Você está na página 1de 2

SECRETARIA DE APOIO ADMINISTRATIVO

A secretaria de Apoio Administrativo tem por atribuições manter e administrar os


departamentos de Compras, Licitações, Almoxarifado e Patrimônio do Município.
Entrementes, a secretaria de Apoio Administrativo deve sempre se pautar no Plano
Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA),
que são leis para controlar as entradas, despesas, metas, prioridades, dentre outros com a
intuito de garantia do interesse público.
Portanto, segue as atribuições da Secretaria:

1. Licitação

A licitação visa a garantir a observância do Princípio Constitucional da Isonomia e a


Selecionar a Proposta mais vantajosa pra a Administração, ou seja, a que melhor atenda de
maneira objetiva o interesse do serviço.
A Administração Pública com o objetivo de dar maior transparência aos processos
licitatórios, buscando a racionalização dos seus procedimentos bem como a redução de custos
em função do aumento da competitividade utiliza as modalidade de licitação esculpidas na Lei
n°8.666/93 (Concorrência, Tomada de Preços, Convite, Concurso Leilão e as Dispensas e
Inexigibilidades), sendo necessária a elaboração de Ato Convocatório para as modalidades de
Licitação.

2. Compras

É o ato de aquisição remunerada de bens para fornecimento de uma só vez ou


parceladamente.
Nenhuma compra será feita sem a adequada caracterização de seu objeto e indicação
dos recursos orçamentários para seu pagamento, sob pena de nulidade do ato e
responsabilidade de quem lhe tiver dado causa.
A compra sempre se realiza por intermédio de um contrato bilateral, com direito e
obrigações e com pagamento de preço, como contra prestação da transferência do domínio do
bem.
De acordo com o Art. 14, é necessária a caracterização do objeto da compra, adotando
sempre que possível, as vantagens do setor privado, o princípio da padronização e o sistema
de registro de preços. (Art. 6º -III, 14 – 15 Lei 8.666/93 – Lei Complementar nº 101/2000 –
Arts. 15 a 17 – Decreto nº 3.931/2001).

3. Almoxarifado e Patrimônio

O Almoxarifado é o local onde se encontram armazenados materiais ou produtos


enviados e recebidos, adequados de acordo com sua natureza, a fim de suprir as necessidades
operacionais dos setores integrantes de uma estrutura organizacional.
Os itens podem ser mercadorias e produtos (limpeza, escritório, serviços,
medicamentos etc.), ferramentas, componentes, enfim, objetos dos mais variados, nichos de
acordo com o estabelecimento que os controla.
Também podemos definir almoxarifado como uma unidade administrativa de uma
entidade pública ou privada que é responsável pelo recebimento, cadastramento,
armazenamento, saída e baixa dos bens de consumo.
Quanto ao patrimônio é o responsável por controlar e armazenar os bens
patrimoniados que compõem a reserva técnica da Instituição, para atendimento às demandas
das unidades administrativas.
O setor de patrimônio é ainda responsável por controlar a movimentação em sistema
próprio dos bens patrimoniados, bem como dos termos de responsabilidade; realizar a
entregar aos fornecedores as notas de empenho dos bens patrimoniáveis adquiridos pela
Instituição, bem como colher, quando necessário, nas notas fiscais emitidas pelos
fornecedores, tudo de forma transparente e garantindo o interesse público.

Você também pode gostar