Você está na página 1de 12

CAMILA BREMER VIEIRA CARDOSO

MARCOS VIDAL GUENZE

IMPACTO AMBIENTAL E SUAS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS

PORTO VELHO - RO
2021
CAMILA BREMER VIEIRA CARDOSO

MARCOS VIDAL GUENZE

IMPACTO AMBIENTAL E SUAS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS

Projeto de Trabalho de Curso apresentado ao


Curso de XXXXXX da Faculdade São Lucas –
Unidade II, como requisito parcial para a
obtenção do Grau de Bacharel em Direito, sob
a orientação da Professora Ana Claudia
Barroso.

PORTO VELHO - RO
2021
SUMÁRIO

1 TEMA.................................................................................................................................................3
1.1 Delimitação do tema.....................................................................................................................3
2 PROBLEMA.......................................................................................................................................4
2.1 Hipótese........................................................................................................................................4
3 OBJETIVOS.......................................................................................................................................5
3.1 Objetivo Geral..............................................................................................................................5
3.2 Objetivos Específicos...................................................................................................................5
4 JUSTIFICATIVA................................................................................................................................6
5 REFERENCIAL TEÓRICO................................................................................................................7
6 METODOLOGIA...............................................................................................................................8
7 CRONOGRAMA................................................................................................................................9
8 ORÇAMENTO..................................................................................................................................10
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.................................................................................................11
3

1 TEMA

Impacto ambiental e suas consequências jurídicas

1.1 Delimitação do tema

A responsabilidade do infrator diante do dano ambiental e suas consequências


jurídicas.
4

2 PROBLEMA

Quais tipos de responsabilização podem sofrer aqueles que praticam dano ambiental?

2.1 Hipótese

Acredita-se que a responsabilização por danos causados ao meio ambiente


enseja consequências em três esferas: administrativa, civil e penal. Assim sendo, os atos que
configuram danos ao meio ambiente sujeitarão o infrator à três espécies de responsabilidade.
5

3 OBJETIVOS

3.1 Objetivo Geral

Analisar a responsabilidade do infrator diante do dano ambiental e suas consequências


jurídicas.

3.2 Objetivos Específicos

 Compreender o tipo de responsabilidade adotada pelo ordenamento jurídico na


questão do dano ambiental.
 Verificar a evolução histórica da legislação ambiental
6

4 JUSTIFICATIVA

O meio ambiente é considerado, atualmente, de vital importância para a população do


planeta. Com o intuito de preservá-lo, criou-se mecanismos de responsabilização àqueles que
o degradam, impondo-se ao agente ofensor, que pode ser pessoa física, jurídica e até mesmo
ente público, penalizações que podem ser de ordem civis, penais e administrativa

Esse estudo se justifica por possibilitar o conhecimento acerca da responsabilização


daqueles que praticam dano ambiental, como também conhecer as consequências jurídicas
para os mesmos. Acredita-se que essa pesquisa seja oportuna em razão do conhecimento que
irá proporcionar aos acadêmicos e aos operadores do Curso de Direito acerca do objeto desta
pesquisa.
No que diz respeito à sociedade, importa a pesquisa para apresentar a possibilidade
de fazer com que os infratores se responsabilizem por danos causados ao meio ambiente,
proporcionando e assegurando a proteção ambiental de acordo com a Lei.
Assim, acredita-se que a relevância social e acadêmica deste estudo se dará por
apresentar o referencial teórico-jurídico para proporcionar um debate acerca da
responsabilidade do infrator diante do dano ambiental e suas consequências jurídicas.
Sua importância reside no fato de poder servir como referencial para pesquisas
posteriores sobre o tema, além de ser fonte de consulta para a comunidade em geral.
7

5 REFERENCIAL TEÓRICO

O Referencial Teórico deve ser iniciado aqui. Deve conter de 4 à 6 páginas. Pode ser
dividido em subtítulos.
8

6 METODOLOGIA

A Metodologia deve ser iniciada aqui. Explicar como a pesquisa será realizada, ou
seja, indicar a classificação da pesquisa, técnicas de investigação e métodos que serão
utilizados. Escrever em texto único, isto é, não dividir em tópicos.
9

7 CRONOGRAMA

2021/1 2021/2
fev mar abr mai jun jul ago set out nov
Revisão do Projeto de Trabalho
X
de Curso junto com o Professor
Nova Revisão Bibliográfica e
X X X
demais coletas de dados
Entrega do Projeto de Pesquisa X
Análise do material coletado X
Elaboração da Primeira Versão
X
do Trabalho de Curso
Revisão da Primeira Versão do
X
Trabalho pelo Professor
Elaboração da Versão Final do
X X
Trabalho de Curso
Nova Revisão Bibliográfica e
X X
demais coletas de dados
Análise do material coletado X
Revisão da Versão Final do
X
Trabalho pelo Orientador
Correção Ortográfica do
X
Trabalho de Curso
Depósito do Trabalho de Curso
X
para a Defesa Pública
Defesa Pública X
10

8 ORÇAMENTO

Descrição Valor
Aquisição de obras bibliográficas
Fotocópias
Tinta para Impressora
Papel
Tradução do Resumo para uma língua estrangeira
Correção Ortográfica
Encadernação do Trabalho de Curso em espiral
CD
Despesas Diversas
Total de Despesas
11

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2006.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia


Científica. São Paulo: Atlas, 2007.

Você também pode gostar