
∆𝑟 = (8,0𝑖̂ + 7,0𝑗̂ − 1,0𝑘̂) − (−2,0𝑖̂ + 3,0𝑗̂ + 5,0𝑘̂ )
∆𝑟 = (12,0𝑖̂ + 4,0𝑗̂ − 6,0𝑘̂ ) 𝑚

1
Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

∆𝑟 (12,0𝑖̂ + 4,0𝑗̂ − 6,0𝑘̂ ) 𝑚 𝑚


𝑣𝑚𝑒𝑑 = = = (0,40𝑖̂ + 0,13𝑗̂ − 0,20𝑘̂ )
∆𝑡 30 𝑠 𝑠

𝑚
|𝑣𝑚𝑒𝑑 | = ∆𝑣 = √(0,40)2 + (0,13)2 + (− 0,20)2 = 0,47
𝑠

3 Uma partícula se move de tal forma que a posição (em metros) em função do
tempo (em segundos) é dada por 𝑟(𝑡) = 𝑖̂ + (2𝑡 − 4𝑡 2 )𝑗̂ + (2 + 𝑡)𝑘̂ . Escreva
expressões para a velocidade e a aceleração em função do tempo.

𝑟(𝑡) = [𝑖̂ + (2𝑡 − 4𝑡 2 )𝑗̂ + (2 + 𝑡)𝑘̂] 𝑚

𝑑𝑟(𝑡)
𝑣 (𝑡) = = [(2 − 8𝑡) 𝑗̂ + 𝑘̂ ] 𝑚/𝑠
𝑑𝑡

𝑑𝑣(𝑡)
𝑎 (𝑡) = = (−8 𝑗̂) 𝑚/𝑠 2
𝑑𝑡

4 Um carro se move sobre o plano 𝑥𝑦 com aceleração 𝑎 = (4,0𝑖̂ − 2,0𝑗̂) 𝑚/𝑠 2 ,


sendo que a velocidade inicial foi 𝑣0 = (8,0𝑖̂ + 12𝑗̂) 𝑚/𝑠. Qual é a velocidade do
carro quando atinge a maior coordenada 𝑦?

Como a aceleração é constante, podemos escrever:

𝑣 = 𝑣0 + 𝑎𝑡
𝑣 = (8,0𝑖̂ + 12𝑗̂) + (4,0𝑖̂ − 2,0𝑗̂)𝑡;

ou ainda:

Direção x Direção y
𝑣𝑥 = 8,0 + 4,0𝑡 𝑣𝑦 = 12 − 2,0𝑡

Quando o carro atinge a maior coordenada y significa que a velocidade


neste instante nesta direção é nula. E isso ocorre no tempo de:

𝑣𝑦 = 12 − 2,0𝑡
0 = 12 − 2,0𝑡 ∴ 𝑡 = 6,0 𝑠

Portanto, a velocidade do carro neste instante será de:

2
Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

𝑣𝑥 = 8,0 + 4,0𝑡 = 8,0 + 4,0 ∙ 6,0 = 32 𝑚/𝑠


𝑣𝑦 = 0
Isto é:
𝑣 = (32𝑖̂) 𝑚/𝑠

5 Você lança uma bola em direção a uma parede com uma velocidade de 25,0 m/s e
um ângulo 𝜃0 = 40,0° acima da horizontal. A parede está a uma distância de 22,0
metros do ponto de lançamento da bola. (a) A que distância acima do ponto de
lançamento (altura) a bola atinge a parede? (b) Determine a velocidade da bola ao
atingir a parede.

Temos que: 𝑣0 = 25,0 𝑚/𝑠; 𝜃0 = 40,0° e 𝑥 = 22,0 𝑚 para 𝑥0 = 0.

(a) O tempo necessário para a bola atingir a parede é de:

𝑥 = 𝑥0 + 𝑣𝑥 𝑡
𝑥 = 0 + 𝑣0 cos 𝜃 ∙ 𝑡
𝑥 22,0
∴𝑡= = = 1,15 𝑠
𝑣0 ∙ cos 𝜃 25,0 ∙ cos 40,0°

Neste mesmo instante de tempo, a altura da bola será:


1
𝑦 = 𝑦0 + 𝑣𝑦 𝑡 − 𝑔𝑡 2
2
1
𝑦 = 0 + 𝑣0 sin 𝜃 ∙ 𝑡 − 𝑔𝑡 2
2
1
𝑦 = 0 + 25,0 sin 40,0° ∙ 1,15 − 9,81(1,15)2 = 12,0 𝑚
2

(b) Como a componente horizontal da velocidade é constante, temos que:


𝑣𝑥 = 𝑣0 cos 𝜃 = 25,0 ∙ cos 40,0° = 19, 2 𝑚/𝑠

Já a componente vertical está sujeita a aceleração da gravidade. Logo, ao atingir a


parede:

𝑣𝑦 = 𝑣0𝑦 − 𝑔𝑡 = 𝑣0 sin θ −𝑔𝑡 = 25,0 ∙ sin 40,0° − 9,81 ∙ 1,15 = 4, 79 𝑚/𝑠

Portanto:

𝑣 = (19,2𝑖̂ + 4,79𝑗̂) 𝑚/𝑠


𝑣 = 19,8 𝑚/𝑠

3
Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

6 Um projétil é disparado horizontalmente de uma arma que está 45,0 m acima de


um terreno plano, saindo da arma com uma velocidade de 250 m/s. (a) Por
quanto tempo o projétil permanece no ar? (b) A que distância horizontal do ponto
de disparo o projétil se choca com o solo? (c) Determine a velocidade do projétil
ao se chocar com o solo.
(Resposta: (a) 3,03 s (b) 758 m (c) 𝑣 = (250𝑖̂ − 29,7𝑗̂) 𝑚/𝑠)

7 Com que velocidade inicial o jogador de basquete deve arremessar a bola, com
um ângulo 𝜃0 = 55° acima da horizontal, para converter o lance livre?

(Dados: 𝑑1 = 30 𝑐𝑚, 𝑑2 = 4,3 𝑚, ℎ1 = 2,1 𝑚, ℎ2 = 3,0 𝑚).

Fonte: Halliday et al, Fundamentos de Física. 9ª ed. vol. 1. LTC: 2012.

Considerando o ponto de lançamento como sendo a origem de nosso sistema de


referência:

Temos:
𝑥0 = 0 ∴ 𝑥 − 𝑥0 = 𝑑2 − 𝑑1 = 4,0 𝑚
𝑦0 = 0 ∴ 𝑦 − 𝑦0 = ℎ2 − ℎ1 = 0,9 𝑚

Na direção x:

4
Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

𝑥 − 𝑥0 = 𝑣𝑥 𝑡
4,0 = 𝑣0 cos 55° ∙ 𝑡
4,0
𝑡=
𝑣0 cos 55°

Na direção y:

1
𝑦 − 𝑦0 = 𝑣𝑦 𝑡 − 𝑔𝑡 2
2
1
0,9 = 𝑣0 sin 55° ∙ 𝑡 − 𝑔𝑡 2
2
2
4,0 1 4,0
0,9 = 𝑣0 sin 55° ∙ − 𝑔( )
𝑣0 cos 55° 2 𝑣0 cos 55°

8,0𝑔
0,9 = 4,0 tan 55° − 2 (cos 55°)2
𝑣0
1 8,0 𝑔
𝑣0 = √ = 7,0 𝑚/𝑠
cos 55° 4,0 tan 55° − 0,9

8 Uma bola é lançada com uma velocidade de 10,0 m/s e um ângulo de 50,0° com a
horizontal. O ponto de lançamento fica na base de uma rampa de comprimento
𝑑1 = 6,00 𝑚 e altura 𝑑2 = 3,60 𝑚. No alto da rampa existe um estrado
horizontal. A bola cai na rampa ou no platô?

Fonte: Halliday et al, Fundamentos de Física. 9ª ed. vol. 1. LTC: 2012.

(Resposta: A bola cai na rampa. Mostre!)

9 Um menino faz uma pedra descrever uma circunferência horizontal com 1,5 m de
raio e uma altura de 2,0 m acima do chão. A corda arrebenta e a pedra é
arremessada horizontalmente, chegando ao solo depois de percorrer uma
distância horizontal de 10 m. Qual era o módulo da aceleração centrípeta da

5
Física I Lista 2 - Cinemática 2019/02

pedra durante o movimento circular?


(Resposta: 163 m/s2)

Você também pode gostar