Você está na página 1de 30

Organização: uma visão sistêmica

Introdução

  Deve-se ter uma visão sistêmica e global da


empresa dando atenção ao todo, contrariamente
ao método analítico em que o comportamento de
um todo não é interpretado e há uma visão
segmentada e setorizada.
Organização: uma visão sistêmica e contingencial

Introdução

  A empresa deve ser vista como um conjunto de


partes em constante interação, constituindo-se
um todo orientado para determinados fins, em
permanente relação de interdependência com o
meio externo.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Introdução
  O enfoque sistêmico possibilita uma visão
macroscópica da organização que possibilita a
criação e gestão de empresas que respondem a
nova realidade de concorrência acirrada e de
expectativas em mutação dos clientes (TAKESHY
e SCAICO, 97).
  A organização é conduzida pelo feedback de seu
mercado.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Introdução

  O êxito de uma organização cada vez mais


depende de uma sólida base de princípios,
crenças e valores corporativos, que permitam
melhor orientar e coordenar os esforços e talentos
individuais e de equipe, para metas e objetivos
maiores da organização.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Introdução

  A atual tendência nas organizações é a


preocupação com a produtividade e o aumento
desta relacionada à obtenção de melhores
resultados econômicos, que, por sua vez,
dependem da inteligência, da sinergia das
pessoas e da qualidade dos processos.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Introdução

  Essa qualidade dos processos, e sobretudo a


qualidade do gerenciamento de tais processos, é
que determinam em última instância, a
produtividade da organização, sua evolução e
continuidade.
Sistema de Informações Gerenciais

DADO
Qualquer elemento identificado em sua forma bruta
que, por si só, não conduz a uma compreensão de
determinado fato ou situação.

INFORMAÇÃO
É o dado trabalhado que permite ao executivo tomar
uma decisão.
Sistema de Informações Gerenciais

É o processo de transformação de dados em


informações.

Quando está voltado para a geração de informações


necessárias e utilizadas no processo decisório da
empresa, chama-se de SIG.

Sistema cujo elemento principal é a informação. Seu


objetivo é armazenar, tratar e fornecer informações
de tal modo a apoiar as funções ou processos de
uma organização.
Sistema de Informações Gerenciais

Exemplo: UFPA
“ O SIG é um sistema integrado de apoio à tomada de decisões, proposto como
uma ferramenta essencial para implementar a modernização da gestão da
instituição.

Este sistema integra e consolida os dados operacionais e históricos de todos


os demais sistemas corporativos da organização, alimentando o processo de
tomada de decisões na instituição com informações gerenciais e
estratégicas.

Além disso, o SIG integra também os dados de outros órgãos governamentais


ligados à Universidade, tais como o CNPq (plataforma Lattes) e a CAPES
(dados da pós-graduação). Como produto, o SIG gera um conjunto de relatórios
e/ou gráficos de gestão, não apenas da UFPA como um todo, mas também de
cada subunidade (centro, núcleo, departamento, curso).”
Fonte: http://sig.ufpa.br/sig/
Componentes do SIG

SIG

Subsistema Subsistema
SOCIAL AUTOMATIZADO
Tomada de decisões
Tomada de decisão
Certeza, Risco e Incerteza
MODELO RACIONAL
MODELO RACIONAL
MODELO DE SIG

RESULTADOS

Ações

Controle e Avaliação
Decisões

Informações

TRATAMENTO

Dados
MODELO DE SIG

Subsistemas organizacionais

  Subsistemas Fim

–  Englobam as atividades diretamente


envolvidas no ciclo de transformação de
recursos em produtos e de sua colocação no
mercado.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Subsistemas organizacionais

  Normalmente pertencem a essa categoria:


–  Marketing: Responsável pela identificação das
necessidades de mercado e colocação dos
produtos e serviços junto aos consumidores.
–  Produção: Responsável pela transformação
das matérias-primas em produtos e serviços a
serem colocados no mercado.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Subsistemas organizacionais

  Subsistemas de Suporte
  Congregam as atividades que proporcionam os
meios para que haja a transformação de recursos
em produtos e serviços e sua colocação no
mercado.
  Podem ser desse tipo, para uma empresa
industrial e comercial qualquer, os seguintes
subsistemas:
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Subsistemas organizacionais

–  Financeiro: Responsável pelo planejamento,


captação, orçamentação e gestão dos recursos
financeiros, além dos registros contábeis das
operações realizadas nas empresa.
–  Materiais: Responsável pelo suprimento de
materiais, serviços e equipamentos, e pela
normatização, armazenamento e movimentação
de materiais e equipamentos da empresa.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Subsistemas organizacionais

–  Recursos Humanos: Responsável pelo


planejamento e gestão dos recursos humanos da
empresa, do seu desenvolvimento, benefícios,
obrigações sociais, etc.
–  Serviços: Responsável pelo transporte de
pessoas, administração dos escritórios,
documentação, patrimônio imobiliário da
empresa, serviços jurídicos, segurança, etc.
Organização: uma visão sistêmica e
contingencial

Subsistemas organizacionais

–  Gestão empresarial: Responsável pelo


planejamento empresarial e o desenvolvimento
de sistemas de informações.
  A seguir são ilustrados os Subsistemas básicos
de uma empresa.
–  Subsistema Marketing.
Subsistema
de Produção
Subsistema
Financeiro
Subsistema
de Materiais
Subsistema
de
Recursos
Humanos
Subsistema
de Serviços
Subsistema
de Gestão