Você está na página 1de 22

CRESCIMENTO E REGENERAÇÃO DE TECIDOS

DIFERENCIAÇÃO CELULAR
Crescimento e regeneração de tecidos
A divisão celular, além de permitir a
reprodução e o crescimento dos seres
pluricelulares, é ainda responsável pela
manutenção da integridade dos indivíduos
adultos, dado que permite:

 a renovação constante de células (como


por exemplo, as hemácias, células da
epiderme da pele, do intestino);

 a regeneração de tecidos nas zonas


danificadas, incluindo a reconstituição de
membros completos.
Qual é o destino das novas células?

 continuar
a dividir-se;
Após terminar a divisão celular, a célula pode:

manter-se em fase G1
(também chamada G0);

 diferenciar-se
e especializar-se
Diferenciação celular
Tecido muscular
cardíaco Tecido nervoso

Tecido muscular Tecido epitelial

Tecido conjuntivo Tecido cartilagíneo

Sangue Tecido ósseo

Apesar de possuírem a mesma informação genética, as células de um


organismo constituem tecidos e órgãos muito diversos, onde assumem formas
e funções completamente diferentes.
Diferenciação celular
Para que, a partir de uma célula inicial, se obtenha uma variedade tão grande de
células, é necessário que ocorra um processo de diferenciação.

Ao longo do desenvolvimento
de um indivíduo ocorre, em
regra, um conjunto de
processos através dos quais
células geneticamente
idênticas se especializam no
sentido de desempenharem
uma ou várias funções –
especialização bioquímica e
morfológica.
Diferenciação celular
O ovo é a primeira célula de um organismo (célula totipotente), com
capacidade de originar células-filhas, as quais poderão originar diferentes
tipos de células, capazes de originar um indivíduo completo.
Diferenciação celular

Multipotente
Diferenciação celular

Células Estaminais

• Indiferenciadas
• Capacidade de divisão
indefinida no tempo
• Capacidade de
diferenciação
• Capacidade de gerar
células de diferentes
tecidos
Diferenciação celular

Potencial de
Totipotentes diferenciação ilimitado,
capacidade de gerar
um organismo.
Ovo e 1ªs células

Embrionárias Grande
capacidade de
Células Pluripotentes diferenciação –
Estaminais células do
mesmo sistema

Reduzido potencial de diferenciação –


Adultas Multipotentes células do mesmo tecido
Diferenciação celular

Células que se podem multiplicar Células especializadas num tipo de tecido


indefinidamente e originar diferentes tipos de
células, mas sozinhas já não conseguem
originar a totalidade do organismo
Diferenciação celular
Calcula-se que cada célula diferenciada possua, num determinado
momento, apenas 5% a 10% do seu DNA ativo.

A restante informação genética alterou-se e perdeu-se de forma


irreversível ou está simplesmente “adormecida” por inibições de
vária ordem?

Fragmentos
da raiz da
cenoura

Cenoura
Embriões adulta

Separação das células Plântula


individuais, que crescem
numa solução de nutrientes
REGULAÇÃO DA
EXPRESSIVIDADE
DOS GENES
Regulação da expressividade dos genes

 Em cada célula, apenas uma parte do seu genoma está a ser expresso,
determinando as suas características;
 Esse processo de diferenciação resulta da regulação da expressão dos genes.
Regulação da expressividade dos genes

Presença de
inibidores

As células Podem formar- Tempo de Presença


diferenciadas se diferentes vida das de
transcrevem mRNA a partir moléculas de inibidores
apenas alguns de um pré- mRNA
dos genes que mRNA transcrito
possuem

- No genoma existem genes que regulam o funcionamento de outros genes,


fazendo com que numas células sejam ativados determinados genes e
inibidos outros.
Regulação da expressividade dos genes
Fragmentos
da raiz da
cenoura

Cenoura
Embriões adulta

Separação das células Plântula


individuais, que crescem
numa solução de nutrientes

Uma célula diferenciada pode reverter o processo de diferenciação, tornando-


se novamente indiferenciada. Desta forma, estas células podem originar todos
os tipos de células especializadas necessárias para originar um indivíduo
completo.
As células diferenciadas conservam todo o seu DNA, embora apenas uma
parte desse DNA esteja ativa:
diferentes células  diferentes funções  diferentes genes ativos
Clonagem
Clonagem terapêutica
Clonagem terapêutica
Diferenciação celular e cancro

Pode ocorrer a
apoptose (morte)
da célula
O ciclo celular possui pontos de controlo, constituídos por proteínas. A
alteração da expressão dos genes pode conduzir à perda dos
mecanismos de regulação do ciclo celular.
Diferenciação celular e cancro
Quando os mecanismos de controlo do ciclo celular são ou
estão alterados, as células perdem a capacidade de limitar e
de comandar o seu próprio crescimento.
Inicia-se, assim, uma divisão descontrolada, com as células
a dividirem-se e a multiplicarem-se muito rapidamente e de
forma aleatória o que, com o tempo, dará lugar a um tumor
– massa formada pela divisão repetida de células
anormais.
In http://www.pop.eu.com/portal/publico-geral/o-cancro2.html

Aumento do número de Desenvolvimento


células (que se dividem anormal de um
mais rapidamente do tecido, devido ao
que o habitual) no tecido crescimento de
de uma área específica. células alteradas.
O cancro tem, assim, origem nas células, e é a
consequência das células receberem mensagens
"erradas", provenientes dos seus genes.

A investigação molecular recente demonstrou que,


por vezes, um gene que tem estado inativo, nas
células normais, por algum motivo entra em atividade
e pode ser responsável por estas mensagens
inadequadas. Estes genes “promotores” do cancro
são designados "oncogenes".
In http://www.pop.eu.com/portal/publico-geral/o-cancro2.html
Fatores de risco do cancro
 Envelhecimento
 Fatores ambientais  Luz solar
 História familiar  Radiação ionizante
 Agentes químicos e
outras substâncias

Você também pode gostar