Você está na página 1de 6

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP


DATA:
EMPRESA: 09/12/2014 ASSINATURA
LOCAL DA
CENTRAL DE GLP ELABORADO POR: TFGE
ATIVIDADE:
INSTALAÇÃO E MONTAGEM DE UM NOVO
DESCRIÇÃO DA SUPERVISOR/
TANQUE DE GLP, OPERAÇÃO E RDRO
ATIVIDADE: ENCARREGADO:
MANUTENÇÃO.

ITEM ATIVIDADE ETAPA DA ATIVIDADE RISCO EPI / EPC MEDIDAS DE CONTROLE


 Respeitar a sinalização da via;
 Todos os caminhões e máquinas deve ter alarme
Transporte de materiais
Mobilização da Atropelamentos Óculos segurança sonoro de ré;
diversos
1 Frente de Abalroamentos Luva de couro  A carga a ser transportada deverá ser devidamente
Deslocamento de
Trabalho Queda de materiais Bota de segurança coberta com lona plástica;
Máquinas
 Os caminhões só poderão transitar em perfeito estado
de conservação.
 Inspecionar as frentes de trabalho se está usando os
Queda sobre as mãos e Óculos segurança
Retirada dos bloquetes EPI`S corretamente;
Remoção / pés Luva de couro
Recomposição dos  Manter pilha máxima com 6 (seis) bloquetes;
2 Recomposição Projeção de pedriscos Bota de segurança
mesmos  Manter os bloquetes sempre alinhados e organizados,
de Pavimento nos olhos
para não impedir a passagem de pedestres e a saída
dos veículos.
 Inspecionar diariamente as ferramentas de trabalho
antes de iniciar as atividades;
 Toda a área de trabalho deve permanecer sinalizada e
isolada;
Óculos segurança
Soterramento  Manter as escavações permanentemente isoladas;
Luva de couro
Abalroamento  As escavações devem permanecer limpas,
3 Escavação Escavação manual Bota de segurança
Batida Contra principalmente suas bordas;
Capacete de
Queda de Materiais  Os materiais deverão ser depositados a uma distância
segurança
superior à metade da profundidade da escavação;
 O escoramento da vala deve ser feito conforme
orientação do Engenheiro Obras /Segurança do
Trabalho/ Fiscalização.
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP

 Manusear os tubos de forma segura e longe da rede
Usar os equipamentos elétrica;
de EPC (tapumes,  Os Mangotes deverão ser fabricados com material
Assentamento Colocação dos tubos no Prensagem, perfuração,
4 tela, etc.) e EPI resistente à ação do GLP, na fase líquida.
do Tubo berço corte e escoriações.
(óculos de segurança,  Pressão de rompimento superior a 90 kg/cm2.
luvas de raspa, botas).  Pintar com a cor AMARELA a rede de vapor e a cor
ALARANJADA a rede de líquidos
Óculos segurança
Luva de couro
Bota de segurança
Uso de escada para  Treinamento dos funcionários em NR-35
Instalação da Acidentes de queda Capacete de
5 instalação de tubulações  Instalação de cabo guia para prender o cinto
tubulação aérea (altura) Segurança
aéreas.  Amarrar a escada na edificação
Cinto de Segurança
tipo paraquedista com
talabarte duplo
 Não retirar materiais e nem transitar com a presença
Aterramento da vala com Batida contra, queda de
Usar todos EPI´s de colaboradores no interior da vala;
6 Aterro da Vala os tubos já assentados e nível, projeção de
citados anteriormente.  Não aterrar a vala com colaboradores no interior da
concretados objetos.
mesma;
Limpeza da Risco de acidente, Óculos de segurança,
Transportes de materiais Usar todos os EPI´s citados e participarem efetivamente
7 Frente de cortes, perfurações e luvas de raspa e botas
diversos dos DDS.
Trabalho ergonômicos. de segurança.
Projeção de partículas
Despejar Despejar o saco de
do sólido aos olhos e Óculos de segurança Os colaboradores terão que usar todos os EPI´s citados e
8 cimento na cimento dentro da
queimadura química nas e luva nitrílica participarem ativamente dos DDS e treinamentos;
betoneira betoneira
mãos e olhos
Choque elétrico, Óculos de segurança,
Adensamento
9 Adensamento de solo atropelamentos, torção bota de borracha, Trabalhar com atenção, usar todos os EPI´s citados.
de solo
de membros inferiores. capacete.
Todos os tanques de armazenamento de líquidos
inflamáveis deverão ser aterrados segundo recomendações
da Norma Regulamentadora (NR 10).
Instalação EPI´s para trabalho Deverão ser ligados ao sistema terra:
10 Aterramento do tanque Choque elétrico
Elétrica com eletricidade a) as tomadas de carga e descarga das
embarcações;
b) os tanques de armazenamento;
c) os veículos transportadores.
11 Construção e Instalação do Tanque Instalação muito próxima Projeto de Instalação  Os tanques de armazenamento deverão ser
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP

localizados:
Distância Mínima do Tanque à Linha de Divisa da
Propriedade Adjacente: 4,5 m.
Distância Mínima do Tanque às Vias Públicas: 1,5m.
A distância entre dois tanques de armazenamento de
dos tanques entre si ou líquidos combustíveis não deverá ser inferior a 1 (um
Montagem
das edificações próximas metro).
Os tanques-estacionários devem ficar longe de qualquer
fonte de ignição e de outros produtos inflamáveis, de
fontes de calor e de faíscas.
O local deve ser ventilado e protegido do sol, da chuva e
da umidade.
Descarga É obrigatória a proteção da central de GLP por um hidrante,
Atmosférica desde que possua risco incorporado,
Operação do Proteção contra
12 Fogo na Incêndio A central de GLP deve ter proteção específica por
Tanque incêndio
vegetação extintores, sendo que deverão estar protegidos contra
externa. intempéries.
13 Operação do Rompimento e Pequeno vazamento Válvula de Segurança Colaboradores sempre treinados e bem capacitados, de
Tanque vazamento dos ocasionado por furo na acordo com suas atribuições e cientes dos riscos,
reservatórios tubulação respectivas precauções e ações emergenciais a serem
Falha nas adotadas;
conexões.
Programa de manutenção preventiva encontra-se
implantado, eficiente e funcional;
Abrigo (cela) do tanque sempre fechado de modo a
impedir o acesso de pessoas estranhas;
Válvula de fechamento manual em cada ponto em que se
tornar conveniente para a segurança, operação e
manutenção da instalação;
Atenção ao recomendado no manual de instruções dos
tanques;
Sinalização advertiva foi implantada, é útil e
adequadamente distribuída no local;
Realização de vistorias diárias no tanque para verificação
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP

de indícios de vazamentos;
Tanque em área isolada de outras edificações e com
adequado grau de ventilação;
Pintura protetora e presença de reforço externo de metal
de sacrifício82 combatendo oxidação;
14 Abastecimento Abastecimentos dos Vazamento Luvas de segurança Todo veículo deve estar regulamentado conforme a
tanques de GLP Explosão adequadas à legislação pertinente e identificado quanto ao produto
manipulação de GLP. transportado conforme a NBR 7500 e as prescrições desta
Norma.
Uso de calços.
O motorista deve ter habilitação conforme a legislação
Isolamento da área
pertinente e treinamento conforme Resolução 640/85 do
por cones de
CONTRAN e o operador deve ter treinamento dirigido à
sinalização e placas
operação de abastecimento das centrais de GLP e
com as advertências.
operação de veículos abastecedores.
Todo recipiente deve ser provido de válvula de segurança
com características conforme definido na NBR 14024.
Os recipientes a serem abastecidos devem ser providos
obrigatoriamente de indicador de nível máximo de líquido,
adequado à sua capacidade volumétrica.
As mangueiras flexíveis devem ser compatíveis para a
utilização com GLP e atender ao estabelecido na NBR
13419.
O sistema de transferência do veículo abastecedor deve
ser provido de dispositivo destinado a evitar a sobre
pressão na mangueira de abastecimento.
Todo recipiente deve ter sua superfície externa tratada
contra agentes climáticos e atmosféricos por meio de
pintura ou outro meio adequado.
Recomenda-se que recipientes de capacidade volumétrica
igual ou inferiores a 0,500 m3 possuam sistemas
adicionais automáticos ou semiautomáticos que evitem o
sobre enchimento dos mesmos.
Independente de qualquer sistema que assegure o
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP

travamento do veículo abastecedor, o uso de calços é
obrigatório durante a operação de abastecimento.
O operador deve utilizar luvas de segurança adequadas à
manipulação de GLP, durante a operação de
abastecimento.
Caso o veículo se encontre em via pública ou junto ao
tráfego de pessoas, durante a operação, a área deve ser
isolada por cones de sinalização e placas com as
advertências:
“PERIGO - INFLAMÁVEL”;
“PERIGO - NÃO FUME”.
Recomenda-se a não permanência de pessoas na cabine
do veículo abastecedor durante a operação de
abastecimento.
O operador deve estar posicionado no ponto de
abastecimento com acesso rápido e desimpedido ao
módulo de operação, tendo visível o veículo abastecedor e
o indicador de nível máximo do recipiente em
abastecimento. Caso contrário, é necessário ter mais
operadores e um sistema de comunicação adequado.
Recomenda-se que as válvulas de segurança sejam
reguladas sob a vigilância da empresa abastecedora ou de
um organismo de controle reconhecido.
Para efetuar-se o transvazamento de líquidos inflamáveis
de um tanque para outro, ou entre um tanque e um carro
tanque, obrigatoriamente os dois deverão estar aterrados
como no item 20.2.11, ou ligados ao mesmo potencial
elétrico.

TRABALHADORES ENVOLVIDOS NA EXECUÇÃO DA ATIVIDADE

NOME: ASSINATURA: NOME: ASSINATURA:


ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO CENTRAL DE GLP

Você também pode gostar