Você está na página 1de 13

CAPÍTULO 1

A GLÓRIA NO ANTIGO TESTAMENTO

Mas ele [Estêvão, o primeiro mártir], estando cheio do


Espírito Santo, olhou firmemente para o céu, e viu A
GLÓRIA DE DEUS, e Jesus em pé à direita de Deus.
—Atos 7:55

Freqüentemente sentimos a glória de Deus em manifestação entre nós.


E à medida que caminhamos com Deus, estamos cônscios de Sua glória,
e somos transformados de glória em glória. Mas em Atos 7:55, diz que
Estêvão viu algo. O que ele viu? Os judeus que ouviram Estevão pregar
este sermão em Atos 7 entenderam bem o que Estevão quis dizer
quando disse que viu a glória de Deus. Existem muitas referências à
glória de Deus no Antigo Testamento, começando com essas de Êxodo.

EXODO 16: 7,10 7 E pela manhã, então vereis A GLÓRIA DO


SENHOR; porque ele ouve vossas murmurações contra o
Senhor ... 10 E aconteceu que, falando Arão a toda a
congregação dos filhos de Israel, eles olhavam para o
deserto, e eis que apareceu A GLÓRIA DO SENHOR na nuvem.

ÊXODO 40: 34,35 34 Então uma nuvem cobriu a tenda da


congregação, e A GLÓRIA DO SENHOR encheu o tabernáculo. 35
E Moisés não pôde entrar na tenda da revelação, porque a
nuvem estava nela, e A GLÓRIA DO SENHOR encheu o
tabernáculo.
LEVÍTICO 9: 4,6,23 4 Também um novilho e um carneiro
para ofertas pacíficas, para sacrificar perante o Senhor; e
uma oferta de cereais amassada com azeite; porque hoje o
Senhor vos aparecerá ... 6 E disse Moisés: Isto é o que o
Senhor ordenou que fizésseis; e A GLÓRIA DO SENHOR vos
aparecerá. ... 23 Moisés e Arão entraram na tenda da
revelação, e, saindo, abençoaram o povo; e A GLÓRIA DO
SENHOR apareceu a todo o povo.

NÚMEROS 14:10 10 Mas toda a congregação ordenou que


fossem apedrejados. E A GLÓRIA DO SENHOR apareceu na tenda
da congregação diante de todos os filhos de Israel.
NÚMEROS 20: 6 6 E Moisés e Arão, passando da presença da
assembleia até a porta da tenda da revelação, caíram com o
rosto no chão; e A GLÓRIA DO SENHOR lhes apareceu.

1 REIS 8: 10,11 10 E aconteceu que, saindo os sacerdotes do


lugar santo, a nuvem encheu a casa do Senhor, 11 de modo
que os sacerdotes não podiam suportar o ministério por
causa da nuvem: pois A GLÓRIA DO SENHOR encheu a casa do
SENHOR.

2 CRÔNICAS 5: 11-14 11 E aconteceu que, saindo os


sacerdotes do lugar santo, (porque todos os sacerdotes que
estavam presentes foram santificados e não esperaram
então pelo curso;12 Também os levitas que eram os
cantores, todos eles de Asafe, de Hemã, de Jedutum , com
seus filhos e seus irmãos, vestidos de linho branco, tendo
címbalos, saltérios e harpas, estavam à extremidade
oriental do altar, e com eles cento e vinte sacerdotes
tocando trombetas :) 13 Aconteceu que, como os
trombeteiros e cantores eram como um, fazer um som para
ser ouvido em louvor e agradecimento ao Senhor; e quando
eles levantaram sua voz com as trombetas e címbalos e
instrumentos de música, e louvaram ao Senhor, dizendo:
Porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para
sempre: que então a casa se encheu de uma nuvem, sim, a
casa do Senhor; 14 De modo que os sacerdotes não podiam
suportar o ministério por causa da nuvem; porque A GLÓRIA
DO SENHOR encheu a casa de Deus.

2 CRÔNICAS 7: 1,2 1 Tendo Salomão acabado de orar, desceu


fogo do céu e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e A
GLÓRIA DO SENHOR encheu a casa. 2 E os sacerdotes não
podiam entrar na casa do Senhor,

porque A GLÓRIA DO SENHOR enchia a casa do Senhor. Essa glória foi o


que Estêvão viu, e os judeus que ele pregava entenderam o que ele
queria dizer. Eles sabiam que a glória do Senhor havia aparecido e
enchido a Casa de Deus. Eles sabiam que muitas vezes parecia uma
nuvem enchendo a Casa, então eles entenderam do que Estevão estava
falando quando disse que viu a glória do Senhor. Quer você veja a glória
de Deus em manifestação nesta vida, quando você deixar esta terra, é
para lá que você vai para o mundo da glória.

Salmo 73:24 diz: "Tu me guiarás com o teu conselho, e


depois me receberás na GLÓRIA."
Existe um mundo de glória, e às vezes esse mundo de glória
se manifesta neste mundo. Quando é, é por uma
manifestação sobrenatural do poder de Deus.

Capítulo 2

VI A GLÓRIA

Sei exatamente o que Estêvão viu, porque também vi essa glória. Você
conhece o meu testemunho: nasci de novo no dia vinte e dois de abril
de 1933, aos 20 minutos até as 8 horas, em um sábado à noite, no
quarto sul da 405 Norte College Street, na cidade de McKinney, Texas.
Eu estava confinado à cama então Quatro meses depois, em 16 de
agosto de 1933, a temperatura chegava a 106 graus à tarde, e isso era
na sombra. Não tínhamos ar condicionado naquela época, então as
janelas e portas de nossa casa ficavam todas abertas para receber uma
brisa, se houvesse alguma. Mas meu corpo estava tão frio que minha
família pegou emprestadas garrafas de água quente dos vizinhos e as
colocou em volta do meu corpo, tentando me aquecer! Eles também
colocaram tijolos aquecidos embrulhados em jornal e cobertores em
volta de mim. Eu soube durante toda a manhã que estava morrendo. Às
13h30, meu irmão mais novo, de 9 anos, estava de pé ao lado da minha
cama enquanto a morte tomava conta do meu corpo. Eu disse a ele:
"Corra e pegue mamãe - rápido! Quero dizer adeus a ela. Estou
morrendo". Ele correu para fora da sala como um tiro, e toda a sala de
repente foi preenchida com uma nuvem que era mais brilhante do que o
sol brilhando na neve. A sala inteira estava cheia dessa glória. Deixei
meu corpo e subi. Veja, se você é um cristão quando sai daqui, você
sobe. Se você for um pecador quando sair daqui, você desce. O espírito
do homem é eterno! E existe um mundo espiritual! Comecei a subir
naquela nuvem de glória, e quando cheguei perto de onde deveria ser o
telhado da casa - era uma construção de uma história e meia - ouvi um
voz falar comigo no idioma inglês. Acredito que tenha sido a voz de
Jesus, embora eu não O tenha visto. Mas eu ouvi uma voz, uma voz de
homem, e ela disse: "Volte. Volte para a terra. Você ainda não pode vir.
Seu trabalho na terra não acabou!" Desci de volta para o quarto.
Quando voltei, a glória - a nuvem - havia se dissipado e, por um breve
segundo, vi meu corpo deitado na cama. Eu vi minha mãe parada
segurando minha mão na dela. Pareci pular dentro do meu corpo, como
um homem colocaria o pé dentro da bota. Quando voltei para dentro do
meu corpo, pude entrar em contato com mamãe, então disse: "Mamãe,
não vou morrer agora!" Ela pensou que eu queria dizer que não
morreria naquele momento, mas quis dizer: "Não vou morrer agora.
Vou viver e fazer a obra de Deus". (Foi cerca de um ano depois que fui
curado ao agir de acordo com a Palavra de Deus com fé.) Essa
experiência foi tão sagrada para mim que nunca a compartilhei com
ninguém até que o Senhor me instruiu a fazê-lo vinte e cinco anos
depois, em os anos 50. O Senhor me disse: “Comece a compartilhar essa
experiência, principalmente ensinando sobre 'O que significa crer com o
coração'. Estabeleça o fato de que o espírito [do homem] é eterno e
nunca morre. " Então comecei a relatar essa experiência. Com o passar
do tempo, estávamos visitando minha mãe em minha cidade natal,
McKinney, Texas. Ela estava com quase setenta anos e era cega desde
que eu era pequeno. Ela disse: "Filho, eu ouvi você ensinando no rádio,
e ouvi você relatar essa experiência. Eu não sabia sobre isso." Eu
respondi: "Mamãe, eu nunca disse isso por muitos e muitos anos - um
quarto de século - porque era muito sagrado. Então o Senhor disse:
'Conte'." (Há mais uma ou duas experiências marcantes que tenho tive
no mundo espiritual que eu não fui capaz de compartilhar, e não sei se
Deus vai me deixar falar sobre eles ou não nesta vida. Podemos cometer
um grande erro quando falamos sobre coisas sobre as quais devemos
ficar calados . Devemos ser sensíveis em nosso espírito para saber e
entender se devemos ou não compartilhá-los.) Minha mãe me disse: "A
maneira como você conta essa experiência, talvez você tenha sumido
por alguns segundos." Eu disse: "Bem, isso é o que me pareceu - apenas
alguns segundos." "Bem", disse ela, "deixe-me contar a você do meu
ponto de vista e do ponto de vista da vovó (vovó era sua mãe). Pat
voltou correndo para a cozinha, dizendo: 'Mamãe! Mamãe! Vovó! Vovó!
Ken está morrendo!' Eu estava mais perto da porta, então corri pelo
corredor. Quando cheguei à porta do seu quarto, não consegui entrar.
Senti a presença de Deus, então me afastei da mesa da sala de jantar e
baixei a cabeça e orou. Sua avó veio correndo atrás de mim e não olhou
para dentro (a porta estava aberta). Ela tentou correr através daquela
glória e quicou como se você fosse quicar uma bola de borracha. Ela não
conseguiu entrar no." (Observe em nossa leitura das Escrituras, a Bíblia
diz que os sacerdotes não puderam entrar quando a glória encheu a
Casa de Deus.) Mamãe continuou: "Vovó recuou mais ou menos na
metade da sala de jantar e saiu correndo pela porta aberta - e saltou
como se você quicasse em uma bola gigante de borracha. Em seguida,
ela recuou todo o caminho através da sala de jantar, contra a parede do
outro lado, e deu a terceira corrida - e quicou novamente. Ela não
conseguiu entre naquela sala! Ela estava quase vencida e prestes a cair
por causa da glória [observe nas Escrituras, os sacerdotes caíram
quando estavam na glória], então ela se agarrou ao batente da porta. "
Mamãe se lembrou de que vovó dissera: "Ora, Lillie, o quarto está cheio
de nuvens! Não consigo ver Ken. Não consigo ver a cama." E mamãe
disse: "Passaram-se dez minutos antes que pudéssemos entrar na sala.
Não podíamos entrar na sala até que todas as nuvens tivessem se
dissipado. Eu continuei parada ao lado da mesa da sala de jantar,
segurando-a e orando, e vovó ficou perto da porta, segurando-se no
batente da porta. "Então a vovó disse: 'Está começando a levantar. Eu
posso ver a cadeira. Eu posso ver a cômoda. Eu posso ver a cama. Posso
ver Ken deitado ali. O corpo dele está deitado na cama. ' Mas não
podíamos entrar na sala até que a nuvem tivesse se dissipado
completamente A vovó não pôde entrar no início porque estava muito
dominada - muito fraca. Mas ela disse: 'Bem, Lillie, acabou tudo. Você
pode entrar agora. '"Mamãe disse:" Corri para a cama. Peguei sua mão e
segurei. E naquela época, você disse: 'Mamãe, não vou morrer agora.'
"Essa experiência foi uma manifestação da glória de Deus e foi sagrada
para mim. Quando pensei sobre isso, percebi que ali não é tempo no
reino espiritual. É por isso que pensei que a experiência durou apenas
alguns segundos. Daquele dia até hoje, nunca senti pena de cristãos que
morrem, sejam eles jovens, de meia-idade, ou velhos. Sim, eu sei que a
cura pertence a nós, mas vamos todos voltar para casa algum dia. Nunca
senti pena deles, porque sei para onde foram. Mas, oh, é outra história
para aqueles que não t conheço o Senhor!

Capítulo 3

MANIFESTAÇÕES DA GLÓRIA

Minha segunda experiência com a glória ocorreu no início de meu


ministério, quando eu era um menino pregador batista. Eu não tinha o
batismo do Espírito Santo ainda. Um domingo à noite eu estava
pregando em uma pequena igreja do interior, e meu texto era de Tiago:

"Pois, o que é a sua vida? É um vapor que aparece por um pouco e


depois se desvanece" (Tiago 4:14) .

Eu estava pregando por cerca de quinze minutos, cuidando da minha


vida, e de repente, do fundo daquela igrejinha, eu vi uma nuvem
rolando. Embora fosse uma nuvem, parecia ondas do oceano com cerca
de três ou quatro pés de altura . Mas era uma nuvem! Isso não me
excitou, porque eu sabia o que era. Eu já tinha visto isso antes, em 16 de
agosto de 1933, o dia em que meu espírito deixou meu corpo e a nuvem
encheu meu quarto. Quando a nuvem entrou na igreja, ela cobriu as
pessoas. Eu não pude vê-los. Chegou ao pequeno banco do altar e
também o cobriu. E continuou vindo. Então olhei para o meu relógio e
anotei a hora. A nuvem veio até a plataforma e a cobriu, e então eu não
pude ver nada, mas continuei pregando. Eu podia ouvir o som da minha
voz, mas não consegui distinguir uma palavra do que disse. Até hoje,
não sei uma única palavra do que disse. Essa nuvem encheu toda a
igreja! Finalmente começou a levantar. Ele foi erguido ao redor do
púlpito e da plataforma primeiro. Então eu pude ver o altar, o banco da
frente e os outros bancos. Eu estava pregando todo esse tempo.
Eu podia ouvir o som da minha voz, mas não estava ciente do que
estava dizendo até que a nuvem deixou o prédio. Quando levantou,
olhei para o meu relógio. A nuvem encheu o prédio por 17 minutos. Eu
não sabia o que dizer, porque não sabia o que estava dizendo! Eu fui
arrebatado pela glória! Então, eu simplesmente disse: "Todos abaixem a
cabeça e vamos orar". Orei, fiz um convite e encerrei o culto como faria
normalmente. Não disse nada a ninguém naquela noite sobre ter visto a
nuvem de glória. Dois anos depois, em 1938, aceitei o pastorado de uma
pequena igreja do Evangelho Pleno nas terras negras do centro-norte do
Texas. Eu era solteiro naquela época e fiquei primeiro na casa de um dos
diáconos. Ele tentou o seu melhor para me interessar por uma certa
jovem ali na igreja. Em um sábado à noite, essa jovem estava
programada para cantar uma canção especial em nosso culto regular de
sábado à noite, mas ela não apareceu. Domingo de manhã, enquanto eu
estava pregando, de repente aquela nuvem de glória veio e me
envolveu! Eu não pude ver uma pessoa. Eu não conseguia ver nada na
congregação. Mais uma vez, pude ouvir o som da minha voz, mas não
consegui distinguir uma única palavra do que disse. Eu estava naquela
glória e, de repente, fui embora! Bem no meio do meu sermão, eu me vi
em uma rua em uma pequena cidade a quinze milhas de distância - e eu
sabia que era sábado à noite. Eu estava encostado em um prédio e vi
uma jovem vindo andando pela rua. Quando ela chegou onde eu estava,
um carro desceu a rua. O motorista parou no meio-fio, tocou a buzina e
ela entrou no carro. Ele recuou, virou na outra direção e começou a sair
da cidade - e de repente eu estava sentado no banco de trás! Eles
saíram para o campo e cometeram adultério. E eu os observei. Eu ainda
estava na nuvem. De repente, ouvi o som da minha voz e então a nuvem
se dissipou. Eu estava de pé atrás do meu púlpito. Eu não sabia o que
dizer, porque não sabia o que estava dizendo, então apenas disse:
"Todos abaixem a cabeça" e oramos. Olhei para o relógio e, novamente,
estive ausente por cerca de quinze minutos na nuvem. Enquanto eu
cumprimentava as pessoas enquanto elas saíam, uma jovem apareceu.
Eu disse: "Sentimos sua falta ontem à noite." Ela disse: "Sim, estive
em ..." (e deu um nome à pequena cidade). Eu disse: "Sim, eu sei." Esta
foi minha terceira experiência com a glória. Deus me mostrou o que ela
fez apenas para meu próprio benefício. Eu a derrubei como um ferro
quente. A quarta vez que experimentei uma manifestação da glória de
Deus foi enquanto pastoreava aquela mesma igreja. Eu estava voltando
para casa depois de um culto de quarta-feira à noite. Eu estava pegando
um atalho por um beco que estava cheio de árvores. Estava tão escuro
quanto poderia estar, mas eu conhecia o caminho através dele.
Enquanto eu caminhava, notei um carro que havia entrado nas sombras.
Um rapaz e uma moça estavam no banco da frente, e um rapaz e uma
moça estavam no banco de trás deste carro. Enquanto eu passava, o
interior daquele carro se iluminou de repente como se uma poderosa
lâmpada tivesse sido acesa. As pessoas no carro nunca me viram ou a
luz sobrenatural. Uma das moças era da minha igreja. Acho que ela
estava interessada em mim. Eu não estava interessado nela, mas outra
pessoa tentou fazer com que eu me interessasse por ela. Ela estava
sentada no colo de um sujeito. Ele estava com o braço em volta dela e
isso não era tudo que eles estavam fazendo, mas isso é tudo que vou
descrever

Capítulo 4
SUA GLÓRIA ENCHE O TEMPLO

Nos tempos do Velho Testamento, "a Casa de Deus" era o edifício físico.
No início era o Tabernáculo, que era apenas uma tenda. Mais tarde, a
Casa de Deus foi chamada de Templo de Salomão. Recebeu esse nome
porque Salomão o construiu. E foi aí que os judeus encontraram Deus.
(Todo judeu do sexo masculino a partir dos 30 anos de idade tinha que
se apresentar pelo menos uma vez por ano no Templo em Jerusalém.) A
presença de Deus - eles a chamavam de glória de Shekinah - era
mantida oculta no Santo dos Santos. A glória do Senhor seria
manifestada na frente de toda a congregação, e eles veriam isso. De
acordo com Flávio Josefo, o historiador judeu, a cortina que separava o
Santo dos Santos tinha 12 metros de largura, 6 metros de altura e 10
centímetros de espessura. Mas quando Jesus morreu no Calvário, tudo
isso mudou. A seis metros de altura, alguém agarrou aquela cortina e a
rasgou em duas, de cima a baixo! Deus saiu do Santo dos Santos feito
pelo homem no Templo! Agora Ele habita em nós individualmente. Cada
um de nós é um templo individual do Espírito Santo! Quero enfatizar
isso, mas também quero que você veja outra coisa:

HEBREUS 3: 6 6 mas Cristo como filho sobre a sua casa; de quem somos
nós [coletivamente constituímos essa casa], se conservarmos firme a
confiança e a alegria da esperança firmes até o fim.
1 TIMOTHY 3:15 15 Mas se eu demorar, para que saibas como te deves
comportar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo [a casa de Deus
é o povo], coluna e fundamento do a verdade.

1 CORÍNTIOS 3:16 16 Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que
o Espírito de Deus habita em vós?

Em outras palavras, Paulo está dizendo: "Não sabeis que sois a Casa de
Deus?" As pessoas a quem ele se dirigia - os coríntios - conheciam os
templos. Sua cidade estava repleta de todos os tipos de templos,
dedicados a diferentes deuses. Mas Paulo está dizendo: "Você é o
templo de Deus, e o Espírito de Deus habita em você!" João também
escreveu:

"... maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo"
(1 João 4: 4).

E é verdade! Você individualmente é o templo de Deus. Gosto da


tradução de Primeira

1Coríntios 3:16 na Bíblia Amplificada. Começa: "Você não discerne e


compreende ..."
Infelizmente, não discernimos ou compreendemos este fato.
("Discernir" também significa "ver".) Você podia ver algo sem entender.
Eu vejo televisão, mas não entendo nada de eletrônica. Então eu vejo,
mas não entendo. Lembro-me de quando nos mudamos para Tulsa,
vindo de Garland, Texas. Tínhamos comprado o antigo prédio comercial
do irmão T. L. Osborn e morávamos em um apartamento acima dos
escritórios. Nossa filha e nosso genro eram nossos únicos funcionários.
Eles moravam em outro apartamento acima dos escritórios. Eu estava
pregando na estação de rádio KSKY em Dallas naquela época. Um dia fui
ao supermercado comprar alguma coisa e minha neta Cookie pediu para
ir comigo. Lembro que paramos no estacionamento daquele
supermercado e sintonizei o rádio do carro na KSKY. Percebi que Cookie
ficou olhando primeiro para o rádio e depois para mim. "É você", disse
ela. "Mas você está aqui! É você. Mas você está aqui!" Essa era a minha
voz saindo do rádio, mas eu estava sentado lá atrás do volante! Ela
ouviu ou viu, mas não conseguia entender. Portanto, podemos ver ou
discernir muitas coisas, mas isso não significa necessariamente que as
entendamos. No entanto, precisamos entender e discernir. Vejamos

I Coríntios 3:16 novamente da Bíblia Amplificada: "Você não discerne e


entende que você [toda a Igreja de Corinto] é o templo de Deus (Seu
santuário), e que o Espírito de Deus tem Sua morada permanente em
você - para estar em casa em você [coletivamente como uma igreja e
também individualmente]?

" Observe a frase "Seu santuário". Esse corpo de crentes em Corinto era
o templo de Deus ou a casa de Deus - Seu santuário. O auditório da
igreja que chamamos de santuário pode ser um "santuário" do ponto de
vista de que o edifício foi dedicado a Deus, mas não é o santuário de
Deus no sentido a que Paulo se refere. Toda a Igreja em Corinto era o
templo de Deus, o santuário de Deus, e "... o Espírito de Deus tem Sua
morada permanente em você - para estar em casa em você
[coletivamente como igreja e também individualmente]." Os pregadores
geralmente enfatizam o fato de que o Espírito de Deus habita no cristão
individual - e com razão. Graças a Deus, maior é aquele que está em
você do que aquele que está no mundo. Embora vejamos certas
verdades sobre o Espírito habitando em todo o corpo dos crentes, ainda
não entendemos essas verdades completamente. Precisamos discernir e
compreender isto: Você, toda a Igreja - onde quer que esteja - é o
templo de Deus; Seu santuário. E o Espírito de Deus tem Sua morada
permanente em você, como mostra a Bíblia Amplificada, "para estar em
casa em você [COLETIVAMENTE COMO UMA IGREJA e também
individualmente]". Sabemos que o Antigo Testamento nos mostra

Você também pode gostar