Você está na página 1de 8

IDENTIFICAÇÃO:

1) Nome:

2) Data de nascimento:

3) Encaminhado (profissional de origem e hipótese diagnóstica):

4) Estado civil:

5) Filhos (quantos? Quais idades?):

6) Domicílio (onde mora? Com quem?):

7) Religião (tem alguma religião? É atuante?):

QUEIXA PRINCIPAL:
 O que estava sentindo que o levou a vir aqui?
 Se apresentar diversas queixas: qual o principal problema que está lhe
causando dificuldades?
 Se não der detalhes: fale mais a respeito... O que quis dizer com... ?

 Questionar sobre o sono

HPMA:

1) Início ou exacerbação da doença atual


 Quando isso começou? Quando você observou pela primeira vez que
havia algo errado? Quando foi a última vez que você se sentiu bem, em
seu normal?
o Avaliar sintomas pré-morbidos

2) Novos sintomas ou recorrência


 Isso é uma coisa nova ou uma repetição de algo que você já teve antes?
O que fez você procurar ajuda agora?
3) Contexto ambiental e possíveis fatores precipitantes
 Alguma coisa aconteceu ou mudou um pouco antes disso ter
começado? Você acha que isso teve alguma relação com a sua doença
atual? Que outros tipos de problemas você estava tendo quando isso
aconteceu?

4) Curso ou exacerbação da doença atual


 Depois disso ter começado, o que aconteceu em seguida? Que outras
coisas começaram a incomodar você?
 Desde que começou, quando você se sentiu pior?
o Se há mais de um ano: no último ano, quando você se sentiu
pior?

ANTECEDENTES PESSOAIS

1) História de tratamento
 Quando foi a última vez que você procurou tratamento por problemas
psiquiátricos?
o Para que foi isso? Que tratamentos você fez? Que medicações já
usou?
 Você já foi internado em hospital psiquiátrico? Por quê? Quantas vezes?
 Você já foi internado para outro tipo de tratamento médico? Por quê?

2) Cirurgias prévias

3) Doenças conhecidas/medicações ou vitaminas em uso


 Se usa medicação ou vitamina: quanto e quantas vezes você toma?
Houve alguma mudança na quantidade de medicações que você toma?
4) Hábitos e vícios
 Bebe? Quanto de bebida alcoólica você costuma tomar? Quanto no
último mês?
 Usa drogas? No último mês, usou maconha, cocaína ou outras drogas
desse tipo?
 Fuma cigarro? Há quanto tempo?
o Se sim: maço/dia
o Se parou: quando? Por quê?

ANTECEDENTES FAMILIARES PARA TRANSTORNOS MENTAIS


 Existe mais alguém na sua família que faz ou fez tratamento psiquiátrico?
o Se sim: anotar grau de parentesco

HISTÓRIA SOCIOECONÔMICA

1) Grau de Escolaridade
 Você estudou? Até que ano?
 Se não conseguiu terminar um curso em que estava matriculado: por
que parou de estudar?

HISTÓRIA OCUPACIONAL

 Que tipo de trabalho você faz? Está trabalhando atualmente?


o Se sim: há quanto tempo está neste emprego?
o Se há menos de 6 meses: por que saiu do seu último emprego?
Você sempre trabalhou com isso?
o Se não: por que não? Em que tipo de serviço já trabalhou? Como
está se sustentando agora?
o Se não souber: já houve um período durante o qual você não
conseguia trabalhar ou ir à escola? Quando? Por que isso
aconteceu?
o Recebe aposentadoria do INSS por problema psiquiátrico?
OUTROS PROBLEMAS ATUAIS

1) Você teve qualquer outro problema no último mês?

2) Como é seu humor?

3) Como tem sido a sua saúde física? Você tem tido algum outro problema
médico?

4) Como você usa seu tempo livre? Com quem você passa esse tempo livre?

EXAME PSIQUICO

IMPRESSÃO GERAL

1) Apresentação
 Adequada, extravagante, bizarra
2) Contato verbal
3) Contato afetivo
4) Higiene
 Adequada ou não
5) Trajes
6) Atitude
 Não cooperante: oposição – se recusa a participar da entrevista
 Hostil: ameaça, ofende ou agride fisicamente
 De fuga: reflete o medo do paciente
 Desconfiante: “você é mesmo médico?”, “existem microfones aqui?”
 Reivindicativa: quero ter alta agora
 Evasiva: evita responder certas perguntas, desvia-se do assunto
 Invasiva: quer saber sobre a vida do examinador, mexe com objetos do
consultório
 Esquiva: evita contato social
 Inibida: pouco à vontade
 Desinibida: inconveniente
 Jocosa: faz piadas ou brincadeiras
 Irônica: denota arrogância e agressividade
 Lamuriosa: queixosa o tempo todo
 Dramática: teatral, hiperemotividade
 Sedutora: elogios e tentativas de agradar ou despertar interesse sexual
 Pueril: infantilismo, comportamentos regressivos
 Gliscróide: grudento, atitude pegajosa e inconveniente
 Simuladora: finge ter doença ou sintoma
 Dissimuladora: tenta ocultar sintomas
 Indiferente: belle indiference
 Manipuladora: “jogos” de perde e ganha, condiciona respostas
 Submissa: não expressa o que deseja ou a contraria
 Expansiva: trata a todos como pessoas íntimas
 Amaneirada: maneirismos, trata o médico como “Vossa Excelência”
 Reação de último momento: cooperação no último momento
7) Motricidade
 Apraxia
 Ecopraxia (na fala/gestos/mímica)
 Hipocinesia/acinesia/hipercinesia
 Estereotipias
 Flexibilidade cérea
8) Fácies

CONSCIÊNCIA
1) Objetiva
 Coma
 Rebaixamento do nível de consciência
 Simples: sem sintomas psicóticos
 Oniróide: com sintomas psicóticos (ex.: Delirium)
2) Do EU/Identidade
a. Unidade
b. Atividade
c. Oposição

ORIENTAÇÃO
1) Tempo e espaço
2) Alopsíquica
3) Autopsíquica

MEMÓRIA (56)
1) Evocação (memória tardia)
2) Fixação (memória imediata)

INTELIGÊNCIA
1) Vocabulário
2) Solução de problemas
o Apresentar priblemas de multiplicação, subtração...
1) Raciocínio
2) Provérbios
o Análise da capacidade de abstração
 Solicitar a interpretação de provérbios, ou a comparação de
objetos

ATENÇÃO
1) Voluntária
2) Espontânea

1) Tenacidade (atenção dirigida a algo)


2) Vigilância (atenção despertada por algo)
 Hipoprosexia (diminuição global da atenção)
 Aprosexia (abolição da atenção)
 Rigidez da atenção: hipertenacidade e hipovigilância
 Labilidade da atenção: hipotenecidade e hipervigilância (distraibilidade)

SENSOPERCEPÇÃO
1) Alucinação verdadeira
2) Pseudoalucinação (representações sem a sensação de corporeidade e sem
poder de convencimento de sua existência real)
3) Ilusão
4) Pareidolia (associação de uma percepção verdadeira a uma representação de
caráter imaginativo. Ex.: ver carneiros a partir de nuvens)

LINGUAGEM
1) Afasia/agrafia/alexia
2) Disartria
3) Parafasias (deformidade das palavras, como chamar cadeira de “cameila” ou
livro de “ibro” etc)
4) Logorreia/loquacidade/bradifasia/mutismo
5) Criptolalia

PENSAMENTO
1) Curso
o Aceleração do pensamento
o Lentificação do pensamento
o Bloqueio ou interceptação do pensamento
o Roubo do pensamento
o Descarrilhamento do pensamento
o Desagregação do pensamento
2) Forma
o Fuga de idéias
o Dissociação do pensamento
o Afrouxamento das associações
3) Conteúdo
o Persecutório
o Depreciativo
o Religioso
o Sexual
o De poder, riqueza, prestígio ou grandeza
o De ruína ou culpa
o Conteúdos hipocondríacos
4) Quantidade
5) Linearidade/intencionalidade
6) Delírio (66)

VONTADE E PRAGMATISMO
1) Hipobulia (diminuição da vontade)
2) Abulia (abolição da vontade)
3) Hiperbulia

1) Enfraquecimento dos impulsos: anorexia, insônia, perda da libido


2) Intensificação: bulimia potomania (hábito de beber quantidades excessivas de
água, mesmo sem sede), hipersonia e ninofomania satiríase (masculino)
3) Comportamentos heteroagressivos, frangofilia (estreçalha coisas), porimania,
dromomania (vontade incontrolável de fugir, perambular), dipsomania (álcool)
4) Compulsões: toxicofilia, comer compulsivo, jogo patológico, cleptomania,
internet, comprar, sexo e pornografia, vigorexia, ortorexia
5) Comportamento de automutilação e suicida, alotriofagia (perversão alimentar,
come coisas não comestíveis, como sabão e areia), parafilias, ambitendência,
negativismo, reação de último momento, sugestionabilidade patológica e
obediência automática

PSICOMOTRICIDADE
1) Movimentos involuntários
2) Tensão/tremores
3) Postura bizarra
4) Tiques/maneirismos
5) Estereotipia postural

AFETIVIDADE
1) Tônus afetivo
o Alegre, expansivo (euforia e êxtase, sendo disproporcinal às
circunstâncias), lábil (rápidas alternações de afetos opostos),
inapropriado, incontinência emocional (deixa transparecer todas as
emoções que sente, geralmente sendo estas intensas), indiferença
afetiva ou “la belle indiference”, afeto inapropriado ou incongruente
(em relação ao que está sendo relatado), afeto hipomaníaco e maníaco,
exaltado, afeto deprimido, apatia, afeto achatado ou embotado
(resposta emocional diminuída ou indiferente às alterações dos
assuntos)
2) Estabilidade
3) Modulação
4) Ressonância
5) Coerência
6) Humor
JUÍZO
1) Delírios primários
2) Delírios secundários
3) Temas delirantes
4) Organização do delírio
5) Insight (presença ou não)
6) Juízo de morbidade (juízo crítico)

CONAÇÃO

PRAGMATISMO

PROSPECÇÃO DO FUTURO

DESEJO DE AJUDA (E SE TRATAMENTO É OU NÃO VOLUNTÁRIO)

HIPÓTESE DIAGNÓSTICA/CID

CONDUTA

Você também pode gostar