Você está na página 1de 29

Aula de Fisiologia

Introdução ao Estudo de Fisiologia


Prof. Gerardo Andrade
O que é Fisiologia?
• é o ramo da Biologia que estuda as múltiplas
funções mecânicas, físicas e bioquímicas nos seres
vivos. De uma forma mais sintética, a fisiologia
estuda o funcionamento do organismo.
Características dos Seres Vivos
• Composição química complexa;
• Organização celular;
• Capacidade de nutrição;
• Reações á estímulos do ambiente;
• Capacidade de manter seu meio interno em condições
adequadas, independente dos fatores externos, como
calor e frio.
• Crescimento e reprodução
• Capacidade de modificar-se ao longo do tempo, através
do processo de evolução, desenvolvendo adaptações
adequadas a sobrevivência.
Organização celular
• Um organismo vivo é frágil e instável. As proteínas e outras
moléculas orgânicas presentes no ser vivo se desgastam com
o tempo.
• A estrutura do ser vivo só pode ser mantida às custas de uma
substituição permanente de suas moléculas e de muitas das
suas células.
• A nutrição não só garante ao ser vivo a reconstrução da parte
desgastada, mas também a formação de novas células,
durante o período de crescimento.
• Boa parte dos alimentos digeridos serve como fonte de
energia para o organismo.
• Várias moléculas orgânicas de alimento podem ser utilizadas
como combustível, mas é mais vantajoso para o organismo,
usar um açúcar, a Glicose
A glicose é uma molécula orgânica que reage
com o oxigênio do ar, transformando-se em gás
carbônico e água.
Nessa transformação, a molécula de glicose é
quebrada, liberando energia.
Esta, por sua vez, é utilizada nas atividades do
organismo, como a movimentação, a produção
de calor, a transmissão do impulso nervoso,
entre outras funções estudadas adiante.
Estímulos ao Ambiente
• Todos os seres vivos são capazes de reagir a
estímulos ou modificações do ambiente, ou seja,
todos possuem irritabilidade.
• Mas só os animais possuem sensibilidade.
• Sensibilidade é a capacidade de reagir de diferentes
formas aos estímulos ambientais.
• As formas que os seres vivos têm de reagir com o
ambiente são adaptativas, isto é, são formas que
contribuem para a sobrevivência ou a reprodução
da espécie.
Homeostase
• A propriedade do ser vivo de manter relativamente
constante seu meio interno é chamada
homeostase. O ser vivo não muda sua composição
química e suas características físicas.
• Com a homeostase conseguimos manter
constantes, por exemplo, a temperatura, a
quantidade de água no organismo e a concentração
de diversas substancias presentes no corpo.
Homeostase
• A homeostase é importante para a manutenção da
vida. Se o nosso ambiente interno mudar muito,
ficando, por exemplo, excessivamente quente ou
frio, as reações químicas podem parar e o indivíduo
pode morrer.
Os centros controladores e o
Feedback
• A homeostase é mantida pela permanente
monitorização e acerto dos parâmetros
fisiológicos(pH, temperatura, composição química,
etc), isso graças a ação de sensores, controladores
e efetores.
Os centros controladores e o
Feedback
• SENSORES: estruturas que avaliam
permanentemente o meio interno e o ambiente;
• CONTROLADORES: interpretam as informações
recolhidas pelos sensores e desencadeiam
mecanismos de ajuste;
• EFETORES: comandados pelos centros
controladores, operam as mudanças necessárias
para que os parâmetros se mantenham em seus
níveis normais
Função do Corpo Humano
• Em nosso organismo, as funções vitais têm
diferentes objetivos.
• São três as modalidades de funções: Nutrição,
Relação e Reprodução.
• São funções encarregadas da conservação do
indivíduo, também conhecida como funções da
vida vegetativa.
• Digestão, Respiração, Circulação e Excreção, ou
seja, todas as atividades do organismo que são
fundamentais para a manutenção da vida.
Funções da Relação
• São funções que permitem nosso relacionamento
com o ambiente.
• Para tanto, dispomos de um sistema locomotor
(ossos e músculos) e de um sistema sensorial
(órgão dos sentidos).
• Com os sentidos, recolhemos os estímulos
fornecidos pelo ambiente e o nosso cérebro
transforma em sensações.
Referencias
• DOUGLAS, C. R. Tratado De Fisiologia Aplicada As
Ciencias Da Saude. 5 Ed. Sp. Robe Ed Belman Ed.
Imp. Exp. 2002
• GUYTON, A. C & HALL, J. E. 1998. Fisiologia Humana
e Mecanismos das Doenças. 6ª ed. Guanabara
Koogan. RJ.
• http://www.drashirleydecampos.com.br

Você também pode gostar