Você está na página 1de 5

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - CURSO D ENGENHARIA CIVIL


MECÂNICA DOS SÓLIDOS II – LISTA 04
FLAMBAGEM - ESTABILIDADE EM COLUNAS

1) Uma coluna de aço A-36 tem comprimento de 4 m e está presa por pinos em ambas as
extremidades. Se a área da seção transversal tiver as dimensões mostradas na figura, determine a
carga crítica. (Resp.: Pcr = 22,7 kN, σcr = 20,64 Mpa)

2) Resolva o problema 1 se a coluna for engastada na base e presa por pinos no topo. (Resp.: Pcr =
46,4 kN, σcr = 42,2 Mpa)

3) Uma barra quadrada é feita de plástico PVC com módulo de elasticidade E= 9 GPa e deformação
por escoamento εe = 0,001 mm/mm. Determine as dimensões a de sua menor seção transversal, de
modo que não falhe por flambagem elástica. As extremidades da barra estão presas por pinos e seu
comprimento é 1250 mm. (Resp.: a = 43,59 mm)

4) A haste é feita de aço com 25 mm de diâmetro. Determine a carga crítica de flambagem, se as


extremidades estiverem apoiadas em roletes. E aço = 200 GPa, σe= 350 MPa. Resp.: (Pcr = 151,36 kN,
σcr = 308,35 Mpa)

5) Determine a força máxima P que pode ser aplicada ao cabo, de modo que a haste de controle de
aço A-36 AB não sofra flambagem. A haste tem diâmetro 30 mm e está presa por pinos nas
extremidades. Dados que E = 200 GPa; σe = 250MPa. (Resp.: P = 64,6 kN, σ = 137 Mpa)

6) A coluna de 3 m tem as dimensões mostradas na figura. Determine a carga crítica se a base for
engastada e o topo estiver preso por pinos. Emad = 12GPa, σe = 35Mpa. (Resp.: Pcr = 28 kN, σcr = 5,6
Mpa)

1e2 4

5 6

Prof. William W. Cadore


Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - CURSO D ENGENHARIA CIVIL
MECÂNICA DOS SÓLIDOS II – LISTA 04
FLAMBAGEM - ESTABILIDADE EM COLUNAS

7) Considere que os elementos estruturais da treliça estão acoplados por pinos. Se o elemento
estrutural BD for uma haste de aço A-36 de raio 50 mm, determine a carga máxima P que pode ser
suportada pela treliça sem provocar flambagem no elemento estrutural. Dado: E = 200 GPa e σe =
250MPa. (Resp.: Pcr = 605,76 kN, σcr = 77,12 Mpa)

8) A treliça é feita de aço A-36 e cada uma delas tem seção transversal circular. Se a carga aplicada
for P=50 kN, determine, com aproximação de múltiplos de 5 mm, o diâmetro do elemento estrutural
AB que impedirá que esse elemento estrutural sofra flambagem. As extremidades dos elementos
estruturais estão apoiados por pinos. Dado: E = 200 GPa e σe = 250MPa. (Resp.: d = 45 mm, σcr =
41,9 Mpa)

07 08

9) As extremidades do elo de aço-ferramenta L/2 de uma máquina de forjar estão acopladas aos
garfos por pinos, como mostra a figura. Considerando um fator de segurança 1,75, determine a carga
máxima P que ele pode suportar sem sofrer flambagem. Observe que, no lado esquerdo da figura, as
extremidades estão presas por pino, ao passo que no lado direito, elas estão engastadas. Dados: Eaço
= 200GPa, e = 703Mpa. (Resp.: Pcr = 113,7 kN, P = 64,97 Mpa)

10) O tubo de aço A-36 tem diâmetro externo de 50 mm e espessura de 12 mm. Se por mantido no
lugar por um cabo de ancoragem, determine a maior força vertical P que pode ser aplicada sem
provocar flambagem no tubo. Considere que as extremidades do tubo estão acopladas por pinos.
Dado: E = 200 GPa e σe = 250MPa. (Resp.: P = 18,4 kN, σcr = 22,22 Mpa)

09 10

Prof. William W. Cadore


Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - CURSO D ENGENHARIA CIVIL
MECÂNICA DOS SÓLIDOS II – LISTA 04
FLAMBAGEM - ESTABILIDADE EM COLUNAS

11) Considere que as extremidades da barra de aço AB da estrutura estejam acopladas por pinos
para flambagem no eixo y-y. Se P=18kN, determine o fator de segurança para flambagem em torno
do eixo y-y devido à carga aplicada. Eaço=200GPa, e=360Mpa. (Resp.: FS: =2,38, σcr = 11,43 Mpa)

12) Determine se a estrutura pode suportar uma carga P =20 kN, se o fator de segurança para
flambagem do elemento estruturas AB for FS=3. Considere que AB é feito de aço e que suas
extremidades estão presas por pinos para flambagem no eixo x-x e engastadas para flambagem no
eixo y-y. Eaço=200GPa, e=360Mpa. (Resp.: P = 14,80 kN, σcr = 37,01 Mpa)

11 12

13) Determine a carga máxima distribuída que pode ser aplicada à viga de abas largas, de modo que
a haste CD não sofra flambagem. A braçadeira é uma haste de aço A-36 com diâmetro de 50 mm.
(Resp.: w = 9,46 kN/m, σcr = 19,28 Mpa)

14) Considere que a coluna de madeira está engastada na base e no topo. Determine a carga
excêntrica máxima P que pode ser aplicada no topo sem provocar flambagem ou escoamento da
coluna. Em=12GPa, e=56Mpa. (Resp.: Pcr = 14,7 kN, σcr = 21,34 Mpa)

13 14

Prof. William W. Cadore


Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - CURSO D ENGENHARIA CIVIL
MECÂNICA DOS SÓLIDOS II – LISTA 04
FLAMBAGEM - ESTABILIDADE EM COLUNAS

15) Determine a carga P necessária para provocar a falha por flambagem ou por escoamento da
coluna W200x22 de aço A-36 engastada na base e livre no topo. Dados que E = 200 GPa; σe =
250MPa; mm4; A = 2860 mm²; Ix = 20 x 106 mm4 e Iy = 1,42 x 106 mm4. Obs.: Excentricidade de
25mm em relação ao eixo x-x. (Resp.: Pcr = 121,66 kN, σcr = 59,68 MPa)

16) A coluna de aço estrutural A-36 W360 X 79 está fixada na base e livre na outra extremidade. Se P
= 375 kN, determine a deflexão lateral na parte superior e a tensão máxima na coluna. Dados que E =
200 GPa; σe = 250MPa; A = 10.100 mm²; Ix = 227 x 106 mm4 e Iy = 24,2 x 106. (Resp.: Pcr = 394,78
kN, σcr = 39,09 MPa, σmax = 120,38 MPa e Ymax = 34,85 mm)

17) A coluna uniforme AB, com 2,4 m de comprimento, consiste em um tubo estrutural com a seção
transversal mostrada na figura. (a) Usando a fórmula de Euler e um coeficiente de segurança igual a
2, determine a força centrada admissível para a coluna e a tensão normal correspondente. (b)
Considerando que a força admissível, encontrada na parte a, é aplicada conforme mostra a figura em
um ponto distante 19 mm do eixo geométrico da coluna, determine a deflexão horizontal do topo da
coluna e a tensão normal máxima na coluna. Use E = 200 GPa. (Resp.: Pcr = 282,7 kN; Padm =
141,36 kN; σ = 61,9 MP; Ymax = 23,79mm e σmax = 153,6 MPa)

15 16

17

FORMULÁRIO:

Prof. William W. Cadore


Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI CAMPUS DE FREDERICO WESTPHALEN
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - CURSO D ENGENHARIA CIVIL
MECÂNICA DOS SÓLIDOS II – LISTA 04
FLAMBAGEM - ESTABILIDADE EM COLUNAS

Prof. William W. Cadore

Você também pode gostar