Você está na página 1de 5

RELATÓRIO SINTÉTICO – EXP.

III: MEDIÇÃO DA ACELERAÇÃO DA


GRAVIDADE LOCAL

Joyce Suzani Santos de Almeida

OBJETIVO DO EXPERIMENTO

O objetivo do experimento foi, por meio da medição direta do comprimento do fio e do período de
oscilação de um pêndulo, determinar experimentalmente, de forma indireta, a gravidade local no
laboratório e comparar ao valor de referência sugerido pelo IBGE:

g= (9,782028 ± 0,000023) m/s²

HIPÓTESES, APROXIMAÇÕES E MODELO DE MEDIÇÃO

A gravidade determinada indiretamente é uma propriedade local e não depende, naturalmente, do comprimento
“L” do fio. Por isso, a fim de obter dados experimentais suficientes para que se calcule a aceleração da gravidade
por meio de uma média ponderada o procedimento foi repetido com três comprimentos distintos (L1, L2, L3),
além de serem medidos os períodos de oscilação do pêndulo para cada um deles.

RESULTADOS DAS MEDIÇÕES

 COMPRIMENTO L1 , PERÍODO DE OSCILAÇÃO T1

L1 =1,380 m

PERÍODO DE 10 OSCILAÇÕES COMPLETAS

T10,1 (s)
23,47 23,33 23,22
23,42 23,49 23,47
23,51 23,43 23,25
23,44 23,51 23,27
23,62 23,39 23,64
23,56 23,42 23,38
23,69 23,48 23,68
23,63 23,60 23,41
23,67 23,52 23,63
23,39 23,49 23,93
 COMPRIMENTO L2 , PERÍODO DE OSCILAÇÃO T2

L2 = 1,120 m

PERÍODO DE 10 OSCILAÇÕES COMPLETAS

T10,2 (s)
21,03 21,07 21,22
21,07 21,15 21,28
21,06 21,23 21,26
21,40 21,08 21,37
20,92 21,19 21,21
21,27 21,21 21,28
21,05 21,08 21,36
21,25 21,12 21,27
21,19 21,36 21,74
21,34 21,41 21,17

 COMPRIMENTO L3, PERÍODO DE OSCILAÇÃO T3

L3 = 0,630 m
PERÍODO DE 10 OSCILAÇÕES COMPLETAS

T10,3 (s)
16,06 15,83 16,12
15,87 16,00 16,10
15,79 16,19 16,07
15,99 15,71 15,93
15,87 16,03 16,10
15,92 15,88 16,09
16,08 14,47 16,12
16,00 16,00 16,13
16,09 15,96 16,01
16,83 16,49 16,25
 COMPRIMENTO L4, PERÍODO DE OSCILAÇÃO T4

L4 = 0,75 m
PERÍODO DE 10 OSCILAÇÕES COMPLETAS

T10,4 (s)
17,55 17,57 17,55
17,94 17,53 17,49
17,75 17,72 17,76
17,53 17,38 17,92
17,57 17,18 17,70
17,25 17,41 17,58
17,25 17,44 17,53
17,03 17,42 17,68
17,66 17,30 17,65
17,30 17,95 17,72

 COMPRIMENTO L5 , PERÍODO DE OSCILAÇÃO T5

L5 = 0,480 m
PERÍODO DE 10 OSCILAÇÕES COMPLETAS

T10,5 (s)
14,26 13,78 13,39
13,56 13,83 13,81
14,22 13,75 14,02
13,91 14,05 14,01
14,08 13,90 13,98
13,20 13,94 14,12
13,83 13,94 13,79
14,47 14,12 14,13
13,99 14,26 13,85
14,03 13,97 13,79
ANÁLISE DOS RESULTADOS DAS MEDIÇÕES

Escreva explicitamente a expressão da incerteza combinada ug para o modelo de medição adotado:

 COMPRIMENTO L1, PERÍODO T1

L1 = ( 1,380 ± 0,0028 )m

T1 = ( 2,349 ± 0,0027 ) s

Reporte corretamente o resultado da medição da grandeza g para L1 e T1

g1 = ( 9,86 ± 0,0009 ) unidades

 COMPRIMENTO L2, PERÍODO T2

L2 = ( 1,120 ± 0,0028 ) m

T2 = ( 2,122 ± 0,0028 ) s

Reporte corretamente o resultado da medição da grandeza g para L2 e T2

g2 = ( 9,82 ± 0,0012 ) unidades

 COMPRIMENTO L3, PERÍODO T3

L3= ( 0,630 ± 0,0028 ) m

T3 = ( 1,598 ± 0,0073 ) s

Reporte corretamente o resultado da medição da grandeza g para L3e T3

g3 = ( 9,94 ± 0,0096 ) unidades

 COMPRIMENTO L4, PERÍODO T4

L4= ( 0,75 ± 0,0028 ) m

T4 = ( 1,754 ± 0,0040 ) s

Reporte corretamente o resultado da medição da grandeza g para L4 e T4

g4 = ( 9,86 ±0,0031 ) unidades


 COMPRIMENTO L5, PERÍODO T5

L5 = ( 0,480 ± 0,0028 ) m

T5 = ( 1,393 ± 0,00463 ) s

Reporte corretamente o resultado da medição da grandeza g para L5 e T5

g5 = ( 9,97 ± 0,0073 ) unidades

Confira se os resultados da medições de g1, g2, …, g5, ... são compatíveis ou discrepantes

Somente g1 e g4 são Compatíveis.

A partir dos valores compatíveis {g1, g2, …, g5, ...} determine um único valor para a aceleração da
gravidade local com sua incerteza, por meio de uma média ponderada.

gm.p. = ( 9,85 ± 0,027 ) m/s2


Confira se o valor gm.p. é compatível ou discrepante com o resultado para a aceleração da gravidade em
Goiânia, obtido pelo IBGE, g = (9,782028 ± 0,000023) m·s-2.

CONCLUSÕES

Visto que o objetivo do experimento foi determinar experimentalmente, de forma indireta, a gravidade
local no laboratório e comparar ao valor de referência sugerido pelo IBGE, podemos observar através
da média ponderal a g = (9,85 ± 0,027) m/s2 e comparar a do IBGE g= (9,782028 ± 0,000023) m/s, a
diferença significativa e pouca levando se em consideração o tanto de oscilação considerada.

Você também pode gostar