Regulamento das Disciplinas de Dissertação dos Mestrados Integrados Leccionadas no Departamento de Engenharia Civil da FCTUC Aprovado em Reunião da Comissão

Científica de Engenharia Civil a 10 de Dezembro de 2009 e em vigor a partir desta data 1. Calendário O calendário escolar aplicável à disciplina de Dissertação é o definido pela FCTUC ou, na falta deste, pelo Coordenador do Mestrado, que deve ter em conta os critérios adoptados pela FCTUC. 2. Condições de acesso Apenas poderão frequentar a disciplina de Dissertação os alunos que tenham concluído 222 ECTS no momento de inscrição na mesma. Quando a disciplina funcionar no 1º Semestre, a sua frequência é ainda limitada aos alunos inscritos, nesse semestre, a não mais do que uma outra disciplina em simultâneo. 3. Temas de dissertação 1. Os temas de dissertação são propostos pelas Áreas Científicas. Os alunos que o desejem podem propor o seu próprio tema, desde que indiquem um docente que reúna condições para ser orientador e que aceite assegurar a orientação. 2. Os temas de dissertação possíveis são, essencialmente, dos seguintes tipos: – trabalho de síntese sobre os conhecimentos de uma área; – descrição e análise de acontecimentos/fenómenos relevantes para a engenharia civil ou a engenharia do ambiente; – realização, descrição e análise dos resultados de um estudo experimental; – implementação, descrição e análise de um algoritmo/método de cálculo; – descrição e análise de um projecto complexo de engenharia civil; – descrição e análise de uma obra complexa de engenharia civil ou de um processo construtivo inovador; – descrição e análise de um estudo complexo de engenharia do ambiente; – descrição e análise do desenvolvimento de processos ambientalmente inovadores em empresas; – qualquer combinação dos tipos anteriores. 3. O critério de seriação dos alunos para a atribuição do tema é a média das disciplinas concluídas até ao momento da candidatura à área de especialização. 4. O processo de atribuição dos temas é organizado pelo Coordenador da Área Científica, que promove o anúncio e apresentação dos temas, a candidatura dos alunos e a atribuição dos temas até ao último dia de aulas do 1º Semestre. Estes temas são válidos para o 2º Semestre desse ano e para o 1º Semestre do ano seguinte, se a disciplina funcionar nesse semestre. 4. Orientadores As dissertações podem ser orientadas por um ou dois orientadores, tendo um dos orientadores de ser docente doutorado da FCTUC. 5. Aprovação de temas e orientadores 1. As propostas de tema e orientadores, acompanhadas por um resumo de cerca de 300 palavras e pelo parecer dos Coordenadores das Áreas Científicas a que os orientadores pertencerem, depois de assinadas pelo aluno e pelos orientadores, devem ser submetidas pelos orientadores ao Coordenador do curso até 1 semana antes do início do Semestre em que a disciplina decorra.

para definição dos objectivos a atingir. 3. Avaliação da dissertação 9. Formato da dissertação A dissertação deve ser apresentada no formato que for adoptado pela Comissão Científica. as propostas de tema e orientadores devem ser enviadas pelo Coordenador do curso à Comissão Científica do DEC e aos Coordenadores das Áreas Científicas a que os orientadores pertencem para registo até ao dia de início do segundo semestre. Registo de temas e orientadores Uma vez aprovadas. e. Caso uma proposta não seja aprovada. 3. – aproximadamente no final do primeiro terço do semestre. 9. Quando tais datas coincidam com fins-de-semana ou feriados. Prazos A entrega da Dissertação decorre até à data limite de 3 semanas antes do prazo final estabelecido para as defesas no Calendário Escolar. e que é especificado em anexo a este regulamento. o aluno deve apresentar um requerimento à Comissão Científica do DEC e entregar sete exemplares da dissertação em suporte de papel e um exemplar em suporte digital. As reuniões de acompanhamento dos trabalhos devem ter lugar: – na primeira semana do semestre em que se realiza a dissertação. 9. No caso da Época Especial este prazo não pode ultrapassar a data limite de 31 de Julho. As provas terão início com uma apresentação dos trabalhos a cargo do aluno com uma . 8. italiano ou inglês. caso necessário. pelo menos. o prazo limite é adiado para o 1º dia útil seguinte. para que os orientadores se pronunciem sobre ela ainda a tempo do aluno poder efectuar algumas correcções finais.2. espanhol. para avaliação dos progressos entretanto conseguidos e. A apreciação da dissertação envolve a realização de provas públicas perante os elementos de um júri. 2. Provas 1.2. Das decisões do coordenador do curso cabe recurso para a Comissão Científica do DEC. – cerca de uma semana antes da conclusão da dissertação.1. 9. para reformulação dos objectivos inicialmente definidos. Início Para início do processo de avaliação. O aluno deve ainda obter do orientador documento que ateste a sua anuência à utilização do seu nome na capa da Dissertação. o coordenador do curso deve informar os orientadores da sua decisão e respectiva fundamentação. uma sessão de apresentação dos trabalhos a uma audiência mais vasta que os orientadores. podendo ser redigida em português. – aproximadamente no final do segundo terço do semestre. Reuniões de orientação 1. 6. Ao longo do período de desenvolvimento dos trabalhos devem realizar-se quatro reuniões entre o aluno e os orientadores para acompanhamento dos trabalhos. para análise dos trabalhos já realizados pelos alunos e para definição dos trabalhos ainda a realizar até à entrega da dissertação. A sessão de apresentação dos trabalhos deve ter lugar aproximadamente no início do terceiro terço do semestre.3. 7. francês.

sendo para este efeito considerado que a classificação atribuída pelos membros que se tiverem pronunciado a favor da não aprovação é 9 valores. entre os quais se inclui obrigatoriamente o orientador da FCTUC. 9. 2. excepto no caso de a dissertação ter sido redigida noutro idioma. deve ser anexada à acta deve fundamentação muito detalhada sobre a razão de ser da classificação. As provas decorrerão em português. A decisão do júri relativamente à classificação do aluno é tomada da seguinte forma: – primeiro. bem assim como a classificação final atribuída e respectiva fundamentação. 3. nível de conhecimentos). As provas terão a duração aconselhável de 60 minutos e a duração máxima de 90 minutos.duração máxima de 20 minutos. a qual será fornecida ao júri na convocatória para as provas. clareza na exposição e capacidade de síntese) – segurança demonstrada na argumentação (confiança nas respostas. 6. que será seguida de um período de discussão.4. 4. Os critérios a ponderar na atribuição da classificação são os seguintes: – profundidade do trabalho efectuado e resultados atingidos. Os membros do júri são designados pelo Subdirector do DEC em consonância com o coordenador do curso. A aprovação na disciplina é concedida para classificações no intervalo de 10 a 20 valores. 9. . Esta fundamentação deve ser elaborada pelos elementos do júri que atribuam uma nota superior à nota de referência estabelecida. a classificação final é a média das classificações atribuídas pelos membros dos júri. 2. segundo uma ordem que reflicta preferencialmente a ordem de entrega da dissertação. No caso da classificação final atribuída ser superior em mais de 3 valores à média do aluno no momento da inscrição no perfil. Da acta das provas deve constar a classificação atribuída por cada membro. Durante a discussão deve ser proporcionado ao aluno tempo idêntico ao utilizado pelo júri. – qualidade do documento final em termos formais e de conteúdo. No caso do aluno pretender fazer melhoria de classificação. sendo um deles de área de especialização diferente da área dos orientadores. não sendo permitidas abstenções. As provas públicas terão lugar dentro do prazo estabelecido no calendário e. onde se inclui já a apresentação realizada pelo aluno. – em caso de empate.5. 3. – se a decisão for a favor da aprovação. No mínimo. podendo ser alargado para quatro ou cinco elementos para incluir o segundo orientador e outro especialista que se considere relevante para apreciar o trabalho em causa. Classificação 1. O júri das provas públicas é constituído por três docentes ou investigadores doutorados da FCTUC. A presidência do júri cabe ao docente do DEC de área de especialização diferente da área do orientador com o nível hierárquico mais elevado. 3. – qualidade da apresentação (postura. o presidente do júri tem voto de qualidade. 2. sob proposta dos Coordenadores das Áreas Científicas da FCTUC. os membros do júri devem votar a aprovação ou não aprovação. o júri deve integrar dois docentes do DEC. desde que seja possível assegurar todas as condições essenciais para a sua realização. terá de apresentar uma dissertação com tema diferente do inicial. caso em que poderão ser realizadas em inglês. Júri 1. A classificação é efectuada numa escala numérica inteira de 0 a 20 valores. 5. a menos que a melhoria ocorra no mesmo semestre da primeira avaliação. 4.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful