Você está na página 1de 27

ESTATÍSTICAS DESCRITIVAS

Dr. Bruno Figueiredo Damásio

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESTATÍSTICAS DESCRITIVAS
O que são

 A estatística descritiva é um ramo da estatística que aplica várias


técnicas para descrever e sumarizar um conjunto de dados.

 Diferencia-se da estatística inferencial, que tem por objetivo obter


uma afirmação acerca de uma população com base numa amostra.

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESTATÍSTICAS DESCRITIVAS
O que aprenderemos:

◦ Medidas de tendência central


◦ Média simples
◦ Moda
◦ Mediana

◦ Medidas de dispersão
◦ Variância
◦ Desvio-padrão
◦ Erro-padrão
◦ Intervalo de Confiança

◦ Escore Z
Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72
TENDÊNCIA CENTRAL
Objetivos: Encontrar um valor que resuma a variabilidade de um conjunto de
dados.

Pesquisa:
Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).

• Instrumento de 34 itens
• Escala de 1 a 5 Pontos (1 = Discordo totalmente; 5 = Concordo totalmente)
• Escores variam de 34 a 170

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


TENDÊNCIA CENTRAL
MÉDIA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170

Escores dos sujeitos


94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

= 2148
Média = 126,35
N 17

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


TENDÊNCIA CENTRAL
MODA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170

Escores dos sujeitos


94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

MODA: O número que aparece mais vezes


117 = 2 vezes; (Unimodal)

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


TENDÊNCIA CENTRAL
MEDIANA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170

Escores dos sujeitos


94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

MEDIANA: O número que divide a amostra em duas metades iguais

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


TENDÊNCIA CENTRAL
SUMÁRIO
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170

Escores dos sujeitos


94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

MÉDIA: 126,35; MODA: 117; MEDIANA: 127

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
Objetivos: Ter noção da variabilidade dos escores em torno da média. Auxilia na
interpretação sobre o quanto os casos são semelhantes ou diferentes entre si,
frente à variável de interesse

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
VARIÂNCIA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170
Escores dos sujeitos
94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

( x − x ) 2
+ ( x − x ) 2
+ ... + ( x − x ) 2
Variância = s 2 = 1 2 n
n −1

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
VARIÂNCIA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170
Escores dos sujeitos
94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

Média = 126,35

( x1 − x ) 2 + ( x2 − x ) 2 + ... + ( xn − x ) 2
Variância = s = 2

n −1

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
VARIÂNCIA
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170
Escores dos sujeitos
94 104 107 109 113 117 117 121 127 128 130 132 137 143 153 154 162

Média = 126,35
-32,35 -22,35 -19,35 -17,35 -13,35 -9,35 -9,35 -5,35 0,65 1,65 3,65 5,65 10,65 16,65 26,65 27,65 35,65

( x1 − x ) 2 + ( x2 − x ) 2 + ... + ( xn − x ) 2
Variância = s = 2

n −1
Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72
MEDIDAS DE DISPERSÃO
VARIÂNCIA

Diferença das médias


-32,35 -22,35 -19,35 -17,35 -13,35 -9,35 -9,35 -5,35 0,65 1,65 3,65 5,65 10,65 16,65 26,65 27,65 35,65

1046,5 499,5 374,4 301,0 178,2 87,4 87,4 28,6 0,4 2,7 13,3 31,9 113,4 277,2 710,2 764,5 1270,9

(xi – -
x)2 5787,9
S2 = = = 361,74
n-1 16

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
VARIÂNCIA

(xi – -
x) 5787,9
S2 = = = 361,74
n-1 16

DESVIO-PADRÃO

Desvio Padrão = s = Variância

DP = 19,02

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
ERRO-PADRÃO

Desvios-padrão entre as médias das amostras (Field, 2005)

EP = DP 19,02
𝑁
= 17
= 4,613

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


MEDIDAS DE DISPERSÃO
Pesquisa: Investigar os níveis de atitude frente ao uso de drogas ilícitas (N = 17).
Escores variando de 34 a 170.

M = 126,35; DP = 19,02; EP = 4,61

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z
O escore z é uma transformação dos escores brutos, baseadas em desvio-
padrão, cuja fórmula é:

_
Z=X–X
s

Onde:
X = escore do respondente;
_
X = média amostral
S = desvio-padrão amostral

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z
Imagine uma variável cuja média é 20 e o desvio-padrão é 2

Se um participante tem escore 22, ele está um DP acima da média, logo seu
escore Z = 1;

_
Z = X – X = 22 – 20 = 1
s 2

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z
Logo:

▪ 1 ponto no escore Z é igual ao valor do DP;

▪ Vamos ao exemplo da M = 20; DP = 2.


▪ Um sujeito que tem escore 18, está 1 DP abaixo da Média, logo o escore Z dele é -1.
▪ Um sujeito com escore 28, está 4 DP acima da média, logo Escore Z dele é 4.

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z
▪O escore Z é útil para estimar o quão longe um sujeito está da média.

Se a distribuição é normal, do total


da amostra:

• 68,2% terão escore Z entre +-1;


• 95,4% terão escore Z entre +-2;
• 99.7% terão escores Z entre +- 3.

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


ESCORE Z
▪O escore Z é útil para estimar o quão longe um sujeito está da média.

Quando a amostra não é normal,


essa estimativa de % não é
precisa, de modo que o escore Z
perde um pouco a sua utilidade.

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


INTERVALO DE CONFIANÇA

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


INTERVALO DE CONFIANÇA
É uma outra forma de determinar a precisão da média amostral, como
estimativa da média populacional.

Ao calcular o intervalo de confiança, você tem uma amplitude, onde se estipula


que a verdadeira média da população estará.

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


INTERVALO DE CONFIANÇA
INTERVALO DE CONFIANÇA
Pode ser calculado em diferentes probabilidades (usando escore z): 90%, 95%, 99%

IC: M + Z*EP
90% = M + (1,645 X EP)
95% = M + (1,96 X EP)
99% = M + (2,575 X EP)

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72


INTERVALO DE CONFIANÇA
INTERVALO DE CONFIANÇA
Pode ser calculado em diferentes probabilidades (usando escore z): 90%, 95%, 99%

.
90% = M + (1,645 X EP) Limite Inferior Limite superior

 Limite inferior: 126,34 – (1,645 X 4,61) = 118,76 Lower Bound Upper Bound
 Limite superior: 126,34 + (1,645 X 4,61) = 133,92
90%

.
95% = M + (1,96 X EP)
 Limite inferior: 126,34 – (1,96 X 4,61) = 117,30
 Limite superior: 126,34 + (1,96 X 4,61) = 137,37
95%

.
99% = M + (2,575 X EP)
 Limite inferior: 126,34 – (2,575 X 4,61) = 114,46
 Limite superior: 126,34 + (2,575 X 4,61) = 138,21 99%

126,34
Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72
INTERVALO DE CONFIANÇA
INTERVALO DE CONFIANÇA
90% = M + (1,645 X EP)
 Limite inferior: 126,34 – (1,645 X 4,61) = 118,76
 Limite superior: 126,34 + (1,645 X 4,61) = 133,92

Média e EP
fora da média
populacional

Marcel Bruno Pereira Braga - marcelbraga@ufam.edu.br - CPF: 511.108.062-72

Você também pode gostar