Você está na página 1de 6

Aula 8º

ORGANIZAÇÃO E FORMATAÇÃO
FINAL DO PROJETO DE PESQUISA

Prezados(as) alunos e alunas,


Depois de muitas informações relacionadas ao processo de elaboração do Projeto de TCC.
Imagino que com algumas, já estamos familiarizados. Outras porém, nos desafiam um pouco mais,
mas nada que não sejamos capazes de realizar. Basta que estejamos encorajados/as a dedicar o nosso
melhor, não é mesmo?
Nosso objetivo com esta oitava e última aula é exemplificar dimensões de organização e formatação
do Projeto de Pesquisa. Devo adiantar que o faremos também na disciplina de Trabalho de Conclusão
de Curso no próximo semestre, quando estivermos a tratar do Artigo Científico, mas consideramos
necessário atentarmos para dimensões da estética do nosso texto que começa na confecção do projeto.
Portanto, de forma bem prática é que pretendemos apresentar esta aula, pois creio que já estejamos
com bons embasamentos teóricos, e geralmente, a esta altura, algumas interrogações ainda insistem a
nos desafiar.
Afinal, como deveremos apresentar o produto final dessa etapa do curso representada pela disciplina
Elaboração do Projeto de TCC? Qual formatação adequada? Quais fontes utilizadas? Espaçamento
entre linhas e parágrafos? Citações diretas e indiretas? Margens das páginas? E por aí vai...! Mas vamos
ao que nos interessa!
Bons estudos!

Objetivos de aprendizagem

Ao término desta aula, vocês serão capazes de:

• organizar esteticamente o Projeto de Pesquisa;


• formatar cada etapa conforme normas da ABNT.
Elaboração do Projeto de Pesquisa 40
2.5 Justificativa
Seções de estudo 2.6 Objetivos (Geral e Específicos)
2.7 Metodologia
2.8 Orçamento (opcional, se houver demanda material ou
1. Etapas do Projeto: Pré-texto, Texto e Pós-texto financeira)
2.9 Cronograma (opcional, se desejar fazer para otimizar o tempo)
1 - Etapas do Projeto: Pré-texto, 3. PÓS-TEXTO – (completa as informações do texto)
Texto e Pós-texto 3.1 Referências Bibliográficas (obrigatório)
De acordo com Ferreira e Lima (2007), nossa atenção deve 3.2 Anexos (opcional)
se voltar para algumas dimensões importantes na formatação 3.3 Apêndices (opcional)
final do projeto de pesquisa, algo que se aplica também no
produto final desse processo, a saber: o Artigo Científico – 1
Todas obrigatórias!
TCC.
1. PRÉ-TEXTO
1. PRÉ-TEXTO – (precede o texto e auxilia na identificação
do trabalho) 1.1. Capa - (obrigatório). Os elementos que devem
1.1 Capa (obrigatório) constar na capa do projeto ou TCC são: nome da instituição,
1.2 Folha de Rosto (obrigatório) nome do curso, nome do autor, título do trabalho, cidade, mês e ano.
1.3 Informações gerais/cabeçalho (obrigatório) Devem ser apresentados na ordem em que foram citados2.
No desejo de facilitar nosso exercício, segue um exemplo
2. TEXTO – (parte do trabalho na qual o projeto é elaborado)1 de capa ilustrativo com as margens e informações necessárias!
2.1 Introdução Espero que ajude!
2.2 Palavras-chave
2.3 Problematização 2
Segue um exemplo de capa ilustrativo com as margens e informações
2.4 Revisão de literatura para fundamentação teórica necessárias!

CURSO DE TEOLOGIA

AUTOR
(Times New Roman - tamanho 14- Negrito –centralizado).

TÍTULO
(Times New Roman - tamanho 14 – Negrito – centralizado).
(Se houver Subtítulo, colocá-lo em Fonte Normal e tamanho 14)

Cidade
(tam. 14-Negrito – centralizado)
2019


3 cm
41
1.2. Folha de Rosto (obrigatório) as informações referentes ao nível do trabalho (TCC, dissertação ou tese), a
finalidade, o curso, o período e a turma, bem como o nome do (a) professor
A folha de rosto contém: o nome do aluno, o título do trabalho, (a) orientador (a).

CURSO DE TEOLOGIA

AUTOR (ES)
(Times New Roman, tam. 14 – Normal – centralizado)

TÍTULO
(Times New Roman - tam. 14 - Normal – centralizado).

Trabalho apresentado ao centro Universitário da Grande


Dourados – Unigran EaD, no Curso de Teologia EaD, para
obtenção de aprovação na disciplina Elaboração do Projeto de
TCC.
Prof. Msc. Ronel Dias Pereira

Cidade
2019
(tam. 12 - Normal – centralizado)

2. TEXTO raciocínio a ser desenvolvido na sua elaboração.


A introdução é a parte inicial do texto, onde devem constar:
Palavras-Chave a) O tema que será desenvolvido no texto (delimitando e
contextualizando o assunto; apresentando o ponto de vista sob
Conforme a NBR 14724 (2002, p.2) as palavras o qual o assunto será tratado – referencial teórico);
representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave b) Os objetivos da pesquisa (objetivo geral do texto e seus
e/ou descritores, conforme a NBR 6028” (NBR 14724, 2002, possíveis objetivos específicos);
p.4). Deve-se apresentar palavras chave, depois de dois espaços c) As justificativas da escolha do tema (mostrando a
abaixo do corpo do texto do resumo, no mínimo de três relevância acadêmica, a relevância social, o interesse pessoal em
palavras e no máximo de cinco palavras. relação ao assunto, a viabilidade e as limitações em relação ao
desenvolvimento do tema);
INTRODUÇÃO (letra 12, caixa alta) d) A metodologia e técnicas (s) empregada (s);
e) A estrutura do desenvolvimento do texto (o roteiro que
De acordo com Ferreira e Lima (2007), apresenta-se, na indica as partes que compõem o texto, porém sem antecipar os
Introdução a formulação clara e simples do tema de investigação. resultados do trabalho).
Deve constar a relevância do assunto, os objetivos do trabalho, Lakatos e Marconi (1996) relatam que a introdução é a
a revisão da literatura referente a trabalhos anteriormente apresentação do trabalho, abrange:
publicados, a fim de situar o tema da pesquisa desenvolvida. 1. Explicitação da pesquisa realizada: exposição clara
A introdução deve ainda esclarecer o tema do trabalho e o sobre a natureza do problema focalizado, juntamente com
Elaboração do Projeto de Pesquisa 42
as questões específicas relacionadas com ele. Cada divisão Grupo de controle II (Temperatura...)
principal do problema deve ser apresentada em um capítulo. Deve constar: centralizado, fonte Times New Roman,
2. Significado da pesquisa: explicações sucintas, mas tamanho 12, maiúscula, negrito. Após entrelinha dupla.
suficientes, que demonstrem a relevância da pesquisa e a razão
pela qual foi levada em consideração. Formas gerais para Elaboração do Projeto de TCC
3. Objeto Investigativo: especificação do tema geral em
torno do qual a pesquisa foi realizada; justificativa da escolha, Formato: (NBR 14724/02,):
indicando também lacunas no conhecimento científico. O texto deve ser apresentado em papel branco, formato
4. Aspectos Teóricos: referência na teoria de base na qual A4 (21cm x 29,7 cm).
o trabalho se apoiou. Digitado no anverso da folha, em tinta cor preta, com
5. Definições Operacionais Utilizadas: definição exceção de ilustrações.
cuidadosa dos termos importantes, utilizados na pesquisa, a fim Para a digitação, utiliza-se fonte Times New Roman, tamanho
de que o leitor possa compreender os conceitos sob os quais a 12 para o texto e 10 para citações longas, notas de rodapé,
pesquisa se desenvolveu. legenda das ilustrações e tabelas.

Deve, também, oferecer uma visão clara e simples do Margem (NBR 14724/02, seção 5.2 e NBR 10520/02):
trabalho, informando: Superior: 3 cm
Esquerda: 3 cm
Natureza e importância do trabalho; Justificativa da Inferior: 2 cm
escolha e delimitação do tema; Relação do tema com o contexto Direita: 2 cm
social; Objetivo do trabalho; Definições e conceitos envolvidos; Obs. Na capa que disponibilizamos de forma ilustrativa
Organização e distribuição dos tópicos. no início desta aula, apresentamos estas margens bem
exemplificadas, confira!
Referências Margem de citação longa: 4,0 cm a partir da margem
esquerda.
Consiste em apresentar, de acordo com a NBR – 6023
(ABNT, 2000, p. 2), em forma de referência, o conjunto de Espaçamento (NBR 14724/025, seção 5.3):
publicações (livros, revistas, teses, dissertações e outras fontes) Espaçamento 1,5 cm: para o corpo do texto.
utilizado para a elaboração do projeto. A bibliografia deve ser Espaçamento simples: para citações longas, bibliografia,
organizada em ordem alfabética, digitada, usando espaço simples entre ficha catalográficas e legendas
linhas e espaço duplo para separar as obras contidas na bibliografia em si. Entre as referências – espaço 1,5cm.
A palavra bibliografia deve aparecer em letras maiúsculas, Entre títulos das seções e subseções e o texto que os
negritadas, centralizada. sucede e precede – dois espaços 1,5cm.
As referências são alinhadas somente à margem esquerda Entre indicativo numérico e título de seções e subseções –
do texto e de forma a se identificar individualmente cada 1 espaço de caractere.
documento.
A entrada – expressão ou palavra que encabeça uma Paginação (NBR 14724/02, seção 5.4 e 5.5):
informação bibliográfica (sobrenome do(s) autor (es), primeira Conta-se todas as folhas a partir da folha de rosto.
palavra de um título, entidade coletiva, título de periódico, Numeração deve aparecer em algarismos arábicos e é
nomes geográficos, etc...) – deve ser apresentada em letras registrada apenas a partir da primeira folha da parte textual.
maiúsculas (CAIXA ALTA). Incluindo-se de forma contínua, apêndices e anexos, se houver.
Na entrada de obras de um mesmo autor, referenciadas O número das folhas deverá figurar ao alto, em fonte tamanho
sucessivamente, deve ser substituída por um traço sublinear, 10, a 2,0 cm da borda superior direita, fazendo-se coincidir o
equivalente a seis espaços (______). último algarismo com a margem direita do texto.
Os títulos sem indicação numérico (errata, agradecimentos,
REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO lista de ilustrações, lista de abreviaturas e siglas, resumos,
sumário, referências, glossário, apêndices, anexos e índice) –
Anexos
devem ser centralizados.
“Texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve
de fundamentação, comprovação e ilustração’ (NBR 14724, Citações, Sistemas de Chamadas e Notas de Rodapé (NBR
2002, P. 2). 10520/02)
“O(s) anexo(s) são identificados por letras maiúsculo
consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos” (NBR Notas de rodapé3:
14724, 2002, p. 5). 3
Para fazer nota de rodapé utiliza-se: Ctrl +Alt +F
Exemplos:
Notas de rodapé são as que aparecem ao pé das páginas
ANEXO A – Representação gráfica de contagem de
em que são mencionadas. Servem para abordar pontos que não
células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração –
devem ser incluídos no texto para não sobrecarregá-los. Podem
Grupo de controle I (Temperatura....)
ser:
ANEXO B – Representação gráfica de contagem de
a) notas de conteúdo, que evitam explicações longas
células inflamatórias presentes nas caudas em regeneração –
43
dentro do texto, prejudiciais à linha de argumentação, podendo aspas, incorporadas ao texto, sem destaque tipográfico, com
incluir uma ou mais referências; indicação das fontes de onde foram retiradas, conforme sistema
b) notas de referência, que indicam as fontes consultadas ou de chamada adotado.
remetem a outras partes da obra onde o assunto foi abordado; Exemplo:
c) notas de esclarecimento ou explicativas são usadas para Na análise dos qualitativos, a ênfase no significado
apresentação de comentários, explanações ou traduções que que os indivíduos atribuem às experiências ou fenômenos
não possam ser incluídas no texto por interromper a linha de é indispensável, com bem destaca Minayo (1999, p. 11),
pensamento. Devem ser breves, sucintas e claras. enfatizando que “[...] quando se trata da análise dos achados
Sempre que for utilizar notas de rodapé, deve se observar das pesquisas de desenho qualitativo, sua concentração nos
o seguinte: significados é absoluta”
a) a chamada é feita por algarismos arábicos, colocados Citações longas (com mais de três linhas): deve
entre parênteses, entre colchetes ou acima da linha do texto; aparecer em parágrafo distinto, a quatro centímetros da
b) a numeração das notas de rodapé é sempre em ordem margem do texto, recuo da margem esquerda, terminando
crescente dentro do mesmo documento; na margem direita. Deve ser apresentada sem aspas, grafada
c) no texto, o número deve figurar após o sinal de em tipo tamanho 10 e com espaçamento simples de entrelinhas, de
pontuação que encerra uma citação direta, ou após o termo a acordo com a NBR /14742 (2001).
que se refere; Exemplo:
d) a nota de rodapé deve ser escrita em espaço simples e O fato do mercado de trabalho ter evidentemente se
letra menor que a do texto; tornado um sistema inadequado para resolver ao mesmo tempo
e) entre uma nota e outra se observa o espaço duplo. o problema da produção e da distribuição naturalmente não
Se o autor é citado várias vezes no texto, na primeira justifica sentimentos de triunfo inspirados pelas teorias da crise
nota, coloca-se a citação da obra com referência completa. ou do colapso. Isto porque não há perspectiva de uma lógica
Na segunda, insere-se a expressão latina ibidem ou ibid (= alternativa de utilização e manutenção da força de trabalho
na mesma obra), que indica que a obra citada é a mesma (com a qual a teoria marxista da crise implicitamente sempre
imediatamente anterior. Deve ser indicada na mesma página ou contou); ao contrário, predomina algo mais semelhante a um
folha de citação a que se refere. desamparo estrutural. (OFFE, 1994, p.85).
A expressão idem ou id. Aponta obras do mesmo autor
anteriormente citado. Indica-se na mesma página ou folha de Omissões em citação: são permitidas quando não
citação a que se refere. alteram o sentido do texto ou frase. São indicadas pelo uso de
A expressão op. cit. (= obra citada) é usada no caso de reticências, entre ou barras [...]. Quando se tratar de poema ou
ocorrerem citações que se repetem, mas intermediadas por texto teatral, quando uma linha ou mais for omitida, a omissão
outros autores. Indica-se na mesma página ou folha da citação é indicada por uma linha pontilhada.
a que se refere. Ênfase ou destaque em citação: para destacar palavras
A expressão apud (= citado por, segundo, conforme) ou frases em citação, usa-se o grifo nosso após a indicação da
indica um autor citado por outro autor. fonte. Quando o destaque for do autor consultado, usa-se a
expressão grifo do autor.
Citações Citação indireta: transcrição livre do texto, ou seja, é a
A Norma Brasileira Registrada/NBR 10520, da Associação expressão da ideia de outro autor, com palavras próprias do
Brasileira de Normas Técnicas / ABNT, fixa as condições autor do trabalho. O nome do autor citado vem entre parênteses,
exigíveis para a representação de citações de documentos seguido da data. É facultativa a menção da página caso a fonte
(ABNT 2002). original de informação encontre-se em uma única página.
Segundo a referida NBR, denomina-se citação a Exemplo:
menção, no texto, de informação colhida de outra fonte, para A lei não pode ser vista como algo passivo e reflexivo,
esclarecimentos do assunto em discussão ou para ilustrar ou mas como uma força ativa e parcialmente autônoma, a qual
sustentar o que se afirmar, ou seja, para corroborar as ideias mediatiza as várias classes e compele os dominantes a se
desenvolvidas pelo autor ao decorrer do seu raciocínio. inclinarem às demandas dos dominados (GENOVESE, 1974).
As citações podem ser diretas ou indiretas e sua obtenção Citação de citação: é a menção a um documento ao qual
pode ser dada por meio de documentos ou canais informais. As não se teve acesso, mas do qual se tomou conhecimento apenas
fontes tiradas as citações devem ser indicadas, no texto, por um por citação em outro trabalho. Só deve ser usada diante da total
sistema numérico ou autor-data. impossibilidade de acesso ao documento original. A indicação
é feita pelo nome do autor original, seguido da expressão “citado
Tipos e formas de citação. por” ou “apud” e do nome do autor da obra consultada. Somente
Citação direta: é a transcrição literal de um texto ou parte o autor da obra consultada é mencionado nas referências
dele, conservando-se a grafia, pontuação, uso de maiúsculas e bibliográficas.
minúsculas e idioma. É usada somente quando um pensamento Exemplo:
significativo for particularmente bem expresso, ou quando for Segundo Hall e Stocke, citados por Lamounier (1984, p.
absolutamente necessário e essencial transcrever as palavras do 300), os fazendeiros, a partir da metade do século, já supunham
autor. que a força de trabalho escrava teria que ser substituída.
Citação curtas (de até três linhas): transcritas entre “Indivíduos que se sentem como uma espiga insignificante na
Elaboração do Projeto de Pesquisa 44
máquina, se comportarão como uma espiga numa máquina, aprendizado. Parabéns pela persistência e perseverança, sucesso na
não produzindo ideias que trarão mudanças” (GARDNER próxima etapa desse caminho!
apud FINI, p. 16).
Citação de dois autores: quando o trabalho é construído
por dois autores, o nome dos autores aparece como fonte
pesquisada seguindo a ordem de publicação na obra, separada Vale a pena
pela letra ‘e’.
Exemplo:
De acordo com Nérie e Cachioni (1999, p. 113), “a
população idosa é a de maior crescimento proporcional, hoje,
no Brasil”.
Vale a pena ler
Citação de três ou mais autores: quando o trabalho
é construído por três autores ou mais, o nome do primeiro DEMO, Pedro. Introdução a Metodologia da Ciência. 5.
autor aparece como fonte pesquisada seguida por ‘et al’ ou ‘e ed. São Paulo: Atlas, 1995. Disponível em: https://goo.gl/
colaboradores’. X9ieeQ. Acesso: ago-2019.
Exemplo:
Azevedo e colaboradores ou (et al) (1998, p. 35), descrevem
que “da perspectiva marxista, o âmbito dos problemas é
translado do campo da ideia e do religioso para o campo da Referências
economia. O que diferencia o homem do resto dos seres
vivos é o trabalho humano que transforma a natureza”.
“Demonstrativos de síntese que constituem unidade autônoma BARUFFI, H. Metodologia da Pesquisa: Manual para
e explicam ou complementam visualmente o texto.” (NBR Elaboração da monografia. 4. ed. Dourados: HBedit, 2004.
14724. 2001 p. 5). DESLANDES, Suely Ferreira. Pesquisa social: teoria,
As ilustrações são compostas pelos seguintes tipos método e criatividade. Maria Cecília de Souza Minayo (org.). 33
de figuras: quadros, lâminas, plantas, fotografias, gráficos, ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.
organogramas, fluxogramas, esquemas, desenhos e outros. DEMO, Pedro. Introdução a Metodologia da Ciência. 5. ed. São
Todas as ilustrações devem ser identificadas com o número Paulo: Atlas, 1995. Disponível em: https://goo.gl/ X9ieeQ.
de ordem de ocorrência no texto (em algarismos arábicos) e, o Acesso: ago-2019.
título na parte superior, bem com as fontes citadas na parte FERREIRA, Eliane F. C. e LIMA, Terezinha Bazé. A
inferior. Pesquisa: da teoria à prática. Dourados: UNIGRAN, 2004.
FERREIRA, Eliane F. C. & LIMA, Terezinha Bazé de.
Retomando a aula Métodos e Técnicas de Pesquisa. Dourados: UNIGRAN, 2007.
GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 6.
ed. São Paulo: Atlas, 2017.
GRESSLER, Lori Alice. Introdução à pesquisa: projetos e
relatórios. 2. ed. ver. atual. São Paulo: Loyola, 2004.
Ok pessoal, vale retomar a nossa conversa para destacar LEITE, Fábio H. C. et al. Produção do Trabalho de Conclusão
que o exemplo apresentado tem como objetivo o de de Curso. Dourados MS: SIRIEMA, 2011.
facilitar o trabalho que terão na confecção do projeto de
MARTINS, Gilberto de Andrade. Manual para elaboração de
pesquisa e perceber quais etapas que o compõe.
monografias e dissertações. São Paulo: Atlas, 2000. Disponível em:
http://www.eac.fea.usp.br/eac/observatorio/metodologia-
1 - Etapas do Projeto: Pré-texto, Texto e Pós-texto artigo.asp. Acesso em: 02 Ago/2019.
MARCONI, Marina A; LAKATOS, Eva Maria.
Nesta seção, apresentamos contribuições de Ferreira e Fundamentos de Metodologia Científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.
Lima (2007), também fizemos adequações das informações para MOTTA-ROTH, Desiree; RENGES, Graciela R. Produção
que fossem bem direcionadas para o processo de elaboração Textual na Universidade. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.
do Projeto de Pesquisa, considerando que os exemplos Regras da ABNT para TCC 2019: as principais normas
apresentados são de suma importância para nossa disciplina! (ATUALIZADAS). Em: https://viacarreira.com/regras-
Vale também destacar que parte destas normatizações da-abnt-para-tcc-conheca-principais-normas. Acesso em:
se aplicam ao Artigo Científico, na disciplina de Trabalho de Ago/2019.
Conclusão de Curso proposta para o próximo semestre do curso, ROCHA, Márcio J. O. Trabalho de Conclusão de Curso.
aprofundaremos um pouco mais sobre aspectos práticos para UNIGRAN, 2011.
o TCC final. SEVERINO, Antônio Joaquim. [Livro eletrônico]
Desejo, entretanto, que depois de tudo que compartilhamos Metodologia do trabalho científico. 24ª ed. Revista e atualizada. São
nas aulas desta disciplina de Elaboração do Projeto de TCC, Paulo: Cortez, 2017.
tenhamos conseguido auxiliar você nesse processo um tanto SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed.
desafiador, mas necessário, da nossa inacabada tarefa de ensino- São Paulo: Cortez, 2004.

Você também pode gostar