Você está na página 1de 6

ANEXO III - MODELO DE PLANO DE ENSINO DA UNIDADE CURRICULAR PARA

O PERÍODO LETIVO EXCEPCIONAL (PLE)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO
COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO ACADÊMICA

I – IDENTIFICAÇÃO
DEPARTAMENTO/UNIDADE: ENGENHARIA AGRÍCOLA
CURSO: AGRONOMIA
TURMA: SA1 (2020-4)
UNIDADE CURRICULAR: HIDRÁULICA AGRÍCOLA - 11352
NATUREZA: (X) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA
DOCENTE RESPONSÁVEL (em caso de mais de um docente, indicar CARGA
com * quem é o responsável pelo preenchimento da caderneta) HORÁRIA

JOÃO AUDIFAX CÉZAR DE ALBUQUERQUE FILHO 60

PERÍODO DE REALIZAÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR:


CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 Teórica: 30 Prática: 30

II – EMENTA (Sinopse do Conteúdo)


Fundamentos de hidráulica. Equações que regem o escoamento. Análise de escoamento em
condutos forçados. Ajuste computacional para obtenção de modelos empíricos. Hidráulica de
tubulações com múltiplas saídas. Modelagem do gradiente de energia de linhas laterais em
projetos de irrigação pressurizada. Estações elevatórias. Escoamentos que apresentam
superfície livre.

III – OBJETIVOS
Objetivo geral
A disciplina tem por objetivo abordar temas relacionados aos conhecimentos básicos de
Mecânica de Fluídos, Engenharia de Irrigação: Hidráulica de sistemas pressurizados, e abrange
os processos de medidas hidráulicas, com ênfase à medição de vazão e pressão em condutos sob
pressão e estimativa da descarga em escoamentos que apresentam superfície livre.
Objetivos específicos
1. Selecionar e entender o funcionamento de aspersores, gotejadores e microaspersores.
2. Dimensionar corretamente as tubulações de múltiplas saídas.

1
3. Dimensionar e selecionar sistemas de bombeamento.
4. Aplicar técnicas básicas para dimensionamento de sistemas de irigação.
5. Dimensionar canais artificiais revestridos e não revestidos

IV – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
(Indicar os assuntos a serem abordados na Unidade Curricular)
1. FUNDAMENTOS DE HIDRÁULICA
1.1 Introdução, Sistemas de unidades, Propriedades físicas dos fluidos.
1.2 Classificação dos Escoamentos.
1.3 Equações fundamentais do escoamento. Equação de Continuidade e de Bernoulli aplicado
à hidráulica, Equações da hidrostática.
2. ESCOAMENTO EM CONDUTOS FORÇADOS
2.1 Resistência ao escoamento em condutos forçados, Estudo da perda de carga continua,
Formula Universal de perda de carga (Darcy-Weisbach). Obtenção do coeficiente de atrito da
equação de Darcy-Weisbach: regime laminar; regime turbulento liso e regime misto ou de
transição. Métodos de Hagen-Poiseuille; Blásius; von Kárman e Colebrook-White.
2.2 Perda de carga localizada em conexões de emissores e peças especiais.
2.3 Características hidráulicas de emissores de irrigação. Hidráulica de tubulações de múltiplas
saídas.
3. BOMBAS E SISTEMAS DE RECALQUE
3.1 Aspectos gerais. Tipos de Bombas centrífugas. Instalação elevatória típica.
3.2 Parâmetros hidráulicos de uma instalação de recalque.
3.3 Dimensionamento econômico da tubulação de recalque.
3.4 Curva característica das bombas. Uso de catálogos técnicos.
3.5 Cavitação e associação de bombas. Altura máxima de sucção
4. CONCEITOS BÁSICOS SOBRE OS ESCOAMENTOS LIVRES
4.1 Introdução. Características geométricas e hidráulicas.
4.2 Variação da velocidade. Energia específica e Número de Froude.
4.3 Caracterização e ocorrência do escoamento crítico.
4.4 Noções de ressalto e remanso.
5. ESCOAMENTO UNIFORME
5.1 Introdução, Resistência ao escoamento, Fórmula de Manning.
5.2 Cálculo do escoamento uniforme. O coeficiente de rugosidade de Manning. Critérios
práticos.
5.3 Seções de máxima eficiência em canais revestidos. Canais sem revestimento – Método da
velocidade permissível.

V – MÉTODOS DIDÁTICOS DE ENSINO

2
(Indicar a metodologia a ser aplicada nas atividades de ensino remoto (ex.: webconferência,
videoaula, aplicação de projeto etc.)
As atividades desenvolvidas na Disciplinas acontecerão de maneira remota. Serão utilizadas
vídeoaulas, google meet, livro digital, planilha eletrônica.

VI – PLATAFORMA DE ENSINO REMOTO


(Definir uma plataforma de ensino adotada como repositório para o conteúdo da Unidade
Curricular)
( ) Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA/Moodle)
(x) Google Classroom
( ) Site do docente
( ) Dropbox
(x) Outro: google meet e whatsapp.

VII – CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO


(Descrever as atividades/procedimentos que serão utilizados para composição da nota)
Ao final de cada semana será realizada uma atividade avaliativa valendo de zero a dez pontos.
A nota final dos discentes será obtida a partir da média aritmética simples das dez atividades
realizadas. Será considerado aprovado por média o aluno que obtiver média maior ou igual a
sete pontos. Caso o discente não obtenha média mínima de sete, será realizada uma atividade
final valendo de zero a dez pontos. Nesta etapa, para ser considerado aprovado na disciplina, o
aluno deverá obter nota maior ou igual a cinco pontos.

VIII – CRONOGRAMA
SEMANAS DETALHAMENTO (destacar quando se tratar de atividade síncrona)
1 CONTEÚDOS ABORDADOS: Fundamentos de Hidráulica: Principais
propriedades físicas da água. Lei Fundamental da Hidrostática: Lei de Stevin.
Hidrodinâmica: Classificação do escoamento: Equações que regem o
escoamento: Leis de Conservação de Massa e Energia (Teorema de Bernoulli);
Equação de quantidade de movimento para regime estável e espacialmente
variável.
METODOLOGIA: Livro digital, google meet, Artigo para leitura.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Lista individual: exercícios aplicados
2 CONTEÚDOS ABORDADOS: Estudo da perda de carga: Fórmula Universal
de perda de carga (Darcy-Weisbach). Equação geral de perda de carga contínua.
Obtenção do fator de atrito: regime laminar; regime turbulento liso e regime
misto ou de transição. Métodos de Hagen-Poiseuille; Blasius; von Kárman e
Colebrook-White. Perda de carga localizada em conexões de emissores e peças
especiais.
METODOLOGIA: Video aula, google meet, Artigo para leitura.

3
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Atividade: Adaptar o método de Blásius, com
aplicabilidade a projetos de irrigação pressurizada, com as constantes função do
diâmetro interno da tubulação.
3 CONTEÚDOS ABORDADOS: Características hidráulicas de emissores de
irrigação: Ajuste da equação vazão-pressão; Regime de fluxo; Taxa de variação
de vazão em função da variação de pressão.
METODOLOGIA: Video aula, Artigo para leitura, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Obtenção da equação característica de emissores
para diversas situações de dados de ensaio. (pressão; vazão). Ajuste de equação
característica do emissor sob efeito da variação do expoente de descarga.
4 CONTEÚDOS ABORDADOS: Hidráulica de Tubulações de Múltiplas
Saídas: fator de correção de perda de carga (Christiansen, 1942); fator de ajuste
(Scaloppi, 1988). Método iterativo: Step-By-Step (SBS) e Método Algébrico
(MA). Estimativa do comprimento máximo de linhas laterais em função de
critérios hidráulicos e de uniformidade.
METODOLOGIA: Video aula, Artigo para leitura, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Atividade: Elaborar projeto hidráulico de ramais
de irrigação (linhas laterais): Estudo comparativo de métodos para
dimensionamento da linha lateral (SBS) e (MA)
5 CONTEÚDOS ABORDADOS: Apresentação e desenvolvimento do modelo de
(Wu & Gitlin,1975) para obtenção do gradiente de energia de linhas laterais
(Energy Gradient Line - EGL). Estimativa da perda de carga média e pressão
máxima. Ponto de ocorrência da pressão média. Sobre desenvolvimento,
implementação e execução do modelo. Apresentação do processamento de dados
no software MATLAB®.
METODOLOGIA: Video aula, Artigo para leitura, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Estimativa da pressão e vazão do emissor
6 CONTEÚDOS ABORDADOS: Bombas centrífugas de eixo horizontal e fluxo
radial. Parâmetros que caracterizam o funcionamento da máquina. Tipos de
sistemas hidráulicos. Ensaio de bombas. Dimensionamento e seleção de sistemas
de bombeamento.
METODOLOGIA: Video aula, Consulta de catálogos técnicos, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Selecionar uma motobomba adequada para um
sistema de irrigação pressurizado.
7 CONTEÚDOS ABORDADOS: Estimativa do NPSH. Cavitação e associação de
bombas centrífucas. Alteração das curvas características. Estimativa da altura
máxima de sucção.
METODOLOGIA: Video aula, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Estimativa da altura máxima de sucção para um
sistema autoaspirante.

4
8 CONTEÚDOS ABORDADOS: Escoamento livre (Canais artificiais):
Caracterização do escoamento livre; Parâmetros geométricos; seções típicas e
equação de resistência de Chezy. Equação de resistência de Chezy combinada
com o coeficiente de rugosidade hidráulica de Manning (n) e a conservação de
massa. Parâmetros geométricos e parâmetros hidráulicos; seções típicas:
trapezoidal e retangular. Tipos de revestimento.
METODOLOGIA: Video aula, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Estimativa da capacidade de descarga de um canal
9 CONTEÚDOS ABORDADOS: Estimativa da velocidade média; variação de
velocidade. Dimensionamento de canais por metodologia iterativa (solução
numérica aproximada).
METODOLOGIA: Video aula, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Estimativa da profundidade de um canal.
10 CONTEÚDOS ABORDADOS: Metodologia e aplicação de canais com seção
econômica, ou de máxima eficiência. Avaliação da rugosidade hidráulica do
canal trapezoidal da Rural e do regime de escoamento; número de Froude (com
base em relatório de aula prática). Caracterização e ocorrência do escoamento
crítico.
METODOLOGIA: Vídeo aula, google meet.
PRÁTICAS AVALIATIVAS: Avaliar a rugosidade hidráulica de um canal e
caracterizar o regime de escoamento, e a velocidade crítica.
11 Exame final

IX – BIBLIOGRAFIA

BÁSICA:
1. AKUTSU, J. Hidráulica Geral e Aplicada. São Carlos, SP: UAB-UFSCar, 2012. 191p.
(disponível em http://audiovisual.uab.ufscar.br/impresso/2016/EA/EA_Jorge_Hidraulica.pdf).
MARTINS, J.R.S.; GUKOVAS, M. Hidráulica Basica, Guia de Estudos, Condutos Forçados,
Instalações de Recalque. Notas de Aula. São Paulo: 2010. 35p.
(material digital disponibizado pelo docente)
ZANINI, J.R. Hidráulica Teoria e Exercícios. Jaboticabal, SP: UNESP, 2016. 115p.
(material digital disponibilizado pelo docente)

COMPLEMENTAR:
AZEVEDO NETTO, J.M., FERNANDEZ, F.M. Manual de Hidráulica. São Paulo: Editora
Edgard Blücher. 2018. 632p.
1. CARVALHO, J.A. Instalações de bombeamento para irrigação - hidráulica e consumo de
energia. Lavras: Ed. UFLA, 2008. 345p.
2. GOMES, H. P. Engenharia de irrigação Hidráulica dos sistemas pressurizados, Aspersão e
gotejamento. 3ª Ed. Campina Grande: Ed. Universitária-UFPB, 1999, 344p.

5
3. TESTEZLAF, R.; MATSURA, E. E. Engenharia de irrigação: tubos e acessórios. Campinas,
SP: Unicamp/Faculdade de Engenharia Agrícola, 2015. 156p.
(disponível em: www.feagri.unicamp.br/irrigacao/livros)

ESTOU CIENTE de que as interações síncronas gravadas constituem material estritamente


didático-pedagógico, não sendo permitido seu uso (na íntegra ou em partes) para outra finalidade
que não esta. Comprometo-me a respeitar o direito de imagem dos (as) discentes em gravações de
atividades síncronas, questionando-os sobre a autorização da gravação e orientando, aqueles que
se opuserem, a manter desligados suas câmeras e microfones durante a gravação.

RECIFE, 28/10/2020.

Prof. João Audifax Cézar de Albuquerque Filho


Docente Responsável

Você também pode gostar