Você está na página 1de 4

1

1- A empresa CARLOTA MP UASSANACOHA está no terceiro ano no processo de


depreciação do seu único activo, que lhe custou 180.000Mtn e tem prazo de recuperação de
cinco anos. Foram colectados os seguintes dados a respeito das operações do ano em curso:

Despesas a pagar 15.000


Activos circulantes 120.000
Despesas financeiras 15.000
Receitas de vendas 400.000
Stocks 70.000
Total dos custos antes da depreciação, juros e imposto de renda 290.000
Aliquota de imposto de renda 40%
B

a) O fluxo de caixa operacional é.

FCO=Lucroantes dos impostos e juros−impostos d e renda+depreciação

FCO=¿

b) O impacto da depreciação, bem como de quaisquer outras despesas não


desembolsadas sobre os fluxos de caixa da empresa.

A depreciação no fluxo de caixa é o efeito que a desvalorização de um ativo imobilizado de


uma empresa tem no cálculo do Imposto de Renda (IR) que deve ser pago pela empresa.

Os negócios fazem investimentos como compra de maquinário, automóveis, equipamentos


de escritórios (computadores, impressoras, etc) e esses bem vão perdendo valor com o
tempo.

A perda de valor acontece devido ao desgaste por uso, perda de utilidade, ação da natureza
ou redução gradual da vida útil pela desatualização tecnológica ou de estilo.

Como todo tipo de produto pode sofrer depreciação é importante planejar investimentos


de forma estratégica e ter um processo de vendas eficiente para que o estoque não
“encalhe”.

Um importante factor determinante do fluxo de caixa de uma empresa é a depreciação. Como a


2

a depreciação é uma despesa não desembolsada — uma despesa deduzida na demonstração de


resultado, mas que não envolve o efectivo dispêndio de numerário no período. Como protege a
empresa contra o pagamento de impostos reduzindo o lucro tributável, a despesa não
desembolsada é tratada como uma entrada de caixa. Do ponto de vista estritamente
contabilístico, somar a depreciação de volta ao lucro líquido após o imposto de renda resulta no
fluxo de caixa gerado pelas operações.

A depreciação do ativo imobilizado é inevitável, no entanto, é possível reduzir seus impactos.


Perceba que em um determinado momento o valor de um ativo vai chegar a zero, devido
à depreciação, mas isso não significa que chegou ao fim da sua utilidade, o bem ainda pode ser
vendido e gerar renda.

2- Classificação dos itens a seguir como entrada (E) ou saída (S) de caixa ou como nenhum dos
dois (N)

Item Variação Item Variação


Caixa (N) + 100 Contas a receber (E) - 700
Contas a pagar (S) - 1.000 Lucro líquido (E) + 600
Instituições financeiras a pagar (S) + 500 Depreciação (E) + 100
Exigível de longo prazo (S) - 2.000 Recompra de acções (S) + 600
Stocks (S) + 200 Dividendos em dinheiro(S) + 800
Activos permanentes (N) +400 Vendas de accoes (E) +1000

3- CARLOTA MPU, uma analista financeira da Carroll Company, preparou as estimativas das
vendas e pagamentos para o período de fevereiro a junho do ano corrente.

Valores em Metical
Mês Vendas Pagamen
tos
Fevereiro 500 400
Marco 600 300
Abril 400 600
Maio 200 500
Junho 200 200
3

Jane sabe que, no passado, 30% das vendas foram feitas a vista. Das vendas a prazo, 70% são
recebidos um mês após a venda e os restantes 30%, dois meses mais tarde. A empresa deseja
manter um saldo mínimo de caixa de 25Mtn. Saldos superiores seriam aplicados em títulos
públicos de curto prazo, ao passo que qualquer deficit seria financiado com recursos bancários
contra a emissão de notas promissórias de curto prazo. O saldo inicial de caixa em 1 de Abril é
de 115Mtn.

a) Prepare o orçamento de caixa para o mês de Abril.

1. Quadro de Recebimentos Projectados


Fevereiro Março Abril Maio Junho

Vendas previstas 500 600 400 200 200

Venda a vista (0,30) 150 180 120 60 60

Recebimento de Contas a Receber

Um mês mais tarde (0,70) 350 420 280 140

Dois meses mais tarde (0,30) 150 180 120

Outros recebimentos

Total de Recebimentos 690 520 320

2. Formato Geral do Orçamento de Caixa


Fevereiro Março Abril Maio Junho

Recebimentos 690

Menos: Pagamentos 600

Fluxo Líquido de Caixa 90

Mais: Saldo Inicial 115

Saldo Final 25

Menos: Saldo Mínimo de Caixa 25


4

Financiamento Total Exigido 50

Saldo Excedente --------


-

b) O financiamento máximo de que a empresa necessitaria para saldar seus compromissos


nesse período de três meses será de 50.

Você também pode gostar