Você está na página 1de 3

ALGORITMOS - CCT0749

Semana Aula: 1
Lógica e Construção de Algoritmos

Tema
Lógica e Construção de Algoritmos

Palavras-chave

Objetivos
 Interpretar e encontrar soluções para problemas de diferentes domínios;

 Formalizar o detalhamento do procedimento utilizado para solucionar os problemas, de modo que o


procedimento possa ser utilizado por outras pessoas;

 Utilizar o conceito de lógica na solução de problemas;

 Utilizar estruturas próximas daquelas utilizadas nas linguagens de programação na solução dos
problemas.

Estrutura de Conteúdo
Conteúdos

Desenvolver:

 Interpretação de enunciado do problema;


 Elaboração de estratégias formalizadas e orientadas ao uso por outras pessoas (utilizando estruturas
mais próximas daquelas utilizadas em programação);
 Conceito de uma solução algorítmica para problemas, justificando a importância da construção de
procedimentos;
 Conceito de algoritmo e programa.

Conceitos:

Resolução de problemas: problema - fig. Tudo que é difícil de explicar, resolver, tratar, lidar etc.

Com o uso crescente dos recursos da Tecnologia da Informação (TI) para resolução de problemas do dia a
dia das empresas e das pessoas, ocorreu um crescimento nos Cursos relacionados à área.
Para que a TI possa resolver esses problemas, é necessário construir algoritmos e transformá-los em
programas de computador.

Algoritmo ? sequência de etapas que visam atingir um objetivo específico. Por exemplo, resolver
um determinado problema;

Programa - conjunto de comandos específicos que traduzem para o computador o que um algoritmo
determinou que deva ser realizado.
Existe a necessidade da construção de modelos do mundo real, de forma que seja possível traduzir isso
para a linguagem de computadores.
Os principais problemas encontrados no desenvolvimento de algoritmos são:

 Dificuldade na resolução de problemas;


 Dificuldade na interpretação de enunciados; e
 Dificuldade em abstrair e formalizar informações.

Dessa forma, é necessário desenvolver essas habilidades, começando pela solução de problemas sem a
necessidade do uso de ferramentas computacionais.

Lógica ? modo de raciocinar: As soluções dos problemas utilizam a lógica para serem criadas, ou seja,
elas são ordenadas de uma forma que sejam possíveis de ser realizadas e de uma maneira que essa
forma seja a mais adequada para o que se deseja obter (a ordenação do procedimento da solução segue
uma lógica de raciocínio; a formalização dos procedimentos de resolução de problemas precisa ser
refinada para aproximar-se do que será aplicado na prática: a lógica de programação);

Lógica de programação ?
?uso correto das leis do pensamento, da ?ordem da razão? e de processos de raciocínio e simbolização formais
na programação de computadores, objetivando racionalidade e o desenvolvimento de técnicas que cooperem
para a produção de soluções logicamente válidas e coerentes, que resolvam com qualidade os problemas que se
deseja programar? (Forbellone; Eberspacher, 2000).

Para que as soluções aproximem-se do que é visto na lógica de programação, é importante padronizar
alguns procedimentos utilizados na solução do problema. Esses procedimentos, num primeiro momento,
não precisam ser rigidamente especificados, mas é importante o contato com as estruturas básicas. Essas
estruturas básicas consistem de:

Estrutura sequencial ? indica que uma operação deve ser realizada em sequência à outra, ou seja,
determina a ordem com que as operações devam ser realizadas;
Estrutura de decisão ? indica que, em um determinado momento, será necessário tomar uma decisão
sobre qual operação realizar (entre uma gama limitada de opções) de acordo com um determinado critério
(esse critério deve ser determinado pelo problema enunciado);
Estrutura de repetição ? indica que determinadas operações devem ser repetidas uma determinada
quantidade de vezes (essa quantidade pode ser determinada exatamente ou pode depender de critérios,
também determinados pelo problema enunciado).

Essas três estruturas podem ser representadas de diversas formas, respeitando-se padrões para que
sejam reconhecidas e utilizadas por quem conhece esses padrões.
Normalmente são utilizadas duas formas para representação dos algoritmos: fluxograma (ou diagrama
de blocos) e pseudocódigo (pseudolinguagem ou portugol).

Fluxograma ? representação gráfica dos algoritmos, em que cada símbolo apresentado representa uma
operação a ser realizada (também é conhecido como diagrama de blocos, dependendo do autor);

Pseudocódigo ? representação dos algoritmos na forma de textos, em que cada operação será
representada por uma sintaxe e semântica específicas (também é conhecido como pseudolinguagem ou
como portugol, dependendo do autor).

Obs.: As duas formas de representar permitem que se pense na solução do problema, e não, no
equipamento que irá executar o algoritmo.

Fluxograma (diagrama de blocos) básico:


a) estrutura sequencial - ffigura no arquivo anexo Estrutura_Sequencial.jpg;

b) estrutura de decisão - figura no arquivo anexo Estrutura_Decisao.jpg;

c) estrutura de repetição - figura no arquivo anexo Estrutura_Repeticao.jpg.

Estratégias de Aprendizagem

Indicação de Leitura Específica

Aplicação: articulação teoria e prática


Indicação de sites

Alguns sites com jogos de raciocínio lógico e que podem ser usados como apoio para a aula:

1. Jogo de travessia do rio (semelhante àquele proposto em sala de aula), disponível em


http://www.profcardy.com/desafios/aplicativos.php?id=24

2. Jogo da velha (pode servir como apoio à atividade a ser desenvolvida em casa), disponível em
http://www.cardiol.br/jogos/velha/

3. Jogo de raciocínio lógico em 3D (ligar cores na superfície de um cubo), disponível em


http://www.centrodejogos.com.br/raciocinio/logica-3d-121.html

4. Teste de Einstein (de acordo com as diretrizes, descobrir a composição correta), disponível em
http://rachacuca.com.br/teste-de-einstein/

Considerações Adicionais

Você também pode gostar