Você está na página 1de 20

17/03/2011

Discalculia
e Avaliação das habilidades
matemáticas

Priscila Covre

Desenvolvimento – habilidades
• Idade infantil ( 3 – 6 anos):
– Compreender igual e diferente;
– Ordenar objetos por tamanho, cor e forma
– Classificar objetos por suas características
– Compreensão dos conceitos de longo, curto, pouco,
grande, pequeno, menos que, mais que
– Compreender a correspondência 1 a 1
– Reconhecer números de 0 a 9; contar até 10; copiar
números
– Reproduzir figuras com cubos

1
17/03/2011

Desenvolvimento – habilidades
• Primária (6 – 12 anos ):
– Agrupar objetos de 10 em 10; ler e escrever de 0 a 99;
dizer as horas
– Compreender meios e quartos;
– medir objetos; nomear o valor do dinheiro
– Iniciar as habilidades com mapas; estimar soluções
– Executar operações aritméticas básicas

Desenvolvimento – habilidades
• Secundária ( 12 – 16 anos ):
– Usar números na vida cotidiana
– Compreender probabilidades; desenvolver a solução
flexível de problemas
– Usar a estimativa de custos em comércio
– Ler quadros, gráficos, mapas;
– Compreender direções

2
17/03/2011

Habilidades cognitivas
• Habilidades perceptivas e visuoespaciais
• Atenção
• Memória operacional
• Memória de longo prazo
• Funções executivas
• Habilidades linguísticas

Dificuldades em matemática

3
17/03/2011

Acalculia
• É um distúrbio neurológico adquirido após
uma lesão no córtex cerebral
– Incapacidade de realizar cálculos aritméticos
simples e reconhecer algarismos escritos

4
17/03/2011

Discalculia
• Discalculia de desenvolvimento é uma
dificuldade significativa no desenvolvimento
de habilidades relacionadas à matemática

– Não ocasionadas por deficiência mental, auditiva


ou visual, nem por falta ou precariedade de
escolarização

DIAGNÓSTICO

5
17/03/2011

Discalculia: subtipos
• Discalculia verbal: dificuldades em nomear as
quantidades matemáticas, os números, os termos, os
símbolos e as relações

• Discalculia practognóstica: dificuldades para


enumerar, comparar, manipular objetos reais

• Discalculia léxica: dificuldade na leitura de símbolos


matemáticos

Discalculia: subtipos
• Discalculia gráfica: dificuldades na escrita de
símbolos matemáticos

• Discalculia ideognóstica: dificuldades em fazer


operações mentais e na compreensão de conceitos
matemáticos

• Discalculia operacional: dificuldades na execução de


operações e cálculos numéricos

6
17/03/2011

Lista de dificuldades
• Inversão na escrita dos numerais
• Inversão na posição dos algarismos: 37 / 73
• Falha na ordenação de colunas para montar o
algoritmo:

• Operar em ordem inversa (da esquerda para a


direita):

Lista de dificuldades
• Pular passos de uma operação:

• Errar sinais das operações


• Repetir um ou mais números numa série
numérica

7
17/03/2011

Lista de dificuldades
• Dificuldades freqüentes com os números,
confundindo os sinais: +, -, ÷ e x;
• A inabilidade de dizer qual de dois números é
o maior
• Problemas para diferenciar o esquerdo e o
direito (lateralidade);
• Falta de senso de direção (norte, sul, leste, e
oeste)

Lista de dificuldades
• Necessidade absoluta de concretizar as operações
• Impossibilidade de realizar cálculo mental

8
17/03/2011

Lista de dificuldades
• Dificuldades na Resolução de problemas
– Quanto ao enunciado do problema:
• dificuldades de leitura; linguagem empregada, não pertence ao
seu vocabulário; não entende a relação do enunciado com a
pergunta do problema.
– Quanto ao raciocínio:
• dificuldade de representação mental não permitindo estabelecer
as relações necessárias para a resolução do problema.
– Quanto ao mecanismo operacional:
• falhas nas técnicas operatórias; dificuldade de resolver a equação,
ou sistema de equações montado para resolver o problema

Lista de dificuldades
• Dificuldade com a elaboração da passagem do
tempo;
• Dificuldade com tarefas diárias, como verificar
a mudança nos dias da semana e ler relógios
analógicos;

9
17/03/2011

Lista de dificuldades
• Inabilidade de compreender o planejamento
financeiro

• Dificuldade mental de estimar a medida de um


objeto ou de uma distância (por exemplo, se algo
está afastado 10 ou 20 metros);

• Dificuldade de manter a contagem durante jogos;

Lista de dificuldades
• Dificuldade nas atividades que requerem
processamento de seqüências (exemplo:
etapas de dança, leitura, escrita e esporte)

10
17/03/2011

Avaliação

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

1. CONTAR
a) Pede-se para a criança contar o número de
círculos ou linhas num cenário, que são
arrumadas de 3 a 14
[Realizar a mesma tarefa 5 vezes, variando o
número de itens]
OBSERVAR:
• Segue o padrão um a um (número para cada objeto)
• A ordem de contar é estável
• Compreensão da cardinalidade numérica

11
17/03/2011

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

1. CONTAR
b) Contar animais de brinquedo (ex.: cinco vacas)
dispostos em fila na ordem
A ordem das vacas é modificada: move-se o
último animal para a frente da fila. Pede-se para
a criança dizer quantos animais tem
Segunda modificação: move-se o terceiro animal
para a frente da fila. Pede-se para a criança dizer
quantos animais tem
[Princípio da irrelevância da ordem]

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

1. CONTAR
c) Mostrar figuras de 5 a 7 objetos diferentes, com
tamanhos e/ou cores diferentes numa mesma
página
Pedir para a criança contar o número de objetos

Repetir o procedimento com brinquedos reais

[Princípio da transitoriedade]

12
17/03/2011

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

1. CONTAR
d) A criança deve nomear o numeral que precede e
o que segue o número 5

[Princípio da ordem numérica]

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

2. CONTAR (PALAVRAS E SÍMBOLOS)


a) Mostra-se à criança uma cena com 3 a 10 objetos
desenhados e pede-se para colocar o número
apropriado na figura

[Compreensão de numerais]

13
17/03/2011

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

2. CONTAR (PALAVRAS E SÍMBOLOS)


b) Dita-se um número e pede para a criança
escrever o número correspondente (fazer 5
vezes, por exemplo: 1, 4, 3, 8, 6)

[Escrevendo números]

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

2. CONTAR (PALAVRAS E SÍMBOLOS)


c) Pede-se à criança para ler dois numerais (por
exemplo: 1 e 3)

[Lendo números]

14
17/03/2011

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

3. RACIOCÍNIO
a) Coloca-se 6 blocos em frente à criança, solicita-se
que ela conte os blocos
Modifica-se a posição dos blocos aproximando-
os e pergunta quantos blocos tem?
Modifica-se a posição dos blocos colocando um
sobre o outro e pergunta quantos blocos tem?

[Princípio: conservação/equivalência]

Bateria de aritmética na pré-escola


(Gelman e Gallistel, 1978)

3. RACIOCÍNIO
b) Seis animais de brinquedo são apresentados e a
criança deve contá-los
Retira-se um animal e pergunta-se à criança se há
mais animais do que antes e pede-se que justifique
sua resposta
Adiciona-se dois animais e repete-se a mesma
questão
Remove-se dois animais e repete-se a mesma
questão
[Princípio: adição e subtração]

15
17/03/2011

Provas de Piaget (análise qualitativa)


• Seriação
• Inclusão de classes
• Conservação de elementos discretos (fichas)
• Conservação de comprimento
• Conservação de matéria (massa)
• Conservação de líquido
• Conservação de volume

Provas de Piaget (análise qualitativa)


• Provas de pensamento formal (12 + anos)

– Prova de combinação de fichas

16
17/03/2011

Provas de Piaget (análise qualitativa)


• Provas de pensamento formal (12 + anos)

– Prova de combinação de fichas


– Prova de permutações possíveis em um conjunto
determinado de fichas

17
17/03/2011

Provas de Piaget (análise qualitativa)


• Provas de pensamento formal (12 + anos)

– Prova de combinação de fichas


– Prova de permutações possíveis em um conjunto
determinado de fichas
– Prova de predição

18
17/03/2011

Prova de predição

Prova de aritmética (Seabra e Capovilla)


• Aplicação: 1ª a 4ª série
• Avalia
– Escrita por extenso de números
– Escrita algébrica de números
– Escrita de seqüências numéricas crescente e
decrescente
– Comparação de grandeza numérica
– Cálculo de operações apresentadas por escrito e
oralmente
– Resolução de problemas escritos

19
17/03/2011

Para ler
1. Texto: “Dificuldades de aprendizagem da
matemática”
Autoras: Joana Hoff Würdig, Aline Schmidt Benfatto
e Aglae Castro da Silva Schlorke
[aula 5 – Discalculia]

2. Texto: “Discalculia: Um desafio na matemática”


Autoras: Gislene Coscia Romagnoli (TCC)
[aula 5 – Discalculia- pag14 a 38]

20

Você também pode gostar