Você está na página 1de 156

A magia dos anjos e demônios

Rituais práticos para a união de poder

Henry Archer
Copyright © 2019 por Henry Archer Todos os direitos

reservados.

Publicado mundialmente pela The Power of Magick Publishing, Londres, Inglaterra.

O editor e o autor forneceram este livro apenas para uso pessoal. Você não tem permissão para disponibilizar
publicamente nenhuma parte do livro de forma alguma. A violação dos direitos autorais é contra a lei.

O autor e o editor não assumem nenhuma responsabilidade por suas ações, caso você decida usar as idéias
apresentadas neste livro.

Todas as imagens neste livro foram redesenhadas pelo autor com base nas fontes primárias. Eles estão sujeitos a direitos auto rais e não podem
ser reproduzidos.

Henry Archer não fornece conselhos médicos, financeiros, emocionais ou de estilo de vida, nem sugere
quaisquer técnicas ou métodos que possam ser usados para o tratamento de condições médicas, sejam
físicas, psicológicas ou emocionais, direta, indiretamente ou por implicação. O autor não implica ou tolera
danos, direta ou indiretamente, a qualquer pessoa ou organização. O autor pretende compartilhar
informações espirituais de natureza geral e especulativa, e nenhuma alegação médica, financeira,
psicológica ou emocional é feita ou pretendida. Se você decidir usar as informações deste livro, o autor e o
editor não podem aceitar qualquer responsabilidade por suas ações. O livro é destinado apenas a leitores
maduros de mente sã, com 18 anos ou mais. O livro é colocado à sua disposição com a condição de que
todas as técnicas e sugestões,

Índice

A União do Poder Mágico O Poder

Coletivo
Magick Prática
Escolhendo o Poder Certo O

Ritual da União

Os poderes do Ritual da União

1. Vehuiah e Bael

O Sigilo de Vehuiah e Bael


2. Yeliel e Agares

O sigilo de Yeliel e Agares

3. Sitael e Vassago
O sigilo de Sitael e Vassago

4. Elemiah e Gamigin

O sigilo de Elemiah e Gamigin

5. Mahashiah e Marbas
O Sigilo de Mahashiah e Marbas

6. Lelahel e Valefar
O sigilo de Lelahel e Valefar

7. Achahia e Amon

O sigilo de Achahia e Amon

8. Kahetel e Barbatos
O Sigilo de Kahetel e Barbatos
9. Heziel e Paimon
O sigilo de Heziel e Paimon

10. Aladiah e Buer


O sigilo de Aladiah e Buer

11. Laviah e Gusoin


O sigilo de Laviah e Gusoin

12. Hahaiah e Sitri


O sigilo de Hahaiah e Sitri

13. Yezalel e Beleth


O sigilo de Yezalel e Beleth

14. Mebahel e Leraje


O Sigilo de Mebahel e Leraje

15. Hariel e Eligor


O sigilo de Hariel e Eligor

16. Hakemiah e Zepar

O sigilo de Hakemiah e Zepar

17. Lavel e Botis


O sigilo de Lavel e Botis

18. Keliel e Bathin

O sigilo de Keliel e Bathin

19. Loviah e Sallos


O sigilo de Loviah e Sallos
20. Pahaliah e Purson
O sigilo de Pahaliah e Purson

21. Nelakel e Marax

O sigilo de Nelakel e Marax

22. Yeyayel e Ipos


O sigilo de Yeyayel e Ipos

23. Melahel e Aim

O Sigilo de Melahel e Aim

24. Chaviah e Naberius


O sigilo de Chaviah e Naberius
25. Netahiah e Glasya Labolas

O Sigilo de Netahiah e Glasya Labolas

26. Haaiah e Bime


O Sigilo de Haaiah e Bime

27. Yeretel e Ronove

O Sigilo de Yeretel e Ronove

28. Shahaiah e Berith


O sigilo de Shahaiah e Berith

29. Riyiel e Astaroth


O sigilo de Riyiel e Astaroth

30. Omael e Forneus

O sigilo de Omael e Forneus


31. Lekavel e Foras

O sigilo de Lekavel e Foras

32. Veshariah e Asmodai


O Sigilo de Veshariah e Asmodai

33. Yichuiah e Gaap


O sigilo de Yichuiah e Gaap

34. Lehachiah e Furfur


O sigilo de Lehachiah e Furfur

35. Kevekiah e Marchosias


O sigilo de Kevekiah e Marchosias

36. Menadel e Stolus


O sigilo de Menadel e Stolus

37. Aniel e Phenix


O Sigilo de Aniel e Fênix

38. Chaamiah e Halphas


O sigilo de Chaamiah e Halphas

39. Rehoel e Malphas

O sigilo de Rehoel e Malphas

40. Yeyizel e Raum


O sigilo de Yeyizel e Raum

41. Hahael e Forcalor

O sigilo de Hahael e Forcalor

42. Mikael e Vepar


O sigilo de Mikael e Vepar

43. Vevaliah e Sabnock

O sigilo de Vevaliah e Sabnock

44. Yelahiah e Shax

O sigilo de Yelahiah e Shax

45. Sealiah e Vine


O Sigilo de Sealiah e Vine

46. Ariel e Bifrons

O sigilo de Ariel e Bifrons

47. Eshaliah e Vuall


O sigilo de Eshaliah e Vuall
48. Mihael e Haagenti

O sigilo de Mihael e Haagenti

49. Vehuel e Crocel


O sigilo de Vehuel e Crocel

50. Daniel e Furcas

O sigilo de Daniel e Furcas

51. Hachashiah e Balam


O Sigilo de Hachashiah e Balam

52. Omemiah e Alloces


O Sigilo de Omemiah e Alloces

53. Nenael e Caim

O Sigilo de Nenael e Caim

54. Nitael e Murmus

O sigilo de Nitael e Murmus

55. Mivahiah e Orobas


O sigilo de Mivahiah e Orobas

56. Poiel e Gemory


O sigilo de Poiel e Gemory

57. Nememiah e Oso


O Sigilo de Nememiah e Oso

58. Yeyilel e Amy

O sigilo de Yeyilel e Amy

59. Harachel e Orias


O sigilo de Harachel e Orias

60. Metzerel e Vapula


O sigilo de Metzerel e Vapula

61. Umabel e Zagan


O Sigilo de Umabel e Zagan

62. Yahahel e Valac


O Sigilo de Yahahel e Valac

63. Anuel e Andras


O sigilo de Anuel e Andras
64. Machiel e Haures

O sigilo de Machiel e Haures

65. Damabiah e Andrealphus


O sigilo de Damabiah e Andrealphus

66. Menakel e Cimeries


O Sigilo de Menakel e Cimeries

67. Iyahel e Amducias


O sigilo de Iyahel e Amducias

68. Chavuiah e Belial


O Sigilo de Chavuiah e Belial

69. Rahahel e Decarbia

O sigilo de Rahahel e Decarbia

70. Yabamiah and Vidente

O Sigilo de Yabamiah e Vidente


71. Hayiel e Dantaylion

O sigilo de Hayiel e Dantaylion

72. Mumiah e Andromalius


O sigilo de Mumiah e Andromalius

Os sons mágicos
O Círculo Ausente

Perguntas e respostas Por que a


união de forças funciona
convocando anjos e demônios

Fontes usadas

Conhecimento e Poder
A União do Poder Mágico
A União de Poder é um método simples para atribuir tarefas a anjos e demônios, sem nenhuma invocação ou
evocação complicada. Combine a magia de anjos e demônios, e você terá uma maneira completamente nova de
controlar sua vida.
Se você é novo na magia, prometo mostrar-lhe uma maneira fácil e segura de obter resultados. Mantenha a mente
aberta e você descobrirá que a magia funciona.

Se você já está familiarizado com o mundo oculto dos anjos e demônios, estará
procurando por algo novo. Haverá revelações interessantes.
Você não tem que decidir entre trabalhar com anjos ou trabalhar com demônios. Você pode trabalhar
com os dois ao mesmo tempo e ganhar mais com essa abordagem.
Não há guerra entre anjos e demônios. Há um equilíbrio de poder, uma ordem de autoridade
e um segredo para obrigá-los a cooperar voluntariamente.
A harmonia de poder é criada fazendo com que os demônios operem no reino onde
prosperam. Eles são supervisionados pela sabedoria e poder dos anjos.

Com este método, você não está torturando demônios ou sufocando anjos, mas liberando o potencial
único que surge quando esses espíritos são chamados como um coletivo. O resultado é uma mudança que faz
sentido para você por dentro enquanto satisfaz seus desejos, satisfazendo suas necessidades, protegendo você e
trazendo fortuna, justiça, dinheiro e todas as outras recompensas que tais poderes mágicos podem atrair.

Você dá aos anjos e demônios uma tarefa, um problema ou uma situação que deseja mudar, e eles
lhe trazem essa mudança.
As pessoas se perguntam o tempo todo; posso usar um demônio de um livro ao lado de um anjo de
outro livro? Normalmente, se perguntado, eu diria que a resposta é; sim, você pode tentar. Usar anjos e
demônios juntos não fará a magia colidir ou entrar em colapso ou causar conflito, ou qualquer coisa assim. Mas a
resposta completa é esta:
você pode usar os dois, mas pode estar perdendo seu tempo. A menos que você saiba o que está fazendo,
a magia pode desaparecer.
Para ajudá-lo a saber o que está fazendo, mostro os procedimentos fundamentais para operar esta
magia. Você encontrará tudo o que precisa saber para criar a União de Poder. E quando você conhece os
segredos de como esses anjos e demônios podem trabalhar em harmonia, você cria uma energia para a
mudança que é mais forte do que quando você clama pela ajuda de espíritos solitários.

Existem centenas e centenas de livros sobre os setenta e dois Shem ha-Mephorash anjos e
possivelmente milhares de livros sobre os setenta e dois
demônios do Ars Goetia, então, se houver mais um livro sobre isso, é melhor que seja bom.
Escrevi este livro porque os poderes dos anjos e demônios podem ser combinados em uma prática ritual
conhecida apenas por um pequeno número de grupos ocultistas ativos.

É amplamente conhecido que os setenta e dois anjos e setenta e dois demônios estão conectados,
e alguns livros usam essa conexão levemente para encorajar a magia a funcionar, mas não há livros que
mostrem um método prático para trabalhar com os anjos e demônios para criar esta harmonia deliberada.
Você pode usar mais de quatrocentos poderes, e todos podem ser adaptados para dar a
você o potencial de criar milhares de resultados mágicos. Não se assuste com o número de
poderes, pois tudo se tornará fácil de entender e aplicar à sua situação pessoal.

A enorme gama de poderes lhe dá grande liberdade e significa que este livro pode ser o foco de
sua magia por um longo tempo, com soluções para quase todos os problemas.

Também há materiais aqui que são exclusivos deste livro. Um sigilo é como uma senha visual que lhe dá
uma conexão com um espírito. Com o sigilo certo, sua conexão mágica torna-se fácil, sem a necessidade de
equipamentos ou rituais complexos. Você descobrirá sigilos que, em muitos casos, são diferentes de qualquer
outra coisa encontrada na publicação de ocultismo atual.

Os capítulos finais têm todas as informações que você poderia desejar a respeito da autenticidade
desses sigilos e da magia, mas provavelmente você comprou este livro para sua magia prática. A primeira
parte do livro é sobre isso.

O Poder Coletivo
Você já leu um livro de magia antes? Se não, você pode se perguntar por que as pessoas entram em contato com os
anjos e quais podem ser os resultados. Se você fez magia, pode se perguntar o que pode haver de novo. Você também
pode se perguntar por que alguém iria sempre
chame um demônio porque isso parece perigoso. Ou você pode acreditar que os demônios são maus. Ou
o oposto é razoavelmente comum hoje em dia, com pessoas afirmando que demônios são espíritos livres
de poder e que 'constrangê-los' com anjos é cruel.

Acho que você deve saber que o ocultismo é uma mistura de opiniões que costumam estar em conflito,
dependendo das crenças e experiências da pessoa de quem você está obtendo as informações. Por que você
deveria acreditar em mim? Só porque você se sentiu atraído por este livro. Você pode fazer pesquisas online
sobre o assunto, sobre mim e meu trabalho, mas é seu sentindo que este livro pode ser mágico para você que
importa.
Se você sentir que trabalhar com a harmonia de anjos e demônios faz sentido, você se sentirá cada vez
mais atraído por essa magia à medida que entende como esse processo funciona e vê como pode funcionar para
você.
Para fazer o método de tarefa funcionar, você precisa encontrar o nome correto do anjo e, em
seguida, os nomes dos três anjos adicionais que selam o ritual, um bom sigilo que representa os anjos, e o
nome e sigilo do demônio. Você também precisa conhecer os poderes dos anjos e demônios.

Os três nomes de anjos adicionais que mencionei são bastante secretos. Você pode
encontrá-los (ou algo próximo ao que eu usaria) nas obras de Jacobus Swart e Gordon
Winterfield, ou procurando por uma fonte original, como
Shorshei Ha-Shemot se você sabe como olhar. Mas a maioria dos livros perde esse conhecimento
porque ele estava escondido do público até alguns anos atrás. Isso torna a magia muito mais
poderosa.
Existem muitas versões dos sigilos angélicos e demoníacos e, como explicado mais tarde, acredito que os
sigilos únicos neste livro são aqueles de que você precisa para atribuir tarefas aos espíritos.

Eu conheço os métodos deste livro há algum tempo, e o que me incentivou a compartilhá-los


agora é ver quantas pessoas querem trabalhar com anjos e demônios. As pessoas querem usar os
dois, mas temem que possam causar conflito ou perturbar os espíritos. E às vezes as pessoas têm a
ideia errada, chegando com

conceitos que não funcionam. Uma ideia popular é que se você usar um anjo para fazer uma coisa, seu
demônio correspondente fará o oposto. Isso não é verdade, então quero dar a você algo que funcione,
com o máximo de informações precisas possível para tornar isso fácil para você.

Esta magia irá expandir sua habilidade de usar novos poderes, controlar suas circunstâncias e
influenciar as pessoas ao seu redor, enquanto expande sua prosperidade, inspiração, dignidade e mais
habilidades do que eu posso resumir em uma frase.

Como acontece com a maioria dos livros modernos de magia, você não precisa sair para coletar ervas ou velas,
e tudo é feito com palavras, pensamentos e sigilos.
Os rituais funcionam assim. Primeiro, você chama O Anjo Governante pelo seu poder escolhido, e esse
anjo supervisionará o trabalho. Você então chama três Anjos Assistentes que permitem que você chame o
Demônio. Você chama o Demônio e define todos esses espíritos para trabalhar na mesma tarefa. Isso cria a
União de Poder.
Cada anjo é emparelhado com um demônio particular, e um dos aspectos mais interessantes deste sistema é
que você pode acessar qualquer um dos poderes de um anjo ou demônio particular, e ambos espíritos trabalharão no
mesmo problema para você.

Por exemplo, contemple os poderes do anjo Hayiel e do demônio Dantaylion. Sabe-se que
Hayiel pode ser usado para evitar que o mal trabalhe contra você. Mesmo que isso seja não um
poder que normalmente é atribuído a Dantaylion, com este método, Hayiel e Dantaylion vai
funcionar juntos para evitar que o mal trabalhe contra você.

Há muito se sabe que os anjos e os demônios estão ligados, mas poucas pessoas sabem que seus
poderes são intercambiáveis e facilmente compartilhados.
É sabido que Dantaylion pode ajudá-lo a perceber as emoções de alguém que você
conhece. Isso não é considerado um poder de Hayiel, e se você chamasse Hayiel sozinho, o anjo
não seria capaz de ajudá-lo a perceber emoções. Mas quando você usa a União de Poder, Hayiel
e Dantaylion trabalharão juntos para ajudá-lo a perceber as emoções do outro.

Não há como obter admissão a todos esses poderes, exceto por meio do método
revelado neste livro. Pareceria me gabar dizer que é um dos grandes segredos ocultos, mas essa
magia foi ensinada a mim, não inventada por mim, e desde o momento que usei um desses
rituais, acreditei que é um dos maiores segredos . Eu já estava apaixonado pela magia dos anjos e
gostava do poder extremo dos demônios, mas isso era algo especial. (Fiz alguns acréscimos e
ajustes com minhas próprias idéias e interpretações, mas o catalisador para o método foi dado a
mim por ocultistas experientes que sabiam
mais do que eu poderia ter na época.)
Os poderes compartilhados de anjos e demônios podem ser ativados com um ritual de tarefas
despretensioso. Eu continuo usando a palavra 'tarefa', e isso significa que você resume seu desejo como
uma tarefa para a qual deseja ajuda. Em vez de invocar anjos e demônios com rituais difíceis (e geralmente
malsucedidos) na esperança de conversar com eles, você diz a eles o que deseja por meio do ritual. Você
define uma tarefa para eles e, como a estrutura do ritual é simplificada, eles o ouvem. Quando eles o
ouvem, a natureza da estrutura do ritual significa que eles estão dispostos e obrigados a ajudá-lo, a
completar sua tarefa e trazer o resultado que você deseja.

Se tais poderes maravilhosos existem, não seria útil chamar os espíritos internos para que você possa
experimentar esses poderes (invocação), ou convocar o demônio para aparecer (evocação) para comunicar suas
necessidades de forma mais clara? Pode ser, mas o que mostro aqui é limitado a tarefas simples, porque este é um livro
de resultados. Ele é projetado para pessoas que talvez nunca tenham trabalhado com magia antes, ou para aqueles
que se cansaram de usar os métodos mais antigos.
Não queria escrever um livro tão complicado que fica difícil de usar. Existe uma maneira de
usar este conhecimento mágico para invocação e evocação, mas isso requer muita experiência
adicional e é muito mais difícil. Os resultados que vêm desse trabalho árduo são geralmente os
mesmos que você obteria com as tarefas. Por que se dar ao trabalho de fazer magia difícil quando
você pode pedir um resultado?

Magick não funciona sempre (porque nada na vida funciona), mas você verá como pode fazê-
la funcionar quase o tempo todo enquanto lê.
Se você for equilibrado, operando a magia onde há o potencial para uma modificação em sua
existência, a magia funcionará para quase tudo que você deseja. Quanto melhor você souber quando
usar a magia, maior será sua taxa de sucesso.

É necessário algum julgamento de sua parte, mas isso é bom senso. Você não chama um anjo e
pede para tornar sua vida melhor. Você faz uma série de escolhas que evoluem conforme sua vida cresce e
incumbe os anjos e demônios de resolver problemas, melhorar situações e trazer crescimento em resposta
à sua evolução pessoal.

Quando dá certo, mesmo que não seja o resultado exato que você pediu, acredito que seja motivo de
comemoração porque os rituais são fáceis de realizar. Se você realiza dez rituais e um deles funciona, você
ainda está à frente da maioria das pessoas, porque está moldando sua vida e obtendo resultados que eles não
pode alcançar

por meios comuns. Esse é um poder especial para ter à sua disposição. E a coisa boa é que quando você se
acostuma com isso - quando você se sintoniza com a magia e se torna hábil em escolher quando e onde
usá-la - você obtém resultados muito melhores do que um sucesso para cada dez rituais.

Acho que alguns rituais falham, mas com o tempo, cada falha contém uma semente de
conhecimento que leva a um sucesso diferente. Com comprometimento, você encontrará magia para
muitas das coisas que deseja mudar, melhorar, destruir ou explorar.

Há mais informações no final do livro para ajudá-lo a obter uma compreensão mais profunda
de como isso funciona. De certa forma, essa informação extra é
desnecessário. Incluí porque sei que algumas pessoas vêm para a magia e gostam da sensação, gostam da
ideia de manifestar resultados surpreendentes, mas se preocupam com o que isso significa, de onde vem e
por que poderia funcionar . Eles também se preocupam se isso poderia ser seguro. Ou eles podem ter
ouvido rumores de que os demônios não gostam deste modo de magia. Nesse caso, os capítulos finais do
livro são para você e são deixados no final porque apenas alguns leitores se importarão. Para essas
pessoas, essas páginas não são teorias inúteis, mas são necessárias para dar uma chance à magia.

Se você se sentir disposto a tentar a magia, pode confiar que a magia está segura desde a primeira
palavra pronunciada até a realização de seus objetivos. Em caso de dúvida, estude os capítulos finais. Mas se
você está feliz em continuar com a magia, agora é a hora de começar.

Magica Prática
As coisas ficam práticas aqui, e vou mantê-lo tão simples que você não pode dar errado. Você não
precisa de muito mais do que algum tempo, energia, vontade de se concentrar no que está fazendo
em um ambiente pacífico e o compromisso de realizar a magia como se acreditasse nela.

É entediante para algumas pessoas ouvir essas idéias, mas se você é novo na magia, você precisa ouvir
isso, e se você sabe tudo, reserve um tempo para aproveitar o lembrete. O que se segue é a chave para o resto
do livro.
A magia funciona melhor quando você pede mudanças relativamente pequenas, especialmente no início.
É tentador convocar um grande prêmio, e às vezes a magia o surpreende e pode lhe dar exatamente isso. Mas a
maneira mais rápida de trabalhar com magia parecerá a mais lenta. Isso significa que você deve tentar descobrir
o que realmente deseja e o que é uma tentação passageira. Isso o ajuda a ficar calmo e em paz, e a buscar o que
você realmente deseja em pequenos passos. Todos esses pequenos passos se reúnem para fazer grandes
mudanças.

Você não pede para se tornar o dono da empresa no primeiro dia. Você almeja uma promoção, ou uma
transferência, ou até mesmo a coragem de ir embora e seguir sozinho.
Em vez de realizar cinco rituais por dia para resolver seus problemas, você trabalha com paciência e
calma, usando um ritual de cada vez, sabendo que a magia faz parte da sua vida e não algo que você faz como
um videogame. Você não está tentando chegar ao fim; você está fazendo disso uma parte do seu kit de
ferramentas de solução de problemas para o resto da vida. E se você fizer isso, em um ano você terá se tornado
um mestre de muito mais do que o iniciante que tenta conseguir tudo nos primeiros dias.

Paciência é uma dor, mas também é a força que torna o imaginário possível. Isso cria uma
oportunidade para a magia funcionar. Quando você é paciente, seus desejos não se restringem a um
canal de expectativa. O mundo se torna complacente e responsivo aos seus desejos, e a magia que
você realiza se manifestará de maneiras criativas.

Sonhe grande, mire alto, mas trabalhe em estágios, dando o próximo passo que você precisa dar, e saiba
que qualquer falha significa que você pediu muito rápido ou não foi paciente o suficiente. Reagrupe, seja
estratégico e a magia funcione.
Se você não acredita nisso, olhe as resenhas do meu primeiro livro, 7 rituais de dinheiro ocultos, ou as críticas
de qualquer autor ocultista prático. Todas as melhores críticas dizem a mesma coisa; isso funciona se você for paciente.
As pessoas que se desesperam são aquelas que pensam que o ocultismo é como esfregar uma lâmpada mágica.

O que você acabou de ler é o trabalho real, o poder que torna a magia capaz

acontecer em sua vida, então leve isso tão a sério quanto qualquer outra coisa que você ler. Mas permaneça aberto a
surpresas. Se algo acontecer rápido, inesperadamente e em grande escala, não fique muito chocado. Magick às vezes é
a última peça do quebra-cabeça.
Essas ideias são compartilhadas, mais ou menos, de uma forma ou de outra, mesmo que nem sempre
seja óbvia, por quase todos os ocultistas. Você encontra versões diluídas dessas idéias nos livros do Novo
Pensamento e da Nova Era. Às vezes, eles funcionam permitindo que as pessoas comuns obtenham resultados
porque estão se agarrando a um fragmento do poder oculto. As idéias não devem ser descartadas como lixo da
Nova Era, embora tenham se infiltrado nos movimentos da Nova Era. Sem esses conceitos, você está realizando
magia sem lhe dar a chance de funcionar.

Você ouve muita discussão sobre permitir e deixar ir e evitar a luxúria por seus desejos, mas tudo
dá no mesmo; fazendo magia e assumindo que funcionará. Isso significa que quando a magia estiver
completa, você se esquece dela. Algumas pessoas sentem a necessidade de continuar desejando, rezando,
esperando e vendo como a magia está indo, e isso apenas bagunça as coisas.

Como você deixa ir? Pense nisso como uma coisa comum que você está fazendo. A magia é bela e
espiritual, mas um ritual de tarefa é como fazer um pedido. Você espera que seu pacote chegue sem
nenhum esforço adicional.
Alguém que conheço colocou desta forma. Você não entra em um táxi e se agarra ao volante.
Você só precisa dizer ao motorista o seu destino. Então você senta e relaxa, sabendo que você
chegará onde deseja com o tempo, sem se preocupar, mas curtindo a viagem agradável.

Escolhendo o poder certo


Você precisa escolher o poder certo para resolver seu problema ou atrair seu desejo. Magica não leva
muito tempo, e escolher o poder certo também não deve demorar. Mas o ato de escolher deve levar
mais tempo do que qualquer outra coisa que você faça na magia, porque ao selecionar um poder,
você executou um ato mágico. Esse pode ser o conceito mais importante que você poderia descobrir
no ocultismo.

Faça isso direito, escolha o poder certo, e a magia não pode falhar com você. Se você olhar através do
antigo Goetia grimórios, você encontra toda essa conversa de demônios que encontram bons familiares, e a
importância de vencer batalhas e obter dignidades. Às vezes, não é óbvio quais poderes um demônio pode ter.
Há muitas repetições obscuras, a ponto de às vezes me perguntar como Goetia tornou-se popular em tudo. Acho
que a resposta é que, quando trabalhado corretamente, traz resultados dramáticos.

Com os anjos, a natureza dos poderes pode ser ainda mais vaga, embora haja alguns
padrões de consistência. Para você, sentado aqui com outro livro sobre os poderes desses anjos e
demônios, como você vai saber quais poderes eles realmente possuem?

Parte da linguagem dos antigos grimórios é arcaica, mas os poderes descritos podem ser facilmente
aplicados a situações modernas, especialmente quando você decodifica seu simbolismo. Ao trabalhar com esta
magia, os ocultistas descobriram que, onde pode ser dito que um demônio influencia o raio, isso significa que
você pode usar o poder do demônio para interromper um dispositivo mecânico ou sistema de computador, se
você decidir fazê-lo.

Para o ocultista experimental, decifrar o que funcionará significa olhar para as listas tradicionais
de poderes e também evocar os anjos e demônios para ver o que pode ser alcançado. Você não
precisa fazer isso, mas isso não significa que você deva folhear o livro e pensar que entenderá o que
foi escrito em um instante. Os poderes ainda podem parecer obscuros, então imploro que você leia
este capítulo e entenda como funciona o ato de escolher.

Eu listo os poderes como os entendo. Há uma lista de mais de quatrocentos poderes que estou
confiante de que funcionarão. Alguns deles são gentis e criativos, enquanto outros trazem danos e
destruição. Não estou interessado em convencê-lo sobre o que é moralmente correto, mas o aconselho a
usar apenas a magia que deseja usar. Não há mal nenhum em fazer escolhas, buscar justiça, consertar erros
e escolher uma vida onde você não seja influenciado e esfolado pela força de outros

pessoas. Vou deixar você julgar o que faz, com base em sua crença sobre o que é certo, mas posso assegurar-lhe
que, sejam quais forem as escolhas que fizer, você não será julgado. Eu gostaria de acreditar que você é uma
pessoa de mente sã e bom coração, mas a magia pode ser usada pelos cruéis, egoístas e imprudentes, e
funcionará tão bem quanto quando for usada pelos sábios e aqueles que buscar benefícios para todos. Eu
também sei que a magia nunca causa uma reação adversa. Nenhum pagamento é exigido. Não há
restabelecimento do equilíbrio.

Cada resultado afeta você e seu universo pessoal, e ao realizar magia, você muda tanto quanto seu
mundo. Eu digo, portanto, que você deve considerar sabiamente, mas também saiba que mesmo se você
estiver satisfazendo a luxúria e perseguindo a fama, a magia o elevará para ser a melhor pessoa que você
pode ser, quer você busque isso ou não , e mesmo que demore muitos anos.
Os poderes são descritos em frases curtas, mas não desanime. Eu sei que em muitos livros,
escritores descreveram generosamente todos os detalhes de um poder, como ele pode funcionar e
como pode ser usado. Em muitos casos, isso não é apenas útil, mas essencial. Aqui, tais descrições
atrapalhariam seu trabalho, e explicarei o porquê em breve.

Para começar a entender isso, darei um exemplo. Um dos poderes de Nelakel e Marax é
descrito como o poder Para desenvolver ideias comercialmente viáveis. Seria fácil para mim ter
escrito mais, com algo como, 'Você pode querer usar esse poder ao trabalhar em uma empresa
que está buscando ativamente novas ideias para um empreendimento comercial. Pode até
aplicar-se a um negócio doméstico ou à procura de ideias para um projeto criativo que pretende
rentabilizar. ' E eu poderia ter continuado muito mais, dando uma seleção de exemplos. Não
escrevi essas descrições dos poderes porque eles podem limitar suas idéias.
Esses parágrafos, embora úteis em alguns livros, são um obstáculo para essa magia. Imagine, por
exemplo, que você é um pintor e, embora busque inspiração significativa por meio de suas
meditações pessoais, deseja que os resultados sejam algo que possa vender. Esse poder seria
ideal. Mas você só perceberá isso se for orientado a vê-lo através da contemplação do poder.

Eu acredito que quando você lê um parágrafo, isso limita seu pensamento e faz você acreditar que
toda a extensão dos poderes foi revelada. Nenhum parágrafo poderia fazer isso. Isso significa que você
perderia a profundidade do poder que está sendo descrito. Quando esse mesmo poder é descrito em uma
frase, você devo
contemple o que isso significa para você. Este pequeno esforço de pensar sobre a magia
revela mais do que páginas de notas de um autor como eu.
Você desenvolverá, com bastante facilidade, a arte de interpretar os poderes conforme eles se aplicam a
você. Se trabalhar com um anjo e demônio em particular lhe dá poderes relacionados à arte e à criatividade, direi
apenas 'o poder de desenvolver a arte e a criatividade'. Não há necessidade de dizer mais nada. Se você precisa
de qualquer coisa
a ver com arte ou criatividade, isso é informação suficiente. Você pode ser sábio o suficiente para pensar em maneiras
como isso pode se aplicar à sua situação, ou mesmo a qualquer situação.

Não fique frustrado com isso, mas inspirado. Se você já se pegou pensando que um poder
pode ser aplicável ao seu problema, pode confiar que a descrição forneceu as informações de que
você precisa.
Ao dar descrições curtas, você consegue interpretar o que está escrito e, se interpretar as palavras
do seu jeito, você estará certo. Nada implícito nessas breves descrições pode ser mal interpretado. A razão
para isso é que, além dos poderes tradicionalmente nomeados, os demônios são ditos bons familiares, o
que na magia prática significa que eles podem criar poderes, ou empregar outras entidades, para trabalhar
de maneiras que nem sempre estão listadas. É assim que os ocultistas foram capazes de descobrir muitos
poderes que nunca foram listados nos grimórios mais antigos. Um único poder não pode ser descrito em
um livro inteiro. Uma frase curta lhe dá a oportunidade de entender um poder.

Pode não parecer, mas essas breves descrições demoraram muito mais para serem escritas do que
qualquer outra coisa. Tenho notas, páginas de notas, mas destilá-las em frases curtas exige mais do que qualquer
outra escrita. Busquei orientação extensiva dos anjos e demônios para expressar as coisas de uma maneira que
as fizesse funcionar. Eu fiz isso primeiro ao interpretar a magia conforme me ensinada, e revisei tudo nos meses
que levei para escrever este livro.

O que você encontra é um conjunto de descrições que são abertas e inspiradoras, dando a você a
oportunidade de encontrar o que está dentro da magia, ao invés de ser limitado por uma lista de detalhes.

Confie que o que você leu foi escrito com cuidado e, se você acha que um poder é apropriado para o
que você precisa, ele pode ser.
Na maioria das vezes, isso é fácil. Se você ler que existe um poder Para criar uma ilusão que esconde a
verdade de qualquer situação ou relacionamento, você sabe que pode usar isso para esconder um caso de amor
secreto. Ou você poderia usá-lo para fazer com que suas reuniões com um colega parecessem amizade para os
outros, quando na verdade fazem parte de seu plano para derrubar a liderança. Ou você pode usá-lo para
ocultar qualquer situação em que esteja, porque é isso que o poder declara. É mais fácil do que isso
olha se você demorar um pouco para refletir sobre essas frases.
Eu sei que algumas pessoas vão ler isso e dizer: 'Oh, não, eu gostaria que ele tivesse dado descrições
mais longas dos poderes', então, por favor, entenda que o que eu fiz não é uma taquigrafia preguiçosa, mas um
método destilado para controlar o poder para você. E há uma razão mágica também, que será discutida no
devido tempo.
A parte mais difícil de escrever um livro não é colocar palavras extras; é organizar as ideias para que
façam sentido. Mais palavras teriam tornado este livro um livro de setecentas páginas, pelo menos, e
significariam apenas que você tinha mais para ler. Não teria tornado a magia mais fácil. Se eu te desse mais, você
alcançaria menos. Eu vou te mostrar o porquê.

Se você ler que uma combinação de anjo e demônio tem poder sobre situações financeiras, você
pode perguntar se isso poderia ser usado para influenciar alguém que trabalha no banco? A pergunta é
respondida quando você a faz. O funcionário do banco trabalha em uma instituição financeira. Só porque o
poder de influência não foi listado, não significa que não possa ser aplicado. Os demônios têm poderes
abrangentes, e um resumo não é uma limitação, mas contém dicas e pistas para ativar sua imaginação.
Também pode ajudar olhar para os outros poderes compartilhados pelo anjo e pelo demônio, para ter
uma impressão do poder geral que eles exercem. Algumas combinações são sobre paz, outras sobre ilusão e
influência, e ao ver todos os poderes, você pode obter uma compreensão mais profunda de uma única frase que
descreve um poder. Também direi que se você ler todos os poderes e fizer uma suposição sobre quais poderes o
anjo e o demônio podem criar, sua suposição pode estar correta e você está livre para fazer solicitações que não
estão diretamente listadas. Mas observe que cada palavra foi cuidadosamente escolhida para fornecer as pistas
de que você precisa.

Por que dar pistas e dicas quando eu poderia explicar tudo? Há uma razão mágica, e isso ficará claro
no final deste capítulo, mas você precisará interpretar os poderes, e quando eles parecem obscuros, isso
pode significar liberar sua mente um pouco. Por exemplo, existe um poder Para
sublimar a energia sexual em energia criativa, para que aquele que resiste à liberação sexual seja
capaz de criar com imenso poder. Com algo assim, primeiro pegue um dicionário se houver
palavras que você não entende. Cientistas demonstraram que uma palavra que o faz tropeçar pode
dificultar a compreensão do resto da página. Se você precisar procurar uma palavra como sublimar,
pesquise. E então desmonte essa frase, lendo-a lentamente. Não vou definir exatamente o que
significa, mas com uma leitura atenta, você deve saber que se usar este ritual e resistir ao orgasmo, a
tensão que você cria será transformada em energia criativa.

Tentando escrever uma música clássica, e falta inspiração? Isso lhe daria mais energia criativa do que
quase qualquer outra coisa. Pode parecer obscuro, mas quando você se acomoda na frase, o
significado fica claro quando você imagina como poderia funcionar.

Alguns dos poderes podem parecer arcaicos. Em geral, os poderes mais antigos foram atualizados para
que possamos aplicá-los a situações modernas, mas ainda existem poderes como o Para estimular o
crescimento das safras. Pode parecer trivial, mas se você for um fazendeiro, pode ser o ritual mais
importante do livro. Também pode ser usado por um jardineiro entusiasta. O poder Para dar aos soldados e
seus líderes uma vantagem nas batalhas será de enorme importância para o pessoal militar. Também pode ser
interpretado de forma mais simbólica. Se você sentir que a situação em que está é uma batalha, o poder se
aplicará.

Os únicos poderes sobre os quais gostaria de elaborar diretamente são aqueles que dizem que você pode
adquirir a habilidade de exercer um ato de influência por meio do uso de sua vontade. Por exemplo, Para acalmar
uma pessoa agressiva com um ato de vontade.
O que isso significa é que você realiza o ritual para desenvolver a habilidade muito antes de precisar dela. Então,
quando você descobrir que está na presença de uma pessoa agressiva, você só precisa fazer com que ela se
acalme, e ela se acalmará. Também existe o poder Para fazer alguém de influência agir como você
deseja, por meio de um ato de vontade. Isso significa que você realiza o ritual sem um alvo direto,
desenvolvendo seu habilidade para impor sua vontade a todas as pessoas de influência. Então, em algum
momento no futuro, você pode usar sua vontade para influenciar essa pessoa. Nesse caso, você nem precisa
estar na presença deles.

Isso se aplica a todas essas descrições. Isso não significa que você se tornará capaz de fazer isso
instantaneamente, mas significa que, com esforço consistente, você desenvolverá a habilidade. Silenciar alguém que
está questionando você, no momento, pode ser excitante e obviamente mágico, mas mais importante, pode ser uma
excelente maneira de sair de uma situação difícil. Todos esses poderes requerem alguma habilidade e muitas vezes
muita prática, mas não os negligencie apenas porque algum esforço é necessário para dominá-los. Se você se pergunta
o que significa usar um ato de vontade, significa apenas que você se concentra intensamente, desejando que aconteça.

Cobrimos muito terreno e você ainda pode se sentir confuso e se perguntar como pode
encontrar a energia de que precisa. Não seria ótimo ter uma mesa mostrando a quais anjos e
demônios você chama por dinheiro, quais por amor, quais por problemas jurídicos? Muitos livros
fazem isso, e é admirável quando funciona. Você olha para uma tabela de Dinheiro, e ela lista sete ou
oito espíritos que podem ajudar com dinheiro. Fácil. Eu adoraria fazer isso neste livro porque torna

tudo mais rápido, mas há dois motivos importantes não para fazer dessa maneira.
Qualquer tabela que eu fornecer seria muito limitada, quase ao ponto de ser uma mentira. Se você olhar para
o dinheiro, por exemplo, existem milhares de coisas que podem estar afetando seu problema, desafio ou busca de
dinheiro. Existe realmente apenas uma lista de sete anjos e demônios que podem ajudar com isso? Não. A verdadeira
solução para o dinheiro pode ser influenciar alguém, restringir alguém, obter melhor sorte em uma área específica ou
fazer com que algo seja visto de uma maneira diferente. Uma lista de demônios de 'dinheiro' seria uma piada em
comparação com o poder real que está disponível para você quando você entende todos os poderes. Não vou tratá-lo
com condescendência ou limitar a verdade dos anjos e demônios resumindo tudo dessa maneira.

Há uma razão mais importante para que uma tabela de poderes nunca funcione. Você precisa
se conectar com todo o livro antes de usar a magia. Você não precisa ler todas as palavras, mas
precisa ler sobre todos os poderes disponíveis para cada anjo e demônio. Isso significa ler setenta e
duas páginas de poderes e olhar os sigilos que os acompanham.

Ler sobre os poderes não é apenas para conhecê-los, e não se trata de memorizá-los, mas é um
ritual em si que aciona seu subconsciente para começar a fazer uma associação entre os sigilos, os nomes
que você lê e os poderes . Em um nível mais prático, também significa que, conforme você lê, você faz
anotações mentais dos poderes de que sabe que vai precisar. Você pode até fazer anotações manuscritas
de poderes que atendam às suas necessidades.
Você pode levar seu tempo e ler pedaços aqui e ali, mas leia tudo antes de usar qualquer magia.
Em cada página, leia os nomes dos anjos (todos os quatro), então leia o nome do demônio e olhe os
sigilos. Você não precisa dizer nada em voz alta. Você não está tentando aprendê-los ou lembrá-los. Você
não tem que aprender a pronúncia. É uma leitura básica para ter uma ideia do livro e sentir seus poderes.
Dê uma olhada nas coisas, observe se você sente alguma coisa. Você provavelmente não sentirá nada, mas
leia e imagine como os poderes descritos podem funcionar para você, ou o que eles podem significar, ou
qual poderia ser o potencial de um poder.

Esta não é uma tarefa árdua, mas sim uma das partes mais divertidas do livro. Você consegue ver o que
ele pode fazer, então deve ser uma revelação agradável de poderes. Se parecer uma tarefa cansativa, deixe-a de
lado até sentir algum entusiasmo pelo potencial do livro.

Se gastar uma ou duas horas fazendo isso parecer muito tempo, você precisa ter alguma
perspectiva, porque esse pouco tempo vai render mais do que você pode imaginar.

No futuro, você pode se deparar com um problema urgente, e aqui está este livro com centenas de
poderes disponíveis. Como diabos você encontra o que deseja? Não veja isso como uma deficiência, mas
como uma oportunidade. Não é exatamente adivinhação, mas ao percorrer os poderes, ao pesquisar e
tentar encontrar algo certo, é mais provável que você encontre o que é certo para você do que se tivesse
uma tabela listando todos os poderes.

Se você já conhece a magia desses anjos e demônios, algumas idéias serão novas, mas muitas
serão as mesmas que você viu em outros lugares. Alguns dos poderes soarão quase como no livro de outra
pessoa. Mesmo algumas das pronúncias são idênticas. Isso é inevitável, pois todos irão cobrir mais ou
menos o mesmo material, mas à sua maneira. (Como escritor, é essencial que você crie seu próprio
trabalho, suas próprias descrições e suas próprias pronúncias da melhor forma possível. Se eu tivesse
copiado e colado de outra pessoa, isso seria plágio. Mas onde as coisas são iguais , é porque não há
alternativa e dois ou mais escritores chegaram a uma descrição semelhante porque ela é precisa.) Você
também descobrirá que existem poderes que não são familiares de forma alguma, e isso pode ser mais
problemático. E alguns poderes que você conhece podem estar faltando. Tudo isso será tratado mais tarde.
Eu quero que você aprenda o ritual e descubra os poderes.

Seguindo a seção principal do livro, há respostas para perguntas e informações básicas,


mas acho que é melhor entrar na magia.
O Ritual da União
O ritual para atribuir tarefas aos anjos e demônios é totalmente testado em campo por muitos ocultistas,
com refinamentos sutis adicionados ao longo do tempo. Pode não parecer muito, o que é bom, porque
não há muito para você fazer.
Quase todo ritual planejado tem alguma chance de funcionar. Pode-se dizer que a estrutura de um
ritual é a parte menos importante da magia, embora as pessoas freqüentemente pensem que é a parte
mais importante. Não concordo inteiramente, mas há alguma verdade aqui porque existem centenas de
métodos para contatar anjos e demônios, e a maioria tem algum efeito.

O ritual é uma forma de organizar seus pensamentos e intenções para entrar em contato com os espíritos, e
existem milhares de abordagens. Ninguém pode afirmar ter encontrado um caminho verdadeiro. Se você tentar o que
está explicado aqui, você achará muito mais fácil do que muitos outros métodos, e ele levará a mensagem de seu
pedido aos anjos e demônios, enquanto os compele a responder de boa vontade.

Antes de o ritual começar, você precisa preparar seu pedido como uma única frase. Ao ler
sobre os poderes e como escolhê-los, você provavelmente entendeu por que isso é importante.
Se você pedir a alguém para passar o sal, eles sabem o que você quer dizer. Se você disser a eles
que há um saleiro fora de alcance, e que deseja sal, e que eles poderiam alcançar o sal, e ao fazer isso, eles
poderiam passar o sal para você para que você pudesse colocá-lo na comida e ao fazer isso, ache que sua
comida é mais saborosa, pois eles estão recebendo informações demais. Isso não significa que eles não
possam passar o sal. Eles podem. Mas existem dois pontos aqui. Você não precisa de tantos detalhes. E
você está sendo tão preciso que estrangula a magia. Se você pedisse a alguém para passar o sal, imagine
se dissesse: 'Ei, o sal está bem perto de você' e você ver que está. Magick pode funcionar assim, de
maneiras inesperadas e fáceis, mas apenas se você fizer o pedido aberto. Você precisa ser preciso em seu
desejo, mas não em como espera que ele seja alcançado. Você quer mais dinheiro, pode pedir mais
dinheiro. Se você quiser que mais dinheiro venha do seu negócio, tudo bem também. Mas não peça mais
dinheiro encontrando dinheiro na rua. É muito específico, muito improvável e não permite que os anjos e
demônios apresentem soluções criativas.

Você sabe o que quer, então isso não deve ser muito difícil. Você também sabe que, ao resumir, as
outras verdades de seu desejo ficarão claras para os espíritos. Se sua frase for: 'Peço que você me ajude a
encontrar uma solução durante esta grande mudança', isso pode ser o suficiente. Você pode preferir ser
um pouco mais
Especifique e diga: 'Peço que você me ajude a encontrar um novo lar', e você sabe que é porque está passando
por uma grande mudança, mudando de casa, e ainda não encontrou um lugar para morar. A frase que você cria
deve conter os fatos principais, mas não todos os fatos e sentimentos. É um lembrete para você. Os anjos e
demônios não interpretam as palavras tão literalmente quanto interpretam as sensações e emoções que você
sente ao falar aquela frase. Eles são capazes de ler as associações subconscientes que fazem parte dessa frase.

Diz-se às vezes que você obtém exatamente o que pede com magia e, portanto, você deve
formular seu pedido com extrema cautela. Em muitos casos, eu concordo. Mas porque você está
trabalhando com a sabedoria e o poder de anjos e demônios que sabem o que está por trás das
palavras que você preparou, as palavras não precisam ser uma representação perfeita de seu desejo.

Você reduz a uma frase porque qualquer coisa mais complicada é como fazer vários
pedidos. Se você disser: 'Peço que me traga dinheiro suficiente para saldar as dívidas, para que eu
possa parar aquele cobrador de dívidas agressivo e reconquistar o respeito do meu amante,
enquanto me certifico de não perder meu emprego' está tentando realizar vários rituais ao
mesmo tempo. Se você precisa resolver todos esses problemas, pode precisar de vários rituais,
portanto, para um único pedido, faça esse pedido soar como um único pedido. Você sabe que se
disser: 'Peço que me ajude a obter uma promoção', talvez esteja pedindo melhores habilidades,
mais confiança, enfraquecimento da vontade de seu chefe e boa sorte geral, mas não precisa
fazer uma lista. Os espíritos sabem como obter o resultado melhor do que você,

Se você se pegar pensando, 'Só quero verificar com o autor se esta solicitação é muito longa ou
muito simples', você está fazendo errado. É o tempo que você gasta refinando seu pedido que faz a magia
funcionar. Ninguém pode fazer isso por você. Aproveite o tempo. Às vezes, pode levar cinco segundos. Se
precisar de um ou dois dias para entender o que está pedindo, reserve um ou dois dias. Nunca gaste
semanas nisso porque você está tentando acertar. É muito mais fácil realizar um ritual e ver o que acontece
do que almejar a perfeição.

Gosto de começar a frase com 'eu pergunto' porque contém autoridade suficiente sem ser
muito exigente. Use outra coisa se preferir, mas esta é a maneira mais bem-sucedida de formular um
pedido que conheço.
Aprenda a frase para que possa pronunciá-la sem olhar para as anotações, mas também mantenha-a escrita
em um pedaço de papel para que possa lê-la caso a esqueça. Isso significa que não trapaceie, a menos que seja
necessário. Se você pode aprender a frase, tem mais
impacto quando falado. Se você tiver que olhar para sua folha de cola, você não vai arruinar a magia, mas evite-a
se puder para dar a si mesmo um maior senso de autoridade e segurança.

Para a ilustração deste ritual, assumirei que você está trabalhando com o primeiro par de anjo
e demônio no livro, Vehuiah e Bael, empregando o poder
Para realizar uma tarefa exigente até a conclusão. A frase que você formou é: 'Peço que me
ajude a completar o portfólio da melhor maneira possível'. Não importa qual seja o portfólio;
pode ser uma proposta de negócio ou pinturas para uma exposição proposta. Este é apenas um
exemplo, e seu conhecimento pessoal do que isso significaria para você é a parte importante.
Realize o ritual falando em voz alta, em um lugar onde você se sinta seguro e confiante de que não
será interrompido.
Comece cantando El, pronunciado como ELL, que é como SELL sem o
S. Este é um nome divino de tanto tempo atrás que alguns argumentam que é a nome divino original, mas
descobri que se parece mais com um nome de magia ativa ou criação. Certamente não afugenta os
demônios como alguns nomes divinos podem.

Enquanto você continua a entoar El, imagine uma pequena estrela branca no céu. Isso funciona de dia
ou à noite, dentro ou fora. Tudo o que você precisa fazer é imaginar uma minúscula estrela branca e, a partir
dela, um fio de luz branco-prateada cintilante desce diretamente em sua direção e através do topo de sua
cabeça. À medida que passa para o seu corpo, a luz aumenta para uma esfera branca, cintilando, brilhando e
brilhando dentro do seu peito. Pode parecer poder ou amor. Se você não consegue imaginar muito bem, saiba
(ou suponha) que a luz branca desceu e se expandiu em seu peito. Pode funcionar sem boas habilidades visuais.

Olhe para o sigilo combinado do anjo e do demônio. Para Vehuiah e Bael, o sigilo combinado se
parece com este:
É importante saber que o padrão superior, em uma mão mais leve, é o sigilo angelical. Abaixo dele, geralmente
com linhas mais escuras, você encontra o sigilo do demônio.
Neste ponto, você está olhando para o sigilo inteiro, mas mais tarde você precisará voltar seu foco para
partes específicas do sigilo.
Você não precisa encarar, focar ou fazer qualquer coisa além de olhar para as linhas e formas
do sigilo. Ao fazer isso, diga o nome divino Iao três vezes. Iao é pronunciado como EE-AH-OWE, onde
EE é como SEE sem o S. AH é o som AH em FATHER. OWE é a palavra OWE. Você pode colocar um
pouco mais de ênfase no som AH para que soe como EE-AHHH-OWE.

Com as palavras faladas, continue olhando para o sigilo combinado e pense em seu pedido. Você
não precisa buscar sentimentos profundos. Basta pensar na frase que você elaborou. É como falar a frase
em sua mente, silenciosamente, apenas uma vez.

Repita o nome do anjo governante três vezes. Aqui você diria, 'Vehuiah, Vehuiah, Vehuiah.' Ao
fazer isso, olhe para o sigilo de Vehuiah. Está tudo bem se você também ver o sigilo do demônio, mas
principalmente você deve olhar para o sigilo angélico e saber que é uma representação visual do anjo.
Saiba que
falar suas palavras sobre este sigilo faz o anjo ouvir seu chamado.
Agora diga o nome dos Anjos Atendentes três vezes. Neste exemplo, você diria, 'Vavliel,
Vavliel, Vavliel, Hoel, Hoel, Hoel, Vnael, Vnael, Vnael.' Durante todo o tempo, continue olhando para o
sigilo angélico, porque esses nomes angélicos também estão codificados no sigilo. Saiba que ao falar
suas palavras sobre o sigilo, você será ouvido.

Quando você olha para o sigilo, você deixa seus olhos vagarem pelos detalhes. Se você ver o sigilo do
demônio também, como normalmente verá, isso não é um problema, mas mantenha sua atenção no sigilo do anjo
onde for possível.

Você está pronto para chamar o demônio porque ele foi chamado na presença do Anjo Governante. Os
Anjos Assistentes permitem que o demônio esteja presente em um estado de cooperação.

Agora você fala o nome do demônio três vezes. Aqui, você diria: 'Bael, Bael, Bael'. Ao fazer isso,
olhe para o sigilo do demônio. Esta é a parte inferior do sigilo combinado. Se você ver o sigilo
angelical também, isso é normal, mas saiba que está falando o nome para o sigilo do demônio e que,
ao falar o nome sobre o sigilo, você é ouvido.

Essa repetição dos nomes usados em seu ritual, falados logo após a contemplação de sua
pergunta, chama a atenção dos espíritos. Seus nomes são falados sobre o sigilo, e porque você
chamou os anjos primeiro, o demônio é chamado a um estado imediato de harmonia e cooperação
antes mesmo de você ter feito seu pedido.

O sigilo combinado deve permanecer à vista tanto quanto possível, enquanto você fala as palavras
do ritual
Agora você diz:

Pelo poder de El e Iao, eu te invoco, Vehuiah. Pelo poder de El


e Iao, eu te invoco, Vavliel. Pelo poder de El e Iao, eu te
invoco, Hoel. Pelo poder de El e Iao, eu te invoco, Vnael. Pelo
poder de El e Iao, eu te invoco, Bael.

Faça seu pedido dizendo: 'Pelo poder de Vehuiah, Vavliel, Hoel, Vnael e Bael, peço que me
ajude a completar o portfólio da melhor maneira possível.'

Pode parecer estranho dizer isso apenas uma vez, depois de tanto acúmulo, mas lembre-se de
que seu pedido foi considerado no início, está em sua mente
durante a construção do ritual e está integrado em cada palavra que você falou.
A próxima parte do ritual é encontrada na maioria da magia moderna, mas por favor, não
ignore isso. Você fala o nome de cada espírito, começando com o demônio e avançando até o anjo
governante, e ao fazer isso, você gera um sentimento de agradecimento porque o resultado que você
pediu já foi alcançado.
Aqui você diria, 'Bael,' enquanto pensa e sente obrigado. Você imagina que o resultado chegou e
você está dando sinceros agradecimentos por esse resultado. Se você achar isso difícil, ficará mais fácil com
a prática. Se você não consegue gerar ou fingir as emoções, pode dizer o nome de Bael em voz alta e
pensar em sua mente: 'Bael, obrigado' ou algo semelhante.

Nunca peça o resultado, nem espere que aconteça. O futuro foi moldado por este momento
de magia, então você agradece agora porque, no que diz respeito aos espíritos, o resultado está
completo. Você fecha este momento de mudança dando graças.

Você agora diria, 'Vnael,' enquanto sente obrigado. Você faz o mesmo para Hoel, depois
Vavliel e, finalmente, para Vehuiah.
A esta altura, você provavelmente já se esqueceu da luz imaginada dentro de você, mas se não, deixe-a
desaparecer.
As palavras finais que você fala são Iao, Iao, Iao, El, El, El. Você não precisa sentir nada agora,
exceto que você está selando a magia. Ou seja, você está liberando os espíritos para fazerem o que eles
farão e está voltando à normalidade.
O ritual está completo e você pode continuar com sua vida.
Esses detalhes podem parecer confusos, portanto, fornecerei um resumo no final do
capítulo, e você verá que todo o processo pode ser realizado em minutos.

Um ritual pode ser realizado a qualquer hora do dia ou da noite, em qualquer época do mês ou ano.
Precisa ser executado apenas uma vez, e então você deixa a magia transpirar em sua vida.

Você notará que não há ofertas, sacrifícios ou promessas. Uma das melhores coisas sobre
esse método é que você não precisa fazer nada para apaziguar os espíritos. Você deve saber em
seu coração que é sério e sincero no que pede, ao invés de experimentar para ver o que pode ser
possível. Você deve estar disposto a se deleitar com o resultado que recebe. Isso e o
agradecimento que você sente durante o ritual é a única oferta necessária.

Muitas pessoas irão discordar do que eu disse. Algumas pessoas acreditam que a magia é fazer oferendas
e constroem altares para apresentar alimentos e outras substâncias aos espíritos. Outros acreditaram que tudo
que você precisa é gratidão, e deixar
os espíritos sentem o seu agradecimento quando obtém o resultado. Um terceiro grupo acredita que os espíritos obtêm alguma

satisfação com seu satisfação quando o resultado se manifesta.

Estou simplificando demais porque nada disso é relevante aqui. Os anjos e demônios
respondem não porque você implora, oferece ou faz qualquer barganha. Eles fazem isso porque a
magia foi construída para capacitá-los a realizar seu ofício requerido, e porque sua experiência do
ritual automaticamente dá graças suficientes.

Sua necessidade, e o ato de realizar o ritual, é o sacrifício que você faz; algum tempo,
alguma energia, nada mais. O processo iniciado pelo seu pedido aos anjos e demônios é
concluído quando você recebe o resultado desejado, e isso fecha a todos.

Eu disse isso em meu livro anterior, mas vale a pena repetir aqui. Ao comprar este livro, lê-lo com
atenção e realizar os rituais, vocês faça três coisas importantes. Você faz um sacrifício pessoal (apenas
alguns dólares e algumas horas, mas ainda assim um sacrifício); você mostra alguma confiança na magia
(não toda uma carga de confiança, mas um pouco, e isso ajuda); e você dedica tempo e energia para
colocar os princípios em prática (e é disso que se trata). Todas essas coisas dão vocês

poder. Não se trata de sacrificar nada aos espíritos, mas de dar atenção à magia. Isso aumenta
seu poder e seu conexão com os rituais.
O pequeno sacrifício de tempo e dinheiro que você fez é extremamente significativo e,
felizmente, é o único sacrifício que você precisa fazer. Sua confiança, embora duvidosa, ainda é
confiança. E o seu compromisso de colocar tempo e energia na magia é em si mesmo um
empreendimento de magia. Sua magia já começou.

Existem outras maneiras de trabalhar com esses espíritos. É verdade que você pode tentar
demônios com seu sangue, mas fazer isso é liberar um lado do demônio que não está em sintonia com
seus desejos. É verdade que alguns rituais angelicais foram planejados para funcionar por meio de orações
oferecidas a Deus. Eu não acho que nada disso seja necessário aqui. Use o ritual como mostrei e ele
funcionará se você se lembrar do importante parágrafo que chamei sua atenção no início do livro.

O Ritual na Forma Resumida

Forme a frase que transmita o resultado que você deseja alcançar.

Realize o ritual em um lugar onde você se sinta seguro e possa falar em voz alta.
Cante o nome El e imagine uma minúscula estrela branca no céu. Imagine um fio de luz branco-
prateada cintilante descendo até você, passando pelo alto da cabeça e entrando no corpo. A luz se
transforma em uma esfera branca brilhante em seu peito.

Olhe para o sigilo combinado do anjo e do demônio e diga o nome Iao três vezes.

Continue a olhar para o sigilo combinado e pense na frase que você elaborou para o seu pedido.

Fale o nome do Anjo Governante três vezes enquanto olha para o sigilo angelical. Saiba que o anjo
ouve seu chamado.

Fale o nome do primeiro Anjo Assistente três vezes enquanto olha para o sigilo angelical e saiba
que você é ouvido.

Fale o nome do segundo Anjo Assistente três vezes enquanto olha para o sigilo angelical e saiba
que você é ouvido.

Fale o nome do terceiro Anjo Atendente três vezes enquanto olha para o sigilo angelical e saiba
que você é ouvido.

Fale o nome do Demônio Invocado três vezes enquanto olha para o sigilo do demônio e saiba
que você foi ouvido.

Agora você diz:

Pelo poder de El e Iao, eu te invoco, (O Anjo Governante). Pelo poder de El e

Iao, eu te invoco, (Anjo Atendente 1). Pelo poder de El e Iao, eu te invoco,

(Anjo Atendente 2). Pelo poder de El e Iao, eu te invoco, (Anjo

Atendente 3).

Pelo poder de El e Iao, eu te invoco, (O Demônio Convocado).


Pelo poder de (O Anjo Regente), (Anjo Assistente 1), (Anjo Assistente 2), (Anjo Assistente 3) e (O
Demônio Convocado) eu peço (Declare sua sentença de solicitação).

Fale o nome do Daemon enquanto agradece o resultado. Fale o nome do Anjo Atendente 3

enquanto agradeço o resultado. Fale o nome do Anjo Atendente 2 enquanto agradece o

resultado. Fale o nome do Anjo Atendente 1 enquanto agradece o resultado. Fale o nome do

Anjo Governante enquanto agradece o resultado. Fale os nomes Iao, Iao, Iao, El, El, El.

O ritual está completo e você pode continuar com sua vida normal.

Você pode descobrir que para cada ritual, você escreve as instruções acima, inserindo os nomes
apropriados. Se você puder, aprenda o ritual. Se não puder, use notas ou seu próprio resumo escrito.
Quer esteja usando o e-book ou o Paperback, fique na página que exibe o sigilo combinado (e as
pronúncias apropriadas) ao invés de pular entre o ritual e aquela página.

Se isso parecer muito problemático, você está subestimando o poder combinado de Goetia e Shem
ha-Mephorash.(nomes ocultos de Deus,os 72 nomes)
O esforço necessário para montar um ritual pode poupar milhares de horas perdidas, e acredito que
quando seus rituais começarem a funcionar, melhorar e se tornarem mais diretos, você olhará para trás sem um
único arrependimento pelo tempo que dedicou ao início deste trabalho .

Os poderes do Ritual da União


As páginas a seguir contêm todos os detalhes de que você precisa para construir qualquer ritual. Se você chegou
a esta parte do livro primeiro, pode parecer que são páginas de código sem sentido, então você provavelmente
vai querer ler a primeira parte do livro para entender o que isso significa.

Antes de realizar qualquer uma dessas magicas pela primeira vez, você deve ler todas as setenta e
duas combinações de anjos e demônios, ponderando os poderes, lendo os nomes e olhando para os
sigilos. Aproveite este tempo e deixe sua expectativa pela magia crescer.
1. Vehuiah e Bael
Para expandir a consciência, especialmente nas ciências. Para realizar
uma tarefa exigente até a conclusão. Para mudar a mente de quem
é sábio.
Para parecer confiante a todos que o conhecem ou conhecem. Para falar com
coragem e inteligência para ocultar o engano.

Para criar uma ilusão que esconde a verdade de qualquer situação ou relacionamento. Para deixar um inimigo
com medo irracional.

O anjo governante

Vehuiah (VEH-WHO-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Vavliel (VAH-VELL-EE-ELL)
Hoel (HAW-ELL)
Vnael (VEH-NAH-ELL)

O Demônio Convocado
Bael (BAH-ELL)
O Sigilo de Vehuiah e Bael

2. Yeliel e Agares
Para acalmar a raiva injusta, agressão ou rebelião. Para trazer paz
entre os amantes.
Para trazer paz a uma família perturbada ou questionadora.
Para ganhar argumentos ou mudar a opinião daqueles de status superior. Para fazer alguém
que te deixou voltar para sua casa. Para fazer uma pessoa perder toda a dignidade.

Para permitir que você aprenda novos idiomas com mais facilidade.
O anjo governante
Yeliel (YELL-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Yatniel (YAH-TEN-EE-ELL)
Llael (LAH-LAH-ELL) Yoel
(YAW-ELL)

O Demônio Convocado Agares


(AG-ARE-EZ)

O sigilo de Yeliel e Agares


3. Sitael e Vassago
Para oferecer proteção durante um período de infortúnio.
Para encontrar soluções em tempos de caos ou grandes mudanças. Para encorajar a
generosidade em alguém conhecido por você.

Para acabar com as mentiras e fofocas de um indivíduo ou grupo. Para fazer alguém
acreditar em você.
Para descobrir a verdade por trás de uma afirmação suspeita. Para encontrar
algo que foi perdido ou escondido.
Para colocar o passado em perspectiva e perceber todos os fatos.

O anjo governante
Sitael (SEAT-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Sitvael (SEAT-VAH-ELL)
Yofefiel (YAW-FEH-FEE-ELL)
Toviel (TAW-VEE-ELL)

O Demônio Convocado Vassago


(VASS-ARGO)
O sigilo de Sitael e Vassago

4. Elemiah e Gamigin
Para ajudá-lo a sair do tormento espiritual.
Para descobrir um traidor quando você tiver suspeitas. Para fazer uma longa
viagem segura.

Para fazer descobertas de rendimento de trabalho criativo e especulativo.

Para buscar respostas de um amigo ou parente que faleceu, na forma de sonhos. Para parecer comandante ao falar
com aqueles que você deseja influenciar. Para escrever de forma convincente.
O anjo governante
Elemiah (ELL-EM-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Enyiel (EHN-YEE-ELL)
Lachmiel (LACK-ME-ELL)
Meshaashiel (MEH-SHAH-ASH-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Gamigin (GAM-EEG-IN)
O sigilo de Elemiah e Gamigin

5. Mahashiah e Marbas
Para eliminar o poder mágico de um amigo ou inimigo. Para aprender novas
habilidades rapidamente.

Para encorajar a paz dentro de um grupo. Para


diminuir uma doença.
Para parecer mais atraente para as pessoas que você deseja. Para causar
doença ou fraqueza em outra pessoa.

Para revelar respostas sobre qualquer assunto que o esteja atormentando.


O anjo governante

Mahashiah (MAH-HAH-SHE-AH)

Os Anjos Atendentes
Michael (MEEK-AH-ELL)
Hachzayiel (HACK-ZAY-EE-ELL) Shamshiel
(SHAHM-SHE-ELL)

O Demônio Convocado Marbas


(MARB-ASS)

O Sigilo de Mahashiah e Marbas

6. Lelahel e Valefar
Para atrair a atenção romântica de alguém que você deseja.
Para torná-lo mais atraente para pessoas que poderiam ter sentimentos fortes por você.

Para torná-lo popular ao interagir com outras pessoas.


Para adquirir fama ou reputação ao promover trabalhos criativos. Para fazer com que inimigos
enganosos sofram pensamentos desordenados.

Para fazer uma pessoa secreta cometer erros de julgamento que revelam a verdade. Exortar uma pessoa
que você conhece a ser infiel ao parceiro.

O anjo governante

Lelahel (LEH-LAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Llozvael (LEH-LAW-ZEV-AH-ELL) Llael
(LAH-LAH-ELL)
Hachaltiel (HACK-AH-LET-EE-ELL)

O Demônio Convocado Valefar


(VAL-EH-FAR)

O sigilo de Lelahel e Valefar


7. Achahia e Amon
Para inspirar paciência em você mesmo ou em outra pessoa.
Para influenciar as pessoas a perceberem a qualidade dos produtos ou serviços que você oferece. Para ser ouvido
por alguém que é resistente à sua mensagem.

Para fazer outra pessoa temer sua força aparente. Para fazer um inimigo te
ver como um amigo em potencial. Para fazer alguém sentir carinho por
você.
Para fazer amigos, amantes ou parceiros de negócios sentirem raiva e ciúme um do outro.

O anjo governante
Achahia (AH-KAH-HE-AH)

Os Anjos Atendentes
Advargael (AH-DEV-ARE-GAH-ELL)
Chruviel (KEH-ROO-VEE-ELL) Ashishiel
(ASH-EE-SHE-ELL)

O Demônio Convocado
Amon (AY-MON)
O sigilo de Achahia e Amon

8. Kahetel e Barbatos
Para fazer uma pessoa má sair da sua vida. Para estimular o crescimento
das safras.
Para impor o respeito daqueles que ouvem sua voz. Para fazer alguém se
sentir inferior a você.
Para encorajar um avanço financeiro onde há inércia.
Para melhorar a adivinhação por todos os meios ao buscar um caminho para resolver um único problema.

Para trazer paz entre os influentes quando eles estão em uma discussão.
O anjo governante
Kahetel (KAH-HET-ELL)

Os Anjos Atendentes
Kantiel (KAN-TEE-ELL)
Halshimael (HAH-LESH-EE-MAH-ELL)
Tumiel (TOO-ME-ELL)

O Demônio Convocado
Barbatos (BARB-AH-TOSS)

O Sigilo de Kahetel e Barbatos

9. Heziel e Paimon
Para fazer um amigo pagar uma dívida ou cumprir uma promessa.

Para drenar a energia de quem trabalha a magia contra você.


Para atrair a amizade de quem tem mais poder e status, ou daqueles que podem beneficiar sua
carreira.
Para melhorar a habilidade musical.

Para desenvolver uma reputação de sábio.


Para controlar os pensamentos e sentimentos de outra pessoa por meio da vontade.

Para fazer alguém sofrer um período de esquecimento extremo.

O anjo governante

Heziel (HEZ-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Halvaliel (HAH-LAH-VAH-LEE-ELL)
Ziviel (ZEE-VEE-ELL)
Ynael (EE-NAH-ELL)

O Demônio Convocado
Paimon (PAY-MUN)
O sigilo de Heziel e Paimon

10. Aladiah e Buer


Para aliviar a dor nos ossos e nas articulações. Para se libertar de
um período de negatividade.

Para aliviar o sofrimento causado por dúvidas sobre si mesmo ou medos sobre sua natureza e suas ações.

Para entender e lembrar informações complexas. Para aliviar a raiva contínua


em você ou em outra pessoa.
Para se recuperar de doenças ou lesões mais rapidamente do que o normal.

Para perceber a verdade por trás dos desejos luxuriosos, para ver se há apenas luxúria ou algo mais profundo em
seus sentimentos.

O anjo governante
Aladiah (AH-LAH-DEE-AH)
Os Anjos Atendentes
Amiel (AH-ME-ELL)
Lagiel (LAH-GEE-ELL)
Dodeliel (DAW-DEH-LEE-ELL)

O Demônio Convocado
Buer (BOO-ER)

O sigilo de Aladiah e Buer

11. Laviah e Gusoin


Para trazer proteção para você e sua propriedade durante os períodos de clima extremo. Para permitir que seus
talentos se tornem mais conhecidos.
Para se tornar fascinante para alguém de um status social muito mais elevado. Para minar
um inimigo que prejudica sua reputação.

Para fazer alguém revelar acidentalmente informações que podem ajudá-lo a ganhar uma discussão, incluindo
argumentos jurídicos.
Para encorajar a amizade entre ex-amantes.

O anjo governante

Laviah (LAH-VEE-AH)

Os Anjos Atendentes
Latmiel (LAH-TEM-EE-ELL) Uriel
(OO-REE-ELL)
Vachtiel (VAH-KET-EE-ELL)

O Demônio Convocado Gusoin


(GUSS-OH-IN)

O sigilo de Laviah e Gusoin


12. Hahaiah e Sitri
Para pôr fim ao conflito entre aqueles que estão próximos.
Para suportar uma situação adversa facilmente, até que você seja vitorioso.
Sonhar mais vividamente de maneiras que revelem verdades sobre como você pode usar a magia para sua vantagem.

Para influenciar pessoas inteligentes por meio de um ato de vontade. Para fazer com
que outro sinta desejo sexual por você.

Para fazer suas palavras parecerem atraentes em situações sociais.

Parecer dominante quando deseja envergonhar outra pessoa em uma discussão pública ou em uma ocasião social.

O anjo governante

Hahaiah (HAH-HAH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Havael (HAH-VAH-ELL)
Hanavael (HAHN-AVAH-ELL)
Ashashiel (AHSH-ASH-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Sitri (SIT-REE)
O sigilo de Hahaiah e Sitri

13. Yezalel e Beleth


Para sublimar a energia sexual em energia criativa, para que aquele que resiste à liberação sexual seja capaz de
criar com imenso poder.
Para sentir o que um inimigo está sentindo, especialmente onde essas informações podem lhe dar uma vantagem.

Para melhorar sua memória.


Para fazer os amantes se reunirem por meio do desejo sexual.

Para causar extrema luxúria sexual em alguém que você deseja. Para causar caos e
raiva em um grupo.

O anjo governante
Yezalel (YEZ-AHL-ELL)

Os Anjos Atendentes
Yofiel (YAW-FEE-ELL)
Zvael (ZEH-VAH-ELL)
Lahshofael (LAH-SHAW-FAH-ELL)

O Demônio Convocado
Beleth (BELL-ETH)

O sigilo de Yezalel e Beleth

14. Mebahel e Leraje


Para proteger suas economias ou herança daqueles que buscam obter mais do que o justo.

Para permitir que a verdade seja vista por todos durante um julgamento legal. Para
trazer dor induzindo falta de jeito com segredos. Para fazer um inimigo ser detido
pela dor física. Para aumentar a força física durante o treinamento.
Para fazer seu inimigo sentir que tudo o que foi cruelmente dito sobre ele é verdade. Para fazer com que rumores
maliciosos sobre sua escolha floresçam.

O anjo governante

Mebahel (MEB-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Malchiel (MAH-LECK-EE-ELL)
Boel (BAW-ELL)
Hofiel (HAW-FEE-ELL)

O Demônio Convocado Leraje


(LEH-RAH-YAY)
O Sigilo de Mebahel e Leraje

15. Hariel e Eligor


Silenciar aqueles que desacreditam ou minam seus planos ou interesses apaixonados. Para descobrir melhores formas
de trabalhar nas indústrias criativas.

Para permitir que suas emoções e objetivos permaneçam claros quando outros o dissuadirem.

Para descobrir uma maneira de superar uma situação sem conflito. Para dar aos soldados e
seus líderes uma vantagem nas batalhas. Ser admirado por um superior em situação de
trabalho.
Para ser promovido em qualquer organização.

O anjo governante

Hariel (HAH-REE-ELL)
Os Anjos Atendentes
Havivael (HAH-VEE-VAH-ELL)
Rachivael (RACK-EE-VAH-ELL)
Yuniel (YOO-NEE-ELL)

O Demônio Convocado Eligor


(ELL-EE-GORE)

O sigilo de Hariel e Eligor

16. Hakemiah e Zepar


Para impedir que um traidor o prejudique de alguma forma.

Para fazer os infiéis ou desleais cessarem sua traição.


Para fazer uma pessoa agressiva ou opressora ficar com medo.
Para obter mais dinheiro em negócios que exigem interações encantadoras com outras pessoas.
Para tornar um inimigo infértil ou para sofrer disfunção sexual.
Para exalar uma aura de luxúria que pode ser atraente para aqueles que precisam de liberação sexual. Para fazer com que

duas pessoas se apaixonem.

O anjo governante
Hakemiah (HAH-KEM-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Hakmiel (HACK-EM-EE-ELL)
Kantiael (KAN-TEE-AH-ELL)
Mishaashael (ME-SHAH-AH-SHAH-ELL)

O Demônio Convocado
Zepar (ZEP-ARE)
O sigilo de Hakemiah e Zepar

17. Lavel e Botis


Para aumentar a resistência quando envolvido em um projeto exigente e exaustivo.

Para se recuperar da dor de um relacionamento quebrado.

Perceber o conhecimento de um colega sábio, permitindo-lhe estar à frente dele.

Para se tornar um adepto da composição musical.

Para encontrar as palavras mais persuasivas ao escrever. Para fazer um


inimigo parecer feio.
Para aumentar a coragem diante de uma situação assustadora.

O anjo governante

Lavel (LAH-VELL)

Os Anjos Atendentes
Loriel (LAW-REE-ELL)
Achmashiel (ACK-MAH-SHE-ELL) Valaliel
(VAH-LAH-LEE-ELL)

O Demônio Convocado
Botis (BAW-TISS)

O sigilo de Lavel e Botis

18. Keliel e Bathin


Para fazer com que os especialistas jurídicos fiquem confusos e esquecidos.
Para garantir a vitória em uma situação legal quando você é inocente.
Para provar sua inocência diante de acusações pessoais e no local de trabalho.
Passar despercebido por um curto período de tempo quando deseja trabalhar sem que outras pessoa s saibam o que está
fazendo.

Para tornar as viagens de negócios mais bem-sucedidas quando há um objetivo definido.

Para influenciar outra pessoa a experimentar uma emoção negativa de sua escolha.

O anjo governante

Keliel (KEL-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Kochviel (KAW-KEV-EE-ELL)
Lmimael (LEM-EE-MAH-ELL)
Ymaniel (EE-MAH-NEE-ELL)

O Demônio Convocado
Bathin (BAH-THIN)
O sigilo de Keliel e Bathin

19. Loviah e Sallos


Para assumir um ar de charme.

Para ser carismático ao representar seu trabalho para outras pessoas. Para coletar
informações sobre outro sem ser detectado.
Para atrair amizade ao viajar ou ao se mudar para morar em um novo local. Para fazer outra pessoa sentir um
amor apaixonado por você, o suficiente para que essa pessoa deixe o atual parceiro.

Para fazer com que uma amizade próxima seja afetada por pensamentos lascivos. Para aumentar
a probabilidade de estranhos se sentirem atraídos por você.

O anjo governante
Loviah (LAW-VEE-AH)

Os Anjos Atendentes
Lakihael (LAH-KEY-HAH-ELL) Vafiel
(VAH-FEE-ELL)
Vsaviel (VEH-SAH-VEE-ELL)

O Demônio Convocado
Sallos (SAL-OSS)

O sigilo de Loviah e Sallos

20. Pahaliah e Purson


Para fazer uma pessoa cruel se tornar gentil.
Para encontrar o equilíbrio quando suas ambições correm o risco de sobrecarregar suas reservas de energia.

Recuperar a sensação de alegria quando está cansado atrapalha seus esforços. Para tomar decisões
financeiras com benefícios de longo prazo.
Para atrair apoio financeiro para seus projetos mais importantes.

Para entender como transformar uma situação teimosa em mutável.

O anjo governante

Pahaliah (PAH-AH-LEE-AH)

Os Anjos Atendentes
Patzchiel (PATS-ECK-EE-ELL)
Hadael (HAH-DAH-ELL) Liael
(LEE-AH-ELL)

O Demônio Convocado
Purson (PURSE-ON)
O sigilo de Pahaliah e Purson

21. Nelakel e Marax


Para impedir as pessoas de falarem falsidades prejudiciais.

Para fazer com que sua casa se sinta segura depois de ter sido infectada pela presença de quem invoca sentimentos
negativos.
Levar em consideração todos os fatores para que os planos tenham sucesso.

Para obter uma visão intuitiva de como uma situação atual pode se desenvolver e como você pode agir para mudar o
curso dos eventos.

Para entender se uma oferta é digna de sua atenção. Para desenvolver ideias
comercialmente viáveis.
Para se libertar da procrastinação ou frustração criativa.
O anjo governante

Nelakel (NEL-AH-KELL)

Os Anjos Atendentes
Nmuel (NEM-OO-ELL)
Lamvsiel (LAH-MEH-VESS-EE-ELL) Ksinael
(KEH-SEEN-AH-ELL)

O Demônio Convocado
Marax (MAR-AXE)

O sigilo de Nelakel e Marax


22. Yeyayel e Ipos
Para proteger sua empresa durante um período de turbulência. Para tornar os
esforços de uma viagem de negócios bem-sucedida. Para trazer proteção em viagens
longas.

Para balançar a fortuna a seu favor ao fazer um negócio. Para torná-lo corajoso
e convincente em questões de negócios.
Para desenvolver a capacidade de encontrar uma resposta convincente para qualquer pergunta, mesmo quando sob pressão.

Para convencer aqueles que você deseja influenciar com charme e inteligência.

O anjo governante

Yeyayel (YEH-YAY-ELL)

Os Anjos Atendentes
Yaulayiel (YAH-OO-LAH-YEE-ELL)
Yhohiel (YEH-HAW-HEE-ELL)
Yatzivael (YAT-ZEE-VAH-ELL)

O Demônio Convocado
Ipos (EE-POSS)
O sigilo de Yeyayel e Ipos

23. Melahel e Aim


Para protegê-lo de exaustão e incidentes durante a viagem. Para aliviar a dor em
caso de lesão ou indisposição.
Para oferecer proteção ao lidar com máquinas ou armamentos perigosos.
Para fazer qualquer empresa, casa ou outro local inflamado com discussões, medo e ciúme.

Fazer sofrer uma desgraça que pode trazer danos físicos ou emocionais.

Para sentir a verdade quando você suspeita de alguém.


O anjo governante

Melahel (MEL-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Mzachiel (MEZ-ACK-EE-ELL)
Llael (LAHL-AH-ELL)
Hochaniel (HAWK-AH-NEE-ELL)

O Demônio Convocado
AIM (AIM)

O Sigilo de Melahel e Aim

24. Chaviah e Naberius


Para proteger sua casa contra invasões.
Para fazer uma pessoa de quem você não gosta ficar longe de sua casa. Para fazer com
que ratos e outras pragas fujam de sua casa. Para superar os sentimentos de culpa
quando magoa outra pessoa.

Para ficar à frente da concorrência adivinhando seus planos ou ideias.


Para recuperar sua reputação quando for manchada por verdade ou mentiras.
Ter a confiança de alguém que expressou dúvidas sobre suas habilidades.

O anjo governante

Chaviah (CAH-VEE-AH)

Os Anjos Atendentes
Chagiel (CAH-GEE-ELL)
Hofniel (HAWF-NEE-ELL)
Vshashiel (VEH-SHAH-AH-SHE-ELL)

O Demônio Convocado
Naberius (NAB-AIR-EE-USS)

O sigilo de Chaviah e Naberius


25. Netahiah e Glasya Labolas
Para obter revelações em sonhos a respeito de sua vida. Para se tornar sábio em
um assunto que é importante para você.

Encontrar a capacidade de ler com um foco concentrado para melhor compreender os textos mágicos.

Para esclarecer pensamentos após um período de confusão.

Para obter um avanço cognitivo em uma área de pesquisa. Para fazer um


inimigo sofrer nas mãos de outro. Para fazer com que um inimigo sofra
acidentes.
Para fazer alguém perder a confiança e o respeito de todos.

O anjo governante

Netahiah (NET-AH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Numiel (NOO-ME-ELL)
Tatichael (TAH-TEAK-AH-ELL)
Honeniel (HAW-NEN-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Glasya Labolas (GLASS-EE-AH LAB-OH-LASS)
O Sigilo de Netahiah e Glasya Labolas

26. Haaiah e Bime


Para fornecer proteção contra aqueles que o desviariam ou destruiriam seus sonhos.

Para deixar o bom em um relacionamento dominar o ruim.


Para se comunicar bem com aqueles que servem a seus próprios líderes.

Para atrair encontros casuais que tragam quantias modestas e frequentes de dinheiro. Para trazer sucesso para
um projeto criado para criar riqueza.
Convocar um ente querido falecido para dar respostas sábias, seja em sonhos ou por meio de esforço mágico
direto.

O anjo governante

Haaiah (HAH-AH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Haamiel (HAH-AH-ME-ELL)
Admiel (AHD-ME-ELL) Avael
(AH-VAH-ELL)

O Demônio Convocado
Bime (BEAM-EH)

O Sigilo de Haaiah e Bime


27. Yeretel e Ronove
Para se proteger contra um ataque injustificado, seja verbal, físico ou destinado a prejudicar sua vida.

Para confundir as emoções de um inimigo, causando distração em um momento chave. Escrever de uma forma
que chame a atenção para suas obras escritas.

Para se tornar mais carismático, especialmente durante uma comunicação potencialmente romântica.

Para parecer verdadeiro e charmoso ao tramar contra outra pessoa. Para fazer um concorrente vê-
lo como algo sem interesse.

O anjo governante

Yeretel (YEH-REH-TELL)

Os Anjos Atendentes
Yuniel (YOU-NEE-ELL)
Rachazaiel (RACK-AH-ZAH-EE-ELL)
Tatviel (TAH-TEV-EE-ELL)

O Demônio Convocado Ronove


(RON-OVAY)
O Sigilo de Yeretel e Ronove

28. Shahaiah e Berith


Para proteger contra doenças durante uma epidemia.
Para proteger contra o colapso de um negócio ameaçado. Para trazer proteção durante
uma tempestade ou outro evento extremo. Para superar a inércia e encontrar
motivação.
Para descobrir pontos fortes que permitem explorar outras pessoas.

Para esconder suas fraquezas, quer você saiba delas ou não, daqueles que as usariam contra você.
Para fazer uma mentira parecer verdade, mesmo quando já passou o tempo desde que a mentira foi dita.

O anjo governante
Shahaiah (SHAH-AH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Shomiel (SHAW-ME-ELL)
Aaraviel (AH-ARAH-VEE-ELL)
Hagtamiel (HAH-GET-AH-ME-ELL)
O Demônio Convocado
Berith (BEH-RITH)

O sigilo de Shahaiah e Berith

29. Riyiel e Astaroth


Para se proteger contra um inimigo invisível quando você sentir um ataque.

Para permitir que você obtenha experiências místicas durante os sonhos, magia ou meditação.

Para permitir a compreensão dos poderes da magia, a fim de criar seus próprios rituais.

Para entender seus desejos e propósito na vida. Para se tornar


criativo e prolífico.
Para melhorar sua habilidade de escolher o caminho mágico apropriado necessário para satisfazer seus desejos.
O anjo governante

Riyiel (REE-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Rashniel (RASH-NEE-ELL)
Yafniel (YAHF-NEE-ELL)
Yachkimiel (YAH-KECK-EE-ME-ELL)

O Demônio Convocado
Astaroth (ASS-TAR-OTH)

O sigilo de Riyiel e Astaroth

30. Omael e Forneus


Para lhe dar força diante do desespero. Para trazer paciência e paz
durante a turbulência. Para melhorar a fertilidade masculina.
Para que todos vejam o que há de melhor em você e para espalhar boas palavras sobre seus feitos. Para se tornar

conhecido e respeitado pelo seu trabalho. Para ser visto como uma pessoa honrada e digna de atenção.

Vencer uma competição parecendo ter profundos talentos.

O anjo governante
Omael (OH-MAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Ashfiel (AHSH-FEE-ELL)
Vnadiel (VEH-NAH-DEE-ELL)
Mimael (ME-MAH-ELL)

O Demônio Convocado
Forneus (FOR-NEE-USS)
O sigilo de Omael e Forneus

31. Lekavel e Foras


Para encontrar ideias inspiradoras, principalmente para sua carreira.

Tornar-se imperceptível em um momento em que você poderia levantar suspeitas. Para permitir o crescimento,
literal e metaforicamente.
Tornar-se fascinante e espirituoso, especialmente aos olhos de quem ficou entediado ou desinteressado
por você.
Para perceber as necessidades ocultas de um parceiro ou de alguém que você deseja. Para manter a saúde e
a energia na velhice.

O anjo governante

Lekavel (LECK-AH-VELL)

Os Anjos Atendentes
Lshaavtiel (LEH-SHAH-AH-VET-EE-ELL)
Katviel (KAT-VEE-ELL)
Vanatiel (VAH-NAH-TEE-ELL)

O Demônio Convocado
Foras (FORE-ASS)

O sigilo de Lekavel e Foras

32. Veshariah e Asmodai


Para deixar a verdade emergir diante de acusações falsas ou injustas. Para influenciar as pessoas a
escreverem sobre você de forma justa e precisa. Para melhorar sua própria escrita sobre qualquer
assunto factual.

Para se tornar talentoso em áreas que envolvem julgamento físico e habilidade, desde pequenos trabalhos manuais até
grandes habilidades, como cirurgia.
Para melhorar uma habilidade exponencialmente à medida que novos desenvolvimentos nessa habilidade são ativamente
procurados.

Lançar uma sombra de invisibilidade sobre um objeto, projeto ou pensamento valioso, de modo que nenhum outro
possa percebê-lo até que você decida que ele o faça.

O anjo governante

Veshariah (VESH-AH-REE-AH)

Os Anjos Atendentes
Vavliel (VAH-VELL-EE-ELL)
Shamshiel (SHAHM-SHE-ELL)
Rachaviel (RAH-KAV-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Asmodai (AZ-MOW-DAY)
O Sigilo de Veshariah e Asmodai

33. Yichuiah e Gaap


Para descobrir os planos de um inimigo e, ao fazê-lo, veja-os se desfazer. Para fazer os planos
de outro se extraviarem.
Para fazer uma pessoa de influência ver a verdade.
Para trazer um sono sonolento para um inimigo, causando mau julgamento, sofrimento e acidentes.

Para trazer desconfiança e ódio a qualquer grupo, seja um casal, uma pequena facção ou uma
organização maior.
Para fazer alguém sentir amor por você, quer você o deseje ou não.

O anjo governante

Yichuiah (YEE-KOO-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Yarviel (YAH-REV-EE-ELL)
Chochmiel (CAW-KEM-EE-ELL)
Vshadiel (VEH-SHAH-DEE-ELL)

O Demônio Convocado
Gaap (GAH-APP)

O sigilo de Yichuiah e Gaap

34. Lehachiah e Furfur


Para inspirar um amante a ser fiel.
Para subjugar a raiva em uma situação de grupo.

Para garantir que a paz seja mantida quando a mudança pode trazer ruptura para um grupo.

Para causar raiva em um indivíduo ou grupo.


Para causar uma explosão extrema de raiva ou violência em alguém que tenta manter a calma sob
pressão.
Para fazer um inimigo, seja um indivíduo ou grupo, sofrer avarias mecânicas e elétricas.

O anjo governante
Lehachiah (LEH-HACK-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Lashviel (LASH-VEE-ELL)
Hagtiel (HAG-TEE-ELL)
Chatmitzael (KAH-TEM-EATS-AH-ELL)

O Demônio Convocado
Furfur (FUR-FUR)

O sigilo de Lehachiah e Furfur

35. Kevekiah e Marchosias


Para curar uma amizade.
Para acabar com as discussões familiares.

Para obter uma herança justa.

Para negociar de forma convincente, com entes queridos, estranhos, figuras de autoridade ou superiores.

Falar de uma forma que inspire medo em seu inimigo.


Para fazer um inimigo sofrer de dúvidas e ansiedade.

O anjo governante

Kevekiah (KEV-ECK-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Ktzatiel (CUTS-AH-TEE-ELL)
Vatkiel (VAH-TEK-EE-ELL)
Kumiel (KOO-ME-ELL)

O Demônio Convocado
Marchosias (MARK-OH-SEE-ASS)
O sigilo de Kevekiah e Marchosias

36. Menadel e Stolus


Para amarrar uma pessoa que calunia você.

Exortar um amigo ou membro da família que se encontra afastado para restabelecer o contato.

Para trazer estabilidade ao seu emprego quando houver mudanças em seu local de trabalho.

Para encontrar alívio para a dor que não tem uma causa clara. Para conscientizar
as pessoas sobre seu produto ou projeto.

Para trazer inovação criativa para um projeto que está paralisado.

O anjo governante

Menadel (MEN-AH-DELL)

Os Anjos Atendentes
Malchiel (MAH-LECK-EE-ELL)
Nadniel (NAD-NEE-ELL)
Dasniel (DAH-SEN-EE-ELL)

O Demônio Convocado Stolus


(STOW-LUSS)

O sigilo de Menadel e Stolus

37. Aniel e Phenix


Para influenciar um parceiro a ter a mente mais aberta. Para melhorar
sua habilidade de meditar.

Para contemplar todos os assuntos, do místico ao prático, com maior enfoque. Para se tornar mais hábil
com a composição musical.
Para tornar sua escrita mais emotiva.
Para melhorar sua capacidade de se comunicar bem em grupo.
Para fazer o agressivo, violento ou barulhento se tornar silencioso e amedrontado por um ato de vontade.
O anjo governante

Aniel (AH-NEE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Achviniel (ACK-VEE-NEE-ELL)
Ninnael (NEE-NEN-AH-ELL)
Ydiel (YEH-DEE-ELL)

O Demônio Convocado
Phenix (FENN-ICKS)

O Sigilo de Aniel e Fênix

38. Chaamiah e Halphas


Para se proteger contra ataques ocultos, mesmo quando esse ataque já começou a prejudicá-lo.

Para permitir que você encontre a verdade sobre um assunto sem ser detectado, enganado ou prejudicado.
Para melhorar a resistência durante o esforço físico.
Para remover todos os obstáculos que o impedem de se tornar mais poderoso dentro de qualquer organização.

Para entender suas ambições e como adquirir as habilidades, parceiros e suporte para alcançar essas
ambições.
Para trazer fortuna e popularidade para si mesmo ao liderar.

O anjo governante
Chaamiah (CAH-AH-ME-AH)

Os Anjos Atendentes
Chashfiel (CASH-FEE-ELL)
Amiel (AH-ME-ELL)
Mniel (MEN-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Halphas (HAL-FASS)

O sigilo de Chaamiah e Halphas


39. Rehoel e Malphas
Para evitar que uma doença evolua para um estado pior. Para recuperar a energia
física, emocional e mental.
Para ajudá-lo a obter uma perspectiva durante um momento difícil, a fim de planejar uma resposta estratégica.

Para se recuperar de danos infligidos por um inimigo ou competidor como se nada tivesse acontecido.

Para fazer os competidores encontrarem a paz, de forma que não tenham forças para lutar contra você.

O anjo governante

Rehoel (REH-HAW-ELL)

Os Anjos Atendentes
Rochmiel (RAWK-ME-ELL)
Hachzitael (HACK-ZEET-AH-ELL)
Eniel (EH-NEE-ELL)

O Demônio Convocado
Malphas (MAL-FASS)
O sigilo de Rehoel e Malphas

40. Yeyizel e Raum


Para voltar o olhar de um inimigo contra outro.
Para se tornar mais confiante em seu trabalho criativo. Para ser reconhecido
pelo seu trabalho criativo.

Para fazer outra pessoa criativa sofrer por falta de inspiração.


Para causar perda pessoal a outra pessoa de uma forma que causará profunda dor emocional. Para fazer uma pessoa se

tornar um pária.

Para fazer um amigo íntimo ter desejos lascivos por você.

O anjo governante

Yeyizel (YAY-EASE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Yartziel (YART-ZEE-ELL)
Ygartziel (YEG-ARTS-EE-ELL)
Zachriel (ZACK-REE-ELL)

O Demônio Convocado
Raum (RAWM)

O sigilo de Yeyizel e Raum

41. Hahael e Forcalor


Para fortalecer seu senso de identidade.

Para fazer uma pessoa sem coração reconsiderar seus sentimentos. Para fazer com
que um projeto ou negócio falhe.

Para fazer a doença persistir em quem já está doente. Para fazer com que um inimigo
se encha de aversão a si mesmo.

Para aumentar a imprudência de um indivíduo que pode causar uma lesão ou acidente fatal.

O anjo governante

Hahael (HAH-HAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Hakmiel (HAK-ME-ELL)
Hatzaftziel (HATZ-AFT-ZEE-ELL) Hoshaiel
(HAW-SHAH-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Forcalor (FOUR-CAL-OAR)

O sigilo de Hahael e Forcalor

42. Mikael e Vepar


Para influenciar aqueles que têm mais poder do que você.

Para fortalecer um grupo político do qual você faz parte.


Para influenciar as decisões de um político que você conhece pessoalmente. Para fazer com que
uma organização se encha de paranóia destrutiva.
Para fazer o orgulhoso e o orgulhoso se encherem de um medo abstrato. Para fazer com que uma doença se
torne cada vez mais grave.
O anjo governante

Mikael (MEEK-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Matdiel (MAT-DEE-ELL)
Yotniel (YAW-TEN-EE-ELL)
Kadshimael (KAD-SHE-MAH-ELL)

O Demônio Convocado
Vepar (VEP-ARE)

O sigilo de Mikael e Vepar

43. Vevaliah e Sabnock


Para aumentar a fortuna em todos os assuntos relacionados à prosperidade.

Para encorajar outras pessoas a considerá-lo importante e influente.

Para fazer um inimigo sofrer da mesma maneira que você foi feito para sofrer por ele.
Para causar uma ilusão paranóica de infecção parasitária. Para causar coceira
e queimação na pele.

Para fazer a mente de uma pessoa se encher de inúmeras vozes estridentes, como se estivesse à beira da
loucura.

O anjo governante

Vevaliah (VEH-VAHL-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Vandimael (VAN-DEE-MAH-ELL)
Vandamivael (VAN-DAH-ME-VAH-ELL)
Lchachmiel (LECK-ACK-ME-ELL)

O Demônio Convocado
Sabnock (SAB-KNOCK)

O sigilo de Vevaliah e Sabnock


44. Yelahiah e Shax
Para ganhar um caso legal quando você acusou outro.
Para ser vitorioso em uma batalha legal em que você é o acusado. Para descobrir coragem
quando sua empresa enfrenta um desafio.
Para descobrir informações escondidas por um ente querido, quando você suspeita que algo está escondido.

Para deixar um inimigo ou concorrente superconfiante quando planejam mal.

O anjo governante

Yelahiah (YELL-AH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Yodiel (YAW-DEE-ELL)
Laddiel (LAH-DAH-DEE-ELL)
Hahadiel (HAH-HAH-DEE-ELL)

O Demônio Convocado
Shax (SHACKS)
O sigilo de Yelahiah e Shax

45. Sealiah e Vine


Para descobrir se uma maldição foi lançada contra você e, ao fazer isso, remova seu poder de causar danos.
Encontrar um mentor ou guia para ajudá-lo em sua carreira.
Tornar-se mais capaz de se sentir em paz com os esforços mágickos para permitir que os resultados se manifestem.
Para detectar quando um fã, torcedor, amigo ou outro aparente camarada começou a roubar suas idéias.

Para quebrar a esperança de alguém que espera enganar você. Para fazer um
ex-amante sentir compaixão por você.

O anjo governante
Sealiah (SEE-AH-LEE-AH)

Os Anjos Atendentes

Samchiel (SAH-MECK-EE-ELL)
Asviel (AH-SEV-EE-ELL)
Lachsiel (LACK-SEE-ELL)

O Demônio Convocado
Vine (VEE-NEH)

O Sigilo de Sealiah e Vine

46. Ariel e Bifrons


Para encontrar novas formas de ganhar dinheiro.

Para obter dinheiro por coincidência ocasional. Para encontrar soluções


para problemas por meio de sonhos.
Para ajudá-lo a sentir a presença amorosa de alguém que morreu recentemente. Para recuperar memórias
perdidas.

Para encontrar uma estratégia que supere a pessoa com quem você está competindo.
O anjo governante

Ariel (AH-REE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Oviel (AWE-VEE-ELL)
Rachbivael (RACK-BEE-VAH-ELL)
Yadvargael (YAH-DEV-ARG-AH-ELL)

O Demônio Convocado
Bifrons (BIFF-RAWNS)

O sigilo de Ariel e Bifrons

47. Eshaliah e Vuall


Para influenciar outro a amar você.
Para ficar ciente de como seus planos se manifestarão se realizados conforme planejado atualmente.
Para obter justiça em um conflito.
Para fazer os outros experimentarem você como um amante habilidoso. Para deixar
os estranhos fascinados por sua aura de luxúria. Para fazer aqueles que você trai

presumir que você é inocente.

O anjo governante

Eshaliah (ESH-AHL-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Amdiel (AH-MED-EE-ELL)
Shamshiel (SHAHM-SHE-ELL) Liel
(LEE-EH-ELL)

O Demônio Convocado
Vuall (VOO-AHL)

O sigilo de Eshaliah e Vuall


48. Mihael e Haagenti
Para encorajar um relacionamento problemático a se tornar amoroso.

Para criar desejos impulsivos por sexo mais apaixonado em um relacionamento já amoroso.

Para influenciar seu parceiro a apoiar seus objetivos e sonhos. Para quebrar um hábito.

Para mudar qualquer aspecto indesejável de sua personalidade em um curto período de tempo. Para superar os medos
sobre suas habilidades para que você tome medidas para realizar seus desejos mais profundos.

O anjo governante

Mihael (ME-HAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Mamliel (MAH-MEL-EE-ELL)
Ykalshichael (EE-KAL-ESH-EE-KAH-ELL)
Haaziel (HAH-AZEE-ELL)

O Demônio Convocado
Haagenti (HAH-AG-ENT-EE)
O sigilo de Mihael e Haagenti

49. Vehuel e Crocel


Para fazer alguém de influência agir como você deseja, por meio de um ato de vontade. Para sentir o que outra pessoa
está pensando sobre um assunto específico.

Para dominar uma pessoa forte por meio de uma discussão gentil que a leve à submissão.

Para ajudar a se preparar para os exames, estudando bem.

Para convencer os outros de que seus planos irão beneficiá-los. Para seduzir outro
despertando sua luxúria inerente por você.

O anjo governante
Vehuel (VEH-WHO-ELL)

Os Anjos Atendentes
Veaheliel (VEH-AH-ELL-EE-ELL)
Hockziel (HAWK-ZEE-ELL)
Vagdiel (VAH-GED-EE-ELL)
O Demônio Convocado Crocel
(CROCK-ELL)

O sigilo de Vehuel e Crocel

50. Daniel e Furcas


Para fazer um ente querido que sofreu se recuperar rapidamente. Para inspirar uma boa decisão,
principalmente quando o tempo é curto.

Escrever de uma forma que inspire as pessoas a se apaixonarem por sua personalidade tanto quanto pelo que você
escreve.

Escrever para que sua mensagem seja acreditada por quem a lê.
Para melhorar todos os esforços para induzir sonhos lúcidos, visões ou experiências psíquicas. Para melhorar a intuição
em relação a outras pessoas.

O anjo governante

Daniel (DAH-NEE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Dosviel (DOORS-VEE-ELL)
Nassiel (NAH-SUSS-EE-ELL)
Yofesiel (YAW-FESS-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Furcas (FUR-CASS)

O sigilo de Daniel e Furcas

51. Hachashiah e Balam

Para auxiliar na contemplação das artes ocultas, com o objetivo de aprimorar suas habilidades mágicas.

Para melhorar a capacidade de realizar mudanças pessoais. Para entender


seu papel em uma situação complexa até que seja resolvido.

Para realizar ações ou ir a lugares sem chamar a atenção para si.


Para desenvolver a capacidade de amortecer as perguntas indesejadas de outra pessoa por meio de um ato de
vontade.
Para acalmar uma pessoa agressiva com um ato de vontade.

O anjo governante

Hachashiah (HAH-CASH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Hatzivael (HATZ-EE-VAH-ELL)
Chatztael (CAH-TZEH-TAH-ELL) Sheftzael
(SHEF-TZAH-ELL)

O Demônio Convocado
Balam (BAL-AM)

O Sigilo de Hachashiah e Balam


52. Omemiah e Alloces

Para amarrar um inimigo, então eles se tornam ineficazes e inofensivos.

Para ganhar energia com os ataques verbais ou escritos de uma pessoa ou grupo de pessoas.

Pesquisar com maior percepção e eficiência.


Para entender a melhor opção diante de uma escolha difícil. Para fazer com que alguém
tome uma série de decisões tolas.
Para saber as verdadeiras emoções de alguém que parece estar escondendo algo.

O anjo governante

Omemiah (AWE-MEM-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Ashfiel (AHSH-FEE-ELL)
Mashtiel (MAH-SHET-EE-ELL)
Mchartziel (MECK-AH-RETZ-EE-ELL)

O Demônio Convocado Aloces


(AL-OH-KEZ)
O Sigilo de Omemiah e Alloces

53. Nenael e Caim


Para ensinar de uma forma que inspire todos que podem ouvi-lo.

Para melhorar suas habilidades em qualquer área, da mecânica à criativa. Para entender uma situação
jurídica que o confunde.
Para fazer alguém que questiona seu julgamento ficar doente.
Para ganhar a capacidade de confundir e enfraquecer qualquer pessoa à vontade quando em sua presença.

O anjo governante
Nenael (NEN-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Nasahtfael (NAH-SAH-TEFF-AH-ELL)
Nsiel (NAH-SEE-ELL)
Avriel (AH-VEH-REE-ELL)
O Demônio Convocado
Caim (CAME)

O Sigilo de Nenael e Caim

54. Nitael e Murmus


Para ser perdoado quando você magoou alguém.
Para trazer confiança e força para aqueles que trabalham para manter uma organização ou negócio funcionando.

Para tornar seu trabalho criativo mais popular.


Para remover energias sobrenaturais, como assombrações e poltergeists, sem banir quaisquer espíritos
que você gostaria.
Para permitir um pensamento claro e um bom planejamento quando estiver angustiado.

Para fazer um concorrente ruminar sobre as questões em detrimento da ação.

O anjo governante

Nitael (NEE-TAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Natzviel (NAH-TZEV-EE-ELL)
Yaatziel (YAH-AH-TZEE-ELL)
Tatziel (TAH-TZEE-ELL)

O Demônio Convocado
Murmus (MURM-USS)

O sigilo de Nitael e Murmus

55. Mivahiah e Orobas


Para gerar sentimentos de cuidado amoroso em quem precisa de cura. Para tornar as relações
sexuais mais amorosas e íntimas. Para superar a perda de um ente querido.

Para aumentar a fama de quem se promove ao público. Para que seus talentos sejam
notados e apreciados.
Para fazer uma pessoa admirar seu trabalho sem ciúme.
Para obter intuição ou lampejos de percepção sobre o que o futuro reserva a curto prazo.
O anjo governante

Mivahiah (ME-VAH-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Machiel (MAH-KEY-ELL)
Boel (BAW-ELL)
Hariel (HAH-REE-ELL)

O Demônio Convocado
Orobas (OAR-ORB-ASS)

O sigilo de Mivahiah e Orobas

56. Poiel e Gemory


Para influenciar outro a concordar com seu pedido.
Para garantir o sucesso ao atingir as etapas finais de um projeto.
Para obter fama e fortuna ao trabalhar ativamente para o reconhecimento público. Para tornar mais
frugal alguém que tem acesso ao seu dinheiro.
Para atrair desejo sexual de alguém, independentemente de suas emoções ou compromissos.
Para obter dinheiro de fontes inesperadas, sem esforço.

O anjo governante

Poiel (PAW-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Pnael (PAH-NAH-ELL)
Vatzliel (VAH-TZEH-LEE-ELL)
Yodshdiel (YAW-DESH-DEE-ELL)

O Demônio Convocado
Gemory (GEM-OAR-EE)

O sigilo de Poiel e Gemory

57. Nememiah e Oso


Para melhorar a prosperidade para aqueles que buscam ativamente ganho financeiro por meio de trabalho duro.
Para libertar você de um ciclo de pensamento negativo.
Para tornar um inimigo fácil de controlar por meio de atos de vontade.

Para enganar os outros com habilidade e sem detecção, especialmente para ganho pessoal. Para transmitir a
aparência de inteligência sem arrogância.
Parecer fisicamente mais bonito do que você.

O anjo governante

Nememiah (NEM-EM-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Nuriel (NOO-REE-ELL)
Mashaniel (MAH-SHAH-NEE-ELL) Muchtiel
(MOO-KET-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Oso (AWE-SAW)

O Sigilo de Nememiah e Oso


58. Yeyilel e Amy
Para curar a dor e a tristeza emocional. Para melhorar a visão
ou curar doenças oculares. Para trazer mobilidade a uma
situação bloqueada.

Para remover pessoas incômodas de sua vida.


Para ajudá-lo a perceber se a magia ou a má vontade é dirigida contra você. Para escrever com habilidade
criativa.

Para entender o potencial do comércio envolvendo a compra ou venda de metais.

O anjo governante

Yeyilel (YEH-YEE-LELL)

Os Anjos Atendentes
Yroshiel (YEH-RAW-SHE-ELL)
Yitztuvael (YEE-TZOO-VAH-ELL) Lagviel
(LAH-GEH-VEE-ELL)

O Demônio Convocado
Amy (AH-ME)
O sigilo de Yeyilel e Amy

59. Harachel e Orias


Para melhorar a fertilidade e a intuição quanto à melhor época para conceber. Para trazer maturidade
e sabedoria para aqueles que agem como crianças.
Para convencer os outros de que você é talentoso, por um breve período, independentemente de sua capacidade real.

Para fazer outros investirem no seu projeto.


Para mudar a opinião de uma pessoa sem a necessidade de falar com ela

Para descobrir o melhor momento para agir, seja fazendo um pedido de casamento, uma mudança de negócio, o
lançamento de um produto ou algo semelhante.

O anjo governante

Harachel (HAH-RAH-KELL)

Os Anjos Atendentes
Harchivael (HAH-RECK-EE-VAH-ELL)
Rakchiel (RACK-ECK-EE-ELL)
Chachemiel (CAH-KEM-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Orias (OR-EE-ASS)

O sigilo de Harachel e Orias

60. Metzerel e Vapula


Para fazer desaparecer uma tristeza profunda ou uma atitude desanimada. Para
remover o rancor ou amargura de um relacionamento. Para evitar que uma pessoa
cruel o torne infeliz.

Tornar-se hábil em artes e ofícios que façam uso das mãos em vez de qualquer forma de escrita ou
performance.
Para entender conceitos difíceis com mais facilidade durante o estudo.

Para entender o que motiva aqueles que influenciam sua vida.


O anjo governante

Metzerel (MET-ZEH-RELL)

Os Anjos Atendentes
Matmiel (MAH-TAH-ME-ELL)
Tzuriel (TZOO-REE-ELL)
Roshiel (RAW-SHE-ELL)

O Demônio Convocado Vapula


(VAP-OO-LAH)

O sigilo de Metzerel e Vapula

61. Umabel e Zagan


Para atrair a amizade de alguém que você admira. Para terminar um relacionamento
pacificamente.

Para se envolver em um relacionamento sem os medos que podem ter prejudicado seus relacionamentos anteriores.
Para tornar os funcionários mais propensos a tomar boas decisões que beneficiem você.
Para fazer uma pessoa teimosa ou insensível ver que te machucou ou machucou, e sentir um remorso
angustiante.
Para encontrar maneiras criativas de liquidar dívidas.

O anjo governante

Umabel (OOM-AH-BELL)

Os Anjos Atendentes
Vaidiel (VAY-DEE-ELL)
Matzfivael (MAHT-ZEF-EVE-AH-ELL)
Barkiel (BARK-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Zagan (ZAH-GAN)

O Sigilo de Umabel e Zagan


62. Yahahel e Valac
Para ajudar na contemplação quando você busca descobrir novos rumos na vida. Para ocultar um objeto, fato ou ideia
de outras pessoas, mesmo que elas o busquem.

Para realizar suas ações sem que outras pessoas suspeitem de suas intenções subjacentes.

Para experimentar um período de fortuna para que tesouros inesperados abençoem sua vida de tempos em tempos.

Para obter conhecimento de pessoas que estão trabalhando contra você.

O anjo governante

Yahahel (YAH-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Yofiel (YAW-FEE-ELL)
Hoshtmiel (HAW-SHET-ME-ELL)
Haliyivael (HAH-LEE-YEE-VAH-ELL)

O Demônio Convocado
Valac (VAL-ACK)
O Sigilo de Yahahel e Valac

63. Anuel e Andras


Para proteger contra acidentes em momentos de perigo. Para trazer boa
sorte ao seu trabalho ou negócio.
Para persuadir alguém a enxergar o seu caminho em um negócio. Para estimular
a cura durante um período de descanso.

Colapsar um grupo ou organização criando todo tipo de caos e desconfiança. Para prejudicar
um relacionamento, criando desconfiança e argumentos. Para causar grande doença em quem é
o líder dos outros.

O anjo governante

Anuel (AH-NOO-ELL)

Os Anjos Atendentes
Atzamiel (AH-TUTS-AH-ME-ELL)
Natkiel (NAHT-KEY-ELL)
Vatdmiel (VAH-TED-ME-ELL)

O Demônio Convocado
Andras (AND-RASS)

O sigilo de Anuel e Andras

64. Machiel e Haures


Para dominar e influenciar a mente de uma pessoa inteligente ou importante.

Para escrever com mais habilidade ou para que seu talento para escrever seja apreciado por quem lê o que você
escreveu.
Para melhorar a força de vontade quando confrontado com um inimigo brutal e determinado, mesmo quando esse inimigo é
hábil em magia.

Fazer com que alguém desconfie de todos os que falam com ele, causando angústia.

Para trazer o caos para a vida pessoal e empresarial de um inimigo, ao mesmo tempo que o enche de dor.

O anjo governante
Machiel (MAH-KEY-ELL)
Os Anjos Atendentes
Malchiel (MAH-LECK-EE-ELL)
Chashafshiel (CASH-AFF-SHE-ELL)
Yehiel (YEH-HEE-ELL)

O Demônio Convocado
Haures (WHORE-EZ)

O sigilo de Machiel e Haures

65. Damabiah e Andrealphus


Para impedir que qualquer forma de magia seja trabalhada contra você. Para obter sabedoria quando
uma situação está mudando rapidamente.

Para descobrir novas ideias que auxiliem no desenvolvimento do seu trabalho ou negócio. Para melhorar a capacidade
de aprender e compreender ciências e matemática.
Para torná-lo astuto e sutil, para que os planos possam ser realizados sem que outras pessoas saibam de seus objetivos.

O anjo governante

Damabiah (DAM-AH-BEE-AH)

Os Anjos Atendentes
Dodniel (DAWD-NEE-ELL)
Mashfidael (MAH-SHUFF-EE-DAH-ELL)
Bivael (BEE-VAH-ELL)

O Demônio Convocado
Andrealphus (AND-REE-AL-FUSS)

O sigilo de Damabiah e Andrealphus

66. Menakel e Cimeries


Para subjugar sua própria raiva ou o temperamento de outra pessoa. Dormir em paz, independentemente
do local ou das circunstâncias.
Para encorajar sonhos mais criativos que são lembrados ao acordar. Parecer forte, rico e
digno de respeito.
Para encontrar algo precioso que foi perdido.
Para melhorar a capacidade de falar ou escrever com clareza.

O anjo governante

Menakel (MEN-AH-KELL)

Os Anjos Atendentes
Mechiel (MEK-EE-ELL)
Natriel (NAH-TREE-ELL)
Kdoshiel (KEH-DAW-SHE-ELL)

O Demônio Convocado
Cimeries (SIMM-AIR-EES)

O Sigilo de Menakel e Cimeries


67. Iyahel e Amducias
Para encontrar força diante da competição ou da perda.
Para ajudá-lo a tomar uma decisão quando grandes mudanças estiverem acontecendo. Para
entender o funcionamento da magia em um nível intuitivo. Para fazer outra pessoa concordar com
você.

Para fazer alguém cheio de propósito perder a vontade de


continuar.
Para encher a mente de alguém com ruídos confusos, causando sono ruim, distração e tomada de decisões ruins.

O anjo governante

Iyahel (EE-YAH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Orniel (ORN-EE-ELL)
Yuriel (YOO-REE-ELL)
Artashiel (ART-ASH-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Amducias (AM-DUKE-EE-AS)
O sigilo de Iyahel e Amducias

68. Chavuiah e Belial


Para manter a saúde antes de um período importante da sua vida, quando você não pode se dar ao luxo de ficar doente.

Recuperar-se rapidamente de uma doença quando o pior já passou. Para estimular a fertilidade.
Para fazer com que os outros dentro de uma organização vejam você de uma boa luz e desejem o seu sucesso.

Ser popular em qualquer situação em que outros devam votar em você.


Para fazer amigos e inimigos desejarem o melhor para você e agir de acordo com esses desejos.

O anjo governante

Chavuiah (CAH-VOO-EE-AH)

Os Anjos Atendentes
Chamachmiel (CAM-ACK-ME-ELL)
Barekiel (BAH-REK-EE-ELL)
Vnaktiel (VEN-ACK-TEE-ELL)

O Demônio Convocado
Belial (BELL-AISLE)

O Sigilo de Chavuiah e Belial

69. Rahahel e Decarbia


Para encontrar o que foi perdido ou roubado.
Para fazer as pessoas em situação legal acreditarem que você é honesto.

Para se tornar mais popular, ou se você estiver na arena pública, para se tornar mais famoso.

Para obter uma visão sobre o potencial e as armadilhas das próximas decisões financeiras. Para espalhar uma mensagem de
forma fácil e ampla, como na promoção ou no marketing.
Para fazer com que alguém fique confuso como se estivesse bêbado e incapaz de perceber suas ações durante esse
tempo.

O anjo governante
Rahahel (RAH-AH-ELL)

Os Anjos Atendentes
Ruyaiel (ROO-YAH-EE-ELL)
Omlagiel (AWM-LAH-GEE-ELL)
Hachtachiel (HAH-KET-ACK-EE-ELL)

O Demônio Convocado
Decarbia (DECK-ARE-BEE-ARE)

O sigilo de Rahahel e Decarbia

70. Yabamiah and Vidente

Para desenvolver uma sensação de proteção que permite a regeneração. Para encontrar um senso
interno de harmonia.
Para pensar profundamente sobre um assunto importante.

Para manipular o tempo para que você possa conseguir mais.

Remover obstáculos para que um projeto seja concluído no prazo. Para fazer outra pessoa
trabalhar mais para beneficiar a sua causa.

O anjo governante
Yabamiah (YAH-BAH-ME-AH)

Os Anjos Atendentes
Yanchiel (YAH-NECK-EE-ELL) Barchiel
(BAR-KEY-ELL)
Malchiel (MAH-LECK-EE-ELL)

O Demônio Convocado
SEER (SEER)
O Sigilo de Yabamiah e Vidente

71. Hayiel e Dantaylion


Para fazer um inimigo perder o interesse em você e em sua vida. Para evitar
que o mal trabalhe contra você.
Para subjugar aqueles que são violentos, barulhentos ou agressivos.

Para perceber os pensamentos e emoções de alguém que você conhece.


Para influenciar ou mudar os pensamentos ou emoções de alguém que você conhece. Para obter visões de
um ente querido quando ele está distante de você.

O anjo governante

Hayiel (HAY-EE-ELL)

Os Anjos Atendentes
Hachtatiel (HACK-TAH-TEE-ELL)
Yanvivael (YAN-VEE-VAH-ELL)
Yofachtiel (YAW-FAK-TEE-ELL)

O Demônio Convocado
Dantaylion (DANT-AY-LEE-ON)

O sigilo de Hayiel e Dantaylion

72. Mumiah e Andromalius


Para garantir que a conclusão de um projeto traga alegria para você. Para se recuperar bem
após o tratamento médico.

Para amarrar e atormentar aqueles que desejam o seu mal. Para descobrir
evidências de ações desonestas.

Para saber o nome de quem te roubou.

O anjo governante

Mumiah (MOO-ME-AH)
Os Anjos Atendentes
Malchihael (MAL-KEY-HAH-ELL)
Vnaditzvael (VENAH-DEETS-VAH-ELL) Machvachviel
(MAK-VACK-VEE-ELL)

O Demônio Convocado
Andromalius (AND-ROW-MAL-EE-USS)

O sigilo de Mumiah e Andromalius

Os sons mágicos
Você pode ler os nomes da maneira que acha que deveriam soar, com base no que forneci. Se
você tem uma forma preferencial de dizê-las, devido a experiências anteriores, tudo bem. Muita
gente pensa que o Bime se chama Buné e prefere usar o que já conhece. Se quiser usar a
pronúncia que descobri funcionar, é um guia fonético simples.

Você precisa saber que G é sempre o som G em GAME, não o som G em □ Gente. AH é como o
som A em pai. Todo o resto pode ser lido exatamente da maneira que parece e acho que você será capaz
de resolver isso. Encontre uma palavra que contenha esse som e você saberá o que o som deve ser.
A forma como você interpreta os sons será exclusiva para você. Fazendo um som que sente como o
nome certo para o anjo e o nome certo para o demônio é o suficiente para ativar os
sigilos.
A letra hebraica Khet é freqüentemente representada por CH, que deve soar como uma
'fricativa uvular muda'. Isso é como uma tosse gutural, e não o CH em que você entra bate-papo. Não
é impossível dominar a fricativa uvular sem voz, e você pode pesquisar esses assuntos online se é
assim que gosta de fazer magia. Com Goetia, há uma tal mistura de linguagens envolvidas no
desenvolvimento desta magia que eu acho que é demais assumir que o CH sempre representa Khet.
Eu descobri, como muitos outros, que é mais fácil fazer o som de K. Mesmo que seja o Khet hebraico
que você quer dizer, K é um equivalente perfeitamente adequado. Aqui está um exemplo:

Malchihael (MAL-KEY-HAH-ELL)

Você pode ver aqui que eu não fiz isso MAL-CHEY-HAH-ELL porque o som CH não é fácil de
dizer. É muito mais fácil usar o K e funciona. É fácil dizer a chave.

Para explorar esta palavra por completo, MAL é como a primeira parte de maligno. KEY é a palavra key.
HAH é o som AH com um H, então soa como a última parte de aha. ELL é como sem o h. Use esta abordagem, e
você não pode errar em fazer um som que seja suficientemente parecido com o nome para ativar os sigilos.

Se você ficar muito preocupado e preocupado em fazer o som certo ou em obter uma pronúncia
perfeita, você está fazendo isso errado. E lembre-se de que se você pegar outros livros, cada anjo e cada
demônio podem ser nomeados em muitos

maneiras alternativas. Se você tem uma forte crença sobre como isso deve ser dito, continue, mas, do contrário,
tudo funciona.
O Círculo Ausente
Esse título de capítulo misterioso significa apenas que estou informando que este livro não
contém os sigilos típicos que são preenchidos com círculos de letras hebraicas. Você já sabe que
os sigilos neste livro são assim:

Você obtém o sigilo do anjo acima, e o sigilo do demônio diretamente abaixo. E as letras
hebraicas? Se você leu livros modernos de magia, ou mesmo alguns dos mais antigos, muitos deles fazem
uso de letras hebraicas.
Essas letras hebraicas são gatilhos poderosos para muitos estilos de magia, e eu mesmo as uso em
rituais, mas aqui, elas não são necessárias. Vou explicar o porquê em breve.

Se você não sabe como são esses sigilos de estilo hebraico, as letras dominam o sigilo do
demônio. Esta é a aparência de um sigilo de demônio quando está envolto em uma malha de letras
hebraicas:
Esse sigilo é aquele que inventei para enfatizar, mas é uma interpretação bastante padrão. Este é
um estilo de sigilo que pode funcionar bem, e eu mesmo o usei, mas acho que reflete o velho estilo de
restrição onde você tentava prender e coagir o demônio, e isso pode dar à magia a atmosfera errada. O
verdadeiro problema é que o sigilo do demônio é tão pequeno que você não pode ver os detalhes, e eles
são importantes.

Se minha pesquisa estiver correta, todos os nomes importantes já estão incluídos e codificados no sigilo. É
para isso que serve o sigilo. É uma chave visual para o espírito que significa que não são necessárias letras.

O sigilo de um demônio é uma representação visual de seu nome. O sigilo de um anjo do


Shem ha-Mephorash contém uma representação visual de seu nome. É o nome do anjo desenhado
como um código visual. Eu iria ainda mais longe e diria que o Shem ha-Mephorash sigilos contêm os
nomes codificados dos três Anjos Assistentes.

Descobri que algumas pessoas acreditam que esse conceito faz sentido no geral, mas elas são
resistentes à ideia de que os Anjos Atendentes também estão incluídos no
sigilos de anjo. Observe que os nomes dos Anjos Assistentes são aspectos do nome do anjo.

Vou dar um exemplo. Se você olhar para o nome do anjo Kahetel, verá que esse nome é composto
pelas letras K, H e T, com a terminação el. Todo nome de anjo termina com el ou iah. Os Anjos Assistentes
de Kahetel são Kantiel, Halshimael e Tumiel. Mais uma vez, são K, H e T. Estou, é claro, usando letras em
inglês para explicar isso, em vez do hebraico, mas espero que isso facilite. Você também pode notar que
Kahetel não se escreve KHTel, então, onde estão as letras que faltam? Em hebraico, as vogais são
frequentemente marcadas nas próprias letras, portanto, ao estudar o nome em uma fonte primária, você
verá K, H e T, mas também as marcações vocálicas que deixam claro que o nome é Kahetel.

Essa explicação se aplica a qualquer outro anjo. Mebahel é um nome angelical feito das
letras M, B e H, e os Anjos Assistentes são Malchiel, Boel e Hofiel. Você verá isso ao longo do
livro. Acho que isso mostra que os Anjos Assistentes são aspectos do Anjo Governante. Eles são
seres por si próprios, mas nascem e estão ligados ao Anjo Governante, e são assim representados
nos sigilos.

Faz sentido que qualquer sigilo criado para representar o Anjo Governante também represente os Anjos
Assistentes que trabalham com ele. E isso é porque eu acredito que esses sigilos foram desenhados com a
intenção não apenas de chamar os anjos, mas de se conectar ao poder dos demônios associados. Nem todo
mundo vai concordar com isso, mas a experiência confirma isso. A magia funciona, e os sigilos permitem que
você incumbe os anjos e demônios de trabalharem juntos sem que você nunca tenha que olhar para as letras
hebraicas.

Não há absolutamente nenhuma necessidade de cercar os sigilos com nomes divinos e letras hebraicas. É um
método que funciona em algumas situações, mas não é necessário ao atribuir tarefas a esses anjos e demônios.
Círculos, quadrados e outras formas delimitadoras têm grande importância, como visto em meu primeiro livro, mas há
momentos em que essas formas elaboradas de letras não são necessárias e podem até prejudicar a magia. Este é um
desses momentos.

Perguntas e respostas
P: Eu vi que um anjo ou demônio tem um poder que você não listou. Posso usá-lo com as técnicas que
você descreve aqui?

R: Se você viu outro poder atribuído a um desses anjos ou demônios, em um livro ou online, você
pode tentar usá-lo, mas pode ou não funcionar. Incluí uma lista de poderes que sei que funcionam
para esses anjos e demônios.
P: Os sigilos dos anjos não foram feitos para serem desenhados em tinta vermelha?

R: Em alguns sistemas, eles são desenhados em vermelho, mas esta foi uma adição comparativamente tardia à
magia. Isso não o torna incorreto, mas significa que pode não ser essencial. Eu descobri que para esses rituais os
sigilos funcionam mais efetivamente quando apresentados sem cor.

P: Por que os poderes listados não correspondem aos encontrados nos grimórios e documentos mais antigos?

R: Muitos deles o fazem, mas esta abordagem ritual faz uso de poderes anjos e demoníacos que foram
descobertos durante as últimas décadas de investigação ocultista. Houve também algumas descobertas
feitas no século XVIII que não são encontradas em livros como Ars Goetia, nem nos livros de Crowley ou
em outros daquele período, mas alguns deles são encontrados em grimórios mais modernos. Não importa
quando um poder foi descoberto, apenas que ele funciona. Para ocultistas mais avançados, a evocação de
um espírito pode ajudá-lo a entender quais outros poderes ele pode possuir, mas fazer descobertas que
funcionem para todos é difícil. Se você quiser experimentar um poder não listado, pode fazê-lo sem riscos,
mas pode não funcionar.

P: Você pode reverter a magia?

R: Na verdade não. Tente decidir o que você quer antes usando magia. Vocês pode repita o ritual e faça
um pedido ao anjo e ao demônio para reverter, parar ou cancelar a magia que você solicitou, mas isso
raramente é eficaz. Se o resultado não

acontecer ainda, você só pode pará-lo. Mas se você já manifestou o resultado de alguma forma, talvez não
consiga pará-lo. Nesses casos, use novos rituais para guiar sua vida de volta ao curso. Você pode ser capaz
de encontrar uma combinação de anjo e demônio com o poder oposto, então você pode fazer magia para
o resultado oposto, efetivamente cancelando o resultado indesejado.

P: Você pode dar mais detalhes sobre como interpretar os poderes?


R: Eu sei que você realmente não vai perguntar isso, porque eu disse tudo o que precisa ser dito sobre a
interpretação dos poderes. O livro é um grimório, e lê-lo é um empreendimento mágico. Interpretar os
poderes à sua maneira é a melhor maneira de descobrir o que eles podem fazer por você.

P: Posso usar alguns rituais de uma vez para ter certeza de que vou conseguir o que quero?

R: Nunca é uma boa ideia 'ter certeza' com magia, porque quando você tenta aplicar muita força em
algo, ele pode quebrar. É melhor fazer algo macio e flexível para que possa ser alterado com o mínimo
de esforço. Fazer muitos rituais ao mesmo tempo é um jogo tolo, porque se você Faz obter todos os
resultados que deseja, você não terá a capacidade de lidar com todos eles.

Se você leu tudo o que disse sobre a escolha de um ritual, provavelmente encontrará um único
poder com potencial para realizar tudo o que deseja. Lembre-se, você pode olhar para os outros poderes
listados para aquela combinação de anjo e demônio, e você terá uma ideia de todo o alcance de seu
poder. Quando você escolhe um poder, está optando por trabalhar com espíritos que possuem muitos
outros poderes, alguns listados nessa página e outros apenas implícitos, todos os quais eles trarão para
ajudá-lo quando se trata de satisfazer as necessidades de sua vida e do tarefa que você definiu para eles.

É possível realizar vários rituais ao mesmo tempo, se você estiver tentando afetar diferentes
aspectos de um único problema. Existem duas maneiras de fazer isso. Se você estiver trabalhando em três
rituais, com três conjuntos de anjos e demônios, você pode criar um único pedido que é usado em todos
os três rituais. Você faz uma declaração idêntica para cada par de anjo e demônio e, ao fazer isso, cria uma
harmonia entre eles, onde trabalham juntos na tarefa em questão. Isso só funciona se você for capaz de
criar uma frase que seja relevante para os poderes de todos os espíritos sendo

chamado. Outra abordagem é decidir por si mesmo todos os fatores que requerem mudança para obter o
resultado desejado e direcionar estrategicamente cada fator com seu próprio ritual. Cada ritual individual terá um
único resultado, mas todos contribuirão para o seu objetivo geral. Se isso parece complicado, eu concordo, e
acho que usar um ritual de tarefas simples e único é o melhor curso de ação na maioria das vezes. Use o método
mix-and-match apenas quando estiver acostumado a obter bons resultados.

Se você estiver se sentindo desesperado, resista à tentação de fazer seis rituais para obter seis resultados
diferentes em um dia. Deixe alguns dias passarem e dê tempo à magia para funcionar antes de adicionar outro poder.
Paciência é uma habilidade mágica útil.
P: Posso usar isso para invocação ou evocação?

R: Não foi projetado para isso, mas se você quiser experimentar, pode obter resultados. Descobri que é
necessário um método completamente diferente e muito complexo para um livro deste tamanho. Este livro
é sobre como atribuir tarefas aos anjos e demônios e, embora isso seja uma limitação, não é importante,
pois você tem acesso a mais de quatrocentos poderes. Eu iria conhecê-los antes de começar a trabalhar em
qualquer outra coisa. Se eu tivesse mais experiência e descobrisse este livro após décadas de trabalho
oculto, ainda escolheria aprender o método antes de experimentar. Novos livros fornecem informações
sobre sistemas que você não descobriu antes. Descubra tudo o que puder sobre um sistema e veja como
você funciona dentro dele antes de prosseguir ou expandir seus detalhes.

P: Eu gosto de seus sigilos para os anjos. Posso usá-los com métodos de outros autores?

R: Sim, mas você pode querer cobrir o sigilo do demônio com algo se estiver fazendo magia
puramente angelical.

P: Ouvi dizer que os demônios de Goetia são egrégoras ou construções mentais e não são demônios reais.
Isso é verdade?
R: Ninguém sabe, mas minha experiência com demônios me diz que eles são reais e que, usando esse
método, você contata os mesmos demônios que são contatados por meio da evocação completa.
Durante a evocação, pedi orientação para refinar o

sistema mágico você encontra aqui, e os anjos e demônios me deram essa assistência. Eu acho que você vai
descobrir que esta magia permite que você desafie os anjos e demônios reais, não uma sombra, reflexo ou
simulacro desses espíritos.

P: Posso usar Palavras de Admissão, Chaves de Evocação, Salmos ou outros métodos que já vi em outro lugar?

R: Você pode, mas não há necessidade e é mais provável que obtenha resultados se trabalhar com o
sistema com confiança, em vez de mexer nele imediatamente.
Você pode, é claro, fazer o que quiser, mas não tenho ideia se vai ajudar, atrapalhar ou funcionar de
alguma forma. Quando você encontra um livro como este, não importa se você é novo em magia ou
profundamente experiente, acho que é sábio tentar o método conforme você o descobre. Se você normalmente
lança um círculo, acende uma vela ou queima incenso, deixe isso de fora do ritual para ver como funciona. Se
você quiser experimentar, espere. Veja como esse método funciona para você primeiro. Você ainda pode usar
um banimento diário ou qualquer outra coisa que considere importante para sua magia, mas você não precisa
adicionar nada a esses rituais.

Este livro é o resultado de muitos anos, muitas mentes e um envolvimento com a prática mágica
que excede em muito a minha experiência pessoal. Pode levar anos para dominar um sistema, embora
você deva obter resultados rapidamente. Não há razão para você não conseguir resultados esta semana,
mas realmente entender um sistema mágico e torná-lo parte de sua vida pode levar anos. Mas imagine se,
daqui a cinco anos, você for realmente perito em usar isso. Você usou aquele parágrafo importante que
mencionei no capítulo Practical Magick, você leu o livro inteiro, usou a magia e descobriu que ela funciona
na maior parte do tempo. Esse seria um bom lugar para estar. Mesmo que demorasse cinco anos, isso lhe
daria uma vantagem sobre o impossível, uma vantagem sobre o comum, e o tornaria mais poderoso do
que seus amigos, inimigos e concorrentes. Vale a pena investir seu tempo nisso. Caso contrário, cinco anos
depois, você ainda pode estar procurando uma nova maneira de viver.

P: Quanto tempo duram os efeitos de um ritual?

R: Se você solicitou uma única alteração, essa alteração ocorrerá. O efeito continuará a menos que forças
externas ou motivações internas afetem o resultado. Caso se desenvolva uma nova situação que requeira magia,
você pode precisar de um novo ritual. Este

não significa que o outro efeito passou, mas que a magia está disponível quando ocorrem mudanças e
desenvolvimentos inevitáveis.
Por que a união do poder funciona
Algumas pessoas pensam que os anjos são bons mensageiros de Deus que não fazem nada além de uma grande obra, e os
demônios são obviamente maus. Qualquer pessoa que já trabalhou com esta magia sabe que os anjos são capazes de inspi rar
temor, um poder poderoso que pode trazer alegria ou devastação, e ainda assim os demônios podem trazer paz, sabedoria e

resultados que são bons para aqueles que se beneficiam deles.

Para entender isso, você precisa olhar muito mais para trás do que o conflito sugerido pelas religiões
modernas. Dê uma olhada nas religiões mais antigas e você verá que os espíritos eram simplesmente espíritos, e
a separação entre o bem e o mal ainda não havia sido inventada. É outra simplificação exagerada, mas há
verdade suficiente para que seja digno de nota.

Um problema para muitas pessoas é que elas se perguntam se a magia é segura. E a magia
demoníaca está sempre segura, mesmo quando você trabalha com anjos? Será que trabalhar com os anjos
realmente o torna mais perigoso porque irrita os demônios? Ok, você vai ouvir muitas superstições. Você
ouvirá muitas opiniões fortes e, para algumas pessoas, adorar demônios é quase uma religião. Não estou
interessado nessa loucura. Os anjos e demônios existem não para serem adorados, mas para serem
trabalhados, e é seu lugar para trazer ajuda. Seja qual for a verdade que possa haver nas histórias de suas
origens (e há muitas histórias para escolher), é a maneira como nos relacionamos com elas agora que
importa.

Não posso fazer você acreditar em nada, mas posso dizer o que é verdade por experiência própria, e
que a magia está segura. Não há perigo de atrair os espíritos errados, ou dos demônios se revoltarem contra
você, ou dos anjos controlando sua vida. Se você tem medo de tais coisas, reserve um tempo antes de trabalhar
a magia, para ver como você se sente a respeito da magia. Espere até que haja uma necessidade que o torne
disposto a abandonar qualquer medo.

Quaisquer que sejam suas crenças anteriores, você deve saber que este livro rejeita a ideia de que
demônios nunca podem trabalhar com anjos. Às vezes você ouve alguém dizer: 'Não é isso que os demônios
querem', e isso mostra que eles nunca experimentaram a União de Poder. Dentro da magia, existem muitas
estruturas e hierarquias e, felizmente, para você, você não precisa aprendê-las. Os demônios não estão sendo
punidos ou forçados, mas liberados para trabalhar de uma maneira que permaneça segura. Os anjos guiam e
supervisionam a magia, não para aterrorizar um demônio à submissão, mas para libertá-lo para trabalhar seus
poderes mundanos.

Algumas pessoas acreditam que os demônios odeiam trabalhar com ou sob os anjos, e que eles são uma
legião de rebeldes monstruosos que querem governar o universo. Eu
às vezes se desesperam com o quão ridículas as pessoas ficam quando começam a teorizar sobre magia. Os demônios
conhecem seu lugar e prosperam de boa vontade quando chamados para trabalhar ao lado dos anjos. Todos os
espíritos, quando chamados, estão trabalhando para vocês. Eles estão dispostos a obedecer (e também a cumprir o
ritual) porque o propósito deles é trazer seus desejos à realidade. Não podemos saber o que os anjos e demônios
pensam porque mesmo os ocultistas avançados que os evocam diretamente obterão respostas duvidosas que carecem
de consistência. Mas eu acho que é amplamente conhecido entre os ocultistas experientes que os anjos sentem o
dever de trazer poder onde é necessário, e os demônios prosperam em fazer a realidade imaginada se tornar real. Não
há conflito e nenhum perigo se você seguir algumas regras simples. Você está chamando os espíritos para fazerem o
que 'querem' fazer.

As palavras 'restringir' ou 'amarrar' podem levar a muitos mal-entendidos. O que realmente


acontece é que os nomes angelicais e divinos não limitam, controlam, molestam, enredam ou acorrentam o
demônio, mas eles restringem um demônio através
orientação. O demônio não é forçado, mas é levado a realizar as melhores atividades sobrenaturais que
pode. Ao chamar os anjos, você obtém o demônio certo e não uma sombra perigosa ou eco do demônio.

É verdade que os setenta e dois anjos pode ser usado para forçar os demônios à submissão, mas só
porque é possível não significa que é assim que a magia tem que funcionar. O que acontece neste livro é
sobre uma magia muito mais elevada e cooperativa.

Não importa quantas vezes eu diga tudo isso, algumas pessoas vão pensar que este livro é sobre anjos
controlando demônios ou constrangendo demônios para que eles obedeçam aos anjos contra sua vontade, e tudo que
posso fazer é dizer que não é coincidência que haja setenta e dois Shem ha-Mephorash anjos e setenta e dois
demônios de Goetia.
Isso tem que significar alguma coisa.

Se você pensar sobre essa conexão, provavelmente pode imaginar o potencial. Você pode olhar para a
ideia maior, o segredo realmente escondido; que anjos e demônios estão dispostos desta forma - com uma
conexão entre cada anjo e seu demônio correspondente - para que eles possam cooperar para resolver seus
problemas.
A manifestação é seu dever mais elevado e, quando chamados a trabalhar juntos, o farão
por causa de sua posição, cargo e propósito.
Meu compromisso é tornar essa magia o mais simples possível, mas seja cauteloso ao tentar
torná-la mais fácil. Existem alguns riscos se você simplificar ainda mais os rituais.

Com a magia angelical, você às vezes pode olhar para os nomes dos anjos, dizer esses nomes,
pensar sobre o que você quer e obter um resultado mágico. Mas
quando as pessoas tentam o mesmo tipo de experimentos com os demônios, mesmo quando usam as palavras angélicas
corretas, a magia pode ser muito frágil para ser completamente segura.

Com magicka simplificada demais, você pode obter resultados, mas os resultados geralmente não
são o que você deseja, ou duradouros, e podem até fazer novos problemas surgirem. Isso só acontece se
você mexer com o que está neste livro. Esta magia foi simplificada tanto quanto pode ir. Tire os sigilos ou
os nomes dos anjos, ou qualquer coisa assim, e acho que você está se abrindo para problemas. Caso
contrário, use o que está aqui, e não há perigo.

Não estou dizendo isso para parecer o mestre supremo da magia de anjos e demônios, mas
porque tentei simplificar ainda mais e me arrependi dessas ações. Muitos meses de trabalho me mostraram
que os rituais não deveriam ser mais simples do que isso.

Se você fizer uma chamada sem os sigilos e uma estrutura ritual, e sem uma compreensão de
como os poderes se misturam, você pode acabar com problemas. Eu entendo que há uma tendência
de pegar livros de magia e remover algumas das 'complicações' para torná-los ainda mais simples. É
muito importante lembrar que, ao apresentar livros como este, os autores já fizeram isso para você e
tornei a magia o mais simples possível. Remova qualquer outra coisa e a magia perderá o equilíbrio, a
estrutura e o poder necessário para obter resultados que realmente funcionem para você a longo
prazo.

Sem experimentação, a magia nunca se desenvolveria, mas eu recomendo que você não tente adaptar
este sistema para ser mais rápido ou mais simples do que ele é, dado o poder das entidades com as quais você
está lidando. O método já é algo que só leva minutos. Isso não significa que você nunca deve experimentar. Eu
acredito em magia experimental, mas se você está procurando resultados, passe algum tempo confiando no
sistema que escolheu para trabalhar.

Comecei no ocultismo com rituais que às vezes levavam dias de preparação, horas de lenta
iniciação ao trabalho e longos períodos de concentração e meditação. É fácil ler um livro como este e
acreditar que é complicado e pode ser simplificado, mas não é. É a essência de tudo o que aconteceu
antes. Existem centenas de anos de conhecimento e as experiências de incontáveis praticantes do
ocultismo que levaram ao sistema que eu revelei a você aqui.

Convocando Anjos e Demônios


Esta não é uma bibliografia ou descrição de todas as fontes usadas, porque se você leu o livro, você saberá
que existem muitas fontes, e muitas são de propriedade privada, e as imagens são minhas próprias versões
desenhadas à mão nos originais.
O que está por vir é uma história de idéias, e eu recomendo fortemente que você use a magia primeiro e
apenas se entregue a este material quando você sabe que está funcionando para você.
Você pode achar que o que está por vir nos capítulos seguintes é uma teoria sem sentido e, se for
assim, deixe-o e continue com sua magia. Para você, o livro acabou e você tem o que precisa. Este capítulo
é para todos os leitores que desejam saber de onde veio o método, por que uso esses sigilos e por que
isso deve funcionar melhor do que qualquer outra coisa.

Eu sei que alguns leitores gostam de um pouco de material de apoio para que possam ter uma
ideia de por que isso poderia trabalhos. A magia prática funciona quer você saiba disso ou não, mas se
você pagou pelo livro, você pode gostar de ver porque você recebeu sigilos para os anjos e demônios que
não foram publicados em nenhum outro lugar. A maioria dos sigilos demoníacos são familiares, mas os
sigilos angelicais são bastante únicos e baseados em uma fonte que os torna especialmente poderosos.
Você pode querer saber por que é seguro e como foi simplificado.

Existem muitas lendas sobre as origens dos demônios encontrados em Ars Goetia, e se você olhar
para trás em alguns dos textos mais antigos, incluindo O Testamento de Salomão, você vê que os nomes e
poderes atribuídos mudaram com o tempo, assim como os métodos de invocação. Os sigilos não estavam
presentes na maioria dos grimórios até recentemente, em termos históricos.

Quando muitos dos famosos grimórios foram escritos, havia uma forte ênfase em vincular os
demônios com poderes angelicais, e alguns dizem que isso era para apaziguar a igreja e proteger os
autores de tais grimórios da perseguição. Embora possível, também é bastante provável que a tradição
de amarração tenha surgido porque há uma conexão entre os anjos e os demônios. Não é por acaso
que existem setenta e dois anjos e setenta e dois demônios. Acho que a ligação foi uma interpretação
errônea da conexão, baseada no medo, mas a conexão era real.

Dr. Thomas Rudd's Liber Malorum Spirituum seu Goetia ( documentado como Harley MS
6483) foi um texto-chave para acadêmicos e ocultistas, porque mostrou que para cada anjo havia um
demônio correspondente. Outros textos refletem essa crença, mas Rudd é uma figura importante na
história da magia,
e para ele concluir que anjos e demônios estavam conectados tem que significar algo. Os ocultistas
ativos podem ter estado à frente de Rudd no uso desse conhecimento, mas é impossível provar neste
ponto. Quando o trabalho foi publicado como o Goetia do Dr. Rudd por Stephen Skinner e David
Rankine seus métodos se tornaram mais amplamente conhecidos. A pesquisa acadêmica pode ser
desanimadora porque você vê muitos erros, muita confusão e métodos sendo alterados e modificados
ao longo dos séculos. É importante compará-lo ao trabalho realizado por ocultistas de sucesso.
Com a ascensão do Ocultismo Ocidental, liderado por figuras como Aleister Crowley, parecia que o
assunto dos demônios era um livro fechado e que tudo era conhecido. Crowley havia escrito o trabalho
definitivo, assim disseram, quando ele publicou seu Goetia. Se você quisesse invocar os demônios, o livro
dele tinha tudo que você precisava. E é verdade que esse método pode funcionar. É um milagre que possa
funcionar porque os sigilos estão muito distorcidos, e o livro tem adições de vários assuntos que Crowley
amava, como um exorcismo egípcio (que ele usou em outro lugar para chamar de Sagrado Anjo Guardião),
e muitas coisas impenetráveis e supérfluas material. É uma bagunça que algumas pessoas pensaram que
era uma cega; isto é, muito misticismo distorcido projetado para esconder a magia prática, forçando mais
pesquisas do ocultista astuto a fim de alcançar qualquer resultado real. Mas funciona, mesmo que livros
muito melhores tenham aparecido desde então.

Em décadas mais recentes, os autores tentaram simplificar o que Crowley reuniu, ou reinventar
métodos baseados em idéias encontradas em fontes anteriores. Embora autores como Gordon Winterfield
fornecessem métodos muito posteriores a Crowley, eles também se baseavam nas obras de Rudd e outros,
que estavam gradualmente vazando para o domínio público. O que muitas pessoas não sabem é que o
método de Winterfield, e outros semelhantes, são amplamente conhecidos nos círculos ocultistas há muitos
anos, porque os ocultistas têm estudado essas fontes primárias por mais tempo do que os acadêmicos e
têm acesso a fontes que os acadêmicos ainda têm descobrir.

Isso significa que você pode comprar todos os livros de autores modernos (incluindo este) e ver o que
funciona, ou fazer muitas pesquisas acadêmicas. Você decide. Um problema é que tem havido muita
desinformação, muitas vezes propagada por exploradores lowbrow. Um livro publicado recentemente confunde
os demônios de Goetia com todos os tipos de outras divindades de uma miscelânea de culturas e finge que
todas são governadas por Lúcifer. (Não estou me referindo a Lúcifer e os Demônios Ocultos, publicado pela
publicação The Power of Magick. Este é um texto altamente respeitado.)

A desinformação e o pensamento fantasioso não são novidade. Em algumas tradições demoníacas, você
entoa palavras conhecidas como Enns. Estas são palavras provavelmente introduzidas por um autor moderno.
Eles são supostamente baseados em um grimório de propriedade privada dos anos setenta. Embora eu
concorde que grimórios privados do século XX tenham seu valor, isso não conta se houver uma fraude
deliberada. Alguns observadores sugeriram que os Enns são uma farsa promocional. Embora você encontre
muitas afirmações de que esses Enns apareceram em grimórios ao redor do mundo ao mesmo tempo,
simplesmente não há evidência disso. Os acadêmicos consideram isso ficção. Os ocultistas têm a mente mais
aberta e têm usado os Enns, com alguns dizendo que eles ajudam. Outros descobriram que as palavras o levam
a uma sombra mais fraca do demônio.
Acredito que os Enns têm algum poder, em alguns casos, porque foram usados muitas vezes por
muitas pessoas. É um efeito egrégora; pela repetição, algo se torna vagamente real. Essa é a razão pela
qual eles não estão incluídos aqui; Eu quero que você entre em contato com o demônio real, não uma
sombra de sua verdadeira forma. Além disso, para a magia combinada de anjo e demônio, descobri que o
Enns é totalmente inútil. Você ouvirá sobre eles e não quero que sinta que está perdendo um aspecto
importante da magia. Eu acredito que a magia neste livro funciona Melhor sem o Enns.

Os sigilos são uma parte importante da magia, mas uma fonte de grande confusão para os leitores.
Nos últimos anos, muitos livros publicaram sigilos angélicos que, para mim, não são tudo o que poderiam
ser. E muitos dos sigilos demoníacos são tão distorcidos que são quase inúteis, enquanto outros estão ok,
mas não são as melhores opções. Tentei dar-lhe o melhor.

Praticamente qualquer sigilo com algum histórico de eficácia funcionará, mas quanto melhor e mais
claro o sigilo, maior a probabilidade de você obter resultados. Se você enviar um cartão postal, a qualidade
da sua escrita não importa. O endereço só precisa ser legível. Mas se o endereço estiver claro e o cartão
postal tiver o carimbo correto, é mais provável que ele dê a volta ao mundo sem acidentes.

Você pode encontrar todos os setenta e dois anjos e seus sigilos (nomeados e ordenados de forma
diferente) no Ben Woodcroft's Sigilos, Chaves e Chamados Angelicais, e em outros livros. Não estou dizendo
que esses métodos ou sigilos estão errados, mas estou oferecendo uma alternativa na qual acredito e explicarei
por quê.
Dado que este livro foi publicado pela The Power of Magick Publishing, (que era originalmente a
empresa de Ben Woodcroft antes de ser adquirida por Christopher Wood), pode parecer rude da minha
parte escrever um livro que diz que o livro de Ben contém os sigilos errados. eu sou não dizendo que ele
está errado, mas oferecendo

a alternativa em que eu acredito. Se você gosta dos meus sigilos, você pode usá-los com o método de Ben em
vez do meu, se é isso que você deseja fazer. Ou se você gosta de seus sigilos, você pode usá-los para fazer seus
próprios sigilos combinados para usar meu método. Mas tenho minhas ideias sobre isso e é importante
compartilhá-las aqui, para que você entenda por que as imagens que encontra neste livro são únicas. Acho que
devemos agradecer a Chris Wood por publicar trabalhos de autores com ideias diferentes, em vez de tentar
formar um grupo restrito por todos usando exatamente os mesmos conceitos.

Você pode encontrar todos os demônios neste livro em centenas de outros livros (com mais variações
nos nomes dos demônios e designs de sigilos do que você imagina). Muitos escritores são preguiçosos demais
para pesquisar e copiar os sigilos de Crowley. Você encontrará muitas outras variações online. Os símbolos de
Crowley agora aparecem em camisetas baratas e canecas de café. Devemos ser gratos que os sigilos de Crowley
são os menos eficazes, dado que eles estão sendo exibidos na rua em trajes casuais.

Muitos dos sigilos neste livro não se parecerão com aqueles que você viu em outros livros, mesmo os livros
publicados pelo The Power of Magick, então vou definir tudo o mais claramente que puder para que você possa ver
porque eu revelei estes para seu uso.

Vou começar olhando para os sigilos usados pelos setenta e dois anjos de Shem ha-Mephorash. Muitos
autores mostrariam um sigilo angelical corajosamente desenhado. Para Haaiah, seria assim:

Sigilos como este são baseados nas obras de Blaise de Vigenère, que foi, entre outras coisas, um
criptógrafo. Ou seja, ele se interessava por códigos, e isso sempre me fez pensar se ele estava
corrompendo ou alterando os sigilos como uma forma de criptografia.

Seja qual for a verdade, os sigilos de Vigenère permanecem populares, e pequenas variações e
ordenações diferentes desses sigilos são encontradas em todos os lugares. Eles são a fonte da Golden
Dawn Shem ha-Mephorash sigilos, bem como aqueles encontrados em livros de autores como Ben
Woodcroft, Damon Brand e Gordon

Winterfield, ou no livro menos conhecido, Traite de Magie Kabbalistique sur les 72 Anges por Frater
Luxaour
Apesar da popularidade das derivações de Vigenère, descobri que o sigilo mais eficaz para o
anjo Haaiah realmente se parece com isto:
Existe uma grande diferença. Embora meu sigilo escolhido venha de uma fonte mais recente, tenho
certeza de que é baseado em uma fonte primária muito mais antiga do que a usada por Vigenère. Ou se usa a
mesma fonte, é mais honesto e direto do que o sigilo usado por Vigenère, sem um código escondendo seu
poder. Isso significa que este livro contém os sigilos angelicais mais autênticos e poderosos que você poderia
usar.
Vou elaborar essa descoberta para que você possa entender de onde vem esse poder e por que
usei esses sigilos angelicais ao longo do livro em vez dos mais comuns, e para que você possa ver que não
estou cheio de ar quente presunçoso, mas compartilhando o que acredito ser o melhor material.

Para os sigilos do demônio, você quase certamente viu os sigilos de Aleister Crowley, que são uma
estranha corrupção de sigilos anteriores e mais poderosos. Ele pegou os símbolos antigos e os transformou em
pequenas formas compactas. Seu sigilo para o demônio Bael é assim:

Se você ver este tipo de sigilo, pode trabalho, mas é o mais fraco de todos eles, e desde a
publicação de Joseph Peterson's Lemegeton agora é amplamente

aceitou que os sigilos mais autênticos geralmente se originam de um manuscrito conhecido como Sloane 3825 e têm a
seguinte aparência:
Você também pode estudar o Goetia do Dr. Rudd, por Stephen Skinner e David Rankine, para ver que os
sigilos do demônio já foram desenhados com mais ousadia.
Esta é minha versão do sigilo do demônio Bael, baseada no trabalho de Rudd no manuscrito Harley
6483:

Embora Skinner e Rankine insinuem que estes podem ser os símbolos demoníacos mais antigos e
possivelmente mais autênticos, isso está muito sujeito a debate. O que importa é se eles funcionam ou não,
então não me preocupo com isso aqui e uso apenas os que são eficazes.

Finalmente, incluí uma fonte que será explorada em profundidade em breve, conhecida como Wellcome
MS 3203. Ela contém os sigilos angelicais encontrados neste livro, e também existem alguns sigilos demoníacos
que funcionam melhor do que qualquer outro. Um exemplo mostrado aqui é o sigilo do demônio Bael, que se
parece com isto:
Deve ficar claro que os sigilos do demônio neste livro não vêm de uma única fonte e, em alguns
casos, eles parecem mais ásperos e corajosos.
Wellcome MS 3203 recebe o título completo de Cinco tratados sobre magia, e a maior parte
do material não tem utilidade para nós aqui. De fato, é amplamente considerado muito moderno para ter
muito interesse mágico, e alguns iriam tão longe a ponto de dizer que foi desacreditado. Acredito no
contrário, mas reconheço que é um manuscrito confuso.

Propriedade de Frederick Hockley, foi transcrito por Henry Dawson Lea em


1843, com os materiais demoníacos escritos por Ebenezer Sibley e os sigilos angelicais desenhados por M.
Lenain (até certo ponto baseado em uma coleção pertencente ao Conde de Boulainvilliers). Isso significa
que embora os sigilos para os anjos e demônios venham de um manuscrito encadernado, transcrito por
uma pessoa, não há um único autor.

Por uma questão de simplicidade, vou me referir aos sigilos do demônio como sendo desenhados por Sibley,
e os sigilos angelicais como sendo desenhados por Lenain. Que fontes anteriores eles usaram e quais mudanças foram
feitas durante a transcrição, talvez nunca saibamos.

O trabalho de Sibley está incompleto, mas os símbolos do demônio que funcionam, o fazem
extremamente bem. Apenas aqueles que funcionam estão incluídos aqui. O trabalho de Lenain é, creio eu, a
fonte mais poderosa de sigilos angelicais, embora esta transcrição tenha sido feita em 1843. Isso é muito tarde
para um grimório, mas há boas razões para acreditar que esses sigilos são realmente baseados no mais antigo
primário fonte.

Seria incorreto dizer que todo mundo está errado, mas poucos autores
ou grupos concordam sobre quais sigilos estão corretos, mesmo quando usando os materiais de origem de
Vigenère. Um livro publicado recentemente tem sigilos que foram, pelo que posso dizer, apenas feitos pelo
autor, porque se parecem com rabiscos com um círculo no final. O que incluo aqui funciona para a magia
que você encontra neste livro, e essa é a principal razão de eu usá-la, mas eu acho também fascinante ver
que os sigilos angelicais em particular podem ser os mais representativos dos originais. Isso é o oposto do
que todo mundo pensa há muito tempo.

Normalmente, na pesquisa ocultista, você procura a fonte mais antiga que pode encontrar e pensa nela
como "a original" e, portanto, a melhor. Mas nem sempre é assim. A magia é desenvolvida e versões melhores
podem ser criadas. Freqüentemente, presume-se que as versões mais modernas estão erradas por causa de
erros de cópia, mas às vezes as alterações são introduzidas deliberadamente. Embora isso muitas vezes seja
verdade, não acho que tenha sido o caso com os sigilos Lenain. Acredito que os sigilos de Lenain foram criados
por uma pessoa, ou grupo, que teve acesso a documentos de origem que nunca vimos e que possivelmente
agora estão perdidos. Esses materiais são anteriores aos de Vigenère, tenho certeza. Em um dos livros
acadêmicos sobre demônios, o autor casualmente observa que seria interessante saber onde Vigenère obteve
seus sigilos. Certamente que sim.

Embora não seja meu propósito minar o trabalho e as crenças dos outros, quero compartilhar o
que descobri sobre os sigilos mais populares e por que isso me fez duvidar deles.

Alguns dos sigilos mais comumente encontrados parecem tão semelhantes entre si que você se
pergunta como eles devem funcionar para diferentes anjos. Os símbolos clássicos de Vigenère para Lelahel,
Mebahel e Netahiah são assim:

Descubra a diferença entre esses três. Não há muito. Na maioria dos sistemas, esses anjos são
organizados quase consecutivamente e seus sigilos são quase idênticos. Isso sugere que quando esta lista
de sigilos foi compilada, alguns estavam faltando. As lacunas foram provavelmente preenchidas fazendo
cópias de sigilos com as menores variações.

Estas são as versões de Lenain dos sigilos para os mesmos anjos; Lelahel, Mebahel e Netahiah:
Um exemplo ainda mais notável é fornecido pelos sigilos de Vigenère para os anjos Shahaiah,
Omael e Lekavel:

Quando você olha os sigilos de Lenain para Shahaiah, Omael e Lekavel, a qualidade da variação é
clara:
É importante notar que Shahaiah é o 28º anjo, Omael é o 30º anjo e Lekavel é o 31º anjo. Eles
estão todos tão próximos que é como se o mesmo sigilo fosse usado várias vezes para preencher
lacunas.
Também é digno de nota estudar o sigilo baseado em Vigenère para Kevekiah.

Observe as faces semelhantes à lua. Dado que os outros sigilos não contêm imagens pictóricas, parece
bastante deslocado ver luas crescentes sorridentes. Isso sugere que os sigilos de Kevekiah foram corrompidos com o
tempo. Talvez todos os sigilos de Vigenère tenham sido corrompidos. O sigilo de Lenain para Kevekiah se parece com
isto:
Acho que isso o torna o original, ou baseado em algo mais antigo e menos corrompido do que aqueles
que mostram os rostos pictóricos.
Para mim, os sigilos Lenain têm uma complexidade e simbolismo que sugere que eles contêm mais significado
do que a versão mais simples. O que as pessoas consideram ser o original é, na verdade, uma cópia bastante solta e,
pela primeira vez, o material de origem mais moderno é na verdade o mais preciso, porque foi baseado em uma fonte
que, no momento, permanece perdida.

Existem muitos outros exemplos, e quando olhado objetivamente, Lenain é a única fonte que
contém sigilos exclusivos para cada anjo. As outras fontes contêm duplicatas, o que sugere que houve
erros e omissões. Onde os sigilos de Lenain têm todos os detalhes, os sigilos tradicionais usados pela
maioria dos ocultistas são representações manchadas dos originais, como se fossem simplificados pela
cópia apressada de uma fonte incompleta. As obras de Lenain estão longe de ser apressadas e contêm
simbolismo profundo, mas sutil.

O que você obtém neste livro pode parecer uma estranha combinação de fontes, mas isso só
se você olhar para a superfície. Estou usando a ordem e as correspondências (que anjo corresponde a
qual demônio) mostradas por Rudd e ecoadas em manuscritos como Shorshei Ha-Shemot; Estou
usando os sigilos de Lenain, Sibley e Rudd, e estou usando atributos apenas onde sei que são
verdadeiros por trabalho pessoal, confirmado pelos esforços de ocultistas de confiança de vários
grupos e organizações com os quais estive associado .

Os três Anjos Assistentes que trabalham sob o Anjo Governante para se conectar com o demônio
são derivados de Shorshei Ha-Shemot. Existem várias versões de Shorshei Ha-Shemot, e você também
pode encontrar esses nomes em outros livros arcaicos e até mesmo em textos modernos, como os de
Jacobus Swart. Observe, no entanto, que a interpretação de Swart é pessoal (como todos eles) e acredito
que ele usou uma versão de Shorshei Ha-Shemot que não é tão eficaz quanto
aquele em minha posse. É amplamente aceito que existem variações e que todas funcionam, mas estou
confiante no poder da edição que possuo.
Este livro contém material utilizável sem estar vinculado ao dogma de uma fonte. Sibley, por exemplo,
ordena os sigilos do demônio de uma maneira que desafia o entendimento óbvio, e ainda os próprios sigilos são
tudo menos cópias apressadas. O mesmo é verdade para os sigilos Lenain para os anjos, e eles contêm um rico
simbolismo. Em vez de serem rabiscos vermelhos encontrados em alguns livros, são linhas e curvas intrincadas.
Acredito que as linhas interrompidas e os círculos incompletos não são erros, mas sim replicações ou
interpretações de materiais de origem. É nesses pequenos detalhes que um pesquisador dedicado pode
encontrar verdades fascinantes. É intrigante que os sigilos, e em particular esses pequenos detalhes, sejam
semelhantes em aparência àqueles mantidos nos grimórios privados de várias ordens e sociedades mágicas,
sugerindo que os materiais genuínos foram transmitidos em círculos ocultistas, enquanto permaneceram
escondidos do público. Somente quando o trabalho de Lenain atingiu o limite da consciência oculta, parece que
é o momento certo para tornar esses símbolos públicos.

Mas dentro do Wellcome MS 3203, a ordem, grafia, descrição, numeração e outros detalhes costumam
estar errados, então como esse material é confiável? Eu só sei que você precisa estar na presença do manuscrito
real para ter uma sensação de que os sigilos foram desenhados antes de sua montagem e inseridos conforme o
manuscrito foi escrito. Isso é intrigante, mas agora espero que você tenha descoberto que eles funcionam tão
bem quanto eu disse.

Para os demônios, existem muitas variações de sigilos para escolher. Usei sigilos que acredito
serem o padrão ouro para todas as técnicas descritas, e as fontes para cada uma estão listadas no final
do livro.
No o Goetia do Dr. Rudd, Skinner e Rankine argumentam que os sigilos ali contidos são os mais
organizados e, portanto, os mais antigos, sugerindo que as versões posteriores se tornaram mais desleixadas à
medida que foram copiadas. Isso é questionável, e acho que é justo dizer que os sigilos de Rudd provavelmente
foram limpos por Rudd porque esse é o tipo de coisa que ele faria. Isso também significa, no que me diz
respeito, que sigilos posteriores, como aqueles desenhados por Sibley, são tão válidos quanto qualquer coisa de
tempos anteriores. Em vez de tentar encontrar o sigilo mais antigo (que acredito ser impossível, pois muito ainda
permanece oculto), testei tudo o que está por aí, descobri que todos são eficazes e retive o melhor.

Se você quiser entender a história a que estou aludindo neste capítulo, leia o Goetia do Dr.
Rudd, junto com o de Peterson Lemegeton. É uma boa lição de história se você quiser dar uma
olhada nas informações mais conhecidas,
mas você deve notar que ele apenas passa superficialmente, e muitos dos outros documentos aludidos e
adivinhados são onde reside a verdadeira magia. Mas esteja avisado de que ler esses textos acadêmicos
pode torná-lo cético, então faça sua mágica funcionar primeiro.

Escrevi este livro para transmitir o conhecimento prático que tenho sobre o assunto,
aproveitando as fontes de quando e onde elas funcionam. Se a inconsistência o incomoda, vá em
frente e use os sigilos que quiser, mas eu recomendo fortemente que você tente o que está aqui
primeiro. Há uma quantidade surpreendente de poder nessas combinações, e essa magia foi
escondida do explorador mágico interessado por muito tempo.
Fontes usadas

Não há bibliografia aqui porque li milhares de livros sobre o assunto, muitos dos quais nem mesmo
são de domínio público, e mesmo aqueles que são, muitas vezes só podem ser obtidos por meio de
um trabalho meticuloso que requer permissão para acessar coleções particulares. Em vez disso, vou
esclarecer o que vem de onde. Isso já está implícito no texto, mas este breve capítulo adicionará mais
detalhes.

Angel Sigils

Os sigilos dos anjos são baseados nos de Lenain de Wellcome MS 3203.

Nomes de Anjos

Os nomes dos setenta e dois Anjos Governantes, conhecidos como os Anjos da Shem ha- Mephorash são
de várias edições e versões de Shorshei Ha-Shemot.

Os nomes dos Anjos Assistentes também são encontrados em Shorshei Ha-Shemot.


Existem muitas versões de Shorshei Ha-Shemot, frequentemente com marcações vocálicas diferentes,
então a escolha final de grafia e voz foi feita pelos experimentos de meus mentores, com alguns trabalhos
adicionais de minha autoria.

Sigilos Demoníacos

Todos os sigilos estão sujeitos a uma ligeira reinterpretação quando redesenhados, como você descobrirá
ao usá-los, mas as cópias que fiz são precisas. Onde houver mudanças, pode ser por causa da influência de
outro sigilo de um grimório particular. No geral, entretanto, essas são as fontes usadas.

Sigilos de demônio provenientes do manuscrito Sibley encontrado em Wellcome MS 3203 são:

1. Bael, 2. Agares, 3. Vassago, 7. Amon, 8. Barbatos, 11. Gusoin, 12. Sitri, 13. Beleth, 34. Furfur, 46.
Bifrons, 47. Vuall, 48. Haagenti, 51. Balam, 53. Caim,
54. Murmus, 57. Oso, 64. Haures, 68. Belial.
Sigilos de demônios provenientes do Ars Goetia no Sloane MS 3825 são:

4. Gamigin, 5. Marbas, 6. Valefar, 9. Paimon, 10. Buer, 14. Leraje, 15. Eligor,
16. Zepar, 17. Botis, 18. Bathin, 19. Sallos, 20. Purson, 21. Marax, 22. Ipos, 23. Aim, 25. Glasya
Labolas, 26. Bime, 27. Ronove, 28. Berith, 29 . Astaroth, 31. Foras, 32. Asmodai, 33. Gaap, 35.
Marchosias, 36. Stolus, 37. Phenix, 38. Halphas, 39. Malphas, 40. Raum, 41. Forcalor, 44. Shax, 45.
Vine , 49. Crocel,
55. Orobas, 56. Gemory, 66. Cimeries, 67. Amducias.

Sigilos de demônio provenientes do trabalho de Rudd na Harley MS 6483 são:

24. Naberius, 30. Forneus, 42. Vepar, 43. Sabnock, 50. Furcas, 52. Alloces, 58. Amy, 59. Orias, 60.
Vapula, 61. Zagan, 62. Valac, 63. Andras, 65. Andrealphus, 69. Decarbia, 70. Seer, 71. Dantaylion, 72.
Andromalius.

Nomes de Demônios

Os nomes nem sempre correspondem aos sigilos nos manuscritos fornecidos, mas eles correspondem
intimamente. O décimo nono demônio está listado no Sloane 3825 como Saleos, mas escolher um nome final é
um processo que envolve olhar para outros grimórios, materiais de origem mais antigos, compreender as línguas
usadas conforme os nomes foram passados e reinterpretados e, como sempre, usar o nome que funciona de
forma mais eficaz. No caso desse décimo nono demônio, o nome Sallos foi escolhido para este livro, conforme
encontrado em Harley MS 6483.

Você deve notar que um dos demônios mais populares é o vigésimo sexto demônio,
amplamente conhecido como Buné, devido ao manuscrito distorcido de Crowley. O nome correto
e mais eficaz é Bime, e se você usar Buné, só poderá se conectar com uma sombra do demônio
real. No entanto, você é livre para usar os nomes que quiser se tiver ligações pessoais ou crenças
sobre nomes individuais.

Os poderes

A natureza dos poderes vem da tradição, grimórios particulares, boca a boca e experiência baseada
em centenas de textos que são extensos demais para listar,
mas com os manuscritos acima sendo a fonte original das informações subjacentes.
Conhecimento e Poder
Espero que você use este livro e descubra que sua magia é real para você. Há muita magia que nunca
funcionará, não importa o quanto você tente. Espero ter compartilhado algo em que você possa confiar.

Recentemente, houve uma explosão de ocultistas online e editores independentes, o que foi
empolgante. Às vezes tem sido educacional, mas também gerou uma massa de desinformação e mitos
fantasiosos. As estranhas fantasias espalhadas por alguns dos grupos que adoram demônios são tão
perturbadoras que às vezes me pergunto se essas pessoas são realmente ocultistas. É como se eles não
quisessem que o ocultismo prosperasse, e seu plano real é inventar tanto lixo que eles desacreditam a
própria magia.

Espero que você ache que este livro é mais profundo do que as facções que gritam você deve escolher trabalhar com

anjos ou demônios porque você não pode trabalhar com ambos.

Vocês pode trabalhe com ambos e, quando o fizer, será você quem estará rindo.

Não pretendo ser um especialista que deveria esclarecer as coisas e provar que todos estão errados.
Estou compartilhando a magia que me ensinaram, a experiência que me tornou capaz de trabalhar com ela e a
pesquisa que me ajudou a entender como ela funciona.

Minhas reivindicações são feitas para ajudá-lo a confiar na magia e ver seu valor, não para se gabar ou rebaixar
os outros. Continuo recomendando uma ampla leitura de livros de autores conceituados.

Se você gostou do meu livro, escreva uma resenha na Amazon para que os leitores saibam o que
esperar. É a melhor maneira de contribuir para o crescimento do conhecimento e poder genuíno da magia.

Com muito carinho e agradecimento,

Henry Archer
Mais vendidos Oculto nº 1 disponíveis na
publicação The Power of Magick

7 rituais de dinheiro ocultos por

Henry Archer
Lúcifer e os demônios ocultos por
Theodore Rose

Sigilos, Selos e Chamados Angelicais


por Ben Woodcroft

Angelic Protection Magick por


Ben Woodcroft

The Power of Magick Publishing

www.thepowerofmagick.com

Você também pode gostar