Você está na página 1de 5

Material Complementar - Pontuação

Pontuação
POR CAUSA DE UMA VÍRGULA MAL-ENCARADA
E na tarde que o Dr. Feitosa de Castro, diretor das Águas e Encanamentos
de São João da Laje, pediu que o escrevente Porfírio Freixeiras retirasse
certa vírgula de certo ofício, Freixeiras tremeu nos borzeguins. Espumou
gramática, pronomes e crases. Em vinte anos de Águas e Encanamentos,
de ofícios e pareceres, nunca chefe algum, em tempo algum, mandou que
extraísse essa ou aquela vírgula de seus escritos. Com papel na mão,
ficou remoendo, remoendo, tira-a-vírgula, não-tira-a-vírgula. Até que
tomou uma decisão definitiva. Chegou junto da mesa de Feitosa de Castro
e expediu o seguinte ultimato:
– Ou o doutor deixa a vírgula ou eu peço transferência de repartição. 
Feitosa, que era homem de pontos de vista firmados, foi claro:
– A vírgula sai e o distinto amigo também. 
O resto veio no Diário Oficial. Vejam que barbaridade! Por causa de uma
simples vírgula, de uma inútil vírgula, Freixeiras foi redigir ofícios em
Barro Amarelo. Lugar que não dava a menor importância às crases,
quanto mais às vírgulas.

(José Cândido de Carvalho)

Pontuação
Cassiano, o uso (ou o não uso) de uma vírgula pode não ter consequências tão drásticas como as que
houve no caso do escrevente Porfírio; se ela for malcolocada (ou omitida) dentro de um período, isso
poderá comprometer o sentido deste.
Usar vírgulas (assim como outros sinais de pontuação) é uma forma de organizar os termos que
formam a oração e as orações que formam os períodos, a fim de facilitar o trabalho de leitura de
nossos textos. Veja um exemplo de correta colocação das vírgulas no texto abaixo.
A Coisa
A gente pensa uma coisa,
Acaba escrevendo outra
E o leitor entende uma terceira coisa...
E, enquanto se passa tudo isso, 
A coisa propriamente dita
Começa a desconfiar que não foi propriamente dita. 
(Mário Quintana)
Sinais de pontuação: São recursos gráficos utilizados
para imprimir ao texto escrito as características da
língua falada, a fim de assinalar as pausas, a entonação e o ritmo que guiam a leitura, conferindo
clareza e fluência ao texto.
Como a vírgula tem sido uma dúvida constante, começaremos nossas reflexões a partir de cinco
princípios básicos para a colocação desse sinal de pontuação.
Pontuação
Uso da vírgula
Primeiro princípio – Relação Essencial
Não se usa vírgula para separar termos que mantêm uma estreita ligação sintática entre si. São eles::

- Sujeito e predicado:  
        A gravidez da mulher jovem  não é um problema de nossos dias.
                       Sujeito                                 Predicado

- Verbo e complemento verbal (objeto direto e indireto):


        A mulher jovem geralmente enfrenta problemas com a gravidez precoce.
                                                   VTD                 Objeto Direto

- Núcleo e adjunto:
        A gravidez da mulher jovem pode gerar problemas de saúde.
             núcleo          adjunto                         núcleo     adjunto

- Nome e complemento nominal:


        A jovem grávida tem necessidade de apoio.
                                           nome       compl. nom. 

Pontuação
Segundo princípio – Intercalação
Esse princípio marca a intercalação de termos, expressões ou orações que se interpõem entre os
elementos essenciais. São eles:
- Vocativo (termo que serve para invocar, chamar ou nomear uma pessoa ou coisa personificada).
        A gravidez da mulher jovem, caro presidente, não é um problema exclusivo dos nossos dias.

- Aposto explicativo (termo que explica, amplia o sentido do termo ao qual se refere).
        A gravidez na adolescência, fase de significativas mudanças hormonais, pode trazer problemas de
saúde.
- Expressões explicativas (isto é, ou seja, por exemplo, ou melhor...).
    A gravidez da mulher jovem, por exemplo, as adolescentes, pode trazer problemas de saúde.

- Adjuntos adverbiais extensos (mais de duas palavras).


    Tivemos, na última década, importantes mudanças sociais e culturais, que acabaram estimulando
as jovens ao início da vida sexual precocemente.
- Orações subordinadas adverbiais (equivalentes a um adjunto adverbial), inclusive as reduzidas.
    A gravidez da mulher jovem, quando desejada e acolhida por um ambiente socialmente
favorável, transcorre sem problemas.
    A gravidez da mulher jovem, ao ser planejada, não traz problemas à família.
    A gravidez da mulher jovem, sendo planejada, não traz problemas à família.
- Orações subordinadas adjetivas explicativas (equivalentes a apostos).
    A gravidez das adolescentes, que estão em fase de grandes mudanças hormonais, pode trazer
problemas à saúde da mãe. 

- Conjunções deslocadas.
    A gravidez da mulher jovem não é um problema exclusivamente de nossos dias; a
sociedade, porém, não está preparada para enfrentá-lo.  

Pontuação
Terceiro princípio - Inversão
- Nesse princípio, a vírgula é usada para separar adjuntos adverbiais com mais de duas palavras e
orações adverbiais (inclusive as reduzidas) quando antecipados.

    Apesar da não existência de estatísticas globais, mais de 500 mil gestações indesejadas
terminam em abortos.

    Embora não existam estatísticas globais, mais de 500 mil gestações indesejadas terminam em
abortos.

    Apesar de não existirem estatísticas globais, mais de 500 mil gestações indesejadas terminam
em abortos.

    Mesmo não existindo estatísticas globais, mais de 500 mil gestações indesejadas terminam em
abortos.
Quarto princípio - Coordenação
Nesse princípio, usam-se vírgulas para separar palavras ou orações coordenadas.

    A revolução de costumes, a onda de contestação juvenil, o advento da anticoncepção eficaz e a


afirmação dos direitos da mulher marcaram a década de 60.

    O advento do anticoncepcional mudou a maneira de a mulher ver a gravidez, trouxe maior
segurança a ela e alterou o comportamento dos casais.
Observação: a conjunção e pode vir precedida de vírgula quando estiver ligando orações com sujeitos
diferentes, principalmente se houver falta de clareza.

    As mulheres da década de 60 começavam a ter filhos precocemente, e a sociedade não considerava
isso um problema.  

Poderá aparecer vírgula depois da conjunção e, quando houver um termo intercalado.


    Nossas avós casavam-se aos quinze ou dezesseis anos e, ainda muito jovens, começavam a
procriar.
Quinto princípio - Vírgula Vicária
Essa vírgula representa a substituição de um verbo no período.

    Algumas mulheres usam pílulas para prevenir gravidez; os homens, preservativos.

Pontuação
Ponto-e-vírgula
O ponto-e-vírgula é utilizado quando a pausa desejada não é tão breve quanto a vírgula, nem tão
longa quanto o ponto. Ele é, pois, uma pausa intermediária entre a vírgula e o ponto.
Usa-se ponto-e-vírgula:
- Em orações coordenadas extensas

    Os jogadores de futebol olímpico reclamaram com razão das constantes críticas do técnico; porém
o teimoso técnico ficou completamente indiferente aos apelos dos atletas

- Em orações coordenadas que já apresentam vírgulas em seu interior, principalmente quando há


enumerações.

    Havia vários fatores que corroboravam sua personalidade violenta: morava numa região muito
violenta, na qual tiros e facadas eram algo comum; nunca teve acesso à escola e à boa informação,
por não desfrutar as condições econômicas básicas para isso; era espancado pelo pai quando tinha
seis anos de idade.

Pontuação
Dois-pontos
- Indica a fala das personagens:

    Gabriel abriu a porta quando chegou da escola e gritou:


    – Mamãe, saiu a nota de Bioquímica! Tirei dez! 

- Pode introduzir o aposto:

    Eu, que vivi com ela uns bons cinco anos, não sabia de seu grande desejo: um sítio com uma
espaçosa casa em estilo colonial.

- Introduz uma citação:

    Assim diz o provérbio: “O tempo é remédio para todos os males”.

- Anuncia algum esclarecimento ou síntese do que se disse:

“Ao se considerar nosso modo de vida atual, faz-se uma analogia: transforma-se a vida em uma
olimpíada permanente. A competição transpõe a fronteira do ramo esportivo e se instala no
cotidiano.”
(Folha de São Paulo, 24/04/2008)

Aspas
Usam-se as aspas:
- Indica textos de autoria alheia:

    “A vida é muito bonita, basta um beijo e a delicada engrenagem movimenta-se, uma necessidade
cósmica nos protege.”
(Adélia Prado)

- Ressalta gírias, neologismos ou estrangeirismos.

    Você deveria “abrir o jogo” para os colegas de trabalho.


Para quem não conhece, o neologismo “bromance” é uma palavra inventada pelos americanos para
definir o amor entre dois homens héteros. Dois “brothers” que não fazem sexo entre si, mas preferem
a companhia um do outro à de qualquer mulher. E essa nova palavra ganha uma dimensão a mais
quando aplicada aos “brothers” da televisão brasileira.
(Folha de São Paulo, 26/01/2011)

Você também pode gostar