Você está na página 1de 2

1 6

Tu és o Rei dos Reis! O Deus do céu deu- Minha vida tem sentido, cada vez que eu
te reino, força e glória, / e entregou em venho aqui. / E Te faço o meu pedido de não
suas mãos a nossa História: “Tu és Rei, e me esquecer de Ti. / Meu amor é como este
o amor é a sua lei!” pão, que era trigo que alguém Plantou,
1 – Sou o primeiro e o derradeiro, fui ungido depois colheu. / E depois tornou-se salvação
pelo amor! Vós sois meu povo; Eu, vosso Rei E deu mais vida e alimentou o povo meu.
e Senhor Redentor! Eu Te ofereço este pão, eu Te ofereço
2 – Vos levarei às grandes fontes, dor e fome meu amor. Eu Te ofereço este pão, eu Te
não tereis! Vós sois meu povo; Eu, vosso Rei: ofereço meu amor.
junto a mim vivereis! 2 - Minha vida tem sentido, cada vez que eu
2 venho aqui. / E Te faço o meu pedido de não
Eu canto a alegria, Senhor, de ser perdoado me esquecer de Ti. / Meu amor é como este
no amor! vinho, que era fruto que alguém Plantou,
Senhor, tende piedade de nós!     depois colheu. / E depois encheu-se de
Cristo. tende piedade de nós!       carinho / E deu mais vida e saciou o povo
Solo: Senhor, tende piedade de nós! meu. Eu Te ofereço vinho e pão, eu Te
3 ofereço meu amor. Eu Te ofereço vinho e
1 – Senhor que sois o caminho que leva ao Pai, pão, eu Te ofereço meu amor.
tende piedade de nós! 7
Senhor, tende piedade de nós! Vou sair pelos prados, buscando  ovelhas
2 – Cristo, que sois a verdade que ilumina os que estão sem pastor; / eu as trarei com
povos, tende piedade de nós!
carinho  de volta, sem fome ou temor! 
Cristo, tende piedade de nós!
3 – Senhor, que sois a vida que renova o mundo, Nos meus ombros, ovelhas feridas  sem dor
tende piedade de nós! poderão descansar. / Devolverei os seus
Senhor, tende piedade de nós! campos,  darei novamente a paz.
Sou rei,sou o Bom Pastor! / Vinde ao
4 banquete que vos preparei,e fome jamais
Glória! Glória! Anjos no céu, cantam todos seu
amor. E na terra, homens de paz: Deus merece tereis! A quem vamos, ó senhor? Só tu
o louvor! tens palavras de vida  e te dás em
1 – Deus e Pai nós vos louvamos, / adoramos, refeição.
bendizemos. / Damos glória ao vosso nome, / 2 - Maus pastores que perdem ovelhas
vossos dons agradecemos! distantes de mim os terei; / noutras pastagens
2 – Senhor nosso, Jesus Cristo, / Unigênito do seguras,  pastores fiéis chamarei. / Novo
Pai. / Vós, de Deus Cordeiro Santo, / nossas reino farei do meu povo,  rebanho sem mais
culpas perdoai! opressão: todos serão conduzidos  à vida por
3 – Vós, que estais junto do Pai, / como nosso minhas mãos!
intercessor. / Acolhei nossos pedidos, / atendei 3 - Sou a porta segura do aprisco, rebanho
nosso clamor!
feliz eu farei: / De todo o mal e injustiça, 
4 – Vós somente sois o Santo, / o Altíssimo
Senhor. / Com o Espírito Divino, /de Deus Pai no ovelhas eu defenderei. / Mercenários que
esplendor! fogem pra longe,  deixando o rebanho ao léu,
Não terão parte comigo,  no reino que vem do
5 céu.
Igual pastor, ovelhas separando: “Longe
dos lobos irão ficar!” / Rebanho, então, 8
ouvirá a voz do Rei: “Entrai no Reino que A luz brilhou e a paz ressurgiu. / Cresceu a
vos preparei!” flor, o amor nos sorriu! Deus reina em nós, o
1 – Tive fome e me destes de comer! Tive seu povo! / Reino de paz e de irmãos! / Veio
sede e me destes de beber! Quando nu, me erguer os caídos, nos deu sua mão!
cobriu o vosso manto! Com bondade Daí-nos, Senhor, vosso Reino de paz e de
aliviastes meu sofrer! amor, vinde a nós! / E seguiremos fiéis a
2 – Peregrino eu fui e me acolhestes! Fostes caminho, a ouvir vossa voz. / Nossos
ver-me tão triste na prisão! E no leito de dor passos que marcam a História, seguirão
me consolastes! Me acolhestes, assim, em vossas mãos à vitória do amor! Aleluia!
cada irmão! Aleluia! Aleluia!

Você também pode gostar