Você está na página 1de 50

Unidade 1

FUNDAMETOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E


METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL I
Webaula 1
FUNDAMETOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E
METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL I
Visão geral
Apresentação da disciplina:

A disciplina de Fundamentos Históricos Teóricos e


Metodológicos do Serviço Social I busca introduzir o discente
em uma discussão inicial sobre as bases desta categoria
profissional, trazendo uma análise histórica, conceitual e
metodológica da profissão.
Não obstante tal percurso oportuniza aos alunos uma visão
geral sobre os contornos históricos de determinadas regiões
que culminam com as transformações societárias, sendo aqui
manifestada também a profissão. É aqui nesta disciplina que
trazemos os primeiros elementos históricos e teóricos que
fundamentaram a gênese e a consolidação da profissão.
Visão geral
Objetivos:

Apresentar os principais momentos históricos da


emersão da profissão;
Apresentar a emersão da profissão na América
Latina e no Brasil;
Revelar as influências filosóficas e teóricas que
incidiram sobre a profissão em sua gênese e
consolidação;
Revelar os principais espaços sócio ocupacionais
da categoria profissional e suas atividades nestes
espaços.
Visão geral
Conteúdo programático:

Unidade I
Gênese do Serviço Social no Mundo.
Emersão do Serviço Social na América Latina.
Emersão do Serviço Social no Brasil.
Principais correntes teóricas e filosóficas do Serviço Social no Brasil.
Principais espaços sócio ocupacionais da profissão na sua gênese no Brasil.

Unidade II
As principais correntes teóricas e filosóficas da História do Serviço Social.
As transformações da profissão ao longo de sua História no Brasil.
Os espaços sócio ocupacionais do Serviço Social na contemporaneidade.
A organização política da categoria profissional.
Visão geral
Metodologia

Os conteúdos programáticos ofertados nessa disciplina


serão desenvolvidos por meio das Teleaulas, de forma
expositiva e interativa (chat - tira-dúvidas em tempo
real), Aula Atividade por Chat para aprofundamento e
reflexão e Webaulas que estarão disponíveis no
Ambiente Colaborar, compostas de conteúdos de
aprofundamento, reflexão e atividades de aplicação dos
conteúdos e avaliação. Serão também realizadas
atividades de acompanhamento tutorial, participação
em Fórum, atividades práticas e estudos independentes
(autoestudo), além do material didático da disciplina.
Visão geral
Habilidades e competências

Espera-se que ao final da disciplina o


discente possa compreender os motivos
que levaram a gênese da profissão, sua
manifestação no mundo, na América
Latina e no Brasil. Que o mesmo esteja
ciente das principais correntes teóricas e
filosóficas que incidiram sobre a profissão
no Brasil, bem como de seus principais
espaços sócio ocupacionais.
Visão geral
Avaliação

O sistema de avaliação da disciplina


compreende em assistir a teleaula,
participação no fórum, produções
textuais interdisciplinares (Portfólio),
realização das avaliações virtuais e
avaliação presencial embasada no
material didático, teleaulas, webaulas e
material complementar.
WEBAULA 1
Unidade 1: Fundamentos Históricos, Teóricos e
Metodológicos do Serviço Social I

Professor Paulo Sérgio Aragão

Saudações estimados discentes, sou o professor Paulo Sérgio Aragão,


formado em Serviço Social, com mestrado em Políticas Sociais e Serviço
Social e estou responsável pela condução deste conteúdo junto a sua
formação profissional. Deste modo, afirmo que é com grande alegria que
damos início a esta disciplina que nos enriquecerá na compreensão da
profissão de Serviço Social. Pois bem, futuros assistentes sociais, estão
preparados para esta viagem histórica sobre o universo da profissão, tendo
como pano de fundo o cenário do século XIX e século XX, principalmente no
continente latino-americano?
Então vamos lá observar pela janela e visualizar nosso objetivo.
WEBAULA 1
Unidade 1: Fundamentos Históricos, Teóricos e
Metodológicos do Serviço Social I

Figura1: Observando o objetivo

Objetivo: Apresentar o processo de


constituição do Serviço Social no mundo, na
América Latina e no Brasil, com ênfase para
a sua gênese.

Fonte: Disponível em: <https://www.google.com.br/search?biw=1821&bih=882&tbm=isch&sa=1&ei=EOxpW6-


YOYi2wASNy5sw&q=olhar+pela+janela&oq=olhar+pela+janela&gs_l=img.3..35i39k1j0j0i5i30k1l2j0i24k1l2.12720.
18219.0.18683.23.16.0.0.0.0.384.1697.0j1j3j2.6.0....0...1c.1.64.img..17.6.1692.0..0i67k1.0.l7srsJ1ZLck#imgrc=uyQ
DyYK2vKWH_M>. Acesso em: 07 ago. 2018.
WEBAULA 1
Unidade 1: Fundamentos Históricos, Teóricos e
Metodológicos do Serviço Social I

Assim, estimados colegas de curso, a metodologia a ser utilizada


neste processo será a exposição dos conteúdos de forma textual, com
recurso de utilização de uma linguagem mais dialógica e acessível, a
fim de despertar ainda mais em vocês o interesse por conhecer os
caminhos trilhados pelo Serviço Social. Ainda para maior fixação do
conteúdo e aprofundamento dos seus conhecimentos, vamos
recorrer a links específicos que os levarão a textos, vídeos e sites com
conteúdos relacionados aos temas já abordados no material
transcrito. Então vamos iniciar este processo, alinhando-nos aos
grandes pensadores da categoria profissional e buscando extrair
daqui o máximo de conhecimentos. Ah, não deixe de postar suas
contribuições no Fórum da disciplina. Bons estudos!
WEBAULA 1
Unidade 1: Fundamentos Históricos, Teóricos e
Metodológicos do Serviço Social I

Figura 2: Início dos Trabalhos

Fonte: Disponível em:


<https://www.google.com.br/search?biw=1821&bih=882&tbm=isch&sa=1&ei=qvBpW8n9OYKgwATty5
vwAQ&q=planejamento&oq=planejamento&gs_l=img.3..0l10.41171.44452.0.44885.19.11.0.2.2.0.307.
1810.0j3j4j1.8.0....0...1c.1.64.img..9.10.1835.0..0i67k1j35i39k1.0.5Y_jH4gMRqw#imgrc=rZb1lPyBBP6
hfM..Acesso em: 07 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Saudações, caro discente, vamos iniciar nossos estudos revelando a origem do Serviço
Social no mundo. Veja que nossos argumentos vão favorecer a compreensão de que
este fenômeno histórico faz parte de um processo maduro da sociedade capitalista, que
terá como pano de fundo o desvelamento da questão social. Neste momento da
disciplina, você já deve ter compreendido que a questão social tem seu ponto de
partida na primeira metade do século XIX, no continente Europeu.
Figura 3 – Questão Social

Fonte: Disponível em: <https://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2007/09/revolucao-


industrial.jpg>. Acesso em: 03 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Pois bem, deste modo apenas sinalizamos para uma breve


recuperação de sua memória de que a questão social se
manifestou diante das condições subumanas em que os
trabalhadores se viam inseridos na Europa, o que culminou
com a tomada de consciência política por parte dos
trabalhadores, adquirindo assim a ciência de que tais mazelas
– as diferentes formas de condições de vida aviltante em que
estavam inseridos - eram frutos de escolhas de uma classe
social. Assim, o movimento dos trabalhadores, no início deste
conflito, foi buscar conquistar os locais de decisão política
para conseguir melhores condições de vida à sua classe.
Link
Aprofundando conhecimentos. Acesse o link e leia o Texto da
Professora Ednéia Machado sobre a questão social e seus
rebatimentos junto ao Serviço Social.

Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/ssrevista/c_v2n1_quest.htm>.


Acesso em: 12 set. 2018.

Questão para Reflexão: Agora que você já leu o texto, destaque o que é a
Questão Social e sua gênese.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Sim, isso mesmo, diante das condições de exploração da classe


trabalhadora, e de suas incansáveis investidas colocando em
risco o próprio sistema capitalista, é que tivemos a necessidade
de alterações das funções do Estado, buscando mediar também
os conflitos sociais com as ações que ultrapassavam o uso da
força, como era tradicionalmente utilizada. É assim que
argumentamos que foi por meio da pressão política dos
trabalhadores que o Estado impulsionou o surgimento de ações
e medidas que pudessem atender parcialmente às
reivindicações destes trabalhadores sem, contudo, ferir
centralmente os interesses da classe dominante.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

FIGURA 4: Otto Von Bismack Chanceler da Alemanha


1873

FONTE: Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Otto_von_Bismarck>. Acesso


em: 03 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Assim, buscando dar resposta às pressões dos trabalhadores, é


que surgiram os germes da profissão, visto que a primeira metade
do século XIX deflagrou a questão social e esta impulsionou
diferentes revoluções. E assim, diante desta necessidade:

A tarefa de racionalizar a assistência impusera-se ao final do século


XIX, pois os trabalhadores revelaram-se inarredáveis de sua causa,
não obstante tivessem sofrido importantes derrotas naquele
momento. Da aliança da alta burguesia inglesa com a Igreja e com o
Estado nascera, sob a iniciativa da primeira, a Sociedade de
Organização da Caridade. Em seus esforços de racionalizar a
assistência, ela criara a primeira proposta de prática para o Serviço
Social no terço final do século XIX (MARTINELLI, 2011, p. 99).
Link
Saiba mais sobre a questão social e as origens das
proteções sociais. Acesse o link e assista ao vídeo.

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=EghWsKZ12eA>.


Acesso em: 12 set. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Assim, colegas, nesta viagem que estamos fazendo, vamos ter, em


1869, na Inglaterra, a criação da Sociedade de Organização da
Caridade. Esta instituição foi concebida como a primeira forma de
racionalização do Serviço Social, uma vez que se identificava a
necessidade de enfrentar o pauperismo crescente ultrapassando as
fronteiras da Inglaterra ainda naquele século. Afirmamos também
que, por meio desta Organização, os chamados “agentes sociais” que
operacionalizavam suas práticas, não se identificavam com os
objetivos da classe trabalhadora, e suas ações eram levadas por
voluntários, oferecendo auxílio material e educação moral, uma vez
que o argumento utilizado era de que a pobreza era decorrente de
fragilidades próprias do indivíduo e mais ligada à moral (POTYARA,
2011, p. 82).
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

FIGURA 5: Organização Assistencial do Rio de Janeiro, século XIX

FONTE: Diponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-


C59702001000400006http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-
59702001000400006>. Acesso em: 03 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Destaca-se o papel relevante de uma personalidade, a Sra. Mary Richmond


(05/08/1861 a 12/09/1928). Ela é considerada uma pioneira da profissão, e
afirmava que os agentes sociais deveriam estar capacitados para agir sobre a
pobreza. Estas ações culminam com a fundação da primeira Escola de Serviço
Social, em 1899, em Amsterdã, na Holanda.
FIGURA 6: Mary Richmond

FONTE: Disponível em:


<https://en.wikipedia.org/wiki/Mary_Richmond#/media/File:Mary_Ellen_
Richmond.png>. Acesso em: 03 ago. 2018.
Link
Aprofunde seus conhecimentos descobrindo mais sobre a
influência norte-americana sobre o Serviço Social brasileiro.

Disponível em: <http://www.cressrj.org.br/site/wp-


content/uploads/2016/05/067.pdf>. Acesso em: 12 set. 2018.

Questão para Reflexão:


Agora que você já leu o artigo, descreva as principais influências norte-
americanas herdadas pelo Serviço Social brasileiro.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Então, colegas, vimos até aqui o surgimento do Serviço Social no mundo e temos
como missão conhecer a entrada da profissão na América Latina. Deste modo,
temos que a primeira escola de Serviço Social neste continente se alocou no Chile,
em 1925, sob uma iniciativa do Estado e, posteriormente, foi encampada pela
igreja Católica. Assim, foi no Chile que surgiram os germes iniciais da profissão,
trazendo um Serviço Social alinhado com o modelo europeu.
FIGURA 7: CHILE

FONTE: Disponível em: <https://br.depositphotos.com/12785971/stock-illustration-


republic-of-chile-vector-map.html>. Acesso em: 03 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Foi também nessa década que tivemos a grande crise


econômica que levou a uma falência global do capitalismo
liberal, sendo esta gerada por um processo desordenado
de superprodução, trazendo efeitos devastadores para os
países que se viam debaixo desse sistema. Destacamos
aqui o processo de subalternização imposto pelo projeto
capitalista central, que conduziu a América Latina como
continente periférico fornecedor de materiais para os
processos de industrialização mais complexos
desenvolvidos por outros continentes e onde se
intensificaram os efeitos da crise.
Link
Saiba mais sobre a crise de 1929. Acesse o link e assista
ao vídeo:

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=uX8mwkiNRig>. Acesso


em: 12 set. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Quando referimos que os germes iniciais da profissão em nosso continente surgiram no


Chile, trazemos a exemplo de outras sociedades inseridas no mesmo continente que a base
de inserção da profissão foi de cunho religioso, inspirado no modelo Europeu. Sabe-se ainda
que tal profissão buscou legitimar os processos de acumulação capitalista e que de início
tinha-se por posicionamento a busca de assepsia sob o pressuposto de que se tratava de
uma profissão iminentemente técnica e que sua postura não poderia deixar contaminar por
influências políticas. Como visto, futuros assistentes sociais, a entrada do Serviço Social no
continente atendeu a um processo de intensificação do capitalismo.
FIGURA 8: Acumulação Capitalista

Fonte: disponível em: <http://kaosenlared.net/wp-content/uploads/2017/08/3b257e3f-a7bb-


4699-9de6-b90dbdf964dd.jpg>. Acesso em: 03 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Já com relação ao Brasil, temos que o Serviço Social também veio atender às
mesmas demandas que a requeriam de forma mais genérica no continente latino-
americano, identificando que a profissão tem seu ponto seminal em nosso país na
década de 1920. Aqui também percebemos a presença de obras sociais de
caridade que atendiam historicamente à população em decorrência da ausência de
ações estatais e sua estreita ligação com o Clero, com claros fins ideológicos.

FIGURA 9: Indústria Brasileira 1931

Fonte: disponível em: <https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/AEraVargas1/anos30-


37/PoliticaSocial/MinisterioTrabalho>. Acesso em: 05 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Iamamoto e Carvalho (2000) ressaltam que as protoformas do


Serviço Social no Brasil estão alicerçadas após o Tratado de Versailles,
com o fim da primeira guerra mundial. Com este Tratado, houve uma
maior regulamentação das legislações trabalhistas sendo que foi
nesse período que pudemos identificar o aparecimento de
organizações ligadas à fé Católica, como a Associação das Senhoras
Brasileiras, em 1920, a Confederação Católica – que mais tarde seria
denominada de Ação Católica - e a Liga das Senhoras Católicas, em
1923. Estas organizações se diferenciavam das tradicionais obras
sociais, tendo a presença feminina de nomes da burguesia nacional,
destacando-se aqui uma relação política mais próxima do aparelho
estatal e uma gama de recursos que dotavam suas ações de maior
potencial.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

FIGURA 10: Fim da Primeira Guerra Mundial

Fonte: Disponível em:


<https://www.google.com.br/search?biw=1793&bih=846&tbm=isch&sa=1&ei=D_JmW5iBFoKlwAT
M376YDw&q=fim+da+primeira+guerra+mundial&oq=fim+da+primeira+guerra+mundial&gs_l=img.3
..0j0i24k1l8.46258.54785.0.55196.56.21.0.15.15.0.490.2525.0j10j1j1j1.13.0....0...1c.1.64.img..31.24
.2099.0..35i39k1j0i67k1j0i8i30k1j0i30k1.0.FFNfzjTcDTE#imgrc=hPAL6UGqfk2x_M>. Acesso em: 05
ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Podemos visualizar, assim, que gradativamente foram se elevando as


preocupações da Igreja Católica, a fim de exercerem influência junto à
sociedade brasileira. Algumas personalidades assumiram relevância nesse
processo, como a figura de Dom Sebastião Leme, visto que ele exerceu
esforços para intensificar um movimento leigo no Brasil, combatendo
doutrinas presentes nos movimentos operários, como o socialismo e o
comunismo, demarcando as intenções da Igreja Católica:

Têm em vista não o socorro aos indigentes, mas, já dentro de uma


perspectiva embrionária de assistência preventiva, de apostolado social,
atender e atenuar determinadas sequelas do desenvolvimento capitalista,
principalmente no que se refere a menores e mulheres.
(IAMAMOTO E CARVALHO, 2000, p. 166)
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

FIGURA 11: Dom Sebastião Leme

Fonte: Disponível em:


<http://www.igrejaortodoxahispanica.com/Biografias/Sebastiao_Le
me_da_Silveira_Cintra.html>. Acesso em: 05 ago. 2018.
Link
Aprofundando conhecimento.
Quer ler um pouco mais sobre a influência da Igreja Católica junto à
gênese do Serviço Social.

Disponível em: <


http://servicosocialalgosobre.blogspot.com/2010/10/surgimento-do-
servico-social-na-europa.html>. Acesso em: 12 set. 2018.

Questão para Reflexão: Agora que você já leu um pouco mais sobre
este tema, destaque as bases do Serviço Social no Brasil e faça suas
observações sobre tal influência nos dias atuais.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Como vimos, as bases para o surgimento do Serviço Social brasileiro se deram em


plena efervescência de um movimento político de alteração de poder, que
culminaria na década de 1930. Uma das organizações que se destacaram nesse
processo embrionário do Serviço Social foi a organização da Ação Social Católica,
que lançou suas ações sobre a classe operária, materializando-se na
institucionalização da Juventude Operária Católica (JOC) e ainda outras derivações
desta, tais como: a Juventude Estudantil Católica, Juventude Independente
Católica, Juventude Universitária Católica e Juventude Feminina católica.

Desde a sua primeira encíclica Ubi Arcano Dei, de 23 de dezembro de 1922, sobre a
paz, o Papa Pio XI lançara a ideia da Ação Católica, chamando a atenção dos fieis para
seu papel ativo no apostolado hierárquico da igreja [...] O Papa Pio XI preocupava-se
com a situação que a Igreja vinha atravessando pela escassez de clero, insuficiente
para as necessidades da época, e pela penetração do laicismo em vários países; além
disso, a autoridade moral dos padres estava sendo atacada pelo comunismo e pelo
socialismo, que os denunciavam como inimigos da classe operária (BATTINI, 2009, p.
60).
Link
Saiba mais sobre o movimento da Juventude Operária
Católica. Acesse o link e assista ao vídeo:

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=sgE--Ce6Lso>. Acesso


em: 12 set. 2018>. Acesso em: 12 set. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

O país, além de uma crise política, experimentava uma intensificação do


capitalismo nacional com a chegada dos imigrantes no início do século, que
forçaram as relações trabalhistas visando aprimorar o processo de
assalariamento e todos os demais direitos que provinham dessa relação.
Desse modo, já na década de 1930 tivemos a identificação da Ação Católica
para atuar junto à questão social cunhada sobre os preceitos da Doutrina
Social da Igreja Católica.

A influência da Ação Social Católica no Brasil, sem dúvida foi um fenômeno


traduzido em momentos mais diversos. Ela se disseminava por meio de
encontros e discussões de estudos, sistematicamente realizados com as
lideranças da Igreja e os movimentos a ela vinculados. As Semanas Sociais,
que proporcionavam encontros entre os participantes dos vários
movimentos católicos existentes (BATTINI, 2009, p. 67)
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

FIGURA 12: Doutrina Social da Igreja Católica

Fonte: Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Pio_XI>. Acesso


em: 05 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Um momento emblemático desse processo se deu em 1932, quando da realização do Curso


Intensivo de Formação Social para Moças, com a presença de Mle Adèle de Loneux, que era
professora do curso de serviço social de Bruxelas, e sob seus apelos e coletivização de suas
ideias teve início a instituição do Centro de Estudos e Ação Social, sendo que o objetivo
central do CEAS era proporcionar a formação dos seus membros por meio do estudo da
Doutrina Social da Igreja Católica, fundamentando suas ações com este embasamento. O
CEAS estava constituído de dois grupos, sendo eles a Ação Católica e a Ação Social, e estes
dois grupos constituíram o público da primeira escola de Serviço Social fundada em 1936 na
cidade de São Paulo. Iamamoto & Carvalho (2000).
FIGURA 13: Operárias década de 1930

Fonte: Disponível em: <http://www.conib.org.br/memoria/pagina/24>. Acesso em : 05 ago. 2018.


WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Vejam bem, estimados discentes, o curso tinha caráter de formação técnica,


e não superior, embasado no neotomismo, disseminando a ideia de que o
homem era um ser livre, com Inteligência, inserido socialmente, e que junto
à esta sociedade devia encontrar os meios necessários para a sua
sobrevivência e seu desenvolvimento, sendo disseminado o ideário do bem
comum. Foi nesse período que no Brasil foram identificados os primeiros
cursos de profissionalização, comprovando assim o vínculo estreito entre o
Estado e a Igreja Católica, a principal estimuladora organizacional do Serviço
Social. Já com relação ao surgimento da segunda escola de Serviço Social
temos seu registro em 1937, na cidade do Rio de Janeiro. Seu processo de
implantação também se deu ligado junto ao CEAS e aos esforços da Igreja
Católica para a retomada de sua influencia, ou como nos dizeres de seus
precursores, na recristianização da sociedade.
Link
Aprofundando conhecimento

Quer conhecer mais sobre a história do Serviço Social no Brasil. Acesse o link e
embarque nesta viagem:

Disponível em: < http://cress-mg.org.br/hotsites/Upload/Pics/ec/ecd5a070-


a4a6-4ba1-8e4a-81b016479890.pdf>. Acesso em: 12 set. 2018.

Questão para Reflexão: Agora que você se aprofundou sobre a história do


Serviço Social brasileiro, faça uma reflexão sobre a conjuntura específica de
sua emersão e suas fragilidades teóricas.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

É também flagrante nesse processo de aprendizagem que com a


criação das escolas os pressupostos de profissionalização da
prestação da assistência seriam alcançados, mas não só, como
também um processo de aprimoramento de apostolado. Assim, ao
legitimar as intervenções no campo social, buscaria o Serviço Social,
por meio de sua intervenção não violenta, proporcionar orientação e
resoluções de conflitos, como também a provisão material. Desse
modo, Batinni (2009) afirma que as primeiras escolas estavam
abrindo caminho e implantando o serviço social junto a diversos
órgãos públicos e instituições particulares. A autora aborda que uma
dessas iniciativas se refere a implantação do Serviço Social no
departamento de Assistência Social de São Paulo, o qual era ligado à
Secretaria de Justiça e Negócios do Interior.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Este órgão absorveu, enquanto assistente social, Maria Kiehl, que havia partido
para Amsterdã na realização do curso de serviço social, sendo ela uma das
primeiras profissionais a atuar no Brasil. Também cabia ao departamento a
estruturação das ações de Serviço Social aos “menores”, aos desvalidos, aos
trabalhadores, aos egressos dos reformatórios, egressos das penitenciárias e
dos hospitais, além da consultoria jurídica do serviço social. A tônica da ação
do Serviço Social era para os fins de ajustamento à sociedade Tais iniciativas
iriam comungar com a absorção do quadro técnico que estava em processo de
formação no período, revelando um estreito vínculo entre a Igreja Católica, a
qual fora precursora da implantação dos cursos de Serviço Social no Brasil, e
sua legitimação com a absorção dos quadros técnicos em formação. Aqui, já se
percebe que no processo de desenvolvimento da profissão, a formação técnica
vai agregando valor de mercado, sendo reivindicada para assumir funções
específicas em órgãos públicos e instituições sociais.
Link
Saiba mais sobre os espaços sócio ocupacionais do Serviço Social e
seus desafios na contemporaneidade. Acesse o Link e assista ao vídeo
de Marilda Iamamoto:

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zDOnXgCH_1Y>. Acesso


em: 12 set. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Veja bem, também na cidade do Rio de Janeiro, o processo não


foi diferente, contando ainda com a inserção de profissionais
em departamentos públicos e organizações da sociedade civil.
Destaca-se que a cidade do Rio de Janeiro era a capital do país,
sendo dotada de um largo campo industrial e de uma estrutura
de serviço destinados à área social de maior envergadura do
que a do restante do país, isto sem dúvida deve ser ressaltado,
uma vez que o serviço social foi implantado de início nas duas
principais cidades com aparatos industriais mais significativos.
Link
Saiba mais sobre a história do Serviço Social. Acesse o link e assista ao
vídeo comemorativo:

Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=qExDNXsdy2A&t=537s>.


Acesso em: 12 set. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Chegamos ao fim da unidade I de nossa disciplina. Esperamos que nesse processo


você tenha absorvido os conteúdos abordados e realizado a leitura e acesso dos
materiais complementares. Isso sem dúvida irá acrescentar significativamente em
seu processo de aprendizagem. Apenas para nos encaminharmos à conclusão de
nossas atividades, faremos aqui uma breve síntese dos conteúdos abordados,
trazendo à sua memória os momentos mais marcantes do processo de constituição
da profissão destacados.
Figura 16: Síntese de Conteúdos

Fonte: Disponível em:


<https://www.google.com.br/search?biw=1821&bih=882&tbm=isch&sa=1&ei=2vBpW9baCcWrwATE86bgBw&q=tomando+nota&oq=tomando
+nota&gs_l=img.12...1136945.1145083.0.1147881.26.16.1.3.3.0.249.1430.0j8j1.9.0....0...1c.1.64.img..13.10.1094.0..0j0i67k1j35i39k1j0i24k1j0
i10i24k1.0.g3p12pCinn4#imgrc=xLxEMaCjzV7scM>. Acesso em: 07 ago. 2018.
WEBAULA 1
Origem do Serviço Social

Vimos em nosso material que o Serviço Social nasce da busca de resposta para a
questão social, atrelando-se assim uma dimensão política à sua natureza.
Observamos ainda que a gênese dessa profissão está localizada na Europa,
vinculada à Igreja Católica e sua doutrina social. Identificamos que a primeira
experiência dessa profissão na América Latina se deu no Chile, na década de 1920,
emergindo em território nacional na década de 1930, sob a inclinação do modelo
Europeu. Destacamos o forte vínculo da gênese do Serviço Social brasileiro com a
Igreja Católica, incidindo sobre as massas iniciais dos operários nos grandes centros
urbanos de São Paulo e Rio de Janeiro. Ressaltamos os primeiros postos de
trabalho e suas atividades, revelando ainda o perfil feminino da profissão nos seus
primeiros anos.

Agora é com você, registre suas ideias no Fórum e faça-se ouvir.


Questão
para
reflexão
Agora que compreendemos os primeiros passos do
Serviço Social, busque em conjunto com os seus colegas
de classe sintetizar a ênfase da atuação da profissão no
Brasil, bem como suas principais fontes teóricas.
Não obstante, identifique os primeiros espaços de atuação
profissional e os motivos que sustentavam uma dita
assepsia política desse profissional.
Bom trabalho!
Referências Bibliográficas

BATINNI. Odária. As Determinações Sócio-Históricas do Serviço Social No Paraná. Gênese e


Institucionalização 1940/1959. Londrina: Eduel, 2009.
IAMAMOTO, Marilda & CARVALHO de Raul. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil.
Esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 13 ed. São Paulo. Cortez; , 2000.
MACHADO. Ednéia Maria. . Questão Social: Objeto do Serviço Social?. In Revista Serviço
Social Em Revista. Disponível em:
<http://www.uel.br/revistas/ssrevista/c_v2n1_quest.htm>. Acesso em: 10 ago. 2018.
MARTINELLI. Lúcia Maria. Serviço Social. Identidade e alienação. 16 ed. São Paulo. Cortez,
2011.
PEREIRA. Mariana Figueiredo de Castro. A influência norte americana na construção da
identidade profissional e seus rebatimentos na atualidade. In: 80 Anos de Serviço Social no
Brasil.:. Disponível em: http://www.cressrj.org.br/site/wp-
content/uploads/2016/05/067.pdf. Acesso em: 10 ago. 2018.
PEREIRA. Potyara A. P. Política Social. Temas & questões. 3 ed. São Paulo. Cortez, 2011.
Referências Bibliográficas

SILVA Anália Barbosa. SILVA Diego Tabosa. JUNIOR Luiz Carlos de Souza. O Serviço Social no
Brasil: Das Origens à Renovação ou o “Fim” do “Início”. Disponível em: <http://cress-
mg.org.br/hotsites/Upload/Pics/ec/ecd5a070-a4a6-4ba1-8e4a-81b016479890.pdf>. Acesso
em: 10 ago. 2018.

Você também pode gostar