Você está na página 1de 16

Qual a Aparência de um verdadeiro lar cristão?

Um lugar de constante paz, silêncio e alegria?

• No lar os pais fracassam


• No lar os filhos fracassam

O Primeiro e mais importante fato a recordar


sobre um verdadeiro lar cristão é que ali vivem
pecadores.
Afinal, qual a diferença de um lar cristão?

Processo de salvação:

(1) Justificação;
(2)Santificação;
(3)Glorificação.
Um verdadeiro lar cristão é um lugar onde vivem
pecadores; mas é, também, um lugar onde as
pessoas admitem esse fato e compreendem o
problema, sabem qual a sua solução e, como
resultado, crescem na graça.
Vejamos isso mais detalhadamente:

(1) Os crentes admitem seus pecados;


(2)Os crentes sabem o que fazer com o pecado;
(3)Os crentes abandonam seus pecados.

Os pais têm prazer ao ver seus filhos


amadurecendo. Por semelhante modo, os filhos
deveriam ter o prazer de ver seus pais
amadurecendo.
1º A Glória de Deus

Marido e mulher têm a tarefa de “erigir e


estabelecer o reino glorioso de Cristo em sua
casa” (Isaac Ambrose)
Esse propósito fixa as prioridades do lar em uma
direção espiritual em vez de material. Isto
determina o que uma família faz com seu tempo
e como gasta seu dinheiro.
2º Formar Comunidades Santas

A família é a “verdadeira imagem da


comunidade... Tudo estará bem na comunidade
onde as famílias são apropriadamente ajustadas”
(Willian Gouge).

“Famílias bem organizadas... Naturalmente


produzem uma boa ordem em outras sociedades.
Quando as famílias estão sob uma má disciplina,
todas as outras sociedades [estarão] mal
disciplinadas” (Cotton Mather).
3º Companheirismo e apoio mútuo
Deus providenciou o casamento e a família “para
que os problemas infinitos que sobre nós recaem
neste mundo possam ser aliviados com o
conforto e ajuda um do outro” (Henry Smith).
• É uma Aliança (Pv 2.17; Ml 2.14);

• Instituição do Casamento (Gn 2.18-25):

➢ Companheirismo (v.18);
➢ Auxílio (v.18);
➢ Complemento (idônea, v.18);
➢ Um presente de Deus (v.22);
➢ Propriedade mútua (v.23);
➢ A instituição de um novo lar (v.24).
“Como as abelhas jovens procuram, para si
mesmas, outra colmeia, assim também o jovem
casal deve procurar outra casa, para que,
aconteça o que acontecer, eles nunca caiam
naquela mais infeliz de todas as infelicidades:
serem tormentos para seus pais ou serem
atormentados por eles” (Thomas Gataker)
“É uma misericórdia ter um amigo fiel que lhe ama
inteiramente... A quem você pode abrir sua mente e
comunicar seus afazeres... E é uma misericórdia ter
tão perto um amigo para ser um ajudador à sua alma
e... Suscitar em você a graça de Deus” (Richard
Baxter).
“Uma boa esposa é a melhor companhia na riqueza;
o mais capacitado e disposto assistente no trabalho;
o maior conforto nas tristezas e aflições; o único
meio seguro de ter filhos e posteridade; um remédio
singular e soberano ordenado por Deus contra a
imoderação; a maior graça e honra para aquele que a
possui” (Thomas Gataker)
Os pais cristãos “se esforçarão para que seus
filhos sejam mais filhos de Deus do que seus”
(Thomas Watson).

A Responsabilidade dos Pais inclui:

(1) Provisão Física:


➢ Alimento e Vestes;
➢ Estímulo ao trabalho.
(2) Educação

“os filhos não deveria ser deixados à vontade, sem


justo fim, a fazer oque desejassem..., sendo eles
incapazes de se governarem” (Wadsworth)

Isto exige um alto desembolso de:


• Vigilância;
• Perseverança;
• Tempo;
• Energia Física;
• Energia Emocional.
(3) Dar exemplo

“Tenham a certeza de dar bom exemplo diante de


seus filhos... Outros métodos de instrução
provavelmente não farão tanto bem, se não lhes
ensinarem através de um exemplo santo. Não
pensem que seus filhos se importarão com as
boas regras que lhes derem, se vocês mesmos
agirem contrário àquelas regras... Se seus
conselhos são bons, e seus exemplos maus, seus
filhos terão maior probabilidade de
prejudicarem-se com os últimos do que de se
beneficiarem com os anteriores” (Wadsworth)
(4) Disciplina (Pv 13.24)

“A dócil vara da mãe é algo muito suave, não


romperá nem osso nem pele. Entretanto, pela
bênção de Deus com ela, e sob sábia aplicação
dela, deveria romper o laço que une a corrupção
ao coração” (Edmund Morgan)
(5) Treinamento Espiritual

“Antes e acima de tudo, é no conhecimento da


religião cristã que os pais devem educar seus
filhos... O conhecimento de outras coisas,
embora seja empreendimento tão desejável para
eles, nossos filhos podem chegar à felicidade
eterna sem ela... Mas o conhecimento da santa
doutrina nas palavras do Senhor Jesus Cristo é
um milhão de vezes mais necessário a eles”
(Edmund Morgan)
“Tudo isto que sofremos é por causa de vocês;
deveriam ter-nos ensinado as coisas de Deus, e
não fizeram; deveriam nos haver impedido de
pecar e nos corrigido, e não fizeram... nunca
demonstraram qualquer cuidado competente
para podermos ser livres disto... Ai de nós que
tivemos pais tão carnais e imprudentes, e ai de
vocês porque não tiveram mais compaixão e
piedade para evitar a miséria eterna de seus
próprios filhos” (Edmund Morgan)

Você também pode gostar