Você está na página 1de 28

POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO

COMANDO GERAL
DIRETORIA DE DIREITOS HUMANOS E POLÍCIA COMUNITÁRIA

EM ÉPOCA DE VERÃO

1ª EDIÇÃO

VITÓRIA-ES
2019 policiamilitar.pmes
POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO

COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO


Coronel QOC PMES Moacir Leonardo Vieira Barreto Mendonça

SUBCOMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO


Coronel QOC PMES Aleksandro Ribeiro de Assis

CHEFE DO ESTADO-MAIOR GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO


Coronel QOC PMES José Augusto Piccoli de Almeida

DIRETOR DE ENSINO DA POLÍCIA MILITAR DO ESPÍRITO SANTO (DEIP)


Coronel QOC PMES Márcio Celante Weolffel

DIRETOR DE DIREITOS HUMANOS E POLÍCIA COMUNITÁRIA DA POLÍCIA


MILITAR DO ESPÍRITO SANTO (DDHPC)
Coronel QOC PMES Arilson Marcelo Martinelli

Equipe técnica responsável

Coordenação
Major QOC PMES Sandro Roberto Campos

Arte gráfica
1º Ten QOC PMES Rhanã Lacerda Fabem

Autores e elaboração textual


Cap QOC PMES Antonio Ednis Bergamin Junior
Cap QOC PMES Bruno Guerin de Vargas
Cap QOC PMES Elizabeth Pereira Bergamin
Cap QOC PMES Gustav Gusmão dos Santos

Trabalho elaborado para a obtenção de avaliação parcial da disciplina de Estratégias


de Polícia Comunitário-Interativa no âmbito do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais
– Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Policial Militar e Segurança
Pública – CAO 2019.

Informações:
Diretoria de Direitos Humanos e Polícia Comunitária da PMES
Telefones (27) 3636-8800 / (27) 3636-8640
Email: secretaria.ddhpc@pm.es.gov.br
Site institucional: http://www.pm.es.gov.br
Endereço: Av. Maruípe, 2111 - São Cristóvão - Vitória – ES - CEP: 29.048-463.
Direitos reservados à PMES
SUMÁRIO

1 MENSAGEM DE ABERTURA DO COMANDO GERAL DA PMES 4


2 APRESENTAÇÃO 5
3 CUIDADOS COM O VEÍCULO ANTES E DURANTE A VIAGEM 8
4 CAUTELAS COM SUA CASA 9
5 SEGURANÇA PARA O LOCAL DE DESTINO 11
6 PRAIAS 11
6.1 Cuidados com as crianças 11
6.2 Afogamentos 13
6.3 Esportes ao ar livre 13
6.4 Animais de estimação 14
6.5 Arrastões 15
7 REVEILLON E CARNAVAL 15
8 SHOWS E LOCAIS DE GRANDE AGLOMERAÇÃO 16
9 SOM ALTO/PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO 18
10 PARQUES AQUÁTICOS 19
11 LAGOAS E RIOS 20
12 USO DO VEÍCULO 21
13 REGRAS DE CONVIVÊNCIA ENTRE BANHISTAS E EMBARCAÇÕES NA PRAIA 22
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 24
NOTAS E CRÉDITOS 25
TELEFONES ÚTEIS 27

3
1. MENSAGEM DE ABERTURA DO

COMANDO GERAL DA PMES

Caro cidadão capixaba e prezado turista,

A Polícia Militar do Espírito Santo, a instituição mais antiga do Estado,


baseia sua atividade nos princípios da interação comunitária e da
promoção dos direitos humanos e atua 24 horas por dia em todos os
municípios capixabas na proteção da vida e do patrimônio espírito-
santense.

O período do verão é um momento de férias, diversão, lazer e alegria,


mas para que tudo isso seja possível, existem homens e mulheres
policiais militares que se empenham, como verdadeiros anjos da
guarda protegendo e garantindo a sua segurança. Entretanto, a sua
participação nesse processo é de suma importância.

O objetivo dessa edição é orientar você, cidadão capixaba e turista, a


auxiliar a Polícia Militar do Espírito Santo nessa árdua, mas nobre
tarefa, de garantir um verão seguro a todos, por meio de
comportamentos que contribuirão para sua segurança. Por isso, o
Comandante Geral da Polícia Militar do Espírito Santo convida a todos
a participarem dessa tarefa para que, juntos, alcancemos sucesso
nessa missão.

Comandante Geral da PMES

4
2. APRESENTAÇÃO

O verão, a estação mais quente do ano, mas também conhecida como


a melhor das estações, está ligado à férias, família, passeio e
diversão. Segundo dados da Secretaria Estadual de Turismo[1], o
Espírito Santo recebe cerca de 1,8 milhão de turistas, vindos de
diversas partes do país e do mundo. Os principais destinos desses
turistas são os municípios de Guarapari, Vitória, Serra, Vila Velha, São
Mateus, Marataízes, Anchieta, Conceição da Barra, Aracruz, dentre
outros.

Embora o estado esteja banhado


pelo mar, de norte a sul de sua
extensão territorial, não somente os
municípios que possuem praias,
rios ou lagoas são os destinos das
pessoas nessa época. Em busca de
várias opções para lazer, cultura e
até mesmo turismo religioso, todo o
território capixaba recebe aumento
populacional nessa época e, por
isso, é comum o aumento da prática
de alguns crimes, principalmente
contra o patrimônio.
Nota de crédito [02]

A Polícia Militar do Espírito Santo, pioneira no país na metodologia do


policiamento comunitário por meio do método de polícia interativa, é
conhecida por estar sempre atuando em conjunto com a sociedade

5
capixaba na busca pela resolução dos problemas enfrentados no
Estado, sempre procurando formas inovadoras de atuação no
controle da criminalidade.

Segundo os estudiosos da área, as ações tradicionais adotadas pelos


órgãos de Segurança Pública para o controle da criminalidade
violenta não são eficientes, servindo apenas de paliativos, uma vez
que não agem na raiz da violência[3].

A dificuldade de se agir no cerne da violência reside, principalmente,


no fato desta tratar-se de um fenômeno social. O sociólogo espanhol
Manuel Lopez-Rey[4], em sua teoria sobre as condicionantes da
criminalidade, destacou que a violência é um fenômeno multifatorial,
inerente à sociedade, por isso impossível de ser extinta, entretanto
deve-se agir nas suas formas de prevenção e controle.

Para tal, destacam-se a existência de três formas de controle da


criminalidade violenta, sendo que a participação da sociedade nas
duas primeiras é de suma importância para que esse controle se torne
mais eficiente. A primeira delas, direcionada a todos os cidadãos, é a
prevenção primária, voltada para a população como um todo e que
visa agir na raiz do problema. Há de se existir um direcionamento das
políticas públicas, principalmente para a área de educação, a fim de
que haja alteração no quadro social do país. Entretanto, ela não se
restringe apenas ao dever do Estado. A população deve atuar em
conjunto com os órgãos do poder público a fim de contribuir, tanto
com a adoção de pequenos hábitos, quanto em posturas mais
incisivas de cobrança de seus direitos junto ao Estado.

6
O importante do nível primário de prevenção é entendermos que o
problema da violência não se resolve apenas com polícia[5].

De outro lado, a prevenção da criminalidade violenta em seu nível


secundário é aquela que ocorre quando da prática de um fato
criminoso. Nesse nível de prevenção a atuação da Polícia Militar é de
fundamental importância para resolução dos conflitos e
restabelecimento da ordem pública. Mas os cidadãos podem
contribuir, em primeiro lugar, evitando reações nos casos em que
forem vítimas dos delitos e, ainda, seguindo as orientações dos
policiais militares que estarão nos atendimentos das ocorrências.
Lembre-se: em qualquer lugar do Espírito Santo, quando precisar da
PMES, ligue 190 e será atendido.

A característica multifacetada do crime[6] torna difícil o seu


enfrentamento, necessitando, por isso, de uma ação conjunta entre a
Polícia Militar e a sociedade, a fim de que sejam adotadas ações que
contribuam para a diminuição da oportunidade para a prática
delituosa[7].

O artigo 144 da Constituição Federal[8] preconiza que a segurança


pública é um dever do Estado e responsabilidade de todos e, nesse
sentido, a Polícia Militar do Espírito Santo passará a oferecer algumas
dicas de segurança, para que o cidadão possa aproveitar o seu verão
da melhor forma, atuando dentro de sua esfera de responsabilidade
por meio de comportamentos seguros.

7
Os cuidados que devemos ter no verão vão muito além de evitar
afogamentos ao entrar no mar. A postura em relação ao espaço do
próximo, cuidados no trânsito, com imóveis, com animais, em festas
com grande aglomeração de pessoas, dentre outros, estão contidas
entre as pequenas posturas que, se adotadas, facilitam bastante a
atuação da PMES em parceria com a sociedade.

3. CUIDADOS COM O VEÍCULO


ANTES E DURANTE A VIAGEM

Antes de viajar, sempre faça a


manutenção preventiva de seu
veículo, dando atenção a todos
itens obrigatórios, além de
conferir os freios, faróis,
alinhamento e balanceamento,
calibragem adequada dos
Nota de crédito [09]
pneus – sem esquecer do
estepe, limpador de para-brisa e uso obrigatório do cinto de
segurança.

Prepare-se para realizar o trajeto planejado, descansando


adequadamente e buscando as informações sobre o estado das vias e
possíveis intercorrências.

Não consuma bebida alcóolica antes de dirigir e tome cuidado com a


ingestão de medicamentos que podem provocar efeitos colaterais
adversos, como sonolência e tontura.

8
Durante a viagem, transporte as crianças em assentos adequados
para a idade, respeite os limites de velocidade estipulados pelas vias e
mantenha os faróis acesos nas rodovias. Não use celular ao volante!

Lembre-se: a maior causa de acidentes nas rodovias está ligada a


imprudência durante ultrapassagens irregulares. Por isso, ultrapasse
com segurança em locais permitidos [10].

Os motociclistas deverão usar roupas apropriadas, capacete com


viseira ou, na ausência desta, óculos de proteção, além de também
fazer a revisão do veículo.

Tenha cautela com os trajetos indicados pelo GPS, pois eles podem te
levar a lugares indesejáveis e inseguros.

4. CAUTELAS COM SUA CASA


ANTES E DURANTE A VIAGEM

Certifique-se de que a sua residência estará protegida na sua


ausência. Tenha certeza de que
todas as portas e janelas estão
fechadas. Reforce trancas e
cadeados, além de instalar
dispositivos de segurança
eletrônica, se possível. Dentro
da residência, tranque todos os
cômodos e recolha as chaves. Nota de crédito [11]

9
Nas áreas externas, desligue a campainha para evitar que pessoas
confiram se existe alguém em casa. Não deixe objetos e ferramentas
que possam ser utilizados por criminosos para o cometimento de
crimes.

Interrompa a entrega de correspondências como jornais e revistas,


além de pedir que algum vizinho recolha algo que possa demonstrar
que o lugar está abandonado.

Instale sensores fotoelétricos para evitar que as lâmpadas externas


fiquem sempre acesas ou apagadas. Essa variação passa a
impressão de que a residência está ocupada, o que desestimula o
cometimento do arrombamento.

Programe televisores e rádios para ligarem e desligarem


automaticamente durante o dia.

Não conte para estranhos sua intenção de viajar. Informe a um vizinho


o período em que você estará ausente e telefone para ele
esporadicamente buscando informações. Se sua ausência for
prolongada, solicite que alguém próximo visite sua casa, para
demonstrar normalidade, regando plantas e abrindo as janelas.

Nunca deixe joias, dinheiro ou pertences de valor em casa, mesmo


que em cofres, durante a sua ausência, pois eles encorajam os
criminosos pela possibilidade de grande lucro no cometimento do
crime.

10
5. SEGURANÇA PARA O LOCAL DE DESTINO

Ao chegar de viagem à residência litorânea, verifique a atitude de


pessoas suspeitas nas imediações, observe a inviolabilidade do local
e jamais adentre em caso de suspeita. Ligue para a Polícia Militar por
meio do telefone 190 e informe a situação.

Tranque todas as portas e janelas quando for à praia ou qualquer


outro lugar, mesmo que seja “rapidinho”.

Evite deixar as portas abertas


mesmo estando em casa. Não
promova confraternizações
com a residência totalmente
aberta, pois é normal uma
maior distração de todos
nesses ambientes, além da
Nota de crédito [12] rotatividade de pessoas.

Faça amizade e troque números de telefone com a vizinhança, criando


uma rede de contato segura.

6. PRAIAS

6.1. Cuidados com as crianças

Crianças devem usar coletes salva-vidas ao entrarem na água e,


principalmente, ao andarem de barco.

11
Não deixe de passar protetor solar regularmente nas crianças, assim
como o uso de roupas adequadas que já possuam proteção UV,
chapéus ou bonés e a devida hidratação.

Não deixe as crianças entrarem sozinhas na água e permita que


avancem apenas até onde a água atingir o nível da cintura. Não é
aconselhável que as crianças mergulhem logo após as refeições, pois
podem sofrer algum mal súbito.

Mantenha as crianças sempre perto de um adulto responsável e que


esteja totalmente atento a elas. De preferência, coloque pulseiras
identificadoras contendo o nome da criança, do responsável e um
número de telefone para contato.

Escolha locais próximos


aos salva-vidas, se houver, e
obedeça a sinalização da
praia sobre locais próprios
ou impróprios para banho,
sempre atentando para as
informações sobre a
periculosidade. Nota de crédito [13]

Eduque as crianças para não aceitarem NADA de estranhos ou de


pessoas que tenham acabado de conhecer, sem o consentimento do
responsável. Oriente as crianças para que, caso se percam, procurem
um Policial Militar, um Bombeiro Militar ou um Guarda-vidas e
obedeçam suas orientações.

12
6.2. Afogamentos

Evite entrar sozinho no mar. Se


não souber nadar, não entre na
água. Redobre a atenção ao
mergulhar em localidades
desconhecidas, pois a
existência de pedras e outros
obstáculos naturais podem
provocar acidentes. Nota de crédito [14]

Não entre na água à noite, isso é perigoso. Principalmente se tiver


ingerido bebida alcoólica e comida em excesso, pois, nessas
condições, os reflexos ficam prejudicados.

Esportes aquáticos merecem uma atenção especial. Esteja bem


preparado fisicamente, verifique as condições de seus
equipamentos, as condições do tempo e evite praticá-los sozinho.
Câimbras sempre podem acontecer, por isso faça aquecimento e
alongamento antes de entrar na água.

Caso presencie algum banhista em situação de risco ou afogamento,


procure um profissional habilitado para realizar o resgate e não tente
fazê-lo sozinho.

6.3. Esportes ao ar livre

Pratique seu esporte sempre acompanhado, se possível. Evite o uso


de fones de ouvido ou de algo que distraia sua atenção.

13
Ao ser cumprimentado por estranhos, tenha cuidado, seja educado,
mas mantenha-se em movimento.

Esportes ao ar livre merecem uma


atenção especial, assim como nos
esportes aquáticos: esteja bem
preparado fisicamente, verifique
as condições de todos os seus
equipamentos, as previsões do
tempo e evite praticar sozinho. Nota de crédito [15]

Nas praias, procure local adequado para a prática de esportes como


futebol, futevôlei e frescobol, pois praticá-los em áreas de grande
aglomeração é um equívoco e uma tremenda falta de educação, além
de poder dar início a confusões, caso outras pessoas se sintam
prejudicadas.

6.4. Animais de estimação

Utilize sempre coleira e focinheira


para evitar acidentes. Respeite a
legislação e não leve seu animal de
estimação para as praias, lagoas ou
rios, pois, mesmo devidamente
cuidados eles podem transmitir
doenças para as pessoas. Se for
levá-lo para passear recolha os
Nota de crédito [16] dejetos por ele produzido.

14
6.5. Arrastões

Tanto nas mesas quanto nos quiosques, não deixe carteiras, bolsas,
celulares e eletrônicos diversos, ou outros objetos valiosos, longe do
seu alcance.

Leve apenas o dinheiro necessário


para a praia, evitando grandes
prejuízos em caso de furtos e
roubos. Na praia, opte sempre por
vestimentas e acessórios mais
simples como chinelo, toalha,
óculos de sol e um documento de
Nota de crédito [17]
identificação com foto.

NUNCA deixe seus pertences sem alguém perto, vigiando-os. Não


confie a guarda de seus pertences à estranhos quando for entrar na
água.

7. REVEILLON E CARNAVAL

Planeje antecipadamente o local em que você deseja estar, com


informações detalhadas de como chegar, locais onde frequentar e
outras características.

Mantenha bolsas e objetos à frente de seu corpo, assim como tenha


especial atenção às crianças.

15
Priorize roupas leves e confortáveis, dispensando particular atenção
ao seu calçado. Divirta-se de forma consciente, evitando o consumo
excessivo de bebidas alcoólicas, não se esquecendo de uma correta
hidratação.

Não dirija após a ingestão de


bebidas alcoólicas e sempre
use preservativos durante
relações sexuais. Também
não aceite qualquer bebida
de pessoas que você não
conhece, pois podem conter
substâncias entorpecentes
ou alucinógenas. Nota de crédito [18]

Se possível, deixe seu veículo em casa e priorize a carona solidária,


transporte coletivo, táxi ou transporte por aplicativo, em razão da
dificuldade de estacionamento e da possibilidade de pequenos furtos
durante à queima de fogos. Não leve ou solte fogos de artifício. Eles
podem causar sérios acidentes. Respeite a distância de segurança
sinalizada pelos responsáveis pela queima de fogos.

8. SHOWS E LOCAIS DE

GRANDE AGLOMERAÇÃO

Evite o uso de objetos de valor, como relógios, cordões e jóias, pois


eles atraem a atenção dos criminosos.

16
Compre antecipadamente os ingressos. Evite cambistas, pois além
de estarem vendendo ingressos mais caros, podem estar
comercializando produtos falsificados. Saiba perfeitamente como
chegar ao evento. Evite ir sozinho aos eventos e use roupas e
calçados confortáveis.

Leve apenas o dinheiro suficiente para o evento e retorno para sua


residência, além de um documento de identificação com foto.
Mantenha todos os seus objetos pessoais à frente do seu corpo,
evitando assim furtos em momento de distração.

Sempre identifique o local onde estão policiais ou seguranças do


evento e se direcione para lá em caso de necessidade. Defina sempre
um ponto de encontro no
caso de pessoas do grupo se
perderem. Não se afaste do
grupo sozinho, nem que seja
para ir ao banheiro. Fique
atento às pessoas que estão
Nota de crédito [19] próximas a você.

Evite ficar nos locais de maior aglomeração, pois normalmente eles


são focos de confusão e possíveis “acertos de contas”. Desconfie de
esbarrões ou empurrões, pois eles podem ser motivos para uma
briga, ou simplesmente uma distração para a realização de furtos. Em
caso de movimentações suspeitas, afaste-se do local e procure as
autoridades.

17
Não faça uso de nenhum tipo de droga ilícita e beba com moderação.
Em nenhum dos dois casos dirija, pois você deve respeitar às Leis e
às VIDAS. Não pegue carona com estranhos ou com quem tenha feito
uso de bebida alcoólica ou de qualquer outra droga.

9. SOM ALTO
PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO

Este tipo de infração é


muito recorrente para
atendimentos por parte da
Polícia Militar durante o
período de verão, o que
implica em sobrecarga de
atendimento para assuntos
simples, que poderiam ser
resolvidos com bom senso Nota de crédito [20]

e educação, impedindo que a Polícia Militar direcione toda a sua


atenção e esforços para cuidar da proteção do cidadão e para a
prevenção de crimes graves como roubos, furtos, combate ao tráfico
de drogas e estupros, dentre outros.

No crime de Perturbação do Sossego, o objeto causador do som será


apreendido pela Polícia Militar ou Guarda Civil Municipal e
devidamente encaminhado à Polícia Civil, que, mediante a confecção
de um Termo Circunstanciado, encaminhará o objeto que passará à
disposição da Justiça.

18
Para evitar transtornos com a questão do som, não escute som muito
alto em sua casa ou nos veículos em movimento ou estacionados,
mesmo que na própria garagem, assim como em locais com grande
aglomeração de pessoas como praias, lagoas, rios, etc.

Além da condenação ao pagamento de um valor como pena pelo


crime, você ainda terá que retornar ao local do fato para a participação
nas audiências judiciais.

No caso específico do veículo, como este só será liberado após a


audiência judicial, isto poderá prejudicar o seu retorno e o das
pessoas que estão com você para seus lares de origem, causando
transtornos.

10. PARQUES AQUÁTICOS

Nunca deixe as crianças sozinhas em parques aquáticos. Visando os


horários de maior fluxo de pessoas nos parques aquáticos, coloque
uma pulseira identificadora no pulso da criança, contendo seu nome e
o número de telefone de
um responsável. Oriente-
a, também, a falar com um
funcionário do parque,
caso ela se perca.

Leia todas as placas e


orientações, respeitando

Nota de crédito [21]


as regras de segurança

19
locais e não permita que as crianças utilizem brinquedos
incompatíveis com a idade. Siga as instruções de idade e altura, pois
algumas atrações de um parque aquático podem contar com tais
restrições, que são fundamentais para a segurança.

Antes de mergulhar ou entrar na água, verifique a profundidade da


piscina. De preferência, nunca mergulhe de cabeça. Existem piscinas
com profundidades menores onde as crianças podem ficar sentadas
ou em pé. Isso as torna mais seguras para crianças que não sabem
nadar, portanto mantenha-as em áreas rasas. Caso a criança não
saiba nadar, coloque boias em seus braços.

11. LAGOAS E RIOS

Oriente seus filhos sobre os riscos


de entrarem em rios e lagoas
sozinhos. Cuidado ao nadar
próximo à foz do rio, pois as
correntes marítimas podem jogar
o nadador em direção ao alto mar,
provocando afogamentos. Nota de crédito [22]

Pelo fato da água doce ser menos densa que a água do mar, há um
aumento da dificuldade de flutuação dos nadadores. Por esse motivo,
as pessoas que estão acostumadas a nadar em água salgada podem
ter maior dificuldade em nadar nas lagoas e rios, aumentando o risco
de afogamentos.

20
A autoconfiança aumenta os riscos de afogamento, pois a pessoa se
expõe a riscos desnecessários e para os quais não está preparada,
por isso, não consuma bebidas alcóolicas quando for a esses locais.

Vários casos de afogamento e mortes são constatados devido ao fato


das pessoas pularem nesses ambientes sem conhecimento do que
existe abaixo da lâmina de água. Quando saltam de cabeça, podem
colidir com pedras ou outros obstáculos encobertos pela água e
quando pulam de outras posições podem ficar presas em vegetação
existente no fundo dos rios ou lagoas. Evite entrar e realizar
atividades físicas intensas na água após lanches e refeições.

12. USO DO VEÍCULO

Não deixe objetos de valor dentro do


veículo, principalmente em locais
visíveis. Estacione o veículo sempre
em áreas movimentadas. Nunca
permaneça no interior do veículo
tempo maior que o necessário para
embarque e desembarque. Nota de crédito [23]

Dentre as multas mais comuns nesta época de verão estão o uso do


cinto de segurança, o uso do celular ao conduzir o veículo, o
transporte de pessoas em compartimento de carga (levar pessoas nas
carrocerias dos veículos), dirigir em estado de embriaguez e
estacionar o veículo ao lado dos canteiros centrais.

21
Fique atento ao se aproximar de seu veículo. Observe se não existem
pessoas estranhas por perto. Não se deixe ameaçar por flanelinhas.
Se você entender que se trata de uma ameaça ou coação, procure as
autoridades ou ligue para a Polícia Militar por meio do telefone 190.

13. REGRAS DE CONVIVÊNCIA ENTRE

BANHISTAS E EMBARCAÇÕES NA PRAIA

O período de verão é uma época


em que as pessoas tendem a
estar mais descontraídas e
procurando momentos de lazer
para a família. A praia costuma
ser uma das principais opções
nesse sentido, principalmente
Nota de crédito [24]
ser uma alternativa acessível a
quase todos e por ser o Brasil um país com extensa faixa costeira.
Entretanto, como em qualquer ambiente de convívio entre pessoas, é
importante que se estabeleça algumas regras para que as relações
humanas ocorram da melhor forma possível.

No que tange à questão envolvendo embarcações e banhistas esse


preceito também se faz presente. Com as praias lotadas e
frequentadas por pessoas de diversas faixas etárias, é muito
relevante que tanto banhistas quanto condutores de embarcações
procurem seguir algumas normas que já foram estabelecidas pela
Marinha do Brasil para regulamentar e permitir uma boa relação entre
as pessoas nesse ambiente.

22
Desde 2012 é exigida por parte da Marinha uma habilitação náutica
para quem deseja conduzir uma embarcação no Brasil.

Outros pontos relevantes são: as embarcações devem ficar afastadas


no mínimo 200 metros da faixa de areia das praias; só é permitido
desembarcar nas praias quando em baixa velocidade e com raias de
marcação para tal finalidade; o uso de coletes é obrigatório para todos
os embarcados. Já os banhistas devem ficar atentos às embarcações
e evitar transpor esse limite de 200 metros contados a partir da praia.

Apesar dessas normas e condutas importantes, o fundamental é


utilizar o bom senso como principal ferramenta na busca para a
prevenção de acidentes.

Afinal, o que todos buscam na praia, independente de estarem


embarcados ou não, é diversão e lazer para toda a família,
funcionando como um refúgio para o estresse tão comum na vida das
pessoas atualmente.

23
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BOMBEIROS dão dicas sobre segurança em rios, lagoas e praias no norte do ES. G1, São Mateus, 09 de jan. de
2017. Disponível em: <http://g1.globo.com/espirito-santo/estv-1edicao/videos/v/bombeiros-dao-dicas-sobre-
seguranca-em-rios-lagoas-e-praias-no-norte-do-es/5565041/>. Acesso em 20 de jul. de 2019.

CERQUEIRA, Daniel; LOBÃO, Waldir. Determinantes da Criminalidade: uma resenha dos modelos teóricos e
resultados empíricos. Rio de Janeiro: IPEA, 2003. p. 22.

FERNANDES, João Antônio da Costa; COSTA, Júlio Cezar. Segurança Pública: convergência, interconexão e
interatividade social. Vitória: Ed. do Autor, 2012, p. 39.

FERNANDES, Suellen (Comp.). Marinha intensifica fiscalização de embarcações no litoral norte de SP. 2013.
Disponível em: <http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2013/12/marinha-intensifica-
fiscalizacao-de-embarcacoes-no-litoral-norte-de-sp.html>. Acesso em 25 de jul. de 2019.

LOPEZ-REY, Manuel y Arrojo. Criminología. Madri: Aguilar, 1978. v. 2.

RIO DE JANEIRO. Proteste. Cartilha de Verão. Disponível em: <https://www.proteste.org.br/alimentacao/


seguranca-alimentar/noticia/guia-proteste-para-o-verao>. Acesso em 17 de jul. de 2019.

SAIBA que cuidados tomar para evitar afogamento em lagoas, rios e no mar. Folha Vitória, Vitória, 17 de jan. de
2011. Disponível em: <http://www.folhavitoria.com.br/geral/noticia/2011/01/saiba-que-cuidados-tomar-para-
evitar-afogamento-em-lagoas-rios-e-no-mar.html>. Acesso em 17 de jul. de 2019.

SÃO PAULO. Polícia Militar de São Paulo. Dicas de Segurança para Turistas. Disponível em:
<http://www.policiamilitar.sp.gov.br/unidades/ccomsoc/avisos/Cartilha_Turista_OK.pdf>. Acesso em 10 de
jul. de 2019.

SÃO PAULO. Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Dicas de Segurança para Turistas. Disponível
em:<http://www.ssp.sp.gov.br/media/documents/ssp_manual-seguranca.pdf>. Acesso em 10 de jul. de 2019.

SILVA, Jorge da. Criminologia Crítica. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2008, p. 276.

24
NOTAS E CRÉDITOS
[1] Secretaria de Turismo do Espírito Santo. Plano Estratégico do Turismo . Disponível em :
<https://setur.es.gov.br/Media/setur/Setur/plano%20estrategico%202015%20_2018.pdf>. Acesso em: 30 jul.
2019.

[2] Figura disponível em: <http://infografire.blogspot.com>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[3] FERNANDES, João Antônio da Costa; COSTA, Júlio Cezar. Segurança Pública: convergência,
interconexão e interatividade social. Vitória: Ed. do Autor, 2012, p. 39.

[4] LOPEZ-REY, Manuel y Arrojo. Criminología. Madri: Aguilar, 1978. v. 2.

[5] SILVA, Jorge da. Criminologia Crítica. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2008, p. 276.

[6] CERQUEIRA, Daniel; LOBÃO, Waldir. Determinantes da Criminalidade: uma resenha dos modelos teóricos
e resultados empíricos. Rio de Janeiro: IPEA, 2003. p. 22.

[7] REDE NACIONAL DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA PARA SEGURANÇA PÚBLICA. Violência, Criminalidade e
Prevenção. Ministério da Justiça – SENASP/ANP, 2010.

[8] BRASIL. Constituição [da] República Federativa de 05 de outubro de 1988. In: Vade Mecum Saraiva. 20 ed.
São Paulo: Saraiva, 2015.

[9] Figura disponível em: <a href="https://www.freepik.com/free-photos-vectors/car">Car photo created by


freepik - www.freepik.com</a>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[10] MOURA, Tatiana. Ultrapassagem indevida é a principal causa de batidas nas rodovias do ES, aponta PRF.
Disponível em: <https://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/ultrapassagem-indevida-e-a-principal-causa-de-
batidas-nas-rodovias-do-es-aponta-prf.ghtml>. Acesso em: 05 ago. 2019.

[11] Foto disponível em : <https://www.maxeletron.com.br/artigo/como-manter-sua-casa-segura-sem-


gastar-muito>. Acesso em 30 jul. 2019.

[12] Foto disponível em: Arquivo pessoal dos autores.

[13] Figura disponível em: <https://unsplash.com/photos/R_BLOGXpsOg>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[14] Foto disponível em: Arquivo pessoal dos autores.

[15] Foto disponível em: <https://unsplash.com/photos/VLOVJl_mLCA>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[16] Foto disponível em:<https://unsplash.com/photos/oH9AuO20kbk>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[17] Foto disponível em: Arquivo pessoal dos autores.

[18] Foto disponível em: <https://www.gazetaonline.com.br/noticias/


cidades/2017/11/reveillon-prefeituras-abrem-cadastro-para-uso-de-tendas-em-praias-1014109244.html>
Acesso em: 30 jul. 2019.

[19] Foto disponível em: <https://pm.es.gov.br/Not%C3%ADcia/ primeiro-batalhao-realiza-policiamento-do-


carnaval-de-vitoria>. Acesso em: 30 jul. 2019.

25
[20] Foto disponível em: <http://preview.folhavitoria.com.br/policia/ noticia/2016/01/em-piuma-mais-10-
veiculos-com-som-alto-sao-apreendidos-pela-policia-militar.html>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[21] Foto disponível em: <https://www.tribunapr.com.br/dicas-de-turismo/nove-parques-aquaticos-para-


aproveitar-no-verao/>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[22] Foto disponível em: <https://sitebarra.com.br/arquivo/2019/01/conheca-lagoas-e-cachoeiras-para-


curtir-o-verao-no-espirito-santo.html>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[23] Foto disponível em: Arquivo pessoal dos autores.

[24] Foto disponível em: <https://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2016/12/lanchas-e-jet-ski-


estao-envolvidos-em-70-dos-acidentes-aquaticos-1014006614.html>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[25] Primeira foto da capa disponível em : <https://especiais.gazetaonline.com.br/verao/wp-


content/uploads/sites/59/2019/01/Guriri.jpg>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[26] Segunda foto da capa disponível em: <http://www.correiodoestadoonline.com.br/noticia/turismo/tu


rismo-o-que-rio-bananal-e-sooretama-tem-para-oferecer>. Acesso em: 30 jul. 2019.

[27] Terceira foto da capa disponível em: Acervo pessoal dos autores.

26
TELEFONES ÚTEIS

Polícia Militar 190


SAMU 192
Corpo de Bombeiros 193
Defesa Civil 199
Polícia Civil 147
Polícia Rodoviária Federal 191
Aeroporto de Vitória 3235-6300
Agência Nacional de Saúde 0800-611997
ANEEL 0800-7272010
ANTT - Ministério dos Transportes 0800-610300
Banco Central 0800-992345
Batalhão de Polícia Rodoviária e Trânsito Urbano 3222-8800
Caixa Econômica Federal 0800-5740101
Capitania dos Portos 3334-6400
Central de Transplantes 0800-8832323
Cesan - Água e Esgoto 0800-2839195
Correios 0800-5700100
CVV - Centro de Valorização da Vida 3223-4111
Defensoria Pública 3322-4881
Disque-Aids 3132-5108
Disque Abuso Sexual Infantil 100
Disque-Ceturb 0800-391517
Disque-Denúncia 0800-2839944
Disque-Silêncio 0800-393445
DML - Departamento Médico Legal 3137-9127
Escelsa 0800-390196/0800-2800196
Estação Ferroviária 3226-4169
Fala Brasil - Ministério da Educação 0800-616161
Ibama 0800-618080
Narcóticos Anônimos 3323-6699
Procon 0800-391512
SOS-Tortura 0800-7075551
Tóxico e Entorpecente 3137-9102

27
Policial
Militar
HERÓI PROTETOR DA SOCIEDADE

policiamilitar.pmes

Você também pode gostar