Você está na página 1de 9

Tecnologia da Construção

BIOCONCRETO NA CONSTRUÇÃO
CIVIL
Alunos: Robson Santos da Rocha
Thiago Vieira de Cássio
Tucunak Souza Batista

Prof(a): Msc. Erika Marques Pinheiro


OBJETIVO GERAL OBJETIVO ESPECÍFICO

Demonstrar a proposta para Discutir a utilização do


solucionar o processo de Bioconcreto no ramo da
deterioração dos materiais construção civil, tornando
expostos a ação da
natureza, através da
reformas e manutenções
utilização do Bioconcreto. não tão frequentes.
JUSTIFICATIVA

Demonstrar a importância da implantação do


Bioconcreto (concreto biológico) para solução de
problemas em estruturas, através do seu auto
reparo.
INTRODUÇÃO

O Bioconcreto foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade


de Tecnologia de Delft, na Holanda, para solucionar o processo de
deterioração dos materiais expostos pelas ações da natureza ao longo
dos anos.

Esse material chegou para revolucionar a construção civil e está


ganhando mais espaço ao longo dos anos, por ser uma solução para a
ação do tempo nas construções: já que ele é capaz de regenerar suas
próprias rachaduras.

O Bioconcreto combina estudos da biologia com a engenharia


civil.
Bioconcreto na construção civil
No decorrer dos anos, estudos foram realizados com intuito de
elaborar métodos rápidos e práticos para corrigir problemas
patológicos presentes em estruturas de concreto.

Assim surgiu através de muitos estudos à ideia de implantação


do concreto biológico que tem como característica o auto
reparo em sua estrutura.

Fonte: https://www.dryplan.com.br/, 2017. Fonte: https://directiva.eng.br/, 2017.


Bioconcreto na construção civil
O Bioconcreto deriva da implantação de uma bactéria que possui como
característica principal a capacidade de se multiplicar, ou seja, se auto regenera.

O pesquisador e microbiologista holandês Hendrik Jonkers desenvolveu


o Bioconcreto a partir da combinação do concreto comum e de colônias da
bactéria Bacillus pseudofirmus.

Para que desse certo, as bactérias utilizadas deveriam ser resistentes e capazes
de sobreviver em condições difíceis e sem oxigênio.

Fonte: https://pensemosverde.com/, 2016. Fonte: https://www.atex.com.br/, 2019.


Bioconcreto na construção civil
O Bioconcreto só é capaz de se regenerar por meio da alimentação e da digestão
das bactérias. Quando elas saem da inércia, consomem o lactato de cálcio
utilizado na mistura do concreto, liberando calcário na digestão, que ocupa o
espaço aberto no concreto. Sendo assim, o calcário produzido é acumulado na
região das rachaduras.

Além de ser uma opção mais sustentável, sendo capaz de aumentar o tempo de
vida dos empreendimentos. O Bioconcreto é capaz de reduzir as emissões de
carbono que são emitidas durante o processo de produção do concreto.

Fonte: https://www.bbc.com/,2016. Fonte: https://celere-ce.com.br/, 2021.


Conclusões finais

Conclui-se que o grande desafio da implementação do Bioconcreto na


construção civil é o fato de ele ser um material mais caro quando
comparado com a produção do concreto comum.
Apesar disso, as vantagens da aplicação e da economia com gastos de mão
de obra e manutenção a longo prazo são enormes ao se comparar os dois
materiais.
Diante desse contexto, essa pesquisa pleiteia o avanço tecnológico da
engenharia, para que, no futuro, possam existir edificações, que apresentem
um percentual de sustentabilidade e com custos mais acessíveis, no
mercado.
Referências Bibliográficas
• https://celere-ce.com.br/inovacao/bioconcreto/, acessado em 09/11/2021.

• https://www.bbc.com/portuguese/geral-37204389, acessado em 09/11/2021.

• https://www.lautenspericias.com.br/single-post/2018/03/11/Bioconcreto-
%E2%80%93-O-Concreto-que-ganhou-vida, acessado em 09/11/2021.
• SOARES, N.M; VINICIUS, B. A. A implantação do bioconcreto desenvolvido para solucionar problemas

estruturais tais como: fissuras, rachaduras e trincas. Centro Universitário do Norte – UNINORTE, 2018.