Você está na página 1de 7

Introdução.

Uma das grandezas e mais importantes aliadas ao desenvolvimento


humano foi à eletricidade, que culminou em grandes descobertas e na
preservação da espécie humana, bem como foi determinante para o progresso
industrial e tecnológico. Atualmente, o uso da eletricidade aliou-se às
necessidades básicas da humanidade e, quanto mais o tempo passa, mais ela
é almejada e logo, devido ao excesso de demanda, torna-se escassa em certos
casos.

Em meio ao século XXI convivemos cada vez com a insuficiência dos


recursos hídricos, fonte de energias que eram vastas vem se esgotando ao
longo dos tempos.

O Brasil em sua matriz energética possui 87,5% da sua energia gerada


através de fontes Hídricas (hidrelétricas), com o caos dessa degradação
ambiental a população cada vez mais se virá para fontes de energia
renováveis.

Em meados do no ano de 1873 surgiu à primeira célula fotovoltaica, daí


por diante essa técnica veio se aperfeiçoando, todavia devido ao seu alto custo
de implantação era uma fonte que raramente se utilizada, diante de tal fato e
de tamanha necessidade essa fonte de geração de energia vem criando força e
cada vez mais o governo incentiva a implantação desses sistemas.

O Brasil, em especial a região nordeste do país, é rico nesse tipo de


energia que, além de ser, em muitos casos, viável economicamente, apresenta
externalidades para a indústria de energia elétrica, com relação à sobrecarga
nos horários de picos de demanda (NOGUEIRA, 2001).

NOGUEIRA, A. F. Produzindo energia com calor. Tese de doutorado, Instituto


de Química, Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas
(2001).

Diante de tais fatos esse estudo visa à criação de um projeto intitulado


implantação de um Sistema de geração de energia fotovoltaica, na sede da
Empresa Asolar Energy, localizada no polo Pirapora/MG tornando assim a
primeira empresa no norte de minas mais autossustentável.

Vale ressaltar a importância desse estudo sobre a energia solar, devido


a alta relevância no conceito de preservação do meio ambiente, apresentando
vantagens sobre outras fontes de energia, não polui, não contribui para o efeito
estufa, reduz a dependência da produção da energia oriunda de hidroelétrica e
principalmente demonstrar que e possível se pagar o investimento em um curto
prazo e com isso conseguirmos um melhor custo X beneficio.

Justificativa

A utilização de fontes de energia não renováveis vêm causando danos


ao nosso planeta, com o intuito de amenizar esses danos, novas fontes de
geração de energia estão sendo utilizadas, são fontes chamadas de energia
limpa, como por exemplo, a energia solar, em que através painéis fotovoltaicos
as radiações solares são convertidas em eletricidade.

Essa fonte de energia tem a vantagem de minimizar os danos ao nosso


planeta. Vale ressaltar a importância desse estudo uma vez que a energia solar
é importante na preservação do meio ambiente, tendo vantagens sobre outras
fontes de energia, não polui, não contribui para o efeito estufa, reduz a
dependência da produção da energia oriunda de hidroelétricas.
Objetivos

Objetivo geral

Realizar um projeto através de energia fotovoltaica, no intuído de reduzir


o custo da fatura de energia elétrica para a tarifação mínima.

Objetivo especifico.

Analisar Atual situação da Empresa no quesito consumo de energia elétrica em


kwh/mês.

Levantar ferramentas necessárias para a elaboração do projeto.

Elaborar planilha de possíveis alterações com a implantação do sistema


fotovoltaico.

Apresentar resultados obtidos em relação ao estudo de caso.


Referencial Teórico

1. Energia elétrica

A energia elétrica tem progressivamente assumido crescente


participação na matriz energética brasileira. Guardando estreita relação com o
comportamento da economia nacional, a eletricidade tem sido um excelente
indicador do desempenho da própria economia.

“Energia é vida, é movimento – sem a sua presença o mundo seria


inerte” (direta usos de energia).

A energia elétrica vem proporcionando à sociedade trabalho,


produtividade e desenvolvimento, e aos seus cidadãos conforto, comodidade,
bem-estar e praticidade, tornando a sociedade moderna cada vez mais
dependente de seu fornecimento e mais suscetível às falhas do sistema
elétrico.

“...é a propriedade de um sistema que lhe permite existir ou, como


conceitua a física, realizar trabalho.” (direta usos de energia).

A energia elétrica se difere quanto a sua geração em duas formas


genéricas: Renováveis e Não renováveis.

1.1 Fontes de energia não renováveis.

1.2 Fontes de energia renováveis.

Segundo Tolmasquim (2003) As fontes renováveis de energia ,


sem duvida, terão uma participação cada vez mais relevante na
matriz energética global nas décadas vindouras, podendo chegar a
10% em 2020.
A energia é essencial para que se atinjam os objetivos econômicos,
sociais e ambientais inter-relacionados ao desenvolvimento
sustentável. Mas para alcançar esta importante meta, os tipos de
energia que produzimos e as formas como utilizamos terão que
mudar. Do contrário, danos ao meio ambiente ocorrerão mais
rapidamente, a desigualdade aumentará e o crescimento econômico
global será prejudicado. (fontes renováveis de energia no brasil).

O uso da energia solar vem crescendo em suas diversas alternativas de


aproveitamento: térmica a baixas temperaturas, térmica a altas temperaturas e
fotovoltaica, tanto para aplicações rurais isoladas quanto para uso urbano
interconectado a rede elétrica. A indústria de fabricação de sistemas solares
vem apresentando um crescimento vertiginoso, com taxa anual média acima de
30% (fontes renováveis de energia no brasil).

(fontes renováveis de energia no brasil) Ressalta que no plano


internacional, o Brasil tem sido um ator importante nas discussões sobre os
efeitos e mecanismos de compensação, das emissões de gases de efeito
estufa, particularmente no setor de energia.

No Brasil, país de longa tradição em uso de energia renovável, tanto


para geração de eletricidade, quanto nos setores de transportes e siderurgia, o
incremento do uso destas fontes representa uma oportunidade de maior
diversificação da matriz energética, minimizando os efeitos da sua elevada
dependência hidrológica na geração de energia elétrica (fontes renováveis de
energia no Brasil).

A energia Renovável além de contribuir para uma matriz energética


limpa e diversificada tem um grande papel significativo na universalização do
serviço de energia elétrica.
1.2.1 Energia hidráulica

Segundo (fontes renováveis de energia no Brasil) A energia


elétrica de origem de geração hidráulica ainda e a mais utilizada em
todo o Brasil. Usinas hidrelétricas são atualmente, a primeira maior
fonte de geração de energia elétrica, representa cerca de 87,5% de
toda a eletricidade nacional.
A energia hidrelétrica é produzida a partir do aproveitamento do
potencial hidráulico de um curso d’agua, combinando a utilização de
vazão do rio, quantidade de agua disponível em um determinado
período de tempo, com os seus desníveis, sejam os naturalmente
formados, como as quedas d’agua, sejam os criados com a
construção de barragens. (usos de energia)

A eficiência energética desse sistema é muito alta, ao redor de 95%.


O investimento inicial e os custos de manutenção são elevados, e o
custo do combustível (agua) e nulo. É uma fonte renovável de
energia, além de apresentar possibilidade de outros usos importantes:
controle de enchentes, suprimento de agua potável, irrigação,
piscicultura, turismo, recreação, entre outros. (usos de energia).

(usos de energia) ressalta a importância das hidrelétricas entre as


alternativas de energia renovável, limpa e economicamente viável, pode ser o
maior beneficio de um projeto de desenvolvimento de recursos hídricos.

1.2.2 Energia eólica.


1.2.3 Energia solar
2 Tipos de energia solar.
2.1.1 sistema off grid
2.1.2 sistema on grid
2.2 Placas Solares.
2.3 Inversores grid te.
2.4 Inversor convencional.
2.5 Controladores de carga e descarga.
2.6 Baterias.
2.7 Relé
2.8 Medidor bidirecional
2.9 Nível de irradiação Solar.
2.10 Legislação vigente.

Você também pode gostar