Você está na página 1de 16

Coma inclusãodos númerosnegativos

A$üenìêrsvsifasfì* maioÍes
que(ouiguaisê) 2r, poderemos
e dos
trabâlhâr

eíeã*
trig*r:orn*qríeo nâsdernais
voltasdocÌclo.
Tomemos um númeTo
Comoissoé feito?
realx,talquex > 21I;por
Nocapítulo13,quandoestebeecemoso ciclo
exemplo,
r - :'-. Desmembrêndo
o conve,ìiente-
trigoroÍret,ico,èssociamos
a càdàpontooèci.cL.ì.
íerêncÌa um núrneÍoreâlpertencente
ao intervalo menÌe,Ìem0s:
[0 ,2 7 Ì1 .
Essaassociação possuicaráterbiunívoco, ou stt = 4tt * ll =2, * tr
^=
seja,alémde a cadapontodâcircuníerênciâ estar
percurso de 1 vota I L percuBode
relacionado umnúmero realx,x € [0,21r[,também, +devotta
ìnversamente, a cadanúÍnero desseÌntervâlo asso-
L i a- se- m p o n to-oo e è c.cunte-e^ ciâ t'ig o n o - Ass0cràmos, entã0, âonúrìe-o+ o po-toI dà
z
melnca.
Enlretanto, pormotivos a partirde
didáticos, ago- f gu'è.o quâ.e imagem rambémoonúmero i Há
refaremos ?"
outraassociação:
o u t ro sin f in it o sn ú me ro sre a isma io re sq u e 2 f i
A cadanúmero rêalestáassocíado um pon- e que posslrêmâ mesmaímâgemB. Entreeles
to da circunferência. estão:
lssopermitirá
a deÍinição
dasfunçõescirculares
íouf-1coestrigono"nêtr'casì,
âlémdegatanti- o.eu
câráter (ouperÌódico).
cíclico
Atéagoretrabalhâmos apenasnâ primeirâvolta,
oLrseja,
pâravaloresdexvariando
nointervalo
[0,27[[.

9E 137r
2
: dê volia

ã4ã
realnegativo
Poroutrolâdo,tomemoso númeTo Ddqu:em diàn'e,ão c,tarrnos qLalquernúrìero
real,estaremos nosreÍerÌndoindiferenteÀìente
ê tal
', ?. número oJ a . T a-code "nedidê
igualèele.Assirì,o
Corno ÍoÌestabelecidocomoposÌtivo o sentido ^. 'Ì.e
o ? ê L-r do\ núnero-.u a iTèqemé 8,
antihorário, o 5ìnalnegativo peÍcurso
significa de I

coÌnotambém é urnarcodeextrernidade
B e demedl-
' dêvohâl no sentdo noràÍio.
-il: I\,.4 o oueconouz
2 I
da 1l rad.
novamerite ao pontoB. Assimcomoesse,infinÌtos
números negâtivos possuema mesmâimagern B: v
Noexemolo, o êÍLo4 e chamado orimerr,oe
7tr 11]I 15I[ ^.^ 'I
-
2' ? 2'"* II
Ìe minaLao oo\rrvè dosarcosdà 'orma 2\Ir,
Generalizando, podemosescreverquetodosos ;
n-"Ìerosdèlor"naI r 2<n,cor < ( I, posquem a k € Z, pois,sendoo únlcorepresenta
ntedessesarcos
z quese encontTa na prlmeirâ o menor
voltâ,Tetratã
mesrnaimagem8. ParaverifÌcar essefato,basta
vèlo posiÌrvoquea eroressào 1 2kirâssume.
k poíqualqueÍ
sLbsÌiturr vdlo'i_teiro
e oble',enÌ'e I
outros,
os números dâdoscomoexemplos.
Fazendo:
0 arcode4 -adia.os, p05-
ra Íisuraaoàr),o,
l"
]I LIN
k= 3.*1+zkjI= suÌextremidadeP.
2 ?

k= -2- L + zkn= 1l
2 2 2

k=-!- L +zkrr=n 3n
2 2 2
n
k = 0 .. 4 + 2krÌ= 7l +0
2 ? ?
1l 5r
k = 1 *4 + 2 k1 I=
2 2 2 Assìrncomoele,torlos ae(f + ztrc)
osarcos
k = 2 - L + 2 k1 r=n 9E radianos,
comk e Z, possuem
a mesmaextre
2 2 2 mroade:
13r
k=3 - L + zkrÍ=1l llrr 5N ft ?ft 13n
2 2 ,, ''a-r,.,.,ì,-,.

21 2Í 2t 2r
lodosos arco,'deorige_n,4
e extrenidede I (di
Íerindoapenasporum númeroinleirok de voltas)
apresentam comome'didas, em Tadiãnos,os núme-
rosobtidosacimâe sãoconsiderados arcoscôngruos ffi íf;ií;!Í;íffi
{}H{ïii"l;r
entrêsì.
Í, , Marqr:eem um meuno cicÌotrigonométricoas
A inserçao
davaÍiáve.i^teirak poss.bilitd
â esLri
e\Lremidade. '8,!'9nrud e
dô' dr,o' de ràd.
tâ detodosessesarcosdeumaformâgeneralÌzada: ï ;"
apresentando,para cada caso,um ângulo que
2 - "' -- justiÍìquesuamarcação.

? .1
? . Escrevaa expressãogerâldosarcosque tém,na
figura, como origem o ponto Á e como extre-
FunçÕes
periódicas
midâde; Exìstemmuitesfunçõesg = f(x) querepetem
a) o ponto Cj valores
deg paraumdeterminado acréscimo
nova-
b) o ponto D; a funçãoÍ: N- N f(x)= (-f)"
lordex.Porexemplo,
c) o ponto Áj é umãdelas.
Vejee tabela:
d) o ponto X

. S e xé p a r,f (x )= 1 . t rS e x é í mp a r, Í (x )= - 1 .
3, Escrevaa expressão geraÌdos arcos...,@.
6 0uândo x vâriãdeduasunidades, o valordef(x)
251t 377r sê repete:f(x) = f(x + 2) = f(x + 4) = ...
suaPoslçá.rno
6 ' 6 , -'aPlesenBnco
ciclo tÍigonométrico. Funçõês
comoessasãochamadas periódicâs.
LJmâ
defÌnição
formalperafunçãoperiódicâ
sefiâ:
4, Forneçaem grauso menor ânguloformado
pelaslinhasqueunemo centrodo ciclotdgono UmafunçàoFdedomínio ,é periódice se
metrico àser:lremidades
dos arcosde: existeum realp > 0 tâl queííx - p\ = fíxì,
rad e tr Íàd
V x e D.Nessescondições,o menorvaÍorde p
a)
f pâraqueìssoocorraé châmâdo pêríodo de f
.. hÍ 3n
D' e
Como, paraa funçãoacima,ocorre Í(x)=f(x+2)=
5I[ . ]11
C/ --rao --rao
ÌaO e -râo = f(x + 4) = ..., o seuperíodo =
vâlep 2.
,. In 4fi
o) --
-T-Ìao e j rao

5. Apresetttecincoarcoscòngruosao arcocuja
Funções
eireulares
primeiÌa determinaçãopositi é: Função
seno
âì l: .lì a _:: Tomemos umnúmero rêâlx,comimagem
P no
'I-6Ò6 -\
ciclotrÌgonométrico.
h\--\11!Lrll!

L) -- t)
\
---

o
ü, Construaum triângulo eqüiláteroinscrito no
ciclo, com uÌìt dos véÌticesna imagemdo
Denominamos funçãosenoa funçãof: R R
número;. A seguir.e\crevaa expreçsào
geral queassociaa cadânúmerorealx o número -
reâl
de cadaum dosarcosquepossuemextremida- 0P1= senx, istoé, f(x) = senx.
desnos vérticesdo triângulo. 0 domÍnio e o contrâdominiode g - senx sào
iguaisa R, mas o conjuntoimagemé dadopor
1 6 = 1 9 e R -1 < g < 1 ), p o iso ra iod o c ic loé
u n it á rio : -1 < s e n x < 1 .

244
C= R porisso,quea Íunçãosenoé perìódicâ
Diz'se, e
seuperíodoé 21t.
Temos,êssim:
tm= t-1 +11
s e nx = s e n (x +2 k n ), Vk € Z e V x € R

0sinaLde V=senxépostivoquand0x peTcorre


0
quandox
e é negativo
19êo 29quadrantes, pertence NL
quesen
Jásâbernos
eo ?9ou ao 49qudoÍênle f-ncàose a^ulèoeía 62
t
/1
o
,l /
tul
aoarcodâdo,2lÌ rêd.esta_
Aoâdicio"è-mos,
remosãpena5 â e e umav0[ã no
acrescentando
Paraestudar o cÍescimentodafunçãog = senx,
_o positivo.
sentido
: seva Í q.e. pe-cüso oe \ pe o ì 9
d e vê "r o ob
desenx Ecêc a o.e1lao,que
a m"eet oeI T'- zn\
quâdrante (nosentido positivo),
os valores
. ''1--
n .Ì"
a - m e n lè md e L la l: sen u u. sen 6- - 2 e 1ìíÌ .. 1
-.'" , pe è '. rçào q senx. Ìàrìbérì vâle-
oZ
sen4 = 1 . i 1r I
iàs,e n+ = +
o us e' ba
-Jáno29e no39quadranles, osva oresdesenx
3r osarcos a{'
côngruos
diminuemde 1 â 1,valoratrngrdo parax = lssoocorre
comtodos
2
No49quadrânte, a funçãoretoma
o crescimento, k€ I
senl+ + 2kÃl= +, sendo
aumentandode-1 a 0,va orallngÌdoquândo x = 2r' \b . |

Rêsumindo, í(x) = senx é:


> crescentenos1?e 49quâdrantes; AÍespelto deumafunçãodotipof(x)= senlcx+o.l,
> decrescenlenos29e 39quâdÍantes. s e n d o c e d re a isc,o mc + 0 , e laé p e rió d iceat e m
os va oresde sen x.
A pârtirdaí,Tepetem_se
c
Temos:
. senO= sen(0 + 2Í) = sen (0 + 4?I)= =0
/- \
. se .'j se 'l -'j 2rì s e Iï -rnl .. - I Do
Af u f ( á of (l) s e n 4 x p o s s u ip e rio d o ; .
zzl.
. 5qn r = 5sn (6 1 lt) = sen (71+ 4rt) = . = 0 no
lma voltacompleta
queo arco4x executa
rìr \ r?r \ entre0 e+:
cico ouandoxvârià
. sen-'l' se {*' - 2rTì- senl -l' 4rÌ) - 'z
z \z I
t: n 2 r-Í l
0' 4t'.21t + < x < ' + -0 < x <
. 5s61= 5sn(11 ln) = sen(x+ 47r)= .. = 44?
= sen(Ì + lhJÌ),h Ê l. Defato:

lssoserveparaiustraÍo fatode quea íunção p= : + = L


=
! senx repete de
o va ordeg paracadaacréscimo t4l ?
2?Idadoax.

:. ' i:.
í P à è ê f u n ç a o g d à o è . t e mo s e -1be 3 )
=a+b=4 e a- b =,2.)
S e' ta t - ^ ça of(.r-se nl :,' 4 , r-o rr "tr .
\ zl período:é
o acréscimo
a sefdadoexpâra
qLle
çãoaoperíodo, devemos observar queo arco
o arco2x 4vá de0 a 2r:
3x + executa
umavota completa
nociclo
f
quandol o < zx 3 < zn + 9 < 2 "< { L =
555
?r
U-J't;'ltr--'; 3, _lt
; : <! < 1ll!
10 r0
= 4 < *< !
llÍ
tnÌâ0,p . - - ---ro-.deoul tor,ìodo.
quer variaenrre+ e +.
Perceba
6Z
Assim,
o período
é:
, lT / jÌ\ ir n 2t
' 2 \ 6/ 2 6 l

b = :1=
{verifioue. -:1= !1ì A funçãog = senx é !ma funçèoímpâtpois :
' l. ll 3 / sen(-x) = -5-.ny, Yy ç R. l
Sobreo domÍnÌ0,
comoexistef(x)paraqual
D= R.
querârco,temos l

Como conjunto temoslm= [ 1,+1],


imagern, '\
p o is- 1 <se n 0< 1,V ü€ R í.. \

o
Sobre umâfunçãodotipoF(x)= a + b sen(cx+d),
ê e n o e 0 R Êp Ztr,ss3prggentaconi- . t o t ma - -'-2
'c- {'

gemcoóo intervao fechadocleextremidades


â + De
a b,naoÍdeTn conveniente,

?:trfl -i ffiffi
í-- cá ou - 1 - 3 .e n, /2 x.n l.
C o -íre l ê c àêo il Dê o sinaÌdc:
5/
lem0s:
]JÍ / 4n\
al sen
5
c) senI --l
t ,t
. D=[ . ]po
ì , s ers r e +3s e n l à _- i ,
l1 b) scü+ d) sen( r)

. l m= [ - 2 , 4 ] ,p o i s: ' .. forneçào vrlor clc:


/
1 < se n l 2 x-i-\l < 1
\ tr/ u *"* *,*
: <: r " n / z x4 l < :
\ 5/ c) zse r f - se n $
/
-2 < 1 +3s e n l z x-\ 4
t]< .' ) 5enl- ::+ 2kn].k€z

....
1,5. a.h" o vator reatde m para que o perio<lo
9. comk inteiro,
seJr= . v=[+ ztn,
!+zUn
quanto vaÌe:
d e f í x )= m+ 3 . s e nlè + J Ì ìs e ia 4 r.
\m I
a) senx? c) senx + seny?
b) seny? d) sen(x + y)? 16. rrune.p-sf'Do solo.vo(cob.cnJum arnigo
numaroda gigante.A aÌturan emmetroscleseu
1,0. Esc.e,ru,.-.uda caso,a expressão
geraldos ar amìgoenrrcìa.ao
ao'oìo< dddapeì,ìe\pre.\;o:
cos r para os qüais temos:
f I
h t rr- ll. s l0 s e n l -' : | 2o'
I tt I t'
b) seÌtx=1
c) senx=-1 onde o tempo ié dado em segundose à medidâ
d) senx=11 anguÌarem râdianos.Determine:
a) a âitura em que seuamigo estavaquandoa
3 X.. si-ptiÊq"e,
rcdâ começoua girâr (t = 0);
Yr qr ìì a'.rltur.r'mrrimae m;r imr que'eu arnigo
aÌcançae o tempo gaÍo em umavolta conÌ
2fi fi pleta (periodo).
sen-ì- + sen
t
l3n 1lt[
Sen-+lSen^ 17. .Uf nt, t ma populaçao/'de rnimri. varid.
4-
b ) B= aproximadamente, segundo â equação:
/r + lir
p=800_ ì00sen r;1
Í2 . oetermine,seexisú, o períododecadafunção:
a) f(x) = 56121 Considere que t é o tempo medido em mesese
b) f(x)=25en* quejaneiro correspondea t = 0. Determine,no
peÍíodo de le de jâneiro a le de dezembÌode
c) ftxt= 2 sell um n'ìes1no ano, os mesesnos quais a Popülê-
2
d ) 2+se n 2 r ção de aniÌnais atinge:
e ) 2se n ( x+Í) a) um total de 750;
b) seunúmero minimo.
", sen x+tc
rl
2
18. 1uE n1 orp..ço" dosprodutosagrícolasosci-
L3 . laermine o domínio e o conjúnto imagemde Ìarn de acordo com a safra de cada um: nms
cadâfur'Ìção: baixo no pefíodo da colheita, mais âlto nâ
a) f(x) =: + senÍx *l entressafra.Suponha que o preço aproximado
\. z/
P, em reais,do quilogrâlì'Ìa de tomates sejadâdo
b) f(x) = -5sÌì 1,r1 .1 pelatunção:
/ ,\
c) f(x) = -4 + 2 sen(x +â/ l .- I
P , l)-0 . 8 . ç e n : " ^ t ' - r0 lll 2.7
2senx L JOU I
d) f(x) =
nâ qual ré o número de diascontadosde 19de
L4, Acheo domíniode câdafunção: janeiroaté31de dezembrode umdeterminado
ano.Paraesseperiodo,calcuÌe:
a) f(x) =--L â) o maior e o menor preçodo quiÌogramade

b) b) os vaÌorei de t para os quâiso pÌeço P seja


senlx
+;.1 igual a R$ 3,10.

à4t
deU= senx
Gráfico
Retohando os vâloresjá conhecidos (o), po-
dehosmontarâ tabela(b) e, a partifdelã,cons-
truir o Bráfico(c) da funçãog = sen x, châmado
senóide.

a)

ParagráfÌcosde outrâsfunçõesmenossimples, t
é êconse,havel const-uir
e tabelaen etaoas.
oê'êfã-
cilitâro trabalho.
Acompanhe umexemplo.

Seja U= 1+ sen2x
e função
l9etapa:

29etapa:

3?etapa:

34*
FÌnâlmentel Função
cosseno
Ìomemosum númeroreâlx,comimagem
P no
cÌclotrigonométrico.

Denominamos função cossenoa funçãoÍ R* R


TÌ queassociaa cadânúmeroreâlx o númeroÍea
Pâraâ construçãodográfico,
utìlizamos
ape- 0P2- cosx, istoé,f(x) = cosx.
nasa prlmeirae a útÌmacol!nâs,desprezando 0 d o miro e o c o n t ra o or'ì o o e r, c o 5r -a o
as demars, ig u a isa R, ma so c o n ju n t oÌ ma g e mé d a d op o r
m= { 9 € R 1 < U < 1 } ,p o Ì s o ra Ì o d oc lc lo é
u n it á rio : 1 < c o s x < 1 .

tm= [ 0, 2ì
D =C =P
m = F 1 , +1 1

0 sinaldeg = ca5x 6 pqsitivo


quândo x percoÍre
o 19e o 49quadrântes, q!andox perten
e é negativo
ceao29oLrao39quadrante. A funçèose anulapâra
n"r,i{:ií,,"i
Hálffi-$ i":iij l1iffi;Íffiffi r= + + Ì . , Ì , f . € L

Enunciadopara estasériede exercícios:

ParâcacÌafunção,deterrnineo período e o con-


junto ìmagem,constÌuindo o gráfìcode um pe-
ríodo compÌeto.

r,m-- p I 11*,
1l!.ìÌ. = r."n *
l i i l' t m -m i( * ) = . " " : * Parãestudâr o crescirnento dafunçãog - cosx,
l.i r,p-nlr(*)=:+'."" devemos observar que,nopercurso dex peos dois
p rime iro sq u a d ra n t e(n
s o s e n t ld op o s it iv o ),o s
l;li" r :m -m f( x )=-s enx v a lo re d d e 1 a -1 : c o s0 = 1 e
s e c o sx d imÌ n u e m
c o s r= 1 .
i:lj'i.(x) = I - sen x, sendoo domínio e o
No39 e no 49 quêdrantes, os valoresde cosx
iguaisa R-
contrâdomínio
crescemde 1 a 1: cosÍl = 1 e cos2?t= 1.
'ilil. f(x) = z + sen2x, sendo o domínio e o
f(x)= cosx é:
Resumindo,
contradomínio,
> decrescente
nos1?e 29quadrantes;
> crescente
nos39e 49quadÍantes.

]4 ü
A partirdaí,repetem-se
os valoresde cosx. i:i!-ri+í 1ii';;; ili,
Temos:
A f u n ç ã o g = c o s x é u ma funçãopar,pois
. c os0 =co s2 ?t=...=1 cos(-x) = cosx, Vx € R
Eqr
. c o s+=co s+=...=0
zl
. c osTt=cos3fi =...=-1 \
i)
. co s+ = cos
zz
a
^
=.. =0
-:t f
. co sx=co s( x+2kr),k€ Z

Assim,reiteradas as observações feitasparaa


funçãosenoe igualmente válidasparaa Íunção
cossêno, podemos âfifmaÍqueU= cosx é tambern deU= cosx
Gráfico
umafunçãoperiódica, e seuperiodop vale2?r. 0svâlores conhecidos (o)Íornecematabela(b),
D e m od oge ral,sendouma f!nção do tip o â partirdaqualpodemos construiro gráfìco
(c) da
F ( x) =a +6 função! = cosx, châmado cossenólde.
1.**O),temosD=Re p=! E
"0. c
,Além disso,o conjuntoÌmagemé o intervaloÍechado a) ]L
2L 2 l!
deextremidades (a + b) e (a- b), naordemconve- 3 3
'-94
nlente.
ri \

liú ïc f

zt À' !l-4
6
-xl ìaL44-
3
5[
9L 3
2

b)

Convém lembrar queigualmente pâraâ função


cossenovalemâsobservações feitasnestecapítulo
em relaçãoà funçãoseno,excetoquantoà parìdade_

2 ìü
c) ?9. Determine,s. *istit o períododecadafunção:
a) f(x) = cos5x
/
b) f(x; = 2 66s15*1 :r1
-\
LI
\
c ) f (x )= 2 + c o s (, Ì -x )
d ) f (x )= (x + 1 ). c o s Í

$U. Julgue cada,enten(a abaixo(omo verd,idcirr


0 gráfícodeumâÍunçãoqueenvolvecossênoé (V) ou falsa(F): I
i
feitodo mesmomodoutilizadoparaa Íunçàoseno, â) (UF-SC)Os gráficosdasfunçõesf(x) =
ou seja,pormeioda construção
de umâtabelade - r* 1 4r 1 çs l* 1 --iI I rè me ' . a ra me n
valoreS,em etapâs.
te trêspontosem comum,paraÍ no inter-
valoI o, ^ l.
ffi 8xffi[',fr[ffiüffiS
ffi \ //
b) (UF-MS)Se a fìguraa seguirrepresenta
2 5. t"crera aexpressào
geraldo' arcosparao<quai* o gráfico,no sistemacartesianoxoy, da
temosi funçãof: 10,2,Ìl R, definidapor
. -
=
f(x) a cos (bx),entaoa = 3 e b = 6. ,
b) cosx=- 1
c) lco sr l =r
d ) cosx=0

25. Foro"ç,o ,n"ìo.d",


a) cos3Í
b) c os f + c o s f + c o s f

cl r cos
Í - cos
3rÍ
t_ l-
/1 - \ As informâções sequintes rcferem se aos exercícios
d ) c o s l ï + 2ktr,k€ Z / 3f "3ã
(UF-PI) O PIB (ProdutoInternoBruto,que
?P"si-pmqu",
represeÍtaa somadasÌiquezase dosserviços
9fi 5n
tot-o tot produzidospor uma naçáo)de certopaís,no
l
,' o= ano 2000+ x, é dâdo,em bilhõesde dóÌares,
7tt
cos -;- + cos ztl / -. . \
p o rP (x )' 5 0 0- 0 , 5 \ ' 2 0 , o ' I " ' ), o n d e . r e
9 fi 9n \o/
cos -sen-- um inteiro não negativo..
2
b) B=
lTrr ^ 17fi
co s-+Jsen- 3Í,
4. 4 Determine,em bilhões de ilólares,o vaÌor do
PIB do país em 2004 e caÌcuÌeâ somâ de seus
28. Sendof(x) = cosx, forneçaascondições,
sobrc dígitos.
m, parâque setenha:
3?. Em periodosde 12anos,o PIB ilo paísaumenta
.., m -I
a) r(x, = --l do mesmovaÌor,ou seja,P(x + 12) P(x)écons-
tante.Determineessaconstante (em bilhõesde
l-m
2 dólares).

251
33,Determineo domínioe o conjuntoimagemde Denom inâmosfunçãotengente f:D* R
a função
cadafunção: queassociâ a cadanúmero reâlx€ Do númeroreal
/
à) f(x) = I +co s\x+t/
n\ AT= tgx;istoé,Í(x)=tgx.
Temos,êntão:
b) f(x) = t *
'o' ln J/ > o=l"eml',+4+kn.xeZÌ
c) f(x) = I 00cosl:x +:ì fzl
\ 4/ > m= R
d) f(x) =lcos 1x Ì0t
3 0uântoaossinâise âocrescÌmentodafunçãotan- t
gente,comojávistonocapÍt!lo14,podêmoèescreven
O enunciado abai'rorefe..-s. aosexercícios34 a 3 E.
> f(x)=tg, u"lorespositivos
nosquãdran-
Paiâcadafunção,determineo períodoe o con- "aarra
junto imagem, coÌìstruindo o gráfico de um
tes ímpares;
período completo.
> f(x)=19x"aaur" u"loresnegatÌvos nosq!adran-
tes pares;
3 4.r,m-m|(* t=z-",. > f(x) = tg ." tnr," Oarêx = kE,comk € Z e
=z.o'* "
3 5"r,m- mlr(,.) > f(x)= 19v5.r""""nte emcadaquâdrante.
3 6 .r 1r 1 - - r + Lo,2x. \endo o domrrio e o
contradominìo iguaisa R.
37.r,m- mlr(")=l.o'*
/ .\
( 't= '
3 8 . r, m-. m - _""l' ^ ),

39.necotrh.çu uma função/ representada


pela
cossenóide
do gráficoabaìxo.
deU= tg x
Gráfico
Levando emcontãosvâlores dex paraos quajs
I nì= [ 0, 2]
não se deÍinetg x e os valoresconhecidos (o),
construímosa tabelâ(b) e,a partirdela,o gráfico(c)
3tL 5i! ]L
s 88 daÍunçãog = tgy, ç666adotangentóide.
a)

Função
tangente 4 7 +/
--{â..'
Tomemos um númeroreâlx,comimagem
P no
14 ,t,,i 3
ciclotrigonornétrico. 6

2:.- ",ft

,\:-- \--6/
LL4
\ \.
_6= ú
\'; 3
-1
3 3E 3' .
2..

se ja o ={xe
ll
"l t/!!+ k- ln rF V \
" --l '
2

t5 ï
observandoo gráfico,
podemosnotarquea função
Í(x)=Ígx é periódica é p = fi. Alémdis-
e seuperíodo
Í ?r 5jï
so,pe'cebemos
que,paraosvaoÍes+, +, -
*ir:1;Ì:j{ Ì #Ì;;ij{ì í'riÌ:als*íí,"$ìryrnÀÌarí.É:iÍr/Éìar&s
2
*',!,'È
"interrupções"
ocorrem no gráÍco,poisnãoexìstê A funçãoÍ(x)= tg x é ímpar, poisf(-x) = -f(x)
É Ë
tsí++kr ì.Vke Z. AssÌm,
temos:
jiï,ti;,.",,
*_ii,tïi;.ï
o =m m x = { + k r , k -* l - "
{" e
E exercícios
n
40. Forneçao domíniode cadauma dasfunções
abaixo:
. ., senx

/
b) f(x) = 1 q* = tc
d) Éíx) -\ + I
lx-;f

253
4í,a""Ì é o conjünto imagem dâ função 47. Determine o dominiodecâdâumadasfiüções
f( \) =l ltu:? a) f(x) = cotg(x + Í)
/
b ) (x )= s e c lx + -\ |
\. z- |
4 Z,A tu n çioi xl -rÍtlr '," lpodea*umi ro rr- /
\ 4/
c) f(x) = cossec -\
lx - +l zl
\
lorl4.
a) ParaquevaÌoresdez issoé possíveÌ? $S. ParaquevaÌoresdeÍ a tunçãof(x) = 1 + secx
b) QuÂlé o domlniodef(n)? assumeo menor valor positivo?Qual é esse
valor?
f
o gráfìcoe dêo dominioe o períododa
4ã" Esboce
runçaoreâLy = rg 49.Incontre o domínioda tunção:
t.
f(x)=cotgx-cossecx
{{.Esboce o gráÍìcoe dêo domínioe o períododa
/ O enunciadoa seguirrefere-seaos exerciclos
-\
tunçãoreJl1(Ìl = ts l2r + +ì.
\ J/
$ü" 5Ê.
{$.Isboceo gráficoedêodominioeoperíododa Denomine,para facilitâras associações,
| cada
tunçdoLealflrl = tsÍ2x-+).-\ funçãopor umaleua:
\ b/
s e nx = Â cosx=B tgÌ=C
cotgx=E secx=F cossecx=G
 seguir,cÌassifrque
asfunçõesdeacordocom o
r :- l
critéÌio estabeÌecidoem cadaexercício,
asso-
Quãnto às funçõescotângente,
secantee cos- cìandoasfunçõesaosdados.
secânte,as consideÍaçõesãpresentadasnos
dos cèpilulocante'io.es pêÍâ
sáosuÍrcrentes â $$" QuantoaosperíodosPr = 2Í e P2= Í.
resoluçãodasériede exercícios
propostâ
a se'
guir,berncomoparautilizâção noscapítulos 5í. Quantoaosdomínios:
posteriores. Dr= R

D_ -r\ e Rl\ -ì -k n . k c V )
ffi exgrficrüsffi Dr= ix € Rlx + b ! k € Z Ì
46. Sendof(x) = cotg! g(x)= secx e h(x) = cossec
5
erìcontreosvaÌoresdeJ paraos quâistemos: 5?. Ouantoo cad.coniunto
imagem
a
"eguir:
a) f(x) = 0 d) f(x) = Ì
b) g(x)= 0 e) g(x) = I -l < y < 1 Ì
=
c) h(r) 0 f) h(x) = t y < lo u y > 1 Ì

ffif#{fffi devestibulares
n
1. Q. E. Londrina-PR)Dâdaa tunçaoúisonomérrica 2. euc MG)considere a tunçãof: R R definidâ
rÊnÌJrquen penndo
'en ìr\'.erorrero dàtun\joe: -
por f(r) = 1 + 4 .os x. O conjuntoimagemdessa
função é o intenalo:
b) Ur a) I 3,41
c) seÌnpreo mesmq independentedo vaÌor de K b) [ 3,5]
d) diretamenteproporcionala K c) 13,4l
e) jnvcrsamentepropoÌcionalaK d) [3,5]

Ës+
3. (puc rs) o conjunto iÍìasendafünçeo /definida 8. (U. E.LondÌina-PR)Umabombade ágüâaspirae
porí(r) = senx+ h é [-2 0].o vâlordeÍ é: expiraá$â a cadatÌês segundos.
O volumede água
a)n d )0 da bombavaria entre um míÌìimo de 2 litÌos c un
h) -2 e) I mt'.imode4lhros.Lnrrers Jrernati,", d ,eguir.ds-
c)Ì sinalea expÌessãoalsébricapara o volume 0,) de
águâna bombâ,em tunçãodo tempo (r.
4, (Cefet-PR)A tunçãoÌeal f(x) = a + b . sencx rem /- \
a) y= 2+ 2senl+ r l
\J /
imd8eÌ isudld|-.a ereup*'"d".
ï /r- \
-d. b ) Y = 2 1 2 ' . n 1 -, ,
Âssim,â+b+cvâÌe:
\J /
a) 13 d) 4 *
/Í \
bl 9 e) 10 c ) y = l+ s e n l+ Ì l
\r ./
c)8 / )- \
d ì y = J + le n l+ : rl
5. (UF-PR)o peÌíododn funçãof: R .. R deÊnida \J /

/ e) y= 3+2sení+tì
por Éíx)= senl:x +; -\ le:
\ r/ \J /

a)n 9. (puc-Sp) Na nguraaUaixotem seo grá6code uma


,, Ã tunçâo,{ de R em R, deÂnidapor f(x) = k . senmx,
-, 2 em que fr e ,a sâoconstantesreais,€ cujo peÌíodo
c) a ,8n
"3

b . í P U. pRì Â f i g u rdd .e g u Í ïo .Ìrd p d rted e u ma


ondd ,enordaìque foi noladapa,a umr pe'qui-:

o vaiorde r í jla ì e:
\ r/
a) -15 c) -Ì e) \5
Quál das dÌtemativas melhor ÌepÌesenta a equâção b) -ü d) 15
da onda piìra o peíodo âpresentâdo?
10. (pcv-sp)considere 3 cos4x.
f(x)= 2-
a tunção
a) Y = r + ls €nl -- l 4
\r Õ/ Os r"èÌoresmá{imo e minimo de f(x) sâo, r€sp€cti
b ) y=r +2 * ,/+)
\/ / d) 2e0
c) v=l+2sení:+aÌ .^ 5
' l/ b) i e0 e) 2e
\2 4
a t v= r +: *"/]ì Ò 2"_í
\r/
o y =r + , * " / + ì 1Í. (up-er) Na fisura abaixotern-serepresentada
\õ/ partedo gÌáficode ulna funçãotrigonométricâ/
deRenR.
7. o,ru"i..n,i"-sr1 sejamf(x) = 2 - cosx, com
0 < x < 2n,M o vaÌormárilnodef(x) emoseu t2
vaÌornínìno. o elor de é:
*
ú+
/-\
c) \ ãi
'/|\
/^ ol \ i"' t
ü+ d)+
; ")3
\L,/ t \-,/
ã:;5
Usmdo as informaçÕesdadasn€ssegráfico,anâLise ,, ,l 9it\ / 9n \
âsafiÌmaçÕesseguintes. "'\,?'s\,t
â) ral cúfico é o dâtunçãodadapor í9 =2 sen;. III. N€sseìntervalo,para todo r tal que g(x) < 0,
temosf(x) > 0.
b) O períodode/é 37r. Então:
c) / adniteduâsraizesno intervalo[ 2n,2nl. â) I,Il e III sãoverdadeiÌas.
d) Se-2n<x<0,entaoflÌ) <0. b) I,II e III sãofâlsas.
e) o mnjuntoimageÍnde/ é o inte alo [ 2,2]. c) sonenteI é verdadeiÌa.
d) sonenteII é verdadeiÌa.
12. No".,p sp) u-o produzdiâÌiamentea e) somenteIII é verdâdeiÌa.
dezenas -áquìna
de cenotipo depeças. queo custo
Sabe-se t
deproduçãoc(x) eo vâÌordevendâv(x) sâodados, IJ. íUcsil BAI Relativ"menre
à tunç;of deRem R.de-
aproúmadamente,em milharesde reais,respecli
nruoiporlrxij 2 - t.o\-2 .ecorrelo dhrmaÌque:
vimel,e.pelJ' fr n,,oe.c,x' , -.", frl)
\õ/ " a) seuconjunto imâgemé o intervato l-1, sl.
- \en/ "-\
v{Ì) = 312 b) o peÌÍodoé 2n.
l+
\ . |z /
1.0< x < o.
O Ìucro,em reais,obtido na produçâode 3 dezenas
é e o sitiva s€ + < x< + .
d) acrescortes"f<r<n.
a) s00 d) 2 000
b) 7s0 e) 3 000 admite únicaraizno'',"*r"
c) 1000 '.a [.,+]
16. (rcv sp)o graçco,
13 . (cefet MG) A fisura abaixorepresenrao sráÊcode
qual tunção?

ÌepÌesentaa tunção:
âl Y= tg al

c) y= lsenxl+lcosxl
a) cos 2Í- Ì d) lcos2xl- 1
d) Y=senzx
e) Y=2senx

17. lruc-sr) Na seqüênciade rermo seraÌ


/
a. sn- . -\ <omddo\ 20
'en \ n z+/ ì. coma N. a
I
14, (Mackenzie-sP)
A partiÌ doserá6cosde f(x) -
primeirostermosde ordemimpar é igual al
e g(x) = + cos5 esuoç"dosno inrervalo L0,2nl, â) 1800
f
conformeâ Êgura: b) 1874
c) 1896
d) 2000
e) 2024

18. 1ur-sr;tai"" u' pÌoposições:


"eguinres
â) Seum triângulo retànguloABC, r€tânguioem
Á, étal queAC = 2 cm e cosÊ= 0,6,entáoo seu
peÌim€troéiguala6cm.
b) Urn triângúo tem dois lâdosmedindo 3 cm e
consideÌeasafirmâções: s cm eo ângulofoÌmadoente €sses ladoséigual
I. A equaçãof(x) = g(x) apÌesertauma única so- a 1200.A medidado terceirolâdo,em cendnìe-
Ìuçãonesseìnter%lo. tros, é dâdâpor um núm€roíÌacional.

256
c) Dois ârcoscujasrnedidâs,em radianos,sãoda- 20,1ur rsl consiaere deârDospuÌ-
quev(t),voìume
mõesd€ um ser humano adulto, en1Ìitlos, varia de
dd.por\ r,Ìe)=; ÁÍrÊ7
; no mínimo 2 litros a no máímo 4litros, sendo t a
sãodiâmetrâlÌnente
opostos. vâdáveltenrpo,em segundos.
d) SeA = sen(x Í) e B = cos (x + ,r), €ntão Entre âs fuÌlçÕesabaixo, a que melhor descreve
A senx v(t) é:
B .ôs x
e) sejamastunçõesdadaspor f(x) = a-b sen\e ")
=
g(x) a + b coss comd e ü reaispositivos.
Os
.onjuntosimâgemde/ eg sãoìguân.
b) 4 + 2 s e n l+ t l
{
19. (us'p.r) o' p,oti.ontes
d€.,roperbâÌançam seusbra- o :+:sení:tì
çosÌitmicamente, enquanto coÌreÌì,paraa frentee
pâÌâtrás,descrevendo uma osciÌação completaem
l
- -* \r-/
oe <egundo. conrorÌ1engurr dDarÌo.
I
l+ s e n l; t l

21, $,r-t"n,i. srl Nungurâ,temos


os€sboços
dossÌa
ficosdastunçÕes/e.$

O ânguÌo0 variaemtuDçãodo tempoI, emsegun


d"' rl de d.^rdu'o n r equd.ro:
"\im-dJmenle
^v = rÌ f rn r- 3 rl
o fn ì l' ;,1

Tomando por baseos dados acima,pod€Ìnosa1ìr- se s(r) = senlÌx e/é unÌâfìnção poÌinomialdo
r Í oÍ . ì ueo nr o r \J o a \ìJ n i d o p e j o ;ìSU l o Ê e : 2egÌau,então(l) é iguâla:
d) 30. 22 d) 28
b) 20' ^)
b) 24 e) 30
c) 25" c) 26

;51

Você também pode gostar