Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA


ENGENHARIA CIVIL
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
LEONARDO HENRIQUE BORGES DE OLIVEIRA

KEVERSSON LUAN DE OLIVEIRA ALVES

DATA DE ENTREGA: 12/08/2021

ATIVIDADE 02 – AULA 01

LIMOEIRO DO NORTE – CE
2021
1. Sobre o comportamento estrutural do concreto armado, responda:
a) Explique a diferença entre a análise de uma estrutura com modelo constitutivo
elástico linear e o modelo constitutivo real do concreto.
O modelo constitutivo elástico linear tem uma proporcionalidade de tensão e
deformação sendo a proporcional a rigidez do material (lei de hooke), como também uma
propriedade elástica que quando é retirada a carga da estrutura o material volta
proporcionalmente em uma reta com zero deformação.
Na analise real do concreto temos a zona plástica, que é atingida ao ultrapassar o
escoamento, dessa forma, mesmo com a retirada da carga que está sobre a estrutura esse
material retornará com uma deformação associada.
b) Por que é possível associar os materiais de aço e concreto?
Essa associação só é possível graças a compatibilidade física e química dos dois
materiais, onde ambos possuem deformações próximas durante as variações térmicas,
como também a aderência promovida entre eles graças a rugosidade e saliências das
barras de aço, propiciando a resistência aos esforços de forma conjunta, e também o aço
não corrói com o ambiente alcalino do concreto.
c) Quais os fatores que devem ser especificados para que o aço seja utilizado com
eficiência no concreto armado?
O aço deve estar posicionado nas zonas de tração quando for utilizado para resisti-
las. Assim como também deve estar posicionado nas zonas de compressão conforme
necessidade. De forma geral o uso de forma eficiente do aço no concreto armado depende
da sua posição na sessão transversal, área e comprimento.
d) Explique a diferença entre Resistência Característica à Compressão, Resistência
à Compressão e Resistência de Projeto?
A resistência característica à compressão corresponde à idade de 28dias, a
resistência a compressão corresponde a capacidade do corpo de prova de resistir a força
aplicada sobre sua área independente dos dias, já a resistência de projeto é o valor
utilizado para os cálculos levando em consideração um fator de segurança de 1,4, para
encobrir todas as falhas de produção e utilização do concreto na obra.
e) Quais os módulos de elasticidade que definem o comportamento de rigidez do
concreto comprimido. Utilize desenhos na sua resposta.
O modulo de elasticidade inicial, o tangente e o secante.
Onde:
• Módulo de Elasticidade tangente e secante tem valores iguais na origem do
gráfico;
• Nos cálculos, deve ser utilizado o Módulo de elasticidade secante;
• O valor do Módulo de Elasticidade Secante deve ser utilizado com base na
resistência do concreto aos 28 dias;
𝜎𝑐 (𝑀𝑃𝑎)
𝑎𝑟𝑐𝑡𝑔 𝐸𝑡𝑔
𝑎𝑟𝑐𝑡𝑔 𝐸0
𝜎𝑛

𝑎𝑟𝑐𝑡𝑔 𝐸𝑠𝑒𝑐,𝑛

0,5
𝜀𝑛 𝜀𝑐 (°/ )
°°

°°
f) Qual a diferença na utilização do 𝑓𝑐𝑡𝑘, 𝑖𝑛𝑓 e 𝑓𝑐𝑡𝑘, 𝑠𝑢𝑝?
• fctk, inf é utilizado para fins de dimensionamento e verificação de casos que
envolvem o estado limite último;
• fctk, sup é utilizado para verificação de casos que envolvem os estados limites de
serviço;
g) A deformação total no concreto deve ser a soma de três outras parcelas de outras
deformações, cite-as.
1. Deformação específica imediata → 𝜀𝑐 (𝑡𝑜)
2. Deformação específica devido a fluência → 𝜀𝑐𝑐 (𝑡, 𝑡𝑜)
3. Deformação específica devido a retração → 𝜀𝑐𝑠 (𝑡, 𝑡𝑜)
h) Qual a deformação do aço no início de escoamento para o CA-50 e CA-60?
• CA-50 – 𝜀𝑦𝑑 = 2,07 °/°°
• CA-60 – 𝜀𝑦𝑑 = 2,48 °/ °°
i) Considerando barras com 1m de comprimento, quantas barras de 6.3mm serão
necessárias para que o seu peso seja superior a uma barra de 25mm?

Densidade linear
• 6,3mm – 0,245 kg/m
• 25mm – 3,853 kg/m
Logo, a quantidade de barras de 6,3 mm necessárias para equivaler em peso uma
barra de 25mm, será:
3,853
𝑁𝑏𝑎𝑟𝑟𝑎𝑠,6.3𝑚𝑚 = ≅ 𝟏𝟔 𝒃𝒂𝒓𝒓𝒂𝒔 𝒅𝒆 𝟔, 𝟑𝟑𝒎𝒎 𝒄𝒐𝒎 𝟏𝒎 𝒅𝒆 𝒄𝒐𝒎𝒑𝒓𝒊𝒎𝒆𝒏𝒕𝒐
0,245