Você está na página 1de 9

Trabalho sobre Capoeira!

Professora: Cristiane Cruz Calixto, Turma: 2E.


Alunos: Rebeca, Sthefany, Luciana, Larissa,
Wadylla, Vitória e Paulo.

CEM 01 do Guará - GG
Brasília DF, 08 de Novembro 2021.
- A origem da capoeira:
Nem todo mundo sabe que a capoeira nasceu durante a época da
escravidão no Brasil. Pesquisas indicam que entre 3 e 5 milhões de
africanos foram trazidos para trabalhar à força, principalmente na
agricultura, mineração ou com serviços domésticos. A capoeira era, nessa
época, uma forma de luta e resistência dos escravos. Estes, proibidos de
praticar qualquer tipo de luta pelos senhores de engenho,
“disfarçavam” os movimentos de combate com música e dança, criando
assim a capoeira.

Capoeira – Wikipédia, a enciclopédia livre

Por ser uma expressão cultural transmitida de forma oral por muitas
gerações, não se sabe ao certo a origem do termo capoeira. Duas
explicações são consideradas as mais prováveis.
A primeira remete ao idioma tupi. “Ka’a” significa mata e puêra
significa o que foi. Os escravos que escapavam das propriedades rurais
muitas vezes se escondiam em áreas de mata rasteira, de agricultura
índigena.
A segunda explicação vem de um cesto chamado de capoeira no qual os
escravos transportavam mercadorias para os centros comerciais da época.
Alguns historiadores acreditam que, neste trajeto, os escravos praticavam a
mistura de dança e luta, que terminou apelidada com o nome do cesto.

Site de pesquisa: https://impulsiona.org.br › capoeira-origem-historia-estilos

- A trajetória dessa luta na história do Brasil e na história da escravidão no


Brasil:
A Capoeira, é uma das manifestações culturais mais importantes do
Brasil. Surgida do encontro, em terras brasileiras, principalmente das
culturas do índio, do negro e do português, tornou-se um dos mais
importantes símbolos do Brasil. Trata-se de uma das manifestações
culturais da corporeidade humana, a qual é baseada em um diálogo
corporal, no qual terá maior destaque o jogador que fizer mais perguntar
corporais do que as respostas corporais obtidas, ou então aquele capaz de
apresentar mais argumentos corporais do que as perguntas corporais que
lhe foram feitas. Neste diálogo entrarão em jogo os braços, as pernas, a
cabeça e os jeitos corpo.
Site de pesquisa: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br › File

De acordo com a Unesco, a capoeira é símbolo da resistência negra no


período da escravidão, e seu reconhecimento reforça a relevância de
uma das manifestações populares mais expressivas da cultura
brasileira e valoriza a influência da herança africana na nossa cultura.
Site de pesquisa: https://multivix.edu.br › uploads › 2019/04 › capoeira

A Capoeira, assim como outros símbolos da cultura negra, ajuda na


preservação de toda a história do povo negro em solo brasileiro. Desse
modo, ela está ligada diretamente à Cultura Afro-brasileira, que é
bastante rica (vestimentas, culinária, danças, rituais religiosos,
trabalho) e contribui para o enriquecimento de toda a cultura brasileira.

Ficheiro:Rugendasroda.jpg – Wikipédia, a enciclopédia livre

- Os quilombos e a relação da Capoeira com eles:


A capoeira é uma manifestação cultural que durante muitos anos foi
proibida e marginalizada. Surgida nas senzalas e nos quilombos a
capoeira faz parte da memória de lutas e da história do povo negro pela
busca por liberdade e proteção dos territórios, estando ligada aos
processos de aquilombamentos.
Dessa maneira, é importante compreendermos a capoeira em seus diversos
aspectos de forma a enxergá-la como uma prática corpórea que agrega
dimensões sociais e culturais importantes na trajetória de libertação.
Site de pesquisa: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br ›

Utilizavam a Capoeira para se defender dos capitães do mato e para


guerrear com as tropas que queriam invadir os Quilombos.
Isso aconteceu principalmente no Quilombo dos Palmares, que foi o
maior de todos os Quilombos, liderado por Zumbi, que morreu após
muitas batalhas para tentar libertar o povo!
Site de pesquisa: https://www.umes.org.br

Zumbi dos Palmares: quem foi, resumo e história - Toda Matéria

- A capoeira após a abolição da escravatura pela Princesa Isabel em 1888:


Mas até a abolição da escravatura, a lei punia os praticantes de
capoeira com penas de até 300 açoites e o calabouço. E a punição
continuou mesmo com o fim da escravidão. De 1889 a 1937, a capoeira
era crime previsto pelo Código Penal. Uma simples demonstração dava
seis meses de cadeia:
CÓDIGO PENAL DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO
BRASIL. DECRETO NÚMERO 847, DE 11 DE OUTUBRO DE 1890.
Capítulo XIII, Dos vadios e capoeiras. Art. 402. Fazer nas ruas e praças
públicas exercício de agilidade e destreza corporal conhecida pela
denominação Capoeiragem: andar em correrias, com armas ou
instrumentos capazes de produzir lesão corporal, provocando tumulto
ou desordem, ameaçando pessoa certa ou incerta, ou incutindo temor
de algum mal. Pena: de prisão celular por dois a seis meses. É considerada
circunstância agravante pertencer a capoeira a alguma banda ou malta. Aos
chefes ou cabeças, se imporá a pena em dobro.
Somente em 1937, quando o presidente do Brasil na época, Getúlio
Vargas, foi ver uma apresentação e gostou foi legalizada a prática e
acabou a proibição. A Roda de Capoeira foi registrada como bem cultural
pelo IPHAN no ano de 2008, com base em inventário realizado nos estados
de Pernambuco, da Bahia e do Rio de Janeiro. E em novembro de 2014,
recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela
UNESCO.
Site de pesquisa: https://observatorio3setor.org.br › noticias › capoeira

Abolição da escravatura - Contexto histórico, causas e dia da abolição

- A capoeira como patrimônio cultural imaterial da humanidade:


Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade - A 9ª Sessão do
Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda aprovou, em
novembro de 2014, em Paris, a Roda de Capoeira, um dos símbolos do
Brasil mais reconhecidos internacionalmente, como Patrimônio
Cultural Imaterial da Humanidade.
Site de pesquisa: http://portal.iphan.gov.br
De acordo com a Unesco, a capoeira simboliza a resistência negra no Brasil
durante o período da escravidão. Seu reconhecimento como patrimônio,
argumenta a organização, reforça o valor da herança cultural afro-
brasileira.
Site de pesquisa: https://oglobo.globo.com

A Roda de Capoeira foi registrada como bem cultural pelo IPHAN no


ano de 2008, com base em inventário realizado nos estados de
Pernambuco, da Bahia e do Rio de Janeiro. E em novembro de 2014,
recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela
UNESCO.
Site de pesquisa: https://observatorio3setor.org.br › noticias › capoeira

Capoeira Festival | Mapa de Cultura RJ

- A música na capoeira:
Não sabemos qual a primeira função assumida pela música na capoeira:
para dar ritmo ou camuflá-la perante seus perseguidores, mas o fato é que
ela tornou-se elemento essencial para a prática da capoeira. Numa roda
de capoeira, é a música que determina o andamento do jogo; ela é a que
norteia o jogador para o que deve ser feito e quando ser feito. Conforme a
música vai aumentando de ritmo, os golpes vão se tornando mais velozes.
A união entre ritmo musical e movimento corporal transporta os jogadores
a um patamar mágico. O jogador se entrega àquele momento de “corpo
e alma”.
O ritmo das músicas não tem apenas caráter decorativo, serve de força
ativadora das energias das capoeiras. Essa força está justamente no
aumento progressivo e repetitivo do ritmo das cantigas, que acabam
exercendo influência como hipnótica ou enfeitiçante, capaz de conduzir a
um transe, estado de embriaguez semelhante ao dos camdomblés.
A música na capoeira escrava também tem a função de preservar a
memória, os fundamentos, a cultura e a identidade daqueles que
compartilhavam da mesma condição degradante e marginalizada – a
capoeira não se limitava apenas aos negros, escravos ou não, mas todos os
que se sentissem excluídos da sociedade poderiam dela participar. Por isso
é que as letras das músicas da capoeira falam dos mestres antigos, dos
castigos deferidos contra os escravos, das experiências nas senzalas, das
armas utilizadas nos combates, e advertem que, “Zum, zum, zum, capoeira
mata um”.
Site de pesquisa: https://www.partes.com.br › 2010/03/04 › funcoes

Além do esporte: as muitas vertentes da capoeira | Jornal A Vo...

- A capoeira hoje no Brasil e no mundo:


Se os países do Oriente são os mais famosos do mundo nas lutas, o Brasil
tem sua própria arte marcial: a capoeira. Criada pelos escravos que vieram
da África e seus descendentes para se defender e fugir para os quilombos, a
técnica de luta tupiniquim atrai cada vez mais adeptos. Jogada em roda,
com muita música e cantos, o estilo ganha o mundo e é praticado em vários
países.
Site de pesquisa: https://www.em.com.br › app › guri › interna_guri,751535

Hoje em dia, a capoeira se tornou não apenas uma arte ou um aspecto


cultural, mas uma verdadeira exportadora da cultura brasileira para o
exterior.
Símbolo da cultura afro-brasileira, símbolo da miscigenação de etnias,
símbolo de resistência à opressão, a capoeira mudou definitivamente sua
imagem e se tornou fonte de orgulho para o povo brasileiro.
Hoje em dia temos muitas escolas de capoeira, para poder participar dessa
arte.
Apresentações de capoeira, geralmente administradas em forma de
espetáculo, acrobáticas e com pouca marcialidade, são realizadas no mundo
inteiro.

Capoeira: o que é, origem, história, Angola e Regional - Toda Matéria


Fim do trabalho!

Você também pode gostar