Você está na página 1de 5

1 DE 4

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ – PASTORAL CATEQUÉTICA


TURMA IVC7 (2020-2021)
13/11/2021 - 19h30

TERCEIRO ESCRUTÍNIO

PROCLAMAÇÃO DA PALAVRA E HOMILIA


ORAÇÃO EM SILÊNCIO
PRECES PELOS ELEITOS
EXPRCISMO
LITURGIA EUCARISTICA
DESPEDIDA DOS ELEITOS

COMENTARIO INICIAL: Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo


TODOS: Para sempre seja louvado
Nestes últimos dias os catecúmenos e catequizandos da nossa comunidade vão
intensificando a sua preparação interior para receberem os sacramentos da
Iniciação Cristã. Hoje eles vão celebrar o seu terceiro escrutínio, depois de
terem escutado na catequese que precedeu esta missa o Evangelho da
ressurreição de Lázaro. Somos postos diante do último mistério da nossa
existência. “Eu sou a ressurreição e a vida… Crês tu nisto?”. Para a comunidade
cristã é o momento de depor com sinceridade, juntamente com Marta, toda a
esperança em Jesus de Nazaré: “Sim, Senhor, creio que Tu és o Cristo, o Filho
de Deus, que havia de vir ao mundo”. A comunhão com Cristo nesta vida
prepara-nos para superar o limite da morte, para viver sem fim n’Ele. A fé na
ressurreição dos mortos e a esperança da vida eterna abrem o nosso olhar para o
sentido derradeiro da nossa existência: Deus criou o homem para a ressurreição
e para a vida. Iniciemos a Santa Missa.

RITOS INICIAIS

377. Oração do dia


2 DE 4

Concedei, ó Deus aos que escolhestes iniciar com sabedoria o vosso louvor, a
fim de que lhes seja restituída por vossa glória a santidade que perderam pelo
pecado. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito
Santo.

PROCLAMAÇÃO DA PALAVRA E HOMILIA

174. V DOMINGO DA QUARESMA, ANO A


I LEITURA – Ez 32, 12-14
SALMO RESPONSORIAL – Sl 129 (130) 1-2. 3-4. 5-6. 7-8 (7b)
II LEITURA – Rm 8, 8-11
EVANGELHO – Jo 11, 1-45 (longo) ou Jo 11, 3-7. 17. 20-27. 33b-45 (breve)
RESSURREIÇÃO DE LÁZARO

175. Na homilia, o celebrante, apoiando-se nas leituras da Sagrada Escritura,


explica o sentido do primeiro escrutínio, tendo em conta tanto a liturgia
quaresmal como a caminhada espiritual dos eleitos.

ORAÇÃO EM SILÊNCIO

176. Depois da homilia, os eleitos e seus padrinhos põem-se de pé diante de


quem preside. Este, dirigindo-se primeiro aos fiéis, convida-os a orarem em
silêncio pelos eleitos, implorando para eles o espírito de penitência, o sentido do
pecado e a verdadeira liberdade dos filhos de Deus.

Voltando-se para os eleitos, convida-os igualmente a orarem em silêncio e


exorta-os a manifestar pela atitude do corpo seu espírito de penitência,
ajoelhando-se. Conclui com estas palavras.

PADRE - Eleitos de Deus, ajoelhem-se para a oração.

Os eleitos ajoelham. E todos oram durante algum tempo em silêncio.

PRECES PELOS ELEITOS

177. Durante as preces, os padrinhos e as madrinhas põem a mão direita sobre o


ombro de cada eleito.

Quem preside:
3 DE 4

PADRE: Oremos, irmãos e irmãs, por estes escolhidos de Deus para que,
participando da morte e ressurreição de Cristo, possam superar, pela graça dos
sacramentos, o pecado e a morte.

Leitor: a nossa Resposta será - Senhor, atendei a nossa prece.

Leitor: Para que estes eleitos recebam o dom da fé, pela qual proclamem que o
Cristo é a ressurreição e a vida, roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que, livres de seus pecados, deem frutos de santidade para a vida
eterna, roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que, rompidos pela penitência os laços do demônio, se tornem


semelhantes ao Cristo e, mortos para o pecado, vivam sempre para Deus,
roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que, na esperança do Espírito vivificante, se disponham


corajosamente a renovar sua vida, roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que se unam ao próprio autor da vida e da ressurreição pelo


alimento eucarístico que vão receber em breve, roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que todos nós, vivendo uma nova vida, manifestemos ao mundo o
poder da ressurreição de Cristo, roguemos ao Senhor. R:

Leitor: Para que todos os habitantes da terra encontrem o Cristo e saibam que só
ele possui as promessas da vida eterna, roguemos ao Senhor. R:

EXORCISMO

178. Depois das preces, de mãos unidas, o celebrante se volta para os eleitos e
diz:
PADRE - Oremos. Deus Pai, fonte da vida, vossa glória está na vida feliz dos
seres humanos e o vosso poder se revela na ressurreição dos mortos. Arrancai da
morte os que escolhestes e desejam receber a vida pelo Batismo. Livrai-os da
escravidão do demônio, que pelo pecado deu origem à morte e quis corromper o
mundo que criastes bom. Submetei-os ao poder do vosso Filho amado, para
4 DE 4

receberem dele a força da ressurreição e testemunharem, diante de todos, a


vossa glória. Por Cristo, nosso Senhor.

TODOS - Amém.

Com as mãos estendidas sobre eles, o ministro continua:


PADRE - Senhor Jesus Cristo, ordenastes a Lázaro sair vivo do túmulo e pela
vossa ressurreição libertastes da morte toda a humanidade, nós vos imploramos
em favor de vossos servos e servas, que acorrem às águas do novo nascimento e
à ceia da vida; não permitais que o poder da morte retenha aqueles que, por sua
fé, vão participar da vitória de vossa ressurreição. Vós que viveis e reinais para
sempre.
TODOS - Amém

CELEBRAÇÃO DA EUCARISTIA

180. Prossegue a Eucaristia, com oração dos fiéis pelas necessidades da Igreja e
do mundo. Em seguida diz o CREIO e preparam-se as oferendas. Na oração
eucarística comemorem-se os eleitos e os padrinhos.

377. Oração sobre as oferendas


Ó Deus, na vossa misericórdia, preparai devidamente os vossos servos e
conduzi-os por uma vida de santidade, à participação na Eucaristia. Por Cristo
Nosso Senhor.

Menção dos padrinhos na Oração Eucarística I (Cânon Romano)


Lembrai-vos ó Pai dos vossos filhos e filhas
(dizem-se os nomes dos padrinhos e madrinhas)
que apresentam os vosso escolhidos à graça do Batismo, Crisma e Eucaristia.
Lembrai-vos também de todos os que circundam este altar etc.

Recebei, ó Pai” próprio:


Recebei, ó Pai, com bondade, esta oferenda por nós apresentada em favor dos
vossos servos e servas que vos dignastes resgatar e chamar à vida eterna,
escolhendo-os para o dom da vossa graça.
(Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.)

Depois da comunhão
5 DE 4

Que a vossa presença, ó Deus, estenda até nós o fruto da redenção; acompanhai
os que se preparam para os sacramentos da vida cristã, dispondo-os a recebê-los
dignamente, por Cristo Nosso Senhor.

DESPEDIDA DOS ELEITOS

179. Quem preside despede os eleitos dizendo:


DIÁCONO: Vão em paz e o Senhor os acompanhe.
Os eleitos: Graças a Deus.

Você também pode gostar