Você está na página 1de 239

Apostila Interativa de Pontos Cantados

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PONTOS CANTADOS (LETRAS): 1809


ÁUDIOS (♫): 623
ÚLTIMA AUTIALIZAÇÃO: 06/10/2020
ATUALIZADO POR: TERREIRO DE UMBANDA APRENDIZ DE CABOCLO
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Edição, organização e designer por: Dionatan Renan de Souza Matos

1
ÍNDICE DOS CAPÍTULOS
ÍNDICE DOS CAPÍTULOS

ÍNDICE DOS CAPÍTULOS......................................................................................................................................................................................... 1


ÍNDICE .......................................................................................................................................................................................................................... 2
TOQUES ..................................................................................................................................................................................................................... 18
ABERTURA DOS TRABALHOS ............................................................................................................................................................................ 19
PONTOS EXTRAS...................................................................................................................................................................................................... 22
ALMAS ......................................................................................................................................................................................................................... 35
OXALÁ ......................................................................................................................................................................................................................... 36
OGUM .......................................................................................................................................................................................................................... 38
OXÓSSI ....................................................................................................................................................................................................................... 50
XANGÔ ........................................................................................................................................................................................................................ 79
IANSÃ .......................................................................................................................................................................................................................... 86
OXUM .......................................................................................................................................................................................................................... 92
IEMANJÁ ................................................................................................................................................................................................................. 100
OMOLU .................................................................................................................................................................................................................... 106
NANÃ BURUQUÊ .................................................................................................................................................................................................. 108
OXUMARÉ .............................................................................................................................................................................................................. 111
LOGUN EDÉ ............................................................................................................................................................................................................ 112
IROKO...................................................................................................................................................................................................................... 113
VIBRAÇÃO DAS SETE LINHAS ......................................................................................................................................................................... 114
PRETOS VELHOS .................................................................................................................................................................................................. 116
PRETAS VELHAS .................................................................................................................................................................................................. 129
CRIANÇA ................................................................................................................................................................................................................. 136
BAIANO ................................................................................................................................................................................................................... 140
MARINHEIRO ........................................................................................................................................................................................................ 156
BOIADEIRO ............................................................................................................................................................................................................ 160
ORAÇÕES ................................................................................................................................................................................................................ 170
ORIENTE ................................................................................................................................................................................................................. 180
CIGANOS ................................................................................................................................................................................................................. 181
CIGANAS ................................................................................................................................................................................................................. 185
EXU ........................................................................................................................................................................................................................... 192
POMBA GIRA ......................................................................................................................................................................................................... 214
EXU MIRIM............................................................................................................................................................................................................. 229
POVO DA HORA - GERERÊ ................................................................................................................................................................................ 231
ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS ............................................................................................................................................................. 232
MÚSICAS ................................................................................................................................................................................................................. 233

1
ÍNDICE
ÍNDICE Glória a Zambi nas alturas a Oxalá nesse Congá } ..................................... 26
Olha o amaci, olha o amaci, olha o amaci ................................................... 26
AMOR DE OGÃ ................................................................................................... 26
ÍNDICE DOS CAPÍTULOS........................................................... 1 Eu toco com amor e emoção, ♫ ................................................................. 26
ÍNDICE ............................................................................................ 2 ANIVERSÁRIO .................................................................................................... 26
TOQUES ....................................................................................... 18 Parabéns a você, nesta data querida .......................................................... 26
Um abraço dado, de bom coração } ............................................................ 26
BARRAVENTO .................................................................................................... 18
ANJO DA GUARDA ............................................................................................ 27
CONGO PAULISTA ............................................................................................. 18
Bendito anjo da guarda, iluminai nosso altar ............................................... 27
EXU ...................................................................................................................... 18
Meu anjo da guarda, bendito sejais } ........................................................... 27
IJEXÁ ................................................................................................................... 18
BATE A CABEÇA ............................................................................................... 27
MARCAÇÃO ........................................................................................................ 18
Bate a cabeça filhos de Umbanda, } ............................................................ 27
SAMBA CABULA ................................................................................................ 18
Ogum, Ogum, Ogum, Ogum ele é meu pai }BIS ......................................... 27
ABERTURA DOS TRABALHOS .............................................. 19 Pra você que é filho de pemba, } ................................................................. 27
Quem é filho de fé bate cabeça aqui no Congá} ......................................... 27
HINO DA UMBANDA........................................................................................... 19
Vem, vem, vem, na fé de nosso Senhor ...................................................... 27
Refletiu a luz divina, ♫ .................................................................................. 19
BATE A CABEÇA PARA PAI DE SANTO ......................................................... 27
DEFUMAÇÃO ...................................................................................................... 19
Auê babá, babá dos Orixás }BIS ................................................................. 27
Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo } ♫ ................................................ 19
BATE A CABEÇA PARA PAI PEQUENO ......................................................... 27
Meu pai Oxóssi dá licença pra defumar }BIS ♫ ........................................... 19
Salve a sua coroa, salve o seu Orixá }BIS .................................................. 27
Corre a gira meu São Jorge, ♫ ..................................................................... 19
BATIZADO .......................................................................................................... 27
Defuma com as ervas da Jurema, } ♫ ......................................................... 19
Iemanjá cadê Ogum? ♫ ............................................................................... 27
BATE A CABEÇA ................................................................................................ 19
Na casa de Oxalá filho vai se batizar }BIS ♫ ............................................... 27
Cachoeira da mata virgem } ♫ ...................................................................... 19
CHAMADA DE FESTA ....................................................................................... 27
BATE A CABEÇA PARA PAI DE SANTO ......................................................... 19
Hoje é noite de alegria, tem festa no meu Congá ....................................... 27
Auê baba, baba dos Orixás }BIS .................................................................. 19
COROAÇÃO DE OGAN ..................................................................................... 27
ANJO DA GUARDA ............................................................................................ 19
Coroa, minha coroa ♫ ................................................................................. 27
La no céu uma luz brilhou ♫ ......................................................................... 19
Oh, Iaô Ogum te coroou ............................................................................... 27
PRECE DE ABERTURA ...................................................................................... 19
Pai, Filho, Espírito Santo na hora de Deus amém....................................... 28
Rios, montes e cascatas, vejo a beleza do mar ♫ ...................................... 19
CRUZAMENTO DA UMBANDA ......................................................................... 28
Eu vou abrir a nossa gira com fé – eu vou! ♫ .............................................. 20
Cruza, cruza vamos cruzar, ......................................................................... 28
SAUDAÇÃO À CURIMBA ................................................................................... 20
CURIMBA - CABOCLO FLECHEIRO ................................................................ 28
Vamos saudar a curimba do terreiro ............................................................ 20
Seu Flecheiro meu pai me ensinou } ........................................................... 28
SAUDAÇÃO AOS ORIXÁS DA UMBANDA ....................................................... 20
CURIMBA ............................................................................................................ 28
Saravá nosso pai Oxalá - Epa babá ...................................................... 20
Escute o tambor êêê ôôô } ♫ ....................................................................... 28
SAUDAÇÃO AOS ORIXÁS DA CASA ............................................................... 20
O batuque de lá, oi batuque de cá, êê áá } ♫ ............................................. 29
Saravá Seu Sete Flechas e Seu Sete Estrelas ............................................ 20
Toda curimba trás a força musical } ............................................................. 29
SAUDAÇÃO À TRONQUEIRA............................................................................ 20
Pedra rolou, rolou, derrubou a árvore ♫ ..................................................... 29
Exu, Exu Tranca Ruas } ♫ ........................................................................... 20
DEFUMAÇÃO ..................................................................................................... 29
Foi na porteira que eu deixei meu sentinela }BIS ........................................ 20
Bota fogo nessas ervas que são ervas de Xangô ....................................... 29
Seu Tranca Ruas da uma volta lá fora }BIS ♫ ............................................. 21
Defuma, defuma e vai defumando ............................................................... 29
Portão de ferro, cadeado é de madeira }BIS ................................................ 21
Defuma defumador } ♫ ................................................................................ 29
Aquela capa encarnada que eu mandei fazer } ........................................... 21
E olha o cheiro Yara, e olha o cheiro Aimoré ♫ ......................................... 29
PONTOS EXTRAS........................................................................ 22 Ele é rezador ................................................................................................ 30
Estou defumando, estou incensando } ........................................................ 30
HINO NACIONAL BRASILEIRO ......................................................................... 22
Incensa, incensa estou incensando } ........................................................... 30
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas ♫ ............................................... 22
Jureme, juremeira, } ..................................................................................... 30
HINO NACIONAL BRASILEIRO ......................................................................... 22
Mãe Menininha de Oxum, onde é que você está ........................................ 30
Deitado eternamente em berço esplêndido, ♫ ............................................. 22
Ora vamo incensar essa casa,..................................................................... 30
7 LINHAS DA UMBANDA ................................................................................... 22
Povo de Umbanda, vem ver os irmãos seus ............................................... 30
Auê, pai Oxalá, salve a Umbanda, } ♫ ......................................................... 22
Vou defumar a Umbanda } ........................................................................... 30
Foi ele quem criou os meus caminhos ♫ .................................................... 23
Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo } ♫ .............................................. 30
Neste Jacutá tem mironga tem }BIS ♫ ........................................................ 23
Nossa Senhora incensou seus filhos ........................................................... 30
O lu, o lu, o lu, o Luanda ♫ .......................................................................... 23
DESPEDIDA DO VISITANTE ............................................................................. 30
Penso no dia que logo vai nascer ♫ ............................................................ 23
Adeus, Adeus, de Oxalá eu peço a bênção ................................................ 30
Quando os Caboclos trazem as folhas da Jurema ♫ ................................... 24
Na fé de Oxalá eu vim, } .............................................................................. 30
Rei da demanda é Ogum Megê } ♫............................................................. 24
Quando aqui cheguei ................................................................................... 30
Tambor, tambor, } ♫ ..................................................................................... 24
DESPEDIDA PARA A VISITA ............................................................................ 30
Oxalá criou a terra, Oxalá criou o mar } ♫ ................................................... 24
A Estrela da guia guiou nosso pai } ♫ ........................................................ 30
A GRANDE LUZ .................................................................................................. 24
Irmão que veio aqui, agora já vai embora }BIS ........................................... 30
Existe até gente grande, com medo da escuridão ♫ ................................... 24
DIAS COMEMORATIVOS .................................................................................. 31
ABERTURA DOS TRABALHOS......................................................................... 25
Hoje tem alegria, hoje tem alegria ............................................................... 31
Com a chave de ouro,................................................................................... 25
ENTRADA DO VISITANTE ................................................................................. 31
Eu abro a nossa gira, } ♫ ............................................................................. 25
Da minha casa saí a passear....................................................................... 31
Oh da-me licença e ♫ ................................................................................... 25
FECHAMENTO DA CURIMBA ........................................................................... 31
Pedimos licença a Zambi, a Oxum e Iemanjá ♫ .......................................... 25
Já deu a hora no relógio de Xangô } BIS ..................................................... 31
Vou abrir minha Aruanda } ............................................................................ 25
GIRA DE UMBANDA .......................................................................................... 31
Vou abrir minha Aruanda } ............................................................................ 25
Que gira linda, que gira de luz ♫ ................................................................. 31
ADVERTÊNCIA ................................................................................................... 25
HOMENAGEM AO PAI DE CABEÇA ................................................................ 31
Não mexa em coisa sagrada } ♫ ................................................................. 25
Quando a gente ergue o olhar } ♫ ............................................................... 31
AGRADECIMENTOS ........................................................................................... 25
Saravá, saravá, saravá } .............................................................................. 31
E agradecemos a Deus, a Oxalá e a Virgem Maria ..................................... 25
HOMENAGEM A MÃE MENININHA DO GANTOIS .......................................... 31
Graças a Deus, graças a Deus, meu Deus }BIS ♫ ..................................... 25
Ai minha mãe, minha mãe Menininha, } ♫ ................................................... 31
AJEUM ................................................................................................................. 25
Embala eu, embala eu, Menininha do Gantois, } ♫ ..................................... 31
Cosme e Damião, ele vem abençoar } ......................................................... 25
HOMENAGEM AO PAI FERNANDO ................................................................. 32
Comida de santo, ninguém põe a mão }BIS ♫ ............................................. 26
Babalaô de Ogum, e o }BIS ♫ .................................................................... 32
AMACI .................................................................................................................. 26
IGUALDADE ....................................................................................................... 32
A todos que olham, a todos que estão aqui } ♫ ♫ ....................................... 26
Cheguei no terreiro de Umbanda cantei saravei ♫ .................................... 32

Índice de Capítulos 2 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
ILÊ ........................................................................................................................ 32 Ninguém segura o bicho, ninguém domina a fera ♫ .................................. 38
Ilê, ilê, ilê } ♫ ................................................................................................. 32 CABOCLO ESTRELA ......................................................................................... 38
OBI ....................................................................................................................... 32 Eh Cavaleiro de Umbanda } ......................................................................... 38
De quem sou eu, meu pai, ♫ ....................................................................... 32 CABOCLO TUCUARÉ PETI ............................................................................... 39
MÉDIUM ............................................................................................................... 33 Quando vem trotando o cavalo de Ogum } BIS ........................................... 39
Ai ai meu Deus, Pai Oxalá como eu queria } ♫ ............................................ 33 CABOCLO TUCURUVU ..................................................................................... 39
PEMBA................................................................................................................. 33 Ai vem Tucuruvu } BIS ................................................................................. 39
Deus salve a pemba, também salve a toalha } BIS ♫ .................................. 33 Aeaeaa aeaaa }BIS ...................................................................................... 39
Oh! senhor dono da casa ............................................................................. 33 OGUM 7 ESPADAS ............................................................................................ 39
PRECE DE ABERTURA ...................................................................................... 33 As 7 espadas que defendem a lei } ♫ ......................................................... 39
Abrindo a nossa gira, Pedimos de coração ................................................. 33 Eu tenho Sete Espadas pra me defender } ................................................. 39
Pombinho branco mensageiro de Oxalá }BIS .............................................. 33 OGUM 7 ESTRELAS .......................................................................................... 39
RECEBENDO VISITAS ....................................................................................... 33 Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Sete Estrelas } BIS ........................................ 39
Como vai, visita, como vai ............................................................................ 33 OGUM 7 MARES ................................................................................................. 39
Sejam bem vindos, oh, meus irmãos ........................................................... 33 Ele Vem das Ondas do Mar, ........................................................................ 39
SAUDAÇÃO ÀS AUTORIDADES ....................................................................... 33 Saudando a bandeira de Pai Oxalá ............................................................. 39
Oi, salve Deus, salve a pátria ....................................................................... 33 Sete falanges, sete espadas, sete guias ..................................................... 39
SAUDAÇÃO A PAI E MÃE DE SANTO.............................................................. 33 OGUM 7 ONDAS ................................................................................................. 39
Na mata virgem tamborim tocou } ................................................................ 33 Estava na beira da praia, ♫ ......................................................................... 39
Pode entrar que a casa é sua ....................................................................... 33 Ogum de Lei, } .............................................................................................. 39
Seja bem vindo pai (mãe) de santo .............................................................. 33 Ogum quando saí da Lua, faz tremer a terra ............................................... 40
Vamos saravá o pai de santo ....................................................................... 34 Oh filhos de Umbanda.................................................................................. 40
Vamos saravá a mãe de santo ..................................................................... 34 Mas que barco tão lindo que vem navegando } ........................................... 40
TOALHA............................................................................................................... 34 Salve Ogum das Águas} .............................................................................. 40
Eles vão sacudindo a toalha no Congá }BIS ................................................ 34 Seu capacete é dourado e a sua espada reluz ........................................... 40
UMBANDA ........................................................................................................... 34 OGUM ALVORADA ............................................................................................ 40
Corre gira, corre gira } ♫ .............................................................................. 34 E uma estrela clareou lá no céu................................................................... 40
Pelos caminhos que nos vamos, aroeira...................................................... 34 Na alvorada um cavaleiro surgiu ................................................................. 40
A mais de 100 anos passados ♫ ................................................................. 34 OGUM BEIRA MAR ............................................................................................ 40
A sua espada brilha no raiar do dia } ♫ ....................................................... 40
ALMAS .......................................................................................... 35 Beira Mar auê Beira Mar } BIS ..................................................................... 40
LINHA DAS ALMAS ............................................................................................ 35 Beira Mar, Beira Mar .................................................................................... 40
Abre a porta, Óh gente que aí vem Jesus ♫ ............................................... 35 Iansã virou o tempo, para Oxum não governar ♫ ....................................... 40
Adorei as almas, as almas me atenderam }BIS ♫ ...................................... 35 Meu Pai que guerreiro é esse} ..................................................................... 41
As almas já acenderam o candeeiro, ♫ ...................................................... 35 Na Onda do Mar navega Beira Mar } ........................................................... 41
Eu andava perambulando, } ♫ ...................................................................... 35 Ogum é de Babaloê, Ogum é de Babaloá } BIS ♫ ...................................... 41
Sem ter nada pra comer } ............................................................................. 35 Ogum Beira Mar, o que trouxe do Mar? } BIS ♫ ......................................... 41
Jesus e Maria, São João e São José ........................................................... 35 OGUM DAS MATAS ........................................................................................... 41
Quando o galo canta em louvor de Maria }BIS ............................................ 35 Ooo, Ooo, Oxóssi gritou, Ogum ouviu } ..................................................... 41
Se não fosse as Santas Almas, .................................................................... 35 São Miguel chamou Ogum das Matas ......................................................... 41
Minhas Almas, Santas Almas } ♫ ................................................................ 35 OGUM DE RONDA ............................................................................................. 41
Auê ogum auê, ............................................................................................. 41
OXALÁ ........................................................................................... 36 Beira rio, Beira rio, Beira mar } ♫ ................................................................ 41
PONTOS DE LINHA ............................................................................................ 36 Ogã toca pra Ogum } BIS ............................................................................. 41
Divino é viver no céu, Divino é viver no mar } ♫ .......................................... 36 Ogum Dilê, Babá, Ogum Megê ♫ ............................................................... 42
É de credo em credo, É de credo em cruz ................................................... 36 Quando o galo canta é de madrugada } ...................................................... 42
Jesus da estrela guia me ilumina noite e dia } BIS ...................................... 36 Quem está de Ronda é São Jorge, ............................................................. 42
Jesus nosso Redentor Desceu pra nos salvar ............................................. 36 Quem está de ronda é São Jorge } ♫ ......................................................... 42
Lá no infinito uma estrela desceu } ♫ .......................................................... 36 Olha Ogum está de Ronda .......................................................................... 42
Meu pai Oxalá, obrigado meu pai que bom ♫ .............................................. 36 Saravá São Jorge, ogunhê-o, } ♫ ................................................................ 42
O meu mestre, rei dos mestres, chegou }BIS ♫.......................................... 36 OGUM DO CARIRI .............................................................................................. 42
Olhe pro céu e agradeça ao Senhor ............................................................ 36 No horizonte clareou, uma luz brilhou aqui ................................................. 42
Oxalá é o nosso pai, Iemanjá é a nossa mãe .............................................. 36 OGUM IARA ........................................................................................................ 42
Oxalá meu Pai } BIS ..................................................................................... 36 Mais uma noite sem a lua ............................................................................ 42
Oxalá Meu Pai, tem pena de mim tem dó .................................................... 36 O seu cavalo corre, sua espada reluz ♫ ..................................................... 43
Oxalá seus filhos lhe pedem auxílio, ............................................................ 36 Ogum entrou de Ronda com sua cavalaria ................................................. 43
Rios Montes e Cascatas, vejo a beleza do mar ........................................... 37 Ogum nadou as Sete Ondas,....................................................................... 43
Vou caminhando nas estradas desta vida ♫ ............................................... 37 Ogunhê, Ogum Iara } BIS ♫ ......................................................................... 43
HINO DE OXALÁ ................................................................................................. 37 Se Meu Pai é Ogum, } .................................................................................. 43
Onisa aurê, Aul axé, Onisa aurê, Oberioman ♫ ........................................... 37 OGUM IEMANJÁ SEREIA .................................................................................. 43
NOSSA SENHORA APARECIDA ....................................................................... 37 Ogum Iemanjá Sereia, } ............................................................................... 43
Valei-me Senhora Aparecida, ♫ .................................................................. 37 OGUM MARINHO ............................................................................................... 43
SENHOR DO BONFIM ........................................................................................ 37 Da onde vem Ogum Marinho } BIS .............................................................. 43
Uma estrela Clareou o céu, .......................................................................... 37 Meu pai Ogum Marinho, ............................................................................... 43
OGUM MATINATA .............................................................................................. 43
OGUM ............................................................................................ 38 Que Cavaleiro é aquele } ............................................................................. 43
CABOCLO 7 PONTEIRAS DO MAR .................................................................. 38 Ogum Matinata Meu Pai, Estou lhe chamando } ......................................... 43
Sete vezes cantar, Sete beiras abrir ............................................................ 38 Se a sua espada é de Ouro } ....................................................................... 43
CABOCLO AKUAN ............................................................................................. 38 Essa luz que brilha é o clarão da lua ........................................................... 43
Akuan, Akuan, caboclo guerreiro, ♫ ............................................................. 38 Com licença de Oxalá, Com licença de Oxum } .......................................... 44
Cura, Cura Akuan } ♫ .................................................................................. 38 OGUM MEGÊ ...................................................................................................... 44
Estrela clareia a terra, Estrela clareia o mar ................................................ 38 Na ponta da Romaria, } ................................................................................ 44
Ogum chamou das Matas, Akuan pra trabalhar ♫ ...................................... 38 O Homem que fuma e bebe – Oh Gangá } ♫ .............................................. 44
Pai Akuan guerreiro de Ogum } BIS ............................................................. 38 Ogum é táta, é táta, é táta auê} ................................................................... 44
Seu Akuan é um Caboclo guerreiro } ........................................................... 38 Ogum em seu cavalo corre } ♫ ................................................................... 44
CABOCLO DA MANHÃ ...................................................................................... 38 Ogum Megê, General de Umbanda ............................................................. 44
Ogunhê o ferro fundido ................................................................................. 38 Ogum Oya, Ogum Oya é de megê ♫........................................................... 44
CABOCLO DA PANTERA .................................................................................. 38 Oxóssi assobiou pra passar no Humaitá ♫ ................................................ 44

Índice de Capítulos 3 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
OGUM DAKE (POPOLOGUNDÊ) ....................................................................... 44 Na fonte da água cristalina, } ....................................................................... 50
Auê, auê, auê, só Popologundê } BIS .......................................................... 44 CABOCLA JANDIRA .......................................................................................... 50
OGUM NAGÔ ...................................................................................................... 44 Quem quiser viver sobre a Terra, ................................................................ 50
É Nagô é, é nagô é, É Nagô é } BIS ............................................................. 44 Seu cocar é de pena branca, } ..................................................................... 50
Seu Ogum disse que dançar Nagô é bom } BIS ♫ ...................................... 44 CABOCLA JUPIARA .......................................................................................... 50
OGUM NARUÊ .................................................................................................... 44 Jupiara o seu penacho, é muito lindo } ........................................................ 50
Magia, magia que faz o meu corpo tremer ................................................... 44 CABOCLA JUPIRA............................................................................................. 50
OGUM ONIRÉ ...................................................................................................... 44 Em linda noite de luar................................................................................... 50
Ijá pe le ijá, Ijá pe le ijá,................................................................................. 44 Em uma noite estrelada ............................................................................... 50
Xarae Ogum Onire oorê gue dê ................................................................... 45 Estava em festa, ........................................................................................... 51
Ogum a cô fíríi ogum a cô fíríi ...................................................................... 45 Jupira e Tatuíra ............................................................................................ 51
Ogum Braga daê, akoro braga dá }BIS ♫ ................................................... 45 Jupira é uma Cabocla tão linda.................................................................... 51
OGUM ROMPE MATO ........................................................................................ 45 Oh, lá no alto da serra, Sua cobra piou ....................................................... 51
A sua mata é longe uma estrela brilhou ....................................................... 45 CABOCLA JUREMA........................................................................................... 51
Vermelho é a cor do sangue do meu Pai } ................................................... 45 Oh Juremê, Oh Juremá } ............................................................................. 53
OGUM XOROQUÊ ............................................................................................... 45 A folha que a Jurema tem } .......................................................................... 51
Ogum Xoroquê, Abra a meus caminhos } BIS ............................................. 45 Cabocla, seu penacho é verde } ♫ ............................................................. 51
Ôoo Ogum, oh Ogunhê } .............................................................................. 45 Caiu uma folha na Jurema } ♫ .................................................................... 51
PONTOS DE LINHA ............................................................................................ 45 Companheiros da Jurema } .......................................................................... 51
Bandeira branca de Ogum, Hasteada lá no Humaitá .................................. 45 Dona Jurema, ela nasceu } .......................................................................... 51
Cavaleiro na porta bateu } ............................................................................ 45 Entrei na mata sem pedir licença } .............................................................. 51
Brilhou no céu, brilhou no mar }.................................................................... 45 Ela vem de longe, de longe, sem imaginar } ♫ ............................................ 52
Cavaleiro supremo ........................................................................................ 45 Estava na minha aldeia, } ............................................................................. 52
Dia 23 de abril do meu santo protetor .......................................................... 45 Eu mandei fazer três capacetes de pena } BIS ♫ ....................................... 52
Ele é cavaleiro santo, seu cavalo é branco, } ♫ ........................................... 45 Jandira traz nos cabelos uma rosa .............................................................. 52
Ele é Ogum, Damaciano, ele é Ogum Damaciano ♫ ................................... 46 Jurema, com seu saiote de penas ............................................................... 52
Ele jurou bandeira, ele tocou clarim } BIS .................................................... 46 Jurema, o Juremê, Juremá } BIS ................................................................. 52
Ele jurou bandeira, ele tocou clarim } BIS ♫ ................................................ 46 Jurema, o seu saiote é tão lindo } ................................................................ 52
Eu dei um toque no clarão da lua } ♫ ........................................................... 46 Jurema, Jurema Cabocla ela é } .................................................................. 52
Eu não seria nada } ♫ .................................................................................. 46 Lá na Jurema, } ............................................................................................ 52
Eu vou na macumba ..................................................................................... 46 Lá na mata eu vi, } ........................................................................................ 52
Filho de Pemba bebe água no rochedo } ♫ ................................................ 46 Minha senhora lá das matas, } ..................................................................... 53
Lua bonita que clareia o mundo inteiro ........................................................ 46 No centro da Mata virgem, } ......................................................................... 51
Malei-me Ogum malei-me, } ......................................................................... 47 O rio rolou na mata virgem } ........................................................................ 53
Mandei fazer, um capacete de penas } ........................................................ 47 Olha o meu passarinho Azulão } .................................................................. 53
Meu Pai Ogum guerreiro. Que vem lá de Aruanda } .................................... 47 CABOCLA JUREMINHA .................................................................................... 53
Meu Pai Ogum olha seus filhos na batalha .................................................. 47 Caboclinha da Jurema onde é que você vai } ♫ .......................................... 53
Na cidade de Aruanda, Ogum é guerreiro } BIS .......................................... 47 Ô Jureminha } ............................................................................................... 53
Na lua nova Ogum fez seu ponto, ♫ ........................................................... 47 Minha Cabocla é linda, Orirá,....................................................................... 53
Num lindo campo uma tropa se formou ....................................................... 47 Seu saiote carijó brilhou na mata, ................................................................ 53
Ogum, Cavaleiro de Umbanda, } ♫ .............................................................. 47 CABOCLA JUSSARA ........................................................................................ 53
Ogum di Le, Le, Le, Ogum di La, La, La } .................................................... 47 Clarão ilumina a mata } ................................................................................ 53
Ogum é rei no terreiro de Umbanda ............................................................. 47 CABOCLO 7 ENCRUZILHADAS ....................................................................... 53
Ogum guardai pedreira, por ordem de Oxalá ............................................... 47 Eles são três Caboclos, Caboclos do Jacutá .............................................. 53
Ogum Iara, Ogum Megê ............................................................................... 48 Um índio caboclo guerreiro ♫ ...................................................................... 54
Ogum Iara, Ogum Megê, .............................................................................. 48 CABOCLO 7 ESTRELAS ................................................................................... 54
Ogum Meu Pai, Seu Ogum nunca falhou ..................................................... 48 Lá no céu tem uma estrela a brilhar } .......................................................... 54
Ogum olha a sua bandeira, .......................................................................... 48 E vem a barra do dia .................................................................................... 54
Ogum olha eu }BIS ♫ ................................................................................... 48 CABOCLO 7 FLECHAS ..................................................................................... 54
Oh, meu São Jorge Guerreiro } ♫ ............................................................... 48 E, re, re, e, re, re, re, re, re, ra Oke caboclo ♫ ............................................ 55
Oxalá está chamando Ogum lá no Humaitá } .............................................. 48 Ela anuncia, a chega de um guerreiro } ♫ ...... Erro! Indicador não definido.
Pai Ogum general lá de Aruanda ................................................................. 48 Foi numa tarde serena, lá nas matas da Jurema } ♫ .................................. 55
Pisa na Linha de Umbanda que eu quero ver, ♫ ......................................... 48 Caboclo Sete Flechas nasceu } ♫ .............................................................. 54
Por entre Matas, por entre Mares e terras } ................................................. 48 Curimbembê, curimbembá } ♫ ..................................................................... 54
Quando vim pra esse chão, foi pra ser menestrel ♫ ................................... 48 Sou Caboclo Sete Flechas, } ....................................................................... 55
Quem é o Cavaleiro da Umbanda } .............................................................. 49 O dia quando nasce ..................................................................................... 55
São Jorge vem em seu cavalo branco ......................................................... 49 O seu cavalo corre, Corre e ninguém vê! .................................................... 55
Seu general com sua espada e a sua lança } ♫ .......................................... 49 Tambor, tambor, } ......................................................................................... 55
SUBIDA DE OGUM ............................................................................................. 49 CABOCLO 7 FOLHAS ........................................................................................ 55
Mandei selar o seu cavalo } ♫ ...................................................................... 49 Cadê seu Sete Folhas .................................................................................. 55
Ogum já venceu, já venceu, já venceu } ...................................................... 49 CABOCLO 7 PENAS BRANCAS DE ZAMBI .................................................... 55
Selei, selei o seu cavalo eu selei } BIS ♫ ..................................................... 49 Ele vem de longe, de longe, do lado de lá, de lá ......................................... 55
Seu sentinela veio avisar .............................................................................. 49 CABOCLO ÁGUIA BRANCA ............................................................................. 56
Eu vou me embora pra minha aldeia de ouro .............................................. 49 No terreiro de Umbanda uma estrela brilhou } ............................................ 56
Guerreiro do Mar } ........................................................................................ 49 Seu Águia Branca é um guerreiro, ............................................................... 56
Ogum já me saravou o o o ........................................................................... 49 Um grito na Mata ecoou, } ............................................................................ 56
CABOCLO AIMORÉ ........................................................................................... 56
OXÓSSI ......................................................................................... 50 A água com areia não pode demandar } ♫ .................................................. 56
CABOCLA GUARACIRA .................................................................................... 50 CABOCLO ARARIBÓIA ..................................................................................... 56
Cabocla quando desce não vem sozinha..................................................... 50 O sol saiu mais cedo querendo anunciar..................................................... 56
Tupã é o meu rei, Oxóssi é rei também ....................................................... 50 CABOCLO ARAÚNA .......................................................................................... 56
CABOCLA IARA .................................................................................................. 50 Na mata virgem da Jurema, o Uirapuru cantou ........................................... 56
Estrela, sol e lua } ........................................................................................ 50 CABOCLO ARRUDA .......................................................................................... 56
Eu vi na beira do rio uma linda cabocla } .................................................... 50 Fui buscar em meu Congá ........................................................................... 56
CABOCLA IRACEMA.......................................................................................... 50 CABOCLO BOIADEIRO ..................................................................................... 56
Salta pra aqui Iracema .................................................................................. 50 Uma estrela da cor de prata ......................................................................... 56
Oh, minha bela Iracema } ............................................................................. 50 CABOCLO CARIJÓ ............................................................................................ 56
CABOCLA JACYRA............................................................................................ 50 Carijó vem de Aruanda ................................................................................ 56

Índice de Capítulos 4 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Ele é caboclo, ele é juremeiro } ♫ ................................................................ 57 Relampeou lá na mata estremeceu ............................................................. 63
É pau, é pedra. ............................................................................................. 57 Tremeu o sol, Tremeu a lua ......................................................................... 63
Eu vou pedir } ................................................................................................ 57 CABOCLO TUPINAMBÁ .................................................................................... 63
Se o Seu Saiote é Carijó .............................................................................. 57 Bate Atabaque, Bate pra Oxóssi } BIS ......................................................... 63
CABOCLO CIPÓ ................................................................................................. 57 Batuque no Terreiro é Tupinambá } BIS ...................................................... 63
Eu vi chegar, do oriente, } ............................................................................. 57 Entra na roda quem quer entrar ................................................................... 64
CABOCLO COBRA CORAL ............................................................................... 57 Estava na beira do Rio, sem poder atravessar } ♫ ..................................... 64
Cobra Coral a sua banda está em festa }..................................................... 57 Estava no alto da Serra, ............................................................................... 64
Cobra Coral é Caboclo } BIS ........................................................................ 57 Caboclo tava dormindo, no meio do matagal } BIS .................................... 64
Na mata virgem uma coral piou } ♫ ............................................................ 57 Eu vim da Mata, o que mata é a sua? } BIS ................................................ 64
No meio da mata eu vi } ................................................................................ 57 O meu manacá, Já não dá mais flor } BIS ................................................... 64
Seu Cobra Coral na aldeia, } ........................................................................ 57 Piava, piava, piava de arrepiar } BIS ........................................................... 64
CABOCLO COQUEIRO ...................................................................................... 57 Tupinambá é ganga na Macaia.................................................................... 65
Lá nas matas verdejantes} ........................................................................... 57 Tupinambá, Tupinambá, filhos de Umbanda ............................................... 65
CABOCLO DA LUA............................................................................................. 57 CABOCLO UBIRAJARA .................................................................................... 65
Luar, luar ....................................................................................................... 57 A estrela D’Alva é sua guia } ♫ .................................................................... 65
CABOCLO FLECHA DOURADA ........................................................................ 58 Corto língua, corto mironga .......................................................................... 65
Caboclo vai, Caboclo vem, } ♫ ..................................................................... 58 Ele é Ubirajara } BIS..................................................................................... 65
CABOCLO FLECHA LIGEIRA ............................................................................ 58 Eu vi clarear o dia, ........................................................................................ 65
O seu bodoque é carijó ................................................................................. 58 Neste lindo céu de Anil, ............................................................................... 65
CABOCLO FLECHEIRO ..................................................................................... 58 Ai que penacho é aquele } ........................................................................... 65
Ele atirou, ele atirou e ninguém viu .............................................................. 58 Oh, salve o sol e salve a lua ........................................................................ 65
Ele é caboclo, ele é flecheiro, bumba na Calunga ....................................... 58 CABOCLO UBIRATAN ....................................................................................... 65
CABOCLO FOLHA SECA ................................................................................... 58 Ái vem Ubiratan ............................................................................................ 65
Eu sou folha seca, oi, paranga } ................................................................... 58 Caboclo Ubiratan .......................................................................................... 66
O vento na mata zuniu .................................................................................. 58 CABOCLO URUBATÃ ........................................................................................ 66
CABOCLO FOLHA VERDE ................................................................................ 58 Chegou de dia seu Urubatã ......................................................................... 66
Como é tão lindo, assistir festa na Mata ♫ ................................................... 58 CABOCLO URUBATÃO DA GUIA .................................................................... 66
O vento vem soprando nas matas} .............................................................. 58 Chegou Urubatão da Guia ........................................................................... 66
CABOCLO GUARÁ ............................................................................................. 59 Na cidade da Jurema ................................................................................... 66
Chora Oxum ♫ .............................................................................................. 59 Os seus filhos vem saudar ........................................................................... 66
Quando a lua dormiu .................................................................................... 59 CABOCLO VIRA MUNDO .................................................................................. 66
CABOCLO GUARACY ........................................................................................ 59 Apanha Vira Mundo, Ô mi táta mirô, ............................................................ 66
Salve a falange do Caboclo Guaracy ........................................................... 59 Oh meu Deus lá nas alturas ......................................................................... 66
CABOCLO GUINÉ ............................................................................................... 59 CAPANGUEIROS ............................................................................................... 66
É verde meu pai, sua mata é verde } ♫ ........................................................ 59 A estrela lá no céu brilhou } ♫ ...................................................................... 66
Lá no alto da serra } ...................................................................................... 59 Arreia os Capangueiros, } ............................................................................ 66
CABOCLO JUNCO VERDE ................................................................................ 59 Oxalá chamou e já mandou buscar ............................................................. 66
Vem Junco Verde, vem trabalhar ................................................................. 59 CURUMINS.......................................................................................................... 67
CABOCLO LANCEIRO ....................................................................................... 60 Eu me perdi, Oxóssi me achou .................................................................... 67
Doce perfume do mel de abelha } ♫............................................................. 60 Pronto Cheguei, Caboclinho é de Iemanjá .................................................. 67
CABOCLO MATA VIRGEM ................................................................................ 60 Tava na Mata, tava bem escondidinho } ...................................................... 67
Caboclo, é Seu Mata Virgem, ....................................................................... 60 Tenho um pedido a fazer ............................................................................. 67
Seu mata virgem vem chegando agora ........................................................ 60 Tupã olha Seu Tupãzinho, } ......................................................................... 67
CABOCLO NANDERÚ ........................................................................................ 60 CURUMIN PITU E FOLHA D’ÁGUA .................................................................. 67
Caboclo Nanderú bebe água no coité,} ........................................................ 60 Atravessando aquele Rio eu vi dois Curumins ............................................ 67
CABOCLO PENA BRANCA ............................................................................... 60 PONTOS DE LINHA............................................................................................ 67
Estava na Mata, estava trabalhando } BIS ................................................... 60 A coral é sua cinta, a jibóia é sua lança } BIS ♫ .......................................... 67
Não tem distância, não importa o caminho ♫ .............................................. 61 A estrela D’Alva é minha guia ...................................................................... 67
Saravá Seu Pena Branca, Saravá Seu Abasse ........................................... 61 A mata estava escura, um Anjo iluminou ♫ ♫ ............................................. 67
Seu Pena Branca quando sai das Matas ..................................................... 61 A mata estava fechada, Oxalá mandou abrir ♫ .......................................... 67
CABOCLO PENA ROXA ..................................................................................... 61 Abelha que faz o mel } ♫.............................................................................. 67
Seu pena roxa caboclo de Aruanda ............................................................. 61 Ai indo Okê eu dei um tiro quero ver zunir .................................................. 67
CABOCLO PENA VERDE ................................................................................... 61 Ainda tem Caboclo debaixo da samambaia } BIS ....................................... 67
Caboclo Pena Verde é minha luz minha alegria } ........................................ 61 Aqui nessa aldeia tem um caboclo que ele é real ♫ ................................... 67
CABOCLO PENA VERMELHA ........................................................................... 62 As folhas da jurema } .................................................................................. 67
Ele chegou agora na Umbanda .................................................................... 62 Assovia, assovia, ele assoviou }BIS ............................................................ 68
CABOCLO PERI .................................................................................................. 62 Atira, atira, ele atirou } .................................................................................. 68
Vem do alto a energia do conga } ................................................................ 62 Caboclo a sua mata é verde } ...................................................................... 68
CABOCLO ROMPE MATO ................................................................................. 62 Caboclo baixou na Terra é Caboclo ............................................................ 68
Eu vi caçador lá nas mata, na mata fazia pó! } BIS ..................................... 62 Caboclo bradou louvando Oxalá ♫ .............................................................. 68
Na sua aldeia ele é caboclo, } ...................................................................... 62 Caboclo, Caboclo, } ...................................................................................... 68
Seu Rompe Mato o corou ............................................................................. 62 Caboclo, comeu sapucaia, } ......................................................................... 68
Seu Rompe Mato tem um segredo, .............................................................. 62 Caboclo lá da samambaia } ......................................................................... 68
CABOCLO ROXO ................................................................................................ 62 Caboclo na mata trabalha } .......................................................................... 68
Caboclo Roxo da cor morena } ♫ ................................................................. 62 Caboclo não tem caminho para caminhar } BIS ♫ ...................................... 68
Mas olha que Caboclo lindo ......................................................................... 62 Caboclo quando vem da aldeia} .................................................................. 68
É na boca da mata, }..................................................................................... 63 Caboclo quando vem lá da Jurema ♫ ......................................................... 69
CABOCLO SAMAMBAIA .................................................................................... 63 Caboclo que vem da mata } ......................................................................... 69
Quanto tempo que eu não bambeio, ............................................................ 63 Caboclo segura o brado ............................................................................... 69
CABOCLO SERRA VERDE ................................................................................ 63 Caboclo vem da mata .................................................................................. 69
Sobe serra, desce serra ............................................................................... 63 Caboclo vem de Aruanda, Caboclo vem trabalhar ...................................... 69
CABOCLO TAMOIO ............................................................................................ 63 Caboclo venceu demandas } ....................................................................... 69
Índio Tamoio chegou, Índio Tamoio chegou ................................................ 63 Cai, cai dendê ♫ ........................................................................................... 69
CABOCLO TIRA TEIMA ..................................................................................... 63 Caiu uma folha na Jurema } ......................................................................... 69
Na mata virgem eu entrei sozinho} ............................................................... 63 Caminhei, caminhei } ♫ ................................................................................ 69
CABOCLO TREME TERRA ................................................................................ 63 Como é bonito o pisar dos Caboclos ........................................................... 69
Canta, canta sabiá, canta, canta azulão ...................................................... 63 Da onde vem os meus Caboclos, } .............................................................. 69

Índice de Capítulos 5 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Disse que me disse, } ................................................................................... 69 A sua mata é longe, e eles vão embora, ♫ .................................................. 77
É banda, é banda, é banda, é banda, é banda é ......................................... 69 Caboclo apanha sua flecha } ♫ .................................................................... 77
É uma andorinha, é um caçador } ................................................................ 69 Caboclo vai embora, pra cidade da Jurema ♫ ............................................ 77
Eia eia ê boca da mata ................................................................................. 70 Diz um Adeus, Aleluia Adeus }BIS ............................................................... 77
Ele é caboclo da mata virgem } .................................................................... 70 Ele vai, ele vai, ele vai ♫ .............................................................................. 77
Ele foi no mato caçar .................................................................................... 70 Mas eles vão, embora pra cidade da Jurema .............................................. 77
Ele veio da sua cidade } ............................................................................... 70 Galo cantou tá chegando a hora .................................................................. 77
Ele veio de tão longe para saravá Oyá} BIS ♫............................................. 70 Quando os atabaques soam ........................................................................ 77
Estava chovendo na jurema } ♫ ................................................................... 70 Seu Oxóssi vai pra sua aldeia...................................................................... 77
Estrela d’Alva, estrela divina } ...................................................................... 70 Sua pena voou, voou, foi o vento que levou ♫ ............................................ 78
Estrela matutina, clareia o mundo sem parar } BIS ♫ .................................. 70 Tupinambá trouxe a magia e a beleza da mata .......................................... 78
Eu corri terra, eu corri Mar ♫ ........................................................................ 70 Troncos Verdes da Jurema aonde Pai Oxóssi mora ................................... 78
Eu vi chover, Eu vi relampeiar ♫ ................................................................. 70
Eu vi chover, Eu vi relampejar ...................................................................... 70 XANGÔ .......................................................................................... 79
Eu vim da mata e disse que a mata } ........................................................... 70 CABOCLO 7 CACHOEIRAS .............................................................................. 79
Eu vou saravá, senhor Oxóssi }.................................................................... 71 Mas ele vem de longe, da cidade da Jurema } BIS ♫ ................................. 79
Foi na Umbanda que eu nasci } ♫ ................................................................ 71 CABOCLO 7 MONTANHAS ............................................................................... 79
Foi Zambi quem criou o mundo } ♫ .............................................................. 71 Kaô, Ooô, 7 Montanhas guerreiro de Xangô } BIS ...................................... 79
Já dizia um Caboclo,..................................................................................... 71 Mas ele é o caçador, das Sete Montanhas ................................................. 79
Lá na mata, sua mata, .................................................................................. 71 Xangô brada na pedra sua machada de Ouro }BIS ♫................................. 79
Lá no lajedo } ................................................................................................ 71 CABOCLO 7 PEDREIRAS ................................................................................. 79
Mais quem tem santo, têm caboclo, ............................................................. 71 Na sua aldeia lá no Jurema, ........................................................................ 79
Minha mãe quanto me teve, bumba na calunga .......................................... 71 Por detrás daquela serra ♫ .......................................................................... 79
Na imensidão da mata escura } .................................................................... 72 Um juramento ele fez, em cima da cachoeira ............................................. 79
Na macaia de meu pai tem terra } ................................................................ 60 CABOCLO DA CACHOEIRA ............................................................................. 79
Na sua aldeia ele é caboclo } ....................................................................... 72 Meu Pai Xangô, é o Rei La na pedreira } .................................................... 79
Naquela Mata tem Sete Coqueiros .............................................................. 72 CABOCLO DA LUA E DO SOL.......................................................................... 79
Nasci na mata, Da mata não tenho medo .................................................... 61 Caboclo da Lua, Caboclo do Sol ................................................................. 79
O caçador na beira do caminho ♫ ♫ ............................................................ 72 CABOCLO DO SOL ............................................................................................ 79
O caiuza, o caiuza } BIS ............................................................................... 72 Xangô meu pai, cruza na pedra e da pedreira vem..................................... 79
O céu estava estrelado } ............................................................................... 72 CABOCLO PEDRA BRANCA ............................................................................ 80
O cotio se perdeu } ....................................................................................... 72 Caboclo Pedra Branca de Xangô, } ............................................................. 80
Ô Lua Branca Le uê, Ô Lua Branca Le uá } BIS .......................................... 72 CABOCLO PEDRA NEGRA ............................................................................... 80
Ô Saravá meu Pai Oxóssi auê, auá } BIS .................................................... 73 Tava em cima da pedreira, quando o céu trovejou ..................................... 80
O vento ta soprando na mata } ..................................................................... 73 CABOCLO PEDRA PRETA................................................................................ 80
Okê no coquê, Odê, ♫ .................................................................................. 73 Caboclo Pedra Preta ele não gosta de redimir ............................................ 80
Os Caboclos desceram, Lá do alto da serra } .............................................. 73 Seu Pedra Preta é banda na Macaia ........................................................... 80
Oxóssi assoviou na mata, } .......................................................................... 73 CABOCLO PEDRA ROXA ................................................................................. 80
Oxóssi é Capitão de Marambaia }BIS 3x ..................................................... 73 Lá no alto da pedreira o caboclo bradou ..................................................... 80
Oxóssi é o rei da mata, seu reino é o Juremá .............................................. 73 Meu Pai Xangô nos dê agô para cantar ...................................................... 80
Oxóssi é poderoso, da mata ele é o senhor } BIS........................................ 73 Seu Pedra Roxa vem seu Agodô, me dê maleime } ................................... 80
Oxóssi é rei no céu, Oxóssi é rei na terra .................................................... 73 CABOCLO QUEBRA PEDRA ............................................................................ 80
Oxóssi, filho de Iemanjá ♫ ........................................................................... 73 Cheguei Sou Quebra Pedra, } ♫ ................................................................. 80
Oxóssi encontrou Jurema } ........................................................................... 73 CABOCLO SERRA NEGRA ............................................................................... 80
Oxóssi gira, ele gira na Macaia } BIS ♫ ...................................................... 73 Ele é da força de Xangô, ele é do reino de Oxalá ....................................... 80
Oxóssi na Mata é Rei, Oxóssi na Mata é } ................................................... 74 No Alto da Serra, Capitão da Serra ............................................................. 80
Oxóssi, Oxóssi mora na raiz da gameleira } BIS .......................................... 74 São Sete folhas da Jurema, lá no Juremá ................................................... 81
Oxóssi está no mussambê } BIS ♫ .............................................................. 74 Seu Serra Negra vem chegando de Aruanda } ........................................... 81
Portão da aldeia abriu } ................................................................................ 74 CABOCLO VENTANIA ....................................................................................... 81
Que lindo Caboclo de penas, panaiá } ......................................................... 74 Lá na pedreira o Trovão roncou, .................................................................. 81
Quebra Pedra, Arranca Toco, } .................................................................... 74 Ogãn segura o toque.................................................................................... 81
Quem é o Cavaleiro que vem lá de Aruanda ............................................... 74 Oi, rouxinol! Ventania } BIS .......................................................................... 81
Quem manda na Mata é Oxóssi ♫ .............................................................. 74 Seu Ventania vem com a estrela guia ......................................................... 81
Salve os Caboclos } ...................................................................................... 74 Ventoou, Mas que Ventania } BIS ................................................................ 81
Se a estrela de Oxóssi brilha } ...................................................................... 74 XANGÔ NZAZI .................................................................................................... 81
Se é Caboclo. Se é Guerreiro. ...................................................................... 74 Oh Nzazi ê, Oh Nzazi á } ............................................................................. 81
Se meu pai é Caboclo quero ver balancear. }BIS ........................................ 74 PONTOS DE LINHA............................................................................................ 81
Senhor das matas virgens } .......................................................................... 74 A sua machadinha é de ouro, } ♫ ................................................................ 81
Senhor das matas virgens, ele é meu pai .................................................... 75 Deixei meu filho em cima da pedreira ♫ ...................................................... 81
Sereno que cai, são horas da madrugada } ................................................. 75 Dizem que Xangô, mora na pedreira } ♫ .................................................... 81
Sete Caboclos, Sete lanceiros, oi Sete flecheiros........................................ 75 É Xangô o rei lá da Pedreira } ♫ ................................................................. 81
Seu capacete é todo branco ......................................................................... 75 Ele bradou na aldeia, ♫............................................................................... 81
Seu Oxóssi sua banda lhe chama } .............................................................. 75 Ele escreveu na pedra sua justiça real ........................................................ 81
Seu rei da mata, me disse na mata } ............................................................ 75 Ele vem de Aruanda, ele vem trabalhar } .................................................... 81
Sou filho do guerreiro de uma flecha só ♫ .................................................. 75 Escureceu a noite chegou } BIS .................................................................. 82
Sua flecha a tiracolo } ................................................................................... 75 Kâo malei-me Meu Pai Xangô } BIS ............................................................ 82
Tem Caboclo na Mata chama, } ♫ ............................................................... 75 La do alto da pedreira a Faísca vem rolando } BIS ..................................... 82
Toda a tribo tava aqui, onde é que tá? ......................................................... 75 Lá em cima daquela pedreira } .................................................................... 82
Tumba ê Caboclo, Tumba La e ca ............................................................... 76 Mais uma vez Meu Pai Xangô me ajudou } ................................................. 82
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, } .................................................................... 76 Meu Pai Xangô atende essa romaria } BIS ................................................. 82
Umbanda onde estão os seus Caboclos }BIS .............................................. 76 Meu Pai Xangô deixa essa Pedreira ai ♫ ................................................... 82
Vai, estrela tão brilhante ............................................................................... 76 Minha cabeça é de Xangô ........................................................................... 82
Vento que vem .............................................................................................. 76 Na beira do Cariri, eu vi Xangô sentado ...................................................... 82
Vento ventou lá na mata ............................................................................... 76 Ouvi um trovão na pedreira, ouvi ................................................................. 82
Vestimenta de Caboclo é Samambaia } ♫ .................................................. 76 Parede que me emparedou ......................................................................... 82
Vocês tão vendo aquele meu caboclo ♫ ...................................................... 76 Pedra rolou Pai Xangô lá na pedreira ♫ ...................................................... 83
Tá na hora é, tá na hora, .............................................................................. 77 Quando a Lua surgiu, Leão na mata roncou ............................................... 83
SUBIDA DE OXÓSSI ........................................................................................... 77 Quem rola pedra na pedreira é Xangô } ♫ .................................................. 83

Índice de Capítulos 6 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Relampiou, tremeu a terra meu .................................................................... 83 A água nasce nos rochedos, atravessa as matas ....................................... 92
Saravá Xangô e a coroa de Zambi } BIS ...................................................... 83 A iê iê, A iê iê mamãe Oxum } BIS .............................................................. 92
Se eu errei, aqui estou } ♫ ........................................................................... 83 A cachoeira da mamãe Oxum } ♫ ................................................................ 92
Sentado na pedreira de Xangô }................................................................... 83 A iê iê Mamãe Oxum, A iê iê vem nos ajudar .............................................. 92
Uma linda pedra que surgiu no meu caminho .............................................. 83 A Lua vem surgindo prateando a cachoeira }BIS ♫ .................................... 92
Veja que pedreira linda, ................................................................................ 83 A minha Mãe Oxum, Ora Yê iê ô ♫ ............................................................. 92
Xangô chegou na Terra, Xangô girou na Umbanda .................................... 83 Ai, quem me dera me banhar }BIS .............................................................. 92
Xangô é corisco nasceu na trovoada } BIS .................................................. 84 Aieieu Oxum aleroa aieieu até eu xerebabá ................................................ 92
Xangô é rei, é rei Nagô } BIS ♫ ................................................................... 84 Brilhou a estrela matutina, ♫ ....................................................................... 92
Xangô é rei lá na pedreira, } ......................................................................... 84 Caminhando pela mata } ♫ .......................................................................... 93
Xangô faz justiça com Corisco e com Trovão .............................................. 84 Clareia, clareia, clareia mamãe Oxum } BIS ♫ ............................................ 93
Xangô meu pai, amarra os inimigos e dá um nó ♫ ..................................... 84 Cinda é um barqueiro de Cindó, mamãe Cinda } ♫ .................................... 93
Xangô morava nas pedreiras, ♫ .................................................................. 84 Das cachoeiras de mamãe Oxum } ♫ .......................................................... 93
Xangô mostrai a força que vos tem .............................................................. 84 De um lado só visto pena, ♫ ........................................................................ 93
Xangô o o o o o, Meu Pai Xangô .................................................................. 84 Deusa das cachoeiras e cascatas ♫............................................................ 93
Xangô, Xangô, Xangô, kaô } ......................................................................... 84 Deusa dos rios, divindade do amor } ♫ ...................................................... 94
Vai trovejar! ♫ ............................................................................................... 85 Ê emoriô, emoriô Paô }BIS ♫ ...................................................................... 94
SUBIDA DE XANGÔ ........................................................................................... 85 Ela é Oxum, Ela é menina }BIS ................................................................... 94
Já voltei lá na Pedreira e Xangô disse que sim ........................................... 85 Ela é flor de maio, ela é flor de maio ♫ ....................................................... 94
Meu Pai Xangô já berimbou na aldeia .......................................................... 85 Embaixo da cachoeira .................................................................................. 94
Xangô de ori, oro, Xangô me corou } BIS..................................................... 85 Eu quero ver, quero ver o sol nascer } ♫ .................................................... 94
Xangô já vai, já vai pra Aruanda ................................................................... 85 Eu sou da Mina, eu sou da Mina de Ouro } BIS .......................................... 94
Eu vi mamãe Oxum na cachoeira, } ♫ ........................................................ 94
IANSÃ ............................................................................................ 86 Eu vi mamãe Oxum chorando } ♫ ................................................................ 94
PONTOS DE LINHA ............................................................................................ 86 Foi na Beira do Rio, aonde Oxum chorou } BIS ♫ ...................................... 94
A Iansã é mulher guerreira, } ♫ .................................................................... 86 Lá do alto a cachoeira vem descendo a ribanceira ..................................... 94
Aê dindi, Aê dindá ♫ .................................................................................... 86 Lá na pedreira, rola da cachoeira } ♫ .......................................................... 95
Balanceou, balanceá }BIS ............................................................................ 86 Mamãe Oxum, equilibra a vida .................................................................... 95
Brilha estrela guia no horizonte, } ♫ ............................................................. 86 Mamãe Oxum, salve a sua cachoeira }BIS ♫ .............................................. 95
Dona do fogo, descarrega o meu Congá } ♫ ............................................... 86 Nas cachoeiras de mamãe Oxum } ♫ ......................................................... 95
Ela é uma moça bonita, ela é dona do seu Jacutá ...................................... 86 Nessa cidade todo mundo é d’Oxum ♫ ...................................................... 95
Ela firmou seu ponto, ♫ ................................................................................ 86 Nhen-nhen-nhen } ♫ .................................................................................... 95
Eparrei Eparrei, Eparrei bela Oiá } ♫........................................................... 86 No céu uma estrela vem brilhando ♫ ......................................................... 96
Eparrei na Aruanda, a nossa mãe é Iansã ♫ ............................................... 86 No espelho do rio gosta de se olhar } .......................................................... 96
Eram duas ventarolas, eram duas ventarolas } ♫ ........................................ 87 Nuvem de poeira d'água } ♫ ........................................................................ 96
Eu chamei Oiá para minha aldeia ................................................................ 87 O colar da Oxum é da cor de ouro, } ........................................................... 96
Eu só ia procurar um fundamento, ............................................................... 87 O Mãe da Conceição és Linda Flor Divina } BIS ......................................... 96
Eu via Iansã menina, saravándo no Congá.................................................. 87 O rio e de Oxum A iê iêo, ♫ ........................................................................ 96
Guerreira tem um bailar de um beija-flor } ♫ ................................................ 87 Oh, menina, Oh, menina } ♫ ........................................................................ 96
Iansã cadê Ogum? Foi pro mar } ♫ .............................................................. 87 Olha eu, olha eu mamãe Oxum } ♫ ............................................................. 96
Iansã comanda dos ventos ♫ ....................................................................... 87 Olha o barquinho de Cinda, } ....................................................................... 97
Iansã é rainha dos ventos } ♫ ....................................................................... 87 Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } ♫ .................................................... 97
Iansã ela é Dona do Mundo, ♫ ..................................................................... 87 Olori ma, Olori mayor } ♫ ............................................................................ 97
Iansã foi convidada pra uma festa em Nazaré ............................................. 88 Ora iê iê oh minha mãe ♫ ........................................................................... 97
Iansã mãe virgem, do cabelo louro ♫ ........................................................... 88 Oromi má, oromi mayor, } ............................................................................ 97
Iansã Orixá de Umbanda ♫ ......................................................................... 88 Ouvi Mamãe Oxum cantando } ♫ ............................................................... 97
Iansã senhora do amanhecer! } ♫ ................................................................ 88 Oxum aiêiêo, Oxum aiêiêo } ♫ ..................................................................... 98
Iansã tem um leque que venta } ♫ ............................................................... 88 Oxum lá das cachoeiras, Pra você eu vou cantar ....................................... 98
Mas olha o tempo, mas olha o tempo } ♫ .................................................... 88 Oxum, Oxum, Oxum é minha mãe }BIS ...................................................... 98
Meu pai veio de Aruanda, e a nossa mãe é Iansã. ...................................... 88 Oxum estava na beira do rio } ♫ ................................................................. 98
Moça bonita com sua espada iluminada ♫ .................................................. 88 Quando eu era criança, ♫ ........................................................................... 98
Moça bonita................................................................................................... 88 Quando o céu clarear, por cima do meu Congá .......................................... 98
Oh Iansã menina, é do cabelo louro ............................................................. 88 Se minha Mãe é Oxum, ............................................................................... 99
Oh moça linda sua espada é luminosa ♫ ..................................................... 88 Sou filho de Oxum ♫ .................................................................................... 99
Olha eu, olha eu, olha eu, bela Oyá, ♫ ........................................................ 89 Um arco-íris surgiu no céu azul ................................................................... 99
Olha que o céu clareou, ♫ ........................................................................... 89 SUBIDA DE OXUM ............................................................................................. 99
Oyá que vento é esse, olha que ventania } BIS ........................................... 89 E vai, vai, vai, e vai beirando o rio ............................................................... 99
Oyá coro ilê, guerê, guerê } ♫ ...................................................................... 89 Mamãe Oxum salve a banda da Senhora ................................................... 99
Oyá Tetê, Oyá Tetê Oyá } BIS ...................................................................... 89 Quem manda nas cachoeira é Oxum } ........................................................ 99
Raio da manhã vai e clareia ♫ ..................................................................... 89 Vai pro fim do arco-íris ................................................................................. 99
Raio de luz clarão no céu é ventania que vem lá ♫ ..................................... 89
Relampejou lá no céu, deixa clarear } ♫ ...................................................... 90 IEMANJÁ ................................................................................... 100
Santa guerreira Senhora do bambuzal } ♫ ................................................... 90 CABOCLA DO MAR ......................................................................................... 100
Saravá Iansã dos cabelos louros.................................................................. 90 Quando as águas do Rio, ♫ ...................................................................... 100
Tanto mistério guardado ♫ ........................................................................... 90 LENDA DAS SEREIAS ..................................................................................... 100
Vem Oh Vento vem, ♫ ................................................................................. 90 Oguntê, Marabôca, Iala e Soba } ♫ ........................................................... 100
Venta vento ventania, Vento raios e trovão }BIS ......................................... 90 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 100
Vento que vento, que vento, que ventania } ♫ ............................................. 90 Abracei o mar na lua cheia, abracei, } ♫ .................................................. 100
Ventou nas matas, ventou nas pedreiras ♫ ................................................ 90 As estrelas brilham a noite } ....................................................................... 100
Ventou, ventou, vem ventania do mar }BIS ♫ .............................................. 91 Brilhou, brilhou, brilhou } ............................................................................ 100
SUBIDA DE IANSÃ ............................................................................................. 91 E vem, vem, vem, e vem beirando o Mar .................................................. 100
De ih, de ih, mas elas vão beirando o mar } BIS .......................................... 91 Eram duas ventarolas, duas ventarolas } ♫............................................... 100
O vento é quem te trouxe ............................................................................. 91 Eu fiz um castelo de areia } ♫ ................................................................... 100
Eu fiz um pedido a Mamãe Sereia } ........................................................... 101
OXUM ............................................................................................ 92 Eu fui na Praia, pra ver o balanço do Mar }BIS ♫ ..................................... 101
CABOCLO AREIA BRANCA .............................................................................. 92 Eu sou filha de Yaba, Yaba é Minha Mãe } BIS ♫ ..................................... 101
Oxum quando canta na beira do Rio } ♫ ..................................................... 92 Eu vi um pescador, um pescador } ♫......................................................... 101
PONTOS DE LINHA ............................................................................................ 92 Eu vou a praia grande, eu vou pro Mar } ................................................... 101

Índice de Capítulos 7 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Eu vou levar flores no mar } ♫ .................................................................... 101 Treca, treca, que eu vi Nanã, Bangu, bangulê! ......................................... 110
Filha de Iemanjá toda de azul } ♫ ............................................................... 101
Foi lá no Alto Mar } ...................................................................................... 101 OXUMARÉ ................................................................................ 111
Hoje é o Dia de Nossa Senhora ♫ ............................................................. 101 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 111
Hoje, hoje eu vou cantar ♫ ........................................................................ 101 Arroboboi Oxumarê, Arroboboi Oxumarê .................................................. 111
Iemanjá com seus encantos ♫ .................................................................. 102 Marê, Marê, Marê } ♫ ................................................................................. 111
Iemanjá é a rainha do Mar } BIS ................................................................. 102 Nas águas da cachoeira quem reluz é Oxumarê ...................................... 111
Iemanjá é Sereia do Fundo do Mar, } ......................................................... 102 Oxumarê, marê Marê, na Marê Marê, Marê na aldeia .............................. 111
Iemanjá, Ie, Iemanjá } BIS ♫ .................................................................... 102 Quando a chuva surgia, ............................................................................. 111
Iemanjá ô, olha seus filhos á Beira Mar } BIS ♫........................................ 102 Sete cores ele traz, Sete cores de magia .................................................. 111
Iemanjá odociaba ♫ .................................................................................... 102
Janaina minha deusa ♫ .............................................................................. 102
LOGUN EDÉ .............................................................................. 112
Mãe de samba motumbá, capoeira camará } ♫ ......................................... 102 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 112
Mãe d’água rainha das ondas sereia do Mar } ♫ ....................................... 103 Menino caçador, Flecha no mato bravio ♫ ................................................ 112
Minha sereia rainha do mar } ...................................................................... 103
O Mar tem segredos } ................................................................................. 103
IROKO........................................................................................ 113
Odoiá, Odociaba ......................................................................................... 103 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 113
Oh dai-me licença ê, oh dai-me licença ..................................................... 103 Iroko, Iroko ê, ê ê ♫ .................................................................................... 113
Oi no fundo do mar tem pedra } ♫ ♫ .......................................................... 103
VIBRAÇÃO DAS SETE LINHAS ........................................... 114
Quanto nome tem a Rainha do Mar? } BIS ♫ ............................................ 103
Que canto lindo que vem lá do mar } ♫ ...................................................... 103 SETE LINHAS ................................................................................................... 114
Quem quiser viver sobre a Terra ................................................................ 103 Choramingando as minhas mágoas } ♫ .................................................... 114
Salve as conchinhas de Prata, salve quem aqui esta ................................ 103 Nesta Casa de Guerreiro, Ogum ♫ .................................................... 114
Salve Iemanjá, A rainha das ondas, soberana do mar .............................. 104 Hoje é o Dia de Nossa Senhora, ♫ ............................................................ 114
Senhora do rosário foi quem me trouxe aqui }BIS ♫ ................................. 104 Eu vi mamãe Oxum na cachoeira } ♫ ........................................................ 114
Sonhei que estava na beira da Praia ......................................................... 104 Vem Oh Vento vem, Sopra bem forte ........................................................ 114
Um barco no mar navega, Em noite de lua cheia ...................................... 104 Eu corri terra, eu corri Mar ♫ ..................................................................... 114
Vai meu barquinho sereno } ....................................................................... 104 Mais uma vez Meu Pai Xangô me ajudou } ............................................... 114
Vai ter festa no mar ..................................................................................... 104 DESCARREGO DOS ORIXAS ......................................................................... 114
Vamos saravá, mãe Iemanjá ...................................................................... 105 Ogum bateu na terra, no raio de Xangô ♫ ................................................. 114
SUBIDA DE IEMANJÁ ...................................................................................... 105 DESCARREGO DE IEMANJÁ.......................................................................... 114
A onda do Mar rolou, a onda do Mar rolou } BIS ........................................ 105 Descarrega, descarrega, todo o Mal que aqui está ................................... 114
A onda que te trouxe é que te leva para o mar } BIS ................................. 105 DESCARREGO DE OGUM ............................................................................... 114
O navio apitou vai de mar a fora } BIS ♫ .................................................... 105 Querem destruir o Meu Reinado } BIS ....................................................... 114
DESCARREGO DE OXÓSSI ............................................................................ 114
OMOLU ...................................................................................... 106 Olha o Meu tigre, Dente de Sabre } ........................................................... 114
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 106 DESCARREGO DE XANGÔ............................................................................. 115
Andei, andei Papai, pra conhecer } ............................................................ 106 Quebra Coco na pedreira, quero ver arrebentar ....................................... 115
Cadê a chave do baú, ta com o mestre Omolu} BIS ♫ .............................. 106
PRETOS VELHOS .................................................................... 116
Casinha Branca, caiada de Sape } BIS ...................................................... 106
Ele é um grande Orixá, ♫ ........................................................................... 106 FEITICEIRO NEGRO ........................................................................................ 116
Era um velho muito velho ♫........................................................................ 106 Por que tantos desamores ♫ .................................................................... 116
Há quanto tempo } ...................................................................................... 106 PAI AMBRÓSIO ................................................................................................ 116
Meu pai Oxalá é o rei venha me valer } BIS ♫ ........................................... 106 Chegou Pai Ambrósio chegou } ................................................................. 116
Na pedra fria, No pé do morro } ♫ .............................................................. 106 PAI ANDRÉ ....................................................................................................... 116
Obaluaiê, é meu Orixá } BIS ....................................................................... 106 Com flores brancas, minhas almas vou louvar } ........................................ 116
Obaluaiê que vem pra me curar } BIS ........................................................ 106 PAI BENEDITO DE ARUANDA ........................................................................ 116
Omolu é Tata com sua Lança } BIS ........................................................... 106 Pai Benedito é feiticeiro, em Aruanda justiceiro ........................................ 116
Perdão Obaluaê, perdão ♫ ......................................................................... 106 Pai Benedito é preto, sadona, } ♫ .............................................................. 116
Se ver um Velho no caminho pede a bênção } BIS ................................... 106 Quem é aquele velhinho que vem no caminho ......................................... 116
Suas Flores sagradas são deborô ♫ .......................................................... 107 PAI ANTONIO ................................................................................................... 116
Vovô abauatê insumburê, ♫ ....................................................................... 107 Que fumaça cheirosa vovô } ♫ .................................................................. 116
SUBIDA DE OMOLU ......................................................................................... 107 PAI BERNARDO ............................................................................................... 116
Um passarinho cantava .............................................................................. 107 Lá vem Pai Bernardo } ............................................................................... 116
PAI CIPRIANO .................................................................................................. 117
NANÃ BURUQUÊ .................................................................... 108 Pai Cipriano vai chegar agora }.................................................................. 117
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 108 PAI CONGO ...................................................................................................... 117
Atraca, atraca, ♫ ......................................................................................... 108 Pisa na Linha de Congo, Meu filho, filho meu } ♫ ..................................... 117
Atraca, atraca, quem vem na Onda é Nanã ............................................... 108 PAI FIRMINO DE ANGOLA .............................................................................. 117
Deusa das águas salobras ♫ ..................................................................... 108 Eu sou Firmino, venho de Angola } ............................................................ 117
Ela é sinda, é Orixá } ♫ .............................................................................. 108 PAI FRANCISCO .............................................................................................. 117
Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS ....................................... 108 Hoje é dia de Gira de Preto, } .................................................................... 117
Fui chamado de cordeiro ♫ ....................................................................... 108 PAI GUINÉ......................................................................................................... 117
Minha mãe é Nanã ...................................................................................... 108 É o vento que balança a Folha Guiné } ♫ .................................................. 117
Nanã das águas paradas ♫ ........................................................................ 109 PAI JACÓ .......................................................................................................... 117
Nanã é mãe dos Orixás! ............................................................................. 109 Pai Jacó vem de Angola } .......................................................................... 117
Nanã, ó minha mãe Nanã! } BIS ................................................................. 109 PAI JEREMIAS ................................................................................................. 117
Nanã vem das neves, ................................................................................. 109 Canoeiro, Canoeiro, o que trás nessa canoa ............................................ 117
Naquela fazenda ......................................................................................... 109 PAI JOAQUIM DE ANGOLA ............................................................................ 117
O mar roncava, ........................................................................................... 109 E na aroeira de São Benedito, } ♫ ............................................................. 117
Oh Iemanjá oh Iemanjá! ............................................................................. 109 Oi Din, din, din, din, din, din } ..................................................................... 117
Oh, Nanã, cadê Oxum? .............................................................................. 109 Que preto é esse, oh calunga } ♫ .............................................................. 117
Oi nas ondas do mar................................................................................... 109 Tem Dendê Meu Zé Fio, Oi Tem Dendê } BIS .......................................... 117
Salubaê, salubaê Nanã .............................................................................. 109 PAI JOAQUIM DE XANGÔ ............................................................................... 118
São flores Nanã, são flores, ....................................................................... 109 Xangô está no Alto da pedreira } ............................................................... 118
Senhora Santana, Mãe de misericórdia! .................................................... 110 Xangô me chamou, Pai Joaquim lá na pedreira }...................................... 118
Senhora Santana, Quando andou pelos montes ....................................... 110 PAI JOÃO .......................................................................................................... 118
Senhora Santana, Senhora Nanã .............................................................. 110 Na Angola tem um velho que caminha devagar ........................................ 118

Índice de Capítulos 8 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Na igreja do Nosso Senhor do Bonfim } ..................................................... 118 Leo, leo, leleo Rei de Congo leleo ♫ ......................................................... 125
O Preto Velho que nasceu no cativeiro ...................................................... 118 Meu cachimbo ta no toco ] ♫ ..................................................................... 125
Olha quem vem, vem de Aruanda .............................................................. 118 Meu pito ta apagado, minha marafa acabou ♫ ......................................... 125
Pai João vai sacudir a toalha no Congá }BIS ♫ ......................................... 118 Minha cachimba tem mironga } ♫ .............................................................. 125
Se a pedra é dura } ♫ ................................................................................. 118 Na senzala onde o preto chorou, ............................................................... 125
Se segura que agora eu vou correr } ♫ ...................................................... 119 Nego esta molhado de suor, ...................................................................... 125
Tem alegria de Preto } ................................................................................ 119 O preto por ser preto .................................................................................. 125
PAI JOBIM ......................................................................................................... 119 O lêlê Meu Deus do céu que alegria } ♫ .................................................... 126
Santa Rita me Saravá, } ............................................................................. 119 Oh skindin, oh skindin, oh skindin, oh Mujongo } ♫ ................................... 126
PAI JOSÉ ........................................................................................................... 119 Olha o Preto chegou no terreiro ................................................................. 126
Ele vive no meio das flores, }...................................................................... 119 Os velhos que vem no terreiro } ♫ ............................................................. 126
Pai José da Praia vem, vem aqui nos ajudar } ........................................... 119 Por esse dia, por essa hora } ..................................................................... 126
Quem tem a cabeça tão grande ♫ ............................................................. 119 Preto na senzala bateu sua caixa, } ♫ ....................................................... 126
Um grito de liberdade, e a corrente se quebrou ♫ .................................... 119 Preto é preto é preto, o Sadona ♫ ............................................................. 126
PAI JOSIAS ....................................................................................................... 119 Preto Velho ele vem de Aruanda } ♫ ......................................................... 126
Oi Salve Deus, Salve os Pretos Velhos de Aruanda.................................. 119 Preto Velho o que é isso } .......................................................................... 126
PAI JULIÃO ....................................................................................................... 119 Preto Velho senta no Toco, faz o sinal da cruz } ♫ ................................... 126
Pai Julião de Aruanda do reino de Zambi .................................................. 119 Preto Velho ta quebrado de tanto trabalhar } ♫ ......................................... 127
PAI LOURENÇO ................................................................................................ 119 Preto Velho trabalha sentado } ♫............................................................... 127
Preto Velho vem com a Folha Verde na mão } .......................................... 119 Que preto é esse, Oh Cambinda ............................................................... 127
PAI LUIZ DE ARUANDA ................................................................................... 120 Que som esse menino vem do lado de la } BIS ♫ ..................................... 127
Kâo, kâo, Xangô, } ♫ ................................................................................. 120 Quenguele, quenguele Xangô } ................................................................. 127
PAI MALAQUIAS ............................................................................................... 120 Senzala em festa, Umbanda em alegria }BIS ♫ ........................................ 127
Ele vem lá de Aruanda com a Luz da Estrela Guia} .................................. 120 Tem pena dele São Benedito, tenha dó } .................................................. 127
PAI MANECO .................................................................................................... 120 Tira o cipó do caminho oh menino } ........................................................... 127
Chegou Pai Maneco de Aruanda................................................................ 120 Tizorere, Orere, Orara } BIS ....................................................................... 127
Ele é Preto Velho, Preto sim senhor ♫ ....................................................... 120 Traga o seu cachimbo, traga o vinho do vovô } ♫ ..................................... 127
Maneco chama feitiço } ♫ ........................................................................... 120 Toda ladeira tem, toda ladeira tem rolador ................................................ 127
PAI MIGUEL....................................................................................................... 120 Um lindo Sol apareceu ............................................................................... 128
Na Angola tem um Velho } .......................................................................... 120 Vou contar uma história Para todo mundo ver .......................................... 128
PAI MIQUIMBA .................................................................................................. 120 Yorima, Yorima, .......................................................................................... 128
Olha que lá vem Preto Velho, oiaiá } .......................................................... 120 Zum zum zum bateu na porta, ................................................................... 128
PAI SERAFIM .................................................................................................... 120 SUBIDA DOS PRETOS VELHOS .................................................................... 128
Pai Serafim vem do Meio das Flores } ....................................................... 120 A sineta do céu bateu, } ♫......................................................................... 128
Quando a noite é linda ♫ ............................................................................ 120 E vai Preto velho subindo pro céu ............................................................. 128
PAI SERAPIÃO .................................................................................................. 120 Eu lhe dei boa noite Sá Dona ♫ ................................................................. 128
O Meu Senhor das Almas, Não me diga Não ............................................ 120 Preto velho vai ao ló } ............................................................................... 128
PAI TIÃO ............................................................................................................ 121
Nasce o Sol de mansinho e Pai Tião a apreciar ........................................ 121 PRETAS VELHAS .................................................................... 129
PAI TOMAS........................................................................................................ 121 MÃE MARIA ...................................................................................................... 129
Oh Pai Tomás } BIS ♫ ................................................................................ 121 Mãe Maria, vem de Aruanda, ..................................................................... 129
Vem das bandas do sol nascente ♫ .......................................................... 121 Salve Mãe Maria de Minas, } ♫ .................................................................. 129
PAI TOMÉ .......................................................................................................... 121 MÃE MARIA DA PRAIA ................................................................................... 129
Mãe Maria cadê Pai Tomé } ....................................................................... 121 Ai vem, Mãe Maria que vem do lado de lá } .............................................. 129
TIO ANTÔNIO .................................................................................................... 121 TIA MARIA ........................................................................................................ 129
Axé, Axé, Axé, Tio Antônio é baiano, ......................................................... 121 Ê Tia Maria, Preta Velha da Bahia }BIS ♫ ................................................. 129
Pedi licença Mamãe Oxum } ....................................................................... 121 Entrai na Umbanda, filho aqui pertence } ♫............................................... 129
TIO TONHO........................................................................................................ 121 VÓ ANA ............................................................................................................. 129
Meu Sr. da Casa Grande não me bata por favor} ...................................... 121 Ela chegou num navio negreiro} ................................................................ 129
VOVO JOÃO ...................................................................................................... 122 VÓ BENEDITA .................................................................................................. 129
Mas ele vem caminhando lá de Angola } ♫ ................................................ 122 Figa cruzada e bem trabalhada, Veio da Bahia ......................................... 129
VOVO JOAQUIM ............................................................................................... 122 VÓ CAMBINDA ................................................................................................. 129
Ele vem da Bahia, ele vem trabalhar } ♫ .................................................... 122 Cambinda estava dormindo, na porteira do curral..................................... 129
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 122 É vovó, é vovó, é vovó, é vovó }BIS ♫ ..................................................... 129
A Lua lá no céu surgiu ................................................................................ 122 Lá no horizonte numa terra quente ............................................................ 130
Ai Meu tempo, faz tanto tempo, .................................................................. 122 Vovó Cambinda mandou apanhar seu coité }BIS ♫ .................................. 130
Aiue meu cativeiro } ♫ ................................................................................ 122 Vovó Cambinda onde você mora, .............................................................. 130
Arriou na linha de Congo, } ......................................................................... 122 Vovó Cambinda tem, tem, .......................................................................... 130
Aruanda é longe, e ninguem vai lá }BIS ♫ ................................................. 122 VÓ CATARINA .................................................................................................. 130
Bate tambor la na Angola, Bate tambor } BIS ♫ ........................................ 122 Saravá pra Vovó Catarina, } ♫ ................................................................... 130
Bate tambor na calada da noite, oh negro } ♫ ........................................... 123 Vovó Catarina e, e, Vovó Catarina e, a } BIS ............................................ 130
Caminhou, caminhou } ♫ ............................................................................ 123 VÓ CHICA ......................................................................................................... 130
Cativeiro, cativeiro } BIS ♫.......................................................................... 123 A vovó Chica vem de longe ♫ .................................................................... 130
Com dendê, com dendê } ♫........................................................................ 123 Acabou meu cigarro de palha } .................................................................. 130
Congo ê, Congo ê ♫ .................................................................................. 123 Gira, gira, girou, Vovó Chica chegou } ....................................................... 130
Congo veio que veio de Angola ♫ ............................................................. 123 VÓ DOLORES ................................................................................................... 131
Chora meu Cativeiro, } ................................................................................ 123 Eu fui no Canavial, eu fui lá, fui colher cana .............................................. 131
Deixei meu cachimbo no toco } .................................................................. 123 VÓ FRANCISCA ............................................................................................... 131
É cativeiro, é cativeiro}BIS .......................................................................... 123 Abra o caminho que a vovó chegou} ......................................................... 131
É meu Preto Velho, ..................................................................................... 123 Vovó Francisca vem de Angola ................................................................. 131
E na Aruanda êêê, É na Aruanda ááá } BIS .............................................. 124 VÓ JOAQUINA .................................................................................................. 131
É Preto, é preto, é do Meu Congá .............................................................. 124 Saravá Vovó Joaquina, Saravá o seu Congá } ♫ ...................................... 131
Ecoou um canto forte na senzala} BIS ♫ ................................................... 124 VÓ MARIA CONGÁ .......................................................................................... 131
Fazenda velha, cumeeira arriou } BIS ♫ .................................................... 124 Abre este terreiro, abra este Congá ........................................................... 131
Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá ..................................................... 124 La no Congá nossa querida Vovó Maria Congá ........................................ 131
Firma ponto minha gente, Preto Velho vai chegar } ♫ ............................... 124 Maria Congá é quem vence demandas }BIS ♫ ......................................... 131
Hoje é dia de Preto ..................................................................................... 125 VÓ MARIA ......................................................................................................... 131
Lá no céu eu vi estrela correr ..................................................................... 125 É Vovó Maria, que chora a mironga .......................................................... 131

Índice de Capítulos 9 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Saravá Maria de Angola, Preta Velha guerreira ......................................... 131 Eu vi Doum na beira d’água ♫ ................................................................... 137
Vovó Maria, com arruda e guiné } BIS ♫ .................................................... 131 Fui no jardim colher as rosas e a vovózinha } ♫ ....................................... 137
Vovó Maria, ela vem da Bahia } BIS ........................................................... 131 Ibejada esta de ronda e São Jorge de Prontidão ♫ .................................. 138
Vózinha Maria das Dores Iaia } .................................................................. 131 Mas que lindo cavalo branco, .................................................................... 138
VÓ MARIA DO BALAIO .................................................................................... 132 Na Bahia tem um coco, } ♫ ........................................................................ 138
Maria veio de lá } ♫ ..................................................................................... 132 O erê, O erê, onde está o erê? }BIS ♫ ...................................................... 138
VÓ MARIA REDONDA ...................................................................................... 132 Papai me mande um balão, com todas as crianças } ................................ 138
Fio Se Sunsê precisar é só pensar na Vovó } ♫ ........................................ 132 Quando a Lua brilha no Céu, } ♫ ............................................................... 138
Oi Quem vem lá, Oi Quem vem lá } ♫ ....................................................... 132 São 3 estrelinhas, Todas três em carreirinha ............................................ 138
VÓ MARIA RITA ................................................................................................ 132 São Cosme mandou fazer ......................................................................... 138
Bahia, terra tão linda ♫ ............................................................................... 132 São Cosme, São Damião, Sua santa casa cheira..................................... 138
VÓ MARIA SACAMBINDA ................................................................................ 132 Tem bala de coco e peteca, } ♫ ................................................................. 138
Maria Sacambinda, lavandeira de Sinhá .................................................... 132 Titia me deu cocada, tio me deu guaraná } BIS ♫ ..................................... 138
VÓ RITA ............................................................................................................. 132 Titia você tem um Congá que é uma beleza } BIS .................................... 138
Vovó Rita chegou no terreiro, ..................................................................... 132 Um, Dois, Três, ♫ ....................................................................................... 139
VÓ SABINA........................................................................................................ 132 Vadeia dois-dois ......................................................................................... 139
Vovó Sabina nega lavadeira } ♫ ................................................................ 132 Vamos levantar o cruzeiro de Jesus .......................................................... 139
VÓ ZEFA ............................................................................................................ 132 Voa ,voa andorinha, ................................................................................... 139
A nega falou pra mim, Zé fio manda buscar } ............................................ 132 Vou pedir licença à Zambi e ao Sagrado Coração .................................... 139
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 133 Quem vem lá, quem vem lá de tão longe .................................................. 139
A fumaça do cachimbo do(a) Vovô(ó) } ...................................................... 133 SUBIDA DAS CRIANÇAS ................................................................................ 139
A nega mandou fazer macumba................................................................. 133 Andorinha que voa, voa, Andorinha } ........................................................ 139
Cambinda Mamãe Eh, Cambinda Mamãe Ah } BIS ................................... 133 Ibejada já vai embora, } ♫ .......................................................................... 139
Ela mandou rezar }BIS ♫ ............................................................................ 133
Ela vem do Mar, ela vem da Areia ............................................................. 133 BAIANO ..................................................................................... 140
Flor de Laranja Vovó pegou ♫ ♫ ................................................................ 133 BAIANA MARIA BAIANA ................................................................................. 140
Navio Negreiro no fundo do mar } BIS ♫ ................................................... 133 Oh Maria Baiana, quando vem trabalhar. .................................................. 140
Oh Preta velha você não me engana } ....................................................... 133 BAIANA MARIA BONITA ................................................................................. 140
Pelo dia de Hoje, eu quero Festa neste Terreiro ....................................... 133 Acorda Maria Bonita, levanta vai fazer o café ........................................... 140
Preta velha filha de sinhá } ♫ ..................................................................... 133 BAIANA MARIA HOMEM ................................................................................. 140
Toda beleza negra vem de Angola ♫ ......................................................... 134 O Moço, mais não mexa comigo................................................................ 140
Tudo o que eu peço a Vovó ela faz ♫ ........................................................ 134 Senhor do Bonfim mandou Luz infinita } BIS ............................................. 140
Vim de Luanda, meu pai é rei ♫ ................................................................. 134 BAIANO JOÃO BAIANO .................................................................................. 140
Vovó não quer casca de Coco no terreiro } BIS ♫ ..................................... 134 Não se meta com baiano, .......................................................................... 140
Vovó tem Sete Saias, na última saia tem mironga ♫ ................................. 134 BAIANO MALAQUIAS ...................................................................................... 141
Vovó viveu no tempo da escravidão } ........................................................ 134 Me chamam de baiano Malaquias, ............................................................ 141
Vovô diz por que, vovó diz por que, ........................................................... 134 BAIANO MALANDRO MIGUEL ....................................................................... 141
SUBIDA DE PRETA VELHA ............................................................................. 134 Dizem que ele matou } ♫ ......................................................................... 141
A sineta do céu bateu, Oxalá já diz é hora } BIS ♫ .................................... 134 BAIANO ZÉ BAIANO ........................................................................................ 141
E vai Preta velha subindo pro céu .............................................................. 134 Meu Zé baiano, amigo de Lampião ........................................................... 141
Preta velha vai ao ló } ................................................................................. 134 Seu Zé Baiano agora que eu quero ver ..................................................... 141
Quando ela vai embora } ............................................................................ 134 Zé Baiano cortou Coco , lá no sertão da Bahia ......................................... 141
SUBIDA DE VÓ ZEFA ....................................................................................... 135 BAIANO ZÉ DA MEDALHA .............................................................................. 141
A Nega chegou de Aruanda } ..................................................................... 135 Oh José, Oh José, } ................................................................................... 141
BAIANO ZÉ DO COCO ..................................................................................... 141
CRIANÇA ................................................................................... 136 Auê Zé do côco, joga o côco pro ar } ......................................................... 141
BASTIÃO ........................................................................................................... 136 Olha a ginga do Moço, e olha a dança no pé } .......................................... 141
Ainda bem que era dia, Papai mandou chamar ......................................... 136 BAIANO ZÉ DO PORTO ................................................................................... 141
CHIQUINHA ....................................................................................................... 136 Foi Zé que cortou o pau} ............................................................................ 141
Ela gira na cachoeira, ................................................................................. 136 BAIANO ZÉ DO TRILHO .................................................................................. 141
JOÃOZINHO ...................................................................................................... 136 Oi Corre os Trilhos gente que lá vem o trem ............................................. 141
Mas ele é pequenininho, mora no fundo do Mar ♫ .................................... 136 BAIANO ZÉ MALANDRO ................................................................................. 142
MARIAZINHA ..................................................................................................... 136 Dizem que Malandro não morre } ♫........................................................... 142
Mariazinha da beira da praia } .................................................................... 136 Ele é malandro por ser trabalhador }BIS ................................................... 142
Mariazinha nasceu na beira do rio, } ♫ ...................................................... 136 Malandro, malandro, malandro .................................................................. 142
PEDRINHO......................................................................................................... 136 Malandro desce o morro } ♫ ...................................................................... 142
Ele é uma criança, ele é um Erê................................................................. 136 Malandro que não conhece o amor, .......................................................... 142
RITINHA ............................................................................................................. 136 Malandro se na minha cara der, } ♫ ......................................................... 142
Abre a roda, abre a roda ............................................................................. 136 Saia do meio, arreda aí, vai lá pro canto, }BIS ♫ ...................................... 142
ROSINHA ........................................................................................................... 136 Você esta vendo aquela casa pequenina, } ♫ .......................................... 142
Vovó Francisca a Rosinha onde está } BIS ................................................ 136 BAIANO ZÉ PELINTRA .................................................................................... 142
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 136 A história de um certo Zé, agora eu vou contar } ♫ ................................... 142
Bahia é terra de dois, é terra de dois irmãos ♫ ......................................... 136 Boa noite pra quem é de Boa Noite, } ♫ ................................................... 142
Cosme e Damião, a sua casa cheira ♫ ...................................................... 136 Boa noite Zé Pilintra, ♫ ............................................................................. 142
Cosme e Damião, Cadê Doum ................................................................... 136 Cabaré abriu há uma hora da manhã ........................................................ 143
Cosme e Damião, Damião cadê Doum ♫ .................................................. 136 Choveu chuva de Ouro lá na Serra do Dendê ........................................... 143
Dois, dois, Sereia do mar, } ........................................................................ 136 Com seu chapéu de palha, E seu lenço no pescoço ................................ 143
Cosme e Damião, o que é que eu vou comer? .......................................... 136 De manhã cedo, quando eu desço a ladeira } ........................................... 143
Criança - erê Criancerê, pra receber uma graça ♫ .................................... 137 De terno branco, Seu Punhal de Aço puro ................................................ 143
Doum é amigo leal, } ................................................................................... 137 Dim, dim, dim, dim, dim, } BIS Risca ponto! ♫........................................... 143
E hoje é de 27 de setembro } ♫ ................................................................. 137 Eu encontrei, Zé Pelintra na estrada ......................................................... 143
É Cosme, É Cosme ♫ ................................................................................. 137 Eu estava no jogo Oh Seu Zé .................................................................... 143
Ele vem do mar, ele vem da mata }BIS ♫ .................................................. 137 Eu falei pra você que a malandragem já por si só } .................................. 143
Erê danda, danda Erê, danda } .................................................................. 137 Lá vem o trem de ferro com a madeira amarela, } .................................... 144
Erê trabalha sentado, erê trabalha sorrindo }BIS ♫ ................................... 137 Leva fé, leva fé nesse homem, } ♫ ............................................................ 144
Eu fiz uma prece em forma de canção ♫ ................................................... 137 Me mandaram um feitiço ............................................................................ 144
Eu quero doce, e me da doce } .................................................................. 137 Meu Senhor não Maltrate esse Nego ........................................................ 144
Eu quero doce, eu quero bala ♫ ................................................................. 137 Mulher, Mulher } ......................................................................................... 144

Índice de Capítulos 10 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Na baixa do sapateiro ♫ ............................................................................. 144 Estava na estação, Aroeira ........................................................................ 153
Nosso Senhor cadê Zé Pelintra? } ............................................................. 144 Eu vim lá do Terreiro, Terreiro do Bom Jesus }BIS ................................... 153
O morro de Santa Teresa está de luto } ♫ ................................................. 144 Inheco inheco tico tico mela mela .............................................................. 153
Oh Zé fecha as porteiras } .......................................................................... 144 Lá na Bahia ninguém pode com Baiano } BIS ........................................... 153
Oh Zé quando vem de Alagoas } ................................................................ 145 Mas olha eu Camarada, Camarada meu } BIS ♫ ...................................... 153
Oh Zé quem você é } BIS ........................................................................... 145 Na Bahia tem, vou mandar buscar ♫ ........................................................ 153
Oh Zé ,Zé Pelintra enganador .................................................................... 145 Na Bahia tem um Coco } ♫ ....................................................................... 153
Pra dizer seu nome, Seu Zé tem capricho } BIS ........................................ 145 Nesse terreiro tem baiano feiticeiro, }BIS ♫ ............................................. 153
Quando eu vim da Bahia nem Casa eu tinha } BIS.................................... 145 Nossa senhora da Lapa, ............................................................................ 153
Que samba bom, que samba da hora }BIS ................................................ 145 O baiano amarrou o boi lá no pé do Araça }BIS ♫ ................................... 153
Quem duvida de Zé Pelintra} ...................................................................... 145 Oh não se meta com baiano } .................................................................... 153
Quem é aquele homem sentado logo ali } ................................................. 145 Olha vamos na dança do Caxambu, ♫ ...................................................... 154
Quem foi que viu Zé Pelintra no meio deste salão..................................... 145 Pisa baiano, pisa lá que eu piso cá } ♫ .................................................... 154
Quem me guia, quem me guia } ................................................................. 146 Quando eu vim da Bahia eu vim só } ......................................................... 154
Seu Zé, ele é mestre de Aruanda ............................................................... 146 Quando eu vim da Bahia estrada eu não via }BIS ♫ ................................ 154
Seu Zé Pelintra não teve pai, ..................................................................... 146 Quando eu vim lá da Bahia, eu trouxe meu patuá ♫................................. 154
Seu Zé Pelintra onde é que o senhor mora } ♫......................................... 146 Quem tem baiano pisa, eu quero ver pisa } BIS ........................................ 154
Seu Zé Pelintra quando vem, Ele traz sua magia ...................................... 146 São 7 linhas Jurema } ................................................................................ 154
Seu Zé Pelintra quando vem lá de Aruanda } ............................................ 147 Subia serra, descia ladeira, } ♫ ................................................................. 154
Seu Zé tá bêbado por quê? } BIS ............................................................... 147 Ta na hora do Sererê, ................................................................................ 154
Sou filho de Zé Pelintra tenho que me orgulhar ......................................... 147 Todo Baiano que vem lá da Bahia } ♫ ...................................................... 155
Subi no morro pra ver o Exu } ..................................................................... 147 Um baiano um coco, Dois baiano dois coco .............................................. 155
Tava em cima do Muro, .............................................................................. 147 Vamos baianada pisar no Catimbó } .......................................................... 155
Tira seu sorriso do caminho, ...................................................................... 147 SUBIDA DOS BAIANOS .................................................................................. 155
Trabalho prá sustentar mulher e sogra, ..................................................... 147 Despedida de baiano , faz chorar, ............................................................. 155
Tranca Ruas e Zé Pelintra .......................................................................... 147 O trem apitou Baiano viajou } BIS .............................................................. 155
Trololó, Trololó, } ......................................................................................... 147 Pe pe pe o pelourinho lhe chama .............................................................. 155
Vem cá Seu Zé, venha me valer, ............................................................... 148 Vai se embora pra Bahia, ........................................................................... 155
Zé Pelintra foi a Igreja, ................................................................................ 148 Bahia está lhe chamando ........................................................................... 155
Zé Pilintra no Catimbó é tratado de Doutor ................................................ 148 SUBIDA DO SEU ZÉ MALANDRO .................................................................. 155
Zé Pelintra Zé Pelintra Boêmio da madrugada, } ....................................... 148 Agora pro seu morro vai subir ♫ ................................................................ 155
Zé Pelintra, Zé Pilintra Moço do chapéu de lado ....................................... 148 Oh que lindo Cantar, oh que lindo laranjal................................................. 155
CAPOEIRA......................................................................................................... 148 Oh que lindo Cantar, oh que lindo laranjal................................................. 155
Berimbau é pau, é pau, } ............................................................................ 148 Seu Zé chegou, Seu Zé trabalhou ............................................................. 155
Era uma noite sem lua, }BIS 2x .................................................................. 148 Seu Zé Malandro vai embora Oxalá mandou chamar ............................... 155
Eu vim aqui foi pra te ver } .......................................................................... 148
No tempo em que negro chegava fechado em gaiola................................ 149 MARINHEIRO .......................................................................... 156
Paranauê Paranauê Paraná } BIS .............................................................. 149 LINDOLFO......................................................................................................... 156
Pega esse nego derruba no chão .............................................................. 149 Tarimã, Tarimã, Tarimã } ........................................................................... 156
Que som é esse menino? Vem do lado de lá }BIS .................................... 149 MARTIN PESCADOR ....................................................................................... 156
Sabia cantou no pé da laranjeira }BIS ........................................................ 149 Seu Martin Pescador, que vida é a sua } ♫ ............................................... 156
Zum, Zum, Zum Capoeira mata um } BIS .................................................. 150 Martin Pescador, que banda é a sua } ♫ ................................................... 156
MACULELÊ........................................................................................................ 150 MARTINHO........................................................................................................ 156
Boa noite pra quem é de boa noite } .......................................................... 150 O Seu Martinho cadê as ondas do mar }BIS ♫ ......................................... 156
Certo dia na cabana um guerreiro } ♫ ........................................................ 150 Seu Martinho vem ver, Seu Martinho vem cá ............................................ 156
E na hora ê, e na hora á } ♫ ....................................................................... 150 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 156
Eu dei um corte de facão na samambaia ♫ ............................................... 150 A barquinha virou ♫ .................................................................................. 156
Eu sou um menino ♫ .................................................................................. 150 A cachaça boa é do pau de alho } BIS ...................................................... 156
Eu vi a luta, eu tava lá } ♫........................................................................... 150 A marola vai, a marola vem, ...................................................................... 156
Eu vim pela mata, eu vinha ♫ .................................................................... 150 Atravessei o mar a nado ♫........................................................................ 156
Ô Sinhô, dono da casa, nós viemo aqui lhe vê, } ♫ ................................... 150 Canoeiro, canoeiro } ♫ ............................................................................... 156
Quando eu vou me embora, olé ♫ ............................................................ 150 É o marinheiro Capitão Que no apito do navio .......................................... 156
Tê, tê, tê, olha tê, tê á ♫ ............................................................................. 150 Eu entrei de gaiato no navio } .................................................................... 157
Tindolelê auê Cauiza, Tindolelê é sangue real ♫ ...................................... 150 Foi pelo canto da sereia } ♫ ....................................................................... 157
Nagô quando morre vai pra cova de benguê ............................................. 151 Lá fora apitou um navio ♫ ......................................................................... 157
MALANDRINHO ................................................................................................ 151 Marinheiro agüenta o leme } ...................................................................... 157
A Bananeira que eu plantei a meia noite.................................................... 151 Marinheiro Oiá, oiá, oiá } ♫ ........................................................................ 157
Chora Bananeira, Bananeira chora ............................................................ 151 Marinheiro que vida é a sua ....................................................................... 157
Oi trepa no coqueiro, tira coco .................................................................... 151 Marinheiro, marinheiro }BIS ♫ ................................................................... 157
PONTOS DE BAIANAS ..................................................................................... 151 Marujo bebe na boca do garrafão } ♫ ........................................................ 157
A Baiana chegou da Bahia } ....................................................................... 151 Minha Jangada vai partir pro Mar, ♫.......................................................... 157
A Baiana da Saia Rendada } ...................................................................... 151 Não vá beber, Não vá se embriagar, } BIS ................................................ 157
Baiana faz e não manda ♫ ........................................................................ 151 O navio atracou, atracou no lajedo. } BIS .................................................. 157
E Baiana, e, e, e, Baiana, baianinha .......................................................... 151 Oh bom barqueiro, Oh bom barqueiro } ..................................................... 158
Na Bahia terra do bom senhor} BIS ........................................................... 151 Oh Cirandeiro, Oh Cirandeiro oh } BIS ♫ .................................................. 158
PONTOS DE BAIANOS .................................................................................... 151 Oh Marinheiro, marinheiro, MARINHEIRO SO ♫ ..................................... 158
Bahia, Bahia, Bahia de São Salvador ♫ ..................................................... 151 Oh Marinheiro, Oh Marinheiro } ................................................................. 158
Bahia, Oh África vem cá, vem nos ajudar } BIS ......................................... 151 Puxa as correntes do mar marinheiro, }.................................................... 158
Baiano bom, Baiano bom, Baiano bom } .................................................... 152 Quando o mar me levou, eu perdi meu filho }BIS ♫ ................................. 158
Baiano bom é que nem surucucu o ganga } BIS ........................................ 152 Que embarcação é aquela ♫ .................................................................... 158
Baiano chegou na Aldeia, na luz da lua cheia } ♫ ..................................... 152 Quem te ensinou a nadar Marinheiro ........................................................ 158
Baiano é povo bom é povo trabalhador } BIS ♫ ♫ ..................................... 152 Retira a jangada do Mar } .......................................................................... 158
Baiano é povo bom tem mironga no Congá} BIS ♫ ................................... 152 Saltei em terra, meu navio ficou no mar } BIS ♫ ...................................... 158
Balança porteira velha, balança balanceou................................................ 152 Seu marinheiro é hora, é hora de atracar } BIS ......................................... 159
Bom Jesus meu pai venha me ajudar } ♫ .................................................. 152 Seu marinheiro eu não sei porque } ♫ ....................................................... 159
Com dendê no seu balaio ♫ ....................................................................... 152 Vem marinheiro dá licença de passar ♫ .................................................... 159
Coquinho, Coquinho Baiano, ♫ .................................................................. 152 Zum, Zum, Zum lá no meio do mar } BIS................................................... 159
É lamp, é lamp, é lamp ............................................................................... 152 SUBIDA DOS MARINHEIROS ......................................................................... 159

Índice de Capítulos 11 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
A Marola do Mar vai Rolando e os Marinheiros ......................................... 159 Seu Boiadeiro onde esta seu gado, } ♫ .................................................... 166
O navio já vai embora} ................................................................................ 159 Seu boiadeiro onde é que o senhor mora } ♫ ........................................... 166
A onda do Mar rolou, a onda do Mar rolou ................................................. 159 Seu boiadeiro por aqui choveu }BIS ♫ ...................................................... 166
Eu não sou daqui, e nem sou de lá ............................................................ 159 Seu boiadeiro por aqui choveu }BIS ♫ ♫ ................................................... 166
Sou Boiadeiro da mina de ouro ♫ .............................................................. 166
BOIADEIRO .............................................................................. 160 Toma lá vaqueiro ♫ .................................................................................... 166
BOIADEIRO 9 LAÇOS ...................................................................................... 160 Toque o berrante, boiadeiro ....................................................................... 166
Eu venho de longe, lá do meu sertão } ♫ .................................................. 160 Valei-me meu bom Boiadeiro ..................................................................... 166
CABOCLO BOIADEIRO .................................................................................... 160 Violeiro bom ta ai }BIS ♫ ............................................................................ 166
Mas que lindo caboclo chegou ................................................................... 160 Xetrue, Xetrua, Corda de laçar meu boi } ♫ .............................................. 167
CABOCLO VAQUEIRO ..................................................................................... 160 Xetrue, Xetrua, Corda de laçar meu boi } .................................................. 167
Boa noite meus senhores }BIS ♫ ............................................................... 160 MÚSICA CABOCLA TEREZA .......................................................................... 167
SEU BRAZ ......................................................................................................... 160 Lá do alto da montanha, Numa casinha estranha, ♫ ................................ 167
Com seu chapéu de couro, Oh Deus abençoado ...................................... 160 MÚSICA CHICO MINEIRO ............................................................................... 168
SEU CHAPÉU DE COURO ............................................................................... 160 Cada vez que me alembro ♫ ..................................................................... 168
Seu Boiadeiro cadê sua boiada? } ............................................................. 160 MÚSICA MENINO DA PORTEIRA ................................................................... 168
SEU CHICO........................................................................................................ 160 Toda vez que eu viajava pela Estrada de Ouro Fino ♫ ............................ 168
Mas que poeira é essa, Poeira nessa estrada } BIS .................................. 160 MÚSICA REI DO GADO ................................................................................... 169
Seu Chico to lhe chamando } ..................................................................... 160 Num bar de Ribeirão Preto ♫ .................................................................... 169
SEU JOÃO BOIADEIRO ................................................................................... 160 SUBIDA DOS BOIADEIROS ............................................................................ 169
Vem cá guria depressa, Venha ventando ♫ .............................................. 160 Adeus rolinha ♫ ......................................................................................... 169
SEU VICENTE ................................................................................................... 160 Com a licença do sinhô, } ........................................................................... 169
Boiada boa, boiada de Seu Vicente. } BIS ................................................. 160 É hora, é hora, o galo canta é hora, é hora, }BIS ...................................... 169
ZÉ DO LAÇO ..................................................................................................... 161 Felicidade foi-se embora ............................................................................ 169
Zé do laço corre a gira } ♫ ......................................................................... 161 Xo xo xo passarinho, saia da beira da estrada }BIS ♫ .............................. 169
ZÉ TONHO DA RIBEIRA ................................................................................... 161
Para tocar a liberdade fazer verso ............................................................. 161 ORAÇÕES .................................................................................. 170
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 161 ABERTURA DE MESA BRANCA .................................................................... 170
Água no pé da gruta, da gruta da Santa Cruz } ♫ ..................................... 161 ANJO DA GUARDA .......................................................................................... 170
A menina do sobrado } ♫ ........................................................................... 161 AVE MARIA ....................................................................................................... 170
A minha boiada, é de trinta e um } BIS ♫ .................................................. 161 CREDO .............................................................................................................. 170
Ai patrão mas eu também sei carrear } BIS ♫........................................... 161 MÃEZINHA DO CÉU ......................................................................................... 170
Ai vem seu boiadeiro, com o seu chapéu de couro ♫ ................................ 161 NOSSA SENHORA APARECIDA .................................................................... 170
Aparrei minha roseira } ♫ ............................................................................ 161 ORAÇÃO À IANSÃ ........................................................................................... 170
Boiadeiro do Sertão, Boiadeiro do Sertão, ................................................. 161 ORAÇÃO À IEMANJÁ ...................................................................................... 170
Boiadeiro é meu, é meu amigo legal } BIS ♫ ............................................. 161 ORAÇÃO À NANÃ BURUQUE ........................................................................ 170
Boiadeiro ê ê, Boiadeiro á á } ..................................................................... 161 ORAÇÃO À OGUM ........................................................................................... 171
Cadê minha corda de laçar meu boi. } ....................................................... 161 ORAÇÃO À OMOLU ......................................................................................... 171
Cadê minha corda de laçar meu boi. } ♫ .................................................... 162 ORAÇÃO À OXALÁ.......................................................................................... 171
Como vai camarada, eu vou indo, } ♫ ........................................................ 162 ORAÇÃO À OXÓSSI ........................................................................................ 171
Cheguei morena, cheguei ♫ ....................................................................... 162 ORAÇÃO À OXUM ........................................................................................... 171
De lá vem vindo, ♫ .................................................................................... 162 ORAÇÃO À SANTA SARA .............................................................................. 171
De manhã cedo na capela bate o sino ♫ ................................................... 162 ORAÇÃO À SÃO JORGE ................................................................................. 171
Dizem que sou Boiadeiro, ........................................................................... 162 ORAÇÃO À SÃO SEBASTIÃO ........................................................................ 172
É boi, é laço, boiadeiro ta chamando }BIS ♫ ............................................. 162 ORAÇÃO À XANGÔ ......................................................................................... 172
Ê boi, ê boi, ê boi, eu vou buscar meu laço }BIS ♫ .................................... 162 ORAÇÃO AOS PRETOS VELHOS I ................................................................ 172
Ê boiada, ê boi }BIS ♫ ................................................................................ 162 ORAÇÃO AOS PRETOS VELHOS II ............................................................... 172
Ele é caboclo desta aldeia ♫ ...................................................................... 163 ORAÇÃO AOS PRETOS VELHOS III .............................................................. 172
Ele é caboclo, ele é guerreiro ♫ ................................................................ 163 ORAÇÃO CIGANA............................................................................................ 172
Ele vem vindo pelo rio de conta.................................................................. 163 ORAÇÃO DA CURA ......................................................................................... 173
Ele venho lá do sertão } ♫ .......................................................................... 163 ORAÇÃO DE ILUMINAÇÃO ............................................................................. 173
Estrela D’Alva é minha guia } ♫ .................................................................. 163 ORAÇÃO PARA O CIGANO PABLO .............................................................. 174
Eu lhe dei boa noite, sadona ...................................................................... 163 ORAÇÃO POR ENTENDIMENTO .................................................................... 174
Eu sou Mineiro da estação da Leopoldina ♫.............................................. 163 PAI NOSSO ....................................................................................................... 174
Eu tenho meu chapéu de couro ♫ ♫ ......................................................... 163 PAI NOSSO EM LATIM .................................................................................... 174
Eu uso a faca, mais não é pra desaforo ♫ ................................................. 163 PAI NOSSO UMBANDISTA ............................................................................. 175
Firmei meu ponto na porteira do curral, ♫ .................................................. 164 PRECE DE ACEITAÇÃO .................................................................................. 175
Foi nesse passo que ele saiu da sua aldeia, }BIS ♫ .................................. 164 PRECE DE AJUDA AOS DESENCARNADOS ............................................... 175
Já louvei Boiadeiro, Já louvei Jesus! .......................................................... 164 PRECE DE CÁRITAS ....................................................................................... 176
Lá no mato, tem um boiadeiro! }BIS ♫ ...................................................... 164 PRECE DE CURA ............................................................................................. 176
Mandei laçar meu boi para te vender ......................................................... 164 PRECE DOS AFLITOS ..................................................................................... 176
Meu sertão é alto, Aroeira ♫ ...................................................................... 164 PRECE PARA AFASTAR A DEPRESSÃO ..................................................... 177
Na estância de Boiadeiro } ......................................................................... 164 PRECE PARA AFASTAR MAUS ESPÍRITOS ................................................. 177
Na minha boiada me falta boi } ♫ .............................................................. 164 PRECE PARA O COMEÇO DA REUNIÃO ...................................................... 177
Não toque nesse boi, que esse boi é cruzado } ♫ .................................... 164 PRECE PELOS DESENCARNADOS I............................................................. 178
Nas planícies do sertão, seu berrante ele tocou } ♫ .................................. 164 PRECE PELOS DESENCARNADOS II............................................................ 178
O Deus salve esta casa santa ♫ ................................................................ 164 PRECE PELOS ENFERMOS............................................................................ 179
O gado agente marca ................................................................................. 164 REALIZAÇÃO DOS PROPÓSITOS ................................................................. 179
Olê muiê rendera, Olê muiê renda } ........................................................... 165 SALVE RAINHA ................................................................................................ 179
Olha a ponta do laço, oh vaqueiro, oi vem topar } ♫ .................................. 165 SENHOR DO BONFIM ...................................................................................... 179
Olha a viola no meio do abraço ♫ ............................................................. 165
Passeando no sertão, } ............................................................................... 165 ORIENTE ................................................................................... 180
Pedrinha miudinha, } ♫ ............................................................................... 165 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 180
Quando ele vem, vem pelo rio de contas, } ♫ ............................................ 165 Ele tem Coroa de Ouro, Ele tem Coroa de Rei ......................................... 180
Quando oiei a terra ardendo ♫ .................................................................. 165 La no Pólo Norte onde tudo é Gelado, ...................................................... 180
Quem Samba fica, } .................................................................................... 165 Ori, Ori, Ori do Oriente força de Zambi chegou ......................................... 180
Sabiá lá no sertão, passa três meses cantando, } ♫ ................................. 165 Pedir a quem vou pedir Pedir a quem tem pra dar .................................... 180
Seu Boiadeiro eu quero desatar um nó } BIS ♫ ......................................... 166 São João Batista vem, Vem, vem minha gente ......................................... 180

Índice de Capítulos 12 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Um clarão apareceu no céu, } .................................................................... 180 CIGANA EMANUELLE ..................................................................................... 186
Zartu vem de tão longe, } ............................................................................ 180 O vento vai trazer uma cigana } ................................................................. 186
SUBIDA DO POVO DO ORIENTE .................................................................... 180 CIGANA ESMERALDA ..................................................................................... 186
Povo do Oriente, Oriente chama } BIS ....................................................... 180 Cigana do Olho Verde, } ............................................................................ 186
CIGANA JUANITA ............................................................................................ 186
CIGANOS ................................................................................... 181 Ela dança pra lua, E também pras estrelas ............................................... 186
CORAÇÃO CIGANO ♫ ...................................................................................... 181 CIGANA LUANA ............................................................................................... 186
CANTO À SANTA SARA .................................................................................. 181 Dança, dança, dança, Da lua ao sol, Do sol a lua ..................................... 186
Salve Sara, protetora dos ciganos ............................................................. 181 CIGANA MAMA ROSA ..................................................................................... 186
CIGANO BAHAMAS LASILAS ......................................................................... 181 Vem chegando a Rosa no terreiro ............................................................. 186
Cigano Bahamas Lasilas, que mora lá no Oriente ..................................... 181 CIGANA MENINA ............................................................................................. 187
CIGANO JUAN .................................................................................................. 181 Era uma noite de lua .................................................................................. 187
Hoje é noite de lua cheia, Povo cigano vem ai .......................................... 181 CIGANA POMBO-GIRA .................................................................................... 187
CIGANO PABLO ............................................................................................... 181 Juraram me matar na porta do cabaré ...................................................... 187
Corre gira o cigano, Pela estrada sem parar ............................................. 181 CIGANA RAINHA.............................................................................................. 187
Longo foi o meu caminho ........................................................................... 181 Oi Cigana Rainha, oi cigana linda .............................................................. 187
CIGANO RAMIREZ ............................................................................................ 181 CIGANA SALUMA ............................................................................................ 187
De onde eu vim, Caminhei sete pedreiras ................................................. 181 Saluma, jovem ciganinha } ......................................................................... 187
CIGANO RAMON .............................................................................................. 181 CIGANA ROSITA .............................................................................................. 187
Estrada de Luz, Amores Ciganos, Mistério e Magia .................................. 181 Rosita é uma Cigana bonita, ...................................................................... 187
Na gira dos ciganos Ramon vem trabalhar }BIS ........................................ 181 CIGANA SALUMITA ......................................................................................... 187
CIGANO WOISLER ........................................................................................... 181 Rosa vermelha, rosa amarela, ................................................................... 187
Pelos caminhos ele irradia, } ...................................................................... 181 CIGANA SARITA .............................................................................................. 187
Cigano Woisler chama teu povo, ................................................................ 181 Numa noite de lua, uma linda cigana ......................................................... 187
EXU CIGANO ..................................................................................................... 182 Sarita é uma Cigana tão linda, ................................................................... 187
Quem é ele, quem é ele, quem é ele quem vem lá.................................... 182 CIGANA SORAIA.............................................................................................. 187
Tribo de Ciganos, gira na linha de Exu }BIS .............................................. 182 Soraia você é cigana linda ......................................................................... 187
RECONHECIMENTO CIGANO ......................................................................... 182 CIGANA SUZANITA ......................................................................................... 188
Cigano, nosso pranto é de alegria .............................................................. 182 Ao som de um violino cigano } ................................................................... 188
LINHA DE CIGANOS......................................................................................... 182 LINHA DE CIGANAS ........................................................................................ 188
A fogueira a faiscar, Vamos todos acelerar ............................................... 182 A Cigana tem, tem, tem, um sorriso sem igual .......................................... 188
Acampamento do povo cigano ................................................................... 182 A roseira que eu plantei ............................................................................. 188
Cigano bate o pé, Cigano bate o pé } ......................................................... 182 Amigos joguem flores e perfumes, ............................................................ 188
Cigano, Cigano auê, } ................................................................................. 183 Ao acender uma fogueira Traz sorte cantar .............................................. 188
Cigano tu tens a força da lua, Tu vens aqui na rua} .................................. 183 Bem que eu lhe avise, que eu lhe avisei } ................................................. 188
Da tribo do Cigano eu vim, ......................................................................... 183 Brilha uma estrela no céu .......................................................................... 188
Linda rosa no jardim amanheceu ............................................................... 183 Caminhando pela rua eu te vi .................................................................... 188
Numa noite de luar, Estão os ciganos a bailar} BIS ................................... 183 Cigana, sua casa é a estrada .................................................................... 188
O Ouro, a Prata eu trago em minha mãos } ............................................... 183 Cigana, ela vem dançando, ela vem mostrando ....................................... 188
Ouçam quem esta chegando ...................................................................... 183 Com seu colar de ouro, .............................................................................. 189
Pisa firme Cigano, quero ver o seu dançar } BIS ....................................... 183 Com seu pandeiro, ..................................................................................... 189
Porque cigano, Tem a força da lua } BIS ................................................... 183 Dizem que bom cabrito não berra } ........................................................... 189
Povo cigano faz sentir sua energia ............................................................ 183 E a menina do sobrado, ............................................................................. 189
Quando Zambi andou no mundo ................................................................ 183 Ela é a ciganinha Da sandália de pau } BIS .............................................. 189
Se meu pai é o rei, O meu pai é Oxalá ...................................................... 183 Ela é uma cigana faceira Ela é } ................................................................ 189
Todos os ciganos são assim, ..................................................................... 184 Eu sou cigana da Espanha A minha gira eu posso ................................... 189
SUBIDA DO POVO CIGANO ............................................................................ 184 Eu vinha pela praça, eu vinha trabalhando ............................................... 189
Oh Lua Clara, Oh Lua Cheia } BIS ............................................................. 184 Ganhei uma barraca velha ......................................................................... 189
Se precisar de mim, é só mandar chamar }BIS ......................................... 184 Lerum, ele é patchô lerum ......................................................................... 189
Levanta a saia Cigana } ............................................................................. 189
CIGANAS ................................................................................... 185 Mas vejam só }BIS ..................................................................................... 189
CIGANA 7 SAIAS .............................................................................................. 185 Meu Ganga não me engana } ♫ ................................................................ 190
Caminhando pela campina, ........................................................................ 185 Na beira do mar ela desceu Saldando Oxum Maré .................................. 190
CIGANA BIA ...................................................................................................... 185 Oi Cigana, vai buscar o meu amor que foi embora ................................... 190
Cigana, cigana eu sou } BIS ....................................................................... 185 Olha a quitanda passando, essa quitanda é de Naô ................................. 190
CIGANA CARMELITA ....................................................................................... 185 Se eu colhesse todas as rosas .................................................................. 190
Ouvi um violino na beira do mar ................................................................. 185 Veja meu destino, oh! cigana! .................................................................... 190
CIGANA CARMEN ............................................................................................ 185 Vinha, caminhando a pé, a pé } ................................................................. 190
A estrela da Cigana Carmem ..................................................................... 185 SUBIDA DAS CIGANAS ................................................................................... 190
CIGANA CARMENCITA .................................................................................... 185 Oh Lua Clara, Oh Lua Cheia ...................................................................... 190
Carmencita, Carmencita eita Cigana bonita } BIS ...................................... 185 Se precisar de mim, é só mandar chamar } ............................................... 191
Carmencita Cigana ela vem trabalhar } BIS ............................................... 185 Vai a Cigana passear }BIS ......................................................................... 191
É das campinas que ela vem Pra trabalhar................................................ 185
CIGANA CARTOMANTE .................................................................................. 185 EXU ............................................................................................. 192
Eu vi, um acampamento eu vi, ................................................................... 185 ABERTURA DA QUIMBANDA ......................................................................... 192
CIGANA CELOÍ ................................................................................................. 185 Com licença da Umbanda, } ....................................................................... 192
Oi dança na ponta do pé, dança na ponta do pé, ...................................... 185 EXU 7 CAPAS ................................................................................................... 192
CIGANA CLARITA ............................................................................................ 185 Exu 7 Capas o seu poder vem lá da Encruzilhada}................................... 192
Clarita cigana da roda, Cigana faceira ....................................................... 185 EXU 7 CATACUMBAS ..................................................................................... 192
CIGANA DA ESTRADA .................................................................................... 186 Sarava todas as encruzas } ♫ .................................................................... 192
Quem nesse mundo nunca ouviu dizer } .................................................... 186 Seu 7 Catacumbas vai chegar pra trabalhar} ............................................ 192
CIGANA DA PRAIA ........................................................................................... 186 EXU 7 COBRAS ................................................................................................ 192
Já era alta madrugada ................................................................................ 186 Na encruza uma cobra pio } ....................................................................... 192
Oi Cigana da Praia ...................................................................................... 186 EXU 7 CRUZEIROS .......................................................................................... 192
CIGANA DO JARRO ......................................................................................... 186 O Oriente é o lugar da paz, o lugar da vida ............................................... 192
Se hoje tem festa lá na praça, .................................................................... 186 EXU 7 DA LIRA ................................................................................................. 192
CIGANA DO SERENO....................................................................................... 186 Fica perdendo seu tempo, ......................................................................... 192
Cigana, Cigana vem, Cigana vem trabalhar............................................... 186 Sete vezes eu caí, Sete vezes levantei } ................................................... 192

Índice de Capítulos 13 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Sou Exu trabalho com Canto ♫ ................................................................. 192 EXU JOÃO CAVEIRA ....................................................................................... 198
EXU 7 ENCRUZILHADAS ................................................................................. 192 É pau é pau } .............................................................................................. 198
A eu mandei chamar, eu mandei chamar................................................... 192 E Puerê, ê Puerá } BIS ♫ .......................................................................... 198
As curas do Seu Sete Encruzilhadas ......................................................... 193 E Puerê, ê Puerá } BIS ............................................................................... 198
Era meia noite, quando o malvado chegou }BIS ♫ ................................... 193 Firma a Curimba pra Seu João Caveira } .................................................. 198
Ô corre corre encruzilhada } ♫ .................................................................. 193 João Caveira vem, vem me ajudar } BIS ................................................... 198
Oh Sete, Oh Sete, Oh Sete Encruzilhadas ♫............................................. 193 Lá no meio da calunga você vai encontrar ................................................ 198
O sino tocou lá na calunga, a lua clareou } ♫ ............................................ 193 Mas ele mora naquela morada ♫ ............................................................... 198
Senhor morador da encruzilhada } ♫ ........................................................ 193 Quando eu vou ao Cemitério, .................................................................... 198
Seu Sete, meu amigo de alma ................................................................... 193 Quem nunca viu, } ...................................................................................... 198
EXU 7 PORTEIRAS ........................................................................................... 193 EXU LALU ......................................................................................................... 199
Cadê a chave do seu Sete porteira ♫ ....................................................... 193 Lalu era um Anjo do céu E do céu foi despejado ...................................... 199
EXU ARRANCA TOCO ..................................................................................... 193 EXU LÚCIFER ................................................................................................... 199
Exu pisa no Toco, pisa no Galho ................................................................ 193 Ele é um anjo que caiu do céu ♫ ............................................................... 199
Machado bravo de cortar, machado bravo cortou ...................................... 194 EXU MANGUEIRA ............................................................................................ 199
O meu senhor das almas } ♫ ...................................................................... 194 Balança a figueira, balança a figueira }...................................................... 199
EXU BARÁ ......................................................................................................... 194 Oi Mangueira, ............................................................................................. 199
Eu vi a lua, clareando a rua, a rua... ........................................................... 194 EXU MARABÔ .................................................................................................. 199
Exu que veio pra demanda quebra } .......................................................... 194 A eu tai, a eu tai, quem foi que me chamou } BIS ♫ ................................. 199
Se é Bará eu não sei, se é Exu também não ............................................. 194 Calunga e, Calunga a. } ............................................................................. 199
EXU BELZEBU .................................................................................................. 194 É de Marabô, Marabô de Sinhá } BIS ♫ .................................................... 199
Eu vou botá seu nome na encruzilhada ..................................................... 194 É Mara, É Marabô na encruzilhada } ......................................................... 199
Olha o Belzebú, olha o Belzebú } BIS ....................................................... 194 Ê Marabô Ako Mujubára Lé Exu Koxé ♫ ................................................... 199
EXU CALUNGA ................................................................................................. 194 Mataram um gato pro marabô, } ................................................................ 199
Pombinha voou por cima de uma tumba. } BIS .......................................... 194 Na encruzilhada de Seu Marabô } ............................................................. 199
Seu Calunga Moreira }BIS .......................................................................... 194 O Cainana, quem te batizou Cainana . } BIS ............................................ 199
EXU CAPA PRETA............................................................................................ 194 O Marabô iê, O Marabô ia } BIS ♫ ............................................................ 200
A encruza estremeceu, ............................................................................... 194 Quando passar naquela encruza, } ............................................................ 200
Com faca de dois gumes, não se deve brincar }BIS .................................. 194 Ventou no Canavial ♫ ............................................................................... 200
Exu da Capa Preta, irmão do Seu Caveira ................................................ 194 EXU MARÉ ........................................................................................................ 200
Fui lá na lomba, } ........................................................................................ 194 Chegou Exu Maré ...................................................................................... 200
Malele, malele, malele, maleloa ................................................................. 194 Ele vem nas ondas do mar ........................................................................ 200
Meu pai é tumba, minha mãe também é tumba ......................................... 194 Eu fui no mar .............................................................................................. 200
Morão, morão morão morão morão } ......................................................... 195 Exu Maré é rei na Quimbanda! .................................................................. 200
Nagô ô ô ô, eu sou filha do rei nagô } BIS.................................................. 195 Exu Maré, maré, maré................................................................................ 200
Quando passar, em uma encruzilhada ....................................................... 195 Exu Mare nunca foi marinheiro, } ............................................................... 200
Se sua Capa e Preta e a minha e encarnada ............................................ 195 Lá no mar tem Marabô, onde mora Exu Maré ........................................... 200
EXU CAVEIRA ................................................................................................... 195 Mas Eu tenho balanço, tenho balanço,...................................................... 200
Ê Caveira, Firma seu ponto } ♫ ................................................................. 195 Maré, Maré, Maré } ♫ ................................................................................. 201
Eu vi homem sentado, } ♫ ......................................................................... 195 Na minha porteira não tem demanda não } ♫ ........................................... 201
Exu Caveira comedor de carne crua } ♫ .................................................... 195 Quando a maré escoa ................................................................................ 201
Fui na lomba pra falar com o Exu, .............................................................. 196 Quem foi que disse .................................................................................... 201
Lá na calunga tem, o seu mistério sagrado }BIS ♫ .................................... 196 Só verá quem tem fé .................................................................................. 201
O caveira, o caveira } ♫ .............................................................................. 196 EXU MEIA NOITE ............................................................................................. 201
Plantei uma faca no tronco da bananeira, }BIS ♫ ...................................... 196 Exu da Meia Noite, Exu da Encruzilhada................................................... 201
Se matar o boi, mata na porteira }BIS ♫ ................................................... 196 Meia noite, olha eu Meia noite } BIS .......................................................... 201
Zuá, Zuou, Zuá, Zueira } ............................................................................. 196 Vou te contar uma história, ♫ .................................................................... 201
EXU CAVEIRINHA............................................................................................. 196 EXU MORCEGO ............................................................................................... 201
Catacumba tremeu, a Cruz caiu ................................................................. 196 Bate asas na calunga, bate asas no cruzeiro } BIS ................................... 201
Exu Caveirinha, Venha trabalhar, ♫ ........................................................... 196 O céu escureceu, Exu bateu asas na Calunga}BIS .................................. 202
Seu Caveirinha, Catacumba ta chamando }BIS ......................................... 196 Olhei pro céu e vi a lua surgir } .................................................................. 202
EXU DO FOGO .................................................................................................. 197 Quando o sol se esconder } ....................................................................... 202
Valei-me meu Santo Antônio } .................................................................... 197 EXU PIMENTA .................................................................................................. 202
EXU DO LODO .................................................................................................. 197 Todo mundo quer } ..................................................................................... 202
Cambone segura a gira, } ........................................................................... 197 EXU PINGA FOGO ........................................................................................... 202
Deu uma ventania, oi ganga, No alto da serra ........................................... 197 Não bata na pedra, Que dela sai fogo } BIS .............................................. 202
Exu do Lodo, você não é brincadeira ......................................................... 197 EXU QUEBRA OSSO ....................................................................................... 202
EXU DOS VENTOS ........................................................................................... 197 Deu meia noite e não havia lua.................................................................. 202
Olha gira no ar, gira no vento ..................................................................... 197 Quem é esse Exu ....................................................................................... 202
EXU FERRABRAZ ............................................................................................. 197 EXU REI............................................................................................................. 202
Eu ferro, eu ferro, eu ferro .......................................................................... 197 Dizem que Exu só bebe e da risada .......................................................... 202
EXU GALO PRETO ........................................................................................... 197 Estava curiando lá na encruza ................................................................... 202
Mandei buscar um galo preto na campina }BIS ......................................... 197 Oi Salve Exu, salve o Rei da Encruzilhada................................................ 202
EXU GANGA ...................................................................................................... 197 Sete facas de ponta, em cima de uma mesa ............................................ 202
Eu estava na Trunqueira na beira do mato} ............................................... 197 EXU TATÁ CAVEIRA........................................................................................ 203
Eu fui no mato O Ganga ............................................................................. 197 Amigo não zombe dele .............................................................................. 203
EXU GARGALHADA ......................................................................................... 197 Cemitério pegou fogo, defunto virou Caveira ............................................ 203
Brilhou no céu ............................................................................................. 197 Ele vem vindo } ♫ ....................................................................................... 203
Ri qua, qua, qua } ♫ .................................................................................... 197 Entrei no cemitério procurando um morador} ............................................ 203
Quem pensa que o céu é perto, ................................................................. 197 Eu tava cavando a terra, } .......................................................................... 203
EXU GERERÊ .................................................................................................... 198 Eu chegava me arrastando, } ♫ ................................................................. 203
Olha a casinha no mato } ............................................................................ 198 Eu um vi um homem aos pés da santa cruz, }BIS ♫ ................................. 203
EXU GIRA MUNDO ........................................................................................... 198 Lá na Calunga Ele é Caveira, ele é o rei ................................................... 203
Eu quero ver correr, eu quero ver balancear } BIS .................................... 198 O Seu Tata chegou, lá no alto da calunga, } ♫ ......................................... 203
O Bara Gira Mundo, }.................................................................................. 198 Pombo preto voou na mata, } ♫ ................................................................. 203
Pisei na Pemba, Pemba balanceou } ......................................................... 198 Portão de ferro, Cadeado de Madeira } BIS ♫.......................................... 203
EXU GUERREIRO ............................................................................................. 198 Soltaram o Bode Preto } ♫ ........................................................................ 204
Galo canto na beira do terreiro }BIS ........................................................... 198 Tatá Caveira não brinca } ........................................................................... 204

Índice de Capítulos 14 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Tatá Caveira catacumba ta tremendo }BIS ♫ ........................................... 204 Comigo ninguém pode e nem a de poder ................................................. 210
Tremeu o céu, tremeu a terra, } .................................................................. 204 É minha vida meu amor minha paixão } .................................................... 210
Vela grande não me ilumina, ...................................................................... 204 É mójiba Seu (NOME DO EXU) é mójiba } BIS ♫ ..................................... 210
Você botou o meu nome, Na boca de um bode, ........................................ 204 Essa terra é muito firme ............................................................................. 210
EXU TIO JOÃO CAVEIRA ................................................................................ 204 Eu vou eu vou, } ......................................................................................... 211
Abram alas que ai vem Tio João } .............................................................. 204 Exu é de querer, querer , } ......................................................................... 211
EXU TIRIRI ......................................................................................................... 204 Exu não brinca Exu não é brincadeira } BIS ............................................. 211
A noite estava escura, mas existe a lua cheia ........................................... 204 Exu que vem no terreiro, } .......................................................................... 211
É meia noite em ponto o galo cantou } BIS ♫ ............................................ 204 Exu vai firmar seu Ponto } .......................................................................... 211
Eu vi Exu dando gargalhadas } ♫ ............................................................... 205 Falaram mal de Exu ♫ ............................................................................... 211
Exu Tiriri de Umbanda, Dono da encruzilhada } ........................................ 205 Houve uma festa no Inferno, ...................................................................... 211
Exu Tiriri, Lanã ............................................................................................ 205 Mais hoje é dia de festa } ........................................................................... 211
Gbara Um Be Be ♫ .................................................................................... 205 Mensageiro leal, protetor e guardião ♫ ..................................................... 212
Quando Tiriri casou, .................................................................................... 205 Não te quero um dia, não te quero uma noite não .................................... 212
Tava curiando lá na encruza } .................................................................... 205 Passei no Cemitério às onze horas do dia } ♫ ......................................... 212
Tiriri de Umbanda Na Encruzilhada }BIS ♫ ............................................... 205 Plantei jiló, nasceu quiabo } BIS ♫............................................................ 212
Tiriri faca de Ponta, }................................................................................... 205 Povo trabalhador, trabalha na porteira ♫ ................................................... 212
EXU TRANCA GIRA .......................................................................................... 205 Quem não é de fé não vai curiar comigo } BIS .......................................... 212
Exu brigou com feiticeiro, ele mostrou toda sua ira ................................... 205 Quem nunca viu venha ver, } ..................................................................... 212
EXU TRANCA RUAS DAS ALMAS .................................................................. 205 Santo Antonio pequenino, .......................................................................... 212
A lua ilumina a madrugada, ♫ .................................................................... 205 Satanás, satanás, Eu quero ver quem pode mais ..................................... 213
Boa noite a hora é essa, ♫ ......................................................................... 205 Sua capa de veludo, Quando veio deixou lá ............................................. 213
Boa noite lua cheia, ♫ ................................................................................. 205 Tem Morador de certo tem morador } BIS ................................................. 213
Como é triste a gente amar alguém, ♫ ...................................................... 206 SUBIDA DOS EXUS ......................................................................................... 213
De capa e cartola, caminha na madrugada, ♫ ........................................... 206 Cambone, camboninho, meu, meu cambone } .......................................... 213
Deu um clarão na encruzilhada } ♫ ♫ ...................................................... 206 Cambone eu vou embora cambone } ........................................................ 213
Ele é filho do sol, Mas é neto da lua }BIS ♫ .............................................. 206 Eu sou Exu, Fui chamado e trabalhei ........................................................ 213
Esta iluminada a sua banda ....................................................................... 206 Eu vou, eu vou, eu vou mas eu vou voltar } BIS........................................ 213
Eu vi um homem na porteira santa } ♫ ....................................................... 206 Exu chegou, Exu trabalhou ........................................................................ 213
Lá na encruza, na encruza, } ♫ ................................................................. 206 Na Umbanda eu cheguei } ......................................................................... 213
Lá naquela encruzilhada tem um rei .......................................................... 206 Ogum mandou, te corou, ........................................................................... 213
Nas sete encruzilhadas tem um rei que mora lá ♫ .................................... 206 Sigo o meu caminho,.................................................................................. 213
Nuvens vem cobrindo o céu ....................................................................... 207 Vai se embora Exu não tropeça no caminho ............................................. 213
O brilho da lua clareou a estrada a fora ..................................................... 207
O Luar, O Luar, Olha os raios da Lua } BIS ............................................... 207 POMBA GIRA ........................................................................... 214
O Luar, O Luar, o Luar } ♫ ......................................................................... 207 POMBA GIRA 7 ENCRUZILHADAS ................................................................ 214
O Sino da igrejinha faz belem, blem, blom } BIS ♫ ................................... 207 Ela passou na porta da gafiera, }BIS ♫ ..................................................... 214
Poder, poder Tranca Ruas é quem traz ♫ ................................................ 207 POMBA GIRA 7 ONDAS .................................................................................. 214
Quando o galo canta, As almas se levantam ♫ ........................................ 207 Deu um balanço no mar, ............................................................................ 214
Quando o sol aqui não mais brilhar, } ♫ .................................................... 207 POMBA GIRA 7 ROSAS VERMELHAS........................................................... 214
Quando passar na encruzilhada } ♫ ........................................................... 207 Linda e Formosa ela vem lá do seu Reino ................................................ 214
Quem é que desceu do reino, Quem é? } BIS ........................................... 207 Procurei sim, dias e noites sem fim, } ........................................................ 214
Sete, sete, sete ........................................................................................... 208 POMBA GIRA 7 SAIAS .................................................................................... 214
Seu Tranca Ruas da uma volta lá fora }BIS ♫ ........................................... 208 A porta da Calunga estremeceu, ............................................................... 214
Seu Tranca Ruas é uma beleza } ♫ ........................................................... 208 Ela é uma moça bonita, Ela é a cigana das saias ..................................... 214
Seu Tranca Ruas, ele é um exu amigo ♫ .................................................. 208 Gira, gira, Sete Saias ♫ ............................................................................. 214
Seu Tranca Ruas, me abre o meu caminho ............................................... 208 Pomba Gira sete saias, mulher sete maridos }BIS ♫ ............................... 214
Você esta vendo este moço que no cruzeiro esta ♫ .................................. 208 POMBA GIRA BARANTINA ............................................................................. 215
EXU TRANCA RUAS DAS ENCRUZILHADAS ............................................... 208 Peneira que côa ouro, Não pode coar fubá } BIS ...................................... 215
Deu meia noite, a Lua se escondeu ♫ ...................................................... 208 POMBA GIRA CAVEIRA .................................................................................. 215
Deu um clarão na encruzilhada } ................................................................ 208 Pomba Gira Caveira... Pomba Gira Caveira... } ........................................ 215
Mas ele é capitão da encruzilhada ele é } ♫ .............................................. 208 POMBA GIRA CIGANA .................................................................................... 215
EXU TRANCA RUAS DE EMBARÉ .................................................................. 209 No caminho do terreiro, Encontrei uma mulher ♫ .................................... 215
Ele nasceu em Mato Grosso }BIS ♫........................................................... 209 Eu caminhava pela alta madrugada .......................................................... 215
EXU TREME TERRA ......................................................................................... 209 Quem nesse mundo nunca ouviu dizer } ♫ ............................................... 215
Balançou, a terra açacoalhou } BIS ♫ ....................................................... 209 POMBA GIRA DA CALUNGA .......................................................................... 215
EXU VELHO DO CEMITÉRIO ........................................................................... 209 Dentro da calunga eu vi ............................................................................. 215
Eu vi o Exu velho, no alto do chapadão ..................................................... 209 POMBA GIRA DA FIGUEIRA ........................................................................... 215
Todo Exu que ri, ele ri mais fala serio } BIS ............................................... 209 Foi em uma estrada velha ♫ ...................................................................... 215
Velho curimbou no Terreiro, ....................................................................... 209 POMBA GIRA DO OURO ................................................................................. 215
EXU VELUDO .................................................................................................... 209 Ela gosta do amarelo } ♫ ........................................................................... 215
Ai Veludo, mora na boca do brejo .............................................................. 209 POMBA GIRA DAMA DA NOITE ..................................................................... 215
Comigo ninguém pode, Mas eu posso com tudo ....................................... 209 Oh Dama da Noite ...................................................................................... 215
Exu Veludo é o Rei da Encruzilhada } ........................................................ 209 Uma rosa eu deixei na beira do seu caixão } ♫ ........................................ 215
Exu Veludo seu cabrito deu um berro ........................................................ 209 POMBA GIRA DE MACEIÓ .............................................................................. 215
Ninguém pode comigo, Eu posso com tudo } ♫ ........................................ 209 Pomba Gira e a e o Pomba Gira de Maceió} BIS ...................................... 215
Oi salve o sol, oi salve a lua } BIS .............................................................. 209 POMBA GIRA DO CRUZEIRO ......................................................................... 216
Veludo com sua capa, } .............................................................................. 209 Nasceu no Cruzeiro das Almas.................................................................. 216
Vem Veludo, vem no Terreiro girar }BIS .................................................... 210 POMBA GIRA DO FOGO ................................................................................. 216
EXU VENTANIA ................................................................................................. 210 Espírito do fogo, fornalha queima } ♫ ....................................................... 216
Venta de noite, Venta de dia, ..................................................................... 210 Levanta do fogo, vem curimbar }BIS 4x ♫ ................................................ 216
Ventania é um amigo leal, .......................................................................... 210 POMBA GIRA MADALENA.............................................................................. 216
PONTOS DE LINHA .......................................................................................... 210 Madalena mora num caixão de veludo, ..................................................... 216
Ai não mexa comigo não } BIS ................................................................... 210 POMBA GIRA MARIA DO BALAIO ................................................................. 216
A sua casa não tem parede } ♫ ♫ ............................................................ 210 No portão do cemitério } ............................................................................. 216
Bode preto, bê bé, firma ponto quem tem }BIS ♫ ...................................... 210 POMBA GIRA MARIA FARRAPO ................................................................... 216
Calunga, Calunga, Calunga Aruê ............................................................... 210 De bar em bar, Vem chegando na Umbanda ............................................ 216
Carro não anda sem roda, } ....................................................................... 210 POMBA GIRA MARIA MARIÁ.......................................................................... 217

Índice de Capítulos 15 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
Quando passar na porta do cemitério, moço } ........................................... 217 POMBA GIRA VELHA DO CEMITÉRIO .......................................................... 225
POMBA GIRA MARIA MULAMBO ................................................................... 217 Sou filho da véia ô, e eu não pego nada ♫ ................................................ 225
A bruxa macumbeira chegou } ♫ ................................................................ 217 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 225
Aquela rosa que plantei na encruzilhada ................................................... 217 Abre a roda } .............................................................................................. 225
Auê, auê cigana } BIS ................................................................................. 217 Aguenta a gira } ......................................................................................... 225
Ele é mulô, mulô, ela é Mulambo só } BIS ................................................. 217 Arreda homem, que ai vem mulher } BIS................................................... 226
Eu arriei no cruzeiro fechado, ♫ ................................................................ 218 Aue Pombo Gire, aue Pomba Gira } .......................................................... 226
Eu vi Mulambo em cima de uma ladeira } .................................................. 218 Bombojira, gujango jango .......................................................................... 226
Foi condenada pela Lei da Inquisição } ♫ ................................................. 218 Desempregado, ninguém pra me ajudar ♫ ................................................ 226
La no morro tem, la no morro ha } .............................................................. 218 Dizem que Pombo-Gira, é uma rosa ......................................................... 226
Maria Mulambo embaixo de uma figueira } ................................................ 218 É uma casa de Pombôôô, É de Pomba Girá } BIS .................................... 226
Mulambo rainha divina, minha deusa encantada ....................................... 218 Ela gira no mar, ela gira na praça, Ela gira na rua ♫ ............................... 226
O que caminho tão escuro, ......................................................................... 218 Exu fez uma casa }.................................................................................... 226
O teu pó é real, o teu pó é real ................................................................... 218 Girou, girou, girou Exu Gira mundo } BIS .................................................. 226
Olha a saia dela olelê, È Mulambo só ♫ .................................................... 218 Malele, malele, malele, maleloa, ♫ ............................................................ 226
Por onde eu ando, nunca estou só ............................................................. 219 Na família da Maria } ♫ .............................................................................. 226
Que caminho tão escuro que passam aquela moça } ................................ 219 Noite de lua cheia, vibra magia, } ♫ .......................................................... 227
Quem mora na porta da lomba }................................................................. 219 Pombagira é, mulher de sete maridos } BIS .............................................. 227
Quem não lhe conhece vai lhe conhecer }BIS ♫ ....................................... 219 Pomba Gira ganhou garrafa de marafo ..................................................... 227
Se a sua catacumba tem mistério } ............................................................ 219 Pomba Gira tem sete maridos ................................................................... 227
POMBA GIRA MARIA PADILHA ...................................................................... 219 Quando eu era pequenina ......................................................................... 227
Abre essa cova eu quero ver tremer } ♫ .................................................... 219 Santo Antonio de Batalha .......................................................................... 227
Onde é que Maria Padilha Mora? }BIS ....................................................... 219 Tala talaia é de pomba gira } ♫ ................................................................. 227
Cemitério é praça linda E lugar pra passear } BIS ..................................... 219 Tentaram me matar na porta de um cabaré } BIS ♫ ................................ 227
Cova 66, corredor 40 } ♫ ........................................................................... 219 Uma rosa cor de sangue, cintila em minha mão ♫ ................................... 227
Choveu, choveu } ........................................................................................ 219 Virou dendê, virou dendê } ......................................................................... 227
Deu meia noite a encruzilhada abriu .......................................................... 219 SUBIDA DE POMBO-GIRA .............................................................................. 227
Dói, dói, dói, dói, dói um Amor faz sofrer ................................................... 220 Adeus Pomba Gira adeus .......................................................................... 227
Duas lindas Rosas na Umbanda } ♫ ......................................................... 220 Maria amarra a saia, é hora, é hora ........................................................... 228
É no clarão da lua cheia, sua saia vem rodar ............................................ 220 Maria Padilha se despede e vai embora }BIS ♫ ........................................ 228
Exu Maria Padilha trabalha, Na encruzilhada ............................................ 220 Na Umbanda eu cheguei } ......................................................................... 228
Laroyê, laroyê pomba gira, vem girar } ♫ ................................................... 221 Pemba branca, pemba vermelha ............................................................... 228
Maria Padilha } ♫ ........................................................................................ 221 Pomba Gira que vai girar, Vai girar, vai girar } .......................................... 228
Maria Padilha eu preciso de você } BIS ..................................................... 221 Vai Pombo-Gira, passear }BIS ................................................................... 228
Maria Padilha você é a flor perfeita ♫ ........................................................ 221
O teu olhar é sereno, o teu olhar me fascina ............................................. 221 EXU MIRIM............................................................................... 229
Padilha de menininha, ................................................................................ 221 EXU MIRIM ALEIJADINHO .............................................................................. 229
Padilha foi você quem falou ........................................................................ 221 Exu era um homem pequenino, ................................................................. 229
Padilha, Soberana da estrada .................................................................... 221 EXU MIRIM BRASINHA .................................................................................... 229
Padilha você é a flor perfeita, ♫ ................................................................. 222 Exu Brasinha não é criança } ..................................................................... 229
Perambulava pelas ruas ♫ ♫ ...................................................................... 222 Quem voa baixo sempre voa, } .................................................................. 229
Quem viu o sol se esconder ....................................................................... 222 Pisei na brasa, espalhei tição, } ♫ ............................................................. 229
Se você quer patuá e quiser ganhar .......................................................... 222 EXU MIRIM MARABÔ TOQUINHO .................................................................. 229
Você sabe quem sou eu, você sabe quem sou eu .................................... 222 Exu Marabô Toquinho, ♫ .......................................................................... 229
POMBA GIRA MARIA QUITÉRIA ..................................................................... 222 EXU MIRIM NECO ............................................................................................ 229
Mas eu te chamo, te chamo, Maria Quitéria............................................... 222 Pelo Seu Trilho eu vou passar } ................................................................. 229
Oh Quitéria, eu vim na encruza, } ♫ ........................................................... 222 EXU MIRIM TONIQUINHO ................................................................................ 229
POMBA GIRA MENINA ..................................................................................... 223 Oh gente que barulho é esse, }.................................................................. 229
Apaguem a luz } .......................................................................................... 223 LINHA DE EXU MIRIM ...................................................................................... 229
Chorei, chorei, } .......................................................................................... 223 Ele não podia faltar .................................................................................... 229
Estou sentindo falta de um sorriso ♫......................................................... 223 Eu caminhei pela estrada deserta ............................................................. 229
Hoje é dia de festa } .................................................................................... 223 Exu Mirim no escuro } ♫ ............................................................................. 229
Já deu meia noite é o romper do luar ........................................................ 223 Meu galo preto, Do pé amarelo, } .............................................................. 229
Mas que menina linda, Mas que menina bela! ........................................... 223 Oh Meu Senhor das Almas } ...................................................................... 230
Pomba Gira Menina, Pomba Gira ela é }BIS ............................................. 223 Oxalá Meu Pai, tenha pena de mim ........................................................... 230
Quando eu era pequenina } ♫ .................................................................... 223
Se eu encontrasse você } ........................................................................... 223
POVO DA HORA - GERERÊ .................................................. 231
Vestidinho de chita saia rodada, cheinha de nó ......................................... 223 PONTOS DE LINHA.......................................................................................... 231
POMBA GIRA QUITÉRIA .................................................................................. 223 Gerere, Gerera, .......................................................................................... 231
Saravá Pomba Gira Quitéria, ...................................................................... 223 Olha Meu Gerere, Olha Meu Gerera ......................................................... 231
POMBA GIRA RAINHA ..................................................................................... 224 Povo da Hora Grande não tem hora pra chegar ....................................... 231
Oi que linda mulher, Exu lá no cruzeiro ...................................................... 224
Rainha sua coroa brilhou } BIS .................................................................. 224
ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS ............................... 232
Umbanda sua Rainha chegou }BIS ........................................................... 224 ENCERRAMENTO DO TRABALHO ................................................................ 232
POMBA GIRA ROSA CAVEIRA ....................................................................... 224 Eu fecho a nossa gira, } ............................................................................. 232
Ela é duquesa do oriente, amante de um Exu, } ........................................ 224 SAUDAÇÃO À TRONQUEIRA ......................................................................... 232
Ela é Rosa Caveira, mulher do Seu João, } ............................................... 224 Exu, Exu Tranca Ruas } ............................................................................. 232
Mas eu bati na porta do inferno, } ............................................................... 224 Foi na Porteira que eu deixei meu sentinela }BIS ..................................... 232
Sacode o pó que chegou Rosa Caveira, } ♫ .............................................. 224
MÚSICAS ................................................................................... 233
POMBA GIRA ROSA VERMELHA ................................................................... 224
Que rosa tão bonita, Que rosa tão encarnada ........................................... 224 A CIGANA ......................................................................................................... 233
Rosa Vermelha, rosa vermelha sagrada .................................................... 224 A cigana leu o meu destino, Eu sonhei!..................................................... 233
POMBA GIRA ROSA NEGRA .......................................................................... 225 A MACUMBA DA NEGA .................................................................................. 233
É negra, é soberana é poderosa ♫ ........................................................... 225 A macumba da nega é boa }BIS 4x ........................................................... 233
Quando a noite chega a lua vem o sereno cai ........................................... 225 ÁGUA DA MINHA SEDE .................................................................................. 233
Rosa Negra é uma rosa perfumada ........................................................... 225 Eu preciso do seu amor ............................................................................. 233
POMBA GIRA TATA MULAMBO ..................................................................... 225 AMOR DE MÃE ................................................................................................. 233
Tatá Mulambo, ela mereceu ganhar, } ♫ ................................................... 225 Sou eu, sou eu ........................................................................................... 233

Índice de Capítulos 16 de 239 Índice Geral


ÍNDICE
CANTO DAS TRÊS RAÇAS ............................................................................. 234
Ninguém ouviu ♫ ........................................................................................ 234
CANTO PRA OGUM .......................................................................................... 234
Eu, sou descendente Zulu, ♫ ..................................................................... 234
CONTO DE AREIA ............................................................................................ 235
É água no mar, é maré cheia ô } ♫ ............................................................ 235
COISINHA DO PAI ............................................................................................ 235
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai } BIS 4x ................................................. 235
DEUS MANDA ................................................................................................... 235
Deus manda, Deus manda } ♫ ................................................................... 235
FILHOS DE GHANDI ......................................................................................... 235
Filhos de Gandhi ......................................................................................... 235
LUA DE OGUM .................................................................................................. 236
A lua quando clareia o terreno.................................................................... 236
MINHA FÉ .......................................................................................................... 236
Eu tenho um santo Padroeiro, poderoso ♫ ................................................ 236
NÃO DEIXE O SAMBA MORRER .................................................................... 236
Quando eu não puder ................................................................................. 236
O CAVALO DE SÃO JORGE ............................................................................ 236
O cavalo de São Jorge foi passear na areia ♫........................................... 236
PAI VÉIO ............................................................................................................ 237
Qué falá com pai véio vem agora ............................................................... 237
PRAIA DA MARALINA ...................................................................................... 237
Na praia de maralina tem dois camarão na areia ♫ ................................... 237
PRA SÃO JORGE ............................................................................................. 237
Vou acender velas para São Jorge ♫ ♫ ..................................................... 237
QUANDO A GIRA GIROU ................................................................................. 237
O céu de repente anuviou ♫ ....................................................................... 237
SAMBA LELÊ .................................................................................................... 238
Samba Lelê está doente, ♫ ........................................................................ 238
SEU GUARDA CIVIL ......................................................................................... 238
Seu guarda civil não quer a roupa no quarador ♫ ..................................... 238
TREM DAS ONZE .............................................................................................. 238
Não posso ficar nem mais um minuto com você ........................................ 238
VOU BOTAR TEU NOME NA MACUMBA ....................................................... 238
Eu vou botar ................................................................................................ 238

Índice de Capítulos 17 de 239 Índice Geral


TOQUES
TOQUES
BARRAVENTO
♫ ♫

CONGO PAULISTA

EXU

IJEXÁ

MARCAÇÃO

SAMBA CABULA

Índice de Capítulos 18 de 239 Índice Geral


ABERTURA DOS TRABALHOS
ABERTURA DOS TRABALHOS Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
HINO DA UMBANDA
Composição : Joaquim Moreira Alves Defuma com as ervas da Jurema, } ♫
Toque: Nagô Defuma com arruda e guiné }BIS
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Refletiu a luz divina, ♫ Benjoim, alecrim e alfazema,
Com todo seu esplendor Vamos defumar filhos de fé, defuma
Vem do reino de Oxalá, -----------------------------------------------------------------------
Onde há paz e amor BATE A CABEÇA
Luz que refletiu na terra, Toque: Nagô
Áudio: Curimba do Ogum das Águas
Luz que refletiu no mar Cachoeira da mata virgem } ♫
Luz que veio de Aruanda,
Onde mora meu pai Xangô }BIS
Para tudo iluminar
Se a água minou é Nanã Buruquê }
A Umbanda é paz e amor,
É um mundo cheio de luz
Se a pedra rolou saravá pai Xangô }BIS
É a força que nos dá vida, Saravá pai Xangô, eee eea
E a grandeza nos conduz Quem é filho de fé }
Avante filhos de fé, Bate a cabeça neste congá }BIS
Com a nossa lei não há -----------------------------------------------------------------------
Levando ao mundo inteiro }
BATE A CABEÇA PARA PAI DE SANTO
A bandeira de Oxalá } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Auê baba, baba dos Orixás }BIS
Diante do altar, }
DEFUMAÇÃO
Toque: Nagô Saudando está seus Orixás }BIS
Áudio: ???
Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo } ♫ ANJO DA GUARDA
Composição : Caboclo Akuan, Composição: João Costa
Jesus Cristo incensou os filhos seus } Toque: Vibração ou sem toque
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Eu incenso, eu incenso essa casa }
La no céu uma luz brilhou ♫
Fé em Ogum, Oxóssi e Oxalá }BIS Anjos no terreiro eu chamei, oh Deus, oh Deus
Estou incensando, estou defumando } Como brilha bonito, o anjo que está em mim }BIS
A Casa do meu Bom Jesus da Lapa }BIS Se Oxalá permitir que venha meu anjo
----------------------------------------------------------------------- Me guarde meu anjo, me abençoe meu anjo,
Toque: Nagô Meu anjo da guarda
Áudio: ??? Me guarde meu anjo, me abençoe meu anjo,
Meu pai Oxóssi dá licença pra defumar }BIS ♫
Meu anjo de luz
Eu defumo, eu defumo esta aldeia real }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
PRECE DE ABERTURA
Toque: Nagô Composição: Reinaldo Godinho
Áudio: Engoma do Pai Maneco Toque: Vibração ou sem toque
Corre a gira meu São Jorge, ♫ Áudio: Os Encantados
Filhos quer se defumar Rios, montes e cascatas, vejo a beleza do mar ♫
Umbanda tem fundamento é preciso preparar Olho pro céu e as estrelas, sempre a me iluminar
Cheira incenso e alecrim, Pois cada passo que dou, é uma vitória galgar
Cheira arruda e guiné E de joelhos em terra,
Umbanda tem fundamento, Sempre louvarei ao meu pai Oxalá
Defuma filhos de fé Meu pai supremo, és criador, }
----------------------------------------------------------------------- És a mais pura bondade, é a paz e o amor, }
Me cubra com sua glória, me prometa nunca faltar }
E de joelhos em terra, }
Sempre louvarei ao meu pai Oxalá }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 19 de 239 Índice Geral


ABERTURA DOS TRABALHOS
Composição: Reinaldo Godinho SAUDAÇÃO AOS ORIXÁS DA UMBANDA
Toque: Nagô
Toque: Vibração
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Eu vou abrir a nossa gira com fé – eu vou! ♫ Saravá nosso pai Oxalá - Epa babá
Eu vou luzir a gira com dedicação Saravá nosso pai Ogum - Ogunhê
Pedindo à Deus e a todo santo Saravá nossa mãe Iemanjá - Odoya
A luz do manto da proteção Saravá nossa mãe Oxum - Ora yê yê ô
Gira, gira, gira dos Caboclos Saravá nossa mãe Iansã - Eparrei Iansã
Sem sua gira eu não posso trabalhar Saravá nosso pai Xangô - Kâo kabecile
Eu vou chamar as sete linhas da Umbanda Saravá nosso pai Oxóssi - Okê Arô
Sempre com a força de Ogum – ogunhê! Saravá nosso pai Omolu - Atotô Obaluaê
E receber o bem que vem da Aruanda Saravá nossa mãe Nanã Buruquê - Saluba Nanã
Para todos e pra qualquer um Saravá os Pretos Velhos - Adorê as almas
----------------------------------------------------------------------- Saravá os baianos - É pra Bahia meu pai
Saravá os boiadeiros - Xetruê Xetruá
SAUDAÇÃO À CURIMBA Saravá os marinheiros - Odoya Odoya
Composição: Pai Serafim,
Alterações:Diovani de Ogum Saravá o povo do priente - Yori babá
Toque: Ijexá Saravá o povo cigano - Saranaê ciganos
Vamos saudar a curimba do terreiro Saravá as crianças - Omi beijada
Que com força anuncia que o trabalho começou
-----------------------------------------------------------------------
A voz da Umbanda é o couro do atabaque
Que em meus ouvidos batem, SAUDAÇÃO AOS ORIXÁS DA CASA
Toque: Vibração
E diz que Deus abençoou
Saravá Seu Sete Flechas e Seu Sete Estrelas
Toque: Nagô
Vamos saudar a curimba do terreiro Saravá todos os Caboclos de Oxóssi
Que com forças anuncia que o trabalho começou Saravá Ogum Sete Espadas e Ogum Rompe Mato
A voz da Umbanda é o couro do atabaque Saravá todos os Caboclos de Ogum
Que em meus ouvidos batem Saravá Xangô Sete Montanhas e o caboclo Jurambô
E diz que Deus abençoou Saravá todos os Caboclos de Xangô
O seu Flecheiro vem trazendo nossos guias Saravá pai Benedito, pai Luiz e pai Joaquim
Que aqui chegam com alegria, Saravá vó Zefa e mãe Maria
Abençoar nossos irmãos Saravá todos os pretos e pretas velhas
Som do atabaque impulsona a vibração} Saravá todas as crianças
O Ogãn passa pro couro as batidas do coração}BIS Saravá todos os terreiros de Umbanda
Toque: Barravento Saravá todos os pais e mães de santo
Vamos saudar a curimba do terreiro Saravá a pemba
Que com forças anuncia que o trabalho começou Saravá a toalha
A voz da Umbanda é o couro do atabaque Saravá o nosso congá
Que em meus ouvidos batem Saravá a nossa tronqueira
E diz que Deus abençoou -----------------------------------------------------------------------
O seu Flecheiro vem trazendo nossos guias
Que aqui chegam com alegria, SAUDAÇÃO À TRONQUEIRA
Toque: Nagô
Abençoar nossos irmãos Áudio: Engoma do Pai Maneco
Som do atabaque impulsona a vibração} Exu, Exu Tranca Ruas } ♫
O Ogãn passa pro couro as batidas do coração}BIS Me abre o terreiro e me fecha a rua }BIS 3X
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Foi na porteira que eu deixei meu sentinela }BIS
Eu deixei nossa segurança }
Tomando conta da cancela }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 20 de 239 Índice Geral


ABERTURA DOS TRABALHOS
Toque: Nagô
Áudio: Tião Casemiro
Seu Tranca Ruas da uma volta lá fora }BIS ♫
Quem for bom, bota pra dentro
Quem não for deixa lá fora
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Portão de ferro, cadeado é de madeira }BIS
Na porta do cemitério, }
Quem manda é Tata Caveira }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento
Aquela capa encarnada que eu mandei fazer }
Não era para Exu, era pra Maria Mulambé }BIS
Maria Padilha das Almas, o cemitério é o seu lugar
É no burraco que a Padilha mora, }
É do burraco que a Padilha vai girar }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 21 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
PONTOS EXTRAS HINO NACIONAL BRASILEIRO
HINO NACIONAL BRASILEIRO Composição: Joaquim Osório Duque Estrada
Composição: Joaquim Osório Duque Estrada Composição: Francisco Manuel Da Silva
Composição: Francisco Manuel Da Silva Toque: Nagô
Toque: Nagô Parte II
Parte I Áudio: Orquestra Nacional
Áudio: Orquestra Nacional Deitado eternamente em berço esplêndido, ♫
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas ♫ Ao som do mar e à luz do céu profundo,
De um povo heróico o brado retumbante, Fulguras, ó Brasil, florão da América,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Iluminado ao sol do novo mundo!
Brilhou no céu da pátria nesse instante. Do que a terra, mais garrida,
Se o penhor dessa igualdade Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
Conseguimos conquistar com braço forte, "Nossos bosques têm mais vida",
Em teu seio, ó liberdade, "Nossa vida" no teu seio "mais amores."
Desafia o nosso peito a própria morte! Ó pátria amada, idolatrada, salve! salve!
Ó pátria amada, idolatrada, salve! salve! Brasil, de amor eterno seja símbolo
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido O lábaro que ostentas estrelado,
De amor e de esperança à terra desce, E diga o verde-louro dessa flâmula
Se em teu formoso céu, risonho e límpido, - "Paz no futuro e glória no passado."
A imagem do cruzeiro resplandece. Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Gigante pela própria natureza, Verás que um filho teu não foge à luta,
És belo, és forte, impávido colosso, Nem teme, quem te adora, a própria morte.
E o teu futuro espelha essa grandeza. Terra adorada, entre outras mil, És tu, Brasil,
Terra adorada, Ó pátria amada!
Entre outras mil, Dos filhos deste solo és mãe gentil,
És tu, Brasil, Pátria amada,
Ó pátria amada! Brasil!
Dos filhos deste solo és mãe gentil, -----------------------------------------------------------------------
Pátria amada,
Brasil! 7 LINHAS DA UMBANDA
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???
Auê, pai Oxalá, salve a Umbanda, } ♫
Salve todos os Orixás } BIS
Salve Xangô, meu pai é rei da pedreira,
Salve Oxum, rainha da cachoeira,
Iemanjá, guerreira mãe Iansã,
Salve Atotô, oh saravá vovó Nanã,
Auê, pai Oxalá, salve a Umbanda, }
Salve todos os Orixás }BIS
Salve Ogum, guerreiro de minha fé,
Caboclo da Mata Virgem, salve a folha da guiné,
Omi beijada, preto velho quimbandeiro,
Saravá todos os Exus e Pomba Gira do terreiro,
Auê, pai Oxalá, salve a Umbanda, }
Salve todos os Orixás }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 22 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Ogã Lucas Lopes - Templo Sananda Áudio: ???
Foi ele quem criou os meus caminhos ♫ O lu, o lu, o lu, o Luanda ♫
Para Exu e Pomba Gira poder abrir No terreiro de Umbanda
Xeuê babá Oxalá meu grande rei O Lu, o lu, o lu, o Luanda
Dentro da Umbanda vim saudar o teu poder Ninguém teme demanda
Atrás da serra em cima das pedreiras Saravá pai Oxalá, saravá o pai Xangô
Meu pai Xangô protegendo as cachoeiras Saravá meu pai Ogum, que é nosso guia e protetor
Mamãe Oxum com todo seu axé Saravá todas as moças, começando por Nanã
Nas lindas águas elevando minha fé Saravá dona Iemanjá, mamãe Oxum e mãe Iansã
E com seus raios vi uma moça a bailar Saravá seu Mata Virgem, rei da mata verdadeiro
Era Iansã conduzindo todo ar Saravá Cabocla Jurema, e o Caboclo Boiadeiro
Meu pai Ogum guerreiro a cavalgar Saravá os pretos velhos,
Conduz minha vida me ensina a guerrear (foi ele) E também todas as crianças
Foi ele quem criou os meus caminhos Saravá toda entidade, }
Para Exu e Pomba Gira poder abrir Que faz o que o mestre manda }BIS
Xeuê babá Oxalá meu grande rei -----------------------------------------------------------------------
Dentro da Umbanda vim saudar o teu poder Toque: Nagô
Odé maior Oxóssi é caçador, Áudio: Banda de Ptah e as Crianças do Templo do Vale do Sol e da Lua.

Das suas matas divino protetor Penso no dia que logo vai nascer ♫
Com suas palhas Obaluaê vai me curar E o meu peito se enche de emoção
Sua mãe Nanã muitas flores semear A esperança invade o meu ser
Um canto doce em noite de luar Eu sou feliz e gosto de viver.
Iemanjá quem veio me falar Pela beleza dos raios da manhã
Que o meu destino, à ele eu posso confiar Eu te saúdo mamãe Iansã
Nos meus caminhos Oxalá vai me guiar (foi ele) Pela grandeza das ondas do mar
----------------------------------------------------------------------- Me abençoe Mamãe Iemanjá
A mata virgem tem seu semeador
Toque: Nagô
Áudio: ??? Ele é Oxóssi Okê Okê Arô!
Neste Jacutá tem mironga tem }BIS ♫ Na cachoeira eu vou me refazer
Tem Oxóssi, tem Ogum Nas águas claras de Oxum ai ie ieo
Tem kaô e tem Ofá Se a injustiça faz guerra de poder
Iemanjá e tem Xangô Valha-me a espada de Ogum, Ogunhê
Xangô, Kaô, meu pai} Não há doença que venha me vencer
Saravá, nosso pai Oxalá }BIS Sou protegido de Obaluaê
----------------------------------------------------------------------- Eu sou de paz mas sou um lutador
A minha lei quem dita é Xangó
A alegria já tem inspiração
Na inocência de Cosme e Damião
Não tenho medo, vou ter medo de que?
Tenho ao meu lado Nanã Buruquê
E essa luz que vem de Oxalá }
Tenho certeza vai me iluminar } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 23 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Áudio: ???
Quando os Caboclos trazem as folhas da Jurema ♫ Oxalá criou a terra, Oxalá criou o mar } ♫
E os Pretos Velhos trazem arruda e guiné Oxalá criou o mundo, onde reinam os Orixás }BIS
Eles vêm trabalhar na lei de Umbanda } A pedra deu pra Xangô meu pai é rei justiceiro
Tem licença de Aruanda } As matas deu para Oxóssi,
Pra salvar a quem tem fé } BIS Caçador grande guerreiro
O sabiá canta alegre na palmeira Mar com pescaria farta, ele deu pra Iemanjá
E Xangô lá na pedreira os seus filhos vem salvar Os rios deu para Oxum, os ventos para Oyá
Meu pai Ogum empunhando a sua espada } Grandes campos de batalha,
Manda um toque de alvorada} Deu pra seu Ogum guerreiro
E toda a linha vai chegar } BIS Campinas, pai Oxalá,
----------------------------------------------------------------------- Deu para seu boiadeiro
Toque: Nagô Jardins com lindos gramados
Áudio: ??? Deu pras crianças brincar
Rei da demanda é Ogum Megê } ♫ Oxalá criou o mundo, onde reinam os Orixás
Quem rola pedra é Xangô Kaô } Oxalá criou a terra, Oxalá criou o mar }
Flecha de Oxóssi é certeira é, e e e.. } Oxalá criou o mundo, onde reinam os Orixás }BIS
E Oxalá é o meu senhor, o o o... o o o... }BIS O poço deu pra Nanã, a mais velha Orixá
Sete linhas de Umbanda, sete linhas pra vencer E o cruzeiro bendito, deu pras almas trabalhar
Na lei de Oxalá ninguém pode perecer Finalmente deu as ruas com estrelas e luar
Tem Oxum nas cachoeiras, Pra Exu e Pomba Gira nossos caminhos guardar
Iemanjá deusa do mar -----------------------------------------------------------------------
Iansã pra defender, pai Ogum pra demandar
----------------------------------------------------------------------- A GRANDE LUZ
Autor: Roberto Stanganelli, Francisco Barreto, Ari Guardião
Toque: Nagô Toque: Ijexá
Áudio: ??? Áudio: Engoma do Pai Maneco
Tambor, tambor, } ♫ Existe até gente grande, com medo da escuridão ♫
Vai chamar quem mora longe , tambor} BIS Também existem pessoas querendo uma explicação
É Oxóssi na mata, Xangô na pedreira, } Oxóssi Orixá das matas é o mesmo São Sebastião
Ogum no Humaitá, } Iemanjá é a nossa Senhora da Conceição }BIS
Mamãe Oxum nas cachoeiras }BIS A igreja tem os seus santos, a Umbanda seus Orixás
----------------------------------------------------------------------- As duas se sincretizam, as duas pregam a paz
O mesmo Deus de uma igreja é Zambi Obatalá
Apenas mudando o nome }
Jesus Cristo é Oxalá }BIS
Na bondade de Sant'Ana um bom umbandista crê
Na figura veneranda da mãe Nanã Buruquê
Mudando até no espaço o laço que não se vê
Temos São Bartolomeu Orixá Oxumaré }BIS
Se alguém que está me escutando
Ainda sente temor
Permita que eu lhe esclareça
Que a Umbanda é paz e amor
Amor que rejuvenesce essa força superior
É a grande luz que nos guia }
É o nosso criador } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 24 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
ABERTURA DOS TRABALHOS Toque: Nagô
Toque: Nagô Vou abrir minha Aruanda }
Com a chave de ouro, Vou abrir meu Juremá }BIS
Abrimos nossos trabalhos de glória, Com licença de meu pai Ogum, }
Louvado seja Deus, que Ogum ganhou vitória, E de todos os Orixás }BIS
Ele ganhou porque é o guerreiro de Oxalá São Jorge entrou de ronda, }
Com sua espada reluzente seus trabalhos veio firmar Arreia a bandeira e vamos trabalhar }BIS
Firma o ponto minha gente } -----------------------------------------------------------------------
Que é de Jesus esta seara }
ADVERTÊNCIA
Na canjira de Umbanda } Toque: Nagô
Ogum Sete Ondas, Ogum Beira Mar }BIS Áudio: ???

----------------------------------------------------------------------- Não mexa em coisa sagrada } ♫


E não se intrometa no que não conhece }
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Entrando num templo de Umbanda }
Eu abro a nossa gira, } ♫ Com todo respeito faça sua prece }
Com Deus e Nossa Senhora } Concentre o seu pensamento }
Eu abro a nossa gira, } Nas coisas divinas em frente ao congá }
Samborê, pemba de angola}BIS Não mexa em coisa sagrada }
Gira, gira, gira dos Caboclos, Respeite a Umbanda do pai Oxalá }BIS
Sem sua gira eu não posso trabalhar, Quem quiser chegar até Zambi }
Assim, assim na fé de Ogum meu pai, Ogunhê, Tem que ser da nossa Umbanda }
Sem gira eu não posso trabalhar Tratar sempre com respeito }
----------------------------------------------------------------------- Todo o povo de Aruanda }
Toque: Nagô A mansão de Zambi é grande, }
Áudio: Martinho da Vila Para todos tem lugar, suas portas estão abertas}
Oh da-me licença e ♫ Para quem quiser entrar }BIS
Oh da-me licença -----------------------------------------------------------------------
Alodê Iemanjá e, da-me licença }BIS
----------------------------------------------------------------------- AGRADECIMENTOS
Toque: Nagô
Toque: Nagô E agradecemos a Deus, a Oxalá e a Virgem Maria
Áudio: ???
E a todos os Orixás, por essas horas de alegria
Pedimos licença a Zambi, a Oxum e Iemanjá ♫
-----------------------------------------------------------------------
Para abrir nossos trabalhos,
Com a bandeira de Oxalá Toque: Nagô
Áudio: Canal Pontos de Umbanda
Saravá Ogum, saravá o Congá Graças a Deus, graças a Deus, meu Deus }BIS ♫
Saravá Seu Sete Ondas, ele é rei é Orixá Pelo dia de hoje, louvado seja Deus }BIS
Saravá as Almas, saravá o Congá Pros Orixás muito obrigado }BIS
----------------------------------------------------------------------- Que Deus lhe dê felicidade e saúde }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Vou abrir minha Aruanda }
Vou abrir meu Juremá }BIS AJEUM
Toque: Barravento
Com licença de meu pai Ogum } Cosme e Damião, ele vem abençoar }
E de todos os Orixás }BIS A mesa das crianças em nome de Oxalá }BIS
----------------------------------------------------------------------- Dois, dois é São Cosme e Damião
Eles vêm neste terreiro em nome de Oxalá
Dois, dois é São Cosme e Damião
Eles vêm neste terreiro pra nos ajudar
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 25 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Ijexá AMOR DE OGÃ
Áudio: ???
Toque: Vibração
Comida de santo, ninguém põe a mão }BIS ♫ Áudio: Alabe Fábio de Xoroquê
Ela é sagrada, meu pai, ela é sagrada}BIS Eu toco com amor e emoção, ♫
----------------------------------------------------------------------- Eu toco, canto e grito até chorar
Quando eu vejo esses guias de luz,
AMACI
Toque: Nagô A energia e a força dos Orixás
Áudio 1: ??? Só de pensar nos Pretos Velhos me arrepio
Áudio 2: Engoma do Pai Maneco
A todos que olham, a todos que estão aqui } ♫ ♫ Quando chegam os Caboclos com seus gritos
Muita atenção, hoje é dia de amaci }BIS Os Exus dançando e rindo à meia noite,
Filhos de fé respeitai o pano branco E as crianças a alegrar a nossa vida
Toque: Barravento
Babalaô preparou seu banho santo Daí vem Iansã no barravento,
Filhos de fé respeitai pemba e Congá Junto com Ogum, que acabou de dobrar
Dentro da lei vem saudar seu Orixá Mamãe Oxum toda linda e formosa,
Saravá “NOME DO ORIXÁ” } As minhas mãos ela vem abençoar
Tenho a cabeça lavada} Não sinto dor em tocar pra Omolu,
Fiz meu batismo na Umbanda, } Com sua força ele leva todo o mal
Hei de honrar o meu guia } BIS Senhor Oxóssi se prepara pra dançar,
----------------------------------------------------------------------- E Iemanjá me alivia o coração
Composição: Dionatan Matos Agora está vindo Oxalá
Toque: Nagô
E as lágrimas começam a cair
Glória a Zambi nas alturas a Oxalá nesse Congá }
Meu pai Xangô realize o meu desejo,
Glória a Deus no mundo inteiro, }
Quando eu morrer não deixe acabar
E saravá meu Orixá }BIS
O atabaque aqui neste terreiro,
Foi feito com ervas, ervas do meu Orixá }
Onde eu dei minha vida a tocar
E hoje está firmado, Iluminado neste Congá }BIS
É na batida dele que um dia,
Meu Amaci foi feito, na lei de Oxalá
Quem sabe um dia, eu poderei voltar
Respeitando o pano branco }
-----------------------------------------------------------------------
A Pemba e esse Congá }BIS
----------------------------------------------------------------------- ANIVERSÁRIO
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Parabéns a você, nesta data querida
Olha o amaci, olha o amaci, olha o amaci
Saravá Umbanda, saravá Umbanda }
É na coroa de (nome do Orixá)
Saravá Umbanda, que lhe dê a proteção }BIS
Olha o amaci, olha o amaci, olha o amaci
-----------------------------------------------------------------------
É na coroa de Babá Ifá
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Um abraço dado, de bom coração }
Vale mais que um abraço, }
É uma benção, uma benção }BIS
Que Deus lhe guarde, que Deus lhe ajude }
Que Deus lhe dê, felicidade e saúde }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 26 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
ANJO DA GUARDA BATE A CABEÇA PARA PAI PEQUENO
Toque: Nagô Toque: Nagô
Bendito anjo da guarda, iluminai nosso altar Salve a sua coroa, salve o seu Orixá }BIS
Abençoa com sua proteção, Diante do altar, }
Trazendo paz ao meu coração Saudando esta seus Orixás }BIS
Vem anjo da guarda, protegei todos nossos irmãos -----------------------------------------------------------------------
E a assistência seja guardada
BATIZADO
Em nossa corrente de união Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???
Iemanjá cadê Ogum? ♫
Toque: Vibração
Foi com Oxóssi ao Rio Jordão
Meu anjo da guarda, bendito sejais }
Foram saudar São João Batista,
Em nome de Deus, seus filhos guardai }BIS
E batizar Cosme e Damião
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
BATE A CABEÇA Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: Tião Casemiro
Bate a cabeça filhos de Umbanda, } Na casa de Oxalá filho vai se batizar }BIS ♫
Bate a cabeça filhos de fé }BIS Batiza ele }BIS
----------------------------------------------------------------------- Batiza com oléo de Deus
Toque: Nagô Batiza ele }BIS
Ogum, Ogum, Ogum, Ogum ele é meu pai }BIS Ele também é filho seu
Bate a cabeça saravá Ogum meu pai }BIS Batiza ele }BIS
----------------------------------------------------------------------- Com as águas cristalinas
Toque: Nagô Batiza ele }BIS
Pra você que é filho de pemba, } Com a pemba de Oxalá
Pra você que é filho de fé }BIS Batiza ele }BIS
Vamos bate essa cabeça } Meu pai chefe de Congá
E peça a Deus o que quiser }BIS Batiza ele }BIS
----------------------------------------------------------------------- Filho quer se batizar
Toque: Nagô Batiza ele }BIS
Quem é filho de fé bate cabeça aqui no Congá} -----------------------------------------------------------------------
Pro papai Oxalá ê ê, pro papai Oxalá }BIS
CHAMADA DE FESTA
Oh! mamãe de Aruanda me leva, } Toque: Congo
Me leva pro seu jacutá } Hoje é noite de alegria, tem festa no meu Congá
Que eu sou filho de fé, } Preto Velho trabalhando,
Eu sou filho de fé e não posso faltar }BIS “NOME DA LINHA” vão chegar
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
COROAÇÃO DE OGAN
Vem, vem, vem, na fé de nosso Senhor Toque: Nagô
Vem bater cabeça meus filhos Áudio: ???

Oxalá mandou Coroa, minha coroa ♫


Que Jesus me deu, oh! Minha coroa
-----------------------------------------------------------------------
Coroai seus filhos, minha coroa
BATE A CABEÇA PARA PAI DE SANTO Coroa de glória
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Auê babá, babá dos Orixás }BIS
Diante do Altar, } Toque: Nagô

Saudando está seus Orixás }BIS Oh, Iaô Ogum te coroou


----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 27 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Nagô CURIMBA
Pai, Filho, Espírito Santo na hora de Deus amém Composição: Tambores do Paraná
Ele vem pra consagrar sua casa e sua babá Toque: Nagô
Áudio: Tambores do Paraná
Que trouxe seu Ogãn pra firmar pros Orixás Escute o tambor êêê ôôô } ♫
Vamos firmar, meu pai, vamos firmar} Escute o tambor }BIS
Vamos firmar, minha mãe, vamos firmar }BIS Quando o céu fica escuro e a vida diz não,
Seu Ogãn que toca e conta pra babá, } Quando tudo parece sem solução,
Pra Caboclos e Pretos Velhos } Escute o tambor do seu coração.
Pra crianças e os Orixás }BIS Escute o tambor êêê ôôô }
----------------------------------------------------------------------- Escute o tambor }BIS
CRUZAMENTO DA UMBANDA Nosso batuque ancestral, acima do bem e do mal.
Toque: Ijexá Tá no coração do menino, Senhor
CRUZANDO
Não não aceite o chicote,
Cruza, cruza vamos cruzar,
Chama pra luta de morte,
Este filho neste Congá
É feito de sangue e suor o tambor.
Com licença de Oxalá,
Escute o tambor êêê ôôô }
Com as forças da mãe Iemanjá
CRUZADO Escute o tambor }BIS
Cruza, cruza já cruzei, Quando a luta parece perdida,
Este filho dentro da lei debaixo das asas de um falso opressor,
Com licença de Oxalá, Chama grita forte pela vida,
Com as forças da mãe Iemanjá Que habita para dentro do tambor.
----------------------------------------------------------------------- Escute o tambor êêê ôôô }
Escute o tambor }BIS
CURIMBA - CABOCLO FLECHEIRO O nosso batuque ancestral, acima do bem e do mal.
Alterações: Dionatan Matos
Toque: Nagô Tá no coração do menino, Senhor
Seu Flecheiro meu pai me ensinou } Não não aceite o chicote,
Bater atabaque e cantar com fé e amor }BIS Chama pra luta de morte.
Salve Lê que faz a ligação É feito de sangue e suor o tambor.
Do som do atabaque com o canto do coração Escute o tambor êêê ôôô }
Salve Rumpi que protege a Curimba Escute o tambor }BIS
E traz sua magia no repique do tambor -----------------------------------------------------------------------
Salve Rum que canaliza a energia
E traz os nossos guias para virem trabalhar
Bate tambor, bate atabaque }
Repique tambor na imensidão }
Pois a Umbanda diz, seja livre e feliz }
Sua palavra é lei }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 28 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Autor: Turomm Toque: Congo, Nagô, Samba de Caboclo, Ijexá, Barravento
Toque: Ijexá Autor: Tambores do Paraná
O batuque de lá, oi batuque de cá, êê áá } ♫ Áudio: Tambores do Paraná

O batuque de lá, oi batuque de cá,} Pedra rolou, rolou, derrubou a árvore ♫


Na Umbanda o batuque não pode parar } BIS Veio a espada sagrada e lapidou
Tem Ogãn que nasce assim, Nasceu em meio a mata virgem
Ouvindo o batuque do coração Um instrumento que emocionou....
Sente Rum, Rumpi, Lê, sem medo de bater Da Aruanda veio o chamado
O Tambor de Oxalá, vem comigo saravá Da Mãe mais velha, saluba Nanã
O Tambor de Iemanjá, saudando a Sereia do Mar, Pra poder chegar todas as falanges
O batuque de lá, oi batuque de cá, êê áá } Que se criem meus bravos Ogans
O batuque de lá, oi batuque de cá,} É agogô, é atabaque, é tumbadora
Na Umbanda o batuque não pode parar } BIS Firma o couro que aqui quero chegar
Tem Ogãn que nasce na fé, na magia do Tambor Babalaô já incensou a sua casa
Sentindo a vibração, vê acontecer o amor Vibrando forte, o seu guia vai girar
Batendo com o coração, pra chamar seus Orixás Tocam samba de caboclo }
Respeitando seus irmãos, vamos todos saravá Ijexá }
O batuque de lá, oi batuque de cá, êê áá } Mas é no barravento }
O batuque de lá, oi batuque de cá,} Que vamos descarregar... }BIS
Na Umbanda o batuque não pode parar } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- DEFUMAÇÃO
Toque: Nagô
Composição: Lolô / Reinaldo Godinho
Alterações: Dionatan Matos Bota fogo nessas ervas que são ervas de Xangô
Toque: Nagô Tem arruda, tem guiné, têm obi, tem orobô
Toda curimba trás a força musical } E quem quiser se defumar
Caboclo Flecheiro é nosso chefe principal } Vai pedir ao pai Xangô
Comandando os Ogans que aqui estão } Tem arruda, tem guiné, têm obi, tem orobô
Mostrando a sua fé, humildade e devoção }BIS -----------------------------------------------------------------------
Vibra Lé, vibra Rumpi, vibra Rum,
Toque: Nagô
E vibra toda a percussão,
Defuma, defuma e vai defumando
Salve o Caboclo que transmite
Defuma, defuma e o mal vai levando
A sua força na palma da minha mão
Ele é o zelador, ele é filho de Umbanda
-----------------------------------------------------------------------
Ele incensa seus filhos e o mal vai levando
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Defuma defumador } ♫
Esta casa de nosso Senhor }BIS
E leva pras ondas do mar }
O mal que aqui possa estar }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
E olha o cheiro Yara, e olha o cheiro Aimoré ♫
E olha o cheiro Yara, }
É de alecrim é da guiné }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 29 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Ele é rezador Vou defumar a Umbanda }
Ele vai defumar Com nove anjos do céu }BIS
Ele reza a seus filhos A Umbanda cheira rosa a rosa cheira guiné }BIS
E o mal vai levar -----------------------------------------------------------------------
Defuma, defuma, } Toque: Nagô
Ele vai defumar} Áudio: ???

Defuma seus filhos} Nossa Senhora incensou a Jesus Cristo } ♫


E o mal vai levar }BIS E Jesus Cristo incensou os filhos seus }
----------------------------------------------------------------------- Eu incenso, eu incenso essa casa }
Na fé de Oxóssi, de Ogum e Oxalá }BIS
Toque: Nagô
Estou defumando, estou incensando } Estou incensando, estou defumando }
A casa do meu Bom Jesus da Lapa }BIS A casa do meu Bom Jesus da Lapa }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Incensa, incensa estou incensando } Nossa Senhora incensou seus filhos
Incensa, incensa estou incensando} Nossa Senhora incensou o seu altar
Eu incenso os filhos do Seu Sete Flechas } Nossa Senhora incensou a sua aldeia
Pro mal sair e o bem entrar }BIS Para o mal sair e o bem entrar
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Toque: Nagô DESPEDIDA DO VISITANTE


Jureme, juremeira, } Toque: Nagô
Adeus, Adeus, de Oxalá eu peço a bênção
Olha as folhas das palmeiras }BIS
Dê meus irmãos em nossa casa, sua presença
Juremá vem lá das matas vem trazer neste Congá
-----------------------------------------------------------------------
O seu cheiro de incenso para seus filhos defumar
Cheira mirra, benjoim e também cheira incenso } Toque: Nagô

Defuma filhos de pemba } Na fé de Oxalá eu vim, }


Com as ervas da Jurema }BIS Na fé de Oxalá eu vou }BIS
----------------------------------------------------------------------- Agradecendo a acolhida, babá e babalaô }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Mãe Menininha de Oxum, onde é que você está Toque: Nagô

Estou defumando o terreiro de Oxalá Quando aqui cheguei


Ta cheirando arruda, tá cheirando a guiné Confirmei nossa união
Estou defumando os seus filhos de fé Agora eu vou embora
Olha a zuada do vento, zuê zuê Rogo a Deus a proteção
Olha a zuada do mar, zuá, zuá -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- DESPEDIDA PARA A VISITA
Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: ???
Ora vamo incensar essa casa, A Estrela da guia guiou nosso pai } ♫
Que o dono dela chegou Guiai esses filhos ao caminho que vai }BIS
Ora vamo incensar essa casa, Oh meu bom Jesus, nosso pai redentor }
Casa de meu pai Ogum Que na santa cruz seu sangue derramou }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: vibração Toque: Nagô
Povo de Umbanda, vem ver os irmãos seus Irmão que veio aqui, agora já vai embora }BIS
Defuma esta casa, nas auras de Deus Exu lhe abra os caminhos }
Povo de Umbanda, vem ver os irmãos seus Pai Ogum lhe dê vitórias }BIS
Defuma estes filhos, nas auras de Deus -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 30 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
DIAS COMEMORATIVOS Toque: Nagô
Toque: Nagô Saravá, saravá, saravá }
Hoje tem alegria, hoje tem alegria Pra esse povo de pemba, }
Hoje tem alegria, na Linha de Umbanda Que fica de pé no Congá }
Hoje tem alegria Saravá, saravá, Oxalá }
----------------------------------------------------------------------- Ele é pai de cabeça, }
Não deixa seu filho tombar }BIS
ENTRADA DO VISITANTE
Toque: Nagô Lua, Oh! Lua,
Da minha casa saí a passear Ilumina o terreiro que o pai de cabeça chegou
Ao seu terreiro, eu vim visitar Lua, Oh! Lua,
Somos filhos de pai Oxalá } Já deu meia-noite e o galo de pemba cantou }BIS
Oi, dá licença, oi dá licença, oi dá }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
HOMENAGEM A MÃE MENININHA DO GANTOIS
Toque: Nagô
FECHAMENTO DA CURIMBA Áudio: ???
Toque: Barravento
Ai minha mãe, minha mãe Menininha, } ♫
Já deu a hora no relógio de Xangô } BIS
Ai minha mãe, Menininha do Gantois, }BIS
Vou fechar o couro, babá }
A estrela mais linda, ta no Gantois
Foi Oxalá foi quem mandou } BIS
E o sol mais brilhante, ta no Gantois
-----------------------------------------------------------------------
A beleza do mundo, ta no Gantois
GIRA DE UMBANDA E a mão da doçura, ta no Gantois
Toque: Nagô
Áudio: ??? O conselho da gente, ta no Gantois
Que gira linda, que gira de luz ♫ A Oxum mais bonito, ta no Gantois
Abençoando a gira, nosso mestre Jesus Olorum quem mandou essa filha de Oxum
Uma gira de fé, uma gira de amor Tomar conta da gente e tudo cuidou
Olhando por nós o nosso senhor Olorum quem mandou, e ô
Nosso canto de paz, por um mundo de luz Ora ie ie o }BIS
Com a benção do pai, e o amor de Jesus -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio: ???
HOMENAGEM AO PAI DE CABEÇA Embala eu, embala eu, Menininha do Gantois, } ♫
Composição: Reinaldo Godinho
Toque: Nagô Embala pra lá, embala pra cá, }
Áudio: Engoma do Pai Maneco Menininha do Gantois, }BIS
Quando a gente ergue o olhar } ♫ Dai-me a tua benção, Menininha do Gantois,
Para ver nossa luz no alguidar } Livrai-me dos inimigos, Menininha do Gantois,
Nosso pai de cabeça, do barro a lembrar } Dai-me a tua proteção, Menininha do Gantois,
Que a gente tem luz pra brilhar }BIS Guiai os meus passos, e por onde eu caminhar
Se firma no pai, no seu pai de cabeça Tira os olhos grandes de cima, pras ondas do mar
E nunca esqueça, ele vai ajudar Embala eu, embala eu, Menininha do Gantois,
Ele está com você, ele está no alguidar Embala pra lá, embala pra cá, }
Ele é índio guerreiro, é luz é o primeiro a te iluminar Menininha do Gantois, }BIS
Ele é índio guerreiro, é luz é o primeiro a te iluminar -----------------------------------------------------------------------
Ele é índio guerreiro, é luz é o primeiro a te iluminar
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 31 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
HOMENAGEM AO PAI FERNANDO ILÊ
Composição: Eli Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: ???
Áudio: Engoma do Pai Maneco Ilê, ilê, ilê } ♫
Babalaô de Ogum, e o }BIS ♫ Ilê é pra quem tem fé }BIS
Babalaô, Ogunhe ô }BIS Se você é de um ilê
Se a rosa é do jardim Ou se tem seu próprio ilê
Pai Fernando é do terreiro Em toda religião tem que ter amor no coração
Abram alas minha gente Ilê, ilê, ilê }
Vai chegar Ogum guerreiro Ilê é pra quem tem fé }BIS
Quando a noite é de luar Seja Ketu, Angola ou Gege
No astral quanta magia Umbanda ou Omoloko
Mas se o céu está escuro Ciganos do oriente
Tranca Ruas vigia Foi Olorum quem mandou
Alegria no terreiro Juntar as forças que é hora de lutar
Muita luz nesse Congá Pela religião sem discriminação
Vem trazendo Akuan Ilê, ilê, ilê }
Pro Pai Fernando trabalhar Ilê é pra quem tem fé }BIS
Akuan chefe guerreiro Com a força e a união
Com as armas a brilhar Nós é quem vamos ganhar
Foi exemplo de soldado } Toda proteção de Exu a Oxalá
Hoje é dono de congá }BIS Ilê, ilê, ilê }
----------------------------------------------------------------------- Ilê é pra quem tem fé }BIS
IGUALDADE -----------------------------------------------------------------------
Toque: Ijexá
Áudio: Tambores do Paraná OBI
Cheguei no terreiro de Umbanda cantei saravei ♫ Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Angola gritou Motumbaxé, Boiadeiro sou eu De quem sou eu, meu pai, ♫
Sou eu, sou eu, quem vem lá sou eu De quem sou eu, meu pai?
Sou eu, sou eu, Boiadeiro sou eu Me diga lá, me diga lá, Obatalá
Onde toca o tambor, seja lá onde for De quem sou eu, meu pai,
Congo, Djedji ou Nagô De quem sou eu, meu pai?
Eu recebo a resposta do meu mentor Eu sou da terra, sou do vento ou do mar? }BIS
Somos todos iguais filhos do criador Sete cavaleiros, todos sete encantados
Eu fui lá no baba consultar Ifá, para me ajudar Filhos da inocência, pais de todos os pecados
Fui ouvir os bons conselhos Sete feiticeiros, sete cores da manhã
Desse mensageiro de Orunmilá São guerreiros e amantes, }
Uma indicação para o povo de santo se harmonizar Companheiros de Tupã }BIS
Arroboboi, Vodum, Kolofé, Olorum Sete cavaleiros, todos os sete concebidos
E o povo de Djedji, Pela chama dos amantes, pelo medo dos vencidos
Chamado por todos pra sermos só um Sete bandoleiros - eram sete, resta um
Somos todos iguais, carregando a missão Vem chegando triunfante }
Só não da para entender No cavalo de Ogum }BIS
Qual o grande motivo da desunião -----------------------------------------------------------------------
Somos todos iguais, nessa grande missão
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 32 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
MÉDIUM RECEBENDO VISITAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Tambores do Paraná Como vai, visita, como vai
Ai ai meu Deus, Pai Oxalá como eu queria } ♫ A nossa amizade nunca sai
Ai ai meu Deus, } Faremos o possível, para sermos bons amigos }
Poder dizer que eu recebi um Guia }BIS Como vai, visita como vai }BIS
Eu queria ser um médium e poder incorporar -----------------------------------------------------------------------
Sentir a presença de um lindo Orixá
Toque: Nagô
De um Caboclo ou de um Vovó
Sejam bem vindos, oh, meus irmãos
Eu queria receber um exu trabalhador
Venham com Deus e com toda proteção
Ai ai meu Deus, pai Oxalá como eu queria }
A casa é sua presença é boa }
Ai ai meu Deus, }
Filhos de fé, Oxalá que lhe abençoar }BIS
Poder dizer que eu receber um Guia }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Tanta gente tem e não dá valor
Nessa missão tão linda que Oxalá nos confiou SAUDAÇÃO ÀS AUTORIDADES
Toque: Nagô
Deixa o orgulho e a vaidade se se apossar
Oi, salve Deus, salve a pátria
Esquece a caridade e a fé em Oxalá
Salve os homens, salve todos que estão aqui
Ai ai meu Deus, pai Oxalá como eu queria }
Oi, salve Deus, salve a pátria
Ai ai meu Deus }
Salve os homens, pai Oxalá governa aqui
Poder dizer que eu recebi um Guia }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
SAUDAÇÃO A PAI E MÃE DE SANTO
PEMBA Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Na mata virgem tamborim tocou }
Deus salve a pemba, também salve a toalha } BIS ♫ E Oxalá mandou saravá, babalaô }BIS
Salve a coroa, é de nosso Zambi é o maior } BIS Babalaô, meu pai, babalaô }
----------------------------------------------------------------------- Sua bandeira cobre os filhos de Oxalá }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Oh! senhor dono da casa Toque: Nagô
A sua pemba eu vou saudar Pode entrar que a casa é sua
Saudei meu pai} Oi, nesta casa, vem fazer sua morada
Saudei a Virgem Maria} Babalaô que hoje vem neste terreiro
Na fé de Zambi} Pai Oxalá ilumine a sua estrada
E de pai Oxalá }BIS Na fé de Zambi e da Virgem Maria
----------------------------------------------------------------------- Iluminando sua coroa abençoada
-----------------------------------------------------------------------
PRECE DE ABERTURA
Toque: Vibração Letra: Caboclo Akuan / Bitty
Composição: João Costa
Abrindo a nossa gira, Pedimos de coração Alterações: Dionatan De Oxalá
Ao nosso pai Oxalá, Toque: Nagô
Para cumprimos nossa missão Seja bem vindo pai (mãe) de santo
----------------------------------------------------------------------- Mensageiro (a) de Oxalá
Tua coroa ilumina
Toque: Vibração
Pombinho branco mensageiro de Oxalá }BIS Revelando o caminho da fé
Vai e leva essa mensagem } Tua guia conta força e magia }
De todos os filhos do Congá }BIS Firmada com a cor do Orixá }BIS
Vai dizer que na Umbanda seus filhos tem fé } O Terreiro Aprendiz de Caboclo
E crêem em nosso pai Oxalá }BIS Está lhe saravando
----------------------------------------------------------------------- Receba amigo (a) pai (mãe) de santo }
Esta homenagem dos filhos de Oxalá }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 33 de 239 Índice Geral


PONTOS EXTRAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Vamos saravá o pai de santo Áudio: ???

Que chegou neste Congá A mais de 100 anos passados ♫


Ele é babalaô, babalaô de Orixá No Brasil dos barões de café
----------------------------------------------------------------------- Uma moda trazida da Europa,
Veio reformular nossa fé
Toque: Nagô
Rompeu a barreira da morte,
Vamos saravá a mãe de santo
Trazendo a verdade da vida
Que chegou neste Congá
Deveria ser a semente de paz e harmonia.
Ela é Ialaô, Ialaô de Orixá
Mas o orgulho e a vaidade
-----------------------------------------------------------------------
Dominando alguns corações
TOALHA Fizeram do preconceito motivo de desunião
Toque: Nagô
Afastando aqueles que em vida
Eles vão sacudindo a toalha no Congá }BIS
Não tiveram grandes posições
E no terreiro de pai Oxalá}
Nem título,posse ou nobreza,somente os grilhões
Eles vão, saravá, eles vão saravá }BIS
Mil novecentos e oito,
-----------------------------------------------------------------------
Através de um garoto assustado
UMBANDA Sem saber que era predestinado,
Toque: Nagô
Áudio: ???
Surgia uma nova visão
Corre gira, corre gira } ♫ Um espírito iluminado,que fora um índio encarnado
Corre gira sem parar } Trouxe consigo a mensagem do criador
Corre gira, corre gira } Caboclo sete encruzilhadas,
Pra você tirar o azar }BIS Dando prova de muito saber,
Comprimenta os orixás Predisse o futuro dos homens e ditou a nova lei
Peça maleime a Oxalá Dizendo: De quem sabe mais,
Vai na praia levar flor Iremos sempre aprender
Entrega à Iemanjá E aqueles que souberem menos, esclarecer"
----------------------------------------------------------------------- Nascia a umbanda sagrada, }
Portal do céu no Brasil }BIS
Toque: Vibração
Pelos caminhos que nos vamos, aroeira Amigos sinceros e simples
Nós não temos inimigos, aroeira Chegaram em grandes missões
Pelos caminhos que nos vamos, aroeira Trazendo do espaço o auxílio e a força de sua lições
Nós temos os Pretos Velhos, aroeira Juntou-se á origem Européia,
Pelos caminhos que nos vamos, aroeira A crença dos filhos da terra
Nós temos as crianças, aroeira E a herança dos negros escravos,em nobre união!
São nossos anjos, nossos amigos, aroeira Nascia a umbanda sagrada, }
Pelos caminhos que nos vamos, aroeira Portal do céu no Brasil }BIS
Nós temos os Exus, aroeira Papai Zélio de Moraes, o alicerce da religião
São nossa guarda, nossos amigos, aroeira Mostrou com muito carinho,
----------------------------------------------------------------------- Que mesmo pisando em espinhos
A nossa umbanda querida, nas lutas dessa nova vida
Nos dará humildade,alegria e elevação.
Salve a umbanda sagrada, Portal do céu no Brasil.
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 34 de 239 Índice Geral


ALMAS
ALMAS Toque: Congo de ouro
Áudio: Juliana D’ Passos
LINHA DAS ALMAS
Toque: Ijexá Minhas Almas, Santas Almas } ♫
Áudio: Canal Pontos de Umbanda Olha minha oração } BIS
Abre a porta, Óh gente que aí vem Jesus ♫ Olha minha oração, minhas almas }
Ele vem cansado com peso da Cruz Olha minha oração : BIS
Vem de Porta em porta, Vem de rua em rua Eu louvei, louvei }
Pra salvar as almas sem culpar nenhuma }BIS Eu louvei o senhor, }
----------------------------------------------------------------------- Eu louvei a terra, e seu criador } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Adorei as almas, as almas me atenderam }BIS ♫
Eram as santas almas lá do cruzeiro }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
As almas já acenderam o candeeiro, ♫
Êê lá no fundo do mar
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Eu andava perambulando, } ♫
Sem ter nada pra comer }
Eu pedi às Santas Almas, Para vir me socorrer }BIS
Foi as Almas que me ajudou }BIS
Meu Divino espírito santo, }
Foi as almas que me ajudou }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Jesus e Maria, São João e São José
São Pedro abriu as portas
A todos que tem fé
O São Miguel Arcanjo
Por Deus quem sois que és
Rogai a Vosso Pai
Que aumentai a nossa fé
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Quando o galo canta em louvor de Maria }BIS
As Almas pedem uma Ave Maria }BIS
Ave Maria, cheia de graça
O Senhor é convosco, Bendita sois vós
Entre as mulheres, bendito é o Fruto
Do vosso ventre nasceu Jesus
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento
Se não fosse as Santas Almas,
Cruzeiro pegava fogo
Pegava fogo, Cruzeiro pegava fogo }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 35 de 239 Índice Geral


OXALÁ
OXALÁ Toque: Ijexá
Áudio: Engoma do Pai Maneco
PONTOS DE LINHA
Toque: Nagô Meu pai Oxalá, obrigado meu pai que bom ♫
Áudio: ??? As voltas do teu abraço, são laços de luz e som
Divino é viver no céu, Divino é viver no mar } ♫ Meu Pai Oxalá, eu sei que estás em mim
Divino é viver cantando, } Nas cores da ilusão, da força do não e o sim
No mundo, lindo de Oxalá }BIS Peço agora teu amor, nesta hora de esperança
Oxalá, meu pai, venha nos ajudar } Pra ser livre como a flor, ser adulto ser criança
Venha nos dar as forças meu pai } E abençoe a todos nós, nossos pais nossos avós
E abençoe este Congá }BIS Nossos filhos e parentes, nossas vidas tão carentes
Divino é poder viver, Divino é poder cantar } Meu Pai Oxalá, és tudo na criação
Divino é viver cantando, } Igual teu poder não há, me cura me dá tua mão
No mundo, lindo de Oxalá }BIS -----------------------------------------------------------------------
Oxalá, meu pai, venha nos ajudar }
Toque: Ijexá
Venha nos dar as forças meu pai } Áudio: ???
E abençoe este Congá }BIS O meu mestre, rei dos mestres, chegou }BIS ♫
----------------------------------------------------------------------- E neste salão entrou }BIS
Toque: Nagô Vem chegando e vem salvando os pecador }BIS
É de credo em credo, É de credo em cruz O meu mestre rei dos mestres já raiou }BIS
Ajudai os vossos filhos, Em nome de Jesus -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Toque: Nagô Olhe pro céu e agradeça ao Senhor
Jesus da estrela guia me ilumina noite e dia } BIS Agradeça ao Senhor
Iluminai seus filhos de Umbanda Por ter saúde, por ter paz e ter amor }BIS
Com as luzes dos Senhores de Aruanda Oxalá meu pai, Oxalá meu pai }BIS
----------------------------------------------------------------------- Nunca deixe nada, neste mundo me faltar
Toque: Barravento
-----------------------------------------------------------------------
Jesus nosso Redentor Desceu pra nos salvar Toque: Vibração
Com todos os Caboclos de Aruanda } Oxalá é o nosso pai, Iemanjá é a nossa mãe
Que vieram descarregar } BIS Ora, gira, gire, e, e, Ora, gira, gira
Mais uma Pemba, Mais uma guia Senhor que governas este mundo }
Nesse Senhor eu tenho muita fé E outros mundos também } BIS
----------------------------------------------------------------------- Pedimos licença a Oxalá, }
Toque: Nagô
Nas horas de Jesus Amém} BIS
Áudio: ??? -----------------------------------------------------------------------
Lá no infinito uma estrela desceu } ♫
Toque: Nagô
Iluminando os caminhos do bem }BIS Oxalá meu Pai } BIS
Foi quando o céu se abriu } Quem é seu filho de fé balanceia mas não cai
Clareou os campos de Belém } BIS -----------------------------------------------------------------------
Aonde Jesus nasceu, filho da Virgem Maria }
Toque: Nagô
É ele o nosso pai }
Oxalá Meu Pai, tem pena de mim tem dó
Que nós chamamos de Messias } BIS
A volta do mundo é grande,
-----------------------------------------------------------------------
Seu poder ainda é maior
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Oxalá seus filhos lhe pedem auxílio,
Vinde a eles ajudar
Derramai vossos olhos piedosos
A esses filhos de fé
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 36 de 239 Índice Geral


OXALÁ
Toque: Nagô SENHOR DO BONFIM
Rios Montes e Cascatas, vejo a beleza do mar Toque: Nagô
Olho pro céu e as estrelas, sempre a me iluminar Uma estrela Clareou o céu,
Pois cada passo que dou, é uma vitória galgar Outra estrela Clareou o mar
E de joelhos em terra, Clareou o mundo inteiro Clareou este lugar } BIS
Sempre louvarei ao meu pai Oxalá E Oxalá iluminou o céu, Iemanjá iluminou o mar
Meu pai supremo, és criador, Iluminou o mundo inteiro }
És a mais pura bondade Iluminou este Congá } BIS
É a paz e o amor, Nosso Senhor do Bonfim Vem aqui nos ajudar
Me cubra com sua glória, Este Baiano formoso está aqui neste lugar } BIS
Me prometa nunca faltar -----------------------------------------------------------------------
E de joelhos em terra,
Sempre louvarei ao meu pai Oxalá
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Vou caminhando nas estradas desta vida ♫
E me protegem sete luzes de Orixás
Filhos de Umbanda minha fé é o que me guia }
Nos caminhos de Aruanda pela paz de Oxalá }BIS
Oxalá é paz, Oxalá é o rei }
Divino pai, divina força que me encanta }
Nos caminhos de Aruanda sua luz é minha lei }BIS
-----------------------------------------------------------------------
HINO DE OXALÁ
Toque: Vibração
Áudio: ???
Onisa aurê, Aul axé, Onisa aurê, Oberioman ♫
Onisa aurê, Aul axé Baba, Onisa aurê, Oberioman
Tradução:
Senhor dos Céus, de Energia,
Força e Suprema Verdade
Senhor dos Céus, Que continua Vivo Espiritualmente
Senhor dos Céus, Pai do Plano dos Orixás
Sua Verdade é Suprema
-----------------------------------------------------------------------
NOSSA SENHORA APARECIDA
Toque: Nagô
Valei-me Senhora Aparecida, ♫
Porque tu és a grande padroeira
Valei-me Senhora do Amparo
A estrela guia e o meu povo é da Bahia
Valei-me Senhor do Bonfim
E os baianos deste padroeiro
Valei-me Orixá formoso que gira, gira nesse terreiro
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 37 de 239 Índice Geral


OGUM
OGUM Composição: Reinaldo Godinho
Toque: Nagô
CABOCLO 7 PONTEIRAS DO MAR
Composição: Reinaldo Godinho Pai Akuan guerreiro de Ogum } BIS
Toque: Nagô Esta corrente é de ferro e de aço,
Sete vezes cantar, Sete beiras abrir Com alma e coração
Sete Ponteiras do Mar Elos batem no compasso da fé }
Sete cores por vir, Sete Mares em um Elos batem no compasso do amor }
Com a força de Ogum, Não há demandas ou despachos }
O amor de Iemanjá Sob a Luz da tua proteção } BIS
O mistério da Sereia, -----------------------------------------------------------------------
E a Lua que Mareia
Toque: Nagô
Sete Ponteiras do Mar } BIS
Seu Akuan é um Caboclo guerreiro }
-----------------------------------------------------------------------
Ele vem da falange de Ogum } BIS
CABOCLO AKUAN Ele olha por todos seus filhos Meu Pai }
Composição: Reinaldo Godinho Ele não esquece nenhum } BIS
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Ele gira com o Sol e com a Lua }
Akuan, Akuan, caboclo guerreiro, ♫ Ele gira com a Terra e com o Mar } BIS
Altivo e bom companheiro Ele vem com sua falange, Meu Pai }
Akuan, Akuan, amigo de dar a mão, Pra firmar o Seu Jacutá } BIS
Irmão, de dividir o prato -----------------------------------------------------------------------
Retrato da consolação, Oxalá abençoe teu coração
Salve Ogum. salve São Miguel } CABOCLO DA MANHÃ
Composição: Reinaldo Godinho
Mamãe Oxum, Akuan, me põe no céu } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Ogunhê o ferro fundido
Patakuri o trabalho bem feito
Composição: Reinaldo Godinho
Toque: Nagô A vida corre o Mundo anda
Áudio: Engoma do Pai Maneco Deixa o cavalo de Ogum passar
Cura, Cura Akuan } ♫
A vida corre o Mundo anda, Deixa o coração vibrar
Com a luz do sol da manhã } BIS
A porteira aberta o caminho anda
Traz a paz, traz a luz, traz o amor }
Deixa Ogum trabalhar
Traz a cura do vencedor } BIS
Deixa o cavalo de Ogum passar } BIS
-----------------------------------------------------------------------
A porteira aberta o caminho anda
Toque: Nagô Deixa Ogum trabalhar
Estrela clareia a terra, Estrela clareia o mar Deixa o Caboclo da Manhã passar } BIS
Clareia o Congá de Akuan, Clareia -----------------------------------------------------------------------
Clareia para todo o mal levar
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO DA PANTERA
Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: Engoma do Pai Maneco
Áudio: Engoma do Pai Maneco Ninguém segura o bicho, ninguém domina a fera ♫
Ogum chamou das Matas, Akuan pra trabalhar ♫ Porque ninguém pode com Caboclo da Pantera
Sua Lança e sua flecha são armas deste Congá Caboclo não veio, nem Corisco do trovão
É vencedor de demandas, Seus filhos vem salvar Mas mandou Seu Akuan que é o seu guardião
É guerreiro, é valente vamos todos saravá -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO ESTRELA
Toque: Nagô
Eh Cavaleiro de Umbanda }
Ogum vencedor de demandas } BIS
Salve os filhos da Mamãe Sereia }
Caboclo Estrela ilumina meu Congá } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 38 de 239 Índice Geral


OGUM
CABOCLO TUCUARÉ PETI OGUM 7 ESTRELAS
Composição: Leonardo Guimarães Toque: Nagô
Toque: Nagô Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Sete Estrelas } BIS
Quando vem trotando o cavalo de Ogum } BIS Ele vem cavalgando no céu Sete Estrelas
Corre o rio para o mar Sua luz a Terra e o terreiro ilumina }
Cobre o mar o mundo inteiro Como a luz }
Treme Terra, Rompe Raio Que aparece no Congá dos Orixás } BIS
Caem às folhas do cajueiro -----------------------------------------------------------------------
Eu lhe pedi, eu lhe pedi, }
Chegou aqui Tucuaré Peti } BIS OGUM 7 MARES
Alterações: Dionatan De Oxalá
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Ele Vem das Ondas do Mar,
CABOCLO TUCURUVU
Toque: Nagô Ele vem fazendo Chover
Ai vem Tucuruvu } BIS Ele Vem criando as estrelas da beira da Areia }
Ele é filho das Selvas, das matas de Ogum Rolando Vem Ver } BIS
Chegou Tucuruvu }BIS Ele Vence batalha no Mar,
Ele é filho das Selvas, das matas de Ogum Ele Ganha a glória no céu
----------------------------------------------------------------------- Ele é Seu Sete Mares, que neste Terreiro }
Toque: Nagô Que eu quero ver } BIS
Aeaeaa aeaaa }BIS -----------------------------------------------------------------------
Na Umbanda Ogum guerreia Toque: Nagô
Vindo da falange de Akuan, Saudando a bandeira de Pai Oxalá
Eu chamo Tucuruvu Um guerreiro altivo em tempo de paz
Pra ele a sua tribo descerem Ogum Guerreiro altivo, em tempo de paz
Venha meu pai me abençoar Ogum Sete Mares, vem pra trabalhar
Ogunhê, Ogum, Ogunhê }BIS Ogum Sete Mares, vem pra abençoar
----------------------------------------------------------------------- Ogum Sete Mares, guardião do mar.
-----------------------------------------------------------------------
OGUM 7 ESPADAS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Sete falanges, sete espadas, sete guias
As 7 espadas que defendem a lei } ♫
Seu Sete Mares na fé da Virgem Maria
São espadas de Ogum, cavaleiro de Ronda }
Beirando o mar, beirando a terra
As 7 espadas que defendem a lei }
Seu Sete Mares vem aqui pra saravá
São espadas de Ogum, cavaleiro de Umbanda }BIS
Beirando o mar, beirando a terra
Ogum é pai, Ogum é lei
Seu Sete Mares vem Na força de Iemanjá
Que nos defende com uma espada de luz
-----------------------------------------------------------------------
Ogum é pai, é o nosso rei }
É o cavaleiro que comanda e nós conduz }BIS OGUM 7 ONDAS
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Toque: Nagô Estava na beira da praia, ♫
Eu tenho Sete Espadas pra me defender } Foi quando eu vi Sete Ondas passar
Eu tenho Ogum em minha companhia } BIS Oh abra as portas, oh gente que aí vem Ogum }
Mas Ogum é Meu Pai, mas Ogum é Meu Guia Com seu Cavalo Marinho ele vem saravá }BIS
Mas Ogum Vai Baixar, -----------------------------------------------------------------------
Na fé de Zambi e da Virgem Maria Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Ogum de Lei, }
Não me deixe sofrer tanto assim meu Pai } BIS
Quando eu morrer vou passar lá na Aruanda }
Saravá Ogum, Saravá Seu Sete Ondas } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 39 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô OGUM ALVORADA
Ogum quando saí da Lua, faz tremer a terra Toque: Nagô
Nos campos de batalha, E uma estrela clareou lá no céu
Seu Ogum venceu a guerra Outra estrela Clareou todo o mar
Erê, rê, rê, Erê, rê, Rá Uma estrela Clareou o mundo inteiro, Meu Pai
Vamos saravá nosso pai Ogum Sete Ondas Uma estrela tomou conta do Congá
Vamos saravá nosso pai Ogum Megê E aí vem Seu Ogum da Alvorada
----------------------------------------------------------------------- Com sua espada vem cortando todo o mal
Toque: Nagô
Aqui estão os seus filhos da corrente Meu Pai }
Oh filhos de Umbanda Trabalhando para o bem deste Congá } BIS
Seu Sete Ondas vem de Humaitá -----------------------------------------------------------------------
Que bela surpresa vem de Aruanda nos abençoar Toque: Nagô
Oh bela surpresa, bela surpresa onde está você Na alvorada um cavaleiro surgiu
Que bela surpresa Com sua espada e seu escudo a brilhar
Vem de Aruanda pra nos proteger Seu capacete reluzia em pleno céu
----------------------------------------------------------------------- Ele é Ogum mas ele é seu Alvorada
Toque: Nagô
Salve meu pai Ogum, ele vem trabalhar }
Mas que barco tão lindo que vem navegando } Ele vence demanda, junto com Beira Mar } BIS
Lá em Alto Mar É Ogum Sete Ondas que vem } -----------------------------------------------------------------------
Ao encontro de Ogum Beira Mar } BIS OGUM BEIRA MAR
É, é, é, é Toque: Nagô
Áudio: Curimba do TUAC
É, é, é, á, Seu Cangira firma no Congá
A sua espada brilha no raiar do dia } ♫
-----------------------------------------------------------------------
Seu Beira Mar é filho da Virgem Maria } BIS
Alterações: Dionatan De Oxalá Seu Beira Mar beirando a areia }
Toque: Nagô
Salve Ogum das Águas} Seu Beira Mar é filho da Mamãe Sereia } BIS
Ogum Sete Ondas e Ogum Beira Mar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Eles trabalham na areia Meu pai } Toque: Nagô
Eles trabalham no mar, OH } BIS Beira Mar auê Beira Mar } BIS
----------------------------------------------------------------------- Eu estava na minha gira, eu estava no meu Congá
Alterações: Dionatan De Oxalá
Eu estava na minha gira, vamos todos saravá
Toque: Nagô Beira Mar auê Beira Mar } BIS
Seu capacete é dourado e a sua espada reluz Ogum já jurou bandeira, nos campos de Humaitá
Sua capa em tom encarnado, Feliz e cercado de luz Ogum já venceu demandas, Vamos todos Saravá
Salve Ogum Sete Ondas -----------------------------------------------------------------------
Ele chega em seu manto de conchas
Toque: Nagô
Salve Ogum Iara fazendo o mundo rodar Beira Mar, Beira Mar
A Ogum Beira Mar É sentinela da Oxum }
Salve Ogum Megê, Cavaleiro que faz a ronda É remador de Iemanjá }BIS
Salve Seu Sete Espadas, É cavaleiro, ele é guerreiro, }
Ogum Que vem nos proteger, Ogum Naruê É ordenança de Oxalá }BIS
Salve Ogum das Matas a flecha é sua guia Ogum Akomolodé, Ogum Beira Mar }BIS
Salve Seu Matinata, -----------------------------------------------------------------------
Cavaleiro de Oxalá é quem vem girar
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???
Iansã virou o tempo, para Oxum não governar ♫
Mas durante o barravento, Oxum se pôs a cantar
Auê, auê, Ogum Beira Mar, auê ]BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 40 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Composição: Entidade / Bitty / Cris / Lolô
Meu Pai que guerreiro é esse} Toque: Nagô

Que vence na Terra e que vence no Mar} BIS São Miguel chamou Ogum das Matas
Ele é lanceiro, Ele é flecheiro Dos campos de Humaitá
Ele é marinheiro, Ele é de Iemanjá Caboclo guerreiro filho de Zambi
Salve esse guerreiro Ogum Beira Mar } BIS Oxóssi, Ogum e Oxalá
----------------------------------------------------------------------- Estandarte venho São Miguel chamou
Todos os guerreiros São Miguel chamou
Composição: Caboclo Do Mar / Bitty / Cris
Toque: Nagô Ogum das Matas, Arqueiro divino }
Na Onda do Mar navega Beira Mar } Venha nos salvar } BIS
Na Onda do Mar é o Caboclo do Mar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Iemanjá traz a força do Mar }
OGUM DE RONDA
Da sua Força nasceu Seu Beira Mar } BIS Toque: Nagô
Ogum respeita o Céu, Ogum respeita a Terra Auê ogum auê,
Ogum respeita o Mar Auê ogum saravá
Ogum na Água é o Caboclo do Mar } BIS Pisa na linha de Umbanda
----------------------------------------------------------------------- Que eu quero ver ogum de ronda
Toque: Nagô
Pisa na linha de Umbanda
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson Que eu quero ver ogum quebra mironga
Ogum é de Babaloê, Ogum é de Babaloá } BIS ♫ -----------------------------------------------------------------------
No céu ele é São Jorge, no Mar ele Beira Mar }
Toque: Nagô
Na areia é Ogum da areia, } Áudio: ???
Quando ele chega nesse Cazuá } BIS Beira rio, Beira rio, Beira mar } ♫
----------------------------------------------------------------------- O que se ganha de Ogum, }
Toque: Nagô
Só Ogum pode tirar } BIS
Áudio: ??? Seu Ogum de Ronda, é quem vem girar, girar }
Ogum Beira Mar, o que trouxe do Mar? } BIS ♫ Vem trazendo folhas pra descarregar } BIS
Quando ele vem beirando a Areia } -----------------------------------------------------------------------
Vem trazendo no braço direito }
Toque: Nagô
O rosário de Mamãe Sereia } BIS Ogã toca pra Ogum } BIS
----------------------------------------------------------------------- Ogã, Ogum
OGUM DAS MATAS A Ogunhê, Ogum é Tata no arerê, oh } BIS
Letra: S. Akuan -----------------------------------------------------------------------
Música: João Costa
Toque: Nagô
Ooo, Ooo, Oxóssi gritou, Ogum ouviu }
O guerreiro mandou um filho da Lei } BIS
Ogum e Oxóssi, Oxóssi e Ogum
De um lado a Espada o Bodoque na mão
Caboclo de Oxóssi a flecha atirou
Oxalá atendeu e a Flecha guiou
O o o o o o } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 41 de 239 Índice Geral


OGUM
Letra: Roberta Nistra Toque: Nagô
Toque: Nagô Olha Ogum está de Ronda
Áudio: Roberta Nistra
Ogum Dilê, Babá, Ogum Megê ♫ Quem está chamando é São Miguel
Ogum Maiê, Bará, Ogum Menê Réu, réu, réu na linha de Umbanda
Na Ronda de Ogum, meu Santo Protetor Quem está chamando é São Miguel
Com o poder de sua espada eu defendo o meu amor -----------------------------------------------------------------------
É o Guardião da Terra, major dos Orixás Composição: Ivo Hauer Malschitzky
Toque: Repique e dobra próprio
Ogum é o Deus da Guerra, mas guerreia pela Paz Áudio: Engoma do Pai Maneco
Onde eu vou, que o mal se esconda! Saravá São Jorge, ogunhê-o, } ♫
E não saia da onde está Saravá Ogum, ogunhê-o } BIS
Porque eu tenho Ogum de Ronda O o o o Ogunhê-o } BIS
No clarão do meu olhar Salve Ogum Akuan, ogunhê-o
Ogum Dilê, Babá, Ogum Megê... Salve Ogum Iara, ogunhê-o
Ogum Maiê, Bará Ogum Menê... Salve Ogum Naruê, ogunhê-o
Ehô, ehô, chegou Ogum com seu mariô E Seu Beira Mar, ogunhê-o
Ehô, ehô, é de demanda! Ogum de Ronda chegou O o o o Ogunhê-o } BIS
Ehô, ehô, chegou Ogum com seu mariô Salve Ogum de Lei, ogunhê-o
Ehô, ehô, é de demanda! Ogum de Ronda chegou... Salve Ogum Nagô, ogunhê-o
Ogum Dilê, Babá, Ogum Megê... Salve Ogum Megê, ogunhê-o
Ogum Maiê, Bará, Ogum Menê... E Seu Sete Ondas, ogunhê-o
----------------------------------------------------------------------- O o o o Ogunhê-o } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Quando o galo canta é de madrugada }
OGUM DO CARIRI
Lá vem Ogum de Ronda } Toque: Nagô
A cavalo pela estrada } BIS No horizonte clareou, uma luz brilhou aqui
Ogum entrou de ronda, Foi de ronda, foi rondar Ah meu Deus o que será
Subiu serras e cortou vales } É Ogum do Cariri } BIS
Caminhando a Beira Mar} BIS Sete dias da semana, sete velas eu ascendi }
----------------------------------------------------------------------- Ah eu fiz o meu pedido para Ogum do Cariri
Toque: Vibração Ogum de cariri }BIS
Quem está de Ronda é São Jorge, -----------------------------------------------------------------------
Meu Pai me diz aonde é
OGUM IARA
Quem está de Ronda é São Jorge, Autor: (Munira Bark e Janaina Sampaio)
Salvai os filhos de fé Toque: Nagô

Rondai, rondai oh São Jorge Mais uma noite sem a lua


Ogum Iara subindo o rio }
Meu Pai me diz aonde é
Com as bênçãos de Mamãe Oxum }
Rondai, rondai oh São Jorge
Uma clareia ele avistou }
Jesus, Maria e José
----------------------------------------------------------------------- Empunhando a sua espada, }
Como uma chuva de prata }BIS
Toque: Nagô
Áudio: ??? A lua então ele viu, Ele gritou!
Quem está de ronda é São Jorge } ♫ Nuvens parem de esconder a lua }BIS
Deixa São Jorge rondar } BIS A lua surgiu, }BIS
São Jorge é guerreiro, -----------------------------------------------------------------------
Quem manda na terra, que manda no mar
Saravá Meu Pai } BIS
Girar é bom, girar é bom, }
Girar é bom, é bom girar } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 42 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Toque: Congo de ouro
Áudio: ??? Meu pai Ogum Marinho,
O seu cavalo corre, sua espada reluz ♫ Navega nas ondas do mar
Sua bandeira cobre todos os filhos de Jesus Oh dai-me forças Ogum Marinho }
O seu cavalo corre, sua espada reluz Pra poder nadar } BIS
Auê Ogum Iara aos pés da Santa Cruz } BIS Mas eu cheguei, cheguei, cheguei }
----------------------------------------------------------------------- Cheguei nas ondas do mar } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Ogum entrou de Ronda com sua cavalaria
Na ponta da Romaria, louvo a Deus, Santa Maria OGUM MATINATA
Toque: Nagô
Vamos Saravá Ogum, Ogum Iara } BIS Que Cavaleiro é aquele }
Nas auras de Deus oh Meu Deus } BIS Que vem cavalgando no céu azul }
----------------------------------------------------------------------- É Ogum Matinata }
Toque: Nagô Ele é o guardião do Cruzeiro do Sul } BIS
Ogum nadou as Sete Ondas, Com a espada na cinta, Escudo no braço }
Venceu demandas lá no Humaitá Ele vem cavalgando, É Ogum Matinata }
Ogum, Ogum Iara Ele é o guardião do Cruzeiro do Sul } BIS
Sua bandeira cobre os Filhos de Oxalá -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Ogum Matinata Meu Pai, Estou lhe chamando }
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Ogum Matinata Meu Pai, }
Ogunhê, Ogum Iara } BIS ♫
Estou lhe esperando } BIS
É general Guanabara, é general Guanabara } BIS
Com sua espada e seu escudo na mão }
-----------------------------------------------------------------------
Ogum Matinata é vencedor de demandas } BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Se Meu Pai é Ogum, }
Ogum vencedor de demandas } Toque: Nagô
Se a sua espada é de Ouro }
Ele vem de Aruanda }
Sua coroa é de Rei } BIS
Pra salvar filhos de Umbanda }BIS
Seu Matinata na Umbanda }
Ogum, Ogum, Ogum, Ogum Iara } BIS
Seu cangira é moganga, Ogunhê } BIS
Salve os Campos de Batalha,
-----------------------------------------------------------------------
Salve a Sereia do Mar
Ogum, Ogum Iara } BIS Toque: Congo

----------------------------------------------------------------------- Essa luz que brilha é o clarão da lua


Na espada de Ogum
OGUM IEMANJÁ SEREIA Seu capacete brilha luz de prata
Toque: Nagô
Ogum Iemanjá Sereia, } Vem montado em seu cavalo ele é seu Matinata
São dois cabos de guerra } BIS Com seu mariô, Meu Pai Ogum foi quem chegou }
Sereia é Rainha do Mar, } Ele é a luz que vem brilhando da lua }
Ogum é Rei da Terra } BIS Com sua espada me conduzindo na rua } BIS
----------------------------------------------------------------------- E quando um tambor tocar
No Humaitá, ou no meu conga
OGUM MARINHO Eu saúdo a espada, saúdo a força de um guerreiro
Toque: Nagô
Saúdo São Jorge que é Ogum no meu terreiro
Da onde vem Ogum Marinho } BIS
Com seu mariô, Meu Pai Ogum foi quem chegou }
Ele vem das ondas, vem das ondas do Mar } BIS
Ele é a luz que vem brilhando da luz }
Traz a cruz de Deus na frente
Com sua espada me conduzindo na rua } BIS
Vencerei ou vencerá,
-----------------------------------------------------------------------
Ajudai-nos a vencer, esta batalha real
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 43 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Toque: Congo
Com licença de Oxalá, Com licença de Oxum } Áudio: Martinho da Vila

Saravá Seu Matinata cavaleiro de Ogum } BIS Ogum Oya, Ogum Oya é de megê ♫
Matinata está no céu, Matinata está no mar } Ogum Oya é de megê
Matinata está presente } Ogum de ronda é de menê
Iluminando meu Congá } BIS Ogum Oya é de megê
----------------------------------------------------------------------- Oxum mukumba é de menê
-----------------------------------------------------------------------
OGUM MEGÊ Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: ???
Na ponta da Romaria, } Oxóssi assobiou pra passar no Humaitá ♫
Eu vi um Cavaleiro de ronda } BIS Pra falar com Ogum Megê, mensageiro de Oxalá
Trazia um escudo no peito, Uma lança na mão -----------------------------------------------------------------------
Ogum venceu a guerra e matou o dragão
A primeira espada quem ganhou foi ele } BIS OGUM DAKE (POPOLOGUNDÊ)
Toque: Congo de ouro
Mas ele é, ele é Ogum Megê } Auê, auê, auê, só Popologundê } BIS
Ele vem lá de Aruanda } Popologundê, Popologundê } BIS
Pro seus filhos proteger }BIS Ogum daquela, daquele Iaô
----------------------------------------------------------------------- Ogum daquela, daquele Iaê
Toque: Nagô Ogum daquela, daquele Iaê
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
O Homem que fuma e bebe – Oh Gangá } ♫ Jessi, Jessi, Ogum oh }
É Ogum Megê – Oh Gangá } BIS Va Ogum Megê – Ogum Megê, Ogum Megê } BIS
É de lei, é de lei, é de lei – Oh Gangá } -----------------------------------------------------------------------
É Ogum Megê }BIS OGUM NAGÔ
----------------------------------------------------------------------- Toque: Barravento
É Nagô é, é nagô é, É Nagô é } BIS
Toque: Barravento
Se ele é filho de Nagô, Seu padrinho é São José
Ogum é táta, é táta, é táta auê}
-----------------------------------------------------------------------
Ogum é táta, é táta Ogum Megê } BIS
Fala Ogum-iê, fala no malokeô } BIS Toque: Samba Caboclo
Áudio: ???
----------------------------------------------------------------------- Seu Ogum disse que dançar Nagô é bom } BIS ♫
Toque: Nagô Dançar Nagô é bom, dançar Nagô é bom } BIS
Áudio: ???
-----------------------------------------------------------------------
Ogum em seu cavalo corre } ♫
E a sua espada reluz }BIS OGUM NARUÊ
Ogum, Ogum Megê, Toque: Nagô

Sua bandeira cobre os filhos de Jesus, Ogunhê Magia, magia que faz o meu corpo tremer
Magia, magia
-----------------------------------------------------------------------
Que chega em silêncio sem a gente ver
Toque: Nagô
É Senhor Ogum,
Ogum Megê, General de Umbanda
É o rei da magia que vem nos socorrer
Com seu cavalo, Seu Ogum foi guerrear
É Senhor Ogum
Com sua espada, Com sua lança
Quem vence a Magia é Ogum Naruê
Venceu demandas, nos campos de Humaitá
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
OGUM ONIRÉ
Toque: Congo
Ijá pe le ijá, Ijá pe le ijá,
Ogum Oniré
(Tradução)
Ele briga e chama mais briga,
Ele é proprietário de Akoro, o senhor do Ilê
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 44 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Congo Toque: Barravento
Xarae Ogum Onire oorê gue dê Ôoo Ogum, oh Ogunhê }
Ogum Onire, Ogum ako Ogum Onire oorê gue dê Ôoo Ogum, Ogum Xoroquê } BIS
(Tradução) Meu Senhor das Estradas, Ogunhê
Ogum senhor do Irê, é o elmo protetor,
Traga-nos felicidade, Abra meus caminhos, Ogunhê
Espalhem o boato que Ogum chegou
Meu Senhor das Porteiras, Ogunhê
-----------------------------------------------------------------------
Ele é meu pai, Ogum Xoroquê
Toque: Congo -----------------------------------------------------------------------
Ogum a cô fíríi ogum a cô fíríi
A padê lonã qui a uô ogum a co fíríi PONTOS DE LINHA
(Tradução) Toque: Nagô
Nós encontramos Ogum, estamos livres e podemos ir embora, Bandeira branca de Ogum, Hasteada lá no Humaitá
Nós encontramos no caminho e cumprimentamos ao vê-lo,
Representando general de Umbanda }
-----------------------------------------------------------------------
Ogum vence demanda }
Toque: Barravento Nos campos de Humaitá}BIS
Áudio: ???
Ogum Braga daê, akoro braga dá }BIS ♫ -----------------------------------------------------------------------
(Tradução) Toque: Nagô
Ogum vai lutar, Ogum vai guerrear
Cavaleiro na porta bateu }
-----------------------------------------------------------------------
Passei a mão na Pemba para ver quem é } BIS
OGUM ROMPE MATO Era São Jorge guerreiro }
Toque: Nagô
Cavaleiro da força e da fé } BIS
A sua mata é longe uma estrela brilhou
Ogum Meu Pai, peço a sua proteção }
Mas os seus filhos de Umbanda já lhe procurou
Se és filho de Ogum, quero ver sua Vibração } BIS
Oh já lhe procurou } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Cadê Seu Rompe Mato de Umbanda
Que até agora ainda não chegou Toque: Nagô

A lua Ilumina uma estrela brilho Brilhou no céu, brilhou no mar }


Mas os seus filhos de Umbanda já lhe encontrou A lança de Ogum refletida ao Luar } BIS
Mas já lhe encontrou } BIS Ogum é São Jorge, meu Santo protetor }
Ta aqui Seu Rompe Mato de Umbanda Dai força aos meus irmãos, }
Que neste Terreiro ele já chegou Saúde, paz e amor } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Vermelho é a cor do sangue do meu Pai } Cavaleiro supremo
E verde é a cor das matas } BIS Mora dentro da lua
Oh saravá Seu Rompe Mato de Aruanda } Sua bandeira é divina }
Oh saravá a banda onde ele mora } BIS É manto da virgem pura } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
OGUM XOROQUÊ Dia 23 de abril do meu santo protetor
Toque: Barravento
Ogum Xoroquê, Abra a meus caminhos } BIS Vai ter festa na Aruanda, cambone e Babalaô
Me livra de todo mal, oh meu pai } São Jorge é Santo Guerreiro,
E deixa na encruzilhada } BIS Enfrenta qualquer demanda
----------------------------------------------------------------------- Enfrenta todos os guerreiros,
É o mais lembrado na Umbanda
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Congo
Áudio: ???
Ele é cavaleiro santo, seu cavalo é branco, } ♫
Ele é general }

Índice de Capítulos 45 de 239 Índice Geral


OGUM
É forte e usa armadura, } Toque: Nagô
Áudio: ???
Ele é valente e luta contra o mal }BIS Eu não seria nada } ♫
A sua espada é reluzente Se não fosse Ogum, }
Pra defender a gente, Não nos deixa cair Para abrir a minha estrada } Refrão
Ele é nosso Pai Ogum, Ele é gesse gesse, Valente guerreiro, aqui chegou
Ele é patacori Vencedor de demandas, meu protetor
Ele é gesse gesse, Ele é patacori }BIS - - - refrão - - -
----------------------------------------------------------------------- Em sua trajetória, meu pai luta contra o mal
Toque: Congo
Foi nos campos de batalha, que se tornou general
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson - - - refrão - - -
Ele é Ogum, Damaciano, ele é Ogum Damaciano ♫ Salve Ogum de ronda, Salve Seu Ogum Megê
Araulê Ogum Damaciano } BIS Salve Seu Beira-Mar, Ogum Iara e Ogum Dilê
- - - refrão - - -
-----------------------------------------------------------------------
Salve todas falanges, desse glorioso guerreiro
Toque: Nagô Que vence todas demandas, aqui dentro do terreiro
Ele jurou bandeira, ele tocou clarim } BIS - - - refrão - - -
Com seu exército branco ele lutou por mim } BIS -----------------------------------------------------------------------
Na beira da praia } Toque: Nagô
Ogum Sete Ondas Ogum Beira Mar } BIS Eu vou na macumba
----------------------------------------------------------------------- E quero levar você comigo
Toque: Nagô Hoje tem gira no terreiro e o chefe da linha
Áudio: Engoma do Pai Maneco É Meu pai Ogum guerreiro
Ele jurou bandeira, ele tocou clarim } BIS ♫ Agô Meu pai Agô, Agô meu Babalorixá
E o exército todo é comandado por Ogum } BIS Ele venceu a demanda
Salve Ogum Iara, Salve Ogum Megê } E trouxe de Aruanda o seu Axé
Salve Ogum Matinata, Salve Ogum Naruê } BIS O pai ja benzeu minha guia
----------------------------------------------------------------------- Com pemba que veio da Bahia
Toque: Nagô Terra dos Orixás
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Eu dei um toque no clarão da lua } ♫ Valei-me Jorge guerreiro, Valei-me meu padroeiro
Eu dei um toque no clarão do dia }BIS Valei-me Ogum
Ogum é Tata de cavalaria Ele me protege, na descida,
Ele é ordenança da Virgem Maria É quem traz a luz pra vida ,
Lalaia Lalaia. Pra me livrar do mal olhado
Laia laia laia laia laia lalaia lalaia }BIS De quem só quer me derrubar
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Filho de Pemba bebe água no rochedo } ♫
Filho de Ogum corre campo e não tem medo } BIS
Vou pedir ao criador, que derrame o seu amor
Aos nossos guias e ao nosso Babalaô } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Lua bonita que clareia o mundo inteiro
E Ogum no espaço iluminai este Terreiro
Estão chegando os guerreiros de Ogum
Todos de lança na mão protegendo os seus irmãos
Esses guerreiros, eles quebram macumbeiros }
Eles quebram mirongueiros }
Debaixo do Alazão} BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 46 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Toque: Nagô
Malei-me Ogum malei-me, } Num lindo campo uma tropa se formou
Malei-me que eu male-mei } BIS E na linha de frente Pai Ogum se colocou
A Ogunhê, foi o Tata que eu male-mei } BIS Chamou seus filhos para vir guerrear
Malei-me “NOME DO OGUM” } Com Ogum nesta batalha
Malei-me que eu male-mei } BIS Sei que ela eu vou ganhar
A Ogunhê, foi o Tata que eu male-mei } BIS Seu Matinata, Beira Mar, Ogum Megê }
----------------------------------------------------------------------- Sete Espadas, Ogum de Ronda }
Toque: Nagô Todos venham me valer }BIS
Mandei fazer, um capacete de penas } Essa batalha só tem uma intenção
Para usar, antes da alvorada } BIS É para os filhos de Umbanda,
Vermelho em branco, verde em azul } Terem amor no coração
Esse capacete tem as cores de Ogum } BIS Amar ao próximo, Sem nenhuma distinção }
De Ogum Naruê, de Ogum Matinata } BIS Pai Ogum só quer na Terra muita fé e união }BIS
Quando eu uso o capacete} -----------------------------------------------------------------------
Eu ouço o toque da alvorada } BIS Letra: Sandro Luiz
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio: ???
Toque: Nagô Ogum, Cavaleiro de Umbanda, } ♫
Meu Pai Ogum guerreiro. Que vem lá de Aruanda } Vencedor de demandas }
Montado em seu cavalo, na fé Oxalá }BIS Não deixa filho tombar }BIS
Ensina os seus filhos a girar, } No luar ele chama a sereia
Ensina os seus filhos a girar }BIS Risca ponto na areia, unindo as forças com o mar
----------------------------------------------------------------------- E quando ele chega na aldeia
Toque: Nagô As estrelas clareiam }
Meu Pai Ogum olha seus filhos na batalha Para ver Ogum trabalhar }BIS
Sua bandeira é bandeira da paz -----------------------------------------------------------------------
A sua espada brilha no raiar do amor Toque: Nagô
Olha seus filhos que eu sou filho do Senhor Ogum di Le, Le, Le, Ogum di La, La, La }
Ogum me coroou, Ogum me coroou Ogum di Le, Le, Le, vamos saravá meu Pai } BIS
Ogum me coroou, Meu Pai Ogum, Quando Ogum partiu pra guerra
Ogum já me coroou Recebeu a Carta Branca Ogum venceu a guerra,
----------------------------------------------------------------------- Ogum venceu demandas Meu Pai
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Na cidade de Aruanda, Ogum é guerreiro } BIS Toque: Nagô
Com seu cavalo e sua espada na mão } Ogum é rei no terreiro de Umbanda
Vamos saldar meu Pai Ogum Padroeiro } BIS Ele carrega sua espada no ar
Ogum, Ogum Guerreiro } Ele ganhou sua espada de ouro
Vamos saldar meu Pai Ogum Padroeiro } BIS Pra vencer demandas }
----------------------------------------------------------------------- Nas margens de Humaitá }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Na lua nova Ogum fez seu ponto, ♫ Toque: Nagô
Ogum guardai pedreira, por ordem de Oxalá
Na lua cheia ele confirmou
Com a espada e com a lança Ogum
Seu Sete Estrelas, Seu Sete Luas }
Seus filhos vem ajudar ,Ogum
Saravá Ogum e Saravá Meu Pai Xangô } BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 47 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Toque: Nagô
Ogum Iara, Ogum Megê Pai Ogum general lá de Aruanda
Arreia, arreia todos os Orixás Pai Ogum vencedor de demandas
Arreia, arreia pra vencer demandas Meu Pai } Pai Ogum vence todo Quimbandeiro
Arreia, arreia filhos de Umbanda não cai } BIS Pai Ogum herói do nosso terreiro
----------------------------------------------------------------------- Em seu cavalo ele vem de Aruanda }
Toque: Nagô Pra defender toda sua banda } BIS
Ogum Iara, Ogum Megê, -----------------------------------------------------------------------
Olha Ogum Rompe Mato auê Toque: Nagô
Ogum Iara Ogum Megê Áudio: ???

Com sua força vem nos valer Pisa na Linha de Umbanda que eu quero ver, ♫
----------------------------------------------------------------------- Ogum Sete Ondas
Pisa na Linha de Umbanda que eu quero ver,
Toque: Nagô
Ogum Beira Mar
Ogum Meu Pai, Seu Ogum nunca falhou
Pisa na Linha de Umbanda que eu quero ver
Seu Ogum foi o primeiro que nesta Casa chegou
Ogum Iara, Ogum Megê,
-----------------------------------------------------------------------
Seu cangira de Umbanda auê
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Ogum olha a sua bandeira,
Toque: Nagô
É Branca é verde é encarnada
Por entre Matas, por entre Mares e terras }
Ogum nos campos de batalha ele venceu a guerra
Eu entendi o que Meu Pai quis dizer } BIS
E não perdeu soldados
Que Ogum não Devia beber,
-----------------------------------------------------------------------
Que Ogum não devia fumar
Toque: Barravento, Congo, Congo de ouro
Áudio: ???
Mas a fumaça são as nuvens que passam }
Ogum olha eu }BIS ♫ E a espuma, as ondas do Mar } BIS
Bendito e louvado seja } -----------------------------------------------------------------------
A hora que Ogum nasceu }BIS Composição: Alcione
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???
Letra: Sandro Luiz Quando vim pra esse chão, foi pra ser menestrel ♫
Toque: Nagô
Áudio: ???
De viola, brasão e anel
Oh, meu São Jorge Guerreiro } ♫ Cruzei mar e sertão com uma estrela no céu
Meu santo padroeiro } Reluzindo no meu chapéu
Que na Umbanda é Ogum }BIS Vim mostrar beleza, mas só vi tristeza
Quem faz sua espada brilhar senhor Ogum } E essa estrela acesa
Sua lança seu elmo dourado é Jesus }BIS Virou na noite, um fogarel
Ele já chegou no terreiro } Pra lutar contra o mal, me tornei capitão
Vem meu são jorge guerreiro } Parabelo e punhal na mão
Vem pra Umbanda de luz }BIS Pus em cada arraial uma estrela no chão
----------------------------------------------------------------------- Com a ponta do meu facão
Nos campos de guerra, lutei por meus irmãos
Toque: Nagô
Oxalá está chamando Ogum lá no Humaitá } Por essa terra, ogunhe
Pra lhe dar uma bandeira e mandar ele jurar } BIS Tombei na serra, Ogum
Se ele é capitão ele vai jurar, Mas meu sonho não
Se for de Angola ele vai jurar, Aruanda chamou, eu virei orixá
Se for Ogum de lei também vai jurar } Cavaleiro de Oxalá
E se for de Nagô também vai jurar} BIS Hoje eu sou defensor, guardião do luar
----------------------------------------------------------------------- Sou São Jorge, Ogum Beira-Mar
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 48 de 239 Índice Geral


OGUM
Toque: Nagô Toque: Nagô
Quem é o Cavaleiro da Umbanda } Seu sentinela veio avisar
Que vem de Aruanda cruzando o céu azul }BIS Seu cavalo está selado, Para Ogum ir viajar
A benção Ogum Matinata e Ogum Sete Espadas } Como é tão lindo o romper da Aurora }
Que eles venham trabalhar }BIS Seu Ogum }
A benção Meu Pai Ogum, a benção baba Orixá Vai cavalgando pela estrada a fora } BIS
A benção Ogum Matinata e Ogum Sete Espadas } -----------------------------------------------------------------------
Que eles venham trabalhar }BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Eu vou me embora pra minha aldeia de ouro
Toque: Nagô Eu vou me embora pra minha terra natal
São Jorge vem em seu cavalo branco Eu vou pedir que Zambi Apondo me de
Com a sua espada ele veio guerrear Uma estrela para eu andar no mar
Guerreia Ogum Oh, guerreia Ogum } -----------------------------------------------------------------------
Guerreia Ogum lá nos campos do Humaitá } BIS Letra: Dionatan De Oxalá
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Guerreiro do Mar }
Toque: Nagô
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson A maré está subindo } BIS
Seu general com sua espada e a sua lança } ♫ Iemanjá está lhe chamando
Ele deixou em seu caminho } E Sete Ondas se despedindo
Um Ogãn de sentinela }BIS Ele vai embora }
Seu general, Oh Seu general Pro Reino de Iemanjá }
Na lei de Umbanda, E deixa sua Luz }
Ele é meu Pai, Oh ele é Meu Pai Que ilumina este Congá } BIS
Foi o Senhor mesmo que disse, na Umbanda -----------------------------------------------------------------------
Filho de Ogum não Cai, Seu general Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Ogum já me saravou o o o
Ogum já me abençoou
SUBIDA DE OGUM
Toque: Nagô Filho de Pemba a Umbanda chora }
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson E Seu Sete Ondas que já vai embora } BIS
Mandei selar o seu cavalo } ♫
Ogum, Ogum, Ogum já me saravou o o
Já é hora de Ogum viajar }BIS
Ogum, Ogum, Ogum já me abençoou
Seu Ogum vem, seu Ogum vai }
-----------------------------------------------------------------------
Ele vai, ele torna a voltar }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Ogum já venceu, já venceu, já venceu }
Ogum vai pra Aruanda }
E quem lhe chama é Deus } BIS
Ele vai beirando o Rio }
Mas ele vai beirando o Mar }BIS
Oi salve Santo Antonio da Calunga, }
Benedito e Beira Mar } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento ou Nagô
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Selei, selei o seu cavalo eu selei } BIS ♫
Seu Ogum já foi embora
O seu cavalo eu selei
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 49 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
OXÓSSI CABOCLA JACYRA
CABOCLA GUARACIRA Toque: Nagô
Toque: Nagô Na fonte da água cristalina, }
Cabocla quando desce não vem sozinha Uma bela cabocla se vê }BIS
Ela traz sua falange pra firmar a sua linha Dos cabelos correm pérolas douradas }
Gira, e, gira e a Tá na gira a Cabocla Jacyra }BIS
Salve a falange da Cabocla Guaracira -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLA JANDIRA
Toque: Nagô Toque: Nagô
Tupã é o meu rei, Oxóssi é rei também Quem quiser viver sobre a Terra,
Sou filha da Jurema é de Tupi } Quem quiser viver sobre o Mar
Sou filha de Tupã, Cabocla Guaracira } BIS Chama a Cabocla Jandira, chama a Sereia do Mar
----------------------------------------------------------------------- Arue, rue, arue, rua. Arue Jandira
CABOCLA IARA -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Estrela, sol e lua } Seu cocar é de pena branca, }
Que clareia o Jurema }BIS Ela é quem segura a gira } BIS
Oi que valha-me todos os Caboclos } Saravá sua linda banda }
De flecha e bodoque, } Saravá a Cabocla Jandira }BIS
Oi que me valha a Cabocla Iara }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLA JUPIARA
Toque: Nagô Toque: Nagô
Eu vi na beira do rio uma linda cabocla } Jupiara o seu penacho, é muito lindo }
Ela atirava suas flechas ao luar }BIS É azul como a cor do Mar } BIS
Perguntei seu nome ela respondeu } E as flores que enfeitam o seu corpo }
Sou Cabocla Iara filha de Tupinambá } BIS São rosas no jardim de Oxalá } BIS
----------------------------------------------------------------------- Arreia, arreia, Jupiara no Congá}
CABOCLA IRACEMA Arreia, arreia, vem das matas saravá } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Salta pra aqui Iracema
Quem te chama é Tabajara CABOCLA JUPIRA
Toque: Nagô
Vem linda como Açucena Em linda noite de luar
Entre espinhos da Jussara Chegou bela morena
Coroa tem nas matas Vinda do reino de Oxalá,
Em busca do Pitangui Dona Jupira ela veio saravá
----------------------------------------------------------------------- Bela morena
Toque: Nagô Linda cabocla de pena
Oh, minha bela Iracema } Vem da sua aldeia, Vem sua filha abençoar } BIS
Onde está o seu canzuá } -----------------------------------------------------------------------
Onde está o seu bodoque }
Toque: Nagô
Onde é o seu canzuá }BIS Em uma noite estrelada
Iracema, Iracema E com a lua para lhe guiar
Das águas mansas Dona Jupira saiu da sua aldeia
Da Jurema E entrou nas matas para caçar
Lá nas matas de Oxóssi } Linda morena cabocla guerreira }
Nem a lua nem o sol } Atirou sua flecha para não errar } BIS
Tem beleza tão igual }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 50 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Estava em festa, Áudio: ???

Toda a floresta estava em festa Cabocla, seu penacho é verde } ♫


Porque cantou o uirapuru Seu penacho é verde, é da cor do mar } BIS
No seu cantar ele veio anunciar É a cor da cabocla Jurema, } BIS
Pois a Cabocla Jupira vai baixar É a cor da cabocla Jurema, Juremá
Na terra de Olorum -----------------------------------------------------------------------
Ela vai baixar Toque: Nagô
Áudio: ???
Pra nos ajudar, ela vai salvar Caiu uma folha na Jurema } ♫
A su banda, a sua gira Veio o sereno e molhou } BIS
Saravá Pai Olorum, Saravá E depois veio o sol, enxugou, enxugou }
Acaba de chegar a linda Cabocla menina. E a mata virgem ficou toda em flor }BIS
Mas ela tem a beleza que encanta -----------------------------------------------------------------------
O olhar de uma santa, que nos encanta,
Toque: Nagô
Jupira, linha Cabocla menina
Companheiros da Jurema }
É portadora de uma mensagem divina
Não deixem suas matas sozinhas } BIS
Ela é, ela é, ela é, }
Lá tem coisas preciosas e a Jurema é a rainha }BIS
A menina dos olhos do Cacique Aymoré }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: ???
Jupira e Tatuíra Dentro da Mata virgem, } ♫
Cabocla Jurema é uma Cabocla valente Uma linda Cabocla eu vi }BIS
Salve a sentinela de Umbanda, Ô Jupira } Com seu saiote feito de penas }
Deixa os Caboclos brincarem, Ô Jupira } BIS É a Jurema filha de Peri } BIS
----------------------------------------------------------------------- Jurema, Jurema, Jurema
Toque: Nagô Linda cabocla, filha de Peri
Jupira é uma Cabocla tão linda Ela vem lá da Juremá }
Quando vem das Matas, ela vem sorrindo Vem firmar seu ponto nesse Congá }BIS
Saravá Pemba, Saravá o Congá } -----------------------------------------------------------------------
Saravá Mamãe Oxum e nosso Pai Oxalá } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Dona Jurema, ela nasceu }
Toque: Nagô Ela nasceu no Juremá } BIS
Oh, lá no alto da serra, Sua cobra piou Saravá Cabocla no Endá. Na raiz do Orucá }BIS
Foi no alto da serra, Onde Jupira passou -----------------------------------------------------------------------
Cobra que pia, Cobra que chora Toque: Nagô
É no alto da serra, Onde Jupira mora Entrei na mata sem pedir licença }
Pra ver a força que a Jurema tem } BIS
Oh Jureme, Oh Juremá,
CABOCLA JUREMA
Toque: Nagô Oh da licença pros Caboclos passar
A folha que a Jurema tem } -----------------------------------------------------------------------
Mata e cura também } BIS
As águas lá da cachoeira }
Não matam a sede que a Jurema tem }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 51 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio:???
Ela vem de longe, de longe, sem imaginar } ♫ Jurema oh Juremá ♫
No capacete, três penas } Ta no verde da mata, ê
No braço uma cobra coral }BIS Ta no verde da mata, ê á
Ela é a Jurema, do meu Juremá } Jurema, oh Juremê, oh Juremá
Cabocla primeira, rainha do meu Jacutá }BIS Ta no verde da mata, ê, ta no verde da mata, Oiá
O meu pai é ganga, minha mãe é ganga } A beleza da mata traz, a magia do ponto faz
Eu também sou filho de ganga zumba } Renascer a esperança, em cada um de nós
Ere re re, re re re rá } Batucando o tambor de paz
O meu pai é neto, filho da Cobra Coral }BIS Juremando e amando mais
----------------------------------------------------------------------- Vem trazer alegria, desatar os nós
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio:???
Toque: Nagô
Estava na minha aldeia, } ♫ Jurema, o Juremê, Juremá } BIS
De longe ouvi me chamar } BIS É uma Cabocla Guerreira, filha de Tupinambá
Eu sou a Cabocla Jurema } Rainha da pontaria nunca se viu ela errar
Cabocla de penas que veio trabalhar } BIS Passa correndo nas folhas, ninguém ouve seu pisar
Estava na minha aldeia, } Tem a pele bronzeada e olhos cor de luar
Vivendo sempre a sorrir } BIS É uma Cabocla Guerreira } BIS
Eu sou a Cabocla Jurema } -----------------------------------------------------------------------
Cabocla de penas, a filha de Peri } BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Jurema, o seu saiote é tão lindo }
Toque: Nagô Seu capacete é azul, brilha como o diadema } BIS
Áudio: ???
Eu mandei fazer três capacetes de pena } BIS ♫ Jurema, Ô Juremê, Juremá
Um é pra Jussara, outro pra Jandira Abandona suas matas e vem na Umbanda saravá
E outro pra Jurema -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Jurema, Jurema Cabocla ela é }
Toque: Nagô
Jandira traz nos cabelos uma rosa Trabalha com flecha pros filhos de fé } BIS
Jupira traz no peito um jasmim Oxóssi Bambaruê, Jurema Bambaruá
Jussara é uma linda Cabocla de pena Os filhos da Jurema estão neste Congá
Jurema tem pena de mim Com a Jurema vem trabalhar
Jurema, Jurema -----------------------------------------------------------------------
Jurema tem pena de mim Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Lá na Jurema, }
Debaixo de um pé de ingá, lá na Jurema }BIS
Toque: Nagô
Jurema, com seu saiote de penas Aonde o luar clareia os Caboclos
Da sua cabana suprema, sai e vem pra trabalhar Deixa a Cabocla Jurema passar
Jurema, Jurema, Jurema Jurema, jurema, Olha o seu Juremá }BIS
Jurê, Juremê, Juremá -----------------------------------------------------------------------
Jurema é filha de Tupinambá Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Lá na mata eu vi, }
Linda Cabocla de penas }BIS
Toque: Nagô
Áudio:??? Era Dona Jurema, com sua flecha suprema
Jurema linda, princesa, rainha }BIS ♫ Mas ela vem de tão longe
Dona da cidade, mas a chave é minha }BIS Veio com seu diadema.
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 52 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Minha senhora lá das matas, } Ô Jureminha }
Me diga quem manda aí }BIS Urubatão está chamando } BIS
Venha pra perto pra ver } Na sua mata virgem, uma coral piou }BIS
Dona Jurema é do arirí }BIS Oh firma ponto Jurema, Rainha do Juremá }
----------------------------------------------------------------------- Ela é Cabocla filha de Tupinambá }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
O rio rolou na mata virgem } Toque: Nagô
Uma estrela brilhou na Aruanda } BIS Minha Cabocla é linda, Orirá,
Saravá linda Umbanda, Umbanda linda, saravá Minha Cabocla é bela, Orirá
Agora a Cabocla Jurema é quem manda Sua luz bendita quem lhe deu
----------------------------------------------------------------------- Quem lhe deu foi nosso Pai Oxalá
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Toque: Nagô
Oh Juremê, Oh Juremá } ♫ Seu saiote carijó brilhou na mata,
Suas folhas caíram serenas Oh Jurema } Sua flecha de Indaiá assoviou
Dentro deste Congá } BIS A Cabocla Jureminha, Rainha da Umbanda
Salve o Sol, Salve a Lua Nossa banda já saravou, saravou
Salve São Sebastião, Salve São Jorge Guerreiro -----------------------------------------------------------------------
Que nos deu a proteção Oh Jurema
----------------------------------------------------------------------- CABOCLA JUSSARA
Toque: Nagô
Toque: Nagô Clarão ilumina a mata }
Olha o meu passarinho Azulão } Chuva caem rio não para } BIS
Quando ele pousa, ele pousa no chão } BIS Saravá Umbanda linda }
Mas como é lindo o cantar da Jurema } Banda de Dona Jussara }BIS
Com flecha de ouro, e bodoque na mão } BIS -----------------------------------------------------------------------
Quem pode voar não me leva, }
Quem me leva não pode voar } BIS CABOCLO 7 ENCRUZILHADAS
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Eles são três Caboclos, Caboclos do Jacutá
CABOCLA JUREMINHA Eles giram noite e dia para os filhos de Oxalá
Toque: Nagô Sete com mais sete com mais sete, vinte e um
Áudio: ???
Caboclinha da Jurema onde é que você vai } ♫ Salvando os três sete, todos três de um a um
Vou pra casa de Odé no terreiro do pai Sete Montanhas giram, quando a noite vai chegar
Aruanda auê, Aruanda á } Seu irmão Sete Lagoas, quando o dia clarear
Aruanda, caboclinha de pena, Aruanda }BIS E ao romper da aurora até alta madrugada
Vai ter doce pras crianças, batuque pros Orixás Gira o Caboclo das Sete Encruzilhadas
Vai ter flor pra Iansã, perfume pra Iemanjá -----------------------------------------------------------------------
Aruanda auê, Aruanda á } Toque: Nagô
Áudio:???
Aruanda, caboclinha de pena, Aruanda }BIS
Meu pai, que cavaleiro é aquele } ♫
Depois vou na cachoeira, visitar mamãe Oxum
Que vem na Umbanda trabalhar }BIS
Depois vou cantar meu caboclo, pra meu Pai Ogum
Ele é o Caboclo das Sete Encruzilhadas }
Aruanda auê, Aruanda á }
Que nos traz a proteção e as benção de Oxalá }BIS
Aruanda, caboclinha de pena, Aruanda }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 53 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Tambores do Paraná Áudio: ???
Um índio caboclo guerreiro ♫ Nas matas lá da Jurema } ♫
Um jesuíta que Zambi enviou Eu vi, uma estrela brilhar }BIS
Com sua força e sabedoria Era uma estrela de Oxóssi }
Abraçou a umbanda com o seu amor Anunciando que caboclo vai chegar }BIS
No dia 15 de novembro Okê, okê, caboclo }
Zélio de Moraes teve a incorporação Caboclo Sete Estrelas no Congá }BIS
Foi em 1908 no bairro de Neves Okê, okê, caboclo
Uma revolução Vem de Aruanda pra seus filhos ajudar
Houve muita discórdia -----------------------------------------------------------------------
No centro de mesa com a revelação Toque: Nagô
Quando ele disse, eu vim cumprir a missão Sete Estrelas é Caboclo no céu
Vou fincar a bandeira da nossa nação Sete Estrelas é Caboclo na Terra
Vitória meu pai, vitória Ele não desce do céu sem Coroa
De um índio guerreiro um desbravador Sem a sua moganga de guerra
Caboclo das sete encruzilhadas -----------------------------------------------------------------------
Que plantou a semente que se alastrou
Umbanda é amor, fraternidade
CABOCLO 7 FLECHAS
Toque: Congo de Ouro
Umbanda é bondade Áudio: ???
É determinação Caboclo Sete Flechas nasceu } ♫
É lutar em prol da caridade para os nossos guias No jardim das Oliveiras } BIS
Dá-nos evolução Trazia amarrado em sua cinta uma coral }
São glórias meu pai, são glórias Ô Sucuri, Jiboia da Aldeia } BIS
São glórias para homenagear Ô Sucuri Jiboia, Ô JIBOIA }
Caboclo das Sete Encruzilhadas Quando vem beirando o mar } BIS
Neste solo sagrado de pai Oxalá Olha como gorgorou a sua cobra coral } BIS
----------------------------------------------------------------------- Ô segura essa cobra, não deixa ela fugir }
O nome dessa cobra é cobra Sucuri } BIS
CABOCLO 7 ESTRELAS -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
E vem a barra do dia Toque: Nagô
Áudio: ???
Juntamente com a barra do mar
Curimbembê, curimbembá } ♫
É a falange do Sete Estrelas
Sete Flechas, um grande orixá }BIS
Que veio trabalhar
Com sete dias de nascido
Estrela ô, estrela ô
A Jurema o encontrou
Estrela que é nossa guia
Deitado na folha seca
Chegou seu Sete Estrelas
O caboclo ela criou
Com Deus e a Virgem Maria
Curimbembê, curimbembá }
-----------------------------------------------------------------------
Sete Flechas um grande orixá }BIS
Toque: Nagô Nasceu na mata de Oxóssi
Lá no céu tem uma estrela a brilhar } Na aldeia de Juremá
E nas matas um Caboclo a trabalhar } BIS O caboclo Sete Flechas
Vem de aruanda, vem de aruanda } Iluminado por Oxalá
É Sete Estrelas, ele veio saravá } BIS -----------------------------------------------------------------------
Tem capacete de pena }
Tem flecha e bodoque }
Sete Estrelas a brilhar }
Para as matas clarear } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 54 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio 1: ??? O dia quando nasce
Áudio 2: ???
E, re, re, e, re, re, re, re, re, ra Oke caboclo ♫ ♫ Já vem rompendo aurora
E, re, re caboclo Sete Flechas no Congá Clareia uma choupana
Saravá seu Sete Flechas, ele é o Rei das Matas } Aonde Oxossi mora
A sua bodoca atira Paranga } Já clareou
E a sua flecha mata}BIS Seu Sete Flechas
----------------------------------------------------------------------- Numa choupana
Aonde Oxossi mora
Toque: Nagô
Áudio: ??? -----------------------------------------------------------------------
Foi numa tarde serena, lá nas matas da Jurema } ♫ Toque: Nagô
Ouvi um caboclo bradar } BIS O seu cavalo corre, Corre e ninguém vê!
Quio quio, quio, quio quiera } Salve o seu Sete Flechas, Que vem nos proteger!
Sua mata está em festa } -----------------------------------------------------------------------
Saravá seu Sete Flechas } Toque: Nagô
Que ele é o rei da floresta } BIS Tambor, tambor, }
----------------------------------------------------------------------- Vai buscar quem mora longe } BIS
Toque: Nagô Vai buscar seu Sete Flechas }
Áudio:???
La nas matas da Jurema} BIS
Lá na mata, sabiá cantou ♫
Seu Sete Flechas nasceu } BIS
Lá no céu uma estrela brilhou
La no meio da mata virgem
Saravá Seu Sete Flechas, oh paranga
E lá no pé do uruzal meu pai guerreiro dormia,
Ele é rei do Jacutá
Ouvia a água passar durante a noite }
Ele é rei no Juremá,
Ouvia a água passar durante o dia } BIS
Saravá Seu Sete Flechas ele é dono no congá
E quando ele bradava toda jurema ouvia } BIS
Ere, re á }
Rei caçador venha me salvar, }
Caboclo Sete Flechas no Congá }BIS
Rei caçador venha guerrear } BIS
Saravá Seu Sete Flechas }
-----------------------------------------------------------------------
Ele é rei da mata }
A onde a tipoia aponta , oh paranga } CABOCLO 7 FOLHAS
Toque: Nagô
A sua flecha mata }BIS
Cadê seu Sete Folhas
-----------------------------------------------------------------------
Da raiz do Oricá
Toque: Nagô Vai chegar Seu Sete Folhas
Sou Caboclo Sete Flechas, }
Com licença de Oxalá
Sou Caboclo de Aruanda }
-----------------------------------------------------------------------
Cadê Rosário Bento }
Pra reza filho de Umbanda}BIS CABOCLO 7 PENAS BRANCAS DE ZAMBI
Toque: Nagô
O sol do meu sol, o Luz da minha Luz }
Ele vem de longe, de longe, do lado de lá, de lá
Valei-me, valei-me, }
Vem trazendo nas mãos
Valei-me meu Bom Jesus } BIS
Seu bodoque pronto pra atirar
-----------------------------------------------------------------------
O Caboclo Sete Penas Brancas de Zambi
Nós vamos saudar
Ele vem de longe, de longe, do lado de lá, de lá
O Caboclo Sete Penas Brancas de Zambi
Nós vamos saudar
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 55 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CABOCLO ÁGUIA BRANCA CABOCLO ARRANCA TOCO
Toque: Nagô Toque: Nagô
No terreiro de Umbanda uma estrela brilhou } Áudio:???

Firma corrente Seu Águia Branca chegou } BIS Lá no alto da floresta, lá tem um lindo caboclo }BIS ♫
E, e, e, e Caboclo vem trabalhar } Mas ele é o Caboclo Arranca Toco
Salve os Caboclos seu ponto vamos cantar } BIS Ele é um caçador, ele é o rei lá da floresta
Salve o Povo de Aruanda, Salve Meu Pai Oxalá } Seu bodoque é muito forte
Salve todos da Umbanda, } Sua flecha é uma flor
Salve todo o Juremá} BIS Sua falange é poderosa
----------------------------------------------------------------------- Oxalá foi quem mandou
É hora, é hora, é hora do Caboclo Arranca Toco }
Toque: Nagô
Hora de Arranca Toco }
Seu Águia Branca é um guerreiro,
Hora de todos caboclos }BIS
Seu Águia Branca é bamaba odé
-----------------------------------------------------------------------
Seu Águia Branca é meu protetor
Ele é meu Caboclo de fé CABOCLO ARRUDA
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Fui buscar em meu Congá
Toque: Nagô
O que eu deixei em Aruanda
Um grito na Mata ecoou, }
Aqui está o Caboclo Arruda
Seu Águia Pequena chegou } BIS
Pra vencer essa demanda
Com sua flecha, com Seu Cocar }
A falange de Arruda
Seu Águia Pequena vem nos ajudar } BIS
É cheia de boa vontade
-----------------------------------------------------------------------
Vai pedir a Mãe Santíssima
CABOCLO AIMORÉ Nossa Senhora da Piedade
Toque: Nagô
Áudio: Canal Pontos e Umbanda
-----------------------------------------------------------------------
A água com areia não pode demandar } ♫ CABOCLO BOIADEIRO
A água vai embora a areia fica no lugar } BIS Toque: Nagô
Zum, zum, zum vai chegar seu Aimoré } Uma estrela da cor de prata
Caboclo guerreiro pra salvar filhos de fé } BIS Brilhando anunciou
----------------------------------------------------------------------- Era um Caboclo que chegava
Vinha a mando de Nosso Senhor
CABOCLO ARARIBÓIA Ele é Caboclo, ele é flecheiro
Toque: Nagô
O sol saiu mais cedo querendo anunciar Ele é Caçador
Araribóia no terreiro quem mandou foi Oxalá Ele é Caboclo Boiadeiro, ele é laçador
Curimba ê, curimba} -----------------------------------------------------------------------
Curimba Araribóia Curimba }BIS CABOCLO CARIJÓ
Lá no céu relampejou, na mata estremeceu Toque: Nagô
Na terra de Oxóssi, Araribóia apareceu Carijó vem de Aruanda
----------------------------------------------------------------------- Com o seu penacho azul
Ele traz na sua banda
CABOCLO ARAÚNA A luz do Cruzeiro do Sul
Toque: Nagô
Na mata virgem da Jurema, o Uirapuru cantou -----------------------------------------------------------------------
Ao revoar lá nas campinas um rouxinol anunciou
Oi, Saravá nesta Aruanda, Seu Araúna chegou
Ele é Caboclo lá, ele é Caboclo aqui
Oi, Saravá Seu Araúna e a falange Guarani
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 56 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Cobra Coral é Caboclo } BIS
Ele é caboclo, ele é juremeiro } ♫ Trabalha lá na mata junto com Arranca Toco
E na alvorada tem penas Carijós }BIS -----------------------------------------------------------------------
Vadeia, oi vadeia,
Toque: Nagô
Oi vadeia, meus caboclos na aldeia Áudio: ???
Vadeia, oi vadeia, Na mata virgem uma coral piou } ♫
Oi vadeia, como vento na areia Ele atirou a sua flecha certeira } BIS
Vadeia meus caboclos, vadeia } Ele atirou, ele atirou, ele atirou }
Os caboclos na aldeia e a sereia na areia }BIS Atira Caboclo lá nas matas da Jurema }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento Toque: Nagô
É pau, é pedra. Áudio:???

É toco miúdo No meio da mata eu vi } ♫


Lá vem Carijó Dois nomes gravados num tronco de pau } BIS
Por cima de tudo De um lado era seu Rompe-Mato }
----------------------------------------------------------------------- Do outro seu Cobra Coral } BIS
No meio da mata virgem eu vi }
Toque: Barravento
Eu vou pedir } Todos Caboclos}
Eu vou chamar } BIS Falavam na língua Tupi-Guarani } BIS
Carijó pra trabalhar } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio:???
Toque: Nagô Okê, caboclo, chama seu Cobra Coral } BIS ♫
Se o Seu Saiote é Carijó Se ele é caboclo, da mata virgem }
Se a sua flecha é de Indaiá Chama seu Cobra Coral }BIS
Como os Caboclos vem sereno -----------------------------------------------------------------------
Como sereno é
Toque: Nagô
Oxóssi é Rei na Macaia Seu Cobra Coral na aldeia, }
Oxóssi é Rei na Guiné Na aldeia ele vai chegar }BIS
----------------------------------------------------------------------- Se ele é caboclo arreia, se ele é guerreiro arreia }
CABOCLO CIPÓ Vem firmar seu ponto, arreia, no meu Juremá }BIS
Toque: Congo -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Eu vi chegar, do oriente, } ♫ CABOCLO COQUEIRO
Um combatente, não vinha só } Toque: Nagô
Eu vi chegar uma falange do oriente } Lá nas matas verdejantes}
Na sua frente vinha o Caboclo Cipó } BIS Tem estrela reluzindo } BIS
Arriou, baixou, Cipó decidido para a luta } É o Caboclo Coqueiro}
Arriou, baixou, Cipó chegou } Que na Umbanda vai surgindo } BIS
Com a Falange de Arruda } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO DA LUA
Toque: Nagô
CABOCLO COBRA CORAL Luar, luar
Toque: Nagô
Áudio: ??? Caboclo da Lua já chegou
Cobra Coral a sua banda está em festa } ♫ Vai dizer a sua mãe
O céu e o mar estão cantando em seu louvor } BIS Que o Terreiro ele salvou
Olha a cobra coral piou, piou } BIS -----------------------------------------------------------------------
Cobra Coral estou cantando em seu louvor } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 57 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CABOCLO FLECHA DOURADA Toque: Nagô
Toque: Nagô O vento na mata zuniu
Áudio: Engoma do Pai Maneco Folha seca balanceou
Caboclo vai, Caboclo vem, } ♫
Saravá Oxóssi nessa banda, saravá
Caboclo Flecha Dourada que vem } BIS
Ele vem com Deus Nosso Senhor
Mas ele é Caboclo da Mata }
-----------------------------------------------------------------------
É Flecha Dourada que vem } BIS
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO FOLHA VERDE
Composição: Paulo Leite / Valdir De Paula Costa
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio:??? Áudio: ???
Lá na beira do caminho } ♫ Como é tão lindo, assistir festa na Mata ♫
Tinha uma estrela a brilhar } BIS Ouvir o som das Cascatas E o lindo canto do sabia
Encontrei Flecha Dourada Que noite linda, bela noite de luar
Com as cores de Oxalá Foi no clarão da lua
Auê, Okê bambo Clim } Que eu vi Folha Verde chegar
Auê, Iemanjá }BIS A mata estava em festa Toda coberta de Flor
----------------------------------------------------------------------- Até os passarinhos cantam meu Caboclo
Eles cantam em seu Louvor
CABOCLO FLECHA LIGEIRA
Toque: Nagô O, o, o, o quanta beleza, o, o, o, o belo esplendor }
O seu bodoque é carijó Como é bom Ter a certeza }
A sua flecha é de Ara Oró Que Seu Folha Verde é meu protetor } BIS
Só seu Flecha ligeira } -----------------------------------------------------------------------
Sabe onde a flecha parou } BIS Toque: Nagô
Ele é caboclo do vento, ele é seu Pangará Folha verde na palmeira
Ele é caboclo flecheiro, ele é Caboclo de Oxalá Como brilha no luar
----------------------------------------------------------------------- Pena verde é caçador
É caçador no juremá
CABOCLO FLECHEIRO
Toque: Nagô, Barravento ou Congo Ele vem lá de aruanda
Ele atirou, ele atirou e ninguém viu Ele vem pra trabalhar
Só Seu Flecheiro é quem sabe Saravá seu pena verde
Aonde a flecha caiu, aonde a flecha firmou } BIS Seu pena verde sarava
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô, Barravento ou Congo Toque: Nagô
Ele é caboclo, ele é flecheiro, bumba na Calunga O vento vem soprando nas matas}
É Matador de feiticeiro, bumba na Calunga Jogando as folhas verdes no chão } BIS
Ele vem firmar seu ponto, bumba na Calunga O vento já soprou}
Firma aqui neste Terreiro, bumba na Calunga A folha já caiu}
----------------------------------------------------------------------- Seu Folha Verde apanhou uma na mão } BIS
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO FOLHA SECA
Toque: Nagô
Eu sou folha seca, oi, paranga }
Eu sou do Congá, oi, paranga }
Eu sou folha seca, oi, paranga }
Vim do Juremá }BIS
Eu sou da mata }
Oi que mata é a sua? }
Onde pia a cobra, o sabiá }
E clareia a lua }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 58 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CABOCLO GUARÁ CABOCLO GUINÉ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Áudio: ???
Chora Oxum ♫ É verde meu pai, sua mata é verde } ♫
Chora na beira do rio É verde, ela cheira guiné }BIS
Chora Oxum Enquanto a lua no céu surgir }
E o sol brilha no céu Enquanto o sol na terra brilhar }
Quando chega a lua, seu Guará vem junto Pode ter uma certeza }
Como sombra na beira da mata Caboclo Guiné, sai pra caçar }BIS
Ele chega devargar, pros seus filhos ajudar Okê Arô, Quiô, Quiô, Quiô }BIS
Salve, salve, o Caboclo Guará }BIS -----------------------------------------------------------------------
Dança Oxum, dança da beira do rio } Toque: Nagô
Dança Oxum, e o sol brilha no céu }BIS Lá no alto da serra }
Com chega o sol, ilumina a mata Tem uma linda floresta }
Oxum sorri, a tristeza vai embora Também tem uma linda cabana }
Seu Guará já trabalhou e seus filhos ajudos Mas ela é do Caboclo Guiné }BIS
Salve, salve, o Caboclo Guará }BIS Saravá todos os Caboclos
Aieie Oxum, Oxum na beira Salve o Seu Vence Demandas
Aieie Oxum, e o sol brilha no céu Saravá todos os Caboclos
----------------------------------------------------------------------- Que pertencem a esta linda Umbanda
Toque: Ijexá -----------------------------------------------------------------------
Quando a lua dormiu
CABOCLO JUNCO VERDE
O sol raiando a esperança surgiu Toque: Nagô
Eu caminhei Pra mata que meu Pai é rei } BIS Áudio: Engoma do Pai Maneco

Sol no céu passeando, Eu na mata a caminhar Vem Junco Verde, vem trabalhar ♫
Folhas verdes sombreando Das terras de Jurema seus filhos vem salvar
Não deixando o sol passar Salve o Sol, salve a Lua,
Sombras que vão se formando, Salve Oxóssi também Oke Caboclo
Pelas terras de Guará Salve o Caboclo índio guerreiro
Pelas matas vão guiando, Esse filho de Oxalá Salve Junco Verde que está no terreiro } BIS
Eu vou lá Pra ver o meu caboclo Guará } BIS -----------------------------------------------------------------------
De repente o sol dormiu, Toda mata escureceu
Com a lua que surgiu Seu Guará apareceu
Em suave Ave Maria Que no céu o anjo cantou
Seu Guará de lá descia Com a noite que chegou
Eu chorei Quando seu Guará me abençoou } BIS
-----------------------------------------------------------------------

CABOCLO GUARACY
Toque: Nagô
Salve a falange do Caboclo Guaracy
Deus no céu permita, que ele chegue até aqui
Salve Tupã, Itatiaia e Guaracy
Salve o Sol, as Estrelas E o cruzeiro
Salve Guaracy Que chegou neste terreiro
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 59 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CABOCLO LANCEIRO Toque: Nagô
Toque: Nagô Sentado embaixo de um arvoredo }
Autor: Paulo de Oxossí No meio da mata virgem }
Áudio: Paulo de Oxossí e Lucas de Xangô
Doce perfume do mel de abelha } ♫ Uma coral piou }
Vamos saudar Caboclo da pele vermelha } Era o Caboclo Mata Virgem }
Okê Arô Caboclo Lanceiro } Que na coral se transformou }BIS
Oxossi nos envie esse grande guerreiro }BIS Foi ai que ele me disse }
Cheiro de sangue pairava no ar Numa linguagem guarani }
A caça estava próxima, o caboclo a procurar Sou filho do luar }
Na cachoeira, o rastro se esvaia Descendente de Tupi }BIS
Caboclo farejava e a presa corria -----------------------------------------------------------------------
Atira sua lança, com a maior velocidade Toque: Nagô
Para conseguir seu pão, não para fazer maldade Seu mata virgem vem chegando agora
Mas se preciso for, como todo guerreiro Ele vem para trabalhar
Dispara sua mandinga pra derrubar feiticeiro Seu mata virgem vem de Aruanda
Doce perfume do mel de abelha Firmar seu ponto nesse Congá
Vamos saudar Caboclo da pele vermelha Ele vem com a força da jurema,
Okê Arô Caboclo Lanceiro Mais ele vem do seu Juremá
Oxossí nos envie esse grande guerreiro }BIS Seu mata virgem chegou em terra }
Vem das Matas de Oxossí , E vai á todos abençoar }BIS
Vem das Águas de Oxum -----------------------------------------------------------------------
Quem a ele pedir, não sofrera mal algum
CABOCLO NANDERÚ
Pela justiça divina vem girar no meu terreiro Autor: Dionatan De Oxalá
Toque: Nagô
Atabaque bate forte, chama Caboclo Lanceiro
Caboclo Nanderú bebe água no coité,}
Doce perfume do mel de abelha }
Atira flecha pro alto pra pegar o que não quer.}BIS
Vamos saudar Caboclo da pele vermelha }
Ele é caboclo, ele é flecheiro }
Okê Arô Caboclo Lanceiro }
Nanderú tá no terreiro } BIS
Oxossí nos envie esse grande guerreiro }BIS
Quem tem medo de demanda }
Invoca sua Águia Dourada, fazendo uma oração
Corre e não olha pra trás }
Pede proteção as matas, pra quem tem bom coração
Chegou Seu Nanderú, Caboclo Cobra-feroz } BIS
Mensageiro de Oxossí, firma seu ponto aqui
-----------------------------------------------------------------------
São Sebastião Guerreiro venha cá nos acudir
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO PENA BRANCA
Toque: Nagô
CABOCLO MATA VIRGEM Estava na Mata, estava trabalhando } BIS
Toque: Nagô
Seu Pena Branca passou me chamando } BIS
Caboclo, é Seu Mata Virgem,
Eu vou, eu vou, onde é que mora?
Quando ele rufa seu tambor Lá na Jurema,
Eu moro nas Matas de Nossa Senhora
Vem lá das Matas Pra salvar filhos de Umbanda
Quando ele vem, ele vem, ele vem trabalhar }
-----------------------------------------------------------------------
Ele é o Pena Branca é da tribo Guará } BIS
Toque: Nagô
Áudio:???
-----------------------------------------------------------------------
Na macaia de meu pai tem terra } ♫
Que alguém jamais pisou } BIS
Chão de seu Mata Virgem }
Pedra de meu Pai Xangô } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 60 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Congo de ouro Composição: Eli
Áudio: ??? Toque: Nagô
Não tem distância, não importa o caminho ♫ Seu Pena Branca quando sai das Matas
Não há fronteiras que possa me impedir Seu Pena Branca quando vem pra trabalhar
Seja onde for eu vou louvar esse caboclo Seu Pena Branca quando esta na banda
Que me criou e me ensinou a lhe seguir Vem a serviço de Oxalá,
Lá na aldeia onde os tambores tocam O seu Congá reflete a hierarquia
Reúne moço, velhinho e criança E o seu penacho que das cores irradia,
Clareia lua clareia, E a sua flecha sempre certeira
Clareia a aldeia de seu Pena Branca Vem a serviço de Oxalá
Clareia lua clareia, -----------------------------------------------------------------------
Quem nesse caboclo não perde a confiança
CABOCLO PENA ROXA
Okê caboclo Toque: Nagô
Okê caboclo, seus filhos querem lhe agradecer } Seu pena roxa caboclo de Aruanda
Okê caboclo, senhor da mata virgem } Quando chega traz a luz de Oxalá
Venha sempre me valer }BIS Seu pena roxa veio da sua aldeia }
----------------------------------------------------------------------- Veio firmar seu ponto nesse Congá }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Nasceu na mata, da mata não tenho medo } ♫ CABOCLO PENA VERDE
Toque: Nagô
Nasceu na mata, debaixo de um arvoredo }BIS Caboclo Pena Verde é minha luz minha alegria }
Seu Pena branca que nasceu na Jurema Ele é Oxóssi filho da Virgem Maria } BIS
Mãe Oxum apanhou e ajudou a criar A sua luz ilumina o escuro }
Mas ele é um rei caçador } Todos os seus filhos do terreiro estão seguros }BIS
Ele é filho da Cinda e da cobra coral }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio:???
Saravá Seu Pena Branca, Saravá Seu Abasse Eu vi na margem do rio } ♫
Traz na frente o seu bodoque, Em linha manhã serena }BIS
Pra defender filhos de fé Caboclo, Seu Pena Verde }
Ele vem de Aruanda, trabalhar neste Congá Firmando ponto na areia }BIS
Saravá Seu Pena Branca o guerreiro de Oxalá Galo cantou na serra }
Sua flecha vai certeira, Vai pegar os feiticeiros A mata estremeceu }BIS
Que fez juras e mandingas Caboclo Seu Pena Branca }
Para os filhos do terreiro Na cachoeira apareceu }BIS
Pega o Arco atira a flecha Ele é caboclo guerreiro }
Que este bicho é corredor Que mora no rochedo }
Mas deve ser castigado, ele é merecedor Somente Cobra Coral }
----------------------------------------------------------------------- Conhece dele o segredo }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Pena branca chegou no terreiro Toque: Nagô
Pena branca chegou pra trabalhar Seu pena verde quando vem da aldeia
Saravá pena branca no terreiro } Vem trazendo pemba
Saravá pena branca no congá }BIS Pra salvar filho de umbanda
----------------------------------------------------------------------- Se ele é caboclo ele é flecheiro
Ele é Oxóssi ele é caçador
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 61 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CABOCLO PENA VERMELHA Toque: Nagô
Áudio: ???
Toque: Nagô
Ele chegou agora na Umbanda Na beira do mato tem mironga, } ♫
De arco e flecha ele vem descarregar Na beira do mato tem dendê }
Lindo caboclo lá das matas da jurema Na beira do mato tem despacho }
Veio ajudar seu filhos com as folhas do Juremá Que fizeram pra você } BIS
Pena vermelha é filho de nossa senhora } No meio do misticismo você precisa aprender
É cacique de aldeia vamos todos saravá }BIS Vai falar com Rompe Mato }
----------------------------------------------------------------------- Que ele vai te defender }BIS
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO PERI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio:??? Seu Rompe Mato o corou
Vem do alto a energia do conga } ♫ Seu Sete Flechas na floresta
Vem da terra, vem do ar } BIS E nesse dia toda a mata foi uma cidade em festa
Foi Oxalá quem lhe chamou E os Caboclos se enfeitaram
Pra esses filhos ajudar Com as Folhas da Guiné
Foi Oxalá quem coroou, E os Caboclos curiavam,
Oxóssi neste conga Pra chamar quem manda é Odé
Brilhou no céu a sua estrela } Oi quem manda é Odé } BIS
Brilhou neste lugar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Chegou o Caboclo Peri } Toque: Nagô
Chegou pra nos guiar } BIS Seu Rompe Mato tem um segredo,
Ele é o Caboclo Peri } Que está lá na Cascata, que é pra dar aos filhos
Ele vem lá da Jurema } BIS Que pula e Sai da Mata,
Ele vem em nome de Oxóssi, ele vem } Mas ele vem chegando trazendo paz e luz
Ele vem na fé de Oxalá } BIS Que é para dar a seus filhos,
Nasceu mais uma estrela } Que tem amor a Jesus!
Lá no céu azul } BIS -----------------------------------------------------------------------
Que veio anunciar seu filho Tupiaçú } BIS
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO ROXO
Toque: Nagô
Áudio: ???
CABOCLO ROMPE MATO Caboclo Roxo da cor morena } ♫
Toque: Congo ou Barravento
Eu vi caçador lá nas mata, na mata fazia pó! } BIS Se ele é caçuté, caçuté da Jurema } BIS
Eu vi seu Rompe Mato, caçando cobra cipó! } BIS Ele jurou e tornou a jurar }
----------------------------------------------------------------------- E ouvir conselhos que a Jurema vai lhe dar } BIS
Ele é Oxóssi dorme na macaia
Toque: Congo ou Barravento ou Nagô
Áudio:??? Ele é caboclo em qualquer lugar
Na sua aldeia ele é caboclo, } ♫ Ele não apanha folha da Jurema }
É Rompe Mato e Arranca Toco! } BIS Sem ordem suprema de Pai Oxalá }BIS
Na sua aldeia, na terra da Jurema } -----------------------------------------------------------------------
Não se faz nada sem ordem suprema! } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Mas olha que Caboclo lindo
Que Oxossi mandou saravá
Pena Dourada na linha de Umbanda
Caboclo Roxo na lei de Oxalá
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 62 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
É na boca da mata, } Relampeou lá na mata estremeceu
É na boca da mata que ele mora } BIS É sinal que as falange nesse momento desceu
Caboclo Roxo, Meu pai chegou agora } Segura o ponto meu filho
É na boca da mata, } Com muita fé e amor
É na boca da mata que ele mora } BIS Firma corrente com os dentes
----------------------------------------------------------------------- Que Treme Terra chegou
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO SAMAMBAIA
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Tremeu o sol, Tremeu a lua
Quanto tempo que eu não bambeio, ♫
Tremeu o céu..e o mar também
Hoje eu vim pra trabalhar
Só não tremeu Seu Treme Terra }
Sou Caboclo Samambaia, vim aqui pra trabalhar
Ele é Caboclo, ele é o Rei } BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO SERRA VERDE
Toque: Nagô
CABOCLO TUPINAMBÁ
Toque: Nagô
Sobe serra, desce serra
Bate Atabaque, Bate pra Oxóssi } BIS
Serra verde aonde estás
Tira o caboclo da Oca, Tira a onça da toca } BIS
Pombinhas bateu asas
Caboclo é guerreiro, Caboclo é feiticeiro
Bateu asas e voou
Caboclo é Tupinambá, Vem no Terreiro Pra Saravá
Papai eu sou guerreiro Maná
-----------------------------------------------------------------------
Mamãe caminhos que vai
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Batuque no Terreiro é Tupinambá } BIS
CABOCLO TAMOIO Se ele é de Pele vermelha, se ele é Tupinambá }
Toque: Nagô
Oi Flecha, flecha, flecha para todo mal levar } BIS
Índio Tamoio chegou, Índio Tamoio chegou
-----------------------------------------------------------------------
Ele é índio, ele é guerreiro
Da pedra e da flor
É amigo de Oxóssi, de Ogum e de Xangô
Índio Tamoio chamou, Índio Tamoio chamou
A pedreira está na floresta
A floresta está na terra
Na terra está o ferro
A ferro e fogo nasce o amor
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO TIRA TEIMA
Toque: Nagô
Na mata virgem eu entrei sozinho}
Pedi a Deus para me ajudar } BIS
Olhei para serra e vi um caboclo,
Era seu Tira Teima com sua flecha no ar
Caboclo Tira Teima na Umbanda }
Ele é o Rei, ele é o rei, ele é o rei do Juremá } BIS
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO TREME TERRA
Toque: Barravento
Canta, canta sabiá, canta, canta azulão
Ela canta lá na mata, ele canta lá na serra
Saravá Seu Ventania, Saravá Seu Treme Terra
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 63 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Autor: Diovani De Ogum Toque: Nagô
Toque: Ijexá Áudio: ???
Caboclo tava dormindo, no meio do matagal } BIS Estava na beira do Rio, sem poder atravessar } ♫
Ao lado de uma Aroeira aos pés de um Uruzal } BIS Chamei pelo Caboclo, Caboclo Tupinambá } BIS
Toque: Nagô Tupinambá chamei, }
Lá na mata virgem, Caboclo se acordou } Chamei tornei chamar e a } BIS
E com seu grito de guerra } -----------------------------------------------------------------------
A Umbanda abençoou } BIS
Toque: Nagô
Saravá Oxóssi, ele é Caboclo Caçador }
Estava no alto da Serra,
Saravá Tupinambá, ele é meu guia e protetor } BIS
Toque: Ijexá
Quando escutei a Coral piar
Oxóssi guerreiro sagrado, Mas ela estava enrolada na lança de Tupinambá
Tupinambá Caçador do Congá -----------------------------------------------------------------------
Com suas ervas cura lá no Juremá, } Toque: Nagô
Da mata virgem meu pai, vem me ajudar } BIS Eu vim da Mata, o que mata é a sua? } BIS
Toque: Nagô É de lá, é de cá,
Viva Tupã, Deus Criador, É onde pia a cobra onde canta o sabiá
Quando ele brada todo o Juremá escuta } BIS Eu vim da Mata sou da tribo Tupinambá }
Toque: Congo, Barravento ou Congo de ouro Vim trazer minha falange }
É caçador, Okê, Okê Arô, } Pra todos descarregar}BIS
É caçador, okê aqui chegou } BIS -----------------------------------------------------------------------
Na tribo dos Guaranis, Miaçambara e Curuvus } BIS
Toque: Nagô
É capangueiro da mata, é justiceiro da lua } Áudio: ???
Oxóssi é rei caçador, a força da mata é sua } BIS Na mata eu vi, um arco-íris de penas } ♫
É caçador, Okê, Okê Arô, } Tocando uma tambora }
É caçador, okê aqui chegou } BIS Um dia inteiro sem parar }
Eu vou mandar chamar a tribo Tupinambá } BIS Era Tupinambá, auê, auê }
E sua filha Jurema guerreira desse Congá } BIS Pai de toda jurema }
Minha Jurema, minha guerreira, } Chamando os caboclos de pena }
Da o seu grito de guerra na minha aldeia } BIS Pra vir pra esse Congá }BIS
E vai caçar a sua presa, } E quando a tambora ressoava
Na mata virgem sua flecha é certeira } BIS Os caboclos preparavam seus trabalham com fervor
Vencedora de batalhas, guerreira desse Congá } Enquanto a tambora ele tocava
Oxóssi lhe coroou com folhas de Manacá } BIS Pena Verde abençoava essa ajuda de amor
É caçador, Okê, Okê Arô, } -----------------------------------------------------------------------
É caçador, okê aqui chegou } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- O meu manacá, Já não dá mais flor } BIS
Toque: Nagô Ai eu vou plantar
Entra na roda quem quer entrar Uma semente do meu manacá
E samba de caboclo quem quiser pode dançar Ai como é linda essa madrugada
Quando eu vim de lá de cima } Povo de Umbanda vem trabalhar
Da aldeia do Cariri } Tupinambá é Pai de Terreiro
Eu peguei água da mina Na folha do Licuri } Tupinambá no reino está
Me chamo Tupinambá } -----------------------------------------------------------------------
Eu sou lá do Tombenci } BIS Toque: Nagô
Ai, ai, ai Piava, piava, piava de arrepiar } BIS
----------------------------------------------------------------------- Era uma enorme jibóia }
No braço de Tupinambá }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 64 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Barravento
Tupinambá é ganga na Macaia Ele é Ubirajara } BIS
Tupinambá e, e Tupinambá Seu saiote é de pena
Tupinambá guerreiro de Oxóssi Seu capacete é de Arara
Tupinambá e, e Tupinambá -----------------------------------------------------------------------
Tupinambá não perde uma demanda Toque: Nagô
Tupinambá e, e Tupinambá Eu vi clarear o dia,
Tupinambá vem defender seus filhos Eu vi a estrela brilhar
Tupinambá e, e Tupinambá Eu vi Seu Ubirajara, Caboclo das Matas
Só não apanha folhas da Jurema } Que mora na beira do mar
Sem ordem Suprema de Pai Oxalá } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Toque: Congo Neste lindo céu de Anil,
Áudio: ???
Que refletem as ondas do Mar
Tupinambá, Tupinambá, vem de Aruanda ♫
Com o Sol chegou Ubirajara
Tupinambá, Tupinambá, venceu demanda
Que veio nos abençoar
Tupinambá, Tupinambá, chefe guerreiro
Está com o rei dos mares e matas
Tupinambá, Tupinambá, está no terreiro
Num horizonte que nos seduz
Ere, re, re á, mas ele vem pra trabalhar
Por de trás das montanhas é onde se esconde
Ere, re, re á, Pra trabalhar nesse Congá
Com este astro cheio de luz,
-----------------------------------------------------------------------
É nosso guia nas escaladas
CABOCLO TUPINAQUARA Companheiro nas grandes jornadas
Toque: Nagô Nossa fé é nossa trilha, }
Áudio:???
Ele é caboclo da Mata Virem } ♫ Seguindo seu rastro que sempre brilha } BIS
Ele trabalha até o romper da aurora } BIS -----------------------------------------------------------------------
Olha cambono, firma o ponto } Toque: Nagô
Que Tupinaquara ta chegando agora }BIS Ai que penacho é aquele }
Ele é caboclo da mata fechada É um penacho de arara }BIS
Tupinaquara em qualquer lugar Ai quando rompe a mata virgem}
E só atira a sua flecha } É o Caboclo Ubirajara }BIS
Com ordem suprema de Pai Oxalá }BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Oh, salve o sol e salve a lua
CABOCLO UBIRAJARA
Toque: Nagô E as estrelas das sete linhas de Umbanda
Áudio: ??? Com Ubirajara
A estrela D’Alva é sua guia } ♫ Japiaçu e sua falange
Ubirajara é caboclo valente }BIS Ubiratã e sua gira vamos saravá
Ubirajara mora lá na mata } -----------------------------------------------------------------------
Lá na grota funda, lá no fim do mundo} BIS
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO UBIRATAN
Toque: Nagô
Toque: Nagô Ái vem Ubiratan
Corto língua, corto mironga No terreiro trabalhar
Corto língua de falador Com suas ervas encantadas
Quando eu chego não há embaraço } Pros seus filhos ajudar
Chegou Ubirajara do Peito de Aço } BIS Ubiratan é guerreiro de Oxóssi
----------------------------------------------------------------------- Ubiratan vem nos saravá
Ubiratan vem lá de Aruanda
Ubiratan é cacique de Umbanda
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 65 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Caboclo Ubiratan Os seus filhos vem saudar
Vem descer neste terreiro Vem saudar a estrela guia
Cacique curandeiro Trazendo o manto sagrado }
Ele é forte, ele é guerreiro Por ordem da Virgem Maria }BIS
Caboclo da Umbanda Urubatão é de Munhangaba
Vem das matas trabalhar É de Munhangaba, é de tataroê
Traz a luz de Aruanda Com seu arco e sua flecha
Para todos ajudar No tempo que trabalhava
----------------------------------------------------------------------- É de tataroê, é de tataroê }BIS
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO URUBATÃ
Toque: Nagô CABOCLO VIRA MUNDO
Chegou de dia seu Urubatã Toque: Nagô
Que veio seus filhos saudar Apanha Vira Mundo, Ô mi táta mirô,
Arrebenta corrente de ferro e de aço Apanha folha por folha, Ô mi táta mirô,
Estoura corrente de bronze Ele é filho da Jurema, Ô mi táta mirô,
A lua vai saindo Não deixa cair no chão, Ô mi táta mirô,
E o sol já vai sumindo -----------------------------------------------------------------------
Ele veio saudar a estrela guia Toque: Nagô
Trazendo no manto sagrado Oh meu Deus lá nas alturas
----------------------------------------------------------------------- O meu Pai é o Caboclo Vira Mundo
Tumba, que tumba, que tumba, auê
CABOCLO URUBATÃO DA GUIA
Toque: Nagô Meus inimigos não podem vencer
Chegou Urubatão da Guia -----------------------------------------------------------------------
Que veio para seus filhos salvar
CAPANGUEIROS
Rebenta corrente de ferro e de aço Toque: Nagô
Estoura cadeias de bronze Áudio: ???
A estrela lá no céu brilhou } ♫
O sol e a lua vem saindo
E vem a Estrela da Guia E a mata estremeceu }BIS
Eu trago em meu bronze gravado Aonde anda o capangueiro da Jurema }
O nome da Virgem Maria Que até agora não apareceu }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Congo ou Barravento
Toque: Nagô Áudio: ???
Na cidade da Jurema Arria Capangueiros, ♫
Estão rufando os tambores Capangueiros da Jurema
Suas matas verdejantes Arria Capangueiro, Capangueiro, Juremá
Enfeitadas estão de flores -----------------------------------------------------------------------
Vem descendo da Aruanda
Toque: Congo ou Barravento
Com todos seus companheiros Áudio: ???
Caboclo Urubatão Oxalá chamou e já mandou buscar ♫
Nosso chefe de terreiro Os Caboclos da Jurema, no seu Juremá
Que lindo caboclo de pena é o Panaiô Pai Oxalá, Pai Oxalá é o rei do Mundo Inteiro
Que veio da cidade da Jurema é o Panaiô Já deu ordens pra Jurema
Auê auê auê é o Panaiô }BIS Mandar seus Capangueiros
----------------------------------------------------------------------- Mandai, Mandai,
Minha Cabocla Jurema, os seus guerreiros
Esta é a Ordem Suprema
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 66 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
CURUMINS Toque: Nagô
Toque: Nagô A estrela D’Alva é minha guia
Eu me perdi, Oxóssi me achou Gira o mundo sem parar
Oxóssi não e caça, Oxóssi é caçador } BIS Ilumina a mata virgem }
----------------------------------------------------------------------- E o terreiro de além mar }BIS
Toque: Nagô Aos três dias de nascido
Pronto Cheguei, Caboclinho é de Iemanjá Minha mãe me abençoou
Atirando a minha flecha, auê Me soltou na mata virgem }
Toda tribo vai chegar, auê Seu Oxóssi me criou }BIS
Auê, auê, auê -----------------------------------------------------------------------
A ordem Deus é quem dá Toque: Nagô
Eu sou, eu sou, a Estrela do Mar } BIS Áudio 1: ???
Áudio 2: ???
Eu sou, eu sou, Caboclinho do Mar A mata estava escura, um Anjo iluminou ♫ ♫
----------------------------------------------------------------------- No centro da Mata Virgem
Toque: Nagô Foi Seu Oxóssi quem chegou
Tava na Mata, tava bem escondidinho } Mais ele é o rei, ele é o rei, ele é o rei }
Tava na Mata, caçando passarinho } BIS Mais ele é o rei de Aruanda ele é o rei } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Tenho um pedido a fazer Áudio: ???
Ao mais lindo Orixá A mata estava fechada, Oxalá mandou abrir ♫
Que tire a tristeza de mim Quem tem santo de Caboclo ta na hora de sair
E leve prá outro lugar -----------------------------------------------------------------------
Pede prá Oxóssi pra mim Curumim } Toque: Barravento
Pede pra Oxóssi pra mim } BIS Áudio: ??
Abelha que faz o mel } ♫
-----------------------------------------------------------------------
Também faz o Samburá }BIS
Toque: Nagô
Caboclo joga a sua flecha
Tupã olha Seu Tupãzinho, }
E não deixa outro tomar
Que desce lá do céu azul } BIS
Ê ê ê ê guerreiro joga a flecha pro ar
Trazendo a Luz dos Orixás, }
-----------------------------------------------------------------------
Aqui pra dentro do Congá } BIS
----------------------------------------------------------------------- Toque: Barravento
Ai indo Okê eu dei um tiro quero ver zunir
CURUMIN PITU E FOLHA D’ÁGUA Ai indo Okê eu dei um trio quero ver cair
Letra: Pitu E Folha D’água
Composição: Dionatan Matos E Eliane Aparecida -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Barravento
Atravessando aquele Rio eu vi dois Curumins Ainda tem Caboclo debaixo da samambaia } BIS
Passando pelas pedras e bebendo água do rio Sai, sai Caboclo debaixo da samambaia } BIS
Um era o Pitu corria lá pra Mata -----------------------------------------------------------------------
Pegava sua flecha e chamava Folha D’Água
Toque: Barravento
Folha D’Água vem correndo no chamado de Pitu
Aqui nessa aldeia tem um caboclo que ele é real ♫
Pegava sua Flecha, pulava e cantava assim } BIS
Ele não mora longe
-----------------------------------------------------------------------
Mora aqui mesmo neste Canzuá
PONTOS DE LINHA -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ??? Toque: Barravento
A coral é sua cinta, a jibóia é sua lança } BIS ♫ As folhas da jurema }
Oi Quizoa, quizoa, quizoa ê, } Quando o vento vai levando } BIS
Caboclo mora na Mata } BIS Elas vão caindo, e os Caboclo apanhando } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 67 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Assovia, assovia, ele assoviou }BIS Caboclo, Caboclo, }
Cadê Seu Oxóssi na mata, } Firma o ponto aqui pra nós }BIS
Que ainda não chegou }BIS Seu Meu pai é rei }
----------------------------------------------------------------------- Vós é rei Orixá }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Atira, atira, ele atirou } Toque: Nagô
No Bambá ele vai atirar } BIS Caboclo, comeu sapucaia, }
Veado no mato é corredor } Caboclo se embriagou }BIS
Oxóssi na mata é caçador } BIS Com as ervas da Jurema, Caboclo se levantou
----------------------------------------------------------------------- Malha dendê, Caboclo, malha dendê }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Toque: Barravento
Caboclo a sua mata é linda } ♫ Caboclo lá da samambaia }
É verde da cor do mar } BIS Onde está que não vem cá }BIS
Auê caçador da jurema } Mas ele mora na boca da aldeia }
Auê caçador da jurema } Arreira, arreia, arreia }BIS
Auê caçador da jurema, Juremá } BIS -----------------------------------------------------------------------
Olha okê bamba
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Caboclo na mata trabalha }
Toque: Nagô Com São Cipriano e Jacó}
Caboclo baixou na Terra é Caboclo Trabalha com chuva e com vento }
Levantou poeira é Caboclo Trabalha com a lua e com o sol }BIS
Baixou na Terra, baixou na Terra } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: ???
Áudio: ??? Caboclo não tem caminho para caminhar } BIS ♫
Caboclo bradou louvando Oxalá ♫ Caminha por cima das Folhas, }
La na mata virgem eu vi caboclo bradar } BIS Por baixo das Folhas, em todo lugar } BIS
Vi caboclo sete luas que nos guia passo a passo -----------------------------------------------------------------------
E o valente Ubirajara que tem peito de aço
Toque: Ijexá
E vi o grande guerreiro caboclo Tupinambá
Caboclo quando vem da aldeia}
Pai de toda Jurema Igual a ele não há
Vem, vem, vem pisar na areia } BIS
E vi o caboclo Tupã na corte celestial
Sua morada fica lá nas matas }
Na Beira de um grande rio eu vi seu Cobra Coral
Fica debaixo da samambaia } BIS
Vi caboclo Pena Branca Saudando pai Oxalá
Caboclo vai firmar seu ponto }
Caboclo Lírio e a Flor que nasceu no jurema
Na forquilha do cipó }BIS
Caboclo bradou louvando Oxalá
Deu meia noite na lua, deu meio dia no sol }BIS
La na mata virgem eu vi caboclo bradar } BIS
Debaixo da samambaia }
Vi seu Itatuité caboclo de Yoruba
Tem um caboclo dormindo }BIS
Com sua jibóia no rio e dando seu forte bradar
Mas dê água pra ele que Oxóssi está pedindo }BIS
Também vi linda jupira cabocla de nossa fé
Juriti piou na mata, caboclo vai ver quem é }BIS
É a menina dos olhos do cacique Aimoré
La vem senhor Oxóssi pra salvar filhos de fé }BIS
Também vi seu gira sol, Pedra preta e Jupiara
Olha a água do meu rio, }
Que nas matas da jurema são nossas jóias raras
Olha a flor de minha mata }BIS
São Caboclos de raízes são do solo brasileiro
Sou caboclo caçador }
Vem com sete encruzilhadas da um bando pioneiro
Corre, corre na encruzilhada }
Caboclo bradou louvando Oxalá
Sou caboclo caçador. }BIS
La na mata virgem eu vi caboclo bradar } BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 68 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
Caboclo quando vem lá da Jurema ♫ Caiu uma folha na Jurema } ♫
Ele traz na cinta uma cobra coral Veio o sereno e molhou } BIS
Se ele é caboclo, ele é atirador } E depois veio o sol, enxugou, enxugou }
Se ele é Oxóssi, ele é o caçador }BIS E as suas matas se abriu toda em flor } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Caboclo que vem da mata } Áudio: ???

Da mata traz seu poder }BIS Caminhei, caminhei } ♫


Arreia, Caboclo, arreia } Na mata encontrei } BIS
Arreia que eu quero ver }BIS Vi Oxóssi, vi um rei }BIS
----------------------------------------------------------------------- Okê, Okê, Okê, Oxóssi na mata é um rei }BIS
Ele é caçador, é caçador, é caçador
Toque: Nagô
Vem do jurema espalhar amor }BIS
Caboclo segura o brado
Okê, Okê, Okê, Oxóssi na mata é um rei }BIS
Caboclo tu olha lá,
-----------------------------------------------------------------------
Tem um pau que quebra machado
É o tronco de guaraúna Toque: Nagô

----------------------------------------------------------------------- Como é bonito o pisar dos Caboclos


Andando na Mata, no rastro um do outro
Toque: Nagô
Salve os Caboclos, Salve Iemanjá,
Caboclo vem da mata
Salve a Sereia, Rainha do Mar
Vem comendo Sapucaia
Ai não mexa na espada de Ogum }
Maia cadê, Caboclo Maia dendê } BIS
Ai não mexa no penacho de Oxóssi }
-----------------------------------------------------------------------
Ai não mexa no machado de Xangô }
Toque: Nagô
Oxóssi na Mata é caçador } BIS
Caboclo vem de Aruanda, Caboclo vem trabalhar
-----------------------------------------------------------------------
Caboclo tem Sete Penas amarradas com Caruá
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Da onde vem os meus Caboclos, }
Toque: Nagô
Mas eles vem da cidade da Jurema, } BIS
Caboclo venceu demandas }
Mas eles vem zuando, zuando }
Para o povo de Umbanda}
Sacundindo seu penacho e levantando poeira }BIS
Na ponta da sua flecha }
-----------------------------------------------------------------------
Quando venho de Aruanda }BIS
Toque: Nagô
Venceu, Caboclo venceu,
Disse que me disse, }
Do fundo da Mata Virgem
Falasse que falasse, } BIS
Oxalá gritou, esse filho é meu } BIS
É meu, é meu, Foi Oxalá quem me deu }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ??? Toque: Nagô
Cai, cai dendê ♫ Áudio:???
É banda, é banda, é banda, é banda, é banda é ♫
Dendê, quero ver cair
Sua banda é de ouro é } BIS
Cai, cai dendê }
Seu saiote é de pena dourada ele cheira a guiné
Dendê de (NOME DO CABOCLO) }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
É uma andorinha, é um caçador }
Caboclo vai sair da mata real }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 69 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Barravento Toque: Nagô
Eia eia ê boca da mata Estrela d’Alva, estrela divina }
Deixa meus caboclo passar, boca da mata. Estrela guia que nos ilumina }BIS
----------------------------------------------------------------------- Ilumina o céu }
Toque: Nagô Ilumina as matas }
Ele é caboclo da mata virgem } Ilumina a aldeia de Oxóssi }
Ele trabalha até o romper da aurora } BIS Força divina }BIS
Olha cambono firma o ponto } -----------------------------------------------------------------------
Que Tupinaquara ta chegando agora } BIS Toque: Nagô
Ele é caboclo da mata fechada Áudio: ???

Tupinaquara em qualquer lugar Estrela matutina, clareia o mundo sem parar } BIS ♫
E só atira a sua flecha } Estrela clareou banda de Oxóssi, }
Com ordem suprema de pai Oxalá } BIS Na raiz do orucá } BIS
Lá na beira do Caminho } Ê-ê-ê-ê-á, ê-ê-ê-ê-á
Tinha uma estrela a brilhar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Encontrei Flecha Dourada Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Com as cores de Oxalá Eu corri terra, eu corri Mar ♫
Auê okê bambo climba } Até que eu cheguei na minha raiz
Auê Iemanjá } BIS Ora viva Oxóssi na mata, }
----------------------------------------------------------------------- Que a folha da Mangueira ainda não caiu } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Ele foi no mato caçar
Toque: Nagô
Sirió, sirió Áudio: ???
Mas quando é noite de luar } Eu vi chover, Eu vi relampeiar ♫
Ele bate o pé e levanta o pó }BIS Mas mesmo assim o céu estava azul
----------------------------------------------------------------------- Samborê, pemba, folhas de Jurema }
Toque: Nagô Oxóssi reina de norte a sul } BIS
Ele veio da sua cidade } Sou brasileiro,
Com a estrela D’Alva no peito, }BIS -----------------------------------------------------------------------
Quem foi quem deu Toque: Nagô
Quem dá, quem daria Eu vi chover, Eu vi relampejar
Ele é filho da Virgem Maria }BIS Mas mesmo assim o céu estava azul
----------------------------------------------------------------------- Firma Seu ponto nas folhas da Jurema }
Toque: Nagô Que Oxóssi é bamba no alaquajú } BIS
Áudio: ??? -----------------------------------------------------------------------
Ele veio de tão longe para saravá Oyá} BIS ♫
Toque: Nagô
Ô bendito louvado seja, } Eu vim da mata e disse que a mata }
Ele é o rei de Obatalá } BIS Que a mata não tinha Caboclo } BIS
Oh bate o bumbo lá na aldeia, ê ê á } BIS Arria Caboclo, arria, Arria na mata Caboclo } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Estava chovendo na jurema } ♫
As folhas se abriram toda em flor } BIS
O sol clareava o mundo inteiro }
Quando veio o nosso chefe Oxóssi caçador } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 70 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Eu vou saravá, senhor Oxóssi } Já dizia um Caboclo,
Lá no Juremá } A Umbanda é pra quem tem fé
Ele é quem manda } Ai de mim, meu bom Caboclo
Ele é o dono das matas }BIS Sua força não engana ninguém
Poderoso Orixá na lei da Umbanda Se o Caboclo é bom, Bate palmas pra ele }BIS
Na lei da Umbanda -----------------------------------------------------------------------
Senhor Oxóssi lá nas matas da Jurema Toque: Nagô
Confirmou seu Diadema, que Oxalá lhe ofertou Lá na mata, sua mata,
Flecha de ouro e a coroa que é de rei Dois mano combinou
É cacique na Jurema } Salve a flecha e o bodoque
A Umbanda confirma a lei }BIS Viva Deus, Nosso Senhor! }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ???
Lá no lajedo }
Foi na Umbanda que eu nasci } ♫
Aonde Caboclo mora } BIS
Foi na Umbanda que eu cresci } BIS
Vestimenta de Caboclo, Samambaia é só }BIS
O caboclo saravá a sua pemba }
-----------------------------------------------------------------------
O caboclo saravá o seu conga } BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Mais quem tem santo, têm caboclo,
Toque: Nagô
Áudio: ???
Agora que eu quero ver
Foi Zambi quem criou o mundo } ♫ E se o Caboclo é confirmado
E é Zambi quem vem governar } BIS No Terreiro vai descer
Foi Zambi quem criou as estrelas } -----------------------------------------------------------------------
Que iluminam Oxóssi lá na Jurema } BIS Toque: Barravento
Áudio:???
Okê, okê, okê, okê meu caboclo okê } BIS
Minha mãe quanto me teve, bumba na calunga ♫
-----------------------------------------------------------------------
Teve no romper da aurora, bumba na calunga
Toque: Nagô
Áudio:???
E meu pai gritou na angola, bumba na calunga
Guardião das matas, guardião de mim ♫ Ele é bugre e rompe aurora, bumba na calunga
Guardião do tempo, caçador enfim Ele é bugre ele é flecheiro, bumba na calunga
Traz conhecimento, espande o pensamento Amansador de feiticeiro, bumba na calunga
Pai Oxóssi vem abençoar -----------------------------------------------------------------------
Guardião da terra, guardião de mim
Guardiã do tempo, mãe guerreira enfim
Traz maturidade, traz fé e coragem
O mãe Obá, vem abençoar
Guardião Oxóssi, Guardiã Obá
Ele é vegetal, unidos num só par
Com raciocinio e maturidade
Eu posso caminhar
Sobre benção e proteção
De Pai Oxóssi e Mãe Obá
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 71 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Barravento ou Nagô
Áudio: ??? Áudio 1: ???
Na imensidão da mata escura } ♫ Áudio 2: ???

Um caboclo olha pra lua } O caçador na beira do caminho ♫ ♫


Da o seu brado de guerra } BIS Oh não me mate essa Coral na estrada
Ele é guerreiro da mata } Ela abandonou sua Choupana, caçador }
Com seu arco e sua flecha } Foi no romper da madrugada } BIS
Sai pra caçar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Okê lindo caboclo Toque: Nagô

La da mata da Jurema O caiuza, o caiuza } BIS


Onde seu brado da Eu vi Caboclo na mata, eu vi
Okê lindo caboclo Eu vi Caboclo na mata, Okê
La da mata da Jurema Caboclo firma seu ponto que eu quero ver
Onde canta o sabiá E mostre que é Caboclo do arirê
Orou, orou quando a sua caça se foi } BIS -----------------------------------------------------------------------
E agora vai chegar nesse conga } Toque: Nagô
Com a força de Oxossi } O céu estava estrelado }
A licença do Jurema } BIS Quando ouvi tambor na aldeia }
----------------------------------------------------------------------- Chama os Caboclos vamos abrir a Juremeira } BIS
Caboclo quando chega firma ponto no Congá }
Toque: Barravento
Na sua aldeia ele é caboclo } Caboclo de Aruanda não deixa filho tombar } BIS
É Rompe-mato é Arranca-Toco } BIS -----------------------------------------------------------------------
Na sua aldeia lá na Jurema } Toque: Nagô
Não se faz nada sem ordem suprema } BIS O cotio se perdeu }
----------------------------------------------------------------------- La nas matas e a Jurema apanhou }
E acabou de criar } BIS
Toque: Nagô
Áudio: ??? Ere Re Re Re, Ere Re Re Re, Ere Re Re Ra }
Na sua aldeia tem Tupiniquim ♫ Eu sou Filho da Jurema Neto da Cobra Coral } BIS
Na sua mata tem Tucuruvu -----------------------------------------------------------------------
No seu saiote tem pena encarnada Toque: Barravento
No seu penacho tem pena dourada Ô Lua Branca Le uê, Ô Lua Branca Le uá } BIS
Tamandaqué tem penas carijós } Eu não sei assobiar, eu só sei é curimbar } BIS
Que atravessam as margens das cachoeiras } Eu canto pra Jurema e Caboclo Tupinambá } BIS
Ele vem do alto daquela serra } Ô Lua Branca Le uê, Ô Lua Branca Le uá } BIS
Ele vem da selva morena }BIS Eu não sei assobiar, eu só sei é curimbar } BIS
----------------------------------------------------------------------- Eu vi a lua, eu vi a lua,
Toque: Nagô Eu via a lua eu me encantei com ela }
Áudio:???
Meu Pai Oxóssi é caçador, }
Naquela estrada de areia } ♫
Senhor Oxóssi lá no pé da Serra } BIS
Aonde a lua clareou }BIS
Eu dei um tiro na sapucaia }
Todos os caboclos pararam
Não há Caboclo flecheiro que aqui não caia } BIS
Para ver a procissão de São Sebastião
Ô Lua Branca Le uê, Ô Lua Branca Le uá } BIS
Okê okê caboclo }
Eu não sei assobiar, eu só sei é curimbar } BIS
Meu pai caboclo, é São Sebastião }BIS
Senhor Oxóssi, É dono da lua
-----------------------------------------------------------------------
Só vem ao mundo, Para clarear
Toque: Nagô Quem me dera, Ver Oxóssi
Naquela Mata tem Sete Coqueiros Para com ele, Eu poder falar
E Sete Cobras todas a piar -----------------------------------------------------------------------
Mas eles são Caboclos da Umbanda
Com sua mironga no Jurema
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 72 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Barravento Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
Ô Saravá meu Pai Oxóssi auê, auá } BIS ♫ Oxóssi é rei no céu, Oxóssi é rei na terra ♫
Oi makutara de malei-me } Ele não desce do céu sem Coroa, }
Okê bambo climba de mara Zambi } BIS Sem a sua moganga de guerra } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
O vento ta soprando na mata } ♫ Oxóssi, filho de Iemanjá ♫
Jogando a folha da jurema no chão } BIS Divindade do clã de Ogum
O vento ta soprando, as folhas vão caindo } É Ibualama, é Inlé
Oxóssi as apanha com a mão } BIS Que Oxum levou pro rio
----------------------------------------------------------------------- E nasceu Logunedé!
Toque: Nagô Sua natureza é da lua
Áudio: ??? Na lua Oxóssi é Odé
Okê no coquê, Odê, ♫ Odé-Odé, Odé-Odé
A Umbanda no coquê, Odê, okê no coquê, odê Rei de Keto Caboclo da mata Odé-Odé
Sarava dia de hoje, odê, okê no coquê, odê Odé-Odé, Odé-Odé
Saravá (NOME DO CABOCLO), Odê, Rei de Keto Caboclo da mata Odé-Odé
Okê no coquê, odê Quinta-feira o seu ossé
----------------------------------------------------------------------- Axoxó, feijão preto, camarão e amendoim
Toque: Nagô Azul e verde, suas cores
Os Caboclos desceram, Lá do alto da serra } Calça branca rendada
E traziam no peito, Uma cobra coral } BIS Saia curta estampada
Mas hoje é dia, De alegria Ojá e couraça prateada
No terreiro de Umbanda Na mão ofá, iluquerê
Saravá meus Caboclos de ronda Okê arô, Oxóssi, okê, okê
----------------------------------------------------------------------- A jurema é a árvore sagrada
Toque: Nagô Okê arô, Oxóssi, okê okê
Oxóssi assoviou na mata, } Na Bahia é São Jorge
Ogum bradou no Humaitá }BIS No Rio, São Sebastião
Filhos de Umbanda louvaram: } Oxóssi é quem manda
Saravá, Oxóssi, saravá }BIS Nas bandas do meu coração
----------------------------------------------------------------------- Na Bahia é São Jorge
Toque: Nagô No Rio, São Sebastião
Oxóssi é Capitão de Marambaia }BIS 3x Oxóssi é quem manda
Mas ele é Seu Oxóssi d’Arucaia Nas bandas do meu coração
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Barravento
Oxóssi é o rei da mata, seu reino é o Juremá Áudio: ???

Oxóssi firma seu ponto por ordem de Oxalá Oxóssi encontrou Jurema } ♫
E quando o Sol desponta passarinhos a cantar } Na beira do Igarapé } BIS
Saúdam Meu Pai Oxóssi e o reino da Juremá } BIS Cobriu-a com folhas verdes }
----------------------------------------------------------------------- Defumou-a com guiné } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Congo
Áudio: ??? Toque: Nagô
Oxóssi é poderoso, da mata ele é o senhor } BIS ♫ Áudio: ???

Pedi licença à ( orixá ), (saudação do orixá } BIS Oxóssi gira, ele gira na Macaia } BIS ♫
Oxalá me deu ago Oi gira, gira no meu Terreiro }
----------------------------------------------------------------------- Oi gira, gira na minha banda } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 73 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Barravento
Oxóssi na Mata é Rei, Oxóssi na Mata é } Quem é o Cavaleiro que vem lá de Aruanda
Quem passa pelos caminhos } É Oxóssi em seu cavalo, com seu chapéu de banda
Sem deixar marcas do pé } BIS Quem é esse Cacique, glorioso e guerreiro
Caboclo não desacata, Caboclo sabe quem é É Oxóssi em seu cavalo, vem descer neste Terreiro
Quem anda dentro da Mata Vem de Aruanda ê, ê Vem de Aruanda a, a } BIS
Sem deixar marca do pé Ele é filho do Verde, Ele é filho da Mata }
Oxóssi na Mata é Rei, Oxóssi na Mata é } Saravá Nossa Senhora, A sua flecha Mata } BIS
Quem passa pelos caminhos } -----------------------------------------------------------------------
Sem deixar marcas do pé } BIS Toque: Nagô
Ele tem flecha e bodoque, ele tem lança e cocar Áudio: ???
Na Mata está o seu Reino, e na Mata reinará Quem manda na Mata é Oxóssi ♫
----------------------------------------------------------------------- Oxóssi é caçador } BIS
Ouvi meu Pai assobiar, ele mandou chamar
Toque: Nagô
Oxóssi, Oxóssi mora na raiz da gameleira } BIS Vem de Aruanda ê, Vem de Aruanda á }
Ogum mora na Lua, Xangô lá na pedreira } BIS O seu Oxóssi é de Aruanda, é de Aruanda á } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: ??? Salve os Caboclos }
Oxóssi está no mussambê } BIS ♫ Quando vem da aldeia } BIS
Na cidade da Jurema, Oxóssi está no mussambê Eles vem da aldeia, aldeiá }
Ta no muzambê, está no arirê } BIS 3x Vem firmar na areia, areiá }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento Toque: Nagô
Portão da aldeia abriu } Se a estrela de Oxóssi brilha }
Para o caboclo passar }BIS Meu Pai eu quero ver } BIS
É hora é hora é hora caboclo } Eu quero ver, Caboclos Bamba, }
É hora de trabalhar }BIS Meu Pai eu quero ver } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Que lindo Caboclo de penas, panaiá } Se é Caboclo. Se é Guerreiro.
Que veio na Umbanda saravá, é um panaiá } BIS Se é filho de Umbanda
É rei, é rei, é Rei do Panaiá }BIS Pega a Pemba, risca o ponto e vem trabalhar } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento Toque: Nagô
Quebra Pedra, Arranca Toco, } Se meu pai é Caboclo quero ver balancear. }BIS
Quero ver quem tem caboclo } BIS Arreia, arreia Capangueiro da Jurema, }
Caboclo bom é irmão do outro } Oh Juremá } BIS
Um corta o pau, outro arranca toco. } BIS -----------------------------------------------------------------------
Tem, tem, tem, lá nas matas tem caboclo Toque: Nagô
Tem, tem, tem, Rompe Mato e Arranca Toco Senhor das matas virgens }
Entrei nas matas, procurando dois Caboclos} Dá licença, que eu venho, saravá }BIS
Meu padrinho Pena Azul, } Cabocla Jurema com seus Caboclos }
E seu mano Arranca Toco } BIS Das matas virgens, na fé de Oxalá }BIS
Fui andando, fui andando... Jurema, são seus filhos que te chamam }
E a mata se fechando Jurema, Salve o povo da Umbanda }BIS
Se não fosse meu padrinho -----------------------------------------------------------------------
Sucuri ia me pegando
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 74 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Barravento Toque: Arrebate
Senhor das matas virgens, ele é meu pai Música : O Rei das Matas
Letra : Sandro Luiz / Marcus Musk
Vou chamar senhor de Odé, na corte celestial Áudio: ???
----------------------------------------------------------------------- Sou filho do guerreiro de uma flecha só ♫
Toque: Congo ou Barravento
Sou filho de Oxossi caçador
Áudio: ??? E todo bom guerreiro não anda só
Senhor Oxóssi matou um passo de pena, } BIS ♫ Tem sempre um irmão merecedor
Aonde foi? } O Rei das Matas, o meu protetor }BIS
Lá na mata da Jurema }BIS Sarava meu pai Oxossi , }
----------------------------------------------------------------------- Sua bênção meu senhor, Oke Arô }BIS
Toque: Nagô Sarava meu pai Oxossi , }
Áudio: ???
Sua bênção meu senhor, Oke Arô }BIS
Sereno que cai, são horas da madrugada } ♫
Oke Arô, Oke Arô }BIS
Sereno que cai nas Matas do Uruguaia } BIS
Sou filho do guerreiro de uma flecha só
Como caminha, como caminhou } BIS
Sou filho de Oxossi caçador
Caboclo (nome) na hora de vir }
Ele é mensageiro do Pai maior
Ele sempre chegou }BIS
E cumpre sua missão com muito amor
-----------------------------------------------------------------------
O Rei das Matas, o meu protetor }BIS
Toque: Nagô Sarava meu pai Oxossi , }
Sete Caboclos, Sete lanceiros, oi Sete flecheiros Sua bênção meu senhor, Oke Arô }BIS
Firma seu ponto na Cachoeira, Sarava meu pai Oxossi , }
Que os Caboclos vão descer Sua bênção meu senhor, Oke Arô }BIS
Firma seu ponto Saravá Meu Pai Xangô } -----------------------------------------------------------------------
Quem manda lá na mata é Oxóssi caçador } BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Sua flecha a tiracolo }
Toque: Nagô Foi Oxalá quem lhe deu } BIS
Seu capacete é todo branco Quem achou, achou, }
Sua saiote é carijó Quem perdeu, perdeu }BIS
Apanha laranja no chão, quem quiser -----------------------------------------------------------------------
Come manjar lá no céu, quem puder
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???
Toque: Nagô Tem Caboclo na Mata chama, } ♫
Seu Oxóssi sua banda lhe chama } Chama que ele vem } BIS
Seu Oxóssi sua banda lhe implora } BIS Ele é o Rei de Aruanda, }
Vem meu Caboclo de Nossa Senhora, Chama, chama que ele vem} BIS
Venha com Deus que chegou a hora -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Pajelância
Áudio: ???
Toque: Nagô
Áudio: ??? Toda a tribo tava aqui, onde é que tá? ♫
Seu rei da mata, me disse na mata } ♫ A tribo toda tava aqui, onde é que tão?
Que na mata não tinha caboclo } BIS Cadê o fogo, onde é que ‘tá? }BIS
Arria caboclo, arria } Tupi, tu és, Tupinambá }BIS
Arria na mata caboclo } BIS Onde é que ‘tá o meu tambor }
----------------------------------------------------------------------- Onde é que ‘tá? }BIS
Tupã, tu és, Tupinambá }BIS
Onde é que tão, onde é que ‘tá }
Onde é que tão, onde é que ‘tá? }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 75 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô Toque: Nagô
Tumba ê Caboclo, Tumba La e ca Vai, estrela tão brilhante
Tumba ê Guerreiro, Tumba La e ca Que ilumina este Congá
Tumba ê Meu Pai, Tumba La e ca Vai buscar, estrela, vai buscar
Não me deixe só, Tumba La e ca Com a permissão de Oxalá
----------------------------------------------------------------------- Vai buscar Seu Oxóssi
Toque: Nagô Pra vir na Umbanda trabalhar
Áudio: ??? -----------------------------------------------------------------------
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, } ♫
Toque: Nagô
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS Vento que vem
Abri meu terreio, salvei meu conga, Oi que vem das matas
Chamei minha banda, pra vir trabalhar Olhas as matas quebrando
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, } E os Caboclos chegando
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS -----------------------------------------------------------------------
Bem-vindo a esta casa, que é de Peri
Toque: Nagô
Que ele abençoe, a todos aqui
Vento ventou lá na mata
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, }
Balanceou, folha caiu
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS
Quero ver, quero ver }
Salve, Pena Verde, que vem proteger
Quero ver, quem ainda não vi }BIS
No encontro das águas de Oxumaré
-----------------------------------------------------------------------
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, }
Toque: Nagô
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS Áudio: ???
As almas benditas, de Tupiaçu, Vestimenta de Caboclo é Samambaia } ♫
A força da terra, de pai Omulu É Samambaia, é Samambaia } BIS
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, } Saia Caboclo, não se atrapalha }
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS Saia do Meio da Samambaia } BIS
Já fui em terreiro, eu já vi congá -----------------------------------------------------------------------
Mas já vi macumbeiro, aqui em casa tombar
Toque: Congo
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, } Áudio 1: ???
Áudio 2: ???
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS
Vocês tão vendo aquele meu caboclo ♫ ♫
Cheguei no terreiro, salvei o conga,
Que está em cima daquele lajedo
Aqui encontrei, a paz de Oxalá
Olha o tempo para não chover
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, }
Pedindo a lua pra sair mais cedo
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS
Okê, caboclo, Okê caboclo flecheiro } BIS
Busquei um terreiro, e cheguei aqui,
Em toda tribo deste meu caboclo
Saravo à Umbanda e ao caboclo Tupi
Adoram canto de um rouxinol
Umbanda Goiô, Goiô de goiá, }
De manhã cedo pede ao seu flecheiro
Oxóssi é rei, Rei de Obatalá } BIS
Lá para cima ao romper do sol
-----------------------------------------------------------------------
Okê, caboclo, Okê caboclo flecheiro } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Umbanda onde estão os seus Caboclos }BIS
Eles vêm de longe, do centro do Juremá
Com seus saiotes de penas,
Na Umbanda saravá, Umbanda
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 76 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Composição: Martinho Da Vila Toque: Congo ou Barravento
Toque: Congo Diz um Adeus, Aleluia Adeus }BIS
Tá na hora é, tá na hora, Vou pra Jurema quem vai se embora sou eu }BIS
Tá na hora é, quem vem de fora Eu já vou, já vou, Eu já vou girar }
Tá na hora é, tá na hora, Se Meu Pai me chama eu já vou me arretirar } BIS
Tá na hora é, chegando agora -----------------------------------------------------------------------
Na minha aldeia tem Junceira }
Toque: Nagô
A minha aldeia é o Tombenci } Áudio: ???
Na minha aldeia tem Caboclo guerreiro } Ele vai, ele vai, ele vai ♫
Tem seu Rei das Ervas e Andaraí } BIS Ele vai mas não vai sozinho
Itaboranga matou um bicho de penas }BIS Ele passa na boca do mato ou Paranga
Ele não mora longe, mora dentro da Jurema } BIS Leva seu passarinho
Toque: Samba Caboclo
-----------------------------------------------------------------------
Cheguei no clarão do dia }
Toque: Congo ou Barravento
Só vou no romper da aurora } BIS
Galo cantou tá chegando a hora
Vim trazer alegria meu pai, Consolar quem chora}BIS
Oxalá esta chamando caçador pra ir embora
Quando eu vim de lá de cima da aldeia do Cariri
-----------------------------------------------------------------------
Eu peguei água da mina na folha do Licuri
Me chamo Tupinanbá, eu sou lá do Tombenci Toque: Congo
Áudio:???
Ai, ai, ai Mais um Adeus, Aleluia Adeus }BIS ♫
Entra na roda, quem quer entrar } Vou pra Jurema quem vai embora sou eu }BIS
É samba de caboclo, quem quiser pode dançar } BIS Eu já vou, já vou, eu já vou pra lá }
----------------------------------------------------------------------- Se Tupã me chama eu já vou me arretirar } BIS
SUBIDA DE OXÓSSI -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: ???
A sua mata é longe, e eles vão embora, ♫ Mas eles vão, embora pra cidade da Jurema
E vão beirando o Rio Azul Vão com Deus Nossa Senhora
Adeus Umbanda que os caboclos vão embora } Pra cidade da Jurema
E vão beirando o Rio Azul } BIS Ele vão ser coroados na cidade da Jurema
----------------------------------------------------------------------- Com a coroa de Arerê, na cidade da Jurema
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô, Congo ou Barravento
Áudio: ??? Toque: Nagô
Caboclo apanha sua flecha } ♫ Áudio: ???

Apanha o seu bodoque } Olha a folha do coqueiro, olha lá ♫


O galo já cantou, } BIS Se meus caboclos forem embora, eu vou buscar
O galo já cantou na Aruanda } Olha eu, olha lá
Oxalá lhe chama, para sua banda } BIS Se meus caboclos forem embora, eu vou buscar
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: ??? Quando os atabaques soam
Caboclo vai embora, pra cidade da Jurema ♫ Filho de Umbanda chora
Bom Jesus ta lhe chamando, pra cidade da Jurema São os Caboclos de Aruanda
Mas ele vai ser coroada, na cidade da Jurema Que dessa banda vão embora
Com a coroa de Arera, na cidade da Jurema -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Seu Oxóssi vai pra sua aldeia
Vai pra sua mata lá no Juremá
Deixa um abraço pra todos seus filhos
Vai pedir a benção de Pai Oxalá
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 77 de 239 Índice Geral


OXÓSSI
Toque: Nagô
Áudio: ???
Sua pena voou, voou, foi o vento que levou ♫
Lás se vão todas as caboclas
Que a Jurema já chamou
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Tupinambá trouxe a magia e a beleza da mata
Fez seus trabalhos com minha firmeza
Agora é hora }
De voltar pro seu lugar }
Mas sempre com ele }
Os seus filhos vão ficar }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Troncos Verdes da Jurema aonde Pai Oxóssi mora
Aonde Jesus passou e disse amém }
Pra onde Tupinambá vai embora } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 78 de 239 Índice Geral


XANGÔ
XANGÔ Toque: Nagô
CABOCLO 7 CACHOEIRAS Um juramento ele fez, em cima da cachoeira
Toque: Nagô Foi ouvido por Xangô, que lhe deu Sete Pedreiras
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC
Mas ele vem de longe, da cidade da Jurema } BIS ♫ Sua lança é o raio, o seu Brado é o trovão
Ele é Seu Sete Cachoeiras } Ele reina nas montanhas, a pedreira e seu chão
Vem com ordem Suprema } BIS É justiceiro, é guerreiro, é Orixá }
----------------------------------------------------------------------- Ele é Sete Pedreiras }
Os seus filhos vem salvar } BIS
CABOCLO 7 MONTANHAS -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Kaô, Ooô, 7 Montanhas guerreiro de Xangô } BIS CABOCLO DA CACHOEIRA
Kaô vai firmar seu ponto Toque: Nagô

É justiceiro, é valente e vem nos ajudar Meu Pai Xangô, é o Rei La na pedreira }
Das pedreiras e cachoeiras ouvi Xangô bradar Também é rei o Caboclo da Cachoeira } BIS
Nas chuvas e tempestades ele mostra seu poder Na sua Aldeia tem os seus Caboclos }
O mal aqui na Terra jamais irá vencer }BIS Na sua mata tem a Cachoeira }
Com fogo nos olhos e raio em suas mãos No seu penacho tem Pena Dourada }
Seu 7 Montanhas não deixa filhos no chão }BIS Seu capacete brilha na Alvorada } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Toque: Congo CABOCLO DA LUA E DO SOL


Mas ele é o caçador, das Sete Montanhas Toque: Nagô

Quando vem pra minha aldeia, é pra vencer Caboclo da Lua, Caboclo do Sol
Na batida do tambor, na folha da Juremá São irmãos gêmeos, como Cosme e Damião
Mas ele vem de Aruanda Povo de Umbanda manda, mas não vai }
Apanha as folhas no terreiro que o vento derrubar Filhos de Umbanda tomba, mas não cai } BIS
Vem trabalhar -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- CABOCLO DO SOL
Toque: (1ª Alujá) (2ª Cabula)
Toque: Nagô
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC Xangô meu pai, cruza na pedra e da pedreira vem
Xangô brada na pedra sua machada de Ouro }BIS ♫ Risca seu ponto quando o sol se vai
Ele é o rei, mas ele é o rei da Justiça E faz o bem sem nem ver a quem
Saravá esse Caboclo, Saravá Sete Montanhas }BIS Na sua prece tem força e união
----------------------------------------------------------------------- Na sua prece tem justiça e paz
Firma o seu ponto quando o sol se vai
CABOCLO 7 PEDREIRAS
Toque: Nagô O seu guerreiro Caboclo do Sol
Na sua aldeia lá no Jurema, Com seu machado forte e imponente
Tem o Caboclo Sete Pedreiras Vem da pedreira, de trás da montanha
Na Lua nova lava suas pedras } Firma seus filhos nessa corrente
Embaixo das Sete, das Sete Cachoeiras } BIS Firma seus filhos nesse Congá
----------------------------------------------------------------------- Kaô, Kaô, Kaô, Kaô, Kaô
Toque: Nagô
Kaô, Kaô, Kaô, Meu Pai Xangô
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC -----------------------------------------------------------------------
Por detrás daquela serra ♫
Tem uma linda cachoeira
É de meu Pai Xangô }
Que arrebentou sete pedreiras } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 79 de 239 Índice Geral


XANGÔ
CABOCLO JURAMBO Toque: Nagô
Toque: Nagô Meu Pai Xangô nos dê agô para cantar
Áudio: ??? Para chamar Seu Pedra Roxa no Congá
Eu queria oh pai } ♫
Na sua lei a nossa casa vai gritar
Mas eu não posso }
Kaô Caboclo venha trabalhar
Ver mais uma vez, }
Mostra a sua guia, seu machado de ouro
Aquela estrela na terra brilhar }BIS
Desce da montanha para nos guiar
Era uma estrela miudinha
Sua pedra é roxa, sua cobra é coral
Mas clareava o seu Congá
Sua força é grande como o temporal
Aquela estrela se chamava Jurambo
Desce montanha meu pai
Que era filho de Xangô com a rainha Iemanjá
E nós gritamos Kaô
-----------------------------------------------------------------------
Ta aberta a gira para a força de Xangô
CABOCLO PEDRA BRANCA -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Caboclo Pedra Branca de Xangô, }
Seu Pedra Roxa vem seu Agodô, me dê maleime }
Saravá Meu Pai Xangô, kâo } BIS
Meu Pai Xangô me de agô }BIS
Caboclo Pedra Branca de Xangô
Com sua pemba ô, eu vencerei }
Vem girar na Umbanda, }
Lá na pedreira Pai Xangô é sempre rei }BIS
Saravá Meu Pai Xangô } BIS
Desce da pedreira, traz a cobra coral }
-----------------------------------------------------------------------
Com a sua machadinha }
CABOCLO PEDRA NEGRA Vem cortando todo o mal }BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Tava em cima da pedreira, quando o céu trovejou
É o Caboclo Pedra Negra esse filho é de Xangô CABOCLO QUEBRA PEDRA
Toque: Nagô
E de cima da pedreira ele vem neste Congá Áudio: Engoma do Pai Maneco
É o Caboclo Pedra Negra ele vem pra trabalhar Cheguei Sou Quebra Pedra, } ♫
----------------------------------------------------------------------- Sou Caboclo de Xangô } BIS
Tem vez que estou aqui, tem vez que não estou
CABOCLO PEDRA PRETA
Toque: Nagô Só venho quando pedem a justiça de Xangô
Caboclo Pedra Preta ele não gosta de redimir Kâo, kâo, kâo, }
Quem não gosta de Umbanda o que vem fazer aqui Sou Quebra Pedra Sou Caboclo de Xangô } BIS
Aue, aue, Caboclo trabalha que eu quero ver } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
CABOCLO SERRA NEGRA
Toque: Nagô Toque: Nagô
Seu Pedra Preta é banda na Macaia Ele é da força de Xangô, ele é do reino de Oxalá
Ele é Caboclo em qualquer lugar Caboclo Serra Negra }
Só não apanha folhas da Jurema É quem chegou pra trabalhar } BIS
Sem ordem Suprema de Pai Oxalá -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Ijexá ou Alujá
No Alto da Serra, Capitão da Serra
CABOCLO PEDRA ROXA
Toque: Nagô Na Serra Negra onde Caboclo mora
Lá no alto da pedreira o caboclo bradou No Alto da Serra, Capitão da Serra
Pra firmar a sua gira Pedra Roxa chegou A sua Seta é uma jiboia
Se é Pedra Roxa, a machadinha é de Xangô }BIS No Alto da Serra, grande jibóia por mim passou
O céu e a terra uma luz clareou Trazia um grande emblema }
Não foi raio nem trovão Dizendo Sou Serra Negra Caboclo de Xangô } BIS
Foi a força de Xangô }BIS -----------------------------------------------------------------------
Saravá Seu Pedra Roxa
Saravá Seu Agodô
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 80 de 239 Índice Geral


XANGÔ
Toque: Nagô PONTOS DE LINHA
São Sete folhas da Jurema, lá no Juremá Toque: Nagô
São Sete Penas, São Sete Flechas no meu Congá Áudio: Canal Pontos de Umbanda
A sua machadinha é de ouro, } ♫
É o Caboclo Serra Negra quem vem trabalhar
É de ouro, é de ouro }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Machadinha que corta a demanda, }
Toque: Nagô
É machadinha de Xangô }BIS
Seu Serra Negra vem chegando de Aruanda }
-----------------------------------------------------------------------
Trazendo Pemba }
Pra salvar filhos de Umbanda }BIS Toque: Nagô
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC
Ele é guerreiro, ele é flecheiro, atirador e vem girar Deixei meu filho em cima da pedreira ♫
Na sua Mata Serra Negra é caçador E de repente ele escorregou
Na sua Mata Serra Negra é de Xangô Mas ajoelhei e olhei pra baixo }
Na sua Serra, Serra Negra é de Xangô } BIS Estava nos braços de Meu Pai Xangô } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
CABOCLO VENTANIA Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: Canal Pontos de Umbanda
Lá na pedreira o Trovão roncou, Dizem que Xangô, mora na pedreira } ♫
E a mata virgem estremeceu Mas não é lá sua morada verdadeira } BIS
Anunciando que ele vai chegar, Xangô mora numa cidade de luz }
Xangô bradou esse filho é meu Onde mora Santa Bárbara, Oxummaré e Jesus } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC
Ogãn segura o toque
É Xangô o rei lá da Pedreira } ♫
Com os seus e a Virgem Maria
É Oxum rainha da Cachoeira } BIS
Oxalá Meu Pai, saravá Seu Ventania
Xangô é rei, Xangô é rei Orixá, }
-----------------------------------------------------------------------
Escreve lei pros filhos de Oxalá } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Oi, rouxinol! Ventania } BIS
Toque: Congo ou Barravento
Na raiz do Urucaia sua cobra é um segredo } Áudio: Tião Casemiro
Ele mora num lajedo sentado na Beira Mar } BIS Ele bradou na aldeia, ♫
----------------------------------------------------------------------- Bradou na cachoeira em noite de luar
Toque: Nagô No alto da pedreira,
Seu Ventania vem com a estrela guia Vem fazer justiça, vem nos ajudar
Saravá o Endá, saravá o Congá Ele bradou na aldeia, }
Ele Caboclo de Kaô, kaô Kaô, kaô, e aqui vai bradar, Kaô kaô }
Ele é Ventania filho de Xangô Ele é Xangô da Pedreira ele nasceu na cachoeira }
----------------------------------------------------------------------- Lá no Juremá } BIS
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Ventoou, Mas que Ventania } BIS Toque: Nagô
Iansã é nossa mãe, Iansã é nossa guia } BIS Ele escreveu na pedra sua justiça real
----------------------------------------------------------------------- Um rei Leal, ele é Xangô Kâo,
Um rei real, ele é o Rei é Orixá
XANGÔ NZAZI
Toque: Congo -----------------------------------------------------------------------
Oh Nzazi ê, Oh Nzazi á } Toque: Alujá
Oh Nzazi ê, marangole, marangolá } BIS Ele vem de Aruanda, ele vem trabalhar }
----------------------------------------------------------------------- Ele vence demanda, ele é Xangô Dada } BIS
Kâo, Kâo, Kâo a justiça chegou } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 81 de 239 Índice Geral


XANGÔ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Escureceu a noite chegou } BIS Minha cabeça é de Xangô
Firma ponto na pedreira, saravá Xangô } BIS Meu coração é de Iansã
----------------------------------------------------------------------- Se meu pai é justiceiro
Toque: Nagô Com minha mãe sou vencedor
Kâo malei-me Meu Pai Xangô } BIS Meu Pai Xangô mora na pedreira
Pai Xangô La na pedreira firmando nosso Congá Mãe Iansã já está no céu
Ajuda teus filhos de fé, Oh Meu Pai } A machadinha que me defende
Não deixa teus filhos tombar } BIS Minha consciência está em evolução
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô Toque: Nagô
La do alto da pedreira a Faísca vem rolando } BIS Na beira do Cariri, eu vi Xangô sentado
Agüenta eu cabra de força } BIS Iemanjá e Oxum, e Santa Barbara ao seu lado
Que a faísca vem chegando } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Toque: Nagô Ouvi um trovão na pedreira, ouvi
Lá em cima daquela pedreira } Clareou toda a terra eu vi, Passarada a revoar
Tem um livro que é de Xangô } BIS Senti uma alegria tão grande
Kâo, kâo, kâo Cabecile é de Xangô } BIS Ao ver aquela imagem que logo reconheci
----------------------------------------------------------------------- Chorei, implorei por justiça
Toque: Alujá, Cabula, Ijexá ou Nagô
Pai Xangô eu sou seu filho, Olha o meu caminhar
Mais uma vez Meu Pai Xangô me ajudou } Oh Pai, não me deixe andar sozinho }
Neste Terreiro eu vou cantar em seu louvor } BIS Que ao lado do Senhor }
Xangô é Meu guia, é meu protetor } Prometo que vou sempre estar }BIS
Na tristeza e na alegria } Kão Pai Xangô, é o meu pai, É o meu guia protetor
Nunca me abandonou } BIS Kão Pai Xangô, todos seus filhos,
É Senhor dos Raios, é Deus do trovão Lhe adoram com amor
E a sua machadinha, Xangô trás ela na mão Senhor da justiça e verdade
Com a sua Justiça ele vem nos ajudar Com a sua machadinha as mirongas vai cortar
Na tristeza e na alegria Eu vou sempre te saudar Sento em seu trono e coroado
Meu Pai, Meu Guia, Minha Luz, Minha Proteção } Tira as pedras do caminho }
Te peço humildemente } Por onde eu vou passar }BIS
Que abençoe meus irmãos } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô

Toque: Nagô
Parede que me emparedou
Meu Pai Xangô atende essa romaria } BIS Oi, sonho que me engoliu
Dos filhos que vem de longe } Oi, pedra, pedra de dor
E não podem vir outro dia } BIS Kaô que Xangô chegou
----------------------------------------------------------------------- Arreia que Xangô chegou kaô
Arreia que Xangô chegou
Toque: Nagô, Cabula ou Barravento
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC Xangô chegou
Meu Pai Xangô deixa essa Pedreira ai ♫ Que Xangô chegou Kaô
Seus filhos tão lhe chamando Arreia que Xangô chegou }BIS
Deixa essa pedreira ai -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 82 de 239 Índice Geral


XANGÔ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Sentado na pedreira de Xangô }
Pedra rolou Pai Xangô lá na pedreira ♫ Eu fiz um juramento até o fim } BIS
Afirma seu ponto meu pai na cachoeira Se um dia me faltar a fé em meu Senhor }
Tenho meu corpo fechado, Xangô é meu protetor Que role esta pedreira sobre mim } BIS
Segura a pedra meu pai, pai de cabeça chegou Meu Pai Xangô chegou no reino
----------------------------------------------------------------------- Meu Pai Xangô é Orixá
Toque: Nagô Olha seus filhos lhe pedem Meu Pai }
Quando a Lua surgiu, Leão na mata roncou Justiça e Fé neste Congá } BIS
A passarada estremece foi a Coral que piou -----------------------------------------------------------------------
Piou, piou, foi a Coral que piou
Toque: Nagô
Salve o Povo de Congá Uma linda pedra que surgiu no meu caminho
Ai vem nosso rei de Umbanda Ela vem rolando da pedreira }
Saravá nosso Pai Xangô } BIS de meu pai Xangô } BIS
----------------------------------------------------------------------- Kâo cabecile meu pai Xangô
Toque: Nagô Que linda pedra em meu caminho colocou } BIS
Áudio: Curimba do TUAC e TCSC
Quem rola pedra na pedreira é Xangô } ♫ Salve a morada de seu sete cachoeira
Pedra rolou na Cachoeira é Xangô } BIS O saravá a gruta de seu sete pedreiras
Girou na Coroa de Zambi, Girou na Coroa Maior } Dentro da Umbanda um brado ecoou
Girou na Coroa de Zambi é Xangô } BIS Seu filhos batem cabeça e toma benção pai Xangô
----------------------------------------------------------------------- Rei da justiça pai Xangô rei do trovão }
Abençoe estes filhos que pedem sua proteção} BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Relampiou, tremeu a terra meu
Pai Xangô desceu a serra Toque: Nagô

Meu Pai Xangô, Veja que pedreira linda,


Venha salvar os seus filhos na Terra É a morada de meu pai Xangô
----------------------------------------------------------------------- Ele é o rei da justiça meu pai de fé, meu protetor
Quando me encontro perdido
Toque: Nagô
A ele eu peço sua proteção
Saravá Xangô e a coroa de Zambi } BIS
Sinto logo um grande alivio}
Hoje é dia de festa, já se fez tanta paz }
E lhe rezo firme uma oração } BIS
É dia de justiça, Xangô é quem pode mais } BIS
Ele é meu pai é o meu senhor}
-----------------------------------------------------------------------
É meu braço forte é meu pai Xangô } BIS
Toque: Nagô
Áudio: Juliana D’ Passos
Uma oferenda eu faço
Se eu errei, aqui estou } ♫ Levo na pedreira pra lhe ofertar
Pedindo malei-me meu Pai Xangô } BIS Um buque de lírios brancos
Mandai a faísca de um raio, pra me iluminar E uma gamela com seu amala
Segura a pedra na pedreira Peço paz para humanidade
Não deixa rolar E que todos possam se encontrar
Xangô, Kaô meu pai } Este é o pedido que eu faço a }
Os seus filhos bambeiam mas não caem }BIS Meu pai de fé Xangô Ayra } BIS
----------------------------------------------------------------------- Ele é meu pai é o meu senhor }
É meu braço forte é meu pai Xangô } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Xangô chegou na Terra, Xangô girou na Umbanda
Com seu grito de guerra, Xangô venceu demanda
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 83 de 239 Índice Geral


XANGÔ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Xangô é corisco nasceu na trovoada } BIS Xangô o o o o o, Meu Pai Xangô
Trabalha na pedreira, acorda de madrugada } BIS Saravá Xangô, Saravá Xangô
Longe, bem longe, aonde o sol raiou } BIS Xangô o o o o o, Meu Pai Xangô
Saravá Umbanda, Saravá Xangô } BIS Xangô mora na pedreira quem manda relampejar
----------------------------------------------------------------------- Kâo Cabecile, Oba, Xangô
Toque: Barravento Saravá Xangô, Saravá Xangô
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson -----------------------------------------------------------------------
Xangô é rei, é rei Nagô } BIS ♫
Toque: Nagô
Oh bate palma pra coroa de Xangô } BIS 4x Xangô, Xangô, Xangô, kaô }
----------------------------------------------------------------------- Desce da pedreira vem me amparar }
Toque: Nagô Eu preciso tanto, vem me consolar }BIS
Xangô é rei lá na pedreira, } Xangô, Kaô, Kaô Xangô
Na Cachoeira é Mamãe Oxum } BIS Ele é Caboclo, é meu pai Xangô
O terreiro tá em festa, saravá meu Pai Ogum }BIS Desce da pedreira, vem me amparar
----------------------------------------------------------------------- Eu preciso tanto, vem me abraçar
Toque: Nagô Toda essa tristeza eu quero ver passar
Xangô faz justiça com Corisco e com Trovão Xangô, Kaô, Kaô Xangô
Xangô senhor da Guerra, Pai de Bom coração Ele é meu pai, vamos sarava
Olhai os filhos teus e não nos deixe em aflição Ele é Xangô, Saravá Kaô
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento
Áudio: Canal Pontos de Umbanda
Xangô meu pai, amarra os inimigos e dá um nó ♫
Xangô meu pai, amarra os inimigos com cipó
Estão queimando vela, pra me derrubar
Eu já fiquei doente meu pai, sem poder andar
Agora estou aqui, é pra saudar Xangô
E joga essa macumba meu pai
No peito de quem mandou
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Alujá, Ijexá
Áudio: Canal Pontos de Umbanda
Xangô morava nas pedreiras, ♫
Viveu escrevendo em uma pedra
Ele escreveu a justiça }
Quem deve paga, quem merece recebe } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Xangô mostrai a força que vos tem
Xangô é o rei da justiça e não engana ninguém
Xangô Kaô, Xangô Agodô } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 84 de 239 Índice Geral


XANGÔ
Toque: Samba Toque: Nagô
Autor: Salgueiro 2019 Xangô já vai, já vai pra Aruanda
Alterações: Pai Dionatan de Oxalá
Áudio: Salgueiro A benção Meu Pai proteção da sua banda
Vai trovejar! ♫ -----------------------------------------------------------------------
Abram caminhos pro grande Obá
É força, é poder, o Aláàfin de Oyó
Oba Ko so! Ao Rei Maior
É pedra quando a justiça pesa
O Alujá carrega a fúria do tambor
No vento, a sedução (Oyá)
O verdadeiro amor (Oraiêiêô)
E no sacrifício de Obà (Obà Xi Obà)
Lá vem Salgueiro Guerreiro!
Mora na pedreira, o dono da Terra
Vem de Aruanda pra vencer a guerra
Eis o justiceiro da Nação Nagô
Samba corre gira, gira pra Xangô
Rito sagrado, ariaxé
Na igreja ou no candomblé
A benção, meu Orixá!
É água pra benzer, fogueira pra queimar
Com seu oxê, chama pra purificar
Bahia, meus olhos ainda estão brilhando
Hoje marejados de saudade
Incorporados de felicidade
Fogo no gongá, salve o meu protetor
Canta pra saudar, Opanixé kaô!
Machado desce e o terreiro treme
Ojuobá! Quem não deve não teme
Olori xango eieô }BIS
Kabesilé, meu padroeiro
Traz a vitória pro meu Salgueiro Terreiro
-----------------------------------------------------------------------

SUBIDA DE XANGÔ
Toque: Nagô
Já voltei lá na Pedreira e Xangô disse que sim
Quem tem Santo de Caboclo ta na hora de subir
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento ou Congo
Meu Pai Xangô já berimbou na aldeia
Kao munhanha o munhanha, Kao munhanha
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Xangô de ori, oro, Xangô me corou } BIS
Filhos de Pemba, a Umbanda chora }
Meu Pai Xangô que vai embora } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 85 de 239 Índice Geral


IANSÃ
IANSÃ Toque: Barravento
Áudio:???
PONTOS DE LINHA
Toque: Nagô Dona do fogo, descarrega o meu Congá } ♫
Áudio:??? Purifica este Terreiro }
A Iansã é mulher guerreira, } ♫ Pro seus filhos Trabalhar }BIS
A Iansã é mulher Guerrá }BIS Vem de Aruanda, mãe guerreira Egunitá }BIS
----------------------------------------------------------------------- Ilumina nossa banda, }
Toque: Barravento Vem na Umbanda trabalhar }BIS
Áudio: Juliana D’ Passos
-----------------------------------------------------------------------
Aê dindi, Aê dindá ♫
E a Matamba de aruê, E a Matamba de arulá Toque: Nagô

----------------------------------------------------------------------- Ela é uma moça bonita, ela é dona do seu Jacutá


Eparrei, eparrei, eparrei
Toque: Vibração
Áudio: Caio de Souza Aranha Oh Mamãe de Aruanda, saravá na Umbanda }
Ajemitô de Iaô ♫ Que eu quero ver. }BIS
Ajemitô de Oyá -----------------------------------------------------------------------
Aé, Aé Toque: Nagô
Ajemitô de Oyá Áudio:???

----------------------------------------------------------------------- Ela firmou seu ponto, ♫


Na linha de Umbanda em seu patuá
Toque: Barravento
Oh Minha Santa Barbara venha nos ajudar
Balanceou, balanceá }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Vento virou ventania, Eparrei ó bela oyá }BIS
Sua tempestade, balança o bambuzal Toque: Nagô
Áudio:???
Sua saia vem rodando levando todo mal Eparrei Eparrei, Eparrei bela Oiá } ♫
Seu tacho é quente, tem axé e tem poder }BIS Iansã olha matamba, Iansã olha matamba }BIS
É no couro do Atabaque, } A minha Santa guerreira, venha me valer
Que esquenta o dendê } BIS Pois me sinto em um abismo, não sei o que fazer
----------------------------------------------------------------------- Em meio a escuridão, veio um raio clarear
Toque: Nagô Me mostrando o caminho que eu possa traçar
Áudio:???
Eparrei Eparrei, Eparrei bela Oiá }
Brilha estrela guia no horizonte, } ♫
Iansã olha matamba, Iansã olha matamba }BIS
Iluminando minha mãe }BIS
Peço que nesse caminho,
Vindo para guerrear }BIS
Seus ventos possam traçar
Ela trabalha com a força dos ventos, }
Afastando as nuvens, que querem me derrubar
Combatendo as forças do mal }BIS
Se nele encontrar espinhos, é flores eu vou pisar
Ouvi um brado de guerreira
Pois sou filho de Iansã, poderosa Iaba.
Que ecoou no bambuzal
-----------------------------------------------------------------------
Com sua espada reluzente,
Ela guerreou derrotando todo o mal Toque: Nagô
Áudio:???
Deusa sagrada na Umbanda, és dona do seu Jacutá Eparrei na Aruanda, a nossa mãe é Iansã ♫
Quando tu chegas no Terreiro, lhe saudamos, Gira, deixa a gira, girar }BIS 4x
Eparrei! Deixa a gira, girar
Eparrei Oh Bela Oiá Saravá Iansã, Meu Pai Xangô, Iemanjá
Ventou, ventou e lá vem a ventania } Oh Deixa a gira, girar
Iansã é minha mãe, é a estrela que me guia }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 86 de 239 Índice Geral


IANSÃ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Áudio: Clara Nunes
Eram duas ventarolas, eram duas ventarolas } ♫ Iansã cadê Ogum? Foi pro mar } ♫
Quem ventavam lá do Mar } BIS Mas Iansã cadê Ogum? Foi pro mar } BIS
Uma era Iansã, Eparrei, } Iansã penteia os seus cabelos macios
A outra era Iemanjá, Odociá } BIS Quando a luz da Lua Cheia
----------------------------------------------------------------------- Clareia as águas do rio
Toque: Barravento Ogum sonhava com a filha de Nanã
Eu chamei Oiá para minha aldeia E pensava que as estrelas eram os olhos de Iansã
Iansã chegou na luz da lua cheia Mas Iansã cadê Ogum? Foi pro mar }
----------------------------------------------------------------------- Iansã cadê Ogum? Foi pro mar } BIS
Toque: Nagô
Na terra dos Orixás o amor se dividia
Eu só ia procurar um fundamento, Entre um Deus que era de Paz
Ninguém ia saber E outro Deus que Combatia
Abre a porta, venha receber Como a luta só termina,
É Iansã Santa Barbara de Nagô. Quando existe um vencedor
----------------------------------------------------------------------- Iansã virou rainha da Coroa de Xangô
Mas Iansã cadê Ogum? Foi pro mar }
Toque: Barravento
Eu via Iansã menina, saravándo no Congá Iansã cadê Ogum? Foi pro mar } BIS
Salve seu Leque de penas, rainha do Jacutá -----------------------------------------------------------------------
Iansã é muito linda, mais que linda que ela é Toque: Nagô
Áudio:???
Iansã está no Terreiro vem trazer o seu Axé
Iansã comanda dos ventos ♫
-----------------------------------------------------------------------
E a força dos elementos
Toque: Nagô Na ponta do seu Florim,
Áudio:???
Guerreira tem um bailar de um beija-flor } ♫ É uma menina bonita, quando o céu se precipita
Guerreira seu bailar me encantou }BIS Entre o princípio e o fim }BIS
Senhora dos ventos senhora do balé -----------------------------------------------------------------------
Eparrei o bela Oiá, nessa deusa eu tenho fé Toque: Nagô
Áudio:???
Sua força vem do tempo sua beleza irradia
Iansã é rainha dos ventos } ♫
É a força da natureza, é a força que me guia
Deus dos raios, do corisco e do trovão }BIS
Guerreira tem um bailar de um beija-flor }
Eparrei, eparrei, eparrei }
Guerreira seu bailar me encantou }BIS
Oh mamãe de Aruanda }
Essa deusa tem um rei, que seu reino governou
Ela vem na Umbanda}
Dividindo fortes raios esse rei é pai Xangô
Visitar seu ilê }BIS
Com o poder da ventania, toda pedra ela soprou
Bate paô, oh Iaô, bate paô }
No tire dos Orixás, Omulu ela curou
Bate paô, oh Iaô, pra Iabá, bate paô }BIS
Guerreira tem um bailar de um beija-flor }
-----------------------------------------------------------------------
Guerreira seu bailar me encantou }BIS
Toque: Barravento
----------------------------------------------------------------------- Áudio:???
Iansã ela é Dona do Mundo, ♫
Dona do fogo, da faísca e do trovão
Eparrei Iansã na Aruanda, }
Santa Bárbara com a espada na mão } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 87 de 239 Índice Geral


IANSÃ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Iansã foi convidada pra uma festa em Nazaré Áudio: Curimba do Ogum das Águas

Xangô batia tambor, pra Iansã dançar Balé Mas olha o tempo, mas olha o tempo } ♫
Dança balé, Iansã dança balé } BIS Mas olha o tempo, olha o tempo virou } BIS
Xangô batia tambor, pra Iansã dançar Balé } BIS Ventou mas que ventania } BIS
----------------------------------------------------------------------- Iansã é nossa mãe, }
Santa Bárbara é nossa guia } BIS
Toque: Ijexá
Áudio:??? -----------------------------------------------------------------------
Iansã mãe virgem, do cabelo louro ♫ Toque: Nagô
Ela desceu do céu num cordel de ouro Meu pai veio de Aruanda, e a nossa mãe é Iansã.
Iansã mãe virgem, deusa que nos socorre Oi gira, deixa a gira girar. }BIS 3x
Sentada na pedra pra ver se o rio não corre Deixa a gira girar.
Chegou a seca no norte, o povo romeiro em prece Saravá Iansã, eh Xangô, eh Iemanjá.
Pede cantando a deusa dos astros Deixa a gira girar.
Que chuva lhes desce Oi gira, deixa a gira girar. }BIS 3x
A deusa dos astros que chuva nos desce -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio:Curimba do Ogum das Águas
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco Moça bonita com sua espada iluminada ♫
Iansã Orixá de Umbanda ♫ Vem de Aruanda os seus filhos ajudar
Rainha do Nosso Congá Chegou com a chuva, chegou com o Vento }
Saravá Iansã lá na Aruanda Eparrei, Eparrei E no terreiro que Iansã vem trabalhar } BIS
Iansã venceu demandas, -----------------------------------------------------------------------
Iansã saravá Pai Xangô Toque: Nagô
No céu trovão roncou Moça bonita
E lá na mata o leão bradou } Como brilha sua espada
Saravá Iansã, saravá Xangô } BIS Ao cruzar este imenso céu azul
----------------------------------------------------------------------- Cortando as nuvens
Toque: Nagô Trazendo a chuva
Áudio:??? Ela é guerreira
Iansã senhora do amanhecer! } ♫ Do exército de Ogum
Sua espada brilha pra nos proteger! }BIS Iansã linda guerreira
E oiá! Iansã quem nos conduz, } Proteja os seus filhos
E oiá! Iansã com sua luz! }BIS No clarão da lua cheia
Ao rodopiar faz o vento, E a chuva traz } -----------------------------------------------------------------------
Pra lavar a terra semear a paz }BIS
Toque: Nagô
E oiá! Iansã quem nos conduz, }
Oh Iansã menina, é do cabelo louro
E oiá! Iansã com sua luz! }BIS
Sua espada é de prata, sua Coroa é de Ouro
E santa guerreira se preciso for }
-----------------------------------------------------------------------
Pra acabar com a guerra, Espantar a dor }BIS
Toque: Nagô
E oiá! Iansã quem nos conduz, } Áudio:???
E oiá! Iansã com sua luz! }BIS Oh moça linda sua espada é luminosa ♫
----------------------------------------------------------------------- Sua coroa é cravejada de brilhantes
Toque: Nagô Re re re re re, re re re rá
Áudio:???
É Santa Bárbara rainha do Jacutá }BIS
Iansã tem um leque que venta } ♫
-----------------------------------------------------------------------
Pra abanar em dia de calor }BIS
Iansã mora na pedreira }
Eu quero ver, Meu Pai Xangô } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 88 de 239 Índice Geral


IANSÃ
Toque: Barravento Toque: Nagô
Áudio: Tião Casemiro Áudio:???
Olha eu, olha eu, olha eu, bela Oyá, ♫ Raio da manhã vai e clareia ♫
Olha eu, olha eu, ela é Iansã é o meu Orixá! Quando o sol levanta para clarear }
Quando Iansã chegou, saravou Ialorixá, Seus raios refletem a coroa de Oyá }BIS
Ogãn louvou sua coroa, Eparrey bela Oyá! E rasgando o céu, trovão relampeia }
Ela é moça bonita, moça rica ela é, Pra saudar o rei de todas as pedreiras }BIS
Conhecida dentro do santo, ela é Iansã do balé Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
Olha eu, olha eu, olha eu, bela Oyá, Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
olha eu, olha eu ela é Iansã é o meu Orixá! Força da machada faz o julgamento
----------------------------------------------------------------------- Corta as injustiças com seu barra-vento
Toque: Barravento Xangô manda na razão, Iansã no sentimento }BIS
Áudio: Lucas Lopes e Tambores do Paraná Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
Olha que o céu clareou, ♫ Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
Quando o dia raiou Guardião da paz, Xangô justiceiro
Fez o filho pensar Explendor de luz, Iansã guerreira
A mãe do tempo mandou, a nova era chegou É Xangô que traz as pedras, }
Agora vamos plantar, Iansã nas corredeiras }BIS
Do Humaitá Ogum bradou senhor Oxossi atinou Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
Iansã vai chegar, o Ogãn já firmou Eparre Iansã eparre Oyá, Caô Cabecile Caô Xangô
Atabaque afinou, agora vamos cantar -----------------------------------------------------------------------
Ah! Eparrei! Ela é Oyá! Ela é Oyá! }
Toque: Congo
Ah! Eparrei! É Iansã! É Iansã! } Áudio:???
Ah! Eparrei! Quando Iansã vai pra batalha} Raio de luz clarão no céu é ventania que vem lá ♫
Todos cavaleiros param} A noite inteira, vento vem e vai
Só pra ver ela passar. }BIS Rodopiando a bailar,
----------------------------------------------------------------------- Com a espada erguida ao luar
Toque: Nagô Surge a guerreira
Oyá que vento é esse, olha que ventania } BIS É Iansã varrendo os males, é Iansã oh!
É Iansã, é quem me guia } BIS Mãe valei-me
Ela vive no tempo, Ela gira no ar } Levai nesses ventos os nossos tormentos
Firma ponto Ogãn que Iansã vai chegar } BIS Levai minha dor
----------------------------------------------------------------------- Quando cessar a tempestade
Toque: Agdavi
E eu vislumbrar novo amanhã
Áudio: Leci Brandão Explode em meu peito um brado Eparrei
Oyá coro ilê, guerê, guerê } ♫ Mamãe Iansã
Oyá coro Ilá Gara Gara } Põe no tacho azeite pra ferver
Omobirin Xaba coro ilê Guere Guere } Que Oiá põe nele o tempero desse acarajé
Oyá comóreló } Que é força e coragem pra seguir viagem
E Oyá Munha Munha Yansã e molé Doya }BIS Dos filhos que tem fé
Tonha Lá Bata Lo Doyá Domú nhãnhã }BIS 4x -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento
Oyá Tetê, Oyá Tetê Oyá } BIS
O que que eu dou para Iansã }
O que que eu dou para Oyá } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 89 de 239 Índice Geral


IANSÃ
Toque: Ijexá Toque: Congo
Áudio: ??? Áudio: ???
Relampejou lá no céu, deixa clarear } ♫ Tanto mistério guardado ♫
Vento soprou na palmeira, ê ah! } No coração dessa moça
Salve a deusa do fogo, Oyá! } É possessiva, é ciumenta
É Iansã quem chegou, deixa ela girar }BIS E se quer uma coisa ela briga demais
Oh, guerreira, rainha desse jacutá Tem a força do vento, É o forte temporal
Seu encanto me fascina, você é quem me faz sonhar No seu corpo moreno, Um jeito sensual
É vento que sopra no meu coração Ela é guerreira, e seu canto, É força contra o mau
Energia que me faz vibrar de emoção Filha de Oyá, Força do vento
É fogo que aquece o meu anoitecer Bate o tambor pra viver alegria, Enxotar sofrimento
É luz que me guia, é meu bem querer É moça caprichosa, É filha de Oyá
Com sua espada eu venço a batalha É vibrante, é faceira, É filha de Oyá
Minha fé em você não falha De vermelho ou de rosa, É filha de Oyá
Eparrêi, minha mãe, vem me proteger Quando a força lhe chega, Eparrei Oyá
Relampejou lá no céu, deixa clarear } Filha de Oyá, Força do vento
Vento soprou na palmeira, ê ah! } Bate o tambor pra viver alegria, Enxotar sofrimento
Salve a deusa do fogo, Oyá! } -----------------------------------------------------------------------
É Iansã quem chegou, deixa ela girar }BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: Engoma do Pai Maneco
Vem Oh Vento vem, ♫
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco (Os Encatados) Sopra bem forte e trás pra esse Jacutá
Santa guerreira Senhora do bambuzal } ♫ A força Divina de Iansã e a benção de Oxalá
Rainha da ventania Leva o mal no temporal } BIS Vem Oh Vento e traz também }
Chuva miúda que cai Leva a tristeza A paz e a esperança para quem não tem } BIS
E a chuva grossa Todo o mal vai carregar -----------------------------------------------------------------------
Eu me encanto Com o seu lindo bailar Toque: Nagô
Oh Deusa da tempestades Eparrei oh bela Oyá Venta vento ventania, Vento raios e trovão }BIS
Dona do fogo Na pedreira de Xangô Oi eparrei minha bela Oyá }
Rara beleza És a suprema do amor Abra os caminhos para seus filhos trabalhar }BIS
Eu me encanto Com seu lindo bailar -----------------------------------------------------------------------
Oh deusa da tempestade Eparrei oh bela oyá Toque: Nagô
Eu te imploro Limpe o nosso congá Áudio:???
Com o rodar da sua saia Eparrei oh bela Oyá Vento que vento, que vento, que ventania } ♫
----------------------------------------------------------------------- Que furacão }
Chuva, que chuva, que chuva, que chuvarada }
Toque: Nagô
Saravá Iansã dos cabelos louros Com raio e trovão }BIS
No mar tem água, na sua pedra tem ouro Vem dançar com o pé de Iansã
Seu ariri, Seu Arirá } Vem cantar com a voz de Iansã
Saravá Iansã rainha do ar } BIS Iansã lava o seu coração, Eparrei
----------------------------------------------------------------------- Iansã lava o seu coração, Iansã lava o seu coração
Iansã lava o seu coração, Eparrei
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: Engoma do Pai Maneco
Ventou nas matas, ventou nas pedreiras ♫
Que vento forte nas cachoeiras
Não é Oxóssi, nem é Xangô }
É Iansã com seu Patakoto } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 90 de 239 Índice Geral


IANSÃ
Toque: Nagô
Áudio: ???
Ventou, ventou, vem ventania do mar }BIS ♫
Saravá a nossa Umbanda, Saravá esse Congá
Saravá santa guerreira, Eparrei o bela Oyá
Ventou, ventou, vem ventania do mar }BIS
Saravá a nossa Umbanda, Saravá esse Congá
Saravá santa guerreira, Eparrei o bela Oyá
Na Umbanda ela ensina, seu filho não desistir
Quando a jornada é dura, ela não deixa cair
E a frente da batalha com Ogum sempre estará
Na verdade e na justiça com Xangô vai triunfar
Ventou, ventou, vem ventania do mar }BIS
Saravá a nossa Umbanda, Saravá esse Congá
Saravá santa guerreira, Eparrei o bela Oyá
Com Oxóssi ela caçou, com as crianças vem brincar
Com senhor da terra, Atoto, ir trabalhar
Com Oxum e Iemanjá a sua beleza enaltecer
E a vi se aconselhando com Nanã Buruquê
Ventou, ventou, vem ventania do mar }
Ventou, ventou, vem ventania do mar }
Saravá a nossa Umbanda, Saravá esse Congá }
Saravá santa guerreira, Eparrei o bela Oyá }
Lá no cemitério, encaminha os eguns }
Ao cruzeiro das almas, onde mora Omolu }
E lá na encruzilhada, pomba giras a bailar }
Estão lhe glorificando, eparrei o bela Oya } BIS
-----------------------------------------------------------------------
SUBIDA DE IANSÃ
Toque: Nagô
De ih, de ih, mas elas vão beirando o mar } BIS
Iansã já vai embora e elas vão beirando o mar
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
O vento é quem te trouxe
É quem te leva para o ar
Auê, auê, auê Mamãe Iansã } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 91 de 239 Índice Geral


OXUM
OXUM Toque: Nagô
Áudio: ???
CABOCLO AREIA BRANCA
Letra: Caboclo Da Areia Branca A minha Mãe Oxum, Ora Yê iê ô ♫
Música: Bitty E Cris Rainha das Cachoeiras
Toque: Nagô
Áudio: ??? A deusa da beleza, é minha Mãe Oxum, }
Oxum quando canta na beira do Rio } ♫ Orixá da Natureza }BIS
Faz o peixe ciscar na Areia } BIS Aì vem Mãe Oxum passeando }
É o Caboclo da Areia Branca } Passeando no clarão da lua }BIS
Que trás o Ouro pra minha senhora } BIS Ai como é linda, Ai como é linda}
Oxum quando canta na beira do Rio } Mamãe Oxum passeando no}
Faz o peixe ciscar na Areia } BIS Clarão da Lua }BIS
A Aruanda já está em festa } Ora Yê iê ô
Seu Areia Branca ilumina a Terra } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Barravento

PONTOS DE LINHA Ai, quem me dera me banhar }BIS


Toque: Nagô Na quartinha de ouro, da Oxum Apará }BIS
A água nasce nos rochedos, atravessa as matas -----------------------------------------------------------------------
Onde os Caboclos vão beber, Toque: Nagô
Aonde Oxum chorou, chorou, chorou Aieieu Oxum aleroa aieieu até eu xerebabá
Pra seus filhos proteger É ondina a rainha das águas
A água cai na Cachoeira e depois rola pro Mar É ondina ela é nossa mãe
Rola pro Mar, Salve a Senhora das Águas do Rio E alode pra coroa de Oxum
Ora Aie, ieo Minha Mãe vamos Saravá Aieieu Oxum Oxum aieieu
Saravá eu, vamos saravá, Salve Mamãe Cida } -----------------------------------------------------------------------
Salve Oxum Apara } BIS
Toque: Congo de ouro, Congo, Barravento
----------------------------------------------------------------------- Áudio: ???

Toque: Ijexá
Brilhou a estrela matutina, ♫
A iê iê, A iê iê mamãe Oxum } BIS Rolaram pedras de Xangô
A iê iê Mamãe Oxum, A iê iê Oxunmare } BIS Quem será essa menina
----------------------------------------------------------------------- Que a lua iluminou
Canta no clarão da lua, Dança no calor do sol
Toque: Ijexá
Áudio:??? Todo ouro se ilumina, Pra saudar Oxum menina
A cachoeira da mamãe Oxum } ♫ Pois Oxum é Mãe Maior
Ela é tão linda que da gosto ver } BIS Saravá, Oxum Menina, Oxum é Mãe Maior }BIS 3x
As águas correm, as águas brilham } Ôôôô, Ôôôô, Ôôôô, Ôôôô, }BIS
Oh que beleza, mamãe, que maravilha }BIS Oxum aiê iê o, Oxum aiê iê o, Oxum aiê iê o
Aie ie ô, mamãe } -----------------------------------------------------------------------
Oh me pega, me joga no aie ie ô }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
A iê iê Mamãe Oxum, A iê iê vem nos ajudar
A iê iê Mamãe Oxum Das Cachoeiras de Oxalá
A iê iê Mamãe Oxum Dei-me água pra beber
Tenho sede de esperança, Tenho sede de aprender
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
A Lua vem surgindo prateando a cachoeira }BIS ♫
Aiê iê, Mamãe Oxum, Roboboi, Oxum Maré }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 92 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
Caminhando pela mata } ♫ Deusa das cachoeiras e cascatas ♫
Refletida na cascata } Companheira de Oxóssi
Vi uma flor se mirar ]BIS O dono das matas
Era de grande beleza } E também a rainha de meu Pai Xangô
Possui tal pureza } Eterna...
Perfuma todo ar }BIS Com o seu abebê
Foi nesse exato momento Quando dança é faceira
Que como um sonho contemplo És a dona do ouro, ó Mãe verdadeira
A Oxum a se banhar Sob o luar de prata
E só então eu percebi De joelhos eu vou implorar
Que a linda flor que eu vi Seu manto, é o meu acalanto na hora da dor
Era a deusa dos Orixá E na minha tristeza meu pranto enxugou
Aie ie ô, aie ie ô } Ora Aieiê, Mãe Oxum!
Foi da água da cascata que a Oxum apareceu ]BIS Rainha do ijexá!
----------------------------------------------------------------------- Seu canto irradia alegria
Toque: Nagô Traz a paz, traz harmonia
Áudio: ??? Em suas águas eu a vejo se banhar
Clareia, clareia, clareia mamãe Oxum } BIS ♫ Ó, Oxum! Como é lindo vê-la a bailar
Clareia as cachoeiras Vou pedir na cachoeira, Ora aieiê }
Ilumina o mundo inteiro Nunca me deixe sozinho }
Teus filhos estão saudando Eu sou filho seu }
Ora ieie o }BIS Na sua mina tem ouro }
----------------------------------------------------------------------- Seu tesouro tem poder }
Toque: Nagô Toda vez que eu precisar }
Áudio: ???
Mamãe Oxum vai me valer }BIS
Cinda é um barqueiro de Cindó, mamãe Cinda } ♫
-----------------------------------------------------------------------
Cinda navega no mar}BIS
Cinda é mamãe Oxum, Aieieô }
Cinda navega no mar }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Das cachoeiras de mamãe Oxum } ♫
Correm águas cristalinas }
Nos pés de Pai Olorum }BIS
Pai Olorum criou a natureza
Criou a cachoeira e Oxum abençoou
Eu vou pedir proteção pra Oxalá }
Pra banhar as cachoeiras }
Junto com os Orixás }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Congo
Áudio: ???
De um lado só visto pena, ♫
Do outro lado brilha ouro
Ora ie ie, ê Mamãe Oxum, }
me mostra o seu tesouro }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 93 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Ijexá Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
Deusa dos rios, divindade do amor } ♫ Eu quero ver, quero ver o sol nascer } ♫
Ora ieie ô, eu canto eu seu louvor }BIS Eu quero ver, quero ver o sol raiar }BIS
É lindo ver o bailar das águas Na cachoeira quero ouvir Oxum cantar
Que rolam pelas pedreiras -----------------------------------------------------------------------
Formando as cachoeiras Toque: Nagô
Indo de encontro ao mar Eu sou da Mina, eu sou da Mina de Ouro } BIS
Mostram a verdadeira beleza Onde mora Mamãe Oxum }
Das forças da natureza Guardiã do meu tesouro }BIS
Que sempre estão a nos guardar Mamãe Oxum, rainha cheia de Luz }
Eu que sempre achei estar sozinho Cubrais-nos com vosso manto }
Naquele dia lindo Rogai por nos o Jesus A iê, iê } BIS
Conheci a mais bela Yabá -----------------------------------------------------------------------
Caminhava por cima das águas cristalinas Toque: Nagô
Com seu abebê ela é rainha Áudio 1: Juliana D’ Passos
Áudio 2: Engoma do Pai Maneco
E dona do Ijexá
Eu vi mamãe Oxum na cachoeira, } ♫
Ela estendeu-me a sua mão
Sentada na beira do rio } BIS
Me deu sua proteção
Colhendo lírios, lírio e, colhendo lírios lírio a }
Pra na terra eu cumprir minha missão
Colhendo lírios pra enfeitar nosso Congá } BIS
Oh mãe Oxum, tu és amor és caridade
-----------------------------------------------------------------------
Com seu canto tu encantas
Toque: Nagô
De mim afasta as maldades Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Dona do ouro, beleza Yorubá Eu vi mamãe Oxum chorando } ♫
Mamãe Oxum, oh mamãe Oxum Foi uma lágrima que eu fui apara
Esteja sempre a me guiar Ora ieie o, Oh minha mãe Oxum
----------------------------------------------------------------------- Oh deixa nossa banda melhorar
Toque: Ijexá Rainha minha senhora
Ê emoriô, emoriô Paô }BIS ♫ Rainha da cachoeira
----------------------------------------------------------------------- Aqui estou nesse terreiro
Toque: Ijexá Pra te louvar a vida inteira
Ela é Oxum, Ela é menina }BIS Aie ie o, Oh minha mãe de Aruanda }
Oxum da minajé, Oxum da minajé }BIS Aie ie o, mamãe Oxum ficou na banda }BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Ijexá Toque: Ijexá
Áudio: ??? Áudio: ???
Ela é flor de maio, ela é flor de maio ♫ Foi na Beira do Rio, aonde Oxum chorou } BIS ♫
Se a minha mãe é linda flor de maio aieie } Chora aie ieo, chora os filhos seus } BIS
É Flor de maio }BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Ijexá
Toque: Nagô Lá do alto a cachoeira vem descendo a ribanceira
Embaixo da cachoeira Num roncar que não tem fim
Tem um lindo jacutá Curso d'água é quem me guia
Tem um banquinho de ouro Canto a dor e a alegria a vida me fez assim
Onde Oxum vai se sentar Pode me faltar dinheiro }
Ora aieieu, Ora aieieu } Que eu trabalho o ano inteiro}
Ora aieieu, Mamãe Oxum }BIS Pra poder recuperar}
----------------------------------------------------------------------- Mas nunca me faltem flores para agradecer amores }
Que oxum vive a me dar... }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 94 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio: ???
Lá na pedreira, rola da cachoeira } ♫ Nessa cidade todo mundo é d’Oxum ♫
Uma água forte pra me banhar } Homem, menino, menina, mulher
Uma água forte pra me banhar } BIS Toda essa gente irradia magia
Ela me enche de fé, me dando um banho de paz Presente na água doce,
Bebo dela no coité e vejo o bem que me faz Presente n’água salgada e toda cidade brilha
Água de beber, água de molhar } Seja Tenente ou filho de pescador
Água de benzer, água de rezar }BIS Ou importante Desembargador
Na boca da mata, tem chave de ouro Se der presente é tudo uma coisa só
Tem pedras de prata e aves de agouro A força que mora n’água
Tem um doce mistério, que eu não sei contar Não faz distinção de cor e toda a cidade é d’Oxum
Só sei dizer pra você, que meu pai mora lá É d’Oxum, é d’Oxum, é d’Oxum
----------------------------------------------------------------------- Eu vou navegar, eu vou navegar,
Autor: Reinaldo Godinho Nas ondas do mar, eu vou navegar
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Mamãe Oxum, equilibra a vida
Toque: Ijexá
Com sua vibração ela vem feliz Áudio: ???
Mamãe Oxum, sou aprendiz Nhen-nhen-nhen } ♫
Do seu amor a doce flor de Ogum Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
Eu sou ninguém, mas eu sou um É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
No colo de Mamãe Oxum Nhen-nhen-nhen }
Com as águas sagradas guarida Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
Mamãe Oxum equilibra a vida É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
Com sua cura imensa e pura Xangô andava em guerra, vencia toda terra
Mamãe Oxum equilibra a vida Tinha ao seu lado Iansã pra lhe ajudar
----------------------------------------------------------------------- Oxum era a rainha na mão direita tinha
Toque: Nagô O Seu espelho onde vivia a se mirar
Áudio: ??? Nhen-nhen-nhen }
Mamãe Oxum, salve a sua cachoeira }BIS ♫ Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
Que vem descendo lá do alto da pedreira }BIS É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
Mas como é linda a cachoeira de Oxum } Nhen-nhen-nhen }
Que esta guardada por soldados de Ogum }BIS Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
----------------------------------------------------------------------- É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
Toque: Nagô Quando Xangô voltou o povo celebrou
Áudio: ???
Teve uma festa que ninguém mais esqueceu
Nas cachoeiras de mamãe Oxum } ♫
Tão linda Oxum entrou, que veio o Rei Xangô
Correm águas cristalinas nos pés de Pai Olorum }BIS
E a colocou no trono esquerdo ao lado seu
Pai Olorum, criou a natureza, criou a cachoeira
Nhen-nhen-nhen }
E Oxum abençoou
Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
Eu vou pedir proteção pra Oxalá, }
É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
Pra banhar na cachoeira junto com os Orixás }BIS
Nhen-nhen-nhen }
-----------------------------------------------------------------------
Nhen-nhen-nhen-xo-rodô }BIS
É o mar, é o mar Fé-fé xo-ro-dô!
Iansã apaixonada, cravou a sua espada
No lugar vago que era o trono da tradição
Chamou um temporal
E no pavor geral, correu dali gritando a sua maldição
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 95 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Ijexá Composição: Ivo Hauer Malschitzky
Áudio: ??? Toque: Marcação
No céu uma estrela vem brilhando ♫ Áudio: ???

Nas águas o Amor refletindo O rio e de Oxum A iê iêo, ♫


Aie, ieo Oxum de alegria estou sorrindo } BIS O Lago e de Oxum A iê iêo
Também nas Cachoeiras tem a força da Oxum } Águas de Oxum A iê iêo, A iê iêo Oxum A iê iê
Oxum é minha mãe e meu Pai é Ogum } BIS Água da Cachoeira A iê iêo,
----------------------------------------------------------------------- Força da cachoeira A iê iêo
Água Cristalina A iê iêo, A iê iêo Oxum A iê iê
Toque: Nagô
O rio passa na Mata A iê iêo,
No espelho do rio gosta de se olhar }
Na pedra uma cascata A iê iêo
E na cachoeira branca vem pra se banhar }BIS
Oxóssi e Xangô A iê iêo, A iê iêo Oxum A iê iê
Quem vem, quem vem,
Um vento na Campina A iê iêo,
É mamãe Oxum que nos acolhe no bem
O Rio corta campina A iê iêo
Quem vem, quem vem,
Iansã e Ogum A iê iêo, A iê iêo Oxum A iê iê
É mamãe Oxum que não esquece ninguém
O rio encontra o Mar A iê iêo
Seu cheirinho de flor, acende uma vela amarela }
Nos braços de Iemanjá A iê iêo
Salve minha mãe Oxum, vem curar a minha dor }BIS
Mãe de Oxalá A iê iêo, A iê iêo Oxum A iê iê
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Ijexá
Áudio: ??? Toque: Ijexá
Nuvem de poeira d'água } ♫ Áudio: ???
Oh, menina, Oh, menina } ♫
Que sai da cascata da Deusa Oxum } BIS
Cadê Oxum da mina }BIS
Beleza pura, linda e cristalina essa
Ora ieie, a minha santa é
Deusa menina com perfume da flor
Aonda mora Aie ie o
Encanto doce da natureza,
Aonda mora Ewá
Me inspira beleza, vaidade e amor
Ora ieie, lele leua
Nuvem de poeira d'água }
Oxum adeo,
Que sai da cascata da Deusa Oxum } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Quando se banha na beira do rio
O sol irradia energia e calor, Toque: Ijexá
Áudio: ???
Dona do ouro, Deusa poderosa Olha eu, olha eu mamãe Oxum } ♫
Pedra preciosa cheia de esplendor Olha eu, olha eu Oxumaré } BIS
Nuvem de poeira d'água } Olha eu mamãe Oxum, olha eu Oxumaré
Que sai da cascata da Deusa Oxum } BIS Mamãe Oxum rainha da cachoeira
----------------------------------------------------------------------- Deusa suprema da pedreira
Toque: Barravento As suas águas
O colar da Oxum é da cor de ouro, } Cruzam com as águas do mar
O colar da Oxum é de ouro só } BIS E no sussurro do vento
É de ouro só, é de ouro só } BIS É que vem o seu cantar
----------------------------------------------------------------------- Olha eu olha eu mamãe Oxum }
Toque: Ijexá Olha eu olha eu Oxumarê }BIS
O Mãe da Conceição és Linda Flor Divina } BIS Vou levar presente
Banhai os vossos filhos, } Pra mãe santa do Oriente
Com as águas Cristalinas }BIS Pra que ela tão formosa
Ere, re, ra, O Mãe da Conceição Divina Vem enfeitar o Congá
Banhai os vossos filhos } E com seu olhar
Com as águas Cristalinas}BIS Iluminar meu caminhar
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 96 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Ijexá Toque: Nagô
Olha o barquinho de Cinda, } Áudio: ???

Cinda é quem vem trabalhar } BIS Ora iê iê oh minha mãe ♫


Cinda é Mamãe Oxum A iê, iê } Ora iê iê vem me valer
Cida é Cobra Coral}BIS Na queda da cachoeira eu fazia minha prece
----------------------------------------------------------------------- Mãe Oxum Me protegei } BIS
E com seu manto sagrado
Toque: Ijexá
Áudio: ??? Me cubra e me ampare
Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } ♫ Tire as dores da minha vida
Segura a gira Ogan, chegou mamãe } BIS Me de a paz e a caridade
Mamãe Oxum, Aiêiê, é meu tesouro E com sua beleza me de a proteção }
Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } Mamãe Oxum me estenda a vossa Mão} BIS
Segura a gira Ogan, chegou mamãe } BIS E eu bato a minha cabeça pra louvar a mãe senhora
Palmas e rosas mandei levar Que com o seu abebe é tão faceira e tão formosa
Na cachoeira, Oxum pra lhe ofertar A sua dança encanta por onde ela passa
Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } Oh mãe sagrada de Umbanda olhe o meu caminhar
Segura a gira Ogan, chegou mamãe } BIS Ora iê iê hoje aqui eu venho lhe agradecer
Em suas águas vou me banhar Mãe Oxum me deu a mão me deu sua proteção
Mamãe Oxum, aiêiêo vai me ajudar Hoje eu tenho um sentido em meu viver
Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } E quando eu errar eu pedirei o seu perdão}
Segura a gira Ogan, chegou mamãe } BIS Mãe oxum na Umbanda }
Santa Senhora da Conceição Senhora da conceição} BIS
Seus filhos pedem, mamãe, sua proteção -----------------------------------------------------------------------
Olha seus filhos Oxum, sou filho seu, } Toque: Ijexá
Segura a gira Ogan, chegou mamãe } BIS Oromi má, oromi mayor, }
----------------------------------------------------------------------- Oromi mayor iabado a iêiê ô } BIS
Toque: Ijexá Ai, ai Oxum... } BIS
Áudio: ??? -----------------------------------------------------------------------
Olori ma, Olori mayor } ♫
Letra: Maurício Pereira Duarte
Olori mayor, Ijexá pra ieie o ]BIS Interprete: Odair Dahi
Ora deua, minha fé é verdadeira, } Toque: Congo de ouro, Congo, Barravento
Áudio: ???
desce e vem abençoar }BIS Ouvi Mamãe Oxum cantando } ♫
Ai ai Oxum, Oxum para ieo }BIS Cantando em suas cachoeiras }BIS
----------------------------------------------------------------------- Cantava Oxum com todo amor
Um canto lindo que na mata ecoou
Cantava Oxum eu fui olhar
Um canto lindo que me fez emocionar
Ela cantava amor }
Ela cantava alegria }
Ela cantava de noite }
Ela cantava de dia }BIS
Senhor Oxossi ouvindo ela cantar
Foi pra aldeia com os Caboclos festejar
Uma festança que durava noite e dia
Com as crianças pra nos dar mais alegria
Ela cantava amor }
Ela cantava alegria }
Ela cantava de noite }
Ela cantava de dia }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 97 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Ijexá Toque: Ijexá
Áudio: ??? Áudio: ???
Oxum aiêiêo, Oxum aiêiêo } ♫ Quando eu era criança, ♫
Oh linda mamãe Oxum Minha mãe cantava pra mim
Olhe pelos filhos seus }BIS Uma canção yorubá,
Olho pro céu e vejo uma deusa encantada Cantava pra eu dormir
Uma lua iluminada com estrelas a brilhar Uma canção muito linda,
Ela é Oxum, Orixá da natureza Que o seu pai te ensinou
E a sua pura beleza vem a todos encantar Trazida da escravidão,
Oxum aiêiêo, Oxum aiêiêo } E cantada por seu avô
Oh linda mamãe Oxum } Era assim,
Olhe pelos filhos seus }BIS OROMI MÁ, OROMI MAYO, }
Teu manto santo nos dá paz e nos dá amor OROMI MAYO, ABADÔ IEIEO }BIS
Alivia nossa dor e nos traz a proteção Essa canção muito antiga, no tempo da escravidão
Mamãe Oxum, hoje eu rezo e agradeço Os negros em sofrimentos,
Mostro que a fé não tem preço cantavam e alegravam seu coração
Quando vem do coração Presos naquelas senzalas, dançando ijexá
Oxum aiêiêo, Oxum aiêiêo } Aquela canção muito linda, com os versos em yorubá
Oh linda mamãe Oxum } Era assim,
Olhe pelos filhos seus }BIS OROMI MÁ, OROMI MAYO, }
----------------------------------------------------------------------- OROMI MAYO, ABADÔ IEIEO }BIS
Toque: Nagô Cantava quando era criança,
Oxum lá das cachoeiras, Pra você eu vou cantar fiquei homem eu não me esqueci
O seu canto de sereia, Agora vai me encantar Aquela canção yorubá, que não sai de dentro de mim
Se você ainda não sabe, Quem é esse Orixá Era assim,
Eh Oxum a Mãe do ouro, Que vem nesse Congá OROMI MÁ, OROMI MAYO, }
----------------------------------------------------------------------- OROMI MAYO, ABADÔ IEIEO }BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Oxum, Oxum, Oxum é minha mãe }BIS Toque: Ijexá
É a rainha do meu Congá }BIS Quando o céu clarear, por cima do meu Congá
----------------------------------------------------------------------- Oxum vai descer com Xangô num cortejo dourado
Toque: Ijexá
Flor que a noite adormeceu vai despertar,
Áudio: ??? Perfumar o Rio, a fonte, a lagoa e a beira do mar
Oxum estava na beira do rio } ♫ Oxum vai se banhar nos braços de Xangô
Colhendo lírios pro seu Congá } BIS Quando o céu clarear
Iluminou lá na pedreira } Vou levar meu amor pra lá
Os lírios brancos da Cachoeira } BIS Quando o céu clarear, quando o céu clarear
----------------------------------------------------------------------- O meu amor vai se iluminar
Quando o povo das águas chegar
E a estrela de Oxum brilhar
Obá de Xangô vai batendo o tambor
Pro meu amor dançar...
Quando o céu clarear, quando o céu clarear
Vou levar meu amor pra lá
Quando o céu clarear, quando o céu clarear
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 98 de 239 Índice Geral


OXUM
Toque: Nagô SUBIDA DE OXUM
Se minha Mãe é Oxum, Toque: Nagô
Na Umbanda e no Candomblé E vai, vai, vai, e vai beirando o rio
A iê iê, A iê iê Minha mãe } E vai Mamãe Oxum para todo mal levar
A iê iê, minha Mãe Oxunmare } BIS -----------------------------------------------------------------------
Ela vem descendo o Rio Toque: Nagô
Colhendo lírios pra nos ofertar Mamãe Oxum salve a banda da Senhora
A iê iê, A iê iê Minha mãe } Mamãe Oxum, aiê iê já vai embora
Orixá desce e venha nos abençoar } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Toque: Ijexá Quem manda nas cachoeira é Oxum }
Áudio: Regis Leal Quem tem tantos pode ter mais um }BIS
Sou filho de Oxum ♫
Firma ponto, filho de fé, Bate cabeça no Congá
Não tente me enganar
Saravá, Mamãe Oxum, }
Não sei ficar mentindo pra mim mesmo
Que agora vai nos deixar }BIS
Eu posso até mudar meu jeito de pensar,
-----------------------------------------------------------------------
Mas jamais eu mudo fundamento!
Toque: Nagô
Meu coração não quer mais brigar
Vai pro fim do arco-íris
Não quer fazer mal juízo de ninguém!
Onde tem uma linda cachoeira
Aprendi a te querer,
Que desliza suas águas em uma bela pedreira }BIS
Aprendi a perdoar
Rufam os tambores e os filhos a cantar
Alguns de nossos desentendimentos
É chegada a hora, Mãe Oxum vai nos deixar }BIS
Aprendi a ser só seu!
-----------------------------------------------------------------------
Aprendi a perdoar
Alguns de nossos desentendimentos...
Mãe que clarea meu caminhar,
Mostra a verdade..
Vou na cachoeira te encontrar
Quero vê-la responder..
Sou de Oxum!
Sou de Oxum...
A lua é nova,
A lua é de Oxum,
As estrelas são os meus pensamentos!
Às vezes me parece que não anda nada bem,
Mas é só um pouco mais além..
Aprendo a esperar,
Aprendo a aprender,
Sigo só a minha intuição...
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Um arco-íris surgiu no céu azul
Forças divinas do Pai Obatalá
Uma coroa brilhou entre as estrelas
Era a princesa, filha de Orunmilá
Uma coroa brilhou entre as estrelas
Era a princesa, filha de Orunmilá
Deusa do ouro das águas cristalinas
Força Divina, aieieo, Oxum menina
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 99 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
IEMANJÁ Letra: Raiana;
Melodia: Rosângela
CABOCLA DO MAR Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio: ??? As estrelas brilham a noite }
Quando as águas do Rio, ♫ E o sol brilha de dia }BIS
Encontrarem as ondas do Mar E a lua reflete nas ondas do mar }
Eu farei um pedido, Onde é a morada da Mãe Iemanjá }BIS
Pra Cabocla na Areia firmar -----------------------------------------------------------------------
A Lua no céu clareou, Toque: Nagô
Os filhos de Iemanjá Brilhou, brilhou, brilhou }
Salve a Mãe Sereia, } Brilhou no mar }
Saravá a Cabocla do Mar } BIS O manto de nossa Mãe Iemanjá }BIS
----------------------------------------------------------------------- Brilhou, brilhou no mar }
O manto da nossa mãe Iemanjá }BIS
LENDA DAS SEREIAS
Toque: Ijexá -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Toque: Nagô
Oguntê, Marabôca, Iala e Soba } ♫
E vem, vem, vem, e vem beirando o Mar
Oloxum, Inae, Janaina e Iemanjá } BIS
E vem a Mãe Sereia para todo o Mal Levar
São rainhas do Mar, Mar misterioso Mar
Chegou, chegou, chegou, chegou beirando o Mar
Que vem do horizonte, é o berço das Sereias
Chegou a Mãe Sereia para todo o Mal Levar
Lendário e fascinante
E vai, vai, vai e vai beirando o Mar
Olha o canto da Sereia,
E vai a Mãe Sereia pra todo o Mal Levar
Ialao, Oke, Ialoa
-----------------------------------------------------------------------
Em noite de Lua Cheia
Toque: Nagô
Ouço a Sereia cantar, e o Luar, e o Luar sorrindo Áudio: Engoma do Pai Maneco
Então se encanta com as doces melodias Eram duas ventarolas, duas ventarolas } ♫
Os madrigais vão despertar Ventando no Mar } BIS
Ela mora no mar, ela brinca na areia } Uma era Iansã Eparrei,
No balanço da ondas, a Paz ela semeia } BIS A outra era Iemanjá Odocia
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
PONTOS DE LINHA Toque: Nagô
Toque: Nagô Áudio: Lucina
Áudio: ??? Eu fiz um castelo de areia } ♫
Abracei o mar na lua cheia, abracei, } ♫ Na beira do mar, ê, ê, Na beira do mar, ê, ê }
Abracei o mar } BIS Na beira do mar } BIS
Escolhi melhor os pensamentos, pensei, A onda do mar levou, a onda do mar levou }
Abracei o mar A onda do mar levou, a onda }BIS
É festa no céu é lua cheia, sonhei , Escrevi o teu nome na areia }
Abracei o mar Deixei os presentes na areia }
E na hora marcada, Deixe tanta coisa por lá, deixei }BIS
Dona alvorada chegou para se banhar A onda do mar levou, a onda do mar levou }
E nada pediu, cantou pra o mar (e nada pediu) A onda do mar levou, a onda }BIS
Conversou com mar (e nada pediu) E o dia sorriu... -----------------------------------------------------------------------
Uma dúzia de rosas,
Cheiro de alfazema presente eu fui levar
E nada pedi, entreguei ao mar (e nada pedi)
Me molhei no mar (e nada pedi) só agradeci
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 100 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Eu fiz um pedido a Mamãe Sereia } Áudio: Engoma do Pai Maneco

A Iemanjá para eu nunca mais penar } BIS Filha de Iemanjá toda de azul } ♫
Foi na Areia, uma noite linda } Filha de Iemanjá de corpo azul } BIS
Na Areia Branca do Mar } BIS Branca lua traz o Mar pra lhe Enfeitar }BIS
Oh Lua Clara lá no céu, Ela quer amor, ela quer a paz }
Iluminou seu divino Manto, Sereia Ela é harmonia, em todo lugar }BIS
Oh Rainha do Mar, Sereia, } -----------------------------------------------------------------------
Oh Mamãe Iemanjá, Sereia } BIS Toque: Nagô

----------------------------------------------------------------------- Foi lá no Alto Mar }


Que eu vi Iemanjá trabalhar } BIS
Toque: Nagô
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson Trabalhar, trabalhar, trabalhar, }
Eu fui na Praia, pra ver o balanço do Mar }BIS ♫ Com a força do vento, a força do vento }
Eu vi seu retrato na Areia, o que linda sereia E a força do mar } BIS
Comecei a chamar E re re re re re re ra Iemanjá é rainha do Mar }BIS
O Janaina vem ver, o Janaina vem cá } -----------------------------------------------------------------------
Receber essas flores que eu vou lhe ofertar } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio: Engoma do Pai Maneco
Hoje é o Dia de Nossa Senhora ♫
Toque: Nagô
Áudio: ??? De Nossa Mãe Iemanjá
Eu sou filha de Yaba, Yaba é Minha Mãe } BIS ♫ Calunga e, e, e, e Calunga a, a, a, a
A rainha do tesouro, Odofiaba no fundo do mar Brilham as estrelas no céu,
Odofiaba no fundo do mar } BIS Brincam os peixinhos no mar
----------------------------------------------------------------------- Calunga e, e, e, e Calunga a, a, a, a
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio: ???
Toque: Congo, Congo de ouro, Barravento
Eu vi um pescador, um pescador } ♫ Áudio: ???
Ajoelhado na beira da praia }BIS Hoje, hoje eu vou cantar ♫
Ele fazia uma linda prece, } Hoje eu vou cantar
Pra nossa mãe Iemanjá }BIS Vou louvar na areia
Mas como é lindo a sereia na praia Em lua cheia à mãe Iemanjá
Vendo o balanço do mar Rosa do mar }
Sereia, oh sereia } Minha estrela do céu azul }
Saia do mar e vem brincar na areia }BIS Não é historia de pescador }
----------------------------------------------------------------------- Que o meu amor eu vou lhe entregar, Iê Iê }BIS
Toque: Nagô Deixa, Deixa as ondas do mar passar }
Eu vou a praia grande, eu vou pro Mar } Ouça o canto da bela Odoiá }
Levar botões de Rosa a Iemanjá } BIS Oxalá quem mandou }
Eu vou a praia, vou riscar ponto na areia } Um grande amor }
Vou pedir a Mãe Sereia, todas as forças do Mar } Do fundo do mar, Iê Iê }BIS
Que nos proteja com seu manto inteiro branco } -----------------------------------------------------------------------
E com todos os Encantos }
Que tem as Ondas do Mar }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: ???
Eu vou levar flores no mar } ♫
Pra Iemanjá } BIS
Uma promessa eu fiz, para deusa do mar }
Eu pedi, recebi, prometi, vou levar }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 101 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
Toque: Nagô Toque: Vibração
Áudio: ??? Áudio: ???
Iemanjá com seus encantos ♫ Iemanjá odociaba ♫
Suas chuvas de prata são as águas de Oxalá Iemanjá hoje é seu dia, que beleza
Canta voa passarinho } Salve a sereia do mar
Eu ouvi o lindo de mamãe sereia } Toque: Ijexá

No fundo do Mar }BIS Lá vou pra beira do mar }


Iemanjá tem seus mistérios } Levar flores pra mãe Iemanjá }
Enganou seus inimigos } É a minha oferenda }
Com seus espelhos na beira do mar }BIS À rainha suprema do mar }BIS
Ô ô ô ô }BIS Venha comigo irmão, vamos a beira do mar
----------------------------------------------------------------------- É 8 de dezembro hoje é dia de mãe Iemanjá
Venha comigo irmão, vamos a beira do mar
Toque: Nagô
É 9 de dezembro vamos todos saravá
Iemanjá é a rainha do Mar } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Salve o Povo de Aruanda, Salve Meu Pai Oxalá
Salve Oxóssi, Salve os Guias Toque: Nagô
Áudio: ???
Salve Ogum Beira Mar Iemanjá Janaina minha deusa ♫
Iemanjá é a rainha do Mar } BIS O seu canto vem do mar
Vai Ter festa na Aruanda, Vai Ter reza no Cantuá O meu barco que navega
Vai Ter gira a noite inteira, Levando flores à odoiá
E muitas flores no mar Iemanjá Lindo é ver o céu azul }
----------------------------------------------------------------------- No encontro com as águas do mar }
Toque: Nagô Oxalá nos deu tanta beleza }
Iemanjá é Sereia do Fundo do Mar, } Deu Iemanjá pra nos guiar }BIS
Trabalha na Areia, com Ogum Beira Mar } BIS No balanço do mar, eu vou navegar }
Ogunhê, Odoya, Rainha Sereia O Iemanjá } BIS Quero encontrar Iemanjá }
----------------------------------------------------------------------- Em alto mar sei que ela está }
Toque: Ijexá, Nagô Oferendas vou levar }BIS
Áudio: ???
-----------------------------------------------------------------------
Iemanjá, Ie, Iemanjá } BIS ♫
Toque: Ijexá
Estava na beira do mar } Áudio: Karina de Iemanjá e Tambores do Paraná
Quando ouvi a sereia cantar } BIS Mãe de samba motumbá, capoeira camará } ♫
Oh, como é tão lindo O canto de Iemanjá Da jangada vai jogar
Oh, como é tão belo O canto de Iemanjá Altas flores em alto mar
Com licença do Senhor, com licença de Oxalá } Pede ao mar pra ir ao mar
Com licença do Senhor, eu vou saudar Iemanjá }BIS Sobá, sobá, sobá
Saia do mar linda sereia, } Prepara o milho branco
Saia do mar venha brincar na areia }BIS Acaçá pra Iara yá
----------------------------------------------------------------------- Prepara o rito espelho do tipo de se enfeitar
Toque: Nagô Prepara bonito que é para agradar
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
O reino sagrado das águas de Iemanjá
Iemanjá ô, olha seus filhos á Beira Mar } BIS ♫
Sobá, sobá, sobá
Brilhou no céu, como brilha no mar }
Iemanjá sobá, Sobá mierê, Sobá mierê, }
A minha mãe é sereia }
Yemanjá sobá loquê }BIS
É a rainha do mar }BIS
Sobá, sobá, sobá
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 102 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Áudio 1: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
Mãe d’água rainha das ondas sereia do Mar } ♫ Áudio 2: ???

Mãe d'água seu canto é bonito } Oi no fundo do mar tem pedra } ♫ ♫


Quando tem Luar } BIS Debaixo da pedra tem areia }
Ie, Iemanjá } BIS Debaixo da areia tem conchinha }
Rainha das ondas sereia do Mar } BIS Debaixo da conchinha, mãe sereia }BIS
É bonito o canto de Iemanjá, Oi tem areia, oi tem areia, oi tem areia }
Sempre faz o pescador chorar No fundo do mar tem areia }BIS
Quem escuta a Mãe d'água cantar -----------------------------------------------------------------------
Vai com ela pro fundo do mar } BIS Toque: Vibração
Áudio: ???
Ie, Iemanjá } BIS Quanto nome tem a Rainha do Mar? } BIS ♫
Rainha das ondas sereia do Mar } BIS Dandalunda, Janaina, Marabô, Princesa de Aioca,
----------------------------------------------------------------------- Inae, Sereia, Mucuna, Maria, Dona Iemanjá.
Toque: Nagô Onde ela vive? Onde ela mora?
Minha sereia rainha do mar } Nas águas, Na loca de pedra,
O canto dela faz admirar } Num palácio encantado, No fundo do mar.
Minha sereia é moça bonita } O que ela gosta? O que ela adora?
Nas ondas do mar aonde ela habita }BIS Perfume, Flor, espelho e pente
----------------------------------------------------------------------- Toda sorte de presente Pra ela se enfeitar.
Toque: Nagô Como se saúda a Rainha do Mar? } BIS
O Mar tem segredos } Alode, Odofiaba, Minha-mae, mãe-d’água, Odoya!
Que eu não posso revelar } BIS Qual é seu dia, Nossa Senhora?
Tem conchinhas tem areia É dia dois de fevereiro
Tem as ondas e as Sereias Quando na beira da praia Eu vou me abençoar.
Tem Mamãe Iemanjá que é a Rainha do Mar O que ela canta? Por que ela chora?
----------------------------------------------------------------------- Só canta cantiga bonita
Toque: Nagô Chora quando fica aflita Se você chorar.
Odoiá, Odociaba Quem é que já viu a Rainha do Mar? } BIS
Iemanjá hoje é seu dia que beleza Pescador e marinheiro que escuta a sereia cantar
Salve a sereia do mar É com o povo que é praieiro
Lá vou prá beira do mar Que dona Iemanjá quer se casar.
Levar flores prá mãe Iemanjá -----------------------------------------------------------------------
É a minha oferenda Toque: Nagô
À rainha suprema do mar Áudio: ???
Venha comigo irmão } Que canto lindo que vem lá do mar } ♫
Vamos á beira do mar } Parece que as ondas estão a cantar }BIS
É dois de fevereiro } Ie, Iemanjá, rainha das ondas a dona do mar }BIS
Hoje é dia da Mãe Iemanjá }BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô

Toque: Nagô
Quem quiser viver sobre a Terra
Oh dai-me licença ê, oh dai-me licença Quem quiser viver sobre o Mar
Alodê Iemanjá ê dai-me licença } BIS Do Mar salve as Sereias, }
Oi dai-me licença ê, oi dai-me licença } BIS Da Terra salve Seu Beira Mar } BIS
----------------------------------------------------------------------- Arue, Rue, arue, rua, Arue, Iemanjá } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Salve as conchinhas de Prata, salve quem aqui esta
Salve a Mamãe Sereia, Rainha, Mãe Iemanjá
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 103 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
Autor: Adriana Batista Toque: Nagô
Toque: Nagô Um barco no mar navega, Em noite de lua cheia
Salve Iemanjá, A rainha das ondas, soberana do mar Desliza nas águas fundas,
Oh, Iemanjá, Olha seus filhos, sua força é divina Vai de encontro à mamãe sereia
Oh Rainha do mar Não há como se perder, Se você seguir as estrelas
Oh Sereia tão formosa } Mas se o céu escurecer, Cante bem alto para vê-la
Mãe das águas de Oxalá } Mareá, Mareá, Mareá Mamãe Sereia
Sua força é divina } Mareei, mareei, Senhora das Candeias
Senhora Soberana } Fui marinheiro, fui capitão, Da esquadra de Oxalá
Oh Rainha do mar }BIS Hoje sou um simples pescador,
----------------------------------------------------------------------- E sou filho de Iemanjá
Toque: Nagô Tenho seu semblante no braço,
Áudio: ???
Senhora do rosário foi quem me trouxe aqui }BIS ♫ E seu carinho no coração
A água do mar é santa, eu vi eu vi eu vi }BIS Venho de branco lhe saldar,
----------------------------------------------------------------------- E lhe dar minha devoção
Mareá, Mareá, Mareá Mamãe Sereia
Toque: Nagô
Mareei, mareei, Senhora das Candeias
Sonhei que estava na beira da Praia
Trago flores para Iara, Perfumes a Macunã
Olhando as ondas do Mar
Janaina e Inaê, São as estrelas da manhã
No céu tinha muitas estrelas,
Mareá, Mareá, Mareá Mamãe Sereia
A lua estava a brilhar
Mareei, mareei, Senhora das Candeias
Perdido no mundo eu estava
-----------------------------------------------------------------------
Sem ter em quem me apoiar
De repente uma voz me falou baixinho Toque: Nagô

Tenha fé em Oxalá Vai meu barquinho sereno }


Era ela nas ondas do mar Vai poara longe no mar }
Que coisa mais linda Mamãe Iemanjá Leva essa nossa oferenda }
Era ela nas ondas do mar Pra nossa Mãe Iemanjá }BIS
Estendendo suas mãos para me abençoar Leva nosso canto de fé }
----------------------------------------------------------------------- A nossa humilde oração }
Peça à rainha do mar }
Pra que nos de proteção }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Vai ter festa no mar
Sereia vai cantar
Vem, oh doce Iabá
Salve a sereia do mar
Vai ter festa no mar
Sereia vem trabalhar
Sereia, oh, de iabá
Salve a sereia do mar
E a benção da Mãe Iemanjá
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 104 de 239 Índice Geral


IEMANJÁ
Toque: Nagô
Vamos saravá, mãe Iemanjá
Vamos todo mundo jogar flores no mar
É do mar, é do mar, é do mar
É do mar, minha Mãe Sereia
Papai risca ponto na pedra
Mamãe risca ponto na areia
-----------------------------------------------------------------------

SUBIDA DE IEMANJÁ
Toque: Nagô
A onda do Mar rolou, a onda do Mar rolou } BIS
Os filhos de Iemanjá a onda do Mar levou } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
A onda que te trouxe é que te leva para o mar } BIS
Auê, auê, Auê, Iemanjá } BIS
Vai com a onda vai, Vai com a onda vem, }
Vai com a onda vai, }
Com a onda eu vou também }BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio: Ogãs Cadinho do Ogum, Sandrinho do Badú e Ailson
O navio apitou vai de mar a fora } BIS ♫
É nossa mãe que já vai embora }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 105 de 239 Índice Geral


OMOLU
OMOLU Toque: Ijexá
Áudio: Aldeia de Caboclos
PONTOS DE LINHA
Toque: Nagô Na pedra fria, No pé do morro } ♫
Andei, andei Papai, pra conhecer } Dizem que mora, Um velho lá }BIS
A minha Vida Papai, é padecer } BIS Ele é curador, Ele é rezador }
Oh abra as portas e venha receber } Ele é Xapanã, Ele vai me curar }BIS
Velho Omolu Atoto Obaluaye } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Toque: Nagô Obaluaiê, é meu Orixá } BIS
Áudio:??? Seu tesouro é ouro }
Cadê a chave do baú, ta com o mestre Omolu} BIS ♫ Oh Kairê, Oh Kairá } BIS
Seu Omolu e, seu Omolu e, -----------------------------------------------------------------------
Seu Omolu e, Omolu é Orixá } BIS
Toque: Nagô
Saravá Seu Omolu, Omolu e e } BIS
Obaluaiê que vem pra me curar } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Ele vem de longe, vem pra trabalhar
Toque: Nagô Coberto com seu azê
Casinha Branca, caiada de Sape } BIS E seu xaxará na mão
É do Velho Omolu Atoto Obaluaye } BIS Obaluaiê, me cura com sua oração } BIS
Atoto Obaluaye, Atoto Baba, } -----------------------------------------------------------------------
Atoto Obaluaye, Atoto é Orixá } BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Omolu é Tata com sua Lança } BIS
Toque: Barravento Com sua bengala }
Áudio:???
Ele é um grande Orixá, ♫ E seu amuleto ele também dança } BIS
Ele é o Chefe da Calunga -----------------------------------------------------------------------
Ele é Seu Atoto, Obaluaê } BIS Toque: Nagô
Áudio: ???
-----------------------------------------------------------------------
Perdão Obaluaê, perdão ♫
Toque: Congo Perdão a Orixalá, perdão
Áudio: Martinho da Vila
Era um velho muito velho ♫ Perdão a meu Deus do céu, perdão
Que morava numa casa de palha Obaluaê perdão }BIS
Na beira da casa ele tinha Oh rei do mundo }BIS
Velômê miguê sangue, miguê sanguê velômê Perdão Obaluaê,
Do seu alangue Ele vem do mar, Obaluaê
----------------------------------------------------------------------- Ele é forte, ele venho Obaluaê
Salvar
Toque: Nagô
A tô tô lua Obaluaiê
Há quanto tempo }
Cambône sala na muxila gôlô-ê }BIS
Que eu andava te procurando}BIS
-----------------------------------------------------------------------
Obaluaye, Atoto } BIS
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Se ver um Velho no caminho pede a bênção } BIS
Toque: Nagô
Áudio: ??? Deus lhe a bençõe } BIS
Meu pai Oxalá é o rei venha me valer } BIS ♫ Deus lhe abençoe Obaluaê Deus lhe abençoe
O Velho Omolu, Atoto Obaluaye } BIS Deus lhe a bençõe } BIS
Atoto Obaluaye, Atoto Babá, } Deus lhe abençoe Obaluaê Deus lhe abençoe
Atoto Obaluaye, Atoto é Orixá } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 106 de 239 Índice Geral


OMOLU
Toque: Congo
Autor: Tião Casemiro
Áudio: Pérola de Iemanjá
Suas Flores sagradas são deborô ♫
Que limpam minha alma e tiram minha dor
Sua palha divina é seu ajê
Orixá poderoso é Obaluaê
Silêncio Atotô, Atotô Atotô Atotô Atotô ô }BIS
Senhor da Terra Senhor da vida
Senhor da chaga Senhor da Partida
Seu nome santo me faz refletir
da vida que eu levo e o que deixo aqui
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Congo, Congo de ouro
Áudio: Martinho da Vila
Vovô abauatê insumburê, ♫
Ô vovô abauatê insumburê
Insumburê eu sombumanguê } BIS
Insuba ketu guenda ê lembadilê
O cobaió infitekita cobaió, ketu do guenda
-----------------------------------------------------------------------
SUBIDA DE OMOLU
Toque: Nagô
Um passarinho cantava
E de repente ele voou, voou
Seu Omolu é quem vai passando pela estrada }
Seu Omolu Atoto } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 107 de 239 Índice Geral


NANÃ BURUQUÊ
NANÃ BURUQUÊ Toque: Nagô
PONTOS DE LINHA Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS
Toque: Nagô Na ponta da fita tem dendê
Áudio: ???
Atraca, atraca, ♫ É Nana, é Nana Buruquê
Que aí vem Nanã, e á Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS
Atraca, atraca, Quem é mãe de Obaluaê
Que aí vem Nanã, e á É Nana, é Nana Buruquê
É Naná, é Oxum, Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS
É Sereia do mar, e á Eu já saudei Oxum, Eu já saudei Iansã
É Nanã, é Oxum Agora é você vamos Saravá Nana Buruquê
Que vem nos saravá, é á. Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS
----------------------------------------------------------------------- Quem desmancha mandinga pra ajudar você
É Nana, é Nana Buruquê
Toque: Nagô
Ererererere, vamos Saravá Nana Buruquê } BIS
Atraca, atraca, quem vem na Onda é Nanã
-----------------------------------------------------------------------
É Nanã, é Oxum é quem vem trabalhar e ah } BIS
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio: ???
Toque: Nagô Fui chamado de cordeiro ♫
Áudio: ???
Mas não sou cordeiro não
Deusa das águas salobras ♫
Preferir ficar calado que falar e levar não
A ti sempre louvarei
O meu silêncio é uma singela
Nas horas da aflição
Oração a minha santa de fé
Sei que vai me socorrer
Meu cantar vibram as forças
Se as mazelas me atingirem
Que sustenta meu viver
Sei que há de me curar
Meu cantar é um apelo que eu faço a nanã ê
Se houver espinhos em meus caminhos
Sou de Nanã Ê UÁ Ê UÁ Ê UÁ Ê }BIS 2x
Sei que há me livrar
O que peço no momento é silêncio e atenção
Ê, ê, ê }
Quero contar sofrimento que passamos sem razão
Saluba ê, }
O meu lamento se criou
A mais velhas Yabá }
Na escravidão que forçado passei
Mãe de Obaluaê }BIS
Eu chorei sofri as duras dores da humilhação
Vovó governe a minha vida
Mas ganhei pois eu trazia nanã ê no coração
Vovó venha me valer
Sou de Nanã Ê UÁ Ê UÁ Ê UÁ Ê }BIS 2x
Ó minha santa tão querida
-----------------------------------------------------------------------
Te louvo Nanã Buruquê
Ê, ê, ê } Toque: Nagô

Saluba ê,} Minha mãe é Nanã


A mais velhas Yabá } É o orixá mais velho do céu!
Mãe de Obaluaê }BIS Nanã, ô Nanã Buruquê...
----------------------------------------------------------------------- Firma seus filhos
Agora eu quero ver!
Toque: Ijexá
Áudio: ??? Senhora Santana
Ela é sinda, é Orixá } ♫ Dai-nos vossa proteção!
Senhora do poço, a mais velha iabá }BIS Valei-nos avó de aruanda!
Ela é das águas salobras e vem sempre nos valer Valei-nos com sua benção!
Ela é dona da chuva, mãe de Obaluaê Com seu manto consagrado!
Com seu manto roxo, ilumina o meu viver Com sua estrela bendita!
Senhora Sant'Anna, salve Nanã Buruquê Valei-nos senhora Nanã
----------------------------------------------------------------------- Livrai-nos das horas aflitas!
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 108 de 239 Índice Geral


NANÃ BURUQUÊ
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? O mar roncava,
Nanã das águas paradas ♫ Entre as pedras se batia
É mãe dos Orixás Ao gemido da mãe d`água,
Nanã afasta essas mágoas A sereia respondia
Me afaga pra eu não chorar São flores, são flores
Nanã que tem o amor no peito } São flores para Nanã Buruquê
Da um jeito da tristeza passar }BIS São flores, são flores
----------------------------------------------------------------------- Do seu filho Obaluaiê
Toque: Nagô Nas noites de agonia
Nanã é mãe dos Orixás! Ele é quem vem nos valer
Está na terra e na cachoeira É seu filho Nanã, é meu Pai
E está no mar! Ele é Seu Obaluaiê
Eu vou pedir à boa Nanã São flores
Que abençoe seus filhos e seu Ogã! -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Oh Iemanjá oh Iemanjá!
Nanã, ó minha mãe Nanã! } BIS Que linda sereia nadando
Protege os seus filhos, Areia nas águas do mar
Segure o meu congá... Vai dizer pra Santana
Eu sou de jurema Que toda semana eu rezo pra ela
E eu quero trabalhar! Em seu louvor é Nanã Buruquê! É Nanã Buruquê!
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Nanã vem das neves, Oh, Nanã, cadê Oxum?
Ela vem das ondas do mar } BIS Oxum tá nas ondas do mar!
Saravá, Oxumaré Ela é dona do reinar!
Saravá a sereia do mar Salve Oxum!
Saravá Naná Buruquê Saluba } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Oi nas ondas do mar
Naquela fazenda Eu vi Nanã!
tem uma moça tão velha Oi Nanã Buruquê...
Naquela fazenda -----------------------------------------------------------------------
tem uma moça tão velha
Toque: Nagô
Ela é Nanã é Buruquê Salubaê, salubaê Nanã
Ela é dona de cacourocaia salubaê Nanã
Ela é Nanã é Buruquê oi Nanã Buruquê
Ela é dona de cacourocaia -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
São flores Nanã, são flores,
São flores Nanã Buruquê
São flores Nanã, são flores, do seu filho Obaluaê
Nas horas de agonia é ele quem vem nos valer
É ele Nanã, É meu Pai, é seu filho Obaluaê } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 109 de 239 Índice Geral


NANÃ BURUQUÊ
Toque: Nagô
Senhora Santana, Mãe de misericórdia!
Eu vou pedir a ela Pra ela pedir a deus...
Oh, minha mãe, rogai por mim!
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Senhora Santana, Quando andou pelos montes
Por onde passava deixava uma fonte }BIS
Os anjos que vinham beber água nela,
Qua água tão limpa, senhora tão bela.
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Senhora Santana, Senhora Nanã
Abençoe os seus filhos, tirando todo mal,
Com seus anjinhos ela chega devagar
Trazendo a benção de Papai Oxalá
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Treca, treca, que eu vi Nanã, Bangu, bangulê!
Treca, treca que eu vi Nanã, auê...
Treca, treca que eu vi Nanã,
Que eu vi Nanã Buruquê!
Pergunte à sua canhanha
Se eu vi Nanã, Se eu vi Nanã Buruquê!
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 110 de 239 Índice Geral


OXUMARÉ
OXUMARÉ Toque: Nagô
PONTOS DE LINHA Nas águas da cachoeira quem reluz é Oxumarê
Toque: Nagô A serpente vem serpenteando
Arroboboi Oxumarê, Arroboboi Oxumarê Descarregando filhos de fé
Arroboboi Oxumarê, Oxumarê Ai, ei, eu mamãe Oxum, Ode, Ode Oxumarê
O arco-íris colorindo a passarela, A Umbanda tem sua magia,
Para Oxumarê passar E toda beleza do candomblé
Os Orixás estão em festa, Oi deixa a gira girar Oxumarê, Oxumarê ele é seu filho de fé }bis
Bata palma Mãe Pequena, Batam palmas Yaôs Nas águas da cachoeira eu vi um filho de fé
Firma o ponto meu Ogã, No rufar de seu tambor Oi salve mamãe Oxum o salve Oxumarê
Bata palma Mãe Pequena, Batam palmas Yaôs O me quebra cabaça angorô, Dandalunda sesse
Firma o ponto meu Ogã, No rufar de seu tambor }BIS
Olha lá o arco-íris, Fazendo a natureza chorar Aimé, Aimé, angorô }
Menino vira menina, Quando por baixo passar Sinho que Dandalunda sesse }BIS
Diz a crendice popular -----------------------------------------------------------------------
O rei ficou ciente, De tudo que aconteceu,
Toque: Nagô
Porque foi que os rios secaram e o céu, escureceu
Oxumarê, marê Marê, na Marê Marê, Marê na aldeia
E os negros africanos
Oxumarê, marê Marê, na Marê Marê, Marê incendeia
E Os negros africanos
Olha a serpente de ouro, atravessando o congal
Com a sua devoção, quando vêem o arco-íris
Suas escamas abertas vêm retirar todo mal
Fazem essa louvação, (Arroboboi)
No meio do arco-íris, conduz a minha fé
Arroboboi Oxumarê, arroboboi Oxumarê
Ele e um nobre guerreiro, Ele é Oxumarê marê
Arroboboi Oxumarê, Oxumarê
Oxumarê vem ensinar o seu filho
O arco-íris anunciou, a renovação divina
Trazendo ouro e magia e muita sabedoria
Foi pai Oxumarê que abençoou, Com sua luz,
Meu coração que transborda, de alegria sem fim }
colorida cristalina
Meu pai Oxumarê, vem cuidar de mim (de mim) }BIS
Foi pai Oxumarê que abençoou, Com sua luz,
-----------------------------------------------------------------------
colorida cristalina
Toque: Nagô
São sete cores seres divinos
Quando a chuva surgia,
Sete esplendores, celestes mimos
Com a espada de bronze, ele desfazia
São sete cores seres divinos
Riscando o céu de um lado pro outro,
Sete esplendores, celestes mimos
A chuva parava e o arco-íris surgia
-----------------------------------------------------------------------
Abriu-se um lago sobre luz de Orumilá
Toque: Nagô Em uma dança tão divina que o Sol veio brilhar
Áudio: Tião Casemiro
Marê, Marê, Marê } ♫ Oxumarê rei das cachoeiras
Marê, Marê, Marê, Marê, Oxumarê }BIS Junto com mamãe Oxum
Ele gira no tempo, ele gira no sol E pai Xangô lá das pedreiras
Sob as cores do arco-íris Quando a chuva surgia,
E a claridade do sol Com a espada de bronze, ele desfazia
Tempo ele é cobra Riscando o céu de um lado pro outro,
Tempo ele é mulher A chuva parava e o arco-íris surgia
Com a força da natureza ele e Oxumarê -----------------------------------------------------------------------
Marê, Marê Toque: Nagô
Marê, Marê, Marê Sete cores ele traz, Sete cores de magia
Marê, Marê, Marê, Marê, Oxumarê Sete são as leis da Umbanda
----------------------------------------------------------------------- Sob a luz de Oxalá
Na beira da cachoeira, A serpente eu vi girar
Era o pai Oxumarê, Vindo nos Abençoa
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 111 de 239 Índice Geral


LOGUN EDÉ
LOGUN EDÉ
PONTOS DE LINHA
Toque: Nagô
Áudio: Clara Nunes
Menino caçador, Flecha no mato bravio ♫
Menino pescador, Pedra no fundo do rio
Coroa reluzente, Todo ouro sobre azul
Menino onipotente, Meio Oxóssi, meio Oxum
Menino caçador, Flecha no mato bravio
Menino pescador, Pedra no fundo do rio
Coroa reluzente, Todo ouro sobre azul
Menino onipotente, Meio Oxóssi, meio Oxum
Eh..., quem é que ele é?
Ah..., onde é que ele está?
Axé, menino,axé!
Fara Logun, Fara Logun, Fá
Axé, menino,axé!
Fara Logun, Fara Logun, Fá
Menino, meu amor, Minha mãe, meu pai, meu filho
Toma teu axoxô, Teu onjé de coco e milho
Me dá do teu axé, Que eu te dou teu mulucum
Menino, doce mel, Meio Oxóssi, meio Oxum
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 112 de 239 Índice Geral


IROKO
IROKO
PONTOS DE LINHA
Toque: Nagô
Áudio: ???
Iroko, Iroko ê, ê ê ♫
Iroko Iroko, ah
No tronco da gameleira, }
Meu Iroko eu vou louvar }BIS
Iroko a seus pés o céu surgiu
Berço de Obatalá
Lá pro mundo ele sorriu
Iroko ê
Iroko, Iroko ê, ê ê
Iroko Iroko, ah
No tronco da gameleira }
Meu Iroko eu vou louvar }BIS
Iroko suas folhas como um véu
Cubrirão um dia o céu
Que Obatalá criou
Iroko ê
Iroko, Iroko ê, ê ê
Iroko Iroko, ah
No tronco da gameleira }
Meu Iroko eu vou louvar }BIS
Iroko, Orixá da Gameleira
Vou rezar a vida inteira
Uma reza em seu louvor
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 113 de 239 Índice Geral


VIBRAÇÃO DAS SETE LINHAS
VIBRAÇÃO DAS SETE LINHAS Toque: Ijexá
Áudio: Engoma do Pai Maneco
SETE LINHAS
Toque: Ijexá Eu corri terra, eu corri Mar ♫
Áudio: Engoma do Pai Maneco Até que eu cheguei na minha raiz
Choramingando as minhas mágoas } ♫ Ora viva Oxóssi na mata, }
Não vou a lugar nenhum } Que a folha da Mangueira ainda não caiu } BIS
Antes eu gritasse antes eu berrasse } -----------------------------------------------------------------------
Chamando por Ogum, Ogum Ogum } BIS
Toque: Ijexá
-----------------------------------------------------------------------
Mais uma vez Meu Pai Xangô me ajudou }
Toque: Ijexá Neste Terreiro eu vou cantar em seu louvor } BIS
Nesta Casa de Guerreiro, Ogum ♫ Xangô é Meu guia, é meu protetor }
Vim de longe pra rezar Ogum Na tristeza e na alegria nunca me abandonou } BIS
Rogo a Deus pelos Doentes Ogum É Senhor dos Raios, é Deus do trovão
Na fé de Obatala Ogum E a sua machadinha, Xangô trás ela na mão
Ogum Salve a Casa Santa Ogum Com a sua Justiça ele vem nos ajudar
Os presentes e os ausentes Ogum Na tristeza e na alegria Eu vou sempre te saudar
Salve nossas esperanças Ogum Meu Pai, Meu Guia, Minha Luz, Minha Proteção }
Salve Velhos e Crianças Ogum Te peço humildemente }
Nego Velho ensinou Ogum Que abençoe meus irmãos } BIS
Na cartilha de Aruanda Ogum -----------------------------------------------------------------------
E Ogum não esqueceu Ogum
Como vencer a demanda Ogum DESCARREGO DOS ORIXAS
Toque: Nagô
A tristeza foi embora Ogum Áudio: Engoma do Pai Maneco
Na espada de um guerreiro Ogum Ogum bateu na terra, no raio de Xangô ♫
E a luz do Romper da Aurora Ogum Toda a poeira que sobrou
Vai brilhar neste terreiro Ogum Oxum pra Aruanda levou, levou, levou
----------------------------------------------------------------------- Licença de Oxóssi ela ganhou
Toque: Ijexá Na onda de Iemanjá, Iansã do barravento
Áudio: Engoma do Pai Maneco Pro Oxalá tudo levou, levou, levou
Hoje é o Dia de Nossa Senhora, ♫ -----------------------------------------------------------------------
De Nossa Mãe Iemanjá
Calunga e, e, e, e Calunga a, a, a, a DESCARREGO DE IEMANJÁ
Toque: Nagô
Brilham as estrelas no céu, Descarrega, descarrega, todo o Mal que aqui está
Brincam os peixinhos no mar Leva, leva, leva, tudo pro fundo do Mar,
Calunga e, e, e, e Calunga a, a, a, a -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
DESCARREGO DE OGUM
Toque: Ijexá Toque: Nagô
Áudio 1: Juliana D’ Passos
Áudio 2: Engoma do Pai Maneco Querem destruir o Meu Reinado } BIS
Eu vi mamãe Oxum na cachoeira } ♫ Mas Ogum está de frente e não vai ficar parado}BIS
Sentada na beira do rio } BIS Eu sou filho de Ogum }
Colhendo lírios, lírio e, Colhendo lírios lírio a } E feitiço nenhum vai virar pro meu lado } BIS
Colhendo lírios pra enfeitar nosso Congá } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
DESCARREGO DE OXÓSSI
Toque: Ijexá Toque: Nagô
Vem Oh Vento vem, Sopra bem forte Olha o Meu tigre, Dente de Sabre }
E traz pra esse Jacutá Vem trabalhar pra tirar mandinga } BIS
A forca Divina de Iansã E a bênção de Oxalá O Descarrega, descarrega agora }
Vem Oh Vento e traz também } Leva pras Matas de Nossa Senhora } BIS
A paz e a esperança para quem não tem } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 114 de 239 Índice Geral


VIBRAÇÃO DAS SETE LINHAS
DESCARREGO DE XANGÔ
Toque: Nagô
Quebra Coco na pedreira, quero ver arrebentar
Quem demanda com meus filhos
Eu também sei demandar
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 115 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
PRETOS VELHOS PAI BENEDITO DE ARUANDA
FEITICEIRO NEGRO Toque: Nagô
Autor: Carlos Buby Pai Benedito é feiticeiro, em Aruanda justiceiro
Toque: Ijexá
Áudio: Carlos Buby Tira olhados e mirongas, com ervas sabe curar
Por que tantos desamores ♫ Em terreiro ele demanda,
Contra os feiticeiros negros Quando desce na Umbanda
Que só querem levar flores para Iemanjá Pai Benedito chegou e seus filhos saravou } BIS
Rebater nos seus tambores os açoites da vida -----------------------------------------------------------------------
E com a alma redimida fazer festa no mar Toque: Nagô
Iemanjá Sobá, Miregun, Iyabá Áudio:???
Senhora das Candeias Odoiyá Pai Benedito é preto, sadona, } ♫
Por que tantas palavras contra os feiticeiros negros Ele mora no roseiral } BIS
Que só querem liberdade pra saudar Xangô Ele é Preto e tem coroa, sadona }
Relembrar nos seus tambores a história perdida Ele é chefe de Congá } BIS
E com a alma redimida cantar em seu louvor -----------------------------------------------------------------------
Xangô Agodô é Justiça e Amor Toque: Nagô
Xangô Agodô, Kaô Kaô Quem é aquele velhinho que vem no caminho
Por que tantos preconceitos Andando devagar, com seu Cachimbo na boca
Contra os feiticeiros negros Pitando a fumaça e jogando pro ar
Se a cultura do amor não discrimina cor Ele é do Cativeiro, }
O navio negreiro já miscigenou Ele é Pai Benedito Ele é Mirongueiro } BIS
E em cada negro tem um branco -----------------------------------------------------------------------
Que a princesa libertou PAI ANTONIO
É hora de dançar para o rei Nagô Toque: Nagô
Áudio:???
É hora de cantar o que Zumbi ensinou
Que fumaça cheirosa vovô } ♫
Ojú Obá ô Zaze ê }BIS
Sai do seu cachimbo }BIS
Ô Zaze ê Ojú Obá
Não sei se é Arruda ou Manjericão }
Ojú Obá ô Zaze ê
Só sei que essa fumaça }
-----------------------------------------------------------------------
Faz bem ao meu coração }BIS
PAI AMBRÓSIO Meu Pai Antonio de Angola }
Toque: Nagô
Protetor, bondoso guia }
Chegou Pai Ambrósio chegou }
Ele traz no patuá o feitiço da Bahia }BIS
Pra salvar os filhos de fé } BIS
Que fumaça cheirosa vovô }
Na Umbanda só vence com Amor }
Sai do seu cachimbo }BIS
E ele vem na linha do Senhor } BIS
Não sei se é Arruda ou Manjericão }
-----------------------------------------------------------------------
Só sei que essa fumaça }
PAI ANDRÉ Faz bem ao meu coração }BIS
Toque: Nagô Enquanto a senzala dormia }
Com flores brancas, minhas almas vou louvar }
Sua oração fazia }BIS
Com seu perfume também vou me perfumar } BIS
Ajoelhado pedia, }
Mamãe Oxum ilumina,
Clemência a Jesus e a Virgem Maria }BIS
Minha fé vem de Aruanda }
-----------------------------------------------------------------------
Vem chegando Pai André ele é de Guiné } BIS
----------------------------------------------------------------------- PAI BERNARDO
Toque: Nagô
Lá vem Pai Bernardo }
Com a Pemba e seu Apito} BIS
Vem de Congo, Vem de Mujongo, }
Vem tirar mandinga, Que o Filho tem, } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 116 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
PAI CIPRIANO PAI JEREMIAS
Toque: Nagô Toque: Congo, Barravento
Pai Cipriano vai chegar agora } Canoeiro, Canoeiro, o que trás nessa canoa
No navio negreiro com escravos de Angola } BIS Trago Pemba, trago Guia, Jeremias vem na Proa
Veio de Bantu, Congo e Guiné } Canoeiro, Canoeiro, o que trás nessa canoa
Trazer a Umbanda } Trago Pemba, trago Guia e o Rosário de Maria
E Capoeira a quem tem fé } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
PAI JOAQUIM DE ANGOLA
Toque: Nagô
PAI CONGO Áudio: Engoma do Pai Maneco
Toque: Nagô
Áudio:Engoma do Pai Maneco E na aroeira de São Benedito, } ♫
Pisa na Linha de Congo, Meu filho, filho meu } ♫ Santo Antonio mandou me chamar } BIS
Pisa na Linha de Congo, devagar, filho meu }BIS Pai Joaquim e, e, Pai Joaquim e a }
Pisa na Linha de Congo, destemido, filho meu Pai Joaquim venho de Angola, }
Pai Congo trabalha na Umbanda Pai Joaquim vem Angola, Angola } BIS
Pra lhe ajudar olha o Congo a girar -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Oi Din, din, din, din, din, din }
PAI FIRMINO DE ANGOLA
Toque: Nagô Vamos Saravá Pai Joaquim } BIS
Eu sou Firmino, venho de Angola } Já engomei meu Pandeiro }
Sou Quimbandeiro no Romper da Aurora } BIS Já afinei minha viola, agora vou pro terreiro }
Sou da Calunga, Sou feiticeiro } Chegou Pai Joaquim de Angola } BIS
Trago mironga, Sou Angoleiro } BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Nagô
Áudio:???
PAI FRANCISCO Que preto é esse, oh calunga } ♫
Toque: Nagô
Hoje é dia de Gira de Preto, } Que chegou agora, calunga }BIS
Pai Francisco vamos chamar } BIS É Pai Joaquim, oh calunga }
Hoje é Dia de Gira de Preto Que venho da Angola, calunga }BIS
Pai Francisco vai chegar -----------------------------------------------------------------------
Pai Francisco é de Congo, ele é filho de Iemanjá } Toque: Nagô
Ele vem nesse terreiro, ensinar filhos a rezar } BIS Tem Dendê Meu Zé Fio, Oi Tem Dendê } BIS
----------------------------------------------------------------------- A Bengala do Pai Joaquim }
Bate devagar mas pode doer}
PAI GUINÉ O Rosário do Pai Joaquim }
Toque: Nagô
Áudio:??? Tem mironga pra benzer} BIS
É o vento que balança a Folha Guiné } ♫ Tem Dendê Meu Zé Fio, Oi Tem Dendê } BIS
É o vento que balança a Folha, } BIS -----------------------------------------------------------------------
É, é, é Pai Guiné, }
É o vento que balança a Folha} BIS
-----------------------------------------------------------------------

PAI JACÓ
Toque: Nagô
Pai Jacó vem de Angola }
Ele vem devagarzinho } BIS
Desfiando seu Rosário, }
Cantando pelo Caminho}BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 117 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
PAI JOAQUIM DE XANGÔ Toque: Nagô
Toque: Nagô Olha quem vem, vem de Aruanda
Xangô está no Alto da pedreira } Olha quem vem nos abençoar
E Pai Joaquim guarda a Cachoeira } BIS Olha quem vem vencer demanda
Águas limpas, cristalinas, correm pro rio } Pai João de Benguela vem nos ajudar
Onde Oxalá se batizou } BIS Com seu cajado, com seu cachimbo
Preto Velho Pai Joaquim é filho de Xangô Com alegria, com carinho e muita fé
É Guardião da Cachoeira Ele vem chegando, ele vem desce ndo }
Do rio que Oxalá se batizou Neste Congá pra nos saravár }BIS
Águas limpas, cristalinas, correm pro rio } Ele é nosso Pai João de Benguela }
Onde Oxalá se batizou } BIS Pai João de Benguela vem nos ajudar }BIS
Na pedreira junto da cachoeira -----------------------------------------------------------------------
Preto Velho se abençoou Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Áudio:???
Pai João vai sacudir a toalha no Congá }BIS ♫
Toque: Nagô
Xangô me chamou, Pai Joaquim lá na pedreira } No terreiro de Pai Joaquim ele vem trabalhar }
Vem de longe Pai Joaquim } Ele vem sarava }BIS
Trabalhar na cachoeira } BIS -----------------------------------------------------------------------
Xangô me chamou, Pai Joaquim lá na pedreira } Toque: Nagô
Áudio:???
Pai Joaquim chama seus filhos }
Se a pedra é dura } ♫
Pra benzer na Cachoeira } BIS
È dura de quebrar }
-----------------------------------------------------------------------
Coração que nao bambeia }
PAI JOÃO Hoje tem que bambear, }BIS
Toque: Nagô Eu pisei na pedra }
Na Angola tem um velho que caminha devagar E a pedra balanceou }
Chama Pai João vamos trabalhar } BIS O mundo estava torto }
----------------------------------------------------------------------- E pai joao indireitou }BIS
Toque: Nagô É Pai João é quem abre os caminhos
Na igreja do Nosso Senhor do Bonfim } Pai João é quem abre o Congá
Tem Preto Velho sentado na porta } BIS Segura sua cangira meu Pai João }
Ele é Pai João, ele é Pai João, ele é Pai João } BIS Nao deixa esse Congá virar }BIS
Ele vem trabalhar, ele vem no Congá, } -----------------------------------------------------------------------
Ele vem saravár } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
O Preto Velho que nasceu no cativeiro
Hoje desce no terreiro, Descalço de pé no chão
Pega na pemba, risca ponto e faz mironga }
Saravá Maria Conga, Saravá meu Pai João } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 118 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: Noriel Vilela Áudio:???
Se segura que agora eu vou correr } ♫ Quem tem a cabeça tão grande ♫
Meio mundo e seu caso resolver } Quem tem esse olhar penetrante
Vou tirar de suncê amarração } Quem vem numa nave de prata
Que faz suncê brigar com o seu patrão } De um mundo distante
Vou buscar o seu rabo de saia } É o Pai José que chega agora nesse instante }BIS
Que partiu sem falar com você } Pai José que chega agora }
Se segura que agora eu vou correr } Chega agora nesse instante }BIS
Meio mundo e seu caso resolver }BIS -----------------------------------------------------------------------
Óia, moleque, tô vendo suncê enrolado Toque: Vibração
Seu banco sumiu, também tem mal olhado Áudio: ???

E um promessado sem seu pagador Um grito de liberdade, e a corrente se quebrou ♫


Diz se suncê quer é somente Um grito de liberdade, Um grito me acordou
Toque: Ijexá
Que faça um banhado Dentro de um canavial, um negro se libertou
E não conte a sua vida E lá não tinha pra ele, nem chibata e nem feitor
Nem pra convidado E lá não tinha pra ele, nem senzala e nem senhor
E que tem mais fé nesse seu protetor! Toque: Barravento
----------------------------------------------------------------------- José de aruanda, é um grande lutador
Toque: Nagô Hoje baixa no terreiro, traz a paz e amor
Tem alegria de Preto } Sua sabedoria, Seus ensinamentos }BIS
Pra chegar neste Congá } Vão de canto a canto, Aliviando o sofrimento }BIS
Pai João de Benguela, sua bençõa, Saravá }BIS Vem na força da reza, Vem na força das ervas }BIS
Trazendo humildade e amor Vem tirando todo mal, A mandinga ele quebra }BIS
O seu ponto ele vai firmar Foi Xangô quem lhe trouxe, Zambi lhe corou
Preto Velho de Umbanda chegou } Agradeço dia-a-dia, viva Deus, nosso Senhor }BIS
Com licença de Oxalá }BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
PAI JOSIAS
Toque: Nagô
PAI JOBIM
Toque: Nagô Oi Salve Deus, Salve os Pretos Velhos de Aruanda
Santa Rita me Saravá, } Pai Josias chegou, no terreiro de Umbanda
Meu Senhor do Bonfim } BIS -----------------------------------------------------------------------
Chegou Povo Baiano, no terreiro de Umbanda }
PAI JULIÃO
Baixou Pai Jobim } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Pai Julião de Aruanda do reino de Zambi
Gira na Cangira pra seus filhos Saravá } BIS
PAI JOSÉ
Toque: Nagô Ele vem de tão longe, pra ver seu Congá
Ele vive no meio das flores, } Gira na Cangira pra seus filhos Saravá } BIS
Olhando o céu, beirando o mar } BIS -----------------------------------------------------------------------
Oh Meu Pai, que é Pai José }
PAI LOURENÇO
Que venho de Angola pra salvar filhos de fé } BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Preto Velho vem com a Folha Verde na mão }
Toque: Nagô
Vem benzendo seus filhos saravá seus irmãos}BIS
Pai José da Praia vem, vem aqui nos ajudar } Pai Lourenço é Preto vem trazendo o seu Axé}
Pai José da Praia vem, } Vem benzer os seus filhos }
Vem aqui neste Congá } BIS Com Folha de Guiné }BIS
Ele vem nos ensinar as palavras de Iemanjá -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 119 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
PAI LUIZ DE ARUANDA Toque: Nagô
Áudio Engoma do Pai Maneco
Composição: Gustavo Guimarães
Toque: Nagô Maneco chama feitiço } ♫
Áudio: ??? Quem faz feitiço é feiticeiro}BIS
Kâo, kâo, Xangô, } ♫
De Aruanda vem ordem do Velho}
Kâo, kâo, Xangô me chamou } BIS
Quem manda é velho faceiro } BIS
Olha o Nego arriou no terreiro, Kâo }
Feiticeiro pega Patuá, mandinga e suas ervas
Kâo Cabecile ele e Meu Protetor } BIS
E no terreiro vem dançar } BIS
Kâo, kâo, Xangô, }
Bate o pé, levanta a poeira, queima coisa ruim }
Kâo, kâo, Xangô me chamou } BIS
Salve o Feitiço do Velho Feiticeiro } BIS
Salve a Linha de Quenguele }
-----------------------------------------------------------------------
Pai Luiz de Aruanda ele vem me valer } BIS
----------------------------------------------------------------------- PAI MIGUEL
Toque: Nagô
PAI MALAQUIAS Na Angola tem um Velho }
Toque: Nagô Que caminha devagar} BIS
Ele vem lá de Aruanda com a Luz da Estrela Guia}
Ele é Pai Miguel vem na Banda trabalhar } BIS
Saudar filhos de Umbanda }
-----------------------------------------------------------------------
Ele é Pai Malaquias }BIS
Nas mãos Raios de Luz, no Coração traz sua guia PAI MIQUIMBA
Toque: Nagô
Oxalá pede pra abençoar }
Olha que lá vem Preto Velho, oiaiá }
O Preto Velho Pai Malaquias } BIS
Vem Pai Miquimba } BIS
Com Arruda e Guiné, reza os filhos que tem fé }
Traz o seu patuá, oiaiá
Preto Velho venho trabalhar, }
Vem fazer mandinga
E este Congá abençoar } BIS
Fé e forçar aos filhos, oiaiá
-----------------------------------------------------------------------
É uma coisa linda
PAI MANECO -----------------------------------------------------------------------
Autor: Ana Mendes e Cris Mendes
Toque: Nagô PAI SERAFIM
Chegou Pai Maneco de Aruanda Toque: Nagô
Vem no Terreiro pra vencer toda demanda Pai Serafim vem do Meio das Flores }
Preto Velho mandingueiro, Olhando o céu, beirando o mar } BIS
Vem cuidar do seu Terreiro Ele é Preto Velho de Umbanda }
Preto Velho rezador, vem curar-nos dessa dor Que vem de Aruanda para nos Salvar } BIS
É Preto Velho é Pai Maneco, vamos todos saravá -----------------------------------------------------------------------
É Preto Velho é Pai Maneco, saravá Pai Oxalá Toque: Nagô
Áudio:???
É Preto Velho é Pai Maneco, vamos todos saravá
Quando a noite é linda ♫
É Preto Velho é Pai Maneco, saravá Mãe Iemanjá
E a lua é cheia
-----------------------------------------------------------------------
Os vagalumes vem brincar junto a fogueira
Letra: Pai Maneco
Toque: Nagô
Tem um velho que fica contente
Áudio: ??? Acende o pito, e vem pitar perto da gente
Ele é Preto Velho, Preto sim senhor ♫ É Pai Serafim, é Pai Serafim
Ele é Pai Maneco meu filho Nego rezador É Pai Serafim que vem plantar nesse jardim
Ele tem chicote, não pra revidar É Pai Serafim ele é bom jardineiro
Ele aponta uma estrela meu filho Ele vem plantar amor e paz nesse terreiro
No reino de Iemanjá -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
PAI SERAPIÃO
Toque: Nagô
O Meu Senhor das Almas, Não me diga Não
Eu sou Preto feiticeiro, Me chamo Serapião
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 120 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
PAI TIÃO TIO ANTÔNIO
Toque: Nagô Toque: Nagô
Nasce o Sol de mansinho e Pai Tião a apreciar Axé, Axé, Axé, Tio Antônio é baiano,
Caminhando a Beira Mar venho saudar Iemanjá É preto de boa fé
Quem é de Congo, Congo Arue } Axé, Axé, Axé, Tio Antônio é baiano,
Firma na Areia que eu quero ver } BIS É preto de boa fé
Preto venho trabalhar e na praia gosta de morar Curimbeiro, ele gosta de cantar
Vive aqui no seu cantinho Canta Jongo, canta Samba, Improviso igual não há
com seu barco pra pescar Lá no terreiro, quando chega no congá
Quem é de Congo, Congo Arue } Ele saúda seus filhos, Pede a bênção a Oxalá
Firma na Areia que eu quero ver } BIS Juremeiro, ele é do catimbó
Pai Tião gosta do Mar, e aqui vem meditar Ele sabe muito bem como se desata nó
Sua Grande devoção e a Senhora da Conceição Contra mandinga ele sabe trabalhar
Quem é de Congo, Congo Arue } Quem tem sua proteção, Não carrega patuá
Firma na Areia que eu quero ver } BIS Axé, Axé, Axé, Tio Antônio é baiano,
----------------------------------------------------------------------- É preto de boa fé
Axé, Axé, Axé, Tio Antônio é baiano,
PAI TOMAS
Toque: Ijexá É preto de boa fé
Áudio: Engoma do Pai Maneco Vem da Bahia, de São Salvador
Oh Pai Tomás } BIS ♫ Com suas curas no terreiro ele é doutor
Vem no terreiro, vem trabalhar Lá na Curimba, quando chega faz assim
Filho de Zambi, ele é Filho de Oxalá Saúda mamãe Oxum e o Senhor do Bonfim
Oh Pai Tomás } BIS Mandingueiro, ele não é brincadeira
Vem no terreiro, vem trabalhar Tio Antônio é a alegria, Da Umbanda verdadeira
Sua falange tem licença de Oxalá Axé, Axé
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô
Áudio:???
Vem das bandas do sol nascente ♫ Pedi licença Mamãe Oxum }
Vamos salvar Pai Tomás Pedi licença a Pai Oxalá}
Vem curar corações e mentes Pedi licença ao Senhor do Bonfim }
Esperança ele sempre trás Pra Tio Antonio vir trabalhar } BIS
Não fuma, não bebe e não pita Quem vem de lá é de Paz }
É mensageiro da paz Que vai chegar no Congá}
Vamos salvar minha gente } É um baiano formoso, }
A corrente de Pai Tomas }BIS É Tio Antonio que vem trabalhar } BIS
----------------------------------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------

PAI TOMÉ TIO TONHO


Toque: Nagô
Toque: Nagô
Mãe Maria cadê Pai Tomé } Meu Sr. da Casa Grande não me bata por favor}
Foi no mato busca Guiné } BIS Não me amarre no seu Toco }
Diga a ele que quando vier } Me de seu perdão } BIS
Que suba as escada sem bate os pé } BIS Trago minha Forca, Luz, Amor e Gratidão
----------------------------------------------------------------------- Sou Tio Tonho, Que chegou neste Congá }
Sou Tio Tonho, Que chegou pra trabalhar } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 121 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
VOVO JOÃO Toque: Nagô
Toque: Nagô Ai Meu tempo, faz tanto tempo,
Áudio:??? Meu tempo que não volta mais
Mas ele vem caminhando lá de Angola } ♫
Quando negros de Aruanda }
Vovô João, chega aqui nesse Congá }
Cantava todos iguais } BIS
Trazendo a força das almas }
Preto Velho ficava sentado
Vovô João chegava para trabalhar }BIS
No Batique no velho portão
Xangô, me enviou um Orixá }
Preto Velho com sua Viola, }
Pra me ajudar e dar forças pra lutar }BIS
Preto Velho com seu Violão } BIS
Mas ele vem caminhando lá de Angola }
Na festa da Conceição
Vovô João, chega aqui nesse Congá }
Todo mundo pedia implorava
Trazendo a força das almas }
O menino pegava a Viola, }
Vovô João chegava para trabalhar }BIS
Preto Velho cantarolava } BIS
Xangô, me enviou um Orixá }
-----------------------------------------------------------------------
Pra me ajudar e dar forças pra lutar }BIS
Toque: Nagô
Nos traga paz e harmonia Áudio:???
E as bençãos de pai Oxalá Aiue meu cativeiro } ♫
Vovô João, ô vovô João } Meu cativeiro, meu cativerá } BIS
Ilumine a minha vida e me dê sua proteção }BIS Preto Velho tava cansado
----------------------------------------------------------------------- Ia pra senzala batia o tambor
VOVO JOAQUIM Preto Velho dava viva Iaia
Toque: Nagô Dava viva a Sinhá, dava viva ao Sinhô
Áudio:???
-----------------------------------------------------------------------
Ele vem da Bahia, ele vem trabalhar } ♫
Vovô Joaquim vai chegar nesse Congá } BIS Toque: Nagô
Arriou na linha de Congo, }
Mas ele vem caminhando, caminhando devagar
É Congo, é Congo Aruê}
Vem trazendo da Bahia as bençãos de Oxalá
Arriou na linha de Congo }
Vem na Umbanda pra fazer suas mandingas
Agora que eu quero ver}BIS
Pra Santas Almas ele faz suas mirongas
Congo, Rei Congo, Congo chegou }
Para seus filhos ele traz sabedoria
Congo é maravilha, no terreiro saravou } BIS
E orienta sob as leis da nossa Umbanda
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio:???
PONTOS DE LINHA Aruanda é longe, e ninguem vai lá }BIS ♫
Toque: Nagô
A Lua lá no céu surgiu É só os pretos velhos que vai lá }
E clareou os caminhos da Umbanda E torna a voltar }BIS
E na Terra filho de Pemba é guerreiro } -----------------------------------------------------------------------
Preto Velho surgiu como é linda a sua Banda } BIS Toque: Nagô
Áudio:???
A estrela lá no céu brilhou
Bate tambor la na Angola, Bate tambor } BIS ♫
E clareou os caminhos da Umbanda
Pai João Bate tambor, Pai Joaquim Bate tambor
E na Terra filho de Pemba pediu }
Bate tambor lá na Angola, Bate tambor } BIS
E os Orixás ouviram }
-----------------------------------------------------------------------
Como é linda a Nossa Umbanda }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 122 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Chora meu Cativeiro, }
Bate tambor na calada da noite, oh negro } ♫ Meu Cativeiro, meu Cativera } BIS
Bate tambor até o dia clarear Ora Chora
Bate tambor na calada da noite, oh negro! Preto Velho que venho da Costa,
Bate tambor para louvar seu Orixá! Que venho do Congo, Luanda e Guiné
O Negro é vida, é história, é lamento Preto Velho de Nossa Senhora,
Um povo sofrido que viveu a escravidão Vem no terreiro olhai filhos de fé
Vindos da Africa,onde tinham liberdade Ora Chora
Pra viver num mundo novo de tortura e opressão. Chora meu Cativeiro, }
Ê ê ê senzala, ê ê ê senzala aê Meu Cativeiro, meu Cativera } BIS
Ê ê ê senzala, Bate tambor o negro se libertou Preto Velho que gira na Angola,
Ê ê ê senzala, ê ê ê senzala aê Que gira no Gejo, Bantu e Nagô
Ê ê ê senzala, Hoje não existe tanta dor. Preto Velho de Nossa Senhora,
----------------------------------------------------------------------- Filho de Zambi ele é Meu Protetor
Toque: Nagô Ora Chora
Áudio:???
Caminhou, caminhou } ♫ Chora meu Cativeiro, }
Preto velho caminhou }BIS Meu Cativeiro, meu Cativera } BIS
Lá na Aruanda maior, Preto Velho caminhou }BIS Preto Velho aqui na Terra
----------------------------------------------------------------------- Trabalhou tanto trabalhou
Até que um dia na Aruanda,
Toque: Nagô
Áudio:??? Nossa Senhora o abençoou
Cativeiro, cativeiro } BIS ♫ Ora Chora
Cativeiro, Cativerá } -----------------------------------------------------------------------
Auê meu cativeiro }BIS Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Deixei meu cachimbo no toco }
Toque: Nagô Mandei um moleque buscar } BIS
Áudio:??? Na hora da derrubada meu Cachimbo ficou lá}BIS
Com dendê, com dendê } ♫ -----------------------------------------------------------------------
Preto Velho trabalha com dendê }BIS
Toque: Barravento
Agora que eu quero ver,
É cativeiro, é cativeiro}BIS
Preto Velho trabalha com dendê
Cativeiro, Cativerá }BIS
-----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio:??? Toque: Nagô
Congo ê, Congo ê ♫ É meu Preto Velho,
Congo de Sa, Sarava É ele que entende, é ele que me compreende
Congo de Sa, Sarava É ele que eu vou chamar,
Segura seus filhos que Deus é maior É meu Preto Velho,
----------------------------------------------------------------------- É ele que não reluta na hora que eu peço ajuda
É ele quem vem ajudar,
Toque: Nagô
Áudio:??? É meu Preto Velho,
Congo veio que veio de Angola ♫ É ele que me ilumina, é ele que me ensina
Congo veio de Angola, Angolá Os passos que devo dar
Congo veio ê ê, Congo veio ê á Está comigo na hora que estou sozinho
----------------------------------------------------------------------- Precisando de caminho seguro pra caminhar
No seu abraço me sinto muito feliz
Ai o Veio me diz,
“Meu filho vim te ajudar”, Laia, laia, laia, lalalaia
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 123 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Ijexá Toque: Vibração
E na Aruanda êêê, É na Aruanda ááá } BIS Áudio:???

Venho de longe, terra dos meus ancestrais Fazenda velha, cumeeira arriou } BIS ♫
Eu fui acorrentado pra lá não voltar mais Levanta, negro, cativeiro acabou } BIS
Numa casa de madeira, Se negro soubesse o talento que ele tem } BIS
Num tumbar flutuante sobre o mar Não aturava desaforo de ninguém } BIS 4x
Toque: Nagô
Assim eu fui trazido ao Brasil pra trabalhar Levanta Pedro, Casa grande ta chamando
É na Aruanda êêê, É na Aruanda ááá } BIS Oi que o sino ta badalando, já é hora do jantar
E na linguagem Gegê, Congo, Angola e Nagô Troca seus pano mas num passa da cozinha }
Veio povo Bantuque que no Brasil chegou Oi não me acorde Sinhazinha }
Com sua cultura, sua história, seu axé Que ela parou de chorar }BIS
Os mistérios ancestrais e a força do Candomblé Dona Tereza quando entra na senzala
----------------------------------------------------------------------- Oi, corre atrás de rezadeira com criança pra benzer
Toque: Nagô A carne é fraca, o santo é forte na ribeira
É Preto, é preto, é do Meu Congá Oi, vira santo a noite inteira, quero ver agradecer
É Preto, é preto, Ora vamos saravá -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Autor: Liz Hermann
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio: ??? Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá
Ecoou um canto forte na senzala} BIS ♫ Firma ponto, risca pemba, Preta Velha vai chegar
Negro canta, negro dança, liberdade fez valer Peço a benção Mãe Maria, Proteção de pai João
Não existe sofrimento, não existe mais chibata Lá vem vovó Catarina, Com o seu rosário na mão
Só existe esperança, para um novo amanhecer Pai José veio de Angola, Pai Joaquim lá de Aruanda
Povo negro, povo forte, trabalhavam pro senhor Mãe Cambinda e Pai Antônio,
E sofriam as maldades, praticadas pelo feitor Vem quebrando as demandas
O sangue, o suor e a lágrima, Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá
Renovavam a força pra lida Firma ponto, risca pemba, Preta Velha vai chegar
Pois sabiam que o sofrimento, Pai Augusto vem chegando, Vem chegando devagar
Purificava pra nova vida Mau olhado e quizomba, Vó Chiquinha vem tirar
Ecoou um canto forte na senzala} BIS Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá
Negro canta, negro dança, liberdade fez valer Firma ponto, risca pemba, Preta Velha vai chegar
Não existe sofrimento, não existe mais chibata Vó Joaquina e Benedita, Nos desejam muita paz
Só existe esperança, para um novo amanhecer Eles vem da Costa Nina, Pai Mané e Pai Thomaz
Do Congo, de Angola ou de Mina, Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá
Bahia, Aruanda ou Cambinda, Firma ponto, risca pemba, Preta Velha vai chegar
São os Velhinhos da Umbanda É do Congo, Angola e Guiné, Jêge, Keto, Nagô Ijexá
Que encaminham nossas vidas, É a força do povo de Zambi, É a força de pai Oxalá
Esqueceram o terror da senzala, Filhos de Santo Abre a Roda pra Sinhá
Do cativeiro as crueldades Firma ponto, risca pemba, Preta Velha vai chegar
E voltaram pra esta terra, pra prestar a caridade -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio:???
Firma ponto minha gente, Preto Velho vai chegar } ♫
Ele vem de Aruanda, ele vem pra trabalhar } BIS
Saravá o (Preto Velho), Saravá, Saravá, Saravá }
Ele chegou no Terreiro, ele vem nos ajudar } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 124 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Hoje é dia de Preto Na senzala onde o preto chorou,
Hoje é dia feliz Na senzala onde o preto orou
Quero ver Preto Velho Pedi ao nosso senhor aos filhos de fé paz e amor
Quero se aprendiz Em uma noite, noite muito iluminada
Preto Velho sofreu com seu grito de dor Onde a lua acompanhava, as estrelas que brilhavam
Hoje ele ensina na lei do criador }BIS Lembrei-me do tempo do cativeiro,
----------------------------------------------------------------------- Onde o negro era escravo
Toque: Nagô Chamado de feiticeiro
Lá no céu eu vi estrela correr Mas foi o negro que deixou em nosso chão
E na pedreira eu vi pedra rolar Sua cultura e sua religião
Vi os Caboclos brincando lá na areia Na senzala onde o preto chorou,
Quando a sereia começou cantarolar Na senzala onde o preto orou
E no seu canto ela sempre me dizia Pedi ao nosso senhor aos filhos de fé paz e amor
Que só queria ter asas pra voar E com o tempo, conquistou a liberdade
Pra ir aos céus buscar a estrela que brilha } Construiu uma nação, com muita simplicidade
Pra Preto Velho iluminar este Congá }BIS E na Umbanda vem fazer a caridade
----------------------------------------------------------------------- Sempre com alegria, nos ensinado a humildade
Toque: Barravento
Agradeço pela sua proteção
Áudio:??? Carrego a Umbanda sempre no meu coração
Leo, leo, leleo Rei de Congo leleo ♫ Na senzala onde o preto chorou,
Rei de Congo Le Leo Na senzala onde o preto orou
----------------------------------------------------------------------- Pedi ao nosso senhor aos filhos de fé paz e amor
Toque: Nagô -----------------------------------------------------------------------
Áudio:???
Meu cachimbo ta no toco ] ♫ Toque: Nagô
Nego esta molhado de suor,
Mandei muleque buscar }BIS
Esta feliz porque Deus o libertou
Oh no alto do morro, meu cachimbo ficou lá }BIS
O sinhá, sinhá segura a chibata }
-----------------------------------------------------------------------
Não deixa bater, faz uma prece pra Nego morrer }
Toque: Nagô
Áudio:???
Nego não quer mais sofrer } BIS
Meu pito ta apagado, minha marafa acabou ♫ -----------------------------------------------------------------------
Vou trabalhar pra Sunsê, porque sou trabalhador Toque: Nagô
Eu Vou trabalhar, Sunsê vai ganhar } O preto por ser preto
Muito bom Meu Filho e depois vem me pagar}BIS Não merece ingratidão
----------------------------------------------------------------------- O preto fica branco Oh Iaiá!, Na outra encarnação
Toque: Nagô
No tempo da escravidão, Como o senhor me batia
Áudio:??? Eu chamava por Nossa Senhora, O Iaiá! }
Minha cachimba tem mironga } ♫ Como as pancadas doíam }BIS
Minha cachimba tem dendê }BIS -----------------------------------------------------------------------
Quem dúvida da minha cachimba que venha ver }
Que venha ver }BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 125 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô ou Barravento Toque: Nagô
Áudio:??? Áudio:???
O lêlê Meu Deus do céu que alegria } ♫ Preto na senzala bateu sua caixa, } ♫
O Preto Velho não carrega Soberbia } Deu viva a Iaia }
Meu Deus do céu isso aqui eu preferia } Preto na senzala bateu sua caixa, }
A estrela D’Alva no ponto do meio dia } BIS Deu viva a Ioio }BIS
Eu vou plantar neste quintal pé de pinheiro } Viva Iaia, vivo Ioio}
Para mostrar como se quebra macumbeiros } BIS Viva Nossa Senhora cativeiro já acabou } BIS
Olêlê Meu Deus do céu que alegria } -----------------------------------------------------------------------
O Preto Velho não carrega Soberbia } Toque: Nagô
Meu Deus do céu isso aqui eu preferia } Áudio:???

A estrela D’Alva no ponto do meio dia } BIS Preto é preto é preto, o Sadona ♫
Galo Penacho bota macho na Campana } Preto, preto é
Neste terreiro Galo Velho não apanha } BIS É velho, é velho, é velho,
----------------------------------------------------------------------- De Cambinda, de Luanda, de Angola e de Guiné
Preto é preto é preto, o Sadona
Toque: Nagô
Áudio:??? Preto, preto é
Oh skindin, oh skindin, oh skindin, oh Mujongo } ♫ É velho, é velho, é velho,
Olha lá no mar, olha lá no mar, oh Mujongo } De Cambinda, de Luanda, de Angola e de Guiné
Bota Mujongo no mar }BIS -----------------------------------------------------------------------
Sua terra é muito longe, oh Mujongo Toque: Nagô
Nnguem pode ir la Áudio:???

Nnguem pode ir la, oh Mujongo Preto Velho ele vem de Aruanda } ♫


Bota Mujongo no mar Ele traz figa de guiné }BIS
----------------------------------------------------------------------- Sete vela, toalha encarnada }
Pra louvar Jesus Nazaré }BIS
Toque: Nagô
Olha o Preto chegou no terreiro -----------------------------------------------------------------------
Olha Preto já chegou Toque: Nagô

Preto é Filho de Pemba Oi IaIa } Preto Velho o que é isso }


Nosso Senhor quem mandou } BIS Que deixa o corpo mole } BIS
----------------------------------------------------------------------- É Mironga de terreiro, Preto Velho vai tirar }
Vai fazer reza bem forte }
Toque: Nagô
Áudio:??? Pra mandinga afastar } BIS
Os velhos que vem no terreiro } ♫ Preto Velho o que é isso }
São do Congo, do Congo }BIS Que deixa o corpo mole } BIS
Eles vem de Aruanda, de Moçambique } Parece que é coisa feita, Preto Velho vai tirar }
E de Angola }BIS Mas não fique assustado }
----------------------------------------------------------------------- Deste mal vou lhe livrar }BIS
Toque: Barravento E depois você vai embora, vai pra casa descansar }
Por esse dia, por essa hora } E depois que passar volte aqui me visitar }BIS
Pelo rosário de Nossa Senhora } BIS -----------------------------------------------------------------------
Por essa hora, por esse dia } Toque: Nagô
Pelo rosário da Virgem Maria } BIS Áudio:???

----------------------------------------------------------------------- Preto Velho senta no Toco, faz o sinal da cruz } ♫


Pede proteção a Zambi }
para os filhos de Jesus } BIS
Cada conta do seu Rosário }
É um filho que aqui está }
Se não fosse os Pretos Velhos }
Eu não sabia caminha } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 126 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Áudio:??? Tem pena dele São Benedito, tenha dó }
Preto Velho ta quebrado de tanto trabalhar } ♫ Ele é Filho de Zambi }
Preto Velho ta quebrado de tanto curimbar } BIS Oh São Benedito tenha dó }BIS
Canta ponto, risca a Pemba } Tem Pena dele Nanã, tenha dó }
Que é longa a caminhada, Quem tem fé tem tudo, } Ele é Filho de Zambi, o Nanã tenha dó }BIS
Quem não tem fé não tem nada } BIS -----------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Toque: Nagô Tira o cipó do caminho oh menino }
Áudio:???
Preto Velho trabalha sentado } ♫ Deixa o Vovô atravessar } BIS
Se for preciso trabalha em pé }BIS São os Pretos Velhos }
Mandinga de preto velho } Que vem de Aruanda para nos salvar } BIS
É galho de arruda e folha de guiné }BIS -----------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------- Toque: Barravento
Tizorere, Orere, Orara } BIS
Toque: Nagô
Que preto é esse, Oh Cambinda Os Pretos Velhos quando vem pra trabalhar
Que chegou agora, Oh Cambinda Vem trazendo a sua gente para todo o mal levar
É o Pai (),Oh Cambinda Que venho de Angola Ago, Ago, Saravá filhos de Umbanda
----------------------------------------------------------------------- Ago, Ago, Saravá neste Congá
Saravá Eles como chefes de Terreiro }
Toque: Nagô
Áudio: Mestre Barão Saravá Eles com todos seus companheiros } BIS
Que som esse menino vem do lado de la } BIS ♫ -----------------------------------------------------------------------
E um preto velho que vive no mundo a tocar }BIS Toque: Nagô
Ele toca instrumento menino um instrumento legal Áudio:???
O nome desse instrumento menino Traga o seu cachimbo, traga o vinho do vovô } ♫
Se chama berimbau Hoje é dia de festa, Cativeiro acabou } BIS
E uma arame a cabaca e um pedaco de pau }BIS Salve o Povo de Angola, Salve o Povo de Aruanda
Eu vi menino e menino vi dessa maneira }BIS Saravá Vovó Cambinda,
O velho tocava e os moleques } Que chegou aqui na Umbanda
Jogavam capoeira }BIS Vou chamar Pai Benedito,
Vamos la menino } Pai Tomé e João Mineiro
E menino sei que é fundamental }BIS Chama todos Pretos Velhos pra festejar no terreiro
Os brasileiros jogar capoeira e tocar berimbau }BIS Traga o seu cachimbo, traga o vinho do vovô }
Le le le le le le le le le le le le le a }BIS Hoje é dia de festa, Cativeiro acabou } BIS
----------------------------------------------------------------------- Salve as Almas Benditas que trabalham no terreiro
Saravá as Santas Almas desse meu Mundo Inteiro
Toque: Nagô
Quenguele, quenguele Xangô } Salve o Povo de Calunga, }
Ele é filho da Cobra Coral } BIS Salve o Povo Quimbandeiro }
Olha o Preto esta trabalhando } Saravá 13 de Maio, hoje acabou o Cativeiro } BIS
E o Branco Não esta, esta olhando } BIS Traga o seu cachimbo, traga o vinho do vovô }
----------------------------------------------------------------------- Hoje é dia de festa, Cativeiro acabou } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Áudio:??? Toque: Nagô
Senzala em festa, Umbanda em alegria }BIS ♫ Toda ladeira tem, toda ladeira tem rolador
Oxalá pai da verdade, chegou o nosso dia }BIS Filho de Pemba tem, filho de Pemba tem que ter fé
----------------------------------------------------------------------- Pra fazer levantador } BIS
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 127 de 239 Índice Geral


PRETOS VELHOS
Toque: Nagô Toque: Nagô
Um lindo Sol apareceu Áudio:???

E Preto Velho já esta trabalhando Eu lhe dei boa noite Sá Dona ♫


Navegando remando, trabalhando e pescando }BIS Boa noite já deu, Sá Dona
Filho de Congo, Filho do Velho } -----------------------------------------------------------------------
Não reme contra a maré } Toque: Nagô

Siga em frente com muita fé } BIS Preto velho vai ao ló }


Navegando, remando e o vento soprando } BIS Mas não deixa os filhos só}BIS
----------------------------------------------------------------------- Ele vai pra Aruanda, junto com Zambi Maior } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Barravento
Vou contar uma história Para todo mundo ver
No tempo do cativeiro negro apanhava pra valer
Trabalhava na lavoura e trabalhava todo dia
E tão pouco alimentava de pão duro e água fria
Quando vem chegar a noite Pra senzala descansar
Era um ponto de encontro pra jogar e pra dançar
Mas o tempo foi passando e tudo isso foi mudando
No império do senhor ,
Hoje branco e negro é chamado de doutor
Meu avô sempre dizia que negro nasceu pra sofrer
E capitão do mato pra matar e pra morrer } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Yorima, Yorima,
Todos os Pretos nos vamos saravá
Eles sofreram mais ensinaram,
Boa vontade, persistência e fé
Enquanto eles apanhavam,
Eles oravam pedindo a proteção
Para os senhores que os castigavam
Sem piedade e sem compaixão
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
Zum zum zum bateu na porta,
Saravá vou ver quem é
É o povo de Aruanda é a falange de Guiné
-----------------------------------------------------------------------

SUBIDA DOS PRETOS VELHOS


Toque: Nagô
Áudio:???
A sineta do céu bateu, } ♫
Oxalá já diz que é hora } BIS
Eu vou, eu vou, eu vou }
Fiquem com Deus e Nossa Senhora } BIS
-----------------------------------------------------------------------
Toque: Nagô
E vai Preto velho subindo pro céu
E Nossa Senhora cobrindo com véu
-----------------------------------------------------------------------

Índice de Capítulos 128 de 239 Índice Geral


PRETAS VELHAS
PRETAS VELHAS Toque: Nagô
Áudio:???
MÃE MARIA
Toque: Nagô Entrai na Umbanda, filho aqui pertence } ♫
Mãe Maria, vem de Aruanda, E a Tia Maria, juramento vai prestar }BIS
Pra salvar seus filhos, pra vencer demandas Deus que abra seus caminhos }
----------------------------------------------------------------------- E na Umbanda sua estrela vai brilhar }BIS
Toque: Nagô
-----------------------------------------------------------------------
Áudio:???
Salve Mãe Maria de Minas, } ♫ VÓ ANA
Toque: Nagô
Mãe Maria de Minas Gerais }BIS Ela chegou num navio negreiro}
Preta velha rezadeira, qualquer mal ela desfaz } Trazida com seus irmãos } BIS
Preta velha mirongueira é a razão da minha paz }BIS Nega velha que chegou lá da guiné }
Na sua boca ela trás É a Vovó Ana em quem eu tenho muita fé } BIS
Um cachimbo que vence demandas -----------------------------------------------------------------------
Sete pembas, rosas brancas, um rosário de guiné
No terreiro abençoado, trabalha pra quem tem fé VÓ BENEDITA
Toque: Nagô
----------------------------------------------------------------------- Figa cruzada e bem trabalhada, Veio da Bahia
MÃE MARIA DA PRAIA Vovó Benedita chegou, Com sua Magia
Toque: Nagô No seu Patuá do senhor do Bonfim, Ela acredita
Ai vem, Mãe Maria que vem do lado de lá } Saia engomada e Bata Rendada, Veste Benedita
Vem pedindo licença a Oxalá } Figa Cruzada, Corpo fechado, E com Benedita
E a Grande Sereia do Mar } BIS Seus Búzios jogados em pano amassado,
Ai vem, Mãe Maria que vem neste Congá Ela Confia
Abençoar os filhos de fé } Curimba marcada em Ponto riscado, É sua gira
E todo o mal descarregar } BIS No seu Patuá do Senhor do Bonfim, Ela acred