Você está na página 1de 4

Relatório Técnico 02

Samuel Augusto de Oliveira Rodrigues/16-94423

Prof.: Arismar Morais Gonçalves Júnior

Disciplina: Circuitos Elétrico-Eletrônicos II

Turno: Noite

Divinópolis
Agosto de 2021
1. Introdução

O vídeo em questão apresentado pelo Professor Arismar Morais Gonçalves Junior, se


refere a disciplina de Circuitos Elétrico-Eletrônicos, tal qual tem o título de
“VIDEOLABS 2 LEI DE OHM” postado pelo canal “Video-aulas UNIFEI” e apresentado
pelas monitoras Fernanda e Izabela. Neste experimento relativo a 1 Lei de OHM os
materiais utilizados são 3 resistores que dentro da lei de OHM determina que a DDP entre
seus terminais é proporcional a corrente elétrica estabelecida no mesmo. Protoboard
“Placa de ensaio” conjunto de conexões que necessita de alimentação nos polos positivos
e negativos. Fios condutores (para que durante uma DDP a corrente elétrica seja capaz de
circular por entre eles partindo de um ponta A até um ponto B). Uma fonte ajustável,
capaz de gerar tensão e corrente para ser aplicada no circuito eletrônico, um multímetro
juntamente com as pontas de prova para realizar as medições reais em qualquer ponto do
circuito.

2. Metodologia

Em primeira instancia é necessário compreender a 1 LEI DE OHM retratada pela equação


(1) a qual mostra a relação entre a tensão e corrente em um resistor R, sendo v a tensão e i
a corrente:

v=Ri . (1)

Após o entender a mesma, é valido começar medindo as resistências com o circuito


desenergizado, para que isso seja possível é necessário conectar as pontas de prova do
multímetro em paralelo com o resistor. Após realizar a medição dos resistores o valor
encontrado foi de 337.7Ω, 2,2KΩ, 994Ω oque permite partir para a montagem do circuito.
Após associar as cores aos terminais conectar a fonte a protoboard, pressionando o botão
power da fonte DC e realizando o ajuste grosso o circuito está alimentado. Para que seja
possível provar a Lei de OHM é necessário medir a corrente. Ao observar a Eq. 1, nota-se
que com os valores medidos das resistências e ajustando a tensão no valor que deseja é
possível prever o valor da corrente. Para que se realize a medição da corrente é necessário
colocar o multímetro em serie com o circuito desprezando assim a resistência interna do
mesmo.
3. Resultados

Os resultados obtidos são apresentados em questão durante a medição do multímetro; ao


verificar os valores de 3 resistores.

O primeiro resistor foi identificado um valor de: 337.7Ω

O segundo resistor foi identificado um valor de: 2,2KΩ

O terceiro resistor foi identificado um valor de: 994Ω

Em formato da resistência medida podemos observar como a tensão atua de forma


conjunta a corrente na imagem 01 apresentada a seguir. Na tabela N1, é apresentada uma
variação de tensão de 2 em 2 volts e o resultado da medição da corrente é mostrado a
seguir.

Imagem n.(1)

Tabela I: Valores de tensão e corrente medidos para um resistor de ~337,7Ω.

Tensão (V) Corrente (A)


0 0
2 2.1mA
4 4,2mA
6 6,2mA
8 8,2mA
10 10,39mA
4. Conclusões

Desta forma podemos concluir que com um circuito simples um multímetro em serie com
o mesmo e uma fonte em paralelo com o resistor montados na placa de ensaio gerando
uma tensão controlada pelas monitoras e fazendo analise da corrente através da variação
da tensão como foi descrita na tabela N1, é uma forma de se provar a lei de OHM na
pratica, considerando as aproximações.

Referências

Alexander, C. e Sadiku, M. (2013), Fundamentos de Circuitos Elétricos. 5ª ed. McGraw-


Hill.

Você também pode gostar