Você está na página 1de 4

U2

Apêndice

Gabaritos comentados com respostas-padrão

LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO: UNIDADE 2

Gabarito 1 – Faça Valer a Pena – Seção 2.1


1. Letra C.
Comentário: Quando procuramos a palavra liderar nos dicionários,
encontramos principalmente os termos dirigir, conduzir e orientar. Esses
termos definem exatamente o que um líder deve fazer. Inspirar confiança nas
pessoas de modo que elas se sintam estimuladas e influenciadas a alcançar os
desafios e as metas propostas pela organização, orientando-as sempre que
necessário. O líder é quem conduz a equipe, aquele que usa sua autoridade,
respeitando às pessoas e oferecendo um meio de trabalho para que todos
desenvolvam suas atividades por vontade própria sempre em busca de um
objetivo comum.

2. Letra A.
Comentário:
Poder Legítimo - poder formal concedido pela posição ocupada na
organização.
Poder de Recompensa - poder de conceder recompensas, financeiras ou
não, a outras pessoas.
Poder de Coerção - poder que tem origem na autoridade de aplicar punições
nos colaboradores.
Tanto o poder de posição como o poder pessoal são importantes na liderança.
O poder formal do cargo, o poder de recompensar ou punir alguém, o poder
de possuir um conhecimento ou habilidade ou de influenciar as pessoas
através de respeito e admiração são todos muito importantes, cada um com
seu papel dentro da liderança.

Liderança e Motivação 1
U2

3. Letra E.
Comentário: O poder legítimo representa o poder que uma pessoa recebe
como resultado da sua posição na hierarquia organizacional. É uma posição
de autoridade que oferece poderes de coerção e de recompensa. Porém, o
poder legítimo é mais amplo do que o poder para coagir ou recompensar.
Inclui a aceitação, por membros de uma organização, da autoridade de
uma posição. A pessoa tem o direito, considerando a sua posição e as
responsabilidades do seu cargo, de esperar que você concorde com pedidos
legítimos.

Gabarito 2 – Faça Valer a Pena – Seção 2.2


1. Letra D.
Comentário: As cinco categorias da Teoria da Hierarquia das Necessidades de
Maslow são: fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e de autorrealização.

2. Letra E.
Comentário: David McClelland criou a Teoria das Necessidades Adquiridas,
que é fundamentada na premissa de que as pessoas adquirem ou aprendem
influencias que não são organizacionais e, sim, culturais, familiares, pessoais,
dentre outras.

3. Letra B.
Comentário: A teoria da expectativa parte do pressuposto que a força da
tendência para agir de determinada maneira depende da força da expectativa
de que essa ação trará certo resultado e da atração que esse resultado exerce
sobre o indivíduo. Dando um exemplo mais prático, um funcionário sente-
se motivado a despender um esforço quando acredita que isso resultará
em uma boa avaliação de desempenho; que a boa avaliação resultará em
recompensas organizacionais; e que essas recompensas satisfarão suas
metas pessoais.

Gabarito 3 – Faça Valer a Pena – Seção 2.3


1. Letra D.
Comentário: Todas essas características e habilidades do líder carismático
irão contribuir para o estimulo da motivação nos colaboradores, despertando
o desejo de segui-lo e gerando um ambiente sempre motivador.

2 Liderança e Motivação
U2

Abdicar-se de responsabilidades e evitar tomar decisões, deixando que os


colaboradores o façam, são características do estilo de liderança laissez-faire,
que deixam os colaboradores perdidos e não motivados.

2. Letra B.
Comentário: Também são exemplos de resquícios ineficazes de liderança
pessoas que acreditam que já fizeram sua parte do trabalho e atribuem aos
outros colegas de trabalho as demais responsabilidades da equipe. Fatores
como esses, podem fazer com que a equipe não alcance os objetivos
organizacionais propostos, tornando-se uma equipe ineficaz por meio de
uma liderança desatenta.

3. Letra A.
Comentário: Para o líder, fazer a gestão da mudança nada mais é do que
efetuar a gestão das pessoas durante o processo de mudança, afinal, toda
mudança gera resistência. Sendo assim o líder deve convidar sua equipe
a entender a necessidade da mudança, bem como fazer com que ela se
comprometa e se engaje no processo. Neste período, o líder deve ser aquele
que conduz sua equipe a buscar o crescimento, individual e coletivo, pois isso
agregará valor à mesma, que estará mais preparada para enfrentar processos
de mudança.

Gabarito 4 – Faça Valer a Pena – Seção 2.4


1. Letra D.
Comentário: No caso do administrador, ele deve se preocupar com
todos os detalhes operacionais, com o planejamento, com os processos
organizacionais, com os balanços financeiros, bem como com as técnicas
e ferramentas que deverão ser utilizadas na execução dos processos para
alcançar as metas com eficácia. Podemos dizer que o foco de sua atuação
está mais nas tarefas.
No caso do líder, ele se preocupa em conhecer as pessoas com as quais
trabalha, saber o que é motivador para cada pessoa em sua equipe mantendo
o ambiente motivado por meio de motivadores comuns a todos, como, por
exemplo, um ambiente saudável e limpo, estimulando a participação de
todos nas decisões, ouvindo sempre o que todos têm a dizer, desafia seus
seguidores a darem o seu melhor. Podemos dizer que o foco de sua atuação
está mais nas orientações.

Liderança e Motivação 3
U2

2. Letra C.
Comentário: Todas as afirmações são verdadeiras. Segundo Robbins (2005),
esses são papéis essenciais na liderança de equipes. Temos que nos lembrar
sempre de que todo líder lidera uma equipe e não uma única pessoa. Sendo
assim, temos que conhecer cada membro da equipe, mas é fundamental
conhecer o funcionamento do que estamos gerindo. Cada equipe tem sua
própria dinâmica, elegem seus membros mais populares, os mais eficientes
para cada tipo de tarefa, os mais flexíveis e os menos flexíveis, as diferentes
personalidades e papéis dentro do grupo, e tudo isto deve ser minuciosamente
observado pelo líder antes de começar a trabalhar com a equipe.

3. Letra B.
Comentário: A confiança demanda um processo de conhecimento no qual,
aos poucos, vamos entendendo o outro, verificando como aquela pessoa
se comporta, se os valores dela estão de acordo com os nossos e quando,
enfim, estabelecemos um relacionamento com essa pessoa, podemos,
então, confiar ou não nela.

4 Liderança e Motivação

Você também pode gostar