Você está na página 1de 2

ESCRITURA DE VENDA E COMPRA

<<DIAEX.1A.LETRA.MAIUSCULA>> de <<MESEX>> de <<ANOEX>>,


perante a substituta do 20° notário, na sede do tabelionato, situado na
rua Joaquim Floriano, 889, cidade e estado de São Paulo,
compareceram como vendedores (NOME COMPLETO),
(nacionalidade), (profissão), (estado civil), consoante certidão de ____
expedida pelo ______ registrador civil de pessoas naturais, matrícula
_______, nascida em __ de outubro de __, RG:_______,
CPF:______________, residente e domiciliad_ na ______________; e
(NOME COMPLETO), (nacionalidade), (profissão), (estado civil),
consoante certidão de ____ expedida pelo ______ registrador civil de
pessoas naturais, matrícula _______, nascida em __ de outubro de __,
RG:_______, CPF:______________, residente e domiciliad_ na
______________; e como comprador, ___________; todos por mim
identificados, consoante os documentos de identidade sobreditos, e
capazes, segundo o meu parecer. §1º. Coisa, valor e aquisição.
Disseram os vendedores ser donos e legítimos possuidores, a justo
título, livre e desembaraçado de quaisquer ônus ou encargos, mesmo
fiscais, dívidas, inclusive condominiais, impostos, taxas, litígios ou
gravames do imóvel consistente no apartamento _________________;
matriculado no _____registro de imóveis de São Paulo sob o número
_________; cadastrado nesta municipalidade sob o número
____________; com valor para cálculo de IPTU de R$______ ; e valor
venal de referência de R$________, ambos para o corrente exercício;
adquirido pelo registro ______, da matrícula sobredita, feito em _____,
causado por escritura pública de venda e compra datada de ________,
lavrada pelo ______ Tabelião de Notas de _______, no livro nº_____,
folhas nº ___ a ___. §2º. Constituição e execução do negócio.
Disseram todos acordar na venda do bem sobredito, dos vendedores
aos compradores, pelo valor de ___________ (colocar também por
extenso), pago anteriormente, em moeda corrente nacional, motivo
pelo qual operam transmissão de posse e domínio e dão quitação de
parte a parte de suas obrigações. §3º. Segurança do negócio. (1)
Também disseram os vendedores, sob responsabilidade civil e penal
que: não estão sujeitos às obrigações previstas na lei 8.212/91,
regulamentada pelo Decreto n. 3.048/99, por não serem produtores
rurais, donos de obras ou contribuintes individuais e por não estarem
vinculados como empregadores junto à Previdência Social, tendo-lhes
sido apresentada lista com situações de enquadramento; o imóvel está
livre e desembaraçado de ações reais ou pessoais reipersecutórias, bem
como de ônus reais, judiciais ou extrajudiciais, incidentes sobre o
imóvel objeto da presente escritura; não existe qualquer processo em
face de suas pessoas que afete a segurança do presente negócio; e
obrigam-se a fazer a presente transmissão sempre boa e firme, pela
qual responderão em caso de evicção. (2) Disseram os compradores:
dispensar a apresentação pelos vendedores das certidões previstas na
Lei federal nº 7.433/85 e no Decreto nº 93.240/86 (certidões de
protestos e dos distribuidores judiciais), declarando ainda que foram
cientificados das possíveis consequências de tais dispensas; ter
recebido ciência da possibilidade de obtenção de certidão negativa de
débitos trabalhistas, nos termos do artigo 642-A da CLT, com redação
dada pela Lei n. 12.440/2011; dispensar apresentação de certidão
atualizada comprovante do estado civil dos outorgantes; e ter ciência
de que a propriedade transmite-se somente com o registro, assumindo
a responsabilidade por ele. (3) Disseram todos que não convivem em
união estável com quem quer que seja / com outra pessoa além da
mencionada acima. §4º. Tributos, DOI e arquivamentos. (1) Foram
apresentados os seguintes documentos, arquivados sob
número_________: (a) certidão da matrícula acima citada, expedida
em _____________ pelo __ Registro de Imóveis de Cajuru, bem como
as certidões negativa de débitos de IPTU e de valor venal, expedidas
eletronicamente em ___; (b) comprovante de pagamento dos ITBIs
(imposto sobre a transmissão onerosa de bens imóveis), nos valores de
R$______ e de R$______, recolhidos pelos cessionários nesta data,
conforme guia mecanizada número_______; e (f) certidão expedida
em _________da procuração lavrada em ________, pelo ________, no
livro________, folhas________, acima mencionada. (2) Será emitida
“Declaração sobre Operação Imobiliária”, conforme instrução normativa
vigente da Secretaria da Receita Federal. (3) Foi promovida a consulta
no sítio da Central de Indisponibilidade de Bens
(http://www.indisponibilidade.org.br) com os CPF’s dos vendedores e
dos compradores, todos com resultado negativo, conforme os códigos
de consulta (hash) nºs ________, _________, ________ e ______.
§6º. Encerramento. Declararam as partes aceitar a presente
escritura, com seus expressos termos, requerendo ao registrador de
imóveis que promova o registro da transmissão aqui documentada,
bem como a averbação anterior dos fatos eventualmente necessários.
Assim o disseram, dou fé. Pediram e eu lavrei-lhes a presente, a qual,
depois de lida por todos os figurantes do negócio jurídico, acharam
conforme, outorgam, aceitam e assinam. Emolumentos_______. De
tudo dou fé.