Você está na página 1de 11

FACULDADE DE TECNOLOGIA – FATEC JUNDIAÍ

DEPUTADO ARY FOSSEN

KAROLINE HIKARI YAMAMOTO

CARTÃO DE CRÉDITO

JUNDIAÍ
2020
KAROLINE HIKARI YAMAMOTO

CARTÃO DE CRÉDITO

Trabalho apresentado a matéria de


Matemática Financeira, curso de Gestão de
Tecnologia da Informação, como requisito
parcial para a obtenção de avaliação.

Professor: João Carlos sos Santos

JUNDIAÍ
2020
Sumá rio
1 INTRODUÇÃO......................................................................................4
2 METODOLOGIA....................................................................................4
3 DEFINIÇÃO E COMO FUNCIONA........................................................5
4 TARIFAS E FATURA............................................................................6
5 RISCOS E VANTAGENS......................................................................7
6 CÁLCULO DO PREÇO DE VENDA A PRAZO....................................8
6.1 À VISTA...................................................................................................................8
6.2 PARCELADO..........................................................................................................9
7 JUROS SIMPLES..................................................................................9
8 JUROS COMPOSTOS........................................................................10
9 CRÉDITO ROTATIVO.........................................................................10
REFERÊNCIAS......................................................................................11

ÍNDICE DE ILUSTRAÇÕE

FIGURA 1 - TIPO DE DÍVIDA.......................................................................................7


4

1 INTRODUÇÃO

O seguinte trabalho tem como objetivo aprofundar melhor os conceitos


envolvidos no cartão de crédito. A razão deste estudo é devido ao crescente uso no
mundo atual, com isso em mente tornou-se indispensável para oferecer o contéudo
na matéria da Matemática Finceira para proporcionar mais esclarecimento quanto oo
cálculo do financiamento. Além disso, o ampliamento da tecnologia a influência das
redes sociais atrai mais consumidores para o seu uso fácil e prático o financiamento.
Conhecido por permitir o pagamento de forma posterior permite o usuário a
realizar um planejamento relacionado as suas finanças sem a necessidade de estar
portando a moeda local e transações via digital.
Pretende-se por meio deste trabalho trazer informações que permite uma
visão melhor sobre a sua aquisição, seu cálculo vantagens e desvantagens
baseando-se dos dados obtidos durante a pesquisa.

2 METODOLOGIA

O método de pesquisa ocorreu por meio de sites, dicionário, artigos e


exemplos presentes na internet, foi analisado cada um para a sua inclusão de uma
maneira alterada, ou seja, situações de simulações similares porém não idênticas.
Foi necessário a busca de site com dados relevantes, citando dentre os
textos citações referentes para melhor compreensão.
Levantaremos questões sobre o que é o cartão de crédito, como
funciona, termos importantes para a efetuação do cartão, o que é importante saber
sobre a destinação monetária para serviços, seus exemplos de aplicação, riscos e
vantagens com base nos materiais que estarão disponíveis nas referências.
5

Os resultados obtidos conforme o aprofundamento seria maior conhecimento


em relação ao mercado econômico e a efetuação de pagamento consciente com a
utilização do cartão.

3 DEFINIÇÃO E COMO FUNCIONA

A utilização do cartão de crédito permite ao consumidor fazer compras de


produtos e serviços como forma de empréstimo, uma opção de de pagamento até o
prazo de 40 dias, fica disponínivel para ter um cartão em estabelecimentos
relacionados ao setor financeiro como os bancos.
Geralmente são utilizados por clientes que querem ter controle de suas
próprias dívidas e deve estar ciente de que cartão de crédito é um recurso que
requer cautela ao contrário de vê-lo como “dinheiro extra” por estar se expondo a
certos riscos pelo comprometimento de aquisição.
De acordo com o dicionário Aurélio cartão de crédito é referente ao assunto
de Economia: “cartão de plástico, emitido por instituição financeira, que permite a
seu usuário comprar a crédito”. O crédito seria referente a “cessão de mercadoria,
serviço ou dinheiro para pagamento futuro”.
Muitas pessoas que utilizam são para o parcelamento de suas compras e
também obter participação de programas da instituição financeira. De início o cartão
recebido já está com uma pequena taxa de juros e limite de uso sendo eles
determinados pelo banco. Apresentando então já duas pré determinações: as taxas
de juros que são geralmente padronizadas enquanto o limite se baseia na renda de
quem o utiliza.
O limite de crédito seria o máximo de quantia que o usuário pode usufruir
para compra realizada de modo parcelada tendo que caber no limite total ficando
comprometido de acordo com a quantidade de parcelamentos.
Exemplo: Se tiver um limite de R$500 realiza-se compra de R$ 500 em 5
parcelas de R$100, isso significa que por 5 meses o usuário se comprometerá a
pagar a fatura por meio desse parcelamento aumentando a parte do limite.
6

4 TARIFAS E FATURA
As tarifas são um imposto de importação referente ao preço de serviço como
correio, fornececimento de energia elétrica, transferências etc. que são cobradas
dos clientes pela contratação desses serviços podendo ocorrer das seguintes
formas: pagamento de boletos, segunda via do cartão em caso de perda, avaliação
emergencial de crédito, saque do dinheiro no país ou no exterior, permite o
pagamento da taxa anualmente ou mensalmente para continuar com o uso do cartão
de crédito por meio do pagamento das tarifas.
A fatura seria referente ao pagamento do mês anterior e deve ser paga todo
mês até a data determinada de vencimento como fim de restabelecer seu limite. Em
caso de atraso no pagamento o juros será combrado correndo o risco de ser
negativado.
A indevida utilização acarreta do endividamento e em primeiro lugar está
cartão de crédito dependendo de sua forma de investimento.
7

FIGURA 1 - TIPO DE DÍVIDA


Disponível em: < https://clubedospoupadores.com/>
5 RISCOS E VANTAGENS
Muitas pessoas adquirem certo receio em obter um cartão de crédito, devido
ao seu risco imaginando não ser real e certo medo de não conseguir pagar. É
importante considerar a sua utilização com responsabilidade pelo pagamento do
crédito sem ultrapassar o próprio salário, ou seja, o uso moderado pode ser bom
pela facilitação de compras e participação de benefícios como integrante de
programas e promoções.
O cartão de crédito de acordo com Serasa Experian (2019 apud
CARVALHO, Larissa. 2020 ) “[...] havia 63,2 milhões de brasileiros com dívidas
atrasadas em abril de 2019, o que representava 40,4% da população adulta do país
na época, ou seja, pelo menos dois a cada cinco adultos se encontravam nessa
situação.”, por conseguinte um outro site de pesquisa SPC Brasil anunciou que “52
milhões de brasileiros usam o cartão de crédito como forma de pagamento”.
8

Os resultados obtidos mostram que a alternativa do cartão de crédito pode


ser interessante por ser aproveitada por várias pessoas em que um estudo da SPC
Brasil realizou com os entrevistados “53% dos entrevistados possuem cartão, com
uma média de quase dois por pessoa. Desse total, quase metade (47%) parcelam
as compras com esse meio de pagamento pelo menos uma vez ao mês,
principalmente no caso de roupas (48%), calçados (44%) e eletrodomésticos
(44%).”.
Os dados permitem-nos perceber a importância de saber o limite do cartão,
suas taxas de juros mensal para evitar perdas monetárias ao se utilizar o cartão.
A principal vantagem analisada foi a desnecessidade de alocar com as notas
de dinheiro, ou seja, acaba se tornando mais segurao, permite o parcelamento das
compras, a oportunidade compra mesmo quando não se tem o valor determinado
obtendo maior prazo para entregar o custo. Enquanto a desvantagem seria a não
consciência das suas compras, o descontrole ou impulso ao se usar o cartão de
maneira exacerbada, ou seja, além do que se tem.
O cuidado em relação ao empréstimo do cartão de crédito de terceiros deve
ser considerado uma vez que de acordo com o a economista-chefe Marcela Kawauti
““Cerca de 15 milhões de consumidores ficaram ou ainda estão com o nome sujo por
emprestarem o cartão de crédito e o cartão de loja”.
A Educação Finceira é ferramenta essencial para o controle dos orçamento.

6 CÁLCULO DO PREÇO DE VENDA A PRAZO

6.1 À VISTA

O cáculo do preço pode ser realizado pelo pagamento à vista no cartão de


crédito ou débito.
Simulação de para cálculo:
Preço em dinheiro: R$20,00. Tarifa de crédito/débito: 2,5%
Fórmula:PREÇO NO CARTÃO= preço em dinheiro÷ ( 100−tarifa ) ×100
Resolução:
20,00 ÷ (100−2,5 ) ×100
(20,00 ÷ 97,5)× 100=R $ 20,51
9

O preço no cartão é R $ 20,51.

6.2 PARCELADO

O cálculo do preço normalmente se conta duas tarifas, uma que é fixa e uma
outra em conformidade com a quantidade de parcelas.
Simulação de para cálculo:
Preço em dinheiro: R$20,00. Tarifa de crédito/débito: 2,5%
Tarifa adicional (4 vezes): 15%
Fórmula:PREÇO A PRAZO= preço em dinheiro÷ ( 100−tarifa ) ×100
Resolução:
20,00 ÷ ( 100−(2,5+15) ) × 100
20,00 ÷ (100−17,5 ) ×100
( 20,00 ÷ 82,5 ) × 100=R $ 24,24
O preço a prazo é R $ 24,24.

7 JUROS SIMPLES
Seu valor é acrescido ao valor inicial em uma compra com o cartão de
crédito. Vejamos um exemplo pelas fórmulas:
J=C ×i× t J: Juros; C: Capital; i: taxa de juros (decimal); t: tempo;
M =C (1+i× t) M: Montante/valor total com o valor inicial e
juros

: Exemplo: Quanto rendeu a quantia de R$ 1000, aplicado a juros simples,


com a taxa de 3% ao mês, em 10 meses?
Tendo os dados Capital:R$1000; i(taxa): 0,03; tempo:10;
J=C.i.t J=1000.0,03.10 = 300
Concluimos que o rendimento final foi de R$1000
Exemplo: Um capital de R$500, aplicado a juros simples com uma taxa de
2% ao mês, resultou no montante de 550 após um tempo. Qual tempo foi esse?
Tendo os dados Capital:R$500; i(taxa): 0.02; Montante: 550;
M = C(1+i.t)
550=500(1+0,02 t)
10

550=500× 1+ 500× 0,02t


550=500+ 10t
550−500=10 t
50 = 10t
t = 50 ÷10=5

8 JUROS COMPOSTOS
Seu cálculo é feito levando em conta a atualização da capital acrescentando
não apenas no valor inicial, como também sobre os juros acumulados, conhecido
como juros sobre juros são muito utilizados para o finciamento no cartão de crédito.
M = C(1+i)t M: Montante/valor total com o valor inicial e juros
C: Capital; i: taxa de juros (decimal); t: tempo;
Exemplo: Se capital de R$800 é aplicado durante 5 meses no sistema de
juros compostos sob taxa mensal fixa que produz montante de R$1000, qual valor
da taxa mensal de juros?
Tendo os dados Capital:R$800; tempo: 5; Montante: 1000;
M = C(1+i)t
1000 = 800(1+i)5
1000
= (1+i)5
800
1,25 = (1+i)5
√5 1,25 = 1+i
1,0456 = 1+i
i = 1,0456 – 1 = 0,0456
O valor da taxa mensal de juros será de 4,56%.

9 CRÉDITO ROTATIVO
Uma nova regra lançada em abril de 2017, apenas é possível utilizar essa
opção uma vez por mês. Quando o usuário do cartão não paga o valor total da fatura
até a data determinada de vencimento ele tem essa opção.
Por meio do crédito rotativo ocorre o parcelamento, pagando o mínimo ou
qualquer quantia menor que o total e o restante ficarão financiados pelo crédito
11

rotativo significando que o cliente estárá pagando juros em cima do valor que não
conseguiu pagar.

REFERÊNCIAS
LEWIS, Michael. Como calcular os juros do Cartão de Crédito. Disponível em: <
https://pt.wikihow.com/Calcular-os-Juros-do-Cart%C3%A3o-de-Cr%C3%A9dito>.
Acessado em: 08/11/2020, às 12:48.

REDAÇÃO NUBANK. O que é crédito rotativo? Entenda os juros cobrados no


cartão de crédito. Disponível em: < https://blog.nubank.com.br/o-que-e-credito-
rotativo/>. Acessado em: 08/11/2020, às 12:44.

GOUVEIA, R. Juros Compostos. Disponível em:


<https://www.todamateria.com.br/juros-compostos/>. Acessado em: 08/11/2020, às
12:20.

CAMPOS, E.; GUTTERRES, E.; et al. A matemática do cartão de crédito.


Disponível em:
https://eventoscientificos.ifsc.edu.br/index.php/sepei/sepei2014/paper/download/331/
414. Acessado em: 07/11/2020, às 16:56.

CARVALHO, Larissa. Pagar conta com cartão de crédito é uma boa alternativa?
Disponível em: <https://www.bompracredito.com.br/blog/pagar-conta-com-cartao-de-
credito-veja-se-compensa/>. Acessado em: 07/11/2020, às 16:54.

ARAUJO, Fernanda. Cartão de crédito: o que é e como funciona. Serasa ensina.


Disponível em: https://www.serasa.com.br/ensina/seu-credito/cartao-de-credito-o-
que-e-e-como-funciona/. Acessado em: 07/11/2020, às 07:32.

FERREIRA, A. et al. Mini Aurélio: o dicionário da língua portuguesa / Aurélio


Buarque de Holanda Ferreira; coordenação de edição Marina Baird Ferreira. – 8. Ed.
– Curitiba: Positivo, 2010.

PROCON ONLINE. Como funciona a Fatura do Cartão de Crédito. Disponível em:


https://www.procononline.com.br/como-funciona-fatura-do-cartao-de-credito/.
Acessado em: 07/11/2020, Às 08:49.

VAGO, Ramon. Como calcular o preço de venda a prazo?. Disponível em: <
https://vagocontabilidade.com.br/como-calcular-o-preco-de-venda-a-prazo/>.
Acessado em: 07/11/2020, às 17:45.

Você também pode gostar