Você está na página 1de 175

Lorelei James

TWKliek
Serie Rough Riders 01

Lorelei James
Longa Caminhada Dura
Série Rough Riders 01

Channing Kinkaid morre por uma aventura no selvagem oeste com um homem indomado.
Então conhece Colby McKay, o selvagem vaqueiro que monta touros, e amarrava broncos. Sabe
que encontrou uma mulher que está disposta a deixar levar. Intrigado pela atrevida proposta de
Channing de "cavalgar juntos" no caminho, Colby propõe uma aventura sexual que não só inclui
sua cama, mas também a de seus dois companheiros de rodeio e de viagem. Poderá Channing
entregar o controle total? Especialmente, quando nem tudo é o que parece com este sexy trio?

Disp em Esp: MR
Envio do arquivo: Gisa
Revisão Inicial: Cris Reinbold
Revisão Final: Elaine P
Finalização: Tessy
Formatação: Greicy
TWKliek
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Comentário Cris Reinbold: Quem na vida não teve um sonho de se aventurar pelo mundo?
Com uma narrativa espetacular, onde quase parece que você esta vivendo junto com os
personagens, com descrições precisas e cheias de detalhes, acontece uma linda historia de amor
entre duas pessoas que descobrem através de suas experiências sexuais o verdadeiro sentido de
pertencer um ao outro.

Comentário Elaine P: História quente e envolvente. A mocinha em busca de realizar seus


sonhos sexuais enfrenta todas as situações de frente, mesmo nos momentos de medo não recua.
Está sempre se superando. O mocinho mesmo gostando de estar no controle, permite que ela
aproveite todas as oportunidades, ante de declarar que ela pertence a ele e não mais ninguém".
Para quem gosta de uma história quente e envolvente o livro é ótimo. Eu adorei!!!!!!!!

Comentário da Tessy: A História começa muito hot... Mas sem muito sentido... Mas me
surpreendeu, pois se desenvolveu e ficou cada capitulo melhor!! Muito melhor!!... E envolvente...
E muiiiiiiiito Quente!!!! ADOREI.

CAPÍTULO 1

Em uma bebedeira atrevida depois de muitos kamikazes1, Channing Kindaid encontrou a si


mesma de pé sobre o balcão de um bar, enquanto um garçom chamado Moose orvalhava seu seio
com cerveja gelada.
— Participante número quatro! Mostra o que tem neném!
Channing tirou seu proeminente seio, mamilos endurecidos pelo frio da cerveja. Eclipsou
totalmente às outras participantes. Sorriu coquete. Era a primeira vez desde seu décimo terceiro
aniversário que não se sentia envergonhada por ter seios grandes.
Em meio de assobios e gritos fez ainda mais sexy, sacudindo seus quadris. Detendo sobre as
pontas de seus pés para forçar sua camiseta mais acima sobre seu ventre plano.
Abrindo um pouco suas pernas, girou sobre suas botas, inclinou, e tocou seus tornozelos,
sacudindo seus traseiro e seus seios.
A multidão de homens se voltou absolutamente selvagem.
— Yii-haw! — Gritou ela e saltou da mesa.

1
Coquetel que leva o nome dos famosos suicidas japoneses que se sacrificavam juntos com seus aviões na Segunda Guerra
Mundial, estrelando-se para eliminar os objetivos inimigos. Composto de vodca, triplo seco e limão.

2
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Nunca, nem em um milhão de anos, algumas das pessoas que a conheciam desde menina
acreditariam que Channing pudesse entrar em um concurso de camisetas molhadas, muito menos
ganhar o primeiro lugar.
Um pequeno coro da canção de Toby Keith “O que pensa de mim agora?” Soou em sua
cabeça e sorriu.
Depois de receber felicitações de alguns vaqueiros admiradores e alguns jovens da
fraternidade, verteu um kamikaze fresco em seu monopolizado troféu.
Brindou com seu reflexo em um espelho quebrado atrás do bar e gostou muito do que viu.
Olhou a seu redor, meio assustada ao ver Jared aproximando dela, tentando arruinar sua
diversão tentando levar a celebrar sua vitória em particular. O homem era realmente antissocial. E
maldição, ela por fim estava se divertindo.
O bar estilo Velho Oeste estava arrebentando. Jared odiava as multidões, mas também
odiava deixá-la em meio de uma, especialmente se estava composta por homens bêbados e
excitados. Aonde poderia ir?
E de verdade importava?
Um doce e quente fôlego fez cócegas em sua orelha.
— Procurando alguém, preciosa?
Channing inclinou sua cabeça. Colby McKay, o rei do circuito de rodeio, estava olhando
fixamente. De longe parecia muito bonito. De perto era sempre devastador. Olhos azul gelo,
cabelo castanho escuro e traços marcados que não faziam parecer o típico vaqueiro, mas sim
recordavam a imagem de um poeta melancólico.
Seu tonificado corpo falava de suas proezas atléticas com cavalos e touros; seus braços
fortemente musculosos e suas grandes mãos calosas falavam de sua habilidade com as cordas.
Mmm. Mmm. Era delicioso e sabia. Da mesma forma que sabia que fazia sentir assustadiça como
um potro.
Ela sacudiu seu cabelo atrás de seu ombro, um gesto nervoso que esperava que ele lesse
como recusa.
— Hey Colby. Viu Jared?
— Está no banheiro, falando em seu telefone celular — O chamativo vaqueiro sorriu,
deixando ver suas covinhas — O que deixa desatendida. O que é uma verdadeira lástima. Dança
comigo.
Seu estomago retorceu, uma reação que decidiu culpar o licor, e não a intensamente sexy
forma em que Colby estava estudando-a.
Está bem, era uma mentira total. Ela sempre agia como muda cada vez que estava tão perto
de Colby, e de seu igualmente sexy companheiro de viagem, Trevor Glanzer.
Jared a mantinha afastada, por isso não pode confirmar os rumores de que Colby e Trevor
eram os meninos maus do circuito. Ela sabia que eram competidores ferozes; eles trabalhavam
duros e jogavam duros, dentro e fora da arena. Havia visto fanáticas das fivelas de todas as idades
competindo por sua atenção.
Mas ela, a pequena trapaceira da cidade de ninguém Channing Kinkaid, capturou o interesse

3
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

de Colby.
Assim, por alguma razão desconhecida, Trevor e Colby a cortejavam descaradamente a cada
oportunidade. Algumas vezes separado. Algumas vezes trabalhando em equipe com fortes doses
do velho encanto masculino. A fazia imaginar como seria os ter trabalhando em equipe em
particular.
Woo-ee. Bons que eram montando seus cavalos? Provavelmente terminariam acabando
com a cama. Ou com ela.
— Vamos Channing — Colby tentava enrolá-la — Uma canção.
Levada por sua fantasia de estar no meio de um sanduiche de Colby e Trevor, gaguejou
— Eu… Eu estou toda molhada. E cheiro a cerveja.
O olhar de Colby enfocou em seu seio.
— E não estou queixando.
— Fará uma vez que esteja grudada a você e molhe.
Ele inclinou e murmurou em seu ouvido
— Não, caramelo. Prefiro minhas mulheres molhadas. Realmente molhadas. Eu adoro
quando deixa toda essa umidade sobre mim. Em meus dedos. Em meu rosto. Em meu…
— Colby McKay! — Ultrapassada pela imagem de sua escura cabeça enterrada entre suas
pernas, sua boca brilhante com seus sucos, tentou afastar. Ele não se moveu. O homem estava
redefinido em rocha sólida. Não tinha dúvidas do trabalho que tinham esses touros e broncos
tratando de derrubar.
— Não está tão indignada como pretende me fazer acreditar, Senhorita Channing. De fato —
Mordiscou sua orelha, enviando cócegas em linha direta a seus mamilos — Suspeito que alguém
tão fogosa como você prefira que falem sujos.
O sutil aroma de pinheiro da loção de barbear de Colby, e o quase imperceptível aroma de
macho excitado empaparam sua pele mais exaustivamente que a cerveja. Um calafrio puramente
sexual desatou desde sua cabeça e percorreu até a ponta de suas botas de vaqueira.
— Vêem e dança comigo. Vejamos se podemos expandir essa umidade um pouco — Sem
esperar sua resposta, Colby a arrastou para a pista de dança.
Honky tonk Badonkadonk2, soava dos alto-falantes.
Um segundo depois de serem engolidos pela massa de corpos dançando, Colby a pressionou
contra seu firme corpo. Um homem grande e fornido, seu corpo era realmente duro, de seu peito
bronzeado, até suas perfeitamente exercitadas coxas. Nada de danças lentas para eles. Ele cobriu
sua mão direita com sua esquerda, acomodando sua palma direita na parte baixa de suas costas.
Esse simples toque queimou sua pele como se tratasse de uma marca em fogo.
— Está bem?
Channing assentiu, inclusive quando sentia tonta com a ideia de que o vaqueiro mais quente
do circuito tinha uma ereção por ela, justo aqui, em meio de rainhas do rodeio, empreiteiros,
veteranos e todos outros.

2
Música country do artista Risque Adkins, hit do ano 2005.

4
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Vê? Não é tão mau, não é?


— Não, de fato, isto é bastante bom, Colby — Apoiou sua bochecha em seu peito e suspirou
suavemente.
— Bom? Vou aceitar isso, embora preferisse que fosse travessa — A apertou mais contra si
— Seria ainda melhor se estivéssemos nus — Sussurrou contra sua testa.
Dançar nus. Isso poderia ser interessante. Dava um novo significado ao termo libertino.
As botas ressoavam sobre palco. Homens e mulheres giravam entre brilhos de franjas e
diamantes de imitação. Finalmente Colby falou de novo.
— Posso te perguntar algo, carinho?
— Acho que sim.
— Como terminou com Jared?
Por que não te vi primeiro.
Channing não olhou diretamente; em vez disso estudou os botões perolados de sua camisa
vaqueira quadriculada
— Conhecemos depois da exibição da subida dos touros. Falamos um pouco e contei que
queria uma aventura. Enredamos e aqui estou. Por quê?
— Então, Não está bobamente apaixonada por ele? Esperando que ponha um anel em seu
dedo no final do verão?
— Não — Para falar a verdade, ela suspeitava que equivocasse escolhendo Jared. Debaixo de
seu encantador sotaque australiano escondia um homem volúvel e possessivo cheio de segredos.
Não tinha ideia de que fazer a respeito — Por quê?
— Isto não parece próprio de você.
— O que? Viajar no circuito de rodeio?
— Bom isso também. Mas mais que tudo, referia a uma garota de cidade com classe como
você enredando com esse patético mentiroso.
Channing levantou o olhar. Em vez de ficar raivosa e na defensiva, sacudiu suas pestanas e
adoçou seu tom.
— Por que, Colby McKay, não me dei conta do muito que se preocupa em proteger minha
inocência.
— Não é sua inocência o que me preocupa.
— Então o que?
Seu olhar faminto capturou cada traço de seu rosto, enfocando principalmente em sua boca.
O calor de seus olhos percorreu suas costas, concentrando em suas vísceras. Sentiu mais exposta
que se a tivesse despido totalmente.
— Jesus. Cada vez que a olho perco o maldito rumo de meus pensamentos.
— Por quê?
— Por que tem o doce rosto de uma menina inocente e o corpo de uma prostituta.
Sua boca caiu aberta.
Estudando seus olhos, Colby sorriu diabolicamente e inclinou sua cabeça. Aproveitando de
seus lábios abertos, sua língua introduziu em sua boca. Não houve nenhum beijo forte ou rápido.

5
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Tão só um fugaz toque de seus suaves lábios. Um movimento persistente de sua língua aveludada.
Seu fôlego quente misturou com o seu e seu pulso acelerou. Em todas as partes.
OH. Enquanto sua talentosa língua deslizava junto à sua, qualquer pretensão de resistir
desapareceu. Ela saboreou seu gosto; um picante sabor a cerveja, tabaco e creme dental. Outro
calafrio percorreu e gemeu suavemente.
— Isto te surpreende carinho? — Murmurou ele, contra o canto de sua tremula boca.
Channing forçou seus lábios traidores a afastar de seu calmo assalto.
— O que me surpreende que me classificou como uma puta, igual a essas fanáticas das
fivelas que o seguem por toda parte?
— Não — Seus olhos se acenderam em fogo azul, como se de alguma forma o tivesse
insultado — Eu nunca te chamei de puta. Tampouco disse que seja uma inocente, mas me dou
conta de que decidiu não enfocar nessa parte de minha frase.
— Então explique Senhor McKay.
— Passo mais tempo pensando em você do que deveria Senhorita Channing — Colby não
perdeu o ritmo por um segundo enquanto cuidadosamente introduzia uma coxa entre as suas e
continuava dançando com ela.
Desconcertada pela abrasadora fricção de sua perna esfregando contra sua virilha, ela
simplesmente disse
— No que pensa, quando está pensando em mim?
— Bom, não estou fantasiando tomando a mão e levando da igreja no domingo para
comprar sorvete.
— Não. De verdade?
— Sim. Embora meus pensamentos vaguem em quantas maneiras posso fodê-la até no
domingo.
Um forte rubor percorreu através de seu pescoço.
— Por que faz isto?
— O que?
— Me provocar todo o tempo.
— Não estou provocando. Simplesmente estou deixando claras minhas intenções.
— Não, está falando de suas fantasias. Não de suas intenções.
— Isso quer dizer que pensa que estou falando nada mais? Garanto que não estou
brincando, Channing querida — Ele acariciou sua testa, deixando suaves e úmidos beijos de seu
cabelo até sua orelha. Soprou suavemente. Depois aspirou o ar de novo.
Channing de verdade sentiu a aguda vibração em sua vagina. Este homem selvagem podia
deixá-la empapada com tão somente um sussurro bem arrojado.
— Um pouco travesso, não é? — Seus dedos deslizaram pela borda de sua camiseta. As
pontas calosas de seus dedos acariciavam lentamente a pele ensopada debaixo da cintura de seus
jeans na parte baixa de suas costas — Eu gosto de seu fogo. Uma mulher como você poderia
queimar um homem. E eu desfrutaria de cada quente segundo enquanto me acende em chamas.
Seu fôlego ficou apanhado pelo erotismo de suas simples palavras e seu tentador toque.

6
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Esta tentando ver ate onde pode me pressionar?


— Suspeito que esteja muito envergonhada para admitir que você gosta de ser pressionada
por mim. Ou amarrada, atada, de qualquer maneira que eu queira. A qualquer um de meus
perversos caprichos. E sem dúvida, carinho, conheço as maneiras mais perversas.
Algo desta clara conversa masculinamente sussurrada, deixo-a selvagem. E quente como o
inferno.
— Colby…
— Ssh. Quando saber realmente o que Jared está fazendo, vêem falar comigo antes de fazer
algo precipitado, okay?
— Mas…
— Prometa isso Channing.
— Bem. Mas por que…?
— Porque, coração, estou morrendo por mostrar o que esteve perdendo.
Outra quente explosão de umidade fez presente em suas calcinhas.
— E quanto a Jared?
— Sim, quanto a mim, que companheiro? — Disse Jared.
Ela moveu ao redor com ar de culpa. Merda. Jared estava à espreita há menos de dois
passos de distância, suas mãos descansavam acusadoramente sobre seus quadris fracos, enquanto
os olhava airadamente.
Colby a liberou e recuou
— Nada. Você é um cara sortudo, isso é tudo — Ele inclinou seu chapéu a Channing e lançou
uma piscada — Obrigado pela dança. Nos vemos. Recorda o que disse.
Channing olhou Colby até que ele desapareceu fora da porta lateral, um predador quente de
garotas vaqueiras com botas.
Jared enganchou sua mão e puxou ela em um torpe abraço.
— Sobre o que “ladravam” você e o Rei do Queijo?
— Sobre nada realmente.
— Deveria tomar cuidado com ele e seu cupinxa, Trevor. São um par repugnante, aqueles
dois.
— O que faz dizer isso?
Jared pisou em seu pé enquanto fazia girar na lateral.
— Não viu o modo em que às moças se juntam ao redor deles? Não, que eu inveje os
sujeitos por tomar essas gatinhas, mas caramba! O que eles esperam é que façam não com um, e
sim com ambos? Ao mesmo tempo?
Como seria isso, retorcendo entre dois duros corpos masculinos? Dois jogos de mãos ásperas
que a tocassem. Duas bocas quentes, famintas, beijando, degustando e atormentando cada
polegada de sua trêmula carne. Dois grandes pênis demandando entrar em seu corpo.
— Esta me escutando?
— Então, como é que os viu fazendo… Coisas com uma mulher?
— Bem, sim. Eles não ocultam. Pergunte a qualquer um sobre o que fizeram no ano passado

7
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

depois das aberturas de Cheyenne — Ele inclinou, assim que ela escutou o conto completo — Eles
a tinham estirada nua sobre um montão de cadeiras. Com as mãos atadas atrás de suas costas
com uma corda de amarração. Um lenço cobria seus olhos.
— Estava ela ali de bom grado?
Ele soprou.
— Aquele tipo de mulheres sempre está.
— O que faziam eles?
— Utilizavam como um brinquedo de sucção. Ela chupava o pênis de Trevor enquanto Colby
a cravava por trás. Então trocavam de lugar, como se fossem algum tipo de furadeira chinês. Riam,
e continuavam. Eles não têm nenhuma vergonha, nenhum deles. Nenhum respeito pelas mulheres
tampouco, se perguntar. Então brincaram depois sobre aquele episódio, sobre a apropriada forma
“de fazer pontos sobre uma nova montaria” — Seu olhar fixo se estreitou — Por quê? Caso esse
cabeça de queijo fez alguma proposta?
Quem dera.
— Umm. Não.
— Bom. Mantenha-se longe de seu outro companheiro de viagem, Edgard. Algo sobre
aquele sujeito me enoja de uma maneira ruim.
O asqueroso humor de Jared requeria uma abrupta mudança na conversa.
— Adivinha o que? Ganhei a competição de camisetas molhadas.
— Como bem deveria ser. Tem seios fantásticos, amor — A mão de Jared passou por cima de
seu ventre. Ele deu um puxão em cima da camisa úmida e segurou seu peito esquerdo.
Channing recuou.
— Olá!? Estamos em público.
— E?
— E, se quer me manusear, voltemos para o quarto. — Ela puxou a camisa para baixo para
cobrir seu ventre.
— Ah. Entendi. Pode dirigir seus seios ai no balcão para todos ver, mas no minuto que quero
tocá-los, estão proibidos? Caramba! Poderia ter ficado na parte de trás e conseguir essa atitude.
Um agudo sentido de inquietação formou.
— O que está acontecendo com você esta noite? Comeu um kiwi estragado ou algo assim?
— Não.
— Então deixa disso.
Ele riu severamente. Maldosamente.
— Pequena senhorita Prim and Proper3, o fazemos agora, amor?
Jared espremeu seu mamilo com suficiente força para levar lágrimas a seus olhos. Ela bateu
em sua mão.
— Não estava assim ontem à noite.

3
Afetada e dissimulada. Termo utilizado para descrever alguém que tem requisitos prévios específicos para a masturbação e não
podem alcançar o orgasmo sem eles.

8
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Quanto esteve bebendo?


— Nem de perto o suficiente — Soprou ele belicosamente — Eu deveria fazer essa pergunta
a você.
— Por quê?
— Você sabe por que. Um pouco de coragem líquida é o que necessita.
— Necessitar para que, Jared?
Jared a segurou pelos quadris fortemente com suas mãos, fez girar até que estiveram de
novo de frente e secamente a segurou.
— Umas cervejas a afrouxariam. Quando entregará este apertado traseiro? Já passou uma
semana e estou malditamente cansado de esperar.
Ignorando a combustão de suas bochechas, Channing saiu de seu agarre. Ela agarrou sua
camisa de poliéster com ambas as mãos, arrastando até que eles ficaram nariz a nariz.
— Abaixa sua voz.
— Isto a incomoda? Que as pessoas ouçam que você gosta de fazer coisas repugnantes? Ou
saber que é uma hipócrita para pedir que eu usasse meus dedos em seu pequeno e apertado
buraco, e depois fingir que isso te repugna?
Enfurecida, ela liberou suas lapelas.
— Isso não me repugna. A forma em que está agindo me repugna — Não se envergonhava
de nada que eles fizeram a portas fechadas. Mas ele falando disso como se fosse alguma grande
brincadeira a fazia sentir usada e suja.
— O que acontece? A verdade dói um pouco, amor?
Ela o olhou fixamente. Quem era este homem cruel? Algo o fez saltar esta noite. Antes que
ela pudesse formular uma resposta rápida, Cash Big Crow andou até eles e deu um toque em Jared
no ombro.
Cash era outro formoso vaqueiro quebra corações do circuito de rodeio. Nativo Americano,
baixo e achaparrado, com o cabelo negro comprido que ele usava em uma trança, tinha um sorriso
tão amplo como o transbordar de seu Stetson4 negro. Cash era um pouco mais velho que os
jovens do circuito, e com as pernas ligeiramente arqueadas devido há anos empregados em
montar touros, potros, e tudo que corcoveasse.
— Hoka-Hey. Espero não interromper uma briga de amantes.
— Faz — Grunhiu Jared — Que demônios quer?
— Ei! Acalme-se, companheiro. Somente quero devolver isto à senhora — Deu a Channing
seu troféu — Esqueceu sobre o balcão. Não queria que alguma outra garota roubasse, depois que
trabalhou com tanta força para ganhá-lo — Ele piscou os olhos.
— Obrigado, Cash.
— Ah, e isto — Cash ofereceu um telefone celular prateado a Jared — Deixou esquecido na
lata de lixo.
Jared pegou.

4
Tipo de chapéu vaqueiro.

9
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

—Agradeço. Agora mova e saia daqui, companheiro.


Channing aguentou já bastante de Jared e esteve tentada a perguntar a Cash se podia a levar
de volta ao motel. Deixaria Jared lutar com seu temperamento sozinho. Ela não era sua maldita
babá.
— O que? Esperando uma gorjeta? — Exigiu Jared.
— Já vou — Cash caminhou alguns passos, depois se voltou. Deu um olhar compassivo a
Channing antes de dirigir a Jared — Sua esposa ligou enquanto eu estava no banheiro, é por isso
que o peguei. Quer que a chame em seguida.
Silêncio sepulcral, feio como as aranhas de luzes de chifres de antílope que penduravam em
cima deles.
— Esposa? — Channing repetiu.
Quando o olhar fixo de Jared passou de olhá-la a revoar longe, ela soube a verdade.
O bastardo estava casado. Ele mentiu. A culpa, a vergonha e a fúria surgiram dentro dela.
Jared fez Cash girar para lhe dar um soco.
Sem pensar, Channing às cegas balançou o troféu e golpeou Jared atrás da cabeça.
Ele caiu no piso.
Ela congelou. Merda. O que fez? E se o matou? Passar sua vida em uma prisão do Sul usando
sapatos de papel cor laranja não era parte de sua grande aventura.
Agarrando o troféu como um escudo, deixou cair de joelhos e por acaso esmagou o chapéu
de Jared. Tocou sua cabeça com cautela. Um grande galo sobressaía de sua nuca. Embora não
havia sangue. Era coisa boa que ela batesse como uma menina. Seu peito elevou e desceu,
demonstrando que ele não estava morto.
Um doente tipo de alívio a afundou.
— Ei! Matadora, está bem?
Elevou a vista para Cash.
— Não. Cash. Por favor. Eu não sabia.
— Supus que não fazia, caramelo. Não parece do tipo que têm confusões com homens
casados.
— Não sou — As novas experiências não incluíam transformar-se em uma destruidora de
lares. Seu estômago revolveu — Por favor me tire daqui. Não posso ficar com ele.
— Bem, ele não pode ficar aqui para ser pisoteado. Agarra suas botas. Vamos movê-lo para
fora do primeiro caminho antes que vejamos que fazer com você.
Depois que eles tirassem o miserável Jared pela serragem para um canto escuro, ele
recuperou os sentidos. Esmagou seu chapéu inclinado sobre face e apontou o piso.
Ela duvidava que o idiota sentisse qualquer tipo de vergonha. Só a cólera de ter sido
apanhado.
Cash a levou de lado.
— Ficará em Silver Spur esta noite?
Ela assentiu e abraçou seu troféu.
— Vá pegar suas coisas e dirija para lá. Ponha a dupla segurança na porta. Assegurarei de

10
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

que ele não siga e cause mais problemas. Ligarei amanhã, para ver que está bem.
— Obrigado, Cash.
— Nenhum problema, caramelo. Somente lamento que descobriu deste modo.
Channing saiu do bar sem dirigir a alguém mais do circuito. Descarregou suas três bolsas de
bagagem do caminhão de Jared, e tirou sua garrafa de uísque.
Um néon de seis metros formava uma bota de vaqueiro anunciando o motel Silver Spur, e
indicava-NENHUMA VAGA-Por sorte ela já reservou um quarto. Arrastou seus pertences através
da estrada e dirigiu ao número 111.
Uma vez que teve fechado por dentro, entrou em pânico. O que ia fazer? De maneira
nenhuma ia retornar correndo à vida pesada de que escapou.
Era seu direito confiar em alguém. Teria sido agradável, por uma vez em sua vida, não ter
que ser tão malditamente independente. Equivocada outra vez.
Deveria partir. Em seguida. Esta noite.
As palavras de Colby surgiram: Vêem falar comigo antes de fazer algo precipitado.
A parte assustada dela queria correr para Colby agora mesmo. Demandando saber por que
não disse que Jared era casado.
Mas a seu próprio modo, Colby a advertiu.
Comprovando a realidade: Duvidava que este povoado tivesse uma agência de carros de
aluguel ou ainda, uma parada de ônibus. Nada podia fazer sobre seu dilema esta noite. Trataria
com tudo isso manhã.
Uma vaporosa ducha quente e três generosos goles de uísque mais tarde, Channing
deslizava à deriva em um incomodo sono.

CAPÍTULO 2

Os lábios da mulher deixaram uma linha de batom vermelho debaixo do eixo escurecido
pelo sangue de Colby enquanto ela liberava seu pênis.
— Isso. Abre mais. Assim. Toma todo.
A morena nua inclinou a cabeça. Sua boca suave, quente trabalhou da raiz pulsante à ponta
palpitante de seu pênis. Os sons molhados de chupar acoplaram com seus felizes gemidos
vibrantes, ricocheteando no diminuto banheiro úmido, como um eco erótico.
Colby suspirou e trespassou uma mão através de seu cabelo comprido, tremendo pela
sensação dos fios suaves como de bebê, provocando a parte interior de suas coxas. As agudas
pontas de seus mamilos apunhalaram seu joelho enquanto sua boca balançava da frente para trás,
fazendo que seus grandes seios balançassem tentadoramente.
Ele deslizou suas mãos para baixo por seu rosto e pescoço para começar a roçar esses eretos
brotos entre as pontas de seus dedos. Puxando. Devorando. Retorcendo. Pondo mais duros. Mais
vermelhos. Esperando não ter deixado atrás essas tenazes de mamilo em Salt Lake. Esta mulher

11
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

parecia do tipo aventureiro.


Ela esfregou suas coxas magras, arqueando diante de seu toque mais duro.
— Mais.
— Sim, eu também — Ele moveu seu traseiro para frente no mostrador e estendeu seus
joelhos — Brinca com minhas bolas, carinho — Não a chamou pelo nome porque, francamente,
não lembrava.
Enganchou com ela no bar The Last Chance depois de deixar Channing com Jared. Frustrado,
necessitou algo, alguém, para fazê-lo gozar. Tão rápido como fosse possível. O sexo sempre
esfriava seu temperamento. E se não podia estar com quem ele queria, estaria com alguém que o
quisesse, embora pelas razões equivocadas.
Esta jovem conhecia o resultado final; Uma noite, sem promessas, e poder presumir que
fodeu o número dois de todos os vaqueiros do circuito de Montana e de Plains. Ela dirigiu
diretamente para o assunto no momento que eles retornaram ao motel. Despojando de seus
muitos ajustados objetos. Acariciando sua fivela enquanto deixava cair de joelhos, sugando seu
pênis como uma mulher faminta olhando para um banquete opulento. Caramba, ele nem sequer a
beijou.
Seus pensamentos viajaram para Channing Kinkaid. Jesus. Por que era tanto sua obsessão
com essa pequena fera? Ela nem sequer era seu tipo. Mas um beijo e seu pênis ficou duro como
um prego da ferrovia.
Por um momento permitiu imaginar que era Channing engolindo profundamente. Os
gemidos de deleite de Channing reverberando sobre seu eixo. O cabelo perfumado de Channing
enredado em suas mãos. A língua lasciva de Channing lambendo o que saía da abertura de seu
pênis.
OH inferno sim.
Então longas unhas rasparam através de suas bolas e ele inalou agudamente, esperando dor.
Mas a mulher expertamente rodou sua bola, sabendo exatamente quanta pressão destinar para
seu máximo prazer. Sem perder um lamento ou uma carícia com essa boca tão maravilhosamente
sugadora e a língua malvadamente hábil.
Tão bom como sentia, por muito que ele amasse uma chupada sem nenhum compromisso
adicional, Colby só queria que ela fizesse gozar para poder escapar.
— Mais rápido — Ofegou.— Chupa mais duro. Sim, assim. Algumas carícias mais e sabe que
vou disparar minha carga. Então Trevor se encarregará de você. Conseguiu uma oferta de dois
pelo preço de um esta noite, carinho.
— Hmm.
A porta do banheiro abriu. Ela nem sequer elevou sua cabeça.
Colby percorreu com o olhar um Trevor que sorria abertamente.
— Está pronta para mim já? — Perguntou.
— Perto.

12
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Condenadamente quente! — Trevor despojou de seus Wranglers5 e de sua camiseta. Sua


fivela grande ressoou nos ladrilhos. Colby não se incomodou em olhar estupidamente a forma nua
de seu amigo. Os trios não eram nada novo.
O rangido de um pacote de camisinha esmigalhada soou ao lado dele.
A mulher girou seus quadris e gemeu
— Sim. OH, por favor. Por favor foda-me. Agora. Por trás.
— Depois que Colby goze — Disse Trevor — Não quero que morda algo importante. Ele está
bastante afeiçoado com esse grande pênis dele.
Ela gemeu. Compreendendo que não terminaria até que Colby fizesse, mudou de tática,
movendo sua boca e mão de uma vez, mais e mais rápido. A saliva correu abaixo da longitude de
seu pênis e cobriu suas bolas.
Isso foi tudo o que necessitou.
Colby jogou para trás sua cabeça.
— Vamos, trabalha esses músculos da garganta e engula isso tudo. Ah. Não, merda, sim.
Ela engoliu ruidosamente. Colby sentiu o chute de seu reflexo de nauseia dentro, mas estava
muito longe para que importasse. Abraçou fortemente sua cabeça, mantendo essa boca deliciosa
no lugar até que cada último jorro explodiu da ponta de seu pênis.
Esgotado, dobrou contra o espelho. A respiração dura.
— Diabos. Isso foi bom.
Colby acariciou a bochecha da mulher enquanto seu pênis escorregava entre os suaves
lábios sedosos. Quando abriu os olhos, Trevor já a posicionou no tapete do banheiro quatro.
Sua mão estava em seu escuro pelo púbico, esfregando furiosamente seus clitóris. Seus
dentes brancos afiados afundados em seu lábio inferior; Seus olhos estavam apertando fechados
de êxtase. Ela inclinou seu traseiro no ar para uso de Trevor.
Trevor estendeu suas bochechas largas e impactou com violência contra sua vagina em um
rápido impulso.
— Cristo, mulher — Grunhiu — Está molhada. Realmente deve gostar de chupar pênis.
Um grunhido feminino.
— Deixa de falar e foda-me mais duro. Estou perto de gozar.
— Mandona. Não sei se eu gosto disso.
— Me castigue então. Meu Deus. Faz o que seja. Simplesmente me faça gozar.
— Talvez isto ajude — Trevor bateu em seu traseiro. Quatro golpes abruptos em cada
bochecha profundamente bronzeada.
A mulher começou a gozar. Em voz alta. Gritando como um burro ofegante. Movendo
agitadamente como se fosse ter uma convulsão.
Colby perguntou o que tanto de sua reação era real. Falava a respeito de cinismo.
Estimulado por seu entusiasmo, Trevor a fodeu com tal ferocidade que o tapete do banheiro
deslizou para um lado através do piso.

5
Marca de jeans americano.

13
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby observou a cena diante dele desapaixonadamente. Deveria estar desejoso por integrar
ao grupo. Não estava. De fato, seu pênis já ficou completamente flácido.
Uma situação amarga aos trinta e um. Estava aborrecido de estar à caça de vaginas. O pão
de cada dia. Uma fodida e chupada rápida e um adeus, daí continuando até o seguinte povoado.
Estava envelhecendo, sim até fantasiou a respeito de foder com a mesma mulher de uma maneira
diferente cada noite, em vez de uma mulher diferente na mesma forma cada noite.
Sim, essa mulher super estrela em suas sensacionais fantasias era nada menos que Channing
Kinkaid. Uma mulher tentadora com os olhos avelã salpicados em ouro. Uma ninfa com uma
desordem de cachos cafés caindo entre suas costas. A boca de uma bruxa, exuberante,
amadurecida, do rosado suave das peônias durante a primavera. Um pequeno corpo curvilíneo no
que um homem poderia afundar seus dentes e seu pênis por semanas sem sair à superfície.
De onde diabos vieram esses disparates românticos?
Channing não era dele. Embora, tentasse soltar a língua sobre o estado civil de Jared esta
noite. Mas decidiu que não era seu lugar. Provavelmente dispararia em vez de reagir como
esperou... Correndo para ele por segurança, consolo e sexo malvadamente quente.
Correto. Ignorando o espancado casal, saltou fora do balcão e os deixou sozinhos para o
grande final.
No quarto estreito do motel, Edgard estava estendido sobre a cama dupla ao longo da
parede. Olhava para cima para a Excursão PBR6 VERSUS.
— Está feito já?
— Sim. Vai querer alguma ação?
— Talvez depois.
Depois de que Colby vestisse sentou na cama oposta para colocar as botas.
— Aonde vai?
— Sei que é seu turno, mas acredito que passarei a noite no reboque para cavalos. Boa
noite.

À manhã seguinte Channing apoiou sobre a cerca de madeira e entrecerrou os olhos nos
terrenos da feira.
O que supunha que faria agora? Estúpida, abandonada em nenhuma parte de Oklahoma.
Alguns caminhões e reboques para cavalos ficavam no estacionamento. A arena estava
deserta. A maioria das pessoas do rodeio já se encaminharam ao seguinte evento. Seu estômago
grunhiu. Percorreu com o olhar seu relógio bracelete. Meio-dia.
O sinal de "Aberto" piscou diante do Salão The Last Chance. Empurrou no ombro sua bolsa
de macramê7 e trotou através da estrada principal. Talvez servissem comida. Tudo era melhor que

6
Pró bull riding, touro a cavalo.
7
E uma técnica de tecer fios que não utiliza nenhum tipo de maquinaria ou ferramenta. É uma forma de tecelagem manual.
Trabalhando com os dedos, os fios vão se cruzando e ficam presos por nós, formando cruzamentos geométricos, franjas e uma
infinidade de formas decorativas.

14
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

a seleção da máquina vendedora de amendoins e bolachas salgadas rançosas, ou afogar as penas


em chocolate.

Colby terminou de carregar o feno para seu cavalo quando ouviu vozes aproximando através
do pasto. Estalou os ferrolhos no reboque e recostou de novo contra as barras do portão de metal
esperando ver quem andava procurando.
Cash e Trevor chegaram ao redor da parte traseira do reboque, brigando por tolices como
irmãos.
— Esse não é meu problema — Disse Cash — Só estou alegre de ver que esse filho da puta
se vá.
— Sim, mas ele não vai estar feliz por ela. Ela...
— Quem vai? — Perguntou Colby.
Ambos detiveram. Trevor lançou a Cash um olhar inquieto.
— Jared Connelly. Partiu esta manhã.
— Por quê?
— Parece que sua mulher se inteirou de sua companheira de viagem e exigiu que retornasse
a Austrália.
— Justo o que merece esse bastardo. Onde está Channing agora?
Outro olhar nervoso passou entre Trevor e Cash.
Os músculos do estômago de Colby apertaram.
— Droga. Onde está Channing?
— Essa é a questão. Não sabemos.
Contou até dez.
— Foi com ele?
Cash bufou.
— Não depois que batesse em cima da cabeça com seu troféu ontem à noite quando
descobriu de sua mulher.
Colby combateu um sorriso. Gostaria de ter visto isso.
— Onde ficou ontem à noite?
— No Silver Spur.
Caralho.
Ela pôde ter estado no quarto ao lado do dele, escutando alguma estranha jovem o chupar
completamente. Pela primeira vez em muito tempo, suas ações o envergonharam.
— Que quarto?
— Um e onze.
— Descobriu sobre ela esta manhã?
Trevor assentiu com a cabeça.
— Cash bateu. Não respondeu. Assim veio e me levou e tentei. Ela não saiu à porta
tampouco. Não acredito que esteja aqui. A garçonete não nos deixará entrar.

15
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Perguntaram na recepção se registrou a saída?


Cash e Trevor trocaram um olhar envergonhado.
Idiotas.
Colby separou do reboque e dirigiu para o escritório do motel.
— Ouça, Colby. Aonde vai?
Não respondeu. Só continuou caminhando. E tentou como o inferno não correr.

Channing tomava uma Bud Light em um cubículo no canto. Picou um pouco de sua segunda
tigela de pretzels e escutou a jukebox gemendo outra canção amarga sobre o amor fracassado. Em
sua vida inclusive a luxúria saiu errado.
O sino da porta principal ressoou contra a madeira enquanto a porta abria, então fechou de
repente. Este era um lugar animado. Possivelmente se todo o resto fracassava poderia ser
contratada para servir cerveja. Sua atenção desviou à pronta de opções que cotou em seu jornal,
nenhuma do quais a interessava.
O assento em frente dela chiou. Pensando que Moose desprendeu por aí para paquerar,
sorriu e olhou para cima.
Mas Colby McKay sorria diante ela.
— Pensei que poderia encontrá-la aqui, querida.
Channing suprimiu um suspiro feminino. Suas covinhas deveriam ser ilegais.
— Imaginei que já teriam levantado voo.
— Poderia dizer o mesmo. Ouvi o que aconteceu ontem à noite.
Ela tratou de alcançar seu lápis.
— Estou segura de que todo mundo escutou a esta hora — Seu olhar estreitou — Por que
não me disse que Jared era casado?
— Porque estaria furiosa comigo pensando que tinha algum motivo oculto para dizer a
verdade — Ele fez girar seu jornal e o estudou — O qual é inteiramente certo. Mas isso não
importa agora.
— É esse motivo oculto pelo que está aqui?
— Sim.
Seu coração caiu pesadamente. Lutou por projetar uma imagem de calma absoluta.
— Como estou curta de opções, sou acessível às sugestões.
— O suficientemente justo. Diga-me algo primeiro, antes que entremos nessas opções.
— Bom.
— Do que está fugindo?
Era tentador evadir ou contar mentiras. Não fez nada.
— Meu passado. Meu futuro. Escolha.
— Talvez devesse explicar esse desconcertante comentário a este estúpido e velho
provinciano.
Ela revirou os olhos.

16
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Estúpido, sim claro. Não me engana, Colby McKay.


— E você também não, Channing Kinkaid.
Seu significado se situou sobre ela espesso, doce e pegajoso como mel silvestre.
— Minha história não é tão interessante, na verdade. Segui as regras... As regras de meu
pai... Minha vida inteira — Igual como minha irmã mais velha, ingressei em uma escola de elite de
sua escolha. Consegui minha graduação porque isso é o que a descendência das pessoas em seu
círculo social faz. Meu pai organizou um trabalho de professora para mim em uma prestigiosa
escola preparatória particular, começando no outono.
— E?
Ela agarrou o lápis de madeira tão apertadamente que o gretou.
— E quando mamãe e papai apresentaram um contador banana que fedia a Old Spice e a
dinheiro antigo, e aceitaram sua proposta de casamento depois um encontro errado, explodi. Dei
conta de que não estava vivendo minha vida. Vivia a deles. Necessitava um descanso e escapei
com o rodeio.
Colby sorriu e brandamente tirou o roído lápis quebrado de seu agarre mortal.
— Arrepende disso?
— Além de minha pobre escolha de companheiro de viagem? Por estranho que pareça, não.
Seu polegar varreu a veia na parte interior de seu pulso, enviando comichões acima de seu
antebraço.
— Quais são seus planos agora que Jared se foi?
— Isso é o que estou tentando calcular aqui.
— Quer ir para casa?
— Meu Deus, não.
— Bem — Colby inclinou através da mesa estreita e repetidamente roçou o dorso de seus
dedos sobre sua bochecha — Escapa comigo, Channing. Ao menos até que nos aproximemos de
Cheyenne na semana que vem.
Ele disse às palavras que ela queria ouvir. Com tudo e isso, sua atenção exclusiva estava em
como o toque contínuo de sua pele áspera na dela provocou que suas vísceras sacudissem. Seu
sangue esquentou. Seu sexo molhou.
Sua respiração ficou rasgada quando ele arrastou essas pontas de seus dedos calejados pela
curva suave de seu pescoço. Riscou sua clavícula com um toque tão fugaz como se deslizasse a
revoada de asas de mariposa. Então desenhou círculos progressivamente mais abaixo em seu seio.
Todo o tempo observando sua reação com seus olhos de azul brilhante.
— Naturalmente, haveria condições se a recebesse a bordo.
Não me diga.
Ela aceitaria qualquer condição com tal de que incluíra quente, úmido, obsceno sexo
estremecendo os postes com ele cada noite.
— Pode estar condenadamente seguro de que saberei exatamente no que me coloco desta
vez antes que vá a algum lugar com você ou qualquer outro como Jared.
— Não sou como Jared absolutamente — zombou.

17
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Sei. Por isso é que não dei uma bofetada com minha bolsa quando apareceu.
— Ainda te assusto, entretanto, não é?
— Um pouco.
— Não deveria. Parecemos mais do que você acha.
— Hmm. Pensa que sou um pouco como você, vaqueiro?
— Sim. E o sentimento é mútuo, carinho.
Ela sorriu.
— Vamos por partes. Posso pagar minha própria viagem a Cheyenne.
A moléstia se viu rapidamente em seu rosto.
— Já veremos.
— Há um amor, esposa ou noiva, assando bolos de maçã e esperando no alpendre dianteiro
de retorno a casa?
Ele negou com a cabeça.
— Depois de que esta temporada de verão de rodeio termine, esperançosamente terei
muitos pontos acumulados para me qualificar para o NFR8 em Las Vegas no próximo dezembro. Se
não, deverei ter os suficientes para competir nas Finais Esportivas do Circuito de Movimento
Evasivo em Pocatello em março. Continuarei nas posições de pontos por ir aos eventos mais perto
de casa. Enquanto isso voltarei a Wyoming para ajudar a meu pai e irmãos a pôr a andar o rancho.
— E o mais provável é que não o verei na Costa Leste.
Algo escuro moveu em seus olhos.
— Então nos compreendemos um ao outro? — Apressou ela.
— Por agora.
Ela franziu o cenho, não compreendendo sua resposta.
— Então, sobre essas condições.
Colby a estudou cuidadosamente debaixo da aba de seu chapéu.
— Estará em minha cama.
Seu pulso revoou.
— Isso achei.
— Também na de Trevor e de Edgard.
A mandíbula de Channing caiu.
— Dormiria com vocês três?
— Não. Você foderia com todos nós, não vai haver muito dormir envolto — Colby adiantou a
toda pressa, seu rosto, sério, seus olhos azuis intensos — Esqueça do que as outras pessoas
poderiam pensar, e considera o que você quer, Channing. O que sempre quis, mas esteve negando
porque isso esteve contra essas esmagadoras regras que seguiu.
Ela engoliu seco.
— Ainda escuto.

8
Finais Nacionais de Rodeio, organizado pela Associação Profissional de cavaleiros de Rodeio é a principal categoria do rodeio nos
EUA.

18
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Estou acostumado a ter uma mulher diferente cada noite.


— E estas mulheres que recolhem não têm algum problema sendo passadas entre vocês
três?
Ele sorriu abertamente.
— Impactante, não é? Ao que a juventude da América chegou?
Apesar da conversa irreal, ela sorriu diante de seu sorriso descarado.
— O que fazem com estas mulheres dispostas?
— Fodemos com elas. Às vezes de um em um. A maioria das vezes, dois de uma vez. A
realidade é que as garotas realmente atrevidas tomariam três ao mesmo tempo.
Como funcionava isso? Quais partes do corpo iam aonde? Não pergunte. Haja
civilizadamente. Ela murmurou.
— De verdade?
Colby estirou e torceu uma encaracolada mecha café ao redor de seus dedos. Puxou mais
perto com essa meada de cabelo até que seu fôlego quente fluiu sobre sua bochecha.
— Isso deixa nervosa? Pensar em alguma jovem, nua mulher emparedada entre Trevor e eu?
Com meu pênis profundamente em seu traseiro e o pênis de Trevor em sua vagina? E se jogar
Edgard conosco, um pênis em sua boca, também. Ou a faz molhar de desejo?
Suas paredes vaginais pulsaram e seu clitóris teve um espasmo, fazendo sua fenda chorar. As
imagens de ser apertada entre toda essa carne quente, duramente masculina. Estar muito estirada
e usada somente por prazer? Não fantasiou em segredo sobre esse mesmo cenário? Prescindindo
de todo controle. Ser... Fodida.
Um pequeno ruído necessitado brotou de sua boca.
— O que? — Colby perguntou — Me diga o que está pensando.
— Não me escandaliza.
As janelas do nariz flamejaram.
— A excita, não é?
— Sim. Mas, nunca estive com dois homens de uma vez Ou...
— Ou o que?
Channing fez uma pausa para que ele enchesse os espaços em branco.
Ele não fez. Em vez disso roubou sua cerveja e bebeu um gole.
— Diga sem rodeios, querida. Deveria ser capaz de dizer se quiser que nós fizéssemos isso a
você.
Ela bebeu a grandes goles sua bebida revigorante e resmungou.
— Nunca provei o sexo anal — Isso não foi tão difícil.
Um sexy sorriso secreto floresceu em seu rosto.
— E quer isso?
Ela assentiu com a cabeça, separando a vista do brilho em seus olhos para estudar a
serragem e as cascas de amendoim espalhadas através do piso.
— Então diga — Demandou.
Channing permaneceu muda.

19
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Delicadamente, Colby inclinou seu rosto para cima, colocando seus lábios em seu ouvido.
— Diga, carinho. Não sou um idiota. Preciso estar perfeitamente seguro do que quer —
Lambeu a concha de seu ouvido e soprou brandamente — Além disso. É erótico como o inferno
ouvir essas palavras pícaras sair de uma boca tão angélica.
Channing esfregou seu rosto contra o rastro áspero de barba em sua bochecha, perdida no
contraste abrupto de sua dureza masculina com sua suavidade feminina. Ele cheirava divino. Ela
sussurrou ao longo de sua mandíbula.
— Quero que você seja o primeiro homem em tomar meu traseiro, Colby McKay. Quero
saber como é estar com mais de um. Fazendo-me tudo que queira fazer.
Ele aspirou um fôlego áspero.
— Cada vez que queiramos?
A porta exterior abriu e um raio de luz inclinou através do bar, refletindo contra o espelho e
cegando. Lambeu e aconchegou sua coluna vertebral contra a cabine de imitação couro.
— Dentro do razoável — Disse — Não entrarei em exibicionismo. Farei tudo que queira com
tal de que não seja em frente de uma audiência.
— O que considera como uma audiência? Porque Edgard, Trevor e eu compartilhamos tudo
em sua maioria.
— Uma audiência é alguns outros vaqueiros no circuito — Franziu o cenho, recordando as
descrições de Jared das façanhas de Trevor e Colby domando em cadeiras de montar.
— Conheço esse olhar. O que escutou?
Channing disse.
Colby amaldiçoou.
— Essa é uma maldita mentira. Jared e algum cara do Canadá fizeram isso, não Trev e eu.
Fizemos algumas coisas loucas, mas nunca nada como isso. Nunca faltaríamos o respeito a uma
mulher desse modo.
Nesse mesmo momento ela se deu conta de que Jared a deixasse era algo bom.
Ele se moveu inquietamente até chiar o assento. Podia ver o contorno de seu pênis através
de suas calças jeans apertadas. Ela retorceu em seus já úmidos shorts, imaginando todas as coisas
deliciosas que ele pensava fazer com ela.
— Desaprova trazer outra mulher a nossa hora de recreio?
— Sim. Não é algo que esteja interessada em provar.
Ele elevou uma sobrancelha escura.
— Posso perguntar por quê?
Ela arqueou a sobrancelha justamente de volta.
— Além do fato de que três pênis serão mais que suficiente para me manter ocupada?
Colby sorriu abertamente.
— Homofóbica?
— Não. Garota com garota, só que não é para mim — Mordeu um pastel e mostrou o lado
mordido a ele — E não quero vê-lo fodendo com outra mulher tampouco. É isso um problema?
— Não — Ele limpou o sal de seu queixo. As pontas de seus torpes dedos pausadamente

20
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

riscaram a linha de seus lábios — Tem a boca mais bonita.


Tudo dentro dela ficou quente e apertado.
— Então me beije.
— Em um minuto. Há algumas coisas que preciso saber. Me chupará completamente, me
secando completamente, em qualquer momento que exija?
— Dentro do razoável. Não vou ficar de joelhos aqui mesmo.
— Uma pena. Mas o jogo sexual e os jogos de dominação estão bem? Sou malvado com as
cordas.
Uma imagem surgiu. Seus braços atados impotentemente por cima de sua cabeça, suas
pernas estendidas. Uma atadura cobrindo os olhos. Um lenço grande tapando sua boca para
reprimir os gritos de rude prazer. Impotente e suplicante debaixo do corpo imponente de Colby e
suas mãos castigadoras. Nunca teria sonhado que esse cenário a poria absolutamente gotejando e
molhada.
— Sim.
— Deixaria te surrar?
Merda sagrada. Essa sugestão a pegou de guarda baixa. As pessoas realmente faziam isso? E
gostavam?
— Humm. Me bateria em qualquer outro lugar?
Colby franziu o cenho.
— Não. Não sou essa classe de homem. Mas há algo a respeito de ver um traseiro vermelho
que me atrai. E não desconto como posso fazer os castigos doces quando for má, carinho.
— Isto começa a me assustar — Resmungou Channing.
— Não. Isto está começando a te excitar. Assim temos um trato?
Ela balbuciou.
— Sim — Antes que se arrependesse e dissesse não.
— Bem. Uma coisa mais.
Ela conteve o fôlego. Tinha a sensação de que esta última pergunta seria a mais importante
de todas.
— Querida. Agrada pôr todas as coisas diante de nós, me diga por que aceitou todas minhas
condições.
Como explicava sem dar a impressão de ser uma desesperada cadela? Mas Colby não a
julgava. E esconder a verdade porque se sentia envergonhada não a conduziria ao que desejava
deste homem, pela quantidade de tempo que ele a quisesse, assim fosse só por uma semana.
— Porque estou aborrecida de me preocupar de que disse a um homem o que na realidade
quero que saia de uma relação sexual, ele pense que sou uma espécie de desviada. Estou cansada
de estar com caras que me vêem como sua mãe, ou a mãe de seus filhos. Ou como uma garota
agradável que está feliz com o francamente antiquado sexo baunilha uma vez à semana e que não
quer mais. Quero mais. Quero tudo. Quero fazer coisas a respeito das quais só tenho lido. E quero
que você me ensine isso.
Os dedos de Colby acariciaram seu queixo, então sua mão deslizou acima da linha de sua

21
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

mandíbula para embalar seu rosto.


— Embora pareça mentira, compreendo um desejo por liberar-se das expectativas. Posso ser
o amante que cumpra com esses desejos, Channing. Posso empurrar até não poder mais. Mas
advertirei: Sou dominante e eu gosto de assumir o comando.
— Está bem.
— Tenho que saber que não está simplesmente dizendo isto. Que na realidade quer dizer.
Que pode dirigir o que tenho planejado.
Ela inclinou a cabeça e beijou a parte interior de seu pulso.
— Como posso provar?
— Vêem comigo agora mesmo. Não faça perguntas e não discuta.
— Só se me beijar outra vez.
— Por que está tão concentrada em me beijar?
— Porque, carinho, quando dançávamos me pôs tão molhada e quente com esse beijo que
quase gozei por sua perna.
Colby grunhiu e pôs sua boca sobre a dela. Seu quente sabor masculino a encheu enquanto a
forçava a abrir seus lábios e empurrava sua língua escorregadia dentro e fora. Ele observou com
um beijo apaixonado, que roubou seu fôlego e obscureceu seus sentidos. Ele chupou sua língua,
seguiu acima com eróticas dentadas pequenas de seus lábios. Então retirou, fazendo perseguir sua
língua de volta a sua boca avara.
O beijo suavizou, adoçou. Ele explorou suas reações, chupando seus dentes, golpeando seu
paladar com um golpe fugaz da ponta de sua língua. Deslizou esse veludo áspero, molhado ao
longo da curva interior de sua bochecha e mordiscou seu lábio inferior. Retomando o caminho de
volta para deixar seu fôlego flutuar suavemente sobre os lugares umedecidos que ele criou,
enquanto roçava suaves, beijos ainda insistentes nas esquinas de sua boca tremente.
Channing gemeu. Nunca em sua vida foi beijada assim. Sua vagina alagou de nata, seus
mamilos estavam duros como granito, sua cabeça girou como um tornado e ele realmente não a
havia tomado ainda.
O que ocorreria quando fizesse? Quando todos eles fizessem?
Ele ficou com o olhar fixo em seus olhos aturdidos com orgulho e calor masculino.
— Não posso esperar para foder com você — Seu olhar fixo faminto apontou para sua fenda
— E esse. Mas primeiro, tenho uma pequena prova para que passe. Vamos — Colby deixou cair
dez dólares sobre a toalha para pagar pela cerveja.
Agarrando sua mão, foi arrastada por ele enquanto cruzavam a estrada principal e para o
montão de areia do estacionamento. Os terrenos do rodeio pareciam uma cidade fantasma do
velho Oeste. Ele a conduziu para um sujo Dodge branco à cabine quadrada enganchada a um
enorme reboque para cavalos prateado.
Edgard e Trevor caminhavam relaxadamente dos currais.
Seu fôlego entupiu. Homem, eram magníficos. Edgard Mancuso, companheiro de corda de
Trevor, era um brasileiro de aparência agradável com o rosto de um deus e o corpo de um
gladiador. E Trevor, um deus típico norte-americano por próprio direito, cabelo loiro, ondulado,

22
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

aparência robusta nascida de sua ascendência nórdica.


Seus nervos chutaram dentro. O que aconteceria se não a quisessem?
— Channing. Esta muito poderosa hoje.
— Obrigado, Trevor.
— O que há, Colby? — Perguntou.
— Temos uma pequena situação. Como escutou, Jared abandonou esta senhorita. Ela quer
ficar. Estive de acordo em que pode viajar conosco até Cheyenne... Com algumas condições.
— Quais são?
— Ela se converterá em nossa coelhinha aficionada de rodeio pessoal.
Trevor sorriu abertamente. Soava bem até agora.
Edgard olhou carrancudo.
— Podemos conseguir mais mulheres, sempre que quisermos. Por que necessitamos
somente uma?
— Porque ela aceitou fazer tudo que queiramos. E sei que vocês amigos negam a pedir a
algumas das potras que esquentam nossas camas para fazer... Certas coisas.
Edgard afastou o olhar.
— Como sabemos que ela simplesmente não dirá que fará?
— Boa pergunta. Pensei que poderíamos provar suas intenções. Se ela estiver de acordo, e
se todos nós ficarmos satisfeitos, ela vai conosco hoje.
— Nós três? Agora mesmo? — Edgard perguntou.
— Sim, começaremos com algo fácil. É nova neste tipo de coisas.
O sangue de Channing começou a acelerar através de seu corpo com antecipação...
Pulsando e pulsando em alguns lugares mais que outros.
— Que tem em mente, Colby? — Perguntou Trevor.
— Vamos ao reboque para cavalos e direi isso.
Edgard negou com a cabeça.
— Ficarei fora disto.
O compartimento do reboque para cavalos era maior, e limpo, pelo que ela imaginou. Uma
área pequena compreendia uma estufa para cozinhar dois queimadores, um frigorífico, um forno
de micro-ondas, uma pia, uma mesa e um assento deslocado para que se sentassem quatro. Uma
escada de metal conduzia a uma área com um teto baixo pendente e um colchão extra comprido.
Um diminuto banheiro com uma ducha esquinada, o lavabo e o vaso estavam amontoados no
canto oposto. O espaço cheirava a carne de cavalo, couro e homens.
— Vivem aqui? — Perguntou.
— Tomamos turno para ficar aqui dentro. Muito pequeno para todos nós.
Colby acendeu uma luz. Olhou para Channing, seus olhos azuis brilhando.
— Tire a camisa, carinho.
Ela tinha coragem para fazer isso? Mesmo que tão desesperadamente desejava?
Inalando um fôlego lento, tranquilo, seus dedos tremeram enquanto desabotoava a blusa
branca das casas.

23
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby parou perto, Trevor apoiou contra a parede de trás, olhando.


Em seu sutiã de renda branco, esperou mais instruções.
— Boa garota. Tire isso lentamente. Provoque-me. Faça-me babar por pôr minha boca
nesses grandes seios.
Channing estirou e desenganchou os broches. O branco sutiã contrastou contra sua pele
bronzeada enquanto as alças eram arrastadas debaixo de seus braços. Segurou as taças no lugar
até o último minuto possível e então deixou cair o sutiã no chão.
Silêncio, exceto pelos sons da pesada respiração masculina.
— Trevor? — Disse Colby.
— Estou aqui amigo.
Channing fechou os olhos. Ela deslizou suas palmas sobre seu ventre arredondado, sobre
suas costelas, detendo para arrastar círculos diminutos ao redor de seus mamilos. Arqueou suas
costas, elevando seus seios ao alto, apertando a suave carne entre seus dedos. Puxando seus
mamilos. Duro. Muito mais duro que o que qualquer homem sentiu inclinado a fazer.
— O que faria primeiro, Trev? Chupá-los? Ou deslizar seu pênis entre eles?
Trevor riu calorosamente.
— Chupá-los. Mordê-los. Fazer retorcer um pouco. Então envolveria essa carne cremosa ao
redor de meu pênis e a empurraria alto e duro, até que a ponta alcançasse esses lábios carnudos.
A umidade emanou de sua vagina como se um globo de água arrebentou entre suas coxas.
Nunca teve tanto calor, tão pronta para ser tocada em sua vida.
Colby moveu furtivamente em frente dela, segurando um grande seio em cada mão.
Amassou os montículos, sussurrou palavras roucas, doces contra sua pele tremula, arrastando sua
boca aberta através do topo de seus seios. Enterrou seu rosto no certo de sua fenda. Aplanando
sua língua, chapinhando no fundo de uma curva.
Travando seu olhar no dela, afundou sua cabeça e chupou seu endurecido mamilo direito,
no calor molhado de sua boca. Habilmente fez girar o mamilo esquerdo entre seus dedos como se
girasse um dial. Duro. Deu conta que gostava.
Channing apertou as coxas juntas.
— OH, homem. Por favor não se detenha.
— Acredito que ela necessita mais. Vai ajuda aqui, Trev?
— Gostosamente — Trevor prendeu seu mamilo esquerdo, Colby chupou o direito. Ela não
podia evitar o penetrante gemido que escapou pela pressão intensa. A boca de Colby foi mais
agressiva. A boca de Trevor parecia mais quente, sua língua mais suave enquanto a chupava.
— Pode gozar assim, querida? — Disse Colby, seu fôlego fez cócegas em seu mamilo
molhado fazendo mais duro — São seus seios o suficientemente sensíveis para conseguir que goze
desta maneira?
— Isso nunca aconteceu antes.
— Uma teoria que podemos provar outra vez quando estiver apropriadamente atada — Ele
beijou um atalho para seu pescoço, movendo a um lado de seu corpo para permitir acesso a
Trevor a ambos os seios.

24
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Trevor esmagou os globos mais perto, dando um golpe com sua língua ágil de novo entre os
mamilos apertados, avermelhados.
Colby a beijou. Ela gemeu contra seus lábios. Amava beijá-lo. Ele entrelaçou suas línguas
juntas e preguiçosamente saboreou os cantos de sua boca. As pontas de seus dedos ásperos
acariciaram sua coluna vertebral, enviando arrepios através de sua carne nua. Seus lábios
deslizaram a seu ouvido e sussurrou.
— Está acesa?
— Sim.
— Está sua vagina molhada? Está imaginando a mim, sorvendo todo esse suco doce
gotejando entre suas coxas?
— Sim.
— Mmm-mmm, não aguento de vontade. Cuidaremos disso em um minuto. Mas por agora,
estou morrendo por ver seus lábios envoltos ao redor de meu pênis. Abre meu zíper, Channing.
Sua fivela ressoou enquanto ela desabotoava seu cinturão. Então ele colocou sua mão
direita na abertura de suas calças jeans. Ela raspou suas unhas ao longo da longitude endurecida.
Um puxão rápido e o botão abriu. Deslizou o zíper para baixo, um centímetro cada vez.
Colby gemeu.
Usando ambas as mãos, ela abriu as calças jeans, explorando com seus dedos debaixo do
cinto elástico de seus boxes e através do ninho de cabelo crespo. A ponta úmida, aveludada e
suave saudou sua palma. Apertou seu pênis, mentalmente catalogando seu tamanho e espessura.
Uma fissura de medo apareceu. Falava de bem dotado.
Ele vaiou.
— Vamos, não se detenha.
Trevor se manteve trabalhando seus mamilos. Os beijos suaves desvaneceram enquanto
seus dentes mordiam as pontas endurecidas como pedras. Ela ofegou diante da chispada de dor e
suspirou com o tranquilizador lamento de sua língua quente.
Channing arqueou para Trevor, querendo concentrar nas sensações deliciosas de sua boca
talentosa, seus anteriores amantes nunca prestaram longas, interminável atenção a seus seios,
mas Colby deu uma cotovelada fora do caminho.
— De joelhos, querida — Ele pôs as mãos em seus ombros e a empurrou ao piso atapetado.
— O que eu faço? — Murmurou Trevor.
Colby acariciou o rosto de Channing com afeto tão genuíno que um nó subiu em sua
garganta.
— Terá o seu. Vamos ver como nossa garota é boa nas multi tarefas.
Uma quebra de onda de calor rodou através de seu ventre. Suas coxas estavam empapadas
e os punhos apertados.
— Aqui está o plano. Vai me chupar enquanto está fazendo a Trevor um trabalho manual.
Tem que se acostumar a compartilhar, carinho.
Ela assentiu com a cabeça.
— Essa é minha garota. Trev, ajuda a sair. Desabotoa suas próprias calças.

25
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby desceu seus jeans e seus boxes até os joelhos. Channing recebeu o primeiro espiono
de seu pênis. Um atoleiro pequeno de salivação estabeleceu em sua boca. Era com muito o pênis
maior que moveu fora do Play girl. Largo. E groso. Curvada para cima ligeiramente. Pré sêmen
exsudando da larga cabeça púrpura. Uma raivosa veia azul pulsava na parte inferior e enterrava
entre suas bolas, as quais penduravam abaixo, flanqueados por coxas musculosas polvilhadas com
pelo escuro.
Sem esperar permissão, a mesma ponta de sua língua rodeou a ponta lacrimosa. Mmm.
Colby cheirava limpo. Almiscarado. Quente e salgado. Seu pênis crispou e ele aspirou um fôlego
abrupto.
Ela girou e olhou fixamente a Trevor.
Trevor deu seu matador sorriso de menino mau. Brandamente alisou uma mecha extraviada
de sua testa úmida.
— Nunca teria te catalogado como o tipo de garota que faria isto, Channing.
— O que é exatamente pelo que estou aqui — Seu olhar caiu a suas mãos grandes, vacilando
na braguilha. Sentindo atrevida, desafiou — Está jogando para trás, Trev? Ou vai me mostrar o que
tem?
— Tenho suficiente para manter satisfeita — Ele sacudiu fora as calças jeans sobre seus
quadris estreitos. Sem roupa interior. Sorrindo abertamente, colocou suas mãos atrás de sua
cabeça e meneou seu pênis diante dela. — Você gosta como se vê?
— Mmm-hmm — Seu pênis na verdade se via mais longo que o de Colby, mas não era tão
grosso. A pele estava mais pálida, fazendo às veias escuras um contraste maior contra o tom mais
leve de seu pelo púbico loiro — Se aproxime.
Trevor se aproximou alguns passos até que ele esteve parado junto a Colby. Sem preâmbulo
Channing o chupou dentro de sua boca como se estivesse sorvendo um macarrão. Soltou. Fez
novamente.
— Ouça! Supõe que vai chupar a mim — Colby a recordou.
— Necessito um pouco de umidade para poder trabalhar com minha mão — Envolveu os
dedos ao redor do eixo de Trevor e começou a acariciar — Você gosta disso?
— Mais duro.
Channing aumentou seu agarre, a sensação serpenteante ecoou em seu próprio corpo de
seus mamilos até sua vagina palpitante.
— Merda, sim. Justo assim.
Ela sorriu e confrontou Colby.
Ele colocou sua palma em suas bochechas, roçando a cabeça de seu pênis através da
comissura de seus lábios.
— Abre bem a boca. Tome todo o caminho, dentro profundamente. Assim é como eu gosto.
Ela separou seus lábios, abrindo a boca. A ponta ampla passou por cima de seus dentes,
descansou sobre sua língua enquanto ele continuava forçando a entrada a sua boca. A cabeça de
seu pênis pegou à parte de atrás de sua garganta e ela respirou forte e com dificuldade.
Colby a segurou na posição correta.

26
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Calma, querida, e respira através de seu nariz. Não vai afogar.


Ela combateu o impulso de morder. Em vez disso, deixou à saliva acumular sobre sua língua
e não engoliu.
— Isso. Não arqueie seu pescoço tanto. Está fazendo grandioso. OH, carinho, é sexy como o
inferno.
A ação de bombeamento de sua mão no pênis de Trevor a ajudou a enfocar além da
necessidade pulsando em sua vagina. Cavou suas bochechas, e soltou o pênis de Colby uma
polegada de uma vez.
— Jesus, isso se sente bem.
— Me conte sobre isso — Disse Trevor com um gemido — Não vou demorar em gozar.
Channing sugou Colby até a raiz outra vez, enterrando o nariz em seu pelo púbico. Inalando
seu perfume. Várias vezes mais o engoliu profundamente. Então sua mão rodeou a base grossa de
seu eixo e concentrou na cabeça sensitiva, dando um golpe com sua língua em sua glande em cada
corrida ascendente.
Colby grunhiu.
— OH, sim. Empape-me com essa boca gulosa. É uma fodida acesa que sua boca está
molhando para mim, querida.
Nenhum homem alguma vez falou sujo ou disse exatamente o que queria sem banhar no
açúcar. Não a envergonhou. Avivou. Sua vagina estava tão molhada que seus sucos escorriam da
parte interior de suas coxas.
— Mais rápido — Trevor ofegou. — Mais duro. Assim. Maldição. Sim. Mais. Ai está. Meu
Deus. Vou gozar. Justo... Agora. Ah. Merda!
Channing arrancou sua boca de Colby, torcendo por ver chegar o jorro para fora da ponta do
pênis palpitante de Trevor e salpicar em seus seios. Ela o bombeou mais rápido. Mais jorros
brancos arquearam através do ar. O fluido quente gotejou sobre seus mamilos perolados.
As pernas de Trevor tremeram, suas costas arquearam e seu rosto estava perdido no prazer
enquanto o acariciava até a terminação.
Nunca teve um homem gozando sobre ela. Não assim. Um sentimento de poder construiu e
seu nervosismo desapareceu. Inclinou a cabeça e chupou o ruborizado buraco, saboreando os
diferentes sabores destes dois homens.
— Jesus! — Disse Trevor e pulou para trás.
— Vamos, Channing. Estou tão condenadamente perto que posso saboreá-lo — grunhiu
Colby — Quero que saboreie, também. Trevor teve o seu. Agora quero o meu.
Com ambas as mãos livres, Channing, curvou os dedos de sua mão direita ao redor da raiz
grosa e rodou suas bolas ligeiramente peludas com sua esquerda. Sua boca deslizou acima até que
alcançou a barreira de seus dedos. Em cada corrida para baixo aumentou sua sucção, construindo
um constante ritmo e usou seus dentes em seu lugar doce.
— Não pare. Quando disser, deixa cair sua mão e toma meu pênis todo o caminho em sua
boca. OH sim, aqui vem.
Suas bolas se contraíram. Ela desembrulhou sua mão e engoliu completamente, apertando

27
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

os lábios ao redor da base de seu eixo.


Colby grunhiu.
— Isso. Ordenhe-me. Chupa cada maldita gota.
Respirando através de seu nariz, ela sentiu o pênis crispando em sua língua enquanto
esvaziava na parte de atrás de sua garganta. Tragou o líquido espesso enquanto ele seguia
gozando e arremessando mais duro em sua boca. Seus olhos lacrimejaram diante do agarre
enérgico que ele tinha em seu cabelo, mas seu agarre manteve seu reflexo de náuseas longe.
Finalmente, a pulsação parou. Ela destravou sua mandíbula e soltou lentamente. E soprou sobre
seu brilhante eixo molhado.
Colby tropeçou para trás.
Trevor riu e o estabilizou.
— Nossa, amigo, está bem?
— Merda não.
Channing sorriu zombeteiramente e passou o dorso de sua mão através de seus lábios
suaves.
— Então, meninos... Passei no teste?

CAPÍTULO 3

Channing olhou desavergonhadamente enquanto Colby subia os jeans pelos quadris e


colocava seu esgotado pênis dentro de seus boxes antes de subir o zíper.
Trevor a ajudou a levantar e limpou suavemente os seio pegajoso, com um pano de cozinha
desfiado. Inclinou sua boca sobre a sua e a beijou, não docemente, e sim com uma fome e um
calor puramente masculinos. Ela apertou com força suas coxas para aliviar a dor pulsátil e Trevor
retirou.
Sentiu Colby atrás dela, aproximando. Ele levantou seu cabelo e deslizou seus lábios ao
longo da curva de seu pescoço.
— Doce isso foi incrível. Definitivamente temos que repetir.
— Definitivamente — Disse Trevor.
— E foi uma boa garota. Uma garota muito boa — As mãos de Colby deslizaram descendo
pelo corpo de Channing, detendo para levantar seus seios ainda mais, para que Trevor pudesse
sugar seus tensos mamilos — Baixa as calças, Trev — Disse Colby bruscamente.
O estômago de Channing deu um salto de antecipação, quando Trevor obedeceu, baixando o
zíper e rodeando os jeans pelos quadris.
As pontas ásperas dos dedos de Trevor continuaram pela fita elástica de suas simples
calcinhas de algodão. Parecia querer afundar os dedos em seu dolorido sexo, mas estava
esperando algo.
Um sinal de Colby, parece. Era óbvio que Colby estava no comando.

28
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

A mão direita de Colby deslocou por seu abdômen, continuando através dos curtos cachos
que cobriam seu monte de Vênus. Seu dedo do meio separou a dobra dos lábios de sua vagina e
acariciou seu clitóris inflamado.
— OH, Deus. Por favor. Não pare.
— Ssh. Nós cuidaremos de você. Isto vai ser muito rápido já que temos que nos pôr em
movimento, mas esta noite prometo que nos tomaremos com calma. Abre as pernas — Enquanto
salpicava seus sensíveis ombros de beijos úmidos, disse a Trevor — Ela gosta quando chupa seus
mamilos fortes.
Channing enroscou os dedos de sua mão esquerda no cabelo de Trevor e deixou cair à
cabeça para trás quando os dedos de Colby penetraram em sua vagina. Ele empurrou
profundamente, gemendo em seus ouvidos ao encontrá-la completamente molhada. Bombeou
lento e fácil, dentro e fora de seu escorregadio canal, deslocando o dedo polegar de um lado a
outro de seus clitóris. Trevor puxou de seu mamilo esquerdo, apertando e retorcendo enquanto
sua boca fechava sobre o direito.
— Me diga que necessita para gozar com minha mão, Channing — Urgiu Colby — Desejo
cheirar essa doce nata.
— Empurra seus dedos mais profundo. Mais rápido sobre meus clitóris. Mas suavemente.
Sim. Eu gosto disso. OH! Estou tão perto. Sim. Sim. Aí mesmo. —Redemoinhos de luz e escuridão
explodiram atrás de suas pálpebras, enquanto o orgasmo ardia entre suas coxas. Colby murmurou
respirando na orelha, seus dedos continuaram afundando e as chupadas rápidas de Trevor sobre
seu mamilo sincronizaram com o sangue que palpitava em seus clitóris.
Agitou e retorceu, mas Colby e Trevor a seguraram com força, mantendo seu esforço em
proporcionar todo o prazer possível. Tremendo e esgotada, desabou sobre o ombro de Colby,
respirando com dificuldade, tonta, com seu corpo sem forças, e uma profunda satisfação até os
ossos.
Trevor continuou lambendo seus excitados mamilos. Colby girou os dedos em seu interior,
causando que outra série de tremores vibrasse través de seus músculos internos.
— Me olhe.
Arrumou para forçar-se a abrir os olhos.
Colby tirou a mão de seu sexo. Quando levantou, coberta com seus sucos, Trevor agarrou o
pulso de Colby e atraiu esses dedos brilhantes a seus lábios, lambendo cada gota de nata da mão
de seu amigo.
Channing esteve a ponto de gozar outra vez.
— Qual o sabor? — Colby perguntou roucamente.
— Diga isso você — Olhando o rosto de Channing, Trevor pôs a mão de Colby sobre seu
estômago, depois apoiou sua grande mão sobre ela e deslizou ambas dentro de suas calcinhas
úmidas, introduzindo quatro dedos profundamente em sua vagina molhada.
Sua respiração parou enquanto esses dedos escorregadios giravam e afundavam. Colby
levou a mão à boca e sonoramente limpou seus dedos chupando. Logo girou a cabeça para
capturar os lábios de Channing duramente, compartilhando seu sabor no mais hedonista e

29
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

absorvente beijo de sua vida.


Com os dedos de Trevor fodendo ainda, e seus dentes sobre seu mamilo, outro orgasmo
disparou em seu corpo e gemeu na boca de Colby.
Finalmente, Colby acabou o beijo e um imenso sorriso aberto estendeu por seu formoso
rosto.
— OH, sim, definitivamente, esta vai ser uma semana divertida.

Colby carregou as malas de Channing no reboque para cavalos enquanto Trevor e Edgard
terminavam as revisões de última hora dos cavalos. Sossegou a estranha necessidade de segurar a
mão de Channing ou de tocá-la constantemente. Falando a respeito de agir como um idiota
apaixonado... Mas havia algo nesta mulher que tirava a luz seus instintos protetores.
Edgard perambulou para a cabine do caminhão.
— Os cavalos estão preparados. Estamos preparados para sair.
— Quem vai dirigir?
— Trevor. Eu guiarei se parecer bem. Pensei que você e Channing podiam sentar na parte de
trás. Se tiver que compartilhar responsabilidades, precisará pô-la em dia sobre o que terá que
fazer, além de esquentar sua cama, amigo.
Colby assentiu.
— Qual é nossa próxima parada?
— Limon, Colorado. Aproximadamente a seiscentas milhas. É bom que não haja nenhum
rodeio esta noite, já que chegaríamos tarde para nos registrar.
— Então vamos embora — Colby deu uma olhada e viu Channing inclinando os cotovelos
sobre o corrimão de madeira que separava o estacionamento da arena de exercícios, com
expressão sonhadora. Ele gritou — Hey, Chan, hora de partir.
Ela se voltou e colocou a caderneta que tinha na mão na gigantesca mochila de camuflagem
de mensageiro que levava no ombro. Suas botas de cor turquesa levantaram o pó quando se
aproximou para ele com um sorriso que escondia segredos em sua boca.
Colby não pôde evitar sorrir e oferecer sua mão quando por fim chegou até ele. Levou seus
nódulos à boca e esfregou seus lábios neles.
— Pronta?
— Claro.
Recolheu uma mecha de cabelo de sua bochecha.
— Está segura disto, querida jovem?
Ela ficou nas pontas dos pés e o beijou no queixo.
— Tão segura como não estive de outra coisa em minha vida. Mas há uma coisa, Colby, não
sou uma jovem.
— Desculpa. Provou, de sobra, que é toda uma mulher.
Channing ruborizou de uma forma atraente, cativando Colby por completo.
— Comecemos esta aventura, vaqueiro.

30
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Uma enorme e maltratada caminhonete Ford vermelha parou perto do extremo traseiro do
reboque de cavalos e colocou paralela à cabine.
Colby sorriu e aproximou mais Channing à plataforma.
A mulher da caminhonete, Gemma Jansen, era uma rude empreiteira de gado de fora de
Sheridan. Seu marido morreu fazia tempo e em vez de vender o negócio, recuperou e estava
tentando ser empreiteira de gado para o circuito de Rodeio de Montana e Plains.
Gemma era uma verdadeira mulher do oeste, natural de Wyoming de quarta geração, forte,
brusca e conhecedora tanto da terra como das linhagens dos cavalos. Sob sua personalidade de sal
da terra, às vezes era fácil esquecer que não era uma velha mulher grisalha. Com mais ou menos
quarenta anos, ainda era uma mulher malditamente atraente. Era estranho vê-la sem seu marido
Steve. Estiveram casados sempre. Pela primeira vez, Colby se perguntou se sentia tão só na
estrada como eles.
Gemma inclinou e baixou o vidro do passageiro coberto de terra.
— Aonde vão, meninos?
Edgard inclinou para trás seu chapéu e apoiou seu braço no enorme vidro.
— Limon. E você?
— Retornarei primeiro para casa. Há escassez de gados de cavalos em Cody, assim que me
aproximarei com meu capataz, para ver se desejam ficar com alguns dos nossos.
— Seriam idiotas se não fizerem.
— Isso é o que eu disse. Meu capataz não está tão seguro. E eu não estou tão segura de sua
negativa não é devida à preguiça. Assim vou assegurar de que não está deixando que meu negócio
se vá ao inferno enquanto estou neste verão fora trabalhando. É o terceiro capataz que tive nos
passados dezoito meses.
Colby disse
— Pena que não possa levar Cash. Ele poderia convencer os caras de Cody para aceitarem.
Esse homem poderia vender vento no Wyoming.
— Como se necessitássemos algo assim — Ela franziu o cenho — Raios. Uma louca armadilha
para turistas seria sequestrar esse índio fanfarrão, colorir seu rosto com pintura de guerra, vestir
com pele e um cocar de penas, tentando fazer passar como “O Grande Chefe Sucata". Cash
certamente gostaria.
— Nossa, Gemma, isso não é justo. Sei que você e Cash têm suas diferenças, mas não pode
dizer que não conhece seu gado.
Um sorriso malicioso iluminou seu rosto.
— Meu gado seguro, depois da queda do velho Cash sobre seu traseiro ossudo ontem à
noite, não?
Colby se riu.
A porta do condutor abriu e Trevor saiu.
— Hey, Gem, minha pedra preciosa. Como vão esses truques?
Ela soprou.
— É tão suave como o bunda de um bebê, Não, Trev?

31
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

—Tento.
— Deixa de me fazer rosca. Não é tão fácil como quando era mais jovem. Mas mentiria se
negasse minha parte de vaqueiras doentes de amor por mim.
Gemma concentrou em Colby.
— O que pensa desse touro de quatro anos, Big Time, da noite passada? Estava ótimo sobre
ele. Muito bom. Pergunto se deveria tirar da rotação de gado durante algum tempo.
— Ele teve uma boa queda. Teve as quatro patas totalmente levantadas do chão justo fora
da rampa, mas está errada se pensar que é brando. Não foi fácil absolutamente. Raios, não é
como se tivesse marcado noventa sobre ele, Gem. Alguns tipos disseram que gostariam de ter
uma oportunidade de prová-lo. Qual é o próximo lugar aonde o vai levar?
— Valentine, provavelmente — O olhar ardiloso de Gemma finalmente caiu sobre Channing
— Já que estes meninos esqueceram suas maneiras, seguirei adiante e me apresentarei eu
mesma. Gemma Jansen.
Channing tirou sua mão através da janela aberta e agarrou a de Gemma.
— Channing Kinkaid.
— Com quem está?
Colby disse
— Está comigo agora.
— Antes estava viajando com Jared. Acabou ontem à noite, quando descobri o estado civil
de Jared.
Uma única sobrancelha loira levantou.
— Não sabia?
— Não, senhora — Deixou cair sua cabeça, envergonhada.
Em uma amostra de apoio, Colby apertou a mão que colocou sobre o quadril de Channing.
Gemma deu um olhar de aprovação.
— Alegra ouvi-lo. Muitas das garotas que fazem auto stop no lado selvagem não dão
nenhuma importância ao caráter sagrado do matrimônio. Assim, se necessitar um descanso das
histórias de guerra, lesões de rodeio e testosterona, vêem me procurar. Beberemos uísque e
falaremos mal deles.
Channing sorriu abertamente.
— Farei. Obrigado.
Gemma inclinou a cabeça com seu chapéu vaqueiro de palha sombreando o rosto.
— Bom dia para viajar. Comportem-se, meninos. Boa sorte em Limon. Verei em Nebraska
em uns dias.
— Conduza com cuidado, senhora — Edgard golpeou a porta lateral e Gemma partiu.
Trevor e Edgard conversaram em voz baixa, depois Edgard abriu o capô do caminhão e olhou
no motor. Colby abriu a porta traseira da cabine e fez um gesto a Channing para que entrasse.
Ela levantou a mochila sobre sua cabeça, apoiando em seu colo enquanto deslocava ao
outro lado do assento de couro.
— Então, qual é o plano?

32
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Trev vai conduzir até que se canse e depois Edgard substituirá.


— E nós?
Colby chutou um lado uma caixa de papelão de chocolate com leite vazio.
— Será nossa a próxima vez quando nos pusermos em caminho a Valentine. Hoje é um
desses estranhos dias livres, assim desfruta enquanto dure. Normalmente nos pomos em marcha
depois de cobrar os prêmios e nos dirigimos ao próximo rodeio.
Channing olhou com o cenho franzido o lixo disperso por todo o chão.
— Este lugar é uma pocilga.
— Sim.
— Não o incomoda?
— Não particularmente.
— Bem, a mim sim. Enquanto estejamos esperando esses dois, vamos recolher esta porcaria
e jogá-la fora.
Os olhos de Colby se entrecerraram.
— Você não é nossa criada, Chan.
— Necessita uma. Além disso, disse nós, não eu. — Seu sorriso ardiloso transformou em um
gesto franzido quando recolheu um rangente cilindro de canela meio comido debaixo da capota
enlameada. — Ugh! Encontre-me algo para usar como saco de lixo.
Ele rebuscou sob o assento até que encontrou uma. Colocando envoltórios de Twinkie9, latas
vazias de Copenhague10 e Skoal11 e garrafas meio cheias de Gatorade no saco plástico
transparente, Colby não podia recordar a última vez que se preocupou de limpar a fundo para
uma mulher. Talvez nunca.
— Meninos, realmente comem este tipo de comida lixo todo o tempo?
— Não. Às vezes passamos pelo serviço para automóveis do Mcdonalds.
Channing atirou uma meia três quartos na bolsa.
— Advirto isso, estas coisas não são comida de verdade. Os matarão.
— Sei — Colby encontrou a outra meia três quartos suja que combinava com a primeira, fez
um novelo e atirou no lixo — Temos uma cozinha no reboque.
— A usam?
— A verdade é que não.
— Bom, é estúpido não fazer. Quando chegarmos a Limon, iremos a uma loja de
comestíveis, não a um supermercado de produtos enlatados, e armazenaremos comida de
verdade. Eu não posso comer assim.
— Por que não? Isso não é parte do atrativo do rodeio? Twinkies fritos, nachos, e cerveja
fria?
— Não para mim — Channing fez oscilar um pacote enrugado de Bugles com sabor queijo
Cheddar frente a seu rosto — Seria mais fácil saltar por cima que caminhar a meu redor se

9
Espécie de Americano(lanche) com recheio cremoso doce ou salgado.
10
Marca de Cerveja.
11
Tabaco (aquele que se põe na boca e mastiga, Ughh!!!)

33
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

colocasse esta porcaria em minha boca cada maldito dia.


Quando ela acabou de recolher, ele disse brandamente.
— Channing.
Esses olhos dourados encontraram com os dele.
— O que?
— Vêem aqui e me beije.
— Mas...
— Nenhum mas. Agora — Os fortes dedos de Colby a agarraram pelos braços e puxaram ela
sobre seu colo. Antes que abrisse a boca para protestar de novo, ele se equilibrou em um beijo
faminto.
A objeção de Channing durou menos de três segundos antes que suas mãos estivessem
agarrando por pescoço e seu corpo esbelto esmagado contra o seu. A boca dela era acolhedora,
quente como o pecado e doce como uma guloseima.
Colby a levantou até sentá-la escarranchado sobre ele. Suas mãos subiram lentamente pelo
interior de sua camisa, acariciando suavemente os músculos trêmulos de seu ventre. Adorava sua
rápida reação a cada toque. Abandonou seus lábios e mordiscou sua mandíbula.
— Eu gostaria que pusesse essa coquete e pequena saia amarela que usava a primeira vez
que vi você.
— Colby.
— Então poderia enrugá-la por cima de seus quadris, tirar a calcinha e acariciar sua doce
vagina sem barreiras. Poderia fazer em menos de dois minutos. Quer, ou não, doce?
— Mmm. Tão seguro de si mesmo. Por que não tenta agora, ver se pode fazê-lo em dois
minutos com a roupa vestida?
— Está me desafiando?
— Pode apostar seu escuro traseiro vaqueiro que estou desafiando. Para de falar, me beije,
e ponha sua boca já em mim — Channing rodeou com os braços seu pescoço, balançando os
joelhos, dando melhor acesso ao calor entre suas coxas. Ela empurrou os quadris contra seu
estômago, enquanto que seus beijos ansiosos faziam pedacinhos do controle de Colby.
Esta mulher o levaria a loucura com sua doçura e seu fogo. Colby raspou com a unha pela
costura interior dos jeans de Channing, uma agressão preguiçosa que a fez estremecer. Moveu a
língua sobre a sua da mesma maneira lânguida, até que ela gemeu. Continuou com as carícias
suaves e lentas, e ela afastou os lábios com um ofego.
— O que está fazendo? Parece que seus dois minutos passaram.
Colby deixou beijos úmidos com a boca aberta descendo por seu pescoço nu. Deus! Ela
cheirava como as flores silvestres.
— Decidi que já que sempre estou tentando de vencer o relógio quando monto na arena,
vou tomar tempo para mim, e não ceder a suas demandas, garota má. Olhe, agora que penso, não
quero acelerar. Quero que esteja ansiosa, que quando finalmente deslizar meu pênis dentro de
você esta noite, lembrará de quanto queria. Quanto necessitava.
Ela sussurrou

34
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Você não quer?


Aproximou seu rosto puxando uma mecha de seu cabelo até que a aba do chapéu escureceu
seus olhos.
— Não posso enfocar a vista do quanto te desejo, Channing. Mas maldição se não consigo
manter minhas mãos longe de seu tentador corpo. Este é meu espetáculo. Você queria que eu
estivesse no comando, assim que recordo que fazemos a minha maneira, Entende?
O capô soou ao fechar, agitando o chassi da caminhonete, quebrando o tenso momento. As
portas dianteiras da cabine se fecharam de repente quando Trevor e Edgard subiram.
Edgard queixou.
— Vão estar fodendo aí atrás todo o dia? Porque se for assim, viajem no reboque de cavalos.
Porque seria uma distração escutar seus gemidos e cheirar sexo quando estamos tentando de nos
manter na estrada.
— Exato — Interveio Trevor — Pensei que esperaríamos até a noite para algo mais de ação?
— Sente abandonado? — Perguntou Edgard.
— Não encha o saco. Não é culpa minha que não se uniu antes — Respondeu Trevor com
aversão.
Perfeito. Colby estava levando como um novato, que não podia pensar em nada mais que
em baixar as calcinhas de Channing. De nenhuma maldita maneira ia admitir essa debilidade a
seus companheiros de viagem. Em vez disso, devolveu Channing a seu lado da caminhonete.
— Sinto muito. De acordo, entusiasmamos. Está seguro de que não quer me deixar dirigir?
Porque parece que estar Channing e eu aqui atrás juntos, inclusive com toda a roupa vestida, é
uma ideia má.
Ela riu entre dentes.
Trevor acelerou.
— Um momento, vai ser uma curva muito fechada para sair.
Automaticamente, Colby e Edgard alcançaram os cabos do teto quando Trevor girou
bruscamente a grande plataforma.
Channing esfregou as mãos pelo exterior de suas coxas, e depois se ocupou de compactar o
lixo na bolsa. Inclinou sobre o assento dianteiro.
— Meninos, Têm lixo por aí para jogar? Aqui atrás está tudo recolhido.
Edgard olhou furioso a Colby.
— A mandou limpar?
— Diabos, claro que não! Não a fiz fazer nada. Deve ser coisa de mulheres, fez por sua conta.
— Bom, alguém tem que fazer — Replicou ela.
— Obrigado — Disse Edgard — Prometo que trataremos de manter ordenado, agora que
está dormindo conosco. De acordo, amigos?
— De acordo — Disse Trevor.
Channing apoio o queixo sobre seus antebraços, na borda do assento dianteiro.
— Como dormiremos? Não há espaço para duas pessoas no reboque de cavalos, assim não
acredito que para quatro.

35
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Trevor assinalou a autoestrada.


— Não ficamos todos no reboque. Alugamos um quarto. É mais fácil tomar banho assim.
Dois ficamos no quarto, e um dorme aqui. Alternamos, assim sempre há alguém vigiando os
cavalos.
— Alguém dorme com os malditos cavalos, quer dizer normalmente eu — Resmungou Colby.
— Além disso, às vezes necessitamos um pouco de solidão. Um descanso uns dos outros —
Disse Edgard.
Trevor lançou a Edgard um estranho olhar.
Channing deu uma olhada a Colby por cima do ombro. Encolheu os ombros diante de sua
expressão perplexa. Teria que aprender a lutar com suas discussões, ou não fazer. Ele preferia
manter a margem delas.
— Como já disse a Colby, não posso comer comida rápida sempre. Não me incomoda
cozinhar se tiver ingredientes.
— E como eu respondi, não esperamos que cozinhasse e limpe para nós, querida — Disse
Colby com irritação.
— Sobre tudo se for fazer comer verduras — Trevor estremeceu — Me dê carne-seca e
cachorros quentes em vez dessa merda verde em qualquer momento.
Edgard assentiu com a cabeça.
— Não esqueça as delícias mexicanas de Taco Bell.
— Ou carne com batatas — Acrescentou Colby.
Channing revirou os olhos. Rebuscou em sua mochila e desenredou seu i-Pod. Assim que
colocou os fones, fez um novelo com sua jaqueta de lã para usá-la como travesseiro, colocou na
esquina, e fechou os olhos.
Em vez de olhar boquiaberto a Channing, muito tentadora inclusive dormindo, Colby passou
uma mão pelo rosto e olhou fixamente a paisagem, uma lisa planície que estendia mais longe que
o olhar de um homem. A terra em Oklahoma era uma estranha mistura de laranja rosado, e o
horizonte nunca mudava de um cinza descolorido e sujo.
Sentia falta do céu azul brilhante de Wyoming, com suas longínquas montanhas nevadas. As
colinas onduladas e os certos cortados de bosques de cedros e Artemisa. Manadas de antílopes
correndo livres nos enormes espaços.
Pela extremidade do olho viu Channing mover para ficar mais cômoda. Poderia parecer
pequena, doce e inocente, mas a mulher tinha suas próprias ideias e não duvidava em defender.
Colby golpeou Edgard no ombro.
— Me desperta quando for para trocar — Reclinou os ombros no assento, inclinou chapéu
tampando os olhos e deixou embalar pelo familiar som das rodas sobre a estrada.

CAPÍTULO 4

36
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Channing?
Ela piscou pela luz do sol da última hora da tarde fluindo através da janela e apressou a
levantar.
— O que? Onde estamos?
Trevor sorriu e percorreu com seus dedos sua sonolenta e enrugada bochecha.
— Estamos à uma hora dos subúrbios de Limon. Só te chamei se por acaso precisava ir ao
banheiro antes que retornássemos à estrada.
— Wow. Dormi cinco horas?
— Quatro. Estive com o pé um pouco acelerado, assim fizemos um bom tempo.
— Suponho que sim. Onde estão Colby e Edgard?
— Dentro. Por quê? Necessita-os para algo? — Sua pele era tão suave. Quanto tempo que
ele não prestou atenção à suavidade suprema da pele do rosto de uma mulher. Tão em contraste
à áspera e barbuda pele de um homem.
— Não. Só tinha curiosidade — Channing sorriu e orientou sua cabeça mais profundamente
a sua carícia — Mmm. Parece tão agradável. Provavelmente deveria sair e estirar minhas pernas e
visitar o banheiro das garotas.
— Me deixe ajudar — Trevor afiançou seus braços sobre seus magros quadris e a deslizou da
cabine. Quando suas botas tocaram o chão, ele fechou a porta, e apertou contra a plataforma do
caminhão — Mas primeiro, que tal um desses doces beijos, querida?
Levantou sobre as pontas de seus pés e deu um ruidoso e forte beijo em sua garganta.
— Como isto?
— Tem uma veia mesquinha, Chan.
— Não, senhor. Que tal se me ensina como quer ser beijado, Trev, assim na próxima vez não
terei que adivinhar.
Trevor inclinou seu negro Stetson mais para trás em sua cabeça e baixou seu rosto,
mantendo seus olhos fechados. Quando sua boca esteve fechada o suficiente suas respirações se
misturaram, ele lambeu os lábios e os roçou sobre com os seus. Ligeiramente. Suavemente. Sem
aplicar pressão, nem mordendo ou provocando, nem usando sua língua, só sentindo a cálida
plenitude dos lábios dela abrindo à espera dos seus.
Levou sua mão à parte de cima do ombro dela e preguiçosamente esfregou seu polegar
contra seu pulso no oco da garganta. Depois contornou o interior do lábio inferior cheio dela com
o bordo interior de seu lábio superior. Para frente e para trás, criando fricção, calor e umidade. Só
esse escorregão, apenas um deslizamento de boca a boca a fez gemer.
Tendo piedade dela e dele mesmo, beliscou o obstinado queixo entre seu polegar e seu
indicador e abriu sua mandíbula para aceitar a invasão de sua língua.
Ela respondeu com semelhante paixão desenfreada que Trevor soube que era boa coisa que
estivessem em público. Enquanto que ele não desejava nada mais que deixar cair seus jeans na
parte superior e conduzir dentro de sua pequena quente vagina, ali mesmo, perto da bomba de
gasolina de Plaza Flyng J. Truck.
Trevor forçou a afastar sua língua, tentando nivelar sua desigual respiração e apoiou sua

37
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

testa contra a dela. Uma vez que recuperou o controle, deu um passo para trás.
Channing sorriu e arrastou seu chapéu a seu lugar.
— Agora isto é o que eu chamo um beijo.
Edgard disse:
— Se vocês dois já terminaram de chupar o rosto, nós precisamos ir.
— Deixa de ser imbecil, Ed. Dá tempo a Channing para usar o banheiro e conseguir algo para
comer — Trevor esperava que ele respondesse com outra réplica inteligente. Entretanto, Edgard
franziu o cenho e contornou a parte dianteira do caminhão e subiu no assento do passageiro.
Enquanto Trevor observava Channing caminhar tranquilamente até a loja de comida rápida,
soube que Edgard ia ser um problema no que ela concernia. O problema era que Trevor não sabia
o que fazer a respeito.
Colby se materializou das sombras e inclinou contra a coluna junto a bomba.
— Está tudo bem?
— Sim — Trevor não podia encontrar com o olhar de Colby — Ela é importante, não é?
— Sim.
— Acredito que você gosta de sua entrada mais do que diz. Então, isso significa que vai ter
um problema por compartilhá-la comigo, Colby? Agindo com o saco cheio se Chan e eu passamos
um tempo a sós juntos? Se me vê beijando-a?
— Não, companheiro, há suficiente dela para todos. Isto é o que ela deseja e penso que
funcionará bem para nós. Mas todos sabem que não sou o único com veia ciumenta — Colby
afastou e agarrou o limpa para-brisa, escovando os insetos e a sujeira com o lado esponjoso,
depois usando a parte de atrás para retirar a água imunda.
No momento que o para-brisa esteve limpo e Trevor comprovou os cavalos, Channing
retornou, parecia tão fresca como uma margarida. Esfregou uma brilhante maçã vermelha sobre
seu peito antes de tomar uma grande dentada. O suco gotejou por seu queixo.
— Essa maçã parece realmente boa — Disse Trevor.
— Quer um pouco?
Ela levantou a fruta a sua boca. Em vez de dar uma dentada, inclinou sobre ela e lambeu seu
pegajoso doce queixo, depois varreu sua língua sobre seus lábios e a inundou em sua boca.
— Mmm. Prefiro muito mais provar o sabor da maçã em você.
Suas bochechas ruborizaram por sua atenção, mas Channing recuperou e girou seus olhos
antes de entrar no caminhão.
Depois de que parassem em Limon, encontraram um barato, um motel próximo aos recintos
das feiras, Edgard e Trevor descarregaram os cavalos, desengancharam o reboque, e Colby
conduziu Channing à loja de comestíveis Hinky Dinky nos subúrbios da cidade.
Ela carregou a cesta até acima de fruta fresca, algumas verduras. Cereais integrais e pão.
Carne para o almoço. Soda light. E sopa em conserva.
Colby contribuiu com uma caixa extragrande de camisinhas, quatro latas de Skoal e uma

38
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

caixa de Bud Light12.


Cada vez que ela adicionava um novo artigo, seu olhar separava dessa caixa de camisinhas,
extragrande, extra estriados, para seu prazer, e tentava não se aterrar. Deu um olhar ao
mostrador da carne e assinalou uma parte de carne de vaca.
— Vê? Se eu tivesse uma grande panela poderia misturar carne e batatas nela pela manhã, e
para quando nós parássemos, o jantar pareceria bom.
Colby escovou um beijo sobre sua frente.
— Tanto como disse que não quero que seja um problema para nós, cozinhar a fogo lento a
carne e as batatas soa ótimo. Sinto falta da comida caseira. Minha mãe é uma muito boa
cozinheira.
Channing mordeu o interior de seu lábio. Confessou que na realidade não era boa cozinheira
e fazia que ele comparasse seus esforços aos de sua mãe?
Colby carregou as sacolas da loja de comestíveis e falou em seu telefone celular. Pegaram
um pote de frango frito e todas as guarnições e comeram a comida no local de piquenique fora do
motel. Era uma noite formosa, nem um sopro de vento, a umidade passível e a prateada lua
penduravam sob o céu.
Vários dos outros concursantes, Brian, Jeff e JJ, todos em algum momento se uniram junto
com outros companheiros de cordas com Edgard e Trevor, passando por ali e a cerveja
desapareceu logo. Justo nessa pequena quantidade de tempo ela se deu conta que essas pessoas
que viajavam aos circuitos eram como uma grande família. Lutado, rindo, ferozmente fiéis uns aos
outros. Não havia experimentando nada como isso em sua vida familiar.
Trevor e Edgard voltaram para a arena para praticar com a corda e Colby os acompanhou,
precisando exercitar seu cavalo.
Channing ficou no quarto e tomou a gosto uma ducha. Depois de depilar e cobrir seu corpo
com loção, perguntou o que passaria quando seus vaqueiros voltassem. Supunha que tinha que
estar nua? Prefeririam outro strip-tease?
Realmente sábia no que se colocou?
O som de uma chave na porta disparou seu pulso. Empurrou os livros em sua mochila e
voltou à página de seu caderno.
Colby entrou primeiro no quarto, seguido por Trevor. Edgard passou seu traseiro e
imediatamente entrou no banheiro e a ducha ligou.
Trevor se atirou na cama Queen contra a parede.
— Estou cansado.
— Eu não — Disse Colby. Seu olhar viajou dos pés descalços de Channing até a parte de cima
de suas pernas para parar em seu rosto — Sinto muito enérgico esta noite.
Nossa
— Quem dormirá no trailer? — Perguntou ela.
— Edgard — Disse Trevor.

12
Marca de cerveja.

39
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Isso queria dizer que não se uniria de novo? Channing estava quase assustada de perguntar.
Secretamente preocupava que Edgard se arrependesse de tê-la com eles, ou pior, que ele não a
achasse atraente.
Mal Edgard terminou sua ducha, desejou boa noite. Depois de lavar, Colby saiu do quarto
durante um tempo enquanto Trevor tomava seu lugar no banheiro. Com cada minuto que
passava, Channing ficava mais e mais nervosa.
Especialmente quando Colby voltou para o quarto com uma corda larga em uma mão, um
lenço na outra e um brilho travesso em seus olhos. Ele disse:
— Se dispa. Quero vê-la nua, o traseiro para cima agora.
Channing assentiu com a cabeça, tirou a roupa e parou diante dele, sentindo tímida e
exposta.
— É imponentemente magnífica, Chan. Vêem aqui e gire.
Ela cruzou o quarto. O dobrado lenço vermelho brilhou frente a seus olhos antes de tudo
ficasse escuro. Um rápido apertão na parte de trás de sua cabeça e estava com os olhos vendados.
Colby não fez gesto de tocar além de guiar suas costas à cama.
— Sente e espera por mais instruções. Fará o que te digo. Sem perguntas. Temos claro doce?
— Sim.
Ele colocou um suave beijo nos contos de seus lábios e sussurrou:
— Deus, garota. Não tenha medo. Não vamos te fazer mal… — Seus dentes afundaram no
lóbulo de sua orelha —… Não muito.
Channing estremeceu.
A porta do banheiro fez clique ao abrir e fechar. Escutou as vozes de Colby e de Trevor, mas
não pôde ouvir o que diziam. Provavelmente era uma coisa boa.
Engoliu para umedecer a secura de sua boca. Seu ritmo cardíaco acelerou de novo quando o
úmido e saponáceo ar perfumado escapou do banheiro e sentiu Trevor e Colby parar diante dela.
— Este é o trato, querida. Vamos jogar um pequeno jogo de cobra cega. Vai tentar adivinhar
quem está tocando. Se acertar, terá uma recompensa. Se errar, esperemos só que não tenha que
descobrir.
Channing estava absolutamente imóvel.
— Sente de novo na cama e levanta seus braços sobre a cabeça. Está é minha garota —
Cordas ásperas envolviam seus pulsos várias vezes. Sussurrou Colby — Não muito apertadas, em
sua maior parte é para manter suas mãos longe, fora de nosso caminho. Se cooperar, deixaremos
soltas. No segundo que tente nos tocar ou mover as mãos? Seguraremos ao marco da cama.
Deixamos claro?
— Sim.
Trevor disse:
— Abre suas pernas. Quero ver esses calcanhares pendurando dos lados da cama.
Ela obedeceu.
— É preciosa, Chan. Não importa o que façamos, deixa assim até que digamos o contrário.
Channing teve um brilho de intuição. Se eles falavam, facilmente poderia ser capaz de

40
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

descobrir o que cada um estava fazendo. Colby amava falar sujo, de modo que as possibilidades
eram boas ele não seria capaz de manter sua boca fechada. Ela ocultou um sorriso.
Até que a música apareceu.
Antes que pudesse pensar como distinguiria um homem do outro na escuridão, uma boca
quente fechou sobre seu mamilo esquerdo e o amamentou com força. Pontas de ásperos dedos
arrastando acima e abaixo do centro de seu corpo. Deixando de lado suas costelas e a sensível
curva de sua cintura. Um suave golpe sobre o pulso pulsando na coluna de seu pescoço.
Uma palma áspera pelo trabalho riscou seu contorno, dos braços presos sobre sua cabeça,
descendo pelos tensos ombros. Sobre a suave curva de seu ventre, atravessando, os quadris e o
redondo de suas coxas. Passando seus trêmulos joelhos, descendo por suas panturrilhas até suas
coxas, terminando em seus suscetíveis pés. Essas mãos enlouquecedoramente cuidadosas
investiram o processo com a mesma deliberação sensual.
Channing começou a sacudir com autêntica pura necessidade.
Então essas ansiosas mãos tocaram seus seios, unindo ambos os mamilos para sugar e
lamber e provar. Dente beliscando as extremidades, provocando que um som cheio de dor
escapasse de sua garganta.
A ardência foi acalmando por franzidos lábios soprando uma corrente de ar frio, seguido de
uma quente e úmida língua lambendo e encrespando ao redor da maltratada carne.
— Quem? — Um rude macho ordenou.
Bem, dispara.
— Trevor?
— Incorreto. Dê a volta — Disse Colby.
Uma dura palmada ardeu sobre a bochecha esquerda de seu traseiro.
Quando ela protestou:
— Hey! Isso dói! — Dois tapas mais aterrissaram em rápida sucessão.
— Continua falando e vou obter grande prazer em converter esse traseiro em forma de
coração rosa, em vermelho, caramelo.
Merda.
— Tem algum outro protesto? — Perguntou Trevor.
Ela negou com sua cabeça.
— Bem. Gira para o outro lado assim poderei ter minhas lambidas, também — Disse Trevor.
Foi dada volta para o lado esquerdo e sólidas palmadas aterrissaram sobre sua nádega
direita.
— Agora estamos à mão. Não nos faça sair da corda do touro, Chan.
A humilhação que ela pensou que sentiria nunca chegou. O que dizia isso dela?
Nada, além disso, ela nunca esteve mais molhada ou mais excitada em sua vida.
Mãos fortes agarraram seus tornozelos e puxaram seu corpo para baixo até que seu
ardoroso traseiro quase pendurava do extremo da cama. Então uma fria e úmida língua lambeu
diretamente o centro de sua vagina.
Seus quadris saíram disparados da cama.

41
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Um grunhido de advertência soou ao lado de seu ouvido.


A seguir a boca em seu sexo começou um assalto total. Essa hábil língua moveu
profundamente dentro de sua chorosa vagina, lambendo do interior para fora. Depois disso
ziguezagueou para cima para golpear pequenos açoites de aveludado calor sobre seus inchados
clitóris. Seu sangue pulsou e uniu nessa pequena protuberância, o orgasmo dançou perto da
superfície e então a possibilidade desapareceu quando a zombadora boca se afastou.
Maldição. Desejou exigir retornar, mas sabiamente manteve seus apertados lábios juntos.
Suaves beijos dando voltas ao redor de seu montículo da linha de seu pelo púbico, à dobra
de suas coxas, retornando a sua abertura vaginal. O círculo de beijos chegou a ser
progressivamente menor. Mais forte. Mais molhado.
Channing tentou não retorcer, ou moer seu sexo contra essa fugaz língua. Mas quando essa
quente e faminta boca fechou sobre seus clitóris e os inchados lábios de sua vagina e começou a
sugá-los juntos, gritou a todo pulmão.
Dois grossos dedos lançaram em seu interior e acariciaram esse mágico ponto enquanto a
suave aspiração voltava mais forte e a enviou voando sobre o bordo da razão e em um clímax tão
extremo que se esqueceu de respirar. Quase desmaiou pela falta de oxigeno de seu cérebro
confuso pelo sexo.
Uma vez que o sangue deixou de correr em seus ouvidos e reduziu um surdo batimento do
coração entre suas pernas, desabou contra o colchão.
Uma voz muito grave perguntou:
— Quem?
Deus. Realmente supunha que ela se preocupou de quem a levou a tão intenso orgasmo?
Channing lambeu seus lábios e quis que sua cabeça deixasse de zumbir.
— Quem? — A demanda foi dita de novo.
— Umm, Colby?
— Muito bem, doce — Sussurrou ele, contra sua garganta.
— Não, você é muito bom. Assim é a maioria…
A boca dele cobriu a sua; ela provou o forte sabor almiscarado de seus próprios sucos em
sua língua. Colby beijou sua boca, as mãos de Trevor vagavam sobre ela até que ela retorceu em
eróticos movimentos. Uma vez que Colby liberou seus susceptíveis lábios dos dele, ela sussurrou:
— Isso foi… Por favor. Desejo mais.
— Deveria estar falando?
— Não.
— Então fica em silêncio.
A cama abaixou. Mãos e bocas saíram de seu corpo, deixando desprovida. Sentia as lágrimas
ardendo em seus olhos.
— Vai me castigar?
— Ssh. Querida, está muito bem. Planejamos brincar com você um pouco mais, mas a
verdade é que nos empurrou a borda esta noite e nenhum de nós é muito bom esperando.
— A desejamos desesperadamente, moça.

42
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Channing sorriu diante do agitado tom na voz de Trevor.


— E agora o que?
Trevor roçou seus lábios contra os dela. Depois de doze curtas horas já sabia a diferença
entre seus beijos, seus gostos pessoais e a forma de suas bocas.
— Agora vai obter seu desejo de estar com ambos ao mesmo tempo.
Sua saciedade fugiu e seu corpo se paralisou.
— Relaxe. Nenhuma dupla penetração esta noite para facilitar o processo — Os joelhos de
Trevor ajustaram contra as axilas dela. Estendeu um frio gel sobre seu seio, depois apertou seus
seios juntos firmemente em sua palmas — Estou morrendo por deslizar meu pênis entre estes
gloriosos seios.
O escorregadio calor de seu duro eixo colocou entre o apertado certo que ele criou. Com
cada deslizamento, a ponta de seu pênis chocava contra seu queixo.
Ele grunhiu:
— Move seu pescoço e lambe a cabeça.
Obedeceu meio temerosa de estar fazendo errado, e desejando fazer bem porque não sabia
que sentir com ele vindo sobre seu rosto. Sua língua saiu disparada e enroscou na ponta. No
seguinte movimento dele, ela deixou que seus lábios fechassem sobre toda a cabeça.
— Sim. Assim. Quando minhas bolas estejam prontas para explodir, meu pênis fodera essa
bonita boca.
Uma fresca quebra de onda de umidade brotou de entre suas pernas.
Calosas mãos agarraram seus quadris.
— Posso cheirar sua nata, mas espera um momento, enquanto consigo algum lubrificante —
Disse Colby — Não quero te machucar — Dois dedos retorceram dentro dela, misturando o
lubrificante KY com sua lubrificação natural.
Channing esticou quando sentiu a cabeça do pênis de Colby junto a sua entrada. Era um
homem grande, maior que qualquer um que esteve, e embora não podia esperar para senti-lo
preenchendo sua vagina completamente, parte dela estava um pouco assustada.
— Não estique. Uma vez que esteja dentro, sentirá bem. Realmente bom, prometo —
Enquanto Colby introduzia seu pênis lentamente, Trevor começou a empurrar mais duro,
murmurando.
Channing desejava poder ver tudo o que estava acontecendo, mas seus olhos continuavam
enfaixados e suas mãos estavam imobilizadas ainda sobre sua cabeça.
— Merda. Aqui vem. Abra a boca. — Trevor soltou suas mãos e segurou uma mão sob seu
pescoço, levantando mais alto assim seu pênis escorregaria mais profundamente em sua boca. Ao
mesmo tempo, Colby investiu contra ela até o punho.
Gemeu quando os quentes jorros de gozo salpicaram contra a parte de atrás de sua
garganta, um sabor mais salgado, mais terrestre que o de Colby. Enquanto Trevor sacudia contra
seu rosto, suas bolas faziam cócegas no queixo. Engoliu convulsivamente, sentindo o calor e a
necessidade disparando sobre ela, enquanto Colby atacava sua empapada vagina, seus quadris
golpeando e friccionando mais e mais rápido como um trem fora de controle.

43
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Trevor saiu de seu corpo e começou a chupar seus mamilos enquanto Colby a fodia, mais e
mais duro, saindo completamente, e investindo de volta até que golpeou a parte de cima de seu
útero.
— Carinho, não vou durar — Grunhiu Colby.
Channing arqueou, choramingando.
— Sim, sim, sim — Quando Colby acariciou seus clitóris e ela detonou como um reator
nuclear.
Ele seguiu atrás. Seus fortes músculos interiores agarraram seu pênis como dentes,
mantendo seu pulsante eixo submerso contra ela depois de que ele tivesse disparado sua carga.
Respirando tão dificilmente como ela, Colby espremeu contra ela.
Reclinou sua cabeça contra seu ventre enquanto Trevor desatava suas mãos e esfregava
seus pulsos para que o sangue fluísse de novo.
Enquanto ela tentava avaliar os deliciosos danos que a paixão dos homens infringiu sobre
seu crédulo corpo, Trevor inclinou sobre ela e a beijou, brandamente tirando a venda de seus
olhos.
— Obrigado, querida. A muito mais de onde veio isto. Mas dorme um pouco. Vou checar
Edgard e a me assegurar que não está cagando com os cavalos — Trevor deslizou sobre seu suado
traseiro, deixando seu amplo, suarento peito nu, e saindo do quarto antes que ela recuperasse sua
respiração.
Colby tirou com cuidado seu esgotado pênis dela com cuidadosa lentidão. Desfez da
camisinha e apagou as luzes. Tomou seu corpo inerte e a abraçou enquanto dava um puxão da
colcha e depois os deslizava entre os frescos lençóis.
— Estou tão cansada — Murmurou ela.
Ele beijou a parte de acima de sua cabeça.
— Dorme. Merece isso. Vai necessitar sua força para amanhã porque não posso esperar para
ter de novo. E outra vez. Vai estar tão arqueada como Cash quando terminar com você.
Channing suspirou sonhadora. Mas não estava disposta a perder no sono ainda. Desejava
saber tudo sobre Colby McKady.
— Me fale de sua vida em seu rancho nas terras selvagens de Wyoming.
Colby arrastou seus dedos para cima e para debaixo de sua espinha dorsal.
— É como o céu e o inferno ao mesmo tempo. Partes da terra são formosas; partes são
extremamente feias e estéreis. Mas o alpendre inteiro esteve na família McKay por cento vinte
anos, assim é o lar.
— Alguma vez viveu em outro lugar?
— Não. Nunca desejei. Nunca desejei fazer algo com minha vida exceto trabalhar no rancho
e o rodeio.
Escutou Colby elogiar as virtudes da vida rural e as frustrações. Perguntava como seria estar
tão… Unido. A terra. A sua família. A seus vizinhos.
— E você? — Perguntou Colby — O que se sente vivendo com alguns milhões de pessoas ao
redor todo o maldito tempo?

44
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Solidão.
— Sério?
— Sim.
— Inclusive vivendo no condado menos povoado, no povoado menos povoado nunca cresci
em solidão. Muitos irmãos. Embora quisesse brigar a maioria dos dias, levamos muito bem agora.
— Me fale deles.
Ele suspirou.
— Em outro momento, okey? Precisa deixar de conversar e…
— Por favor? Tenho meu segundo fôlego — Bocejou.
— Está bem. Não tem que desentupir todos meus segredos esta noite. Vá dormir Chan.
Contarei algo que queira saber amanhã.
— Okey. Deu sua palavra, vaqueiro — Se aconchegou contra ele e adormeceu.

CAPÍTULO 5

Quentes, úmidos beijos que começavam no nascimento do cabelo e seguiam para baixo pela
curva de seu pescoço e de seu ombro, e que de novo voltavam a começar o mesmo percorrido
pelo outro lado. A respiração ofegante fazia pulsar seu pulso e arrepiava os pequenos cabelos da
nuca.
Channing tentou girar entre os braços de Colby, mas ele a manteve quieta.
— Bom dia. Dormiu bem. Como um chumbo. Acredito que não moveu desde que deixamos
de falar ontem à noite — Ele mordeu ligeiramente seus ombros — Nunca teria imaginei que era
tão malditamente mimosa.
— Sinto muito.
— Não sinta. Eu gosto. Especialmente esses doces roncos que saem de sua pecaminosa
boca. Senhor! Estive vendo dormir durante os últimos dez minutos, desejando que despertasse. E
como pode ver, estou um pouco cansado de esperar.
Ela ruborizou e tentou dar a volta.
— Colby…
Sua grande palma descansou entre suas omoplatas enquanto apoiava a outra em seu
estômago.
— Dói?
— Um pouco.
— Bom, tentarei ser suave, mas maldição, quero assim. Toda quente, meio adormecida e
suave — Colby passou a boca pela orelha — Outras vezes despertei com uma ereção, mas nunca
assim, é como uma barra de ferro. Você o provoca, Channing, só você — Pressionou seu duro
pênis contra seu quadril.
— Não se mova. Volto em um minuto.

45
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Não importava o que ele pensasse, já não havia maneira de que Channing voltasse a relaxar.
Fechou os olhos e inalou o perfume de Colby, cheirava a almíscar, misturado com o doce aroma de
sua excitação e a essência do sexo compartilhado a noite passada. O aroma alagava o quarto e os
lençóis, e ela se excitou imediatamente.
Ouviu rasgar o pacote de uma camisinha.
A cama oscilou e nesse momento Colby açoitou suas nádegas. Seu imediato protesto perdeu
quando ele começou a lamber as marcas, para logo arrastar essa diabólica e úmida língua para
cima por sua coluna.
— De joelhos, carinho. Estira os braços por cima da cabeça.
Channing manteve a bochecha apertada contra o colchão enquanto Colby levantava mais
alto seus quadris para introduzir um travesseiro sob seu ventre. Estabilizou e deslizou os joelhos
entre suas panturrilhas.
Sua mão aberta deslizava acima e abaixo por suas costas, devagar e suave. Depois, sentiu
como dois dedos acariciavam ligeiramente sua vagina, do clitóris até sua vagina, abrindo antes de
deslizar os dedos dentro, profundamente.
— Está bem, só estou lubrificando um pouco. Sei que é bastante suave. Isto ajudará a estar
pronta para mim, porque não posso esperar. Quero agora.
Os dedos saíram um pouco e voltaram a afundar mais frios e inclusive mais lubrificados que
antes. Seu sexo inchou e abriu para ele como uma flor.
— Bom isto sim que é uma boa vista, com todas estas cremosas curvas rosa que aprisionam
meus dedos. É a coisa mais malditamente sexy que vi em minha vida, Chan.
Este homem dava um novo sentido ao falar pausado.
Colby arqueou por cima dela e beijou o sensível lóbulo de sua orelha.
— Está preparada?
— Mmm. Sim.
— Bem.
Os ossos de seu quadril acariciaram seu traseiro, e ele separou mais para que a grossa
cabeça de seu pênis pressionasse sua entrada.
Colby não esperou, colocou até o punho em um rápido movimento.
Channing ofegou, nem tanto pela pontada de dor misturada com perverso prazer, mas sim,
pela masculina necessidade que irradiava dele e por como seu corpo suavizou ainda mais, ansioso
por responder a sua reclamação.
— Não posso ir devagar. Será duro e rápido. Jesus! Você tem uma vagina quente e estreita
me deixa fodidamente louco.
Suas mãos agarraram a seus quadris enquanto deslizava dentro dela como um homem
possuído.
Pesados testículo a golpeavam o clitóris, o pelo púbico roçava o traseiro, e Channing perdeu
a razão, embriagando em seu desespero por ela. A forma em que seu corpo dava exatamente o
que ela queria era humilhante e assombrosa, sem ter que mostrar recatada, sem ter que suplicar,
sem ter que preocupar porque ele dissesse que não e pensasse que era uma pervertida sexual.

46
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Os trancos longos, e a carícia após carícia de seu rígido pênis conseguiram que a respiração
de Channing ficasse áspera. Cambaleava a borda do clímax, desejando precipitar para esse ponto
fora de seu alcance.
A mão direita de Colby deixou seu quadril e nesse momento ela sentiu como algo frio
estendia por seu escuro buraco, para que logo a invadisse uma ardente sensação quando um
grosso dedo violou sua franzida abertura.
— OH, Deus.
— Você gosta disto?
Seu dedo bombeava dentro e fora de seu traseiro de uma vez que seu pênis golpeava em
sua vagina.
— Sim. Nunca pensei que isto poderia ser…
— Seu corpo sabe o que quer embora seu cérebro diga que não está bem.
Umas poucas carícias mais e seu dedo deslizou fora, fazendo suspirar pela perda… até que
ele voltou com dois dedos, afundando profundamente, acariciando um ponto escondido que fez
que seus músculos os capturassem mais forte.
— Não posso esperar para afundar meu pênis aqui. Jesus está tão fodidamente apertada.
Tão fodidamente sedosa e quente. Tão fodidamente… perfeita.
Colby grunhiu, e um áspero grito ecoou no quarto.
Sentiu seu testículo estirar enquanto gozava. Sentir a ponta de seu pênis sacudindo
pausadamente o movimento dos dedos que trabalhavam seu traseiro levou a um orgasmo tão
intenso que, quando paralisou sobre o travesseiro que tinha sob o ventre, o tênue toque do tecido
sobre seus clitóris, multiplicou por dez.
Channing gritou até que ficou sem ar.
Colby tirou os dedos de seu traseiro, mas manteve seu pênis enterrado até a raiz, e paralisou
sobre as costas feminina, ficando ambos tombados sobre o colchão.
Seu sólido peso podia esmagá-la, mas como já não tinha fôlego, não importou. Deleitava
com o pensamento de que ele estava tão impressionado como ela.
De repente, ternos beijos riscaram úmido o nascimento de seu cabelo.
— Está bem?
Channing grunhiu, mas não encontrou a energia suficiente para mover.
Colby brincou.
— Carinho, é assombrosamente sexy todo o tempo, mas pela manhã, é ainda mais. Se
estivéssemos em casa, no rancho, não conseguiria levantar a tempo para fazer meu trabalho.
Ela grunhiu de novo.
— Tem fome? Quer que peça algo?
— Se só recordasse como fazer que meu corpo funcione de novo…
— Posso ajudar… — Seus dentes mordiscaram seu ombro —... Se quiser.
Contraiu a vagina, o que fez consciente do palpitante pênis que seguia dentro dela e tentou
mover.
— Possivelmente mais tarde. Saia de cima, vaqueiro.

47
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Deu um suave beijo na parte traseira da cabeça.


— Obrigado por me deixar ser rude e um porco com você esta manhã. A maioria das
mulheres odeiam.
Fez silêncio.
— Merda. Sinto muito. Sou um idiota. Algumas vezes não tenho tato absolutamente. Não
tenho que falar com você de outras mulheres, justo depois de haver… Ohh, não importa.
Levantou seus quadris e separou dela.
A tensão rugia no quarto.
Channing rodou para um lado.
Colby tinha uma expressão envergonhada, como se esperasse que o repreendesse por seu
comportamento.
Sentindo protetora com ele por mostrar sua vulnerabilidade, deslizou uma mão por sua nuca
e atraiu para se para dar um beijo quente.
— Eu não sou como a maioria das mulheres, Colby Mckay. Eu gosto de seu lado bruto. De
fato, eu gosto que não me trate como a uma boneca de porcelana e que me ajude a mostrar meu
lado selvagem.
Ele sorriu timidamente e beijou a ponta de seu nariz.
— É mais doce que dez quilos de açúcar. Vamos vestir ou não sou responsável pelo que
acontecer. Já estamos bastante atrasados.
Assobiando, desapareceu no banheiro.

Chegaram vozes do extremo posterior do reboque para cavalos.


— A essa corda não acontece nada. Deixa como está.
— Vamos, Edgard, é uma parte de merda. Ou atira você no lixo ou o faço eu.
— Esta corda não é o que nos está causando problemas, amigo.
— Que merda quer dizer isso? Pensa que é culpa minha que não possa conseguir nenhuma
fodida coisa porque move tão rápido como minha avó paralítica?
— Vou fazer pagar por isso, Trev. De uma forma ou outra, fácil ou difícil.
Channing esclareceu sua garganta.
— Toc. Toc.
Silêncio.
— Sei estão aí meninos, ouvi discutindo. Infernos, cada pessoa em Limon ouviu. Interrompo
algo?
— Sim — Disse Edgard ao mesmo tempo em que Trev dizia — Não.
— OH, bom… Não demorarei muito. Só preciso tomar café da manhã e logo sairei.
O trailer sacudiu quando Trevor saiu. Ouviu outra ronda de palavras acaloradas, seguidas de
um estridente silêncio.
Edgard subiu à moradia e encontrou Channing jogando cereais em uma tigela e vertendo
leite em cima.

48
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

O olhou e sorriu com cautela. Por Deus! Era magnífico inclusive quando se zangava.
— Quer?
— Claro, se não importar.
— Absolutamente — Passou a tigela e moveu para que ele se sentasse. Ela se sentou em
frente olhando fixamente.
— Não escutei Trevor voltar para o quarto ontem à noite. Estão atirando os trastes à cabeça
ou algo assim?
A colher de Edgard congelou na metade do caminho para sua boca.
— Não, por que pensa isso?
— Parece como se estivessem brigando.
Ele encolheu os ombros e continuou comendo.
— Ossos do ofício. Especialmente quando as coisas não vão bem.
— A que se refere?
— Perdemos nosso ritmo e caímos nas classificações nas últimas duas semanas. Sem
dinheiro, os ânimos esquentam.
— Sinto muito.
— Passará.
Channing removeu seus cereais, meio tentada a abandonar a incômoda conversa.
Edgard a olhou.
— O que?
Ela encontrou seu escuro olhar.
— Não me quer aqui, não é?
Um pesado silêncio se fez enquanto ele considerava sua resposta.
— O que te faz pensar isso?
— Além do fato de que represento todas suas fantasias proibidas e que não pode mais que
me sustentar à mão?
Ele sorriu, mas o sorriso não chegou a seus olhos negros.
— Não é exatamente tão tímida como parece, não é assim garota?
Se ele soubesse que habitualmente se escondia em um canto…
— É que sou muito? É por isso que você não gosta?
— Channing, eu gosto muito. Mas tenho um montão de coisas na cabeça que não têm nada
que ver com você, certo?
— Certo. Então, não o desagrado?
— Não.
— Colby me disse que vocês três compartilhavam tudo.
— Não tudo.
— Mas inclusive se eu não for seu tipo e não se sente atraído por mim, eu… OH, esquece.
Ele a olhou de novo.
— Não, cospe.
— Eu gostaria que fôssemos amigos, porque, nós gostemos ou não, estará grudado a mim

49
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

toda a semana.
A sombra de um suave sorriso curvou os lábios masculinos.
— Você se fez amiga de Colby bastante rápido, não é assim?
— Sim — Queria perguntar por que não mencionou também sua amizade com Trevor… Com
qualquer menos com ele.
Edgard apanhou sua mão e beijou os nódulos.
— Não é de estranhar que Colby te chame Shug, é muito doce.
Ela avermelhou.
— Assistirá à atuação desta tarde?
— Planejei isso. Por quê?
— Espero que agora que está viajando conosco, nossa sorte mude. — Ele levantou e foi para
a pia para deixar a colher e a tigela — Te verei logo.
Channing seguiu olhando por volta do lugar por onde ele foi durante bastante tempo, sem
compreender de tudo o que aconteceu, ou se algo mudou.

CAPÍTULO 6

O sol da tarde queimava nas tribunas do rodeio. Channing passou em seus braços nus
protetor solar e alegrava de levar o leve chapéu vaqueiro de cor clara, que desviava o pior dos
raios e permitia uma ligeira brisa através da fina malha de palha.
Bebeu um sorvo de seu chá gelado e mudou de posição, puxando a barra de sua saia
amarela. Suas pernas estavam pegas à manta de lã em que estava sentada, mas melhor isso que
seu traseiro queimado como um filé à churrasqueira pelo calor dos assentos de metal dos degraus.
Edgard, Trevor e Colby suas inscrições, levavam os números presos com alfinetes nas costas
e partiram para preparar para o rodeio, deixando livre para explorar os terrenos antes que
começasse o espetáculo. Já que não conhecia nenhuma das mulheres ou namoradas do circuito,
não tinha outra opção que sentar sozinha.
A voz do locutor do rodeio ressonou pelos alto-falantes.
— O seguinte cavaleiro na montaria de cavalo selvagem é Colby McKay, um vaqueiro do
Sundance, Wyoming. ― Colby ocupa atualmente o oitavo lugar na compeYção de cavaleiros na
montaria de cavalo selvagem de Montana e o circuito de Plains, com 8.712 pontos acumulados.
Também está na segunda posição esta semana pela pontuação total de todas as disciplinas. Ooh, e
olhem aqui, fanáticos do rodeio, Colby esta excitado por competir com um bronco de três anos
chamado Elway, da companhia Sutliff Rodeio Stock do Livingston, Colorado.
Channing enfocou os binóculos sobre as rampas ao outro lado da arena. O guarda da porta
esperava frente à barreira de metal, corda na mão, esperando o sinal de Colby. Desta distância o
único que podia ver era a parte superior do chapéu vaqueiro marrom de Colby. Então seu braço
livre levantou subitamente, a barreira abriu e ele saiu, agarrando com força para proteger sua vida

50
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

enquanto Elway tentava de pular como se fosse um demônio saído do inferno.


Mas Colby era formoso, pura poesia em movimento, enquanto afundava e ricocheteava com
cada salto do cavalo. Seus pés esporeando, a franja de cor vermelha metálica revoando. Seus
movimentos sincronizados, quase como se intuía a direção que Elway ia tomar antes que o próprio
cavalo.
Colby aguentou um total de oito segundos. Desatou a mão e lançou para o cavalo
recolhedor, tão suavemente como se tivesse feito um milhão de vezes.
Não um milhão, mas milhares de vezes, e isso provavelmente não era exagero. A multidão
aplaudiu. Colby saudou com o chapéu enquanto caminhava a passo ligeiro, de retorno para os
currais, entrecerrando os olhos para observar sua pontuação no marcador da grande tela.
Channing conteve a respiração enquanto esperava a pontuação, metade pela atuação do
cavalo, metade pelo cavaleiro. Finalmente um 78 em vermelho relampejou, outro punhado de
aplausos ressoaram e o seguinte cavaleiro foi anunciado.
A pontuação colocava Colby em segundo lugar. Como era o sexto cavaleiro a sair dos vinte
totais, havia muitas possibilidades de que baixasse mais de posição. Com este começo o primeiro
dia de rodeio, não teria oportunidade de retornar o dia seguinte para uma segunda volta e depois
disso estava fora. Somente os cinco primeiros finalistas recebiam prêmio em dinheiro.
Ela sabia que ele não poderia desfrutar de sua atuação. A diferença de outros competidores,
não terminou com sua participação. Ainda tinha que competir na laçada e a montaria em touro.
Trevor e Edgard juntos competiam na laçada, mas não na montaria em touro.
Embora a montaria em touros parecesse ser a parte mais excitante do rodeio, também era a
mais perigosa. E ela recordava que como muitos dos outros competidores veteranos, Colby não
aceitou o capacete protetor que muitos dos cavaleiros jovens utilizavam. Colocou o colete
protetor se por acaso era chifrado, mas negou a enjaular seu rosto com o capacete.
Por que não a preocupava o perigo quando era Jared que montava?
Tirou seu caderno e anotou algumas observações enquanto esperava que finalizassem
outros concursos de montaria em cavalo, lutar contra o touro até dominá-lo, também conhecido
como bulldogging13, e o concurso em que Trevor e Edgard registraram, equipe de laçada.
Trevor era o que controlava, o que significava que estava fora da primeira porta, e seu
trabalho era laçar o touro, já fosse ao redor dos chifres ou do pescoço. Enquanto, o trabalho de
Edgard era agarrar os pés do touro com sua corda. Se tivessem êxito e amarrassem corretamente
o touro, depois eles teriam que subir em seus cavalos e o touro teria que ficar no chão enquanto
chamava o juiz.
A equipe de laço era difícil. Se o cavalo escapasse antes que o touro rompesse a barreira,
então não receberiam pontuação. Por não falar das complicações pela velocidade e a habilidade
necessária para enganchar chifres e patas, obrigatoriamente.
Channing inclinou para frente ao ver Trevor e Edgard nos currais, trabalhando com as

13
É um evento de rodeio, no qual o cavaleiro montado em um cavalo persegue o touro, salta do cavalo para o touro, logo luta
contra para atirá-lo ao chão girando seus chifres.

51
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

cordas, montando cada um em seu cavalo. Finalmente, era seu turno.


O apresentador do rodeio anunciou
— Os seguintes, Edgard Mancuso e Trevor Glaser. Trevor tem atualmente o décimo segundo
lugar na classificação, por baixo de sua pontuação mais alta de terceiro lugar do mês passado.
Estes meninos tiveram uma rajada de má sorte ultimamente. Esperemos que este touro de
Martinson Brothers do Rapid City dê a oportunidade de fazer um pouco de dinheiro. Estes dois
vaqueiros são na realidade. A família de Edgard é proprietária de uma grande companhia
boiadeira em seu pais natal o Brasil, e é muito conhecido o sobrenome Glanzer. O pai de Trevor,
Tater, foi campeão mundial faz vinte anos. E... Eles estão fora!
O cavalo de Trevor, Chess, saiu velozmente enquanto a corda se movia em círculos sobre a
cabeça de Trevor. Ele enganchou um chifre e, a corrida aberta, Edgard apanhou as patas traseiras
e o touro caiu no chão. A multidão aplaudiu.
Mas o marcador relampejou NÃO PONTUA porque Trevor saiu antes do tempo. Channing viu
decepção e frustração em ambos os rostos enquanto agitavam as luvas de trabalho manchadas
para a multidão e seguiam para os recolhedores à porta traseira fora da areia.
Trevor e Edgard não ganharam nada outra vez. Seria interessante ver seu estado de ânimo
essa noite. Estavam brigando antes de perder.
Colby ficou em primeiro na laçada.
Uma vez mais o apresentador recito as estatísticas de Colby. Ela perguntava se ele escutava
ou se sua concentração se centrava exclusivamente no trabalho pendente.
Channing recordou ter ouvido Colby em uma entrevista com uma jornalista novata em uma
das primeiras pequenas cidades que visitaram no circuito. De que maneira explicou à mulher a
razão pela que competia em três eventos, em vez de dois como a maioria dos vaqueiros
concursantes do circuito (Em torno) preferiam, era porque seu verdadeiro trabalho - o gado -
exigia que pudesse laçar com precisão os touros desbocados e não ter problemas em montar em
grande variedade de cavalos, por isso escolheu selar cavalos broncos e laçar como suas
especialidades principais.
Então quando perguntou por que ele pegou o risco na montaria de touros, ele sorriu e disse
que a montaria de touros era só por diversão, porque na vida real no rancho ninguém era
suficientemente estúpido para lutar com um touro.
Channing estava perto da ação neste extremo da arena e não necessitava binóculos. O
bezerro negro saiu da barreira, e o cavalo de Colby, King, agachou à cabeça, enquanto o pó voava
debaixo dos cascos. Com sua corda girando no ar, Colby apanhou o bezerro. Lançou ele mesmo
fora do cavalo com a corda presa entre seus dentes, derrubou o bezerro no chão, e voltou de lado.
A corda em suas mãos era uma imagem imprecisa enquanto atava e depois elevou as mãos. O
relógio parou.
King recuou, esticando a corda enquanto Colby ficava em pé, e lançava para trás nos arreios,
esperando o requisito de seis segundos para que os juízes pudessem comprovar a amarração do
laço.
O bezerro retorcia, mas permaneceu preso. O tempo foi de 4.7 segundos. A multidão gritou

52
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

de alegria e Colby agitou as mãos enquanto dava rédea solta a King ao redor da arena e depois
saíam.
Channing abriu seu programa e escreveu os tempos atrás, junto ao resto dos competidores.
Até o momento, o tempo de Colby o mantinha em primeiro lugar. Sabia que quase mais
importante que o dinheiro era a acumulação de pontos, o qual poderia manter sua posição na
competição. O tempo de Edgard foi de 8.7 e Trevor terminou sem pontos.
A corrida de Barris foi o seguinte concurso. Reconheceu algumas das mulheres. Os vaqueiros
amavam às autênticas vaqueiras, especialmente quando tinham aspecto de rainhas de rodeio,
mas podiam montar e laçar tão bem como um homem. Channing também sabia que as fofocas
sobre quem estava com quem voavam descontrolados pelo circuito. Poucos dos participantes de
“Valores familiares” a favor do rodeio estavam limpos. As caravanas de cavalos musicais pareciam
ser a opção para evitar o aborrecimento.
Como Tara Reynolds, última campeã da corrida de barris no circuito, consolidou seu primeiro
lugar com uma corrida de 11.9, Channing tratou de recordar se escutou algum rumor sobre Colby
ou Trevor brincando com Tara e sua tiara.
Para finalizar, saíram os toureiros e a música de rock ressoou dos alto-falantes com um
volume elevado. O entusiasmo da multidão cresceu, os vendedores de cerveja passavam pelos
degraus com mais frequência. E de onde ela estava sentada, parecia haver mais meninos
pendurados nas rampas.
Os touros deixaram fora os dez primeiros competidores. Colby estava preparado para
montar Black Bart, um touro desagradável, que foi sem que o montassem as últimas dezessete
saídas. Channing recordou Jared, puxando em seguida quando tentou montar Black Bart. Apoiou
mais na cerca, sem se dar conta que estava mordendo o lábio até que provou o sangue.
Tinha que se acalmar. A temporada de rodeio era longa e os feridos abundavam. Tinha que
confiar em que Colby sabia o que estava fazendo.
Trevor estava atrás no portão, ajudando Colby a conseguir situar sobre o touro, sustentando
a corda enquanto Colby se assegurava com sua luva. O pé de Trevor aproximou da barreira e
empurrou o traseiro do touro em um esforço para obter que levantasse. Deve funcionar porque o
braço livre de Colby agarrou à barra de metal. Alguns estados costumava usar alavancas sobre o
lombo do touro, ele assentiu com a cabeça o homem da porta e esta abriu de repente.
Homem e touro saíram correndo em uma nuvem de pó. Black Bart girou bruscamente à
esquerda, logo se opôs com um giro à direita. Colby saltava seu braço livre elevado, mas no último
ziguezague, os quadris de Black Bart inclinaram à direita e Colby deslizou de lado, ficando sem ar
ao cair.
Golpeou o chão duro com um ombro, girou levantando para ver onde estava o touro, e
correu atropeladamente à barreira quando Black Bart o investiu, ignorando os toureiros, com os
chifres abaixado, pondo seu objetivo em Colby.
Mas dando conta que sua presa se foi, Black Bart parou abruptamente. Suas bolas e papadas
tremiam com ira e largos jorros de muco branco voavam de seu nariz enquanto trotava para o
curral de gado.

53
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby estendeu a mão para recolher sua corda e observou sua pontuação na grande tela. O
relógio parou nos 5.2 segundos. Saltou do corrimão e desapareceu.
Ela perguntou se estaria compadecendo com os outros cavaleiros que comeram pó ou se
estaria revisando seu ombro na tenda médica.
Agora só tinham que esperar para cobrar. Depois ficariam na estrada rumo a Greeley para o
concurso que aconteceria dentro de dois dias.
Channing não sabia se supunha que tinha que retornar ao reboque de cavalos ou esperar
nos degraus. Jared nunca a quis perto de seus amigos de rodeio ou patrocinadores, agora já sabia
por que.
Mas ao menos as coisas eram diferentes com Colby e Trevor. Salvo que o diabinho sobre seu
ombro sussurrava que talvez ele preferisse também que ela ficasse no fundo. Depois de tudo, ela
estava escassamente por cima do status de uma Buckle Bunnies14.
Enquanto ela debatia. Cash Big Crow a viu e aproximou até onde estava.
— É um bom dia para morrer. Como é que esta aqui, formosa dama?
Ela começou a rir.
— Onde se supõe que deveria estar? O que está fazendo?
— Não muito.
— Bom rodeio, por certo. Terminou com prêmio?
Ele coçou a cabeça.
— Acredito que sim, é por isso que estou rondando — Ele olhou fixamente por cima de seu
ombro à animação do estacionamento — Sabe quem é Gemma Jansen? — Channing assentiu — A
viu recentemente?
— Ontem. Ela se dirigia para casa.
Os olhos do Cash entrecerraram.
— A casa? Por quê?
— Disse algo a respeito de que seu capataz não cumpria com o trabalho. Então acredito que
planejava levar os cavalos selvagens de Cody antes de dirigir a Valentine.
— Sozinha? Maldita seja. Essa mulher não tem que viajar por nenhum assunto ao longo e
largo do maldito país ela sozinha.
— Diferença de você. Você pode fazer tudo o que queira, não é?
Ele sorriu com ar de culpa.
— Sinto muito. Realmente não sou machista. É somente que ela é tão malditamente teimosa
ao não pedir ajudar a ninguém.
— Channing!
Ela deu meia volta e viu Trevor pendurado na cerca.
— Colby esteve te procurando por toda parte. É hora de ir, Garota.
— Já vou — Ela sorriu a Cash — Nos vemos em Greely.

14
Termo em inglês que se define como uma fã feminina de rodeio que busca “relacionar-se” com quem tem êxito em suas atuações.
O termo vem de um termo guia de ruas por mulheres (coelhinhas=bunnies) e o cinturão de fivela (buckle) com o qual são premiados
os ganhadores no rodeio.

54
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby andava de um lado para outro. Resmungando. Maldição! Seria muito pedir que ela
estivesse perto quando a necessitava?
— Colby? Algo errado?
Conteve seu aborrecimento enquanto andava com pernadas até a porta de entrada de
concursantes onde Channing parou.
— Tem um olhar estranho. Está ferido?
— Não. Onde diabo esteve?
Ela franziu o cenho.
— Nas arquibancadas vendo o rodeio.
— E se divertiu?
— Sim. Por quê? Não é isso o que se supõe que devia fazer?
— Não.
— Não? O que acontece com você?
Colby a agarrou pelo braço e inclinou até que estiveram nariz com nariz.
— Por que esteve nas arquibancadas de espectadores e não com as outras mulheres e
namoradas desfrutando do rodeio ali?
— O que? Porque Eu… Eu
— Procurei depois de cada maldita atuação. Você deveria ter estado aí. É onde espero ver a
partir de agora, entendeu?
Channing soltou.
— Então talvez devesse me dar um ticket, porque me sentei no outro lado da arena como
sempre faço.
— Sempre?
— Sim, sempre. Qual é o problema?
— O problema é que me pergunto por que não quer sentar onde se supõe.
— Supõe que o que? — Cravou um dedo em seu peito — Partiu e me deixou para se
inscrever. Nunca estive aqui. Nenhuma vez estive em nenhum rodeio com você, recorda? O que se
supõe que devia fazer? Permanecer esperando como uma prostituta e esperar que dita se sou o
suficientemente boa.
— Não diga tolices.
— Não. Você não me disse que fazer quando me abandonou. Não sei por que diabo me
surpreende que não queira que as pessoas saibam que está comigo.
Ele estava muito zangado para falar.
Ela continuou sem trégua
— Estou acostumada a ser motivo de vergonha. Sou consciente que estou muito por baixo
das Buckle Bunnies. Depois de tudo você gosta dos bezerrinhos doentes de amor.
— Estou advertindo isso, Channing, deixa de falar como uma maldita criança e me escute. Eu
não sou Jared.
— Jared estava tão preocupado pelo que as pessoas pudessem pensar de nós juntos como
está você, vaqueiro. Assim, apesar do que diga, são mais parecidos que quer admitir.

55
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Merda. Colby deu um passo atrás e fechou com força os olhos. Esqueceu que Jared manteve
Channing isolada para que ninguém fofocasse para ela que tinha esposa. Portanto, Channing não
saberia que certa quantidade de assentos eram reservados em cada atuação para a família e os
amigos. Quando voltou abrir os olhos, ela partia.
— Channing, volta.
— Não — Espetou por cima do ombro.
— Estou advertindo isso, garota, você não quer me deixar zangado.
— Garotão, tipo duro. Esqueça-me.
As pessoas ao redor deles pararam e olhou fixamente, dando cotoveladas e rindo entre
dentes, deixando um grande oco ao redor de Colby.
— Última oportunidade — Grito ele.
Channing arrepiou ao sentir aproximar. De fato, fugiu como se os calcanhares de suas botas
estivessem pegando fumaça.
Ele ia esbofetear seu precioso pequeno traseiro.
— Que lástima que não trouxe sua corda de rodeio. Com certeza que é genial atá-la. Está
tentando de mantê-la com uma corda curta ou algo?
— Fecha a puta boca, Cash.
— Qual é o problema?
— Nenhum de sua maldita incumbência.
— Já há problemas no paraíso? Por que se senta sozinha em vez de na zona VIP?
— Eu não disse que fizesse.
— Sério? A vi ali sozinha, triste e perdida, pobrezinha.
Colby apertou os dentes com força.
— Nunca pensei que fosse desse tipo.
— De que tipo?
— Do tipo que tem medo dos comentários que outras mulheres podem dizer sobre viajar
com os três.
— E uma merda.
— Então o que está acontecendo?
— O que faço ou não faço, com ela ou por ela, não te importa. Ela sabe.
— Não, ela não sabe nada sobre o protocolo por trás do rodeio para os competidores e suas
famílias, e isso meu amigo, é por sua culpa. Depois de ser tratada como o pequeno sujo segredo
de Jared, talvez devesse deixar claro que não vai tratá-la igual, em? — Cash partiu tranquilamente,
tão régio como um velho Lakota.
Merda. Colby chutou uma nuvem de pó. Com força.
Colby caminhou entre a multidão, esquivando meninos, merda e o brilho de diamantes de
imitação de blusas decotadas, quando várias buckle-bunnies competiram por sua atenção. Uma
mulher silenciosa e um menino pequeno tropeçaram com ele até obter que parasse.
— Hey, Você é Colby Mckay? — Perguntou.
— Sim.

56
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— OH wow, Pode me dar seu autógrafo? Por favor?


— É obvio — Ele agacho e agarrou o programa da pequena mão suja do menino junto com a
caneta que oferecia. — Em nome de quem escrevo?
— Mitchell.
— É um grande fã do rodeio, Mitchell?
Ele assentiu sobriamente.
— Algum dia eu também vou ser o número um de todos os vaqueiros de competições.
Colby não tinha coragem para dizer ao menino que ele estava atualmente na posição
número dois. Outra vez.
— Bom plano. Boa sorte. Vemos no circuito algum dia — Colby sorriu e deu uma palmada na
loira cabeça. Quando olhou a seu redor procurando Channing, não se surpreendeu ao ver que
partiu.
Maldita tola mulher.
Que não queria que as pessoas soubessem que eles estavam juntos. Envergonhado dela.
Isso. A pequena bruxa o estava deixando louco. Estava furioso e sabia que só havia uma maneira
de solucioná-lo.
Essa mulher estava em uma enorme confusão. Mostraria como domava as potrancas
teimosas.

CAPÍTULO 7

Edgard estava desabado contra o aro do lado direito do reboque de cavalos, comendo
pipocas de girassol. Ele se endireitou quando viu que Colby avançava para ele.
— Ela está dentro? — Disparou Colby.
— Sim. Também está Trevor. Ela parece bastante brava. O que fez?
— Nada comparado com o vou fazer a ela.
Edgard lacônico desapareceu e ele rapidamente endireitou para bloquear Colby o acesso às
dependências.
— Se mova, Edgard, a menos que seu plano seja me ajudar com o castigo de Channing.
Sua sobrancelha esquerda elevou diante da palavra castigo.
— Talvez, amigo, deveria ir dar uma volta e permitir que Trevor a tranquilize primeiro antes
que você arrebente dentro como um touro furioso.
— Uma merda que farei. Se mova.
— Não.
— Esta começando a me encher o saco, Mancuso.
— Sim? Bem, sabe o que? Eu não gosto do olhar de seus olhos, McKay.
— E?
— Por isso, penso que vou ajudar depois de tudo, só para estar seguro que não deixa se

57
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

levar.
— Eu?
— Sim, você. A senhorita Channing é muito mais delicada do que você dá crédito e em
ocasiões seus castigos são simplesmente maus. E possivelmente ela não é a única que deva ser
repreendida — Edgard girou e abriu a porta.
Picado por suas palavras, Colby murmurou
— Grandioso — E seguiu Edgard dentro do escuro reboque.
Os braços de Channing estavam cruzados sobre seu peito e seu pequeno e altivo traseiro
descansando contra a pia da cozinha. Ela deu um salto quando Colby abriu de uma portada e
fechou a porta atrás dele.
— O que está acontecendo? — Perguntou Trevor.
— Si dispa — Disse Colby a Channing.
— O que?
— Não discuta e dispa. Agora. Não me faça dizer isso de novo. Você realmente não deseja
acrescentar outro castigo ao que já ganhou, não é querida?
Ela engoliu seco mas o olhar de seus olhos dourados era decididamente desafiante.
— Castigo?
— De que demônios fala, Colby? — Perguntou Trevor.
Colby assinalou para Channing.
— Não só a Pequena Senhorita pensa que nos envergonhamos de ser vistos com ela, quando
tentei falar com ela fora das portas, ela virou a costa para mim e me enfureceu. Assim, afinal ela
não deseja falar, o tempo para falar terminou. Começa a se despir.
— Channing, menina, você não fez isso, ou sim?
Ela assentiu cautelosamente a Trevor.
Trevor levantou e estirou.
— Ah, esta vai ser uma tarde interessante. Que deseja que faça?
— Encontra as cordas e o jogo de braçadeiras. — Colby cintilou seus dentes para ela —
Também lubrificante seria bom.
— Você esta ajudando? — Channing disse a Trevor.
— Sim. Não vamos escutar ninguém falando estas coisas, e menos que ninguém você
mesma. E quando Colby ou eu ou Edgard desejemos falar com você, seria melhor para você que
pusesse atenção. Aprenderá que haverá consequências. Já ouviu. Se dispa — Ocultando o brilho
diabólico em seus olhos, Trevor abriu a porta que separava as moradias dos estábulos, e rebuscou
no armário de arreios.
Ela estava congelada no mesmo lugar.
Colby observou e esperou sua reação.
— Mas…
— Sem mas. Disse que faria o que desejássemos. Isso significa que você não faz perguntas.
Ou discute, especialmente quando foi má.
Edgard deslizou frente a ela e acariciou brandamente a bochecha.

58
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Me escute e me deixe que ajude.


— Você também? Mas eu pensei que você não queria.
— Não é o seu perguntar o que é o que desejo. O seu é fazer o que digo.
Colby franziu o sobrecenho diante da surpreendente resposta de Edgard.
— Mas estou assustada.
— Coisinha doce, nenhum de nós vai jamais realmente te machucar. Mas tem que entender
que há um preço por sua insolência. Não permitimos rabugices. Nunca. Isso não significa que não
possa dizer o que pensa, mas não vai jogar uma bronca em público. Jamais — Edgard acariciou seu
pescoço, docemente, como se eles tivessem sido amantes durante anos, e esfregou sua têmpora
— Tire suas roupas, garota. Estou dizendo isto por seu próprio bem e como seu amigo.
Suas tremulas mãos manusearam o botão antes que a sussurrante saia caísse no chão. A
camiseta foi à seguinte, deixando Channing vestindo unicamente sutiã, calcinhas e meias.
O pênis de Colby cresceu impossivelmente mais duro diante de sua cremosa pele exposta e
sua hesitação — Deixe as botas postas — Disse bruscamente —Todo o resto fora.
Ela não encontrou com seu olhar enquanto deslizava sinuosamente suas calcinhas amarelo
limão por suas tensas coxas e tirava o sutiã a jogo.
— Formosa — Colby caminhou tranquilamente para ela, apertando suas mãos em punhos
para não tocá-la — Nós vamos disciplinar. Assim saberá por que me incomoda que tenha sido o
suficientemente idiota para pensar que me envergonha. Ou qualquer um de nós. Porque você
nunca, jamais me falará dessa maneira em público de novo — Ainda se em certo modo merecia.
Ele chamou sobre seu ombro — Trev? Onde estão as malditas cordas?
— Aqui mesmo. Perdemos o último jogo de braçadeiras, recorda?
— Parece que vamos ter que fazer uma viagem à loja de brinquedos para adultos muito em
breve — Conteve um travesso sorriso diante dos olhos muito abertos de Channing — Ata suas
mãos às costas com essa; me dê a outra — Ele golpeou sua palmas duas vezes e Channing saltou.
Trevor assentiu e girou a seu redor. Uma vez que terminou de assegurá-la, Colby disse — Ed,
traz o espelho do banheiro — Conduziu Channing à mesa quadrada do refeitório e a estirou
através de sua superfície, de barriga para baixo.
— Esta frio!
Colby não pôde evitar dar forma com suas mãos sobre sua sedosa pele, desenhando, um
estremecimento e uma fresca capa de arrepio atravessou sua suave pele.
— Acostumará.
Quando Edgard retornou com o espelho, Colby o reclinou contra a almofada assim Channing
podia ver a suave linha de suas costas e a curva intrigante de seu traseiro.
— O que está fazendo?
— Cala, ou terei que te amordaçar. Olhe o espelho. Se virmos que olha qualquer outro lugar,
o castigo começará de novo desde o começo, Entende?
Ela assentiu.
Usando o suave e desfiado final da velha corda de algodão, Colby a arrastou através de suas
omoplatas. Estalou sobre o topo de seus braços. A vulnerável curva de seu torso. Brandamente a

59
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

arrastou acima e abaixo de sua coluna, como uma pluma. Entrecruzou sobre suas pernas. Realizou
as carícias dúzias de vezes, observando estremecer mais profundamente com cada passada.
Então estalou seu pulso e açoitou a corda contra seu traseiro, cada nádega, dez vezes em
rápida sucessão.
Channing ofegou.
Ele localizou seu rosto perto de sua cabeça.
— Ponha atenção. Eu não estou envergonhado de você.
Ela não respondeu.
Colby estalou a corda em cada bochecha de novo.
— Repete para mim.
— Você não está envergonhado de mim.
— Bom — Ele arrastou o sedoso final da corda pela greta de seu traseiro — Diga: A desejo
perto de mim.
Ela hesitou.
Três chicotadas desta vez. As bochechas de seu traseiro esquentaram.
— A desejo perto de mim. Diga.
— Você me deseja perto de você.
— Está aprendendo. Última coisa. Se desejar me repreender, faz em particular —Quatro
golpes fortes.
Channing gemeu.
— Diga sem rabugices.
— Sem rabugices.
— Vê? Não foi tão mau — Colby sussurrou em seu ouvido — Me diga a verdade. Você não
gosta dessa pequena faísca de dor com o prazer? — E adicionou cinco golpes mais a cada
bochecha de seu traseiro.
Seu olhar precipitou ao espelho e as marcas que apareceram em sua carne golpeada. Não
eram rodelas feias, só marcas rosa, que contrastavam com sua pele branca.
— Agora, não é isto bonito? — Ele murmurou, roçando sua áspera palma sobre as sensíveis
bochechas de seu traseiro — Quente. Suave.
Ela choramingou.
— Ah, doce, disse que não estaria fria por muito tempo. Está já sentindo calor?
Assentiu levemente.
— Foi uma boa garota, aceitando seus açoites sem queixa. Me deixe tirar a coceira — Colby
deslizou seu corpo pela mesa até que as pontas de suas bicudas botas turquesa tocaram o tapete
— Abre bem as pernas. Quero ver sua vagina é da mesma cor que essas adoráveis raia em seu
traseiro.
— Que desejas que eu faça? — Perguntou Trevor.
— Coloca o espelho no ângulo correto e assegure que ela olhe tudo o que vou fazer — Colby
se deixou cair de joelhos. Puxou as nádegas e olhou a suas largas Obscurecida pelo fluxo de
sangue rosa capuz que cobria seus clitóris aparecia por entre os lábios vermelho rubi de sua

60
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

vagina. A brilhante cor salmão da abertura de sua vagina dava passo à malva de seu franzido anus.
Ele fechou seus olhos brevemente e inalou o embriagador aroma de sua excitação.
Então Colby enterrou seu rosto no paraíso de suas suaves coxas. Lambendo sua doce nata,
chupando seus inflamado clitóris, perdendo a si mesmo e a sua ira em seu sabor e em seu
feminino calor. Fez suaves barulhos contra essa pequena protuberância pulsátil até que ela
começou a esfregar essa cálida umidade contra seu rosto.
Quando sentiu a mudança em sua respiração e a repentina tensão em seus músculos,
separou sua boca, deixando ofegante por mais, pendurando na cúspide de uma explosão.
Seus olhos encontraram no espelho.
— Te desejo, Chan. Desejo muitíssimo. Sempre desejo você. Repete para mim.
— Você me deseja tanto. Por favor…
Ele grunhiu e aplaudiu seu traseiro.
— Diga bem desta vez.
— Você me deseja. Você me deseja muitíssimo. Você sempre me deseja.
— Bem, maldição. Não esqueça — Sem deixar de olhá-la, ele disse — Edgard, tire suas calças
e se ponha na cabeceira da mesa.
Clank, Clank soou ao liberar, Edgard, o seguro de metal da grande fivela de seu cinturão.
Então o ligeiro som do fechamento liberando e o sussurro do brim, seguido de passos amortecidos
encheram o silêncio.
Colby disse a Edgard
— Se assegure que ela sabe que você também a deseja.
— Mas…
— Faça — Colby vaio — Chupa-o, Channing. Faça bem. Me faça desejar que fosse meu
profundo pênis em sua boca.
Ela piscou duas vezes antes de centrar em Edgard.
Edgard esfregou a chorosa ponta de seu pênis sobre seus lábios, murmurando a ela,
enrolando seu cabelo entre seus dedos. Ela abriu e o engoliu cada vez mais profundo. Finalmente,
a rosa carne de Edgard desapareceu completamente entre os lábios cheios de Channing, um
segundo depois o molhado pênis deslizava fora.
Ela era tão fodidamente sexy a que Colby custava respirar.
Os quadris de Edgard tomaram um ritmo contínuo. Ele a sussurrou palavras em outro
idioma, o que aumentou a intimidade dos úmidos sons ao chupá-lo e a agitada respiração
masculina, enchendo o pequeno espaço.
Jesus. Colby não desejava olhar. Ele desejava participar. Mais que nada ele queria voltar
atrás e arrumar as coisas, assim eles podiam voltar para a maneira em que foram esta manhã. Ele
sentiu Trevor atrás dele, esperando por mais instruções. Trevor sabia o resultado, sabia que era o
show de Colby.
— Dê o que deseja, Trev. Só faz bom para ela, certo? — Colby ajustou a ereção de ferro e
voltou para a porta.
— E você?

61
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Vou preparar os cavalos para carregá-los. Devemos ir logo.


Channing parou e girou sua cabeça ao redor.
— Colby?
Colby fixou seu olhar nela.
— Este é meu castigo, porque a desejo como um louco, carinho, estou me afastando com
meu pênis entre minhas pernas. Sinto muito. Nunca devia deixar que arrumasse por você mesma,
especialmente depois da maneira em que Jared te tratou. A última coisa que estou é
envergonhado de que esteja comigo. Prometo que não acontecerá de novo. Divirta com estes
moços. Deixa que mostrem que valiosa é. A verei depois — A porta se fechou atrás dele.
Meia hora mais tarde seu endurecimento não cessou. Ia ser uma maldita comprida viajem
para Greeley.

CAPÍTULO 8

Colby conduzia. Trevor dirigia. O tráfico ao redor de Denver gerava um grunhido


desagradável, por isso o estado de ânimo dentro da cabine era triste. Pararam em outro típico
motel de estrada e, imediatamente, Colby saltou para ir cuidar dos cavalos. Edgard ajudou,
deixando que Channing e Trevor fossem à recepção para registrá-los. Quando tiveram as chaves,
Trevor também afastou.
Depois de desfazer a mala, Channing se deu conta de que toda sua roupa estava suja e saiu a
procurar de uma lavanderia. Enquanto a máquina de lavar roupa se encarregava de sua roupa,
dedicou a escrever em seu diário, derramando sua frustração nele. Com Colby. Com Trevor. Com
Edgard. Mas sobre tudo com Colby e com seu ato de desaparecimento de hoje.
Sim, esteve furiosa com ele por ter conseguido zangá-la por algo que não era culpa dela.
Depois exigiu sua obediência. Depois de obter sua submissão, surrou seu traseiro, esquentou seu
sexo como um homem morto de fome, com que conseguiu convertê-la em uma massa tremula de
fode-me agora, deixou choramingando suplicante, e de repente se afastou. Afastou!
É verdade que não a deixou na estacada. Trevor a fodeu fundo, assegurando que gozasse
duas vezes antes que ele se entregasse a suas próprias necessidades. Entretanto, foi estranho
fazer uma mamada em Edgard. Em primeiro lugar, não estava circuncidado. Em segundo, não
gozou em sua boca, e sim em sua própria mão. Channing teve a sensação de que estava
decepcionado com sua atuação, que esperou que fosse... Melhor. Como se não podia esperar que
terminasse.
Sim, isso bem podia provocar um complexo a uma garota.
OH, é obvio, sussurrou coisas doces ao ouvido com esse sexy sotaque português, enquanto
Trevor a cravava por trás. Mas Edgard não a beijou. Nem tocou o corpo em outra parte que não
fosse o rosto. Tampouco fez grande coisa com seus seios à maioria dos homens ficavam loucos os
beijando, acariciando, chupando e mordiscando seus mamilos. Dado que suas mãos tinham estado

62
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

atadas, por que não ajudou Trevor a fazê-la gozar mais rápido esfregando seus clitóris? Sabia que
se Colby estivesse no quarto, suas mãos, sua boca, seu pênis, e toda sua atenção teria estado
sobre ela.
O resto do interlúdio não durou vinte minutos. Sim, ela se divertiu, e Trevor era um amante
carinhoso. Mas a verdade era que sentiu falta de Colby.
Que espécie de idiota fazia isso? Estiveram juntos, só dois dias e ela já se uniu a ele como
uma dessas molestas e pegajosas rebarbas que ficam apanhadas nas filas dos cavalos.
E, entretanto, ela sabia em seu coração que Colby se sentia mortificado por seu próprio
comportamento. Não pela pequena surra que deu, mas sim por deixar que se sentasse sozinha.
Sem saber que ela não conheceu nada melhor e culpando a si mesmo.
O homem era incrivelmente doce quando não era uma dor no traseiro.
As duas cargas se centrifugaram e as pôs na secadora junto com uma folha seca perfumada.
Enquanto estava sentada na estilhaçada mesa de fórmica, as palavras que escrevia no papel
passavam de zangadas a especulativas, e em vez de escrever sobre si mesma, escreveu sobre ele.
Sobre eles. Sobre as pessoas que conheceram em suas viagens, pessoas humildes, despretensiosa
tão diferentes das pessoas arrumadas com que cresceu.
Sua mente derivou para uma série de vinhetas que escondeu em seu subconsciente. Um
casal mais velho que viu na festa da cerveja, dando furtivos beijos espumosos. Uma vaqueira
ocultando as lágrimas enquanto escovava e falava com seu cavalo. Os roxos no braço de um
jovem, enquanto praticava lutando com um novilho até dominá-lo junto a seu Border collie15. O
olhar quebrado no rosto de um jovem vaqueiro, enquanto olhava com nostalgia a porta de aço
que separava os candidatos dos aspirantes.
Uma vida real. Pessoas reais.
Channing se deu conta de que este ano sabático, não estava muito longe do que pensavam
seus pais, agindo como uma rebelde, ocultando por um tempo para depois, a contra gosto, aceitar
seu destino. Esta viagem seria o ponto decisivo em sua vida.
A secadora emitiu um assobio, tirando-a de seus sonhos. Olhou a seu redor e sorriu. Nem
em um milhão de anos teria acreditado que experimentaria uma catarse em uma sórdida
lavanderia no Colorado.
Dobrou a roupa, colocou em sua pequena mala de rodas e a arrastou de novo até seu quarto
vazio. Dez minutos mais tarde continuava aborrecida. Ninguém disse que tinha que sentar e
esperar que voltasse o trio. Ela era capaz de buscar seu próprio entretenimento.
Depois de se pentear e maquiar um pouco, Channing se aventurou na noite morna.
Virtualmente não havia tráfico. Em vez de cheirar à fumaça emitida pelos escapamentos,
cheirava a pinheiro. Apagados gritos dos meninos escutavam da piscina ao ar livre que havia atrás
da recepção do motel. Tudo era extremamente tranquilo, até que pelo caminho, à esquerda, viu
alguns lugares de comida rápida... E um anúncio de néon de um potro sem domar encabritado,
que anunciava uma verdadeira cantina do oeste.

15
Raça de cachorro.

63
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Arre. A direção que ia tomar era muita óbvia.


George Strait16 soava nos alto-falantes. Enchiam jarras de cerveja quase tão rápido como
esvaziavam. O bar estava repleto de vaqueiros de todas as idades, formas e tamanhos. Havia
chapéus de todas as cores. Não havia muitas vaqueiras, por isso Channing esteve um bom
momento defendendo dos avanços dos homens. Começou a questionar a sabedoria de ter ido
sozinha.
Conseguiu comer um hambúrguer, nada de batatas fritas, acompanhada por uma cerveja
FAT Tire17.
A música era boa, uma corrente de pessoas estavam dançando, e ela provavelmente estaria
passando igual bem se tivesse conhecido alguém. Em troca, era uma estranha.
Sozinha de novo.
Channing enrugou o guardanapo e decidiu dar por terminada a noite. Fez girar seu
tamborete só para chocar diretamente contra Cash Big Crow.
A boca do homem enrugou em um sorriso que iluminou o rosto.
— Channing. Perguntava se era você. Onde estão os homens?
— Não sei. Deixaram-me sozinha em meu quarto. Quando me aborreci de esperá-los, vim
em busca de comida e diversão.
— Não acredito que Colby vá se entusiasmar muito quando souber de que estiveste aqui
sozinha.
Ela inclinou para frente e sussurrou:
— Então não diga.
Cash riu entre dentes.
— Sem comentários, mas não tenho vontade de morrer por ocultar algo que tem direito.
Direito. Channing franziu o cenho.
— Há algum concurso em marcha, para que possa acrescentar a sua coleção de troféus?
— Não. Um troféu não faz uma coleção, Cash. A diferença de vocês os homens, que estão
sempre atrás da próxima fivela brilhante e o pagamento, retiro quando ainda levo à dianteira.
— Bom plano. Assim, daria uma volta pela pista de baile? Prometo não fazer nenhuma
dessas filigranas que se vêem nos concursos.
Ela puxou sua trança brincalhonamente.
— Claro que sim.
Cash era um excelente bailarino e riram e dançaram durante quatro canções rápidas.
Precisando recuperar o fôlego, Channing o tirou da pista de baile e ele desapareceu para ir
atender seu celular.
Enquanto isso ela se apoiou em um pilar de madeira e observou tudo o que acontecia na
pista de baile.
Um casal vestia camisas do oeste parecidas, tinham que ter ao redor de oitenta anos.

16
Reconhecido cantor norte-americano de música country.
17
FAT tire é uma marca de cerveja de Avermelhado, USA.

64
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Perguntou quanto tempo teriam estado juntos. Se teriam uma grande família, com um montão de
netos e bisnetos. Ou se talvez teriam sido noivos na escola, e depois de passar suas vidas casados
com outras pessoas, teriam se encontrado de novo.
Uma áspera voz masculina disse:
— Quer dançar?
Channing não deu a volta.
— Não. Mas obrigado por perguntar.
— Por que não?
Notava o fôlego de álcool muito mais perto.
— Porque não quero. Se dê por vencido, amigo.
— Acha que é muito boa para mim? Pode dançar com esse sujo índio, mas não comigo?
Não responda a sua brincadeira. Simplesmente ignora.
Uma mão pegajosa passeou pela parte superior de seu braço e a empurrou para um lado.
Channing tentou afastar, mas não pôde fazer muito contra sua força. Pena que não tivesse seu
troféu, ela poderia ser uma boa defesa.
— Talvez deveríamos ter nossa própria festa privada fora. Tenho um 4x4 bastante grande.
Os assentos são muito suaves.
Ela lutou contra o pânico. Havia muitas pessoas no local, alguém se daria conta se essa besta
de braços fortes a puxava pela porta, não? Certamente Cash voltaria logo. Channing se obrigou a
olhar o idiota que a arrastava, que além disso era um covarde.
O sorriso do homem era tão gordurento como seu cabelo. Seus olhos eram tão duros e
repugnantes como seu agarre.
— Talvez não deveria perguntar. Talvez só teria que agarrar o que quero — Seus sujos dedos
torcidos deslizaram pelo centro de seu corpo, entre seus seios até seu umbigo — Acredito que isso
você gostaria.
Ela estremeceu de repugnância.
— Ou talvez deveria tirar sua maldita mão dela antes que arranque isso do corpo.
O tipo gordurento inclinou a cabeça para trás e olhou Colby por debaixo da borda de sua
suja boina de beisebol.
— Eu a vi primeiro. Encontra sua própria boneca, garanhão.
— Se fosse você afastaria sua fodida mão dela agora mesmo. Não estou pedindo isso, estou
dizendo isso e não vou repetir.
Reconhecendo a ameaça no tom de Colby, a mão do homem caiu como uma rocha.
— Toma. Vamos ver se for tão fanfarrão quando seu namorado índio volte e apunhale nas
vísceras — Zombou e afastou cambaleante.
Channing se lançou para os braços de Colby, ocultando seu rosto na cálida curva de seu
pescoço.
— Hei, carinho, O que estava acontecendo? Está bem?
Ela meneou a cabeça.
Ele inalou asperamente.

65
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Onde achou esse fodido baboso? O matarei.


Uma vez mais, ela meneou a cabeça.
Ele a agarrou o rosto entre as mãos e inclinou seu rosto para o seu.
— O que acontece então?
— OH, Deus, estou tão contente de que esteja aqui. Foi uma estupidez vir sozinha, mas
estava aborrecida, só e faminta, e você estava zangado comigo, e como se supõe que sou uma
mulher forte e independente…
Imediatamente, a boca de Colby cobriu a sua. Seu beijo era uma mistura de doçura, conforto
e proteção. Quando afastou, Channing sentiu como enchiam os olhos de lágrimas.
— Sinto por hoje. Não sei o que estou fazendo a metade do tempo. Simplesmente não sou
uma vaqueira muito boa. Não quis te enfurecer.
— Shh. Entendo. Deixa que abrace até que se acalme um pouco — Conduziu até a pista de
dança, acomodou seu corpo ao redor do seu a seu gosto e balançaram ao compasso da musica "O
amor pode construir uma ponte".
— Melhor? — Murmurou ele.
— Muito, obrigado.
— Está tudo bem. Sinto por hoje, carinho.
Ela assentiu com a cabeça e se aconchegou mais perto.
Quando a canção terminou, sussurrou:
— Vou ter que chutar o traseiro de alguém mais esta noite?
— Não, por quê?
— O senhor Gordurento disse algo a respeito de seu namorado índio.
— Ohh, referia a Cash. Esteve comigo um momento.
— Me recorde que compre uma cerveja para dar obrigado por cuidar de minha melhor
garota.
Channing inclinou para trás e estudou o rosto de Colby, oculto pela sombra de seu chapéu
vaqueiro e a penumbra do bar.
— Sou realmente sua melhor garota, Colby?
— Maldição, Channing, é minha única garota.
— Eu não gosto de brigar com você.
— O mesmo acontece comigo, carinho.
O alívio a deixou temerária e fez que apertasse sua pélvis contra a dele, descobrindo assim já
estava duro.
— Mmm. Talvez necessito que me recorde às responsabilidades que suporta isso de ser sua
melhor garota. Pode deixar de lado os açoites desta vez.
— Channing…
— Odiei a forma em que me deixou hoje, e não conseguimos resolver nada, sobre tudo
depois da maneira em que pôs sua boca sobre mim, estive tão perto de gozar…
Colby grunhiu e apertou as mãos em seus oscilantes quadris.
— A menos que queira que foda justo aqui, na pista de dança, termina com isso, Chan. Não

66
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

estou brincando.
— Nem eu tampouco. Senti sua falta. Me deixe demonstrar quanto — Ficou nas pontas dos
pés e roçou com seus lábios o pulso que pulsava em sua garganta.
Esta noite estava bem barbeado. Atraía o sutil aroma de pinheiro que provinha de baixo do
pescoço de sua camisa engomada. Adorava sua mandíbula suave, quadrada, e a forma em que a
estudava por debaixo de suas pestanas escuras, ridiculamente largas. Ela adorava como seu nariz
se alargavam quando estava excitado, e o traço que mostrava sua boca justo antes de beijá-la.
Tudo relacionado com este homem robusto, sexy e doce, intoxicava.
Entre meio das pequenas dentadas que dava a seu pescoço, sussurrou:
— Quero estar com você, Colby. Passar minhas mãos por sua pele enquanto esfrega sua
carne áspera contra a minha. Cravar meus calcanhares em suas apertadas nádegas de vaqueiro
quando deslizar dentro e fora de mim. Olhar seus formosos olhos azuis quando estivermos apenas
a um sopro de distância. Saborear seus beijos. Ver essas covinhas me fazer uma piscada quando
fizer algo que excite. Seu suor misturado com o meu, como permite que nossos corpos deslizem
juntos à perfeição…
— Basta — Disse com voz rouca — Jesus, não fica mais remédio que recorrer sempre à força
de vontade quando se trata de você.
— E isso é mau por que…?
— Por que tenho que conseguir me acalmar ou tudo terá terminado antes que comece.
Maldição, garota, necessito um pouco de diversão.
Em vez de tirá-la da pista de dança como um homem desesperado por tê-la nua, foi
tranquilamente à esquina traseira do balcão, onde encontrava o alvo para jogar dardos, e a
apresentou a alguns dos outros caras que reconheceu no circuito.
Normalmente ela não travava a língua em situações sociais, mas esta noite se sentia tímida,
especialmente quando Colby deixou cair em um cadeira e em vez de encontrar outra para ela,
sentou-a sobre seu colo. Seu traseiro estava escarranchado sobre sua coxa, virtualmente pego a
sua virilha.
Uma garrafa de cerveja pendurava de seus dedos e ela queria beber, ele levantava a mão
para que tomasse um sorvo. Ela poderia jurar que o calor de seus lábios deixou um rastro no
cristal, e seus próprios lábios fixaram perfeitamente sobre essa marca.
Sua insistência em atendê-la e mostrar cada um de seus amigos que estavam juntos não a
fazia sentir como uma parte de carne. A fazia sentir especial, fazia que sentisse que pertencia.
Colby e os homens falavam em detalhe sobre seus rodeios e seus tempos, falavam sobre os
prós e os contra de certos touros de prática. Channing prestou muita atenção porque fascinava,
mas às outras mulheres parecia não importar.
Era porque ouviram as histórias um milhão de vezes? Ou porque os problemas do rodeio a
tempo completo eram já água passada para elas?
Cash apareceu repentinamente para assegurar de que estava bem antes de dar o grupo boa
noite. Os incondicionais festeiros?Vaqueiros jovens, imberbes, com apenas idade suficiente para
barbear-se? Disseram a Cash um monte de babaquices por ser um velho. Cash piscou um olho e

67
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

tomou com calma.


Channing deu conta que Cash desfazia de forma cortês das garras de várias admiradoras
fanáticas dos vaqueiros e ia sozinho. O que estava acontecendo ali? Muito poucos vaqueiros
optavam por dizer que não a uma mulher disposta. Nunca.
Durante a última parte da conversa com um grupo de cordoeiros de amarração, Colby
começou a acariciar brandamente a pele que ficava exposta na parte baixa de suas costas, no
espaço que deixava sua camisa e sua saia. Um toque preguiçoso, fugaz, que deveria ter sido
reconfortante, mas que em troca, estava repleto de uma poderosa promessa sexual. Cada carícia
prolongada de seu dedo, áspero, sentia como se estivesse acariciando diretamente a vagina. Suas
calcinhas não demorariam muito em estar completamente empapadas.
Com um suspiro, aproximou um pouco mais a seu peito.
Ele avançou sutilmente, só para seguir golpeando seus sentidos com aquele preguiçoso
assalto.
Podemos jogar os dois este jogo, pensou Channing.
Começou a apertar de forma rítmica as bochechas de seu traseiro sobre a coxa de Colby, e
ele ficou de pé tão rápido que quase a fez cair sobre seu traseiro. Em meio de vaias, de chocar as
garrafas e de sugestões para diferentes posições (escancarados com o passar do gancho do
reboque para cavalos?) saíram do ruidoso bar.
Fora no frio ar da montanha, ela estremeceu com sua fina camiseta. Colby não notou, não
falaram absolutamente até que afastaram da via principal e esconderam nas sombras das
dependências do motel. Os pinheiros elevavam por cima deles, enquanto que a luz da lua brilhava
por sua ausência.
Colby girou Channing, pressionando suas costas contra um toldo de metal, e começou a
devorá-la com seus lábios, dente e língua. Suas mãos apertaram os seios, seus polegares rasparam
seus mamilos endurecidos, seu joelho separou suas pernas e apertou sua musculosa coxa contra
sua virilha.
Seus lábios deslizaram pelo ouvido dela.
— Não posso esperar. Desejei durante todo o maldito dia. Estive a ponto de me matar por ir
antes, e te deixar com eles. Não posso pensar, o único que faço é desejar. Aqui mesmo, agora
mesmo, Chan. Carinho, diga que sim, estou morrendo por sentir me rodeando.
— Sim. Sim, por favor, Colby.
— Ponha suas pernas ao redor de meus quadris — Levantou-a do chão — Disse o muito que
eu adoro esta malvada saia? Mmm mmm. Aprecia o fácil acesso — Seu polegar afastou o algodão
úmido de suas calcinhas, e penetrou por debaixo da banda elástica. Ao encontrá-la já quente e
escorregadia, grunhiu.
— Carinho, esquenta mais rápido que minha estufa de lenha. Me deixa louco que meu
contato ponha tão molhada.
Frenética por sua sexy admissão, Channing puxou da fivela de seu cinturão de campeonato.
O zíper deslizou bem, mas os jeans eram um problema.
— Talvez deveria começar a usar saias você também, vaqueiro, porque não é nada fácil tirar

68
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

estes jeans. Pediu emprestado um par o Dwight Yoakam18? Maldição, são realmente ajustados.
Colby começou a rir.
— Mais ajustados em alguns lugares que em outros.
— Não é divertido! Me ajude.
— Espera — Baixou, enganchou os polegares nas presilhas e puxou. O rígido brim e os
suaves boxes de flanela deslizaram até seus joelhos. Voltou a agarrá-la e virtualmente a jogou
contra a parede.
Esse extremamente quente e largo pênis estimulava seu ventre, deixando o rastro de uma
gota pré-seminal por cima de seu umbigo. Arqueou, desejando que essa dureza enterrasse
profundamente em seu líquido centro. Necessitava já.
— Deixa de mover — Colby a despojou de sua camiseta e do sutiã, e deu um festim com
seus mamilos — Deus, amo seus seios — Sugou com a força suficiente para deixar uma marca —
Quero passar horas…
— Não horas e, especialmente, não agora. Caralho, depois pode brincar com eles até que
caiam, mas agora mesmo, foda-me, Colby. Só dobra os joelhos e desliza profundo.
— Tem uma boca realmente suja. É uma das coisas que mais eu gosto de você. Bom, além
disto.
Moveu seus quadris, agachou até colocar um pouco curvado, e com um só movimento a
encheu com um poderoso golpe. Capturou seu gemido em um beijo de línguas enredadas.
A sensação de seu potente pênis empurrando em seu interior, brilhante, espesso e quente,
fez esquecer que esta era sua primeira incursão no exibicionismo e todo o resto, concentrando em
saciar sua gula sexual por este homem.
A fodia lentamente, de maneira constante e ininterrupta. A linha irregular do pelo púbico
por cima de seu pênis raspava seus clitóris, criando sensações tão intensamente deliciosas que
não podia concentrar no beijo e teve que quebrá-lo.
A Channing faltava o fôlego, sua mente girava e sua cabeça caiu para trás contra o frio metal,
dando a Colby acesso total a seu pescoço. Como um míssil que busca o calor, ele concentrou nesse
doce ponto, seus lábios úmidos deixaram uma ardência em sua pele, que incendiava com mais
força com cada indício de sua língua ardente.
— OH, Deus, assim, não mude nada.
— Nem sequer isto? — Quando empurrou para cima, inclinou ligeiramente à pélvis, e essa
pressão extra, obteve.
Sua vagina contraiu, esse líquido pulsante começou lentamente a acelerar como um
caminhão sem acoplado fora de controle, cada vez mais rápido e mais rápido e depois rugiu
através dela enquanto ficava feita migalhas.
Colby mudou a pressão de novo, martelando de um lado a outro enquanto seus dentes
mordiscavam o cordão que se sobressaía, pelo esforço, em seu pescoço arqueado.
— Vamos, querida, me leve com você desta vez. Empurra com força, me leve tão profundo

18
Cantor norte-americano de música country, que se caracteriza por usar umas calças jeans incrivelmente apertadas.

69
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

como pode — Quando pressionou os joelhos, ela respondeu, contraindo os músculos de seu
interior.
— Maldição. Sim. Isso, Chan, se agarre duro — Ele não inundou mais rápido, simplesmente
deixou que seu corpo palpitante incitasse seu orgasmo, levando mais fundo à medida que sacudia
com uma doce intensidade.
Esgotado, um só calafrio de satisfação o percorreu e ela sentiu tão profundamente como se
o tivesse gerado seu próprio corpo. Ele tinha o rosto apoiada contra sua clavícula, de maneira que
suas bruscas exalações esfriavam sua pele umedecida.
— Merda — Murmurou Colby.
— O que?
— Não usei camisinha.
— OH, Merda — Disse ela.
— Sim — Ele foi para trás para poder olhá-la, sem se importar que tivesse o chapéu
completamente torcido — É um mau momento, em?
— Talvez não — Ela baixou a cabeça e estudou os broches de alabastro de sua camisa.
— O que? — Elevou o queixo — Carinho, o que acontece?
— Nada, de verdade. Bom, quero dizer, há algo, não é mau. Tenho que confessar algo e não
quero que se zangue comigo.
Ele entrecerrou os olhos.
— O que?
Ela soltou de repente
— Estou tomando pílula. Provavelmente pensou que não tenho muita experiência sexual e
escutei tantas histórias de horror a respeito das ETS19 circulando por aí, que quis me assegurar de
estar protegida sempre e de todas as maneiras possíveis. Maldição, sinto muito. Depois do
acontecido com Jared, pareceu mais seguro guardar esta informação para mim.
— Shh, carinho, deixa de balbuciar. Não tem que estar à defensiva comigo, certo? Acha ou
não, entendo. E se isto a calma, não estive com uma mulher sem usar uma camisinha desde que
era um moço de uns imberbes dezesseis anos.
— Então não está furioso?
— É obvio que não.
Channing fechou os olhos.
— Bem. Obrigado.
— Posso perguntar algo?
— Claro que sim.
Ele moveu seus quadris, e um fluxo de umidade gotejou enquanto com cuidado tirava seu
pênis cansado de seu tenro corpo.
— Quando formos só você e eu, podemos saltar as borrachas? Porque te asseguro que eu
adoro sentir, só você, nua contra mim. Não há nada igual no mundo.

19
Enfermidades de Transmissão Sexual.

70
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ela esfregou sua bochecha ao longo da dele.


— Claro que sim. Falando de você e de mim... Onde vou dormir esta noite?
— Talvez a pergunta deveria ser onde quer dormir esta noite?
— Com você — Ela sentiu como sorria contra sua bochecha.
— Boa resposta. Estamos dormindo em um beliche do reboque de cavalos. Necessita algo do
quarto do motel antes de ir dormir?
— Só minha escova de dente, agora que esclarecemos esse chato assunto da camisinha.
Colby começou a rir e deu um suave beijo na testa.
— Dói?
— Um pouco.
— Mmm. Realmente estivemos juntos só alguns dias?
Ela ficou rígida.
— Sim. Por quê? Fez um longo tempo?

CAPÍTULO 9

Colby levantou cedo na manhã seguinte. Por muito que desejasse começar esse dia com
uma transa e ajeitar na cama com Channing, ele sabia que ela estava dolorida. Com toda razão. Ele
não tinha o bastante dela.
Beijou seu exposto mamilo, sorrindo quando ela ronronou e aconchegou contra ele. Maldita
distração de mulher.
Fortalecido com um café grátis do vestíbulo do motel, golpeou a porta do quarto.
— É Colby. Abre a maldita porta.
Soou o clique de deslizamento do fecho movendo e então Trevor abriu a porta.
— Hei. O que aconteceu?
Colby olhou por cima do ombro nu de Trevor à cama desfeita.
— Onde está Edgard?
— Na ducha. Sairá em um minuto. Antes que pergunte, ele já revisou os cavalos esta manhã.
— Trevor bocejou — Onde está Channing?
— Dormindo no reboque dos cavalos.
— Está bem?
— Agora está — Colby tomou um sorvo de seu café e deixou cair na cadeira ao lado da
janela. Contou a Trevor o que aconteceu na noite anterior — Então não quero que vá a nenhuma
parte sozinha. Escapou desse escandaloso bar rua abaixo e alguns gordurentos caminhoneiros
babando a seu redor.
— Deixou as coisas claras?
— Demônios, sim.
— Deixou tudo resolvido com ela?

71
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby sorriu.
— Fodidamente claro. Por que acha que ela está dormindo como um bebê?
Trevor chocou a mão com ele.
— Maldição, Colby. Se houvesse uma mulher viva que pudesse mudar meus maus hábitos e
fazer desejar sentar cabeça, essa seria ela.
— Amem, irmão. Mas terá que brigar comigo por ela. Assim entende porque quero que
todos nós a vigiemos melhor.
— Vigiar quem? — Disse Edgard enquanto entreabria a porta do banheiro.
Colby retransmitiu a cena do bar.
Era uma típica manhã. Eles falavam do rodeio. O conselho foi devotado e aceito. As dores e
esforços foram detalhados. Quando Trevor e Edgard começaram a discutir sua estratégia, Colby
escapuliu. Preencheu seu café e parou para conversar com alguns jovens cavaleiros do rodeio de
Utah antes de ir ver Channing.
No reboque dos cavalos, Channing estava sentada desabada sobre a mesa, nua, revolvendo
com indiferença a travessa ao meio comida de Raisin Bran20.
Ele deslizou uma mão sobre suas nuas costas.
— Está bem? — Perguntou ele enquanto sentava na cadeira ao lado dela.
— Cansada. Maldito homem viril — Resmungou.
— Isso era uma queixa?
— Não. Mas quando disse que nós deveríamos oficialmente “quebrar” a cama deste
reboque de cavalos, não pensei que dizia literalmente quebrar a maldita cama. Acredito que tenho
contusões em minhas costas e minhas nádegas das molas do colchão.
— Tira a besta que há em mim, querida, o que posso dizer?
— Me diga que têm uma máquina de café escondida por aqui em alguma parte.
— Sinto muito. Não temos.
Channing grunhiu.
— Mas deixarei tomar um pouco de meu café — Agarrou um copo de plástico e verteu a
metade de seu morno café nela. Depois deslizou junto à travessa de cereais dela.
— Obrigado — Ela engoliu de um gole — Da próxima vez que passemos por um Wal-Mart o
assaltarei. Não me importa se tivermos o reboque de cavalos à plena carga e o governador dentro,
vou comprar uma cafeteira e uma lata gigante de café. Não sirvo de companhia humana sem
minha diária infusão de dose de cafeína.
— Não gosta do Starbucks21, verdade?
Lançou um olhar assassino.
— Diz a sério? Seus gostos de café parecem merda de cão coada. Além disso, quem é tão
idiota para pagar quatro dólares por uma xícara de café queimado?
— Muitas pessoas, parece. Essas malditas lojas estão por toda parte. As pessoas pensaria

20
Uma marca de Cereais.
21
Marca de café.

72
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

que essas pessoas estão bebendo ouro líquido, estão tão obcecados bebendo essa mesma marca
cada manhã.
— Eu não. São um grupo de ovelhas. Me dê uma velha xícara de Joe-black22 e sou uma
campista feliz — Chaning riu — Ou seria feliz estou se na caravana tivesse um Senhor café.
Colby alisou um rebelde cacho atrás de sua orelha.
— Arrumaremos para você. Não posso ter minha melhor garota irritada ao amanhecer, não
é? Vai vir a nos ver hoje, Channing?
— É obvio. Sempre que me indique onde se supõe que devo estar sentada — Um
dissimulado sorriso elevou os cantos de sua boca — Não estou para outra ronda de castigo. Meu
traseiro está ainda um pouco sensível por essa surra de ontem.
— Que pena — Murmurou ele.
— Que pena, o que?
— Que seu traseiro esteja sensível.
— Por quê?
Olhou por debaixo das pestanas baixadas.
— Sabe do que estou falando.
— Isso é uma indireta?
— Uma muito grande — Ficou de pé, lamentando ter iniciado a conversa tão cedo — Sua
entrada estará em meu nome na bilheteria. Tenho que ir.
— Não vai comer algo?
— Nunca como antes de competir.
Channing sorriu de novo.
— Que pena.
Pelo calculado olhar de seu rosto, ele sabia que ela não esteve falando com ele de comer
mantimentos.
— É uma garota travessa, ao é?
— Põe em evidência o pior de mim, mas não pensa que sou suficientemente travessa.
Um incômodo silêncio encheu o ar.
— Quer explicar isso, Chan?
— Talvez.
Ele grunhiu.
— Está muito perto de conseguir outro castigo. Acredito que você gostou de ter seu doce
traseiro açoitado.
— Incorreto. Bem, mais ou menos. Mas direi algo, vaqueiro, farei um verdadeiro trato doce.
Colby teve que recordar a si mesmo que ela era ainda muito tímida e perto de contar o que
ela queria na cama.
— Estou escutando.
— Esquecerei tudo sobre meu dolorido traseiro, e deixarei ter seu perverso caminho esta

22
Marca de café negro.

73
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

noite… Se vir um touro de noventa pontos cavalgado por você hoje.


Merda Santa. Tanto de seu suposto acanhamento.
— Não me engana?
— Não. Mas se conseguir algo menos que um noventa, terá que trotar seu ajustado pequeno
jeans diretamente ao Wal-Mart, vestindo ainda suas sexy perneiras, seu número nas costas e a
sujeira da arena, e me comprará uma cafeteira. Uma boa.
— Conseguiu um trato, querida.
— Uma última coisa.
Seu olhar estreitou. Figurou que haveria condições.
— Se isto chegar a acontecer esta noite, por minha primeira vez, quero dizer, preferiria não
trazer Trevor nem Edgard. Prefiro que isto fique… Entre nós.
— Por que só nós?
— Porque me sinto segura com você.
Colby segurou seu rosto em suas mãos e a beijou profundamente. A mulher surpreendia
constantemente.
— Okey. Mas há uma coisa que precisa fazer para mim quando eu agarre esses noventa
pontos.
Seu zombador sorriso se congelou.
— O que será?
— Traz um montão de lubrificante. Porque provavelmente não vai ser nenhum caminho de
rosas — Sorriu e escapou do reboque antes que golpeasse.
Estaria sua mãe escandalizada por seu comportamento lascivo e sua suja língua?
Quase como um sinal, seu telefone celular soou.
— Sim?
— Essa é a forma de saudar sua mãe, Colby West McKay?
— Não, Hei, Mamãe, como está?
— Só queria ver como estava afinal nunca me liga. Me assegurando que não se encontra em
uma sarjeta em alguma parte de algum estado do sul perdido da mão de Deus.
Revirou os olhos, sabendo que ele não atreveria a fazer isso diante dela.
— Sinto muito. Não tome como algo pessoal. Estou muito ocupado ou muito terrivelmente
cansado. Não estou ligando a ninguém ultimamente.
— Não é uma desculpa válida e faz que me preocupe. Parece que ninguém me liga. Não falei
nada com Cam tampouco.
— Não seja dura com ele, MA. Ele está no Iraque — Colby disse com secura.
— Bem, não serei dura com ele, mas com você sim. Tem novas lesões que deva saber, filho?
— Não.
Ela mudou de tática e conversou sobre as últimas façanhas selvagens do bebê de sua irmã
Keely. Como seu irmão mais velho Cord e seu sobrinho KY estavam desembrulhando nas
consequências do recente divórcio de Cord. Parece que seu irmão Colton comprou outro par de
milhares de acres de terra de pastos justo ao leste de seu rancho. Depois ela confessou que não

74
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

teve notícias de seu irmão mais novo Carter recentemente e que sentia fora da vida de seus filhos.
— MA, vai me ver em Cheyenne dentro uns dias e verá que estou bem.
— Sei. Então, o que ocorreu em Limon?
Colby contou os detalhes essenciais sobre os eventos nos que perdeu e avançou, como esses
triunfos e perdas afetaram sua classificação geral. Mencionou os problemas profissionais de
Trevor e Edgard, mas não mencionou Channing absolutamente.
Depois de desligar perguntou por que. Por que esta coisa com Channing era nova? Por que
não era definitiva? Ou porque era um covarde e isto era especial e não queria aceita-lo?
Sua mãe o conhecia melhor que ninguém. Ela mais ou menos não sabia nada sobre sua vida
na estrada, suas desenfreadas façanhas e seus antigos brinquedos sexuais, mas ela parecia sempre
ler entre linhas. “Tinha uma melhor interpretação dos meninos que sempre serão meninos” que o
que seu mais tradicional pai. O fato de que se envolveu com uma mulher seria uma grande noticia
para sua família. E essa era a razão pela que não desejava que sua mãe pusesse a mira no que
acontecia entre ele e Channing.
Não quererá dizer, entre você e Channing, e Trevor e Channing, e Edgard e Channing?
Disse essa pequena voz aduladora que se calasse.
Claro, estava compartilhando com eles, mas na hora da verdade Channing preferia ele. Ele
sabia. Ela admitiu e nem Trevor nem Edgard estariam surpreendidos por isso. Mas o resultado
final não mudaria. Separariam seus caminhos em Cheyenne.
Colby não tinha tempo para mortificar por acontecimentos futuros. Tinha uma competição
que preparar. Esta noite, a recompensa seria realmente doce. Embalou sua sacola de ferramentas,
pegou sua sela de montar e enganchou em uma viagem com Cash aos terrenos do rodeio.

Trevor passeava frente ao quarto do motel, zangado. Como se atrevia esse sabichão imbecil
a continuar insistindo em que os problemas que perseguiam na arena eram de alguma forma
culpa dela? Possivelmente estava um pouco tenso, mas quem não estaria depois de uma rajada
que agora alcançava dígitos duplos. O fato de que Edgard indicasse continuamente e assinalasse
que possivelmente era tempo de que eles considerassem outras opções, enchia o saco
completamente.
Trevor não tinha nenhuma outra opção. Como Colby, esta era sua última oportunidade para
alcançar as Finais Nacionais de Rodeio. O pai de Trevor, o tristemente célebre Tater Glanzer,
estava dolorosamente decepcionado com a falta de um título do NFR de seu filho, apesar de que
Trevor ganhou cinco títulos do circuito. E o velho bom pai insistiu em que esse seria o último ano
de Trevor, sobre tudo porque o irmão mais novo de Trevor, Tanner, tinha uma melhor disposição
para trazer para casa esse muito importante título de atar e amarrar cordas.
Então Trevor estaria trabalhando com o velho homem para sempre.
O pensamento de ouvir continuamente seu pai repreendendo, a expectativa que Trevor
permanentemente abandonasse o estilo de vida do rodeio e sua liberdade faziam Trevor adoecer
do estômago. Sua família nunca prestou muita atenção além de inculcar a obsessão pelo rodeio

75
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

dentro a outro membro do clã Glanzer. Eles seguros que não entendiam. Havia coisas sobre ele
que causariam uma ruptura entre eles que nunca seria reparada se eles a descobriam.
Assim inclusive se ele e Edgard perdiam terreno nas classificações individuais, preferia
manter no circuito, em vez de voltar para casa e tratar com as perguntas e comentários de sua
família sobre seus futuros planos.
Edgard não conhecia seu dilema. Tampouco Colby. Ambos tinham a aceitação plena de suas
famílias. Uma vez mais, sentiu completamente sozinho. Assustado pela possibilidade de que de
algum jeito as opções que tomou voltassem para morder no traseiro.
A porta do quarto abriu e Edgar fulminou com o olhar do interior da porta.
— Está preparado para caminhar sobre a arena?
— Não necessito que agarre minha maldita mão. Trevor sorriu com dureza — Vai na frente.
Tenho que tirar primeiro algo do reboque dos cavalos.
Sem esperar o protesto de Edgard, partiu atravessando o estacionamento do motel.
Quando Trevor foi ao reboque dos cavalos, nunca ocorreu bater.
Channing estava sentada agitando seu nu traseiro contra a pequena mesa de jantar.
Ela conteve a respiração. Foi lindo como ela tentou arrastar o lençol da cama sobre sua
nudez.
— Trevor! O que está fazendo aqui?
— Este é meu reboque de cavalos. Talvez eu deveria perguntar que está fazendo tomando o
café da manhã nua como um passarinho.
— A… Acabo de despertar.
— Ah. Assim Colby já foi para registrar.
— Umm. Sim.
Ele agitou suas sobrancelhas.
—Te tenho toda para mim mesmo?
— Isso parece.
— Inferno quente. Sabia que havia uma razão para que viesse aqui — Seu olhar fez um lento
varrido de suas unhas rosa a seu cabelo emaranhado, que se estendia desde sua cabeça a todos
os ângulos. Finalmente seus olhos centraram nos escuros cachos curtos entre suas coxas — E
agora sei exatamente o que desejo para tomar o café da manhã.
— Mas…
— Sem mas. Já que Colby não está aqui, eu levo as rédeas.
— Okay. Mas quero ser honesta e fazer saber que estou um pouco dolorida desde ontem. E
eu não estou acostumada a isto. A nada disto.
— Então o melhor é que beije e faça que melhore, huh?
Channing engoliu seco.
— Fico nervosa?
— Só se vir uma corda em sua mão.
— Não esta manhã — Trevor assinalou à cama — Suba ali e deixa suas pernas pendurando
fora da borda. E as estenda bem e separadas. Eu gosto de jogar com meu café da manhã antes de

76
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

comê-lo.
Channing avermelhou perto de dez tons de rosa. Mas ela não discutiu com ele
absolutamente. Seu traseiro em forma de coração se moveu sedutoramente enquanto ela
avançou lentamente para o compartimento de dormir.
— Assim? — Disse ela.
Trevor notou que ela tinha um ponto de apoio a cada lado da parede. Suas pernas estavam
escoradas mais longe, como expondo a si mesma a um homem umas centenas de vezes. Mas ele
sabia bem. Isso fez que a rendição imediata dela para ele fosse muito mais doce.
— Está perfeito.
Ajoelhou no banco de comer contra a parede. Sua boca estava exatamente no ângulo
perfeito para inundar profundamente em sua vagina. Esmagou sua língua e a lambeu desde seu
pequeno buraco a seus clitóris. Acima e abaixo sem parar. A seguir soprou uma corrente de ar
através da umidade.
— OH, Meu deus.
— Goza muito rápido assim, não?
— Ah. Sim.
— Então, só terei que fazer gozar duas vezes, uma vez rápido, uma vez lento. —Trevor
inclinou sua cabeça e começou a trabalhá-la com sua língua, lábios e dentes. Sugando. Mordendo.
Concedendo pequenas provocadoras lambidas sobre seus clitóris, depois travou sua língua em sua
abertura, lambendo de dentro para fora.
Maldição. Havia algo no diferente sabor almiscarado de uma mulher na manhã. Especial.
Mais quente. Descer sobre ela era um ato mais sujo à luz do dia, mais que um amante secreto,
oculto sob os lençóis e ao casaco da noite.
— Tem sabor de nata doce e a mel. Poderia gozar só te comendo — Suas mãos se
apoderaram de suas pernas na parte superior de seus quadris. Deixou seus polegares
preguiçosamente acariciar as dobras de suas coxas, aumentando o prazer tateante, mas na
realidade nunca conectando com alguma parte de seu choroso sexo.
— Bem, eu posso indubitavelmente gozar assim — Channing bombeou seus quadris contra
seu rosto — Já estou perto.
— Mmm. Não me diga — Trevor enrolou os lábios de sua vagina ao redor de sua boca,
sugando delicadamente. Centrou seus esforços no soluçante botão para a direta estimulação.
Primeiro amamentou com força e seguiu com rápidas dentadas de seus duros lábios.
A combinação a fez explodir. Seus clitóris palpitava debaixo de sua língua e continuou
utilizando sua língua como se estivesse devorando um sorvete, sorvendo, seguido de precisas
lambidas curtas.
Ela gozou com um ofego, suas costas arqueada fora do colchão, seu traseiro apertado e ela
repetia
— OH Deus, OH Deus, OH Deus, OH Deus.
Ele riu entre dentes e a vibração intima contra sua sensível carne a fez gritar de novo.
Trevor limpou os sucos dela de seu rosto. Seu pênis estava tremendo por sair e entrar em

77
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

ação, mas não podia imaginar Channing sendo capaz de fazer, já que ela ganhou alguma dor com
suas anteriores gozadas.
Depois de que as pernas de Channing deixassem de tremer, apoiou a si mesmo em seus
cotovelos e sorriu timidamente.
— Conseguiu encher?
Ele lambeu os lábios.
— Comida de Campeões, querida.
O olhar dela caiu ao vulto das calças dele. Mordeu o lábio.
— Trev, posso dizer um segredo?
— Claro. O que?
— É um pouco embaraçoso.
— Está bem, Chan, somos amigos, não é?
— Verdade.
— Então, me diga.
Channing soltou
— Nunca fiz um sessenta e nove.
Não esperou isso absolutamente.
— Nunca?
— Não.
— E deseja experimentá-lo?
— Sim — Ela moveu nervosamente — Então, perguntava se tiver tempo…
— Justo agora?
Ela assentiu com a cabeça.
— Está segura que está preparada para isso? Pensava que estava um pouco dolorida?
— Não muito já. Além disso, seria uma pena desperdiçar uma boa ereção.
Trevor pensava que ela desejava praticar o sessenta e nove para tentar depois com Colby.
Pensava que isso era incrivelmente doce e tirou a roupa imediatamente.
Channing riu.
— Ganharia a fivela de ouro se existisse um concurso para tirar a roupa rapidamente.
— Minha mãe não criou idiotas, querida, não tem que me perguntar isso duas vezes —
Arrastou para a área de dormir — Isto vai ser divertido — Trevor a beijou lentamente em uma
larga sedução de boca a boca. Dedicou tempo extra a amamentar e tocar seus seios, dando tempo
para recuperar de seu primeiro orgasmo para ele. Quando ela começou a esfregar com as pernas
juntas, e um suave ronrono retumbou de sua garganta, soube que ela estava preparada para a
pequena marcha.
Alisou seu cabelo revolto em seu estranhamente tímido rosto.
— Isto não é diferente de me fazer uma mamada, Chan. Gire para um lado, e desliza meu
pênis em profundidade, mas não arqueie seu pescoço. E pelo amor de Deus, quando começar a
gozar, não morda.
Ela riu e aliviou algo de sua tensão.

78
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Preparada?
Ela assentiu com a cabeça e rodou a seu lado esquerdo, Trevor assentou em sua direita.
Com voz rouca, disse
— Levanta sua perna para cima. Isso — Desceu para baixo e tomou seu inflamado sexo em
sua boca de novo.
Channing moveu e lambeu a cabeça de seu pênis tão delicadamente como um gato.
Gradualmente engoliu mais profundamente, sua boca fazia pequenos zumbidos de felicidade e
usou sua mão para acariciar seu eixo enquanto seus dedos acariciavam suas bolas.
Para ser uma principiante, sua boca e seu toque eram puro céu. Trevor sabia que ele não ia
durar. Centrou toda sua atenção no clitóris de Channing, sabendo que ela provavelmente
tampouco duraria muito.
Ela não fez. Gozou com um ofego e a entrada de ar ao redor de seu pênis fez endurecer suas
bolas.
Ele estava tão perto. Subiu seus joelhos para que ela pudesse introduzir profundamente na
garganta, enquanto continuava lambendo lentamente, derrubando para seu suculento clímax.
De repente um calor repentino disparou para debaixo de sua coluna, um quente atiçador
entre suas pernas e esperou que as rápidas pulsações começassem.
A porta fez um clique ao abrir. Trevor viu entre as coxas de Channing o rosto de Edgard.
Nessa fração de segundo, seu orgasmo golpeou, o sêmen disparou fora da ponta de seu pênis e
Channing sugou secando enquanto Edgard observava.
Trevor fechou seus olhos, jogou sua cabeça para trás e desfrutou do inferno saindo dela, do
ensurdecedor clímax e o exibicionismo.
Depois de que o sangue deixasse de precipitar em seus ouvidos e seu pênis estivesse meio
mole, seu olhar apanhou Edgard de novo.
— Perguntava se estaria aqui fodido — Disse Edgard brandamente — Mas não pensei que
estivesse literalmente fodido. Hora de partir, amigo. Chegamos tarde —Girou e partiu sem olhar
atrás.
Trevor caiu de lado. Murmurou
— Merda.
Channing se escapuliu ao redor.
— Trev? Está tudo bem?
Ela não precisava meter no meio disto. Forçou um sorriso.
— Simplesmente genial, querida. Só recuperando meu fôlego.
— Está bem se tiver que ir.
— Infelizmente, como Edgard assinalou, estou chegando tarde. Não se arrepende de nosso
sexy interlúdio, e pode chegar aos terrenos do rodeio bem? Ou deseja que espere por você?
— Não. Vai. Ainda preciso tomar banho.
Trevor a beijou minuciosamente, surpreso de quanto desfrutava de seu sabor e o dela
misturados em sua língua — Não é mais uma virgem do sessenta e nove. Sacudiu meu mundo e o
reboque dos cavalos esta manhã, garota quente.

79
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ela ruborizou.
— O mesmo digo eu.
Enquanto se vestia, ele soube que a próxima vez deveria recordar de fechar a maldita porta.

CAPÍTULO 10

Channing não demorou muito tempo para estar pronta e impaciente, de modo que deixou o
reduzido quarto do motel para ir à busca de ar fresco e céus azuis. Ao estar em uma localização
elevada, o sol esquentou rapidamente o ar fresco da manhã, de maneira que fazia calor, mas
mesmo assim a falta de umidade fazia suportável.
Sua entrada estava na bilheteria tal e como o prometeram. Explorou a arena e espiou os
degraus ao lado das aberturas. Antes de ir para seu assento viu como começava a ação na arena
A equipe que fechava a competição quase terminou. Esta atuação a fascinou, já que as
equipes com os melhores tempos eram os que mais experiência tinham, quando na maioria de
competições os mais jovens conseguiam as melhores posições. Os dois homens e a mulher que
estavam nesse momento na arena rondavam os cinquenta. Separaram os três bezerros que
marcaram o número quatro mais rápido que a equipe mais próxima por uns bons quinze
segundos.
Isso significava que Colby poderia competir no rodeio durante outros vinte anos? Não se
cansaria disso? Ou era uma obsessão para toda a vida, como outros esportes?
Channing comprou algumas garrafas de água. Quando estava procurando a caderneta na
bolsa, soou seu celular. Respondeu distraidamente sem comprovar quem chamava.
— Olá?
— Channing? É você?
Revolveu o estomago.
— Quem mais poderia ser, mamãe?
— Não tem por que ser tão irascível.
— Sinto muito — Inalou devagar — Como está?
— Estou bem. E você?
— Simplesmente genial — Vamos. Vá ao ponto. O único bom que tinham as chamadas de
sua mãe, era que não encompridava a conversa com bate-papo sem sentido.
— Isso é bom. Bem, chamo porque recebi notícias muito interessantes — Pausa — Recorda
a sua amiga Melinda Baxter? Ela e seu encantador noivo, Robert, escaparam a Aruba e se casaram
no fim de semana passado. Não é maravilhoso?
— Esplêndido — Disse ela docemente.
— A mãe da Melinda estava impressionada, porque reservaram a catedral há meses. De
toda maneira, como Melinda e Robert saltaram a cerimônia formal de bodas, alugaram Gregory
Art Museum onde farão uma grande recepção o próximo fim de semana. É obvio, assegurei a

80
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Melinda que iria.


Channing ferveu de ira. Tinha vinte e cinco anos, sua mãe não tinha nenhum direito de falar
em seu lugar, mas isto não era nada novo em sua vida, e era a maior razão pela que escapou dessa
vida. Perguntou se alguma vez seria capaz de voltar.
— Terá terminado com sua pequena rebelião para então, não é?
Quando mencionou a palavra rebelião soou pitoresco, mas menos sinistro que ter escapado
com o rodeio.
— Talvez. Já veremos.
Silêncio sepulcral.
— Espero que embora não volte para celebrar com sua amiga o começo de sua nova vida,
chegue a tempo para preparar sua mudança a…
— Disse que já veremos.
Outra pausa de desaprovação.
— Channing, seu pai se colocou em muitos problemas para assegurar uma posição de
professora no Palmer. Sabe como ficaria se você…
— Sim, Mãe, sou consciente de como ficaria. E Deus sabe que eu nunca faria nada para
manchar o todo-poderoso sobrenome Kinkaid.
Sua mãe soprou.
— Não só eu não gosto de seu tom, mas também além não está agindo absolutamente como
a menina responsável que achei que era. Não entendo o que aconteceu.
Cresci,a madureci e compreendi o fodido que está tudo em seu pequeno mundo, e decidi que
não quero formar parte disso.
Uma nuvem de pó, pesadamente aromatizada, passou levando o aroma de bosta de cavalo.
Assombrou ter acostumado tão rapidamente ao aroma acre, que chegava a acalmá-la. Isso era
algo que nunca poderia compartilhar com sua mãe, Jacqueline Moore Kinkaid ficaria horrorizada.
— Olha, não quero brigar com você, Mãe. Quando falar com Melinda dê minhas saudações.
— E?
— E ligarei logo. Adeus.
Channing terminou a chamada. Não mudou nada. Não encaixava no círculo social de seus
pais. Alguma vez encontraria um lugar ao qual pertencer? Seu olhar fixo varreu as famílias de
rancho e entusiastas de rodeio que obstruíam os corredores e competiam por chegar à tribuna.
Por muito que desejará, tampouco pertencia aqui.
Seu telefone celular voltou a soar. Esta vez comprovou quem chamava. Riu. Era Colby.
— Olá?
— Ei! Doce, somente queria me assegurar de que conseguiu a entrada e de que sabe onde se
supõe que deveria estar sentada hoje.
— Estou aqui, sobre a parte posterior da arena. Justamente acabo de terminar de falar ao
telefone com minha mãe e estava pensando em ir tomar uma cerveja, ou dez, antes de me sentar.
Ele riu e o som esquentou aquele ponto frio dentro dela.
— Deve ser o dia. Minha mãe também me ligou.

81
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Com certeza que sua conversa foi melhor que a minha.


— Provavelmente. Embora duvide que jogassem sal sobre as feridas. Como está
confrontando seu cavalo de viagem. Se está comendo bem. Se está bebendo muito. E se está
usando roupa interior limpa.
Ela riu.
— Esta realmente bem, carinho? Não disse nada para transtornar?
Como pegou isso tão rápido?
— Estou bem. Estou pronta para o rodeio. Boa sorte, vaqueiro. Estarei aclamando.
— Não tem nem ideia do feliz que me faz escutar isso. Provavelmente não conseguirei uma
quebra verdadeira, assim verei depois da cavalgada de noventa pontos.
Channing ria quando desligou.
Colby penetrou por pouco na ponta final dos cinco melhores da competição de laçar. Trevor
também entrou, mas Edgard ficou fora.
Enquanto outros eventos tinham lugar e Colby, Trevor e Edgard não competiam, Channing
apontava observações em sua caderneta. Era uma boa desculpa não ter que falar com ninguém.
Outra vez, tinha uma repentina explosão de acanhamento.
As outras mulheres e namoradas olharam um pouco estranho, mas até agora nenhuma se
aventurou a apresentar. E se preocupou de que, em um ato de desespero, ela fizesse o primeiro
movimento. Não era como se não tivesse sofrido bastante rejeição em sua vida.
Colby conseguiu cobrir a seu bronco para uma cavalgada de setenta e sete pontos. O resto
dos concursantes não fez tão bem, o que deixou Colby no mais alto da classificação e com um
posto assegurado na segunda ronda.
Da mesma maneira Trevor e Edgard tiveram uma boa corrida e aterrissaram entre os cinco
primeiros, também garantindo uma viagem de volta no dia seguinte. Cash e Brian terminaram no
primeiro lugar na equipe de laço.
A comida do quiosque era gordura pura e Channing desejou ter levado um almoço saudável
ao rodeio. Seu estômago grunhiu.
Uma menina com tranças de aproximadamente quatro anos, elevou a vista de debaixo de
seu chapéu vaqueiro rosa.
— Sua barriga soa como um urso rugindo.
— Talvez é porque estou tão faminta como um urso.
A menina a observou, moveu furtivamente mais perto e logo rebuscou em seu pacote de
bolachas de animais, passando astutamente sobre a de um urso de circo.
— Aqui esta, o coma.
— Obrigado.
Channing mastigou a bolacha. Ficou pensando em se devia perguntar o nome à menina, mas
chegou à conclusão de que não responderia. Todo o bate-papo sobre não falar com estranhos
estariam rondando por sua pequena cabecinha.
— Por isso que meu papai nunca come frango. Porque não é um frango.
Interessante. Teria que perguntar a Colby, Trevor e Edgard se todos os concursantes de

82
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

rodeio seguiam essa superstição todo o tempo.


— Como se chama? — A menina perguntou como por arte de magia.
— Channing.
— China? Como uma boneca?
Repetiu seu nome e a menina a olhou fixamente com seus enormes olhos azuis.
— Fala de uma forma realmente graciosa, garota.
— Sim? Você também, vaqueira. Como se chama?
— Calliope Jane. Exceto que ninguém me chama assim, a menos que esteja metida em
problemas.
— Como chamam então?
— Callie. Meu pai às vezes me chama Calamidade Jane — Assinalou para as aberturas —
Meu papai faz bulldogging23 hoje — Então aqueles olhos azuis a apontaram como um laser — O
que esta fazendo o seu?
Provavelmente esteja deitando com sua secretária, mas isso não era algo que pudesse dizer
a ninguém e muito menos a uma menina.
— Callie!
Tanto Channing como Callie giraram para olhar à mulher que se dirigia para elas, seu laço
púrpura saltando através dos assentos dos bancos metálicos.
— Callie, carinho, tem que deixar esta pobre senhora sozinha, não dá conta de que está
ocupada? — A mãe de Callie gesticulou para o caderno aberto e a caneta colocada sobre o colo de
Channing — Sinto muito, é uma danadinha.
— Francamente, não me importa. É agradável poder falar com alguém para variar, não
conheço muitas pessoas por aqui.
Pronto, disse e não foi tão difícil.
A morena estudou com a mesma intensidade que sua filha.
— Sinto muito. Apresentamos?
— Acredito que não — Channing estendeu sua mão e a mulher a sacudiu calorosamente —
Channing Kinkaid.
— Mary Morgan. Não te vi nos degraus familiares antes. Com quem esta?
— Não vai dizer o nome de seu pai, Mamãe, tampouco me disse — Disse Callie fazendo
gracinhas.
— Isso é porque certamente não está aqui com seu pai.
Seus lábios de casulo de rosa fizeram um O de compreensão.
Channing ocultou a risada.
— Estou aqui com Colby McKay.
As sobrancelhas de Mary elevaram sob seu chapéu de palha.
— Então é você.

23
É uma modalidade cronometrada de Rodeio mais empolgante, rápida e bruta, onde o cowboy "pega o boi na unha"
(literalmente).

83
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Sou quem?
— Essa da que todas as mulheres fofocam.
— Sim?— O coração golpeou contra o peito — Fofocas más ou boas?
— Depende de com quem fale — Mary soprou — Isso me tem sem cuidado, o que está bem
para a gansa está bem para o ganso, sabe o que quero dizer? Além disso, agora que conheço
posso dizer que é livre, branca e maior de dezoito, portanto pode fazer o que quiser, e ignora a
todas essas velhas entremetidas.
Channing abriu a boca, mas Mary ainda não terminou.
— Acaso isto não aconteceu também no rodeio faz anos? Não se equivoque todos ouvimos
as histórias, além disso, nenhuma delas deixaria passar a oportunidade de agir como uma jovem
despreocupada, e atar com um vaqueiro viril e quente se pudessem. Digo isso, atiro ao pássaro.
— Que pássaro, mami?
Mary riu indulgentemente e puxou das tranças de Callie.
— Isso não importa, menina.
— Callie me disse que seu papai é Lutador — A Luta com Novilho ou Bulldogging, era outro
evento por tempo onde o vaqueiro devia perseguir o novilho e atirá-lo ao chão. Mas em vez de
usar cordas para agarrar ao animal, o bulldogger (Lutador) lançava de seu cavalo, diretamente
sobre o novilho, enquanto seu companheiro se assegurava que seguisse correndo em linha reta.
Uma vez que o bulldogger tinha um marca nos chifres do animal, freava enquanto fazia girar sua
cabeça para atirá-lo sobre um lado de maneira que decolagem as quatro patas do chão. Os
Lutadores com Novilho, pelo geral, só competiam em um evento, já que o prêmio era abundante,
mas também havia muitas possibilidades de sair machucado.
— Sim. Mike Morgan. Até agora vai a segundo. Estamos esperando um grande triunfo aqui e
em valentine, então voltaremos para casa por, aproximadamente, vinte minutos, antes que
cheguem os Dias de 7 6 no DeadWood. Depois disso dirigiremos a Cheyenne. O ano passado Mike
fez bem em ambos os lugares e conduzimos entre o Deadwood e Cheyenne cinco vezes em uma
semana. Parece que quando por fim consiga voltar para rancho, já não conseguirei me pôr ao dia.
— Deve viajar muito…
— Sim, no princípio é divertido. As pessoas do rodeio são as melhores do mundo. Isto se
parece mais a uma grande reunião familiar. Mas quando chegamos à metade da estação do verão,
somente queremos voltar para casa e ter uma vida normal, se é que isso é possível com uma
menina e um rancho que levar.
— De onde vêm?
— Do Búfalo Gap, Dakota do Sul. E você?
Channing ficou tensa.
— Dos subúrbios de Boston.
— OH — Mary franziu o cenho — Nossa! Como fez para atar com Colby?
— Pura sorte.
— Direi — Apertou suas mãos sobre os ouvidos de Callie e disse em voz baixa —Ele é um dos
patifes, mas homem, eu tomaria, sem lugar a dúvidas, para um rodeio de prova a qualquer hora.

84
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Channing não sabia se sentia ciumenta ou adulada.


— Não é que ele me escolheu sem resistir, apesar de que se diga justamente o contrário, é
muito exigente. Não está acostumado a trazer nenhuma mulher em suas viagens, mas bem não
traz nenhuma.
— Então pensa ficar no circuito?
— Só até Cheyenne.
— Está bem. Estou segura de que nos veremos nos bailes e por aí. Irá a Wild Bronc esta
noite? Poderíamos tomar algumas taças.
— Talvez. Depende como vai Colby hoje.
Mary fez rodar seus olhos.
— Não entendo como as pessoas dependem simplesmente do que eles façam na arena.
Reza por não ter que saber como reage Colby quando faz mal. Mas, em algum momento, eles
sempre fazem mal. Sempre — Piscou um olho—V amos Callie, deve tomar um banho antes que
seu pai compita.
— Adeus!
— Adeus!, Urso da China — Callie riu bobamente e correu.
Channing também riu. Bem, ao menos já não era uma párea total.
Sentou impacientemente durante a Luta com Novilho, Mike Morgan tinha o tempo mais
rápido, e a corrida de barril. Tinha curiosidade por ver Colby montar ao touro, mas também estava
nervosa.
O que a faria para fazer tal trato com ele? Teria estado delirante, ainda aturdida pelo
assombroso sexo da noite anterior?
Não, fez o trato porque é o que quer. Inclusive embora isto leva ao limite, encaixa. E
realmente se sente a salvo com ele.
Se sentou e bebeu uma cerveja antes que o último acontecimento começasse, convencendo
de que não era coragem líquida. A seção familiar não estava coberta por um toldo, portanto o sol
caía a chumbo sobre o metal e o concreto, o que a fazia tão constrangido como uma lata de
sardinhas. Não havia nem sequer uma ligeira brisa. O suor cobriu sua pele e fez que pegasse o
cabelo à cabeça debaixo de seu chapéu. A maior parte dos outros espectadores já se foram em
busca de lugares mais frescos.
Por um capricho do destino, Colby era o último cavaleiros da competição. Ele escolheu
Caolho Jack, outro touro do Rodeio que não pode ser montado em duas dúzias de saídas, segundo
Cash. Mas a última vez que foi montado, o cavaleiros cotaram um registro de noventa e dois.
A pedido de Colby, Cash foi aos degraus para dizer a Channing o que poderia esperar,
embora ela pensava que simplesmente era a maneira de Colby de desfrutar.
Entretanto, o Caolho Jack era também um lutador de abertura notório, o que expor um
perigo para os cavaleiros.
Channing abateu como os vinte e cinco concursantes que lutaram para cobrir seus touros. O
índice de cavaleiros desmontados pelo Caolho Jack estava fodidamente perto de cem por cento.
Finalmente, o nome e estatísticas de Colby foram anunciados junto com o nome do proprietário

85
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

do touro e sua posição. Ela desceu do degrau e pendurou sobre os passamanes, tratando de
conseguir uma melhor vista do que acontecia dentro das aberturas.
Como Trevor habitualmente ajudava Colby a preparar, estava de pé atrás dele, aguentando a
corda paralela ao corpo de Colby, enquanto este esfregava resina em cima da corda de sujeição
com largas passadas. Não parecia que o touro fosse apresentar uma grande luta. Seria a causa do
calor? A esperança de Channing de que o animal de duas toneladas estivesse letárgico não tinha
nada que ver com a aposta, mas queria manter Colby seguro.
O braço livre de Colby estava envolto ao redor da porta metálica. Afirmou balançando de
lado a lado, cabeceio com seu chapéu fazia o juiz de porta, e homem e besta saíram à ação.
Evidentemente o Caolho Jack esteve reservando suas travessuras para a arena, não as
aberturas. As quatro patas negras estiveram fora da terra desde o começo, logo depois de uma
rápida série com muitas mudanças, o animal estava quase vertical. Colby pendurado sobre ele.
Outra volta difícil à direita, diretamente à mão de montar de Colby, mas ele se manteve
grudado ao animal, ainda quando seu quadril se inclinava. Três saltos mais verticais, outra volta
inclinada, seguida de um investimento rápido, quatro voltas rápidas, uma última patada
perpendicular e soou o timbre. Conseguiu os oito segundos.
Colby soltou rapidamente a corda, e liberou sua mão. Caiu de traseiro no chão. O touro deu
um salto buscando, mas o palhaço de pista distraiu Caolho Jack, permitindo a Colby correr à cerca.
Inclusive antes que girasse para olhar na tela seu desempenho, por sua expressão sabia que
montou bem.
Quando uma pontuação de noventa e as pessoas foi anunciado, o confete voou na tribuna, a
multidão rugiu sua aprovação e ele sacudiu seu chapéu no ar com um grito ruidoso e recolheu sua
corda do chão.
Então foi diretamente para ela.
O fôlego de Channing paralisou em seus pulmões enquanto Colby subia a cerca, as franjas
metálicas sobre suas perneiras revoavam atrás dele. Ainda não tirou a luva de montar. Com uma
mão assegurada sobre a cerca, usou sua mão livre para aproximar ele e a deu um beijo úmido.
Diante de todo mundo, e voltou a fazer, desta vez com um pouco mais de ímpeto,
esporeado pelos assobios e os aplausos.
Quando deixou de beijá-la, sorriu abertamente e aproximou seus lábios a seu ouvido.
— Hora de pagar, carinho.

CAPÍTULO 11

Em vez de arrastar Channing através da lama atrás das rampas de queda, Colby enviou sua
sela de montar com Cash, agarrou sua bolsa de equipamento e a encontrou entre os espectadores
junto ao portão dos concursantes.
Ela sorriu. Nervosamente?

86
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ele soube que seu sorriso aberto em resposta foi só uma sombra tímida de orgulho malvado.
— Está preparada?
— Hmm. Sim. Que tal se tomarmos primeiro uma cerveja?
— Sedenta?
— Seria bom beber algo frio e úmido. Parece acalorado. Pensei que talvez quisesse uma para
celebrar. Inclusive pagarei eu.
— Muito prudente de sua parte, Chan — Quando ele colocou sua mão na parte pequena de
suas costas ela saltou. Ele sussurrou — Calma. Não vou dobrar sobre a mesa de piquenique agora
mesmo.
Channing esfregou seus lábios ao longo de sua mandíbula.
— Não acreditei que faria. É só que realmente quero uma cerveja. Não costuma a relaxar
depois de uma função?
— Não aqui.
— Por que não?
— Já verá.
Ela caminhou com passo relaxados até o posto de cervejas. No momento em que ele esteve
ali só foi rodeado. Groupies24 de rodeio. Meninos. Fanáticos do rodeio ansiosos por oferecer
felicitações por sua atuação. Ele deixou cair sua bolsa de equipamentos e assinou os programas e
qualquer outra coisa que foram empurradas em seu rosto, incluindo alguns seios saindo de
improviso de um rosado Top tubo de cor rosa néon.
Parecia que Channing pensava em esperar que a multidão se dispersasse antes de
interromper. Caramba, a cerveja estaria quente para quando ocorresse.
Colby fez sinais para que se aproximasse. No segundo que ela esteve parada ao lado dele,
ele envolveu seu braço ao redor de seu pescoço. Algumas coelhinhas contrariadas deram por
aludidas e foram procurar ação em algum outro lugar. Depois de dar um comprido gole à
beberagem fria, ele suspirou.
— Isso é sobre o que estava falando. Obrigado por molhar minha garganta, querida.
— De nada, amorzinho.
Ele quase engasgou diante do comentário sarcástico em seu tom.
Uma coelhinha de cabelo cor bronze parou justo diante e exigiu saber
— Vocês dois estão juntos?
— Sim — Ele disse depressivamente. Ele conversou durante alguns minutos mais enquanto
terminava sua cerveja. — Bem, apreciaria que todos vocês fossem hoje. Estou com pressa. Com
sorte, os verei amanhã — Levantou sua bolsa sobre seu ombro e manteve Channing perto
enquanto saíam dos terrenos.
— Vê? Tanto como aprecio os fanáticos, ficaria obstruído ali todo o maldito dia, razão pela
qual usualmente relaxo em algum outro lugar depois que terminei.

24
O termo Groupie significa Fã que se relaciona com os membros de suas bandas favoritas, e no mundo da música, as Groupies são
bem famosas. Não se sabe ao certo quando as groupies surgiram, mas ganharam fama entre as décadas de 60 e 70, principalmente
no mundo do Rock, por serem fanáticas por seus ídolos, ao ponto de fazerem sexo com eles.

87
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Isso significa que está interessado em ir a Bronco Selvagem esta noite para conviver e
relaxar com seus amigos?
Colby franziu o cenho. Não gostava disso de que ela agisse temerosa de estar a sós com ele.
— Talvez. Por quê? Quer ir?
— Talvez. Conheci uma mulher nos postos hoje e ela perguntou se estaria ali mais tarde.
— Quem conheceu?
— A Mary Morgan. E sua filha Callie. Conhece?
— Um pouco. Seu marido Mike é uma pessoa estupenda. Ele esteve no topo doze vezes o
ano passado no NFR. Muito bom.
Chegaram ao reboque para cavalos. Nenhum sinal de Trevor, Edgard ou os cavalos. Ele abriu
a parte traseira e jogou sua bolsa na pequena área da guarnição, e insistiu que Channing entrasse
para a sala.
Channing imediatamente esticou enquanto passava a seu lado.
Ele a segurou ao redor da cintura, fez girar ao redor e a pressionou contra a parede. Então
deixou cair sua boca sobre a dela e beijo a tensão fora dela. Depois de que teve suficiente, no
momento, de seus doces lábios, foi para trás e olhou para seu rosto.
— Não vou começar nada com você até que saiba que podemos terminar sem ser
interrompidos. Assim perde esse aspecto de cervo frente aos focos dianteiros de um carro. Este
traseiro está muito bem, mas posso esperar algumas horas até antes que o faça meu.
Channing deu uma palmada nas nádegas.
— Doce falador.
— Condenadamente seguro. Preciso tomar uma ducha. Depois quer comer um pouco antes
que vamos à honky-tonking25?
— Parece bem. Vi um steak house26 sobre a estrada.
— Uma cordial porção de carne e batatas. É uma mulher atrás de meu próprio coração.
Algo líquido e doce, como o prazer faísca no ouro de seus olhos.
— Deveríamos esperar para ver se Trevor e Edgard querem vir também?
Ele quase disse "por quê?" Mas conteve para si mesmo. Pelo mais breve minuto, odiou seus
companheiros ambulantes e odiou ter estado de acordo, caramba, ele sugeriu que
compartilhassem a esta mulher. Mas depois de quatro dias, queria Channing completamente para
si mesmo.
Mas isso não era para o que apontou Channing. Ela queria a aventura selvagem de
companheiros múltiplos. Embora isso foi como matá-lo, Colby daria. Suspeitava que desse
malditamente quase algo que ela quisesse. Depois disso, talvez pudesse convencê-la de que ele
era tudo o que ela necessitava.
Ele sorriu rigidamente.
— Certo. Com tal de que não tenhamos que esperar por aí por eles porque estou morrendo

25
Bar noturno de musica Country.
26
Lugar de comidas rápidas.

88
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

de fome.
— Estou bastante faminta, também.
Seu olhar aterrissou sobre o pacote centrado no colchão no compartimento do quarto.
— Fecha os olhos, e estende suas mãos, trouxe uma surpresa para você.
Por um segundo pareceu como se ela fosse discutir, mas concordou, embora o pulso em sua
garganta aumentasse. Ele estava começando a reconhecer todas suas raridades nervosas.
Colby alcançou o pacote e deslizou fora da sacola de plástico. Sentindo um pequeno idiota,
vacilou. Talvez esta não fosse à melhor ideia.
— Colby?
— Sim. Aqui — Ele pressionou a caixa contra seu peito até que seus braços envolveram ao
redor dela e ele deu um passo atrás, preparado para sair a toda pressa se fosse necessário.
Ela abriu os olhos e desceu o olhar para o objeto que segurava. Seu olhar surpreendido foi
veloz ao dele.
— Uma cafeteira? Comprou uma cafeteira?
— Ah. Sim. Deve haver café, filtros e coisas na bolsa sacola na cama, também.
— P… P… Mas por quê? Você ganhou. Anotou uma corrida de noventa pontos.
— Sei. Mas poderia ter perdido com a mesma facilidade.
— Assim que isto estava simplesmente equilibrando os riscos de sua aposta?
— Poderia dizer isso.
Ela não estava convencida.
— Quando a comprou? Talvez devesse perguntar, quando teve tempo para comprá-la? Não
esteve atrás das rampas de queda todo o dia preparando para destronar Jace Bailey como o
número um de Vaqueiro para tudo?
— Sim. E na verdade eu não a comprei. Dei a Cash um pouco de dinheiro e o enviei ao Wal
27
Mart depois de minha montada com instruções para que comprasse a mais agradável que
tivessem para você. — Ele franziu o cenho — Está bem? Não a odeia ou sim? não é?
— OH meu Deus, é perfeita! — Channing o abraçou outra vez e então colocou na mesa antes
de lançar a seus braços, salpicando seu rosto de beijos — Colby McKay, é o homem mais doce do
planeta. Eu... Não posso acreditar. Comprou uma cafeteira! Não tinha que fazer.
— Sei, querida. Mas queria fazer.
— OH. Obrigado, obrigado, obrigado — Seus olhos alagaram de lágrimas — Essa é uma das
coisas mais agradáveis que alguém já fez por mim na vida — Beijou com muito coração e doçura,
Colby se sentiu afogar. Se ele não tomasse cuidado, ele se encontraria caindo de cabeça por esta
preciosa mulher.
Tentando mantê-lo casual, ele beliscou a ponta de seu insolente nariz e retirou.
— Brinca com sua nova cafeteira, carinho. Voltarei em seguida para a levar para jantar.

27
Cadeia de Supermercados americanos.

89
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Terminaram jantando eles sozinhos, uma agradável jantar romântico com luz de velas para
dois. Então dirigiram ao Bronco Selvagem. Colby não protestou quando Channing dançou com
Cash e Trevor. Sendo que ela dançasse cada melodia lenta com ele.
Edgard optou por colocar em dia seu sono no reboque para cavalos em vez de participar da
celebração, o qual não era nada novo.
Colby passou um bom momento bebendo cerveja e disparando merda com seus amigos.
Embora ele estivesse feliz, já que Channing fazia novas amizades entre as esposas dos clientes
habituais das famílias do rodeio, estava inquieto.
Enquanto a noite transcorria se encontrou ficando cada vez mais ansioso. Parecia como se
tivessem passado dias desde que ele e Channing estiveram sozinhos, nus e empapados de suor,
cobertos juntos em um íntimo abraço de amantes, quando na realidade passou meio-dia desde
que ele despertou ao lado dela.
Caralho. Ele percorreu com o olhar o relógio em forma de ferradura em cima do bar pela
quarta vez em tantos minutos. Channing e Mary riram histericamente de algo e beberam a
grandes goles outra ronda de kamikazes.
Cash riu calorosamente
— Ela está passando um bom momento. Mas você tem um lugar no que preferiria estar, não
é assim?
— Poderei ser um imbecil total e assinalar onde preferiria estar esta noite é uma opção que
um veterano como você não tem com uma jovem coisa quente como ela. Mas estou me sentindo
sociável, assim é que o deixarei passar.
— Generoso de sua parte, McKay.
Colby inclinou a garrafa a Cash em um brinde zombador.
— Assim pensei.
Alguns minutos mais passaram e Cash suspirou.
— O que?
— Isto não é como é você. Usualmente vê algo que quer e toma... Sejam touros, broncos,
bezerros ou mulheres. O que está esperando?
— Um Sinal de que meu companheiro ambulante vai estar ocupado em algum outro lugar
para que não nos veja escapulir fora e nos siga, esperando que o entretenha até as primeiras
horas. — Colby prometeu a Channing que não a compartilharia com Trevor esta noite, mas a
logística de conseguir tempo a sós tirava fora do sério.
— Dispara, isso é o suficientemente fácil. Deixe-o aqui. Ele está meio bêbado de qualquer
maneira. Pode deitar comigo esta noite. Coloquei uma cama adicional em meu quarto. Se ele agir
como um imbecil comigo, pode dormir com Mona e os cavalos.
— De verdade?
— Sim. E como você assinalou, não é como se fosse dançar sem colchão esta noite — Fez um
gesto com a cabeça — Anda, leve-a e saia daqui antes que mude de ideia.
Ele sorriu abertamente e deu a Cash um amigável golpe forte sobre as costas.
— Devo uma, amigo.

90
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Não acha que não cobrarei um dia destes.


Colby drenou drasticamente sua cerveja e cravou os olhos em Channing até que ela levantou
o olhar para ele. Seus olhares encontraram. Quentes.
Ele pronunciou a palavra "agora" e seu rosto ruborizou lindamente.
Sorveu o resto de sua bebida enquanto ele perambulou em direção a ela, um homem em
uma missão, sem incomodar em esconder suas intenções para ela ou a qualquer outro no bar.
Para quando ele chegou à mesa, seu pênis estava duro como o cimento.
Channing ficou de pé e gaguejou enquanto dava boa noite. Colby não ouviu as sugestões
lascivas de seus amigos. Não viu seu olhar conhecedor, as piscadas e as cotoveladas. Tudo flutuou
fora de sua atenção exceto ela. Channing.
Ele sentiu seu nervosismo, mas surpreendentemente, não conversou descuidadamente
enquanto retornavam caminhando para o motel um ao lado do outro. Sem tocar. Sua fragrância
feminina envolveu como uma droga tão vigorante que não confiava em si mesmo para só segurar
sua mão.
Colby abriu a porta do quarto do motel e fechou atrás deles, deslizando o ferrolho e a
corrente em seu lugar. Quando girou ao redor para olhá-la e viu que seu desejo correspondia ao
dele, teve que esperar um momento para recuperar seu controle, não iria derrubá-la na cama e
em cio sobre ela como um cervo adulto em temporada.
Ele acendeu o abajur sobre a mesa junto às janelas. A voltagem baixa e a tela de Borgonha
enviaram um suave resplendor rosado através do quarto. Não era luz de velas, mas era melhor
que os chamativos tubos fluorescentes brancos brilhando abaixo como um projetor do céu raso.
Finalmente, encontrou sua voz, embora não soou como sua voz absolutamente, a não ser
um trovão baixo e rouco.
— Querida, tire a roupa antes que arranque isso completamente.
— Colby...
— Agora.
— É...
— Essa foi sua segunda advertência. Não haverá uma terceira.
Mantendo seu olhar quente enfocou a atenção em seus olhos, ela tirou o Top alaranjado
sobre sua cabeça e jogou em seu rosto.
Ele atraiu o algodão suave a seu nariz e inalou até que seu perfume encheu seus pulmões
para explorar. Então lançou sobre seu ombro.
— Continua.
Os atrevidos, pequenos saltos bicudos de "foda-me" de flores amarelas nos dedos foram
chutados fora para frente, diretamente em cima de suas botas vaqueiras plantadas no tapete cor
tabaco.
E ainda Colby não se moveu.
Então as capris muito ajustadas, raiadas cor arco íris foram tiradas abaixo de suas coxas
magras e amontoadas a seus pés. Um forte clique do broche de pressão dianteiro e seu impoluto
sutiã se foi. E como a mulher sexy, desafiante, mas Estranhamente reticente, parada diante dele

91
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

só vestida com uma diminuta calcinha de renda, ele perdeu o controle.


Colby a levantou nos braços e a tombou na cama mais próxima.
Seu surpreso grito feminino desapareceu em sua boca faminta enquanto pegava seus lábios
aos dela.
Channing era tão voraz como ele. Ela puxou e tirou de sua roupa, colete, a camisa de
vaqueiro, as perneiras, os boxes, as meias três quartos e botas, até as peças rodearam o piso ao
redor da cama e ele esteve com o traseiro descoberto,nu. Quando a beijou, notou que esta noite
ela parecia diferente, mais escura, um sexy coquetel intoxicante de tequila e um defumado indício
de medo.
Com uma mão tremula ele despojou do edredom de poliéster da cama e a estendeu através
dos lençóis de algodão simplesmente e brancos. Ela se contorsionou e retorceu debaixo dele
enquanto ele deslizava suas pernas sobre as dela, sabendo que o contraste do cabelo grosso em
suas coxas roçando contra a suave carne acetinada dela a deixavam louca de desejo. Deixavam
louca de luxúria.
Colby segurou seus braços por cima de sua cabeça. Em vez de deixar rápido às línguas e
profundamente aos beijos úmidos escalar sua paixão mútua em uma pressa de loucos, ele baixou
a velocidade e acariciou com o nariz cada seção nua, deliciosa, completamente nua da pele que
apresentou a ele. E algumas áreas que ela não devotou ele decidiu que tomaria por si mesmo.
Seus lábios roçaram a coroa de sua cabeça. O desejo esquentou o ângulo de sua maçã do
rosto. Seu queixo travesso e seu pescoço úmido. O delicioso varrido de seus ombros magros. Os
tendões e suavidade de seus braços. O travesseiro tentador de seus seios. Suas costelas delicadas
que ele quase podia abranger ao longo com suas mãos largas. O lindo umbigo, aparecendo fora de
seu abdômen plano, por cima da linha de seu escuro pelo púbico.
Quando ele de propósito ignorou sua vagina, já molhada, fragrante e ansiosa, ela fez um
ruído frustrado em sua garganta.
Sem perder um batimento do coração, ele arrastou seus lábios separados com o passar do
tenro interior de cada coxa e ziguezagueio um rastro úmido sobre o topo de suas pernas, até seus
pés pequenos, perfeitos. Implacavelmente lambeu seu tornozelo e ela quase disparou fora da
cama.
— Colby!
Ele grunhiu e a lançou sobre seu ventre, mantendo sua palma na cintura de suas costas
como um sinal para que ela não se movesse. Então repetiu sua exploração deliciosa de seu OH tão
femininas profundidades e certos, sem atenção do estremecimento em suas extremidades e a
maneira em que ela inclinava seu traseiro em direção a ele como uma égua esperando para ser
montada.
Devido a Channing não poder ver seu rosto, ele não escondeu seu sorriso aberto enquanto
saboreava as covinhas sobre suas nádegas antes de lamber uma rota lenta acima de sua coluna
vertebral. Mordiscou suas omoplatas, então deixou seu fôlego ir à deriva através de sua nuca. Sem
beijá-la, sem gracejar esses felpudos cabelos suaves escondendo debaixo de sua juba
despenteada, sem sequer tocá-la. Ele permaneceu calmo, só deixando sentir sua necessidade

92
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

primitiva por tomá-la, por fazê-la sua, mostrando as mudanças que sua cercania trouxe sobre sua
respiração.
Nisso intensificou o momento, ele jurou que sentiu que seu coração palpitava mais rápido
entre o ar pulsando entre eles. Seu sangue golpeava em cadência perfeita para esse ritmo
sensorial.
Nenhuma palavra necessitou.
Colby golpeou ligeiramente a parte interior de suas coxas e ela estendeu mais largo.
Enquanto outorgava boquiaberto, beijos acariciantes em sua nuca e inalava o aroma a flores de
seu xampu, atravessou a entrada de sua vagina com dois dedos. Balançou esses dedos dentro e
fora por sua umidade, rodando sua mão para roçar a ponta calejada de seu polegar sobre seu
orifício inferior. Ligeiramente. Um varrido apenas ali através desse nó extremamente sensitivo de
nervos.
Channing rebolou e ofegou, chocando seus quadris, tentando arrebatar o controle dele,
frenética por um contato mais profundo.
Uma palmada rápida em seu traseiro em forma de coração e ela ofegou.
Ele alcançou o lubrificante na mesinha de noite e puxou mais perto para que ela estivesse
sentada a borda sobre seus joelhos; Seus braços estavam em um "V" por cima de sua cabeça. Suas
mãos foram agarradas em um punho nos lençóis. Inclinando a metade inferior de seu corpo ao
gosto dele, tirou os dedos de sua vagina e separou as bochechas de seu traseiro. Maldição, ela era
preciosa aqui, também. Correu sua língua molhada em uma linha estendida de seus clitóris sobre
sua fresta escorregadia, para rodear essa entrada secreta com a mera ponta de sua língua.
Ela choramingou um som estrangulado de necessidade.
Várias vezes ele seguiu esse mesmo caminho e com cada passo meticuloso, mais íntimo, o
corpo de Channing suavizou, preparando para a invasão nesse lugar no que o pênis de nenhum
homem nenhuma vez abriu brecha.
Minha. A possesividade rodou através de seu sangue. Sem importar o que ocorresse no
futuro, esta noite ela seria sua e de algum jeito nunca seria para nenhum outro homem e ela
condenadamente bem recordaria para sempre.
Ele lançou um jorro de lubrificante em sua palma, introduzindo seu pênis em compridos
puxões serpenteantes. Depois de que ele estivesse suficientemente engordurado, cobriu seus
dedos e pressionou ambos profundamente dentro de seu traseiro.
Ela gemeu brandamente, fazendo recuar suas nádegas para trás.
Ele moveu como tesouras seus dedos nesse recesso escuro, e então bombeou, estirando os
músculos inexperientes. Sua respiração era penosa, como a dela, sons desesperados eram os
únicos ruídos no silêncio concentrado enquanto a preparava. Ele não viu razão para atirar golpe
por golpe no que ele pensava fazer a ela. Não mais beijos doces, aduladores. Demorados toques.
Ela era completamente consciente do que estava ocorrendo. Com o perfume picante de sua
excitação, ele era completamente consciente do que tanto ela desejava.
Colby inseriu o extremo do tubo lubrificante em seu traseiro e o espremeu. Channing
estremeceu. Ele sabia que o gel claro estava frio, mas também sabia que não permaneceria frio

93
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

por muito tempo uma vez que ele começasse a empurrar seu pênis e tirá-lo, criando fricção que
seria uma combinação de prazer e dor.
Com uma mão empurrou para baixo seus ombros na cama, até que o lado de seu rosto
parou contra o colchão. Então segurando à parte suas bochechas com suas mãos, colocou a coroa
grossa de seu eixo nessa roseta franzida e empurrou dentro.
Channing apertou os punhos.
Ele grunhiu e sondou mais duro, e pouco a pouco ela relaxou o anel rígido de músculos.
Ele não poderia atrasar mais já e fez estalar a ponta alagada de sangue nessa abertura
apertada. De algum jeito conseguiu parar e deixar a seu corpo ajustar à intrusão antes de ir mais à
frente.
A pressão era suficientemente intensa para fazê-la ofegar.
Colby apertou os dentes. Ela estava tão condenadamente apertada. Tão condenadamente
perfeita. Maldita seja, queria investi-la. Simplesmente golpear duramente a longitude restante de
seu pênis em seu impossivelmente apertado canal até que seus quadris fossem presos entre essas
bochechas brandamente arredondadas. Até que ela sentisse cada maldita polegada de seu pênis
duro empalando seu traseiro virgem e suas bolas esbofeteando seus clitóris. Sentindo cada parte
de sua invasão para que ela nunca esquecesse quem a iniciou nestes escuros desejos que esteve
rogando para que a satisfizesse.
Enquanto se imaginava investindo, não visualizava uma retirada fácil, tenra enquanto se
retirava. Não. Ele se enterraria mais profundo com cada impulso duro. Deixou esses músculos
supremamente cômodos para que agarrassem a cabeça de seu pênis antes de mergulhar além
deles até o punho. Repetidas vezes até esse momento que ele explorou, disparando jorros de
sêmen alto e profundamente nela.
Mas não fez nada disso na sua primeira vez.
Colby atrasou na agressiva necessidade masculina por reclamá-la, marcá-la ali como só dele.
O uivo em sua cabeça diminuiu e acomodou em seu reto polegada a polegada, sem parar, sem
preocupar de se suas ações a machucavam. Porque ele sabia que fazia. Sabia que não importava
porque ele não poderia parar de foder seu traseiro agora mesmo nem sequer embora o maldito
edifício tivesse começado a arder.
Quando Colby esteve sepultado tão profundo como poderia ir, soprou um fôlego tranquilo.
Sentiu seu sangue pulsando em sua cabeça, em seu pescoço, em seus braços, em seu pênis, tudo
pulsando como insistentes sussurros pegajosos insistindo a mover. Duro. Rápido. Agora. Provar a
ela quem pertenciam este traseiro e todo o resto.
Channing apertou os punhos e os soltou, amassando atrás nele, um sinal claro que estava
pronta para mais.
Isso foi tudo o que necessitou. Colby deslizou a meio caminho fora e fechou de repente
dentro. Duas vezes. Três vezes. Quatro. Isto não duraria muito. Não poderia manter firme contra a
sensação desse agarre mais apertado ordenhando em cada golpe ascendente. Ele bombeou mais
rápido, sua mão esquerda agarrando seu quadril, segurando no lugar enquanto sua mão direita
movia entre suas coxas empapadas e deixando cair pesadamente em seus clitóris.

94
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ela gemeu e retorceu.


A armação da cama golpeava contra a parede porque ele tinha relações sexuais com ela com
pouca delicadeza. Simplesmente sexo rude, sujo. Seu pênis fazendo um túnel dentro e para fora
desse portal apertado era a coisa mais quente que ele alguma vez viu. Seus impulsos rivalizaram
com o poder de um foguete impulsor e ele estava malditamente perto da detonação.
O suor gotejou abaixo de sua coluna vertebral. Esfregou seus clitóris inchado
persistentemente. Pulsou debaixo de seus dedos e ela gritou enquanto o orgasmo explodia
através de seu sexo úmido em ondas de prazer.
Seus músculos internos apertaram ao redor de seu pênis enquanto seu clímax continuava
para o espasmo, reverberando através dele. Suas bolas contraíram. Gozou tão rapidamente e tão
duro que quase desmaiou enquanto jorro atrás de jorro de sêmen disparava contra essas paredes
assombrosamente cômodas, até que ele estava esgotado, irrefletido e débil.
Quando os olhos de Colby finalmente abriram da escuridão próxima atrás de suas pálpebras,
seus condenados globos oculares rodaram por completo em sua cabeça, um caso de vertigem
inclinou lateralmente. Ele balançou e quase paralisou em cima dela. Quando estabilizou percorreu
com uma mão tremula para cima suas costas empapadas em suor, seu corpo inteiro estremeceu.
Seu peito elevou e montões de cabelo molhados cobriram seu belo rosto.
Merda. Ela não estava chorando, verdade?
Sem brincadeiras, imbecil. Culparia?
Jesus. Ele agiu como um absoluto bruto. A vergonha floresceu através de suas bochechas.
— Chan? Shiuuu, está bem?
Sem resposta.
Channing aspirou um fôlego áspero enquanto ele lentamente removia seu pênis flácido e
seu corpo inteiro cambaleou na cama.
No diminuto banheiro Colby limpou e trouxe um pano quente com ele para fazer o mesmo
para Channing. Delicadamente, alisou seu cabelo enquanto limpava sobre o calor sobre sua carne
suave. Quando terminou, jogou descuidadamente o pano e engatinhou para frente, amoldando
atrás dela.
Felizmente, ela não retorceu longe de seu toque.
Não disse uma só palavra, tampouco.
Ele a manteve em silencio durante o maior tempo possível. Queria pedir perdão,
necessitando que assegurasse que não a machucou.
Ela permaneceu quieta.
Colby pressionou seus lábios em sua nuca.
— Nunca vai falar comigo outra vez?
— Sim. Só estou um pouco aturdida justo agora, para falar de verdade.
Um comprido suspiro escapou dele, frisando seu cabelo.
— Em uma boa maneira ou em uma má?
— Ambas.
Sua paciência quebrou. Rodou em cima dela, prendendo suas mãos perto da cabeceira

95
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

enquanto olhava perdidamente para seu rosto.


— Que diabos significa isso, Channing?
Um tempo passou.
— Significa que nunca pensei que conseguiria experimentar a paixão que me mostrou.
Nunca tive um homem me olhando da maneira em que fez esta noite, Colby. Como se eu fosse...
Tudo — Ela sussurrou — Nunca fui completamente incapaz de falar porque não podia pensar além
de como se sentia sobre mim. Em mim. Meu mundo nunca foi destilado até semelhante
necessidade elementar. Assusta de morte.
Agora ele ficou absolutamente aturdido. E assustado. Nunca esteve mais em sintonia com
uma mulher... Uma mulher que estava destinada a deixá-lo. E como cada dia com ela progredia,
suspeitava que ela em sua maioria provavelmente o deixasse como um homem desfeito.
Em vez de tentar sair com palavras de amor florido ou uma réplica ardilosa, ele a beijou.
Vertendo seu coração e alma nesse doce e estabilizador emparelhamento de bocas, esperando
que ela compreendesse tudo o que não podia dizer.
Exausto, pela primeira vez em três noites não compartilharam a conversa de travesseiro de
amantes, ou dissecado como trocaram as coisas entre eles, ainda quando era óbvio que fariam.

CAPÍTULO 12

Cedo na manhã seguinte, Colby trouxe sua nova cafeteira para o quarto do motel antes de
dirigir para ver a frouxa competição matinal. Insistiu que ficasse na cama e descansasse até a hora
da saída.
Channing não discutiu. Estava esgotada. Muita tensão. Muito sol. Muito licor. Muito sexo.
Gemeu e deu a volta. Todo seu corpo doía. Teve relações sexuais com Colby duas vezes cedo
na manhã anterior. Uma oral e um sessenta e nove no meio da amanhã com Trevor, e depois, na
noite passada...
Nossa!
Um brilho ardente. A noite passada foi à noite mais erótica de sua vida. Não só porque foi
iniciada no dor/prazer das relações sexuais anais, mas sim porque foi iniciada no lado escuro,
possessivo, da luxúria devoradora. A dela. A dele. A beleza aterradora disso quando se
encontraram em uma paixão desenfreada.
Talvez fosse uma idiota como resultado de um episódio tão brilhante, mas Channing não
pôde parar de dizer a Colby como se sentiu a passada noite. Não. Como a fez sentir. Sensual.
Formosa. Desejada. E não podia marcá-la como sua mais evidentemente se tivesse tirado um ferro
de marcar e gravado suas iniciais em seu traseiro.
OH! Seria mais fácil se ela pudesse ser indiferente sobre isso. Atribuir a experiência a outro
encontro sexual sensacional e seguir adiante. O problema era, que não podia. Não queria fazer. E
não queria analisar por que as coisas mudaram essa noite.

96
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Preferiu aconchegar-se como uma bola, reconfortada pelo perfume das relações sexuais que
permanecia sobre os lençóis enquanto dormitava. Naturalmente seu cérebro não deixava de dar
voltas. Depois de quinze minutos de dar voltas, cair na bênção do sono não era uma opção.
Em vez de tomar uma ducha, Channing permitiu um banho de uma hora. O calor aliviou um
pouco a dor, mas poderiam passar alguns dias antes que suas nádegas deixassem de doer. Riu com
dissimulação. Agora compreendia a frase “uma dor deliciosa”.
Vestiu com jeans folgados e uma leve camisa de algodão branca de manga larga, esperando
que refletisse os brutais raios do sol. Inclusive depois de colocar creme protetor solar, sua pele se
tornou vermelha por só um dia nos degraus. Menos mal que manter o chapéu posto e salvou seu
couro cabeludo de fritar. Em vez de botas calçou sandálias de tiras. A cabeça fria e os pés frescos
significavam uma temperatura mais fresca em geral.
Com suas bolsas embaladas e situadas ao lado das de Colby junto à porta, sorveu
ruidosamente o último gole de café. Depois limpou o garrafão com amor e a voltou a embalar na
caixa. Provavelmente pareceria absurdo a Colby, mas sabia que voltaria um de seus pertences
mais apreciados.
Não resultavam estranhos dos presentes. A maioria das vezes eram grandes e custosos. Seus
pais deram um BMW para seu décimo sexto aniversário. Quando completou vinte e um, um colar
de pérolas perfeita. Mas nunca deram um presente com o coração ou prestado muita atenção a
seu grande desejo muito sensível de algo único e bem planejado. Como um cachecol feito à mão.
Ou alguns patins e uma promessa de levar a pista para passar uma tarde pulando sobre o gelo.
Nunca a escutaram realmente.
Em uns poucos dias Colby a conhecia melhor que qualquer um seus pais. Suspeitava que o
perspicaz vaqueiro pudesse conhecer melhor que ela mesma.
Um forte golpe ecoou no silencioso quarto. Era a empregada que vinha limpar? Channing
ficou de pé nas pontas dos pés e verificou pela mira. Edgard. Abriu a porta.
— Hei. Pensei que estaria na arena do rodeio.
— Vou a caminho, garota. Só tenho que carregar suas coisas e as de Colby no reboque dos
cavalos. Quer vir comigo?
— Claro — Tocou seu braço. E ela que pensou que a ignoraram. Podia ter empacotado suas
coisas na bagagem sob a atenção de Edgard — Ed, Está bem?
— Sim. Só preocupado pelos acontecimentos. Trev e eu certamente poderíamos ganhar um
pouco de dinheiro hoje.
— Se anime, amigo. Embora suponha que não estou trazendo tanta sorte como acreditei?
Surpreendentemente, Edgard sorriu abertamente, inclinando para beijar sua bochecha.
— Traz algo melhor que sorte, Channing.
— E é?
— Esperança. Vamos já! Colby esqueceu sua sela de montar e está esperando,
provavelmente indo de um lado para outro atrás das rampas.
Channing perguntou se Colby estava pensando nela e seu erótico interlúdio de ontem à
noite, que saiu alegremente e esquecido sua sela de montar? Talvez estivesse tão desconcertado

97
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

pelo que estava ocorrendo entre eles como ela, porque era meticuloso com seu equipamento.
Nos campos de rodeio Edgard estacionou o caminhão no final do solar, perto da entrada
traseira. Ele pôs em sua mão a chave do reboque.
— Pode fechar com chave? Tenho que pegar sua sela de montar antes que comece a
enlouquecer.
— Claro. Vejo depois. Diga que desejo boa sorte.
— Talvez quisesse me dar um beijo que possa passar também?
— Sabe, esta é a primeira vez que oferece a me beijar, Esta bem, Ed?
— Sinto fenomenal. Mais tarde — Lançou um amplo sorriso mostrando os dentes, jogou a
sela de montar sobre seu largo ombro e saiu passeando.
Na bilheteria uma entrada estava reservada com seu nome. E realmente iluminou seu dia
quando várias das mulheres de Wild Bronc vieram conversar, zombando sobre sua abrupta saída
com Colby a noite anterior. As mais audazes inclusive a confiaram sobre os primeiros dias em suas
relações com seu vaqueiro e como recordavam e sentiam saudades essa urgência.
Mas principalmente estas mulheres queriam tentá-la para fazer pequenas apostas com elas.
Uma consagrada tradição, juraram. A única regra era que não podia apostar contra seu homem.
Channing sabia que era uma prova. E logo descobriu que poucos apostavam contra Colby
McKay. Assim que preparou para deixar sem suas moedas e desfrutar de cada minuto disso.
— Que comece o rodeio! — O anúncio retumbou.
Durante a competição sem sela, Channing ganhou vinte e cinco dólares. Depois começou o
evento de domesticação com arreios.
OH! mãe. O nome de Colby foi anunciado segundo e todo seu corpo ruborizou com o desejo
e o orgulho.
Colby estava poderoso no comando, e extremamente sexy enquanto montava em seu potro
até um setenta e cinco. Terminou em terceiro lugar na geral e ganhou uma decente quantidade de
dinheiro.
Ao ser o último dia de rodeio, os eventos foram mais longos, porque a curta distancia levava
ao final justo depois de que as competições individuais terminassem.
As apostas começaram esporadicamente, quando os casais de opositores deixaram os
postos. Seria um dia longo para ela. Repentinamente a sós, Channing lamentava ter esquecido sua
caderneta no reboque.
Sentiu dois puxões em seu cabelo. Antes que pudesse girar para ver quem era, Callie desceu
de um salto diante dela.
— Hei, vai à China.
— Hei, Juanita Calamidade.
Pôs sua mão sobre sua boca e riu bobamente.
— Onde está sua mãe?
— Ajudando a envolver até acima as patas traseiras do cavalo antes que Papai vá para os
touros.
Com seu suave sotaque do meio oeste, sendo quase nasal, e seus grandes olhos, a garota era

98
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

tão linda como um percevejo.


— O cavalo está bem?
Encolheu os ombros.
— então seu estômago e sua cabeça estão tão mal como a de mamãe esta manhã?
Channing engasgou com seu chá com gelo.
— Não.
— Me alegro, porque ela é um urso hoje, não você. — Confiou com um o rosto sério.
Umas botas marrons maltratadas cobertas de sujeira deslizaram à vista.
— Escutei essa Calliope Jane Morgan. — Uma preguiçosa Mary deixou cair junto a Channing
— Eu gostaria de dizer que ela está exagerando, mas a verdade é que minha cabeça está
martelando e sinto como se pudesse vomitar. Estou assim do momento em que me levantei.
Podia dizer a Mary que estava sendo inspecionada de debaixo de uns óculos de sol rosa
extra grandes.
— Estava aqui esperançosa de que meu casal no crime de ontem à noite se sentisse tão mal
como eu. Mas diabos, vê positivamente animada hoje.
Channing rio entre dentes.
— Me recorde por que esteve bebendo ontem à noite?
— Mostrando como celebrar a grande cavalgada de Colby. Só que não me pareceu que
bebeu tanto para me encontrar assim tão ruim.
— Mami. Você sempre diz o mesmo.
— Se cale, mucosa. Está dando uma impressão má de mim a Channing.
Channing escondeu um sorriso enquanto sorvia seu chá.
— Assim vão para Valentine?
— Sim. Vamos adorar a cidade não os eventos de Mike. E você?
— Vamos nessa direção também.
Callie saltou o outro lado dos assentos para dar uma olhada a nos vendedores que
apregoavam suas mercadorias.
— Posso perguntar algo? — Disse Mary. Channing assentiu com a cabeça — Não é um pouco
incômodo viajar com Colby, Trevor e Edgard? Quero dizer, Mike e eu vimos como partia com Colby
ontem à noite. E Trev estava tão bêbado que Cash teve que ajudá-lo a sair do bar na hora de
fechar. Mas esta manhã Cash disse que Trev não ficou em seu quarto e que deve dormir no
reboque dos cavalos.
Channing tratou de agir indiferente, temendo o resto da pergunta.
— Assim que como fazem quando você e Colby querem ter um momento a sós? Têm que
escapulir e fazer antes que Trevor ou Edgard venham?
Channing ruborizou. Não duvidava que sua nova amiga estivesse escandalizada se admitisse
os acertos para dormir. Mas quando realmente pensou nisso, literalmente deitou somente com
Colby em todas as noites em que os quatro estiveram juntos.
— Bom, Trevor e Edgard desaparecem muito frequentemente. Desconectamos e fazemos
turnos — De algum modo arrumou para não fazer uma careta de dor — Uma noite estamos no

99
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

reboque, e a seguinte estamos no quarto do motel.


— OH! — Mary parecia a ponto de dizer outra coisa mas Callie interrompeu.
— Mami, tenho calor.
— Sei, pequena. Estaremos sem sol logo.
— Assim posso comprar um desses pequenos ventiladores para esfriar? —Assinalava o
distribuidor passeando através dos postos vendendo lembranças.
— Não.
— E um colar?
— Não.
— Então posso comprar um apito? Não são muito caros.
— Não, Callie. Santo céu! Para de me pedir cada maldita coisa que vê.
Callie suspirou.
— E posso comprar um sorvete pelo menos?
— Muito bem. — Mary procurou alguns dólares e deu uma palmada na mão estendida de
Callie. — Mas vêem direito de volta aqui, nada de perder tempo.
Falando de táticas de distração. Callie jogou a Channing uma expressão triunfadora que dizia
que quis um sorvete todo tempo.
Pequena coisa descarada.
A competição de novilhos começou. As apostas foram feitas. Channing perdeu dez dólares
porque Mike não só ganhou à eliminatória, mas também a final. Mary e Callie foram e
prometeram que a veriam em Valentine.
Depois começou a competição de laçada por equipes. Trevor e Edgard eram os segundos
competidores. O novilho saiu correndo e a laçada de Trevor ficou curta. Terminaram fora de
tempo. Ficaram fora dos prêmios monetários, exceto pela modesta quantidade que ganharam no
dia anterior.
Channing entrecerrou os olhos, mas de onde estava sentada não pôde calibrar suas
expressões individuais. Sua linguagem corporal não mentia; estavam ambos rígidos, enrolando
seus laços com movimentos zangados e a sacudidas. Ignorando o apresentador anunciando sua
má sorte outra vez. Ignorando entre eles. Perguntava se Colby estava esperando de retorno nas
rampas para falar ou os deixaria com sua aflição. Seus humores estariam irritáveis essa noite.
Depois de outra meia hora de estar sentada a sós, estava faminta e precisava descansar do
sol. Devorou um cachorro quente do posto de hot dog e bebeu uma cerveja gelada. Ooh. Isso a
enjoou. Deu uma olhada ao relógio. Ao menos faltava uma hora antes que começasse a subida de
touros, bastante tempo para que ela pegasse sua caderneta e apontasse alguns comentários.
O poeirento estacionamento estava quase vazio na linha dos reboques de cavalos e lojas de
campanha. Os lances cronometrados estavam quase terminando e os concursantes já tinham
empacotado e partiram para o próximo povoado. Era estranho ver o reboque de Trevor
estacionado tão longe. Os cavalos não estavam atados aos lados. Estavam provavelmente no
potreiro a esperava de ser carregados até depois do último evento de Colby.
Um vento caloroso formou redemoinhos no lixo que sujava a área. Channing tirou a chave

100
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

de seu bolso dianteiro e a deslizou na fechadura. Quando pôs o pé debaixo do degrau de metal,
escutou um forte golpe dentro da zona habitável do reboque. Esperou e o escutou outra vez, mas
esta vez um grunhido, outro ruído surdo e seguiu uma maldição masculina em voz alta.
Merda. Edgard e Trevor estavam aí lutando endemoniadamente entre eles por sua pobre
exibição? Não tinha tempo de ir procurar Colby; teria que dirigir isto por si mesmo. Channing
retorceu a chave rapidamente e entrou dentro, fazendo clique brandamente fechando a porta
atrás dela.
O que viu a congelou no lugar. Edgard e Trevor não estavam brigando. Em vez disso, Trevor
estava nu, estendido ao longo da parede do fundo, golpeando seus punhos no barato cercado
enquanto Edgard, de joelhos diante das pernas estendidas de Trevor, estava mamando o pênis de
Trevor ruidosamente.
Merda. Isto não era o que esperou absolutamente.
Edgard passou seus dedos para baixo pelos marcados abdominais de Trevor e agarrou seus
quadris.
— Foda minha boca. Duro. Quer fazer. Faz. — Depois dobrou sua cabeça e engoliu o pênis
de Trevor outra vez.
— Jesus, não posso receber suficiente… — De repente, o olhar fixo de Trevor alcançou o dela
— Channing? Que diabos está fazendo aqui?
Edgard deu a volta tão rápido que caiu sobre seu traseiro nu, olhando Channing com a
expressão mais horrorizada e envergonhada, distorcendo sua surpreendente cara.
Trevor ficou pressionando contra a parede quase como se queria fundir com ela.
Ninguém proferiu um som.
E repentinamente, as coisas tiveram sentido. A relutância de Edgard a deixá-la viajar com
eles ou participar de sua escapadas. A tensão constante entre Trevor e Edgard. A disputa que foi,
evidentemente, uma rixa de amantes. A verdade de por que Trevor desaparecia todas as noites e
aonde ia, deixando ela e Colby sozinhos.
Por estranho que pareça, não perdeu a compostura. Para falar a verdade, era um alívio. Não
é de imaginar que Edgard não se sentisse atraído por ela; sentia atraído por Trevor.
Trevor disse
— Channing, não é o que acha.
Depois outro pensamento estranho apareceu e ela o deixou escapar.
— Colby é gay, também?
— Não sou gay — Disse Trevor.
Edgard lançou uma expressão sombria.
— Está bem. Bi ao menos. Então Colby é bissexual?
— Não.
— Sabe ele que vocês dois estão… Juntos?
— Sim.
— E não importa? — A maioria dos homens heterossexuais que conhecia eram muito

101
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

homofóbicos. Apesar de Brokeback Mountain28 ela suspeitava que os vaqueiros rudes e violentos,
formados na conduta tradicional do Velho Oeste seriam inclusive mais um modelo a seguir em sua
forma de pensar que os urbanistas masculinos que ela conhecia.
— Colby é da política de “não perguntar” “não comentar” — Disse Edgard secamente —
Enquanto não nos veja, tudo está bem.
— OH! — Ela definitivamente não soube o que dizer.
Trevor disse:
— Obviamente, preferimos que não fosse falando sobre isto. Faria a vida um pingo mais
difícil, não só no circuito, mas também em qualquer outro lado.
— Imagino.
Edgard franziu o cenho, ficou de pé e arrastou sua mão pelo cabelo. Alcançou sua roupa
enrugada.
— Vou procurar os cavalos.
Podia deixá-lo ir. Em vez disso, Channing parou frente a ele e pôs sua mão sobre sua
bochecha.
— Não. Segue adiante e acaba. Interrompi seu tempo privado juntos. Se alguém tiver que ir,
sou eu, Edgard.
Suas palavras enviaram ondas expansivas através do pequeno espaço.
— Não está desgostada pelo que viu, garota?
Riu brandamente.
— Ao contrário.
Edgard e Trevor trocaram um olhar.
— O que quer dizer?
— O que vejo é dois dos homens mais sexy a quem alguma vez conheci, cedendo a uma
paixão que nunca acreditei que existia até que experimentei eu mesma — Sentiu um rubor
caloroso subindo até acima de seu pescoço — Como pode estar isso errado? Estou começando a
entender que é fortemente aditivo. E...
— O que? — Edgard levou a mão dela até sua boca — Nos diga.
— Excita. Sempre me perguntei como seria observar dois caras fazendo. Quero dizer,
enfrentados, ambos são magníficos. Conseguiram uns corpos incrivelmente formosos e
incrivelmente fortes. Todos estes músculos proeminentes, abdominais duros como uma rocha,
largos ombros. Mãos grandes e rudes e traseiros apertados de vaqueiro — Seu olhar atento
baixou até a virilha de Edgard. — Por não mencionar esses.
Ele sorriu abertamente.
Trevor adiantou e curvou sua mão sobre o ombro de Edgard.
— O que é o que está dizendo?
Channing olhou de um homem ao outro.
— Estou dizendo que uma parte da razão pela que estou aqui é para experimentar toda

28
filme sobre a relação homossexual de dois vaqueiros

102
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

classe de coisas sexuais diferentes, não? Este é um. Assim quero que terminem o que começaram.
Fingir que não estou aqui. Estarei só sentada aí, no canto. Olhando.
Edgard não parecia convencido.
— Estou tão molhada pensando em vê-los fodendo que espero que não se incomode que
quando não puder suportar mais, cuido de mim mesma.
Trevor inclinou para beijar sua testa.
— Faz o que precise fazer querida. Não se preocupe por nós, porque provavelmente, não
nos preocupemos por você.
Channing alcançou a cadeira e deslizou junto à porta, fora do caminho e recostou para
desfrutar da função.
Com ardor renovado, Trevor fez girar Edgard de um lado e apertou sua boca em Edgard.
Suas mãos calosas embalaram o rosto de Edgard e pouco a pouco deslizou seus dedos sobre o
grosso pescoço, por seus delineados peitorais, gradualmente, até que seus polegares roçaram os
pequenos mamilos excitados de Edgard. Uma e outra vez. Um toque mais suave do que Channing
esperava, mas sem pausa.
Edgard gemeu.
O contraste das mãos de cor clara de Trevor roçando a pele mestiça de Edgard era um
material visual esmagante. A força destes homens, as mandíbulas quadradas cobertas com uma
barba incipiente, as grosas línguas aparecendo enquanto se beijavam com avidez, seus corpos
musculosos balançando mais perto até que apertaram juntos. Um peito suave e duro como uma
pedra contra o outro torso equitativamente firme, salpicado com um cabelo escuro. Musculosa
coxa contra musculosa coxa, pênis junto contra pênis, provocaram que seu coração pulsasse
fortemente e que sua vagina empapasse.
Edgard quebrou o beijo e arrastou sua boca para baixo pelo centro do corpo de Trevor.
Trevor afiançou sua postura, plantou sua palmas sobre os ombros de Edgard e o empurrou a seus
joelhos.
Mas Edgard não queria dar pressa. Lambeu uma linha do umbigo de Trevor até a borda de
seu loiro cabelo púbico, esfregando a pele ao redor do crispado pênis de Trevor. Edgard esfregou
suas mãos sobre os quadris de Trevor para cavar suas mãos nas bochechas de seu traseiro.
Channing retorceu quando observou que uma das mãos de Edgard baixava mais baixo,
seguindo a fatia do traseiro de Trevor, entre suas bolas.
Trevor estremeceu e deu um golpe para diante com sua virilha.
— Vamos! Estava perto antes. Chupa profundo.
Edgard percorreu a dobra entre o quadril e a coxa de Trevor, antes de girar para olhar
Channing.
— Gosta de gozar em meu rosto, mas passaremos isso por alto hoje.
— Então engula cada fodida gota que bombeei nesta boca quente — Trevor prendeu suas
mãos sobre a cabeça de Edgard e moveu habilmente a boca de Edgard para sua virilha — Abre e
engole, querido.
Edgard inundou o pênis de Trevor profundamente em sua garganta diante de seu primeiro

103
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

toque insistente.
Trevor vaiou.
— Jesus, adoro foder esta boca quente — Empurrou seus quadris mais duro, tirando até que
Channing viu o rastro da cabeça em forma de cogumelo sair por cima dos lábios de Edgard que,
logo introduziria de volta nas profundidades desejosas. Uma e outra vez.
Edgard fez úmidos ruidosos sons de sucção como um homem que enfrentava um banquete
suntuoso e carnudo. Inclinou a cabeça ligeiramente e deixou que sua mandíbula afrouxasse
enquanto o pênis de Trevor enterrava profundamente em sua boca até as bolas. A saliva gotejou
para baixo por seu queixo e seu pescoço.
—Síii. É um chupador profissional. Você adora tão fodidamente que provoca que faça chegar
rapidamente, Não? Bebê, espera. Aqui vem.
Trevor agarrou o cabelo de Edgard, mantendo sua cabeça em posição, empurrando seu
pênis dentro com um grunhido e segurando ali.
— Engula duro. Me trabalhe com sua língua e os músculos da garganta. OH! Merda. Sim, eu
gosto disso. — Aparentemente, Trevor era o casal dominante nesta relação sexual.
O clitóris de Channing pulsou. Sua mão serpenteava entre suas coxas e esfregava a dura
costura de seu jeans, alinhando perfeitamente sobre sua malha inflamada, quando Trevor
corcoveou, gemeu e esvaziou dentro da garganta de Edgard.
Estava tão quente, tão pronta para explodir, que com quatro golpes rápidos um pequeno
orgasmo palpitou da mesma maneira que o brilho de um relâmpago. Não era suficiente, mas seria
por agora. Sabia que Trevor e Edgard não terminaram. Retorceu pela antecipação.
Acariciando brandamente a bochecha de Edgard, Trevor separou seu semi-erguido pênis de
entre dos lábios rosados de Edgard. Ajudou Edgard a ficar de pé e beijou de uma maneira erótica,
com a boca aberta enredando suas línguas. Fortes mãos masculinas esfregavam a rude pele
masculina. O aroma almiscarado a suor masculino e o calor de seus corpos criava uma umidade
sufocante no pequeno espaço que cheirava a sexo e a paixão.
Trevor curvou seus dedos ao redor do pênis completamente erguido de Edgard. Apertando e
retorcendo com mais força da que Channing se atreveu a usar sobre qualquer homem. Mas Quem
melhor para saber quanta pressão podia tomar um homem sobre esse apêndice rígido que outro
homem?
Outra vez, Edgard quebrou o beijo. Seus lábios viajaram da mandíbula de Trevor à garganta
de Trevor. Não se incomodou em baixar sua voz.
— Já sabe o que quero, Trev. O que sempre quero. Agora.
Trevor assentiu com a cabeça e inclinou para agarrar seu jeans, retirando uma camisinha do
bolso dianteiro. Precipitou a abrir o pacote com seus dentes. Olhando fixamente nos olhos de
Edgard, fez rodar a borracha para baixo pelo comprido eixo de Edgard, inclinando para frente para
mordiscar e lamber os suaves lábios brilhantes de Edgard.
Edgard envolveu seus próprios dedos ao redor da grossa circunferência de seu pênis,
acariciando com suas mãos conjuntamente quando disse a Trevor,
— Se incline sobre a mesa, tira as coisas da borda e aguenta esse traseiro no ar.

104
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Trevor gemeu, procurando outro beijo acalorado antes de obedecer de boa vontade,
segurando a mão de Edgard enquanto girava, deixando seu estômago cair sobre a superfície
plana.
Edgard sacudiu sua língua para baixo pela coluna de Trevor enquanto colocava atrás dele.
Chutou os tornozelos de Trevor, até que ampliou sua postura.
Trevor olhava sobre seu ombro a seu amante, seus olhos brilhantes pelo desejo enquanto
inclinava seu traseiro mais alto convidando.
Channing olhou como Edgard deixou cair de joelhos e passou sua língua pela fatia do traseiro
de Trevor. Suas mãos estenderam essas amplas nádegas e contornou o buraco de Trevor com a
ponta de sua língua. Girando e girando pela enrugada abertura, soprando brandamente sobre ela
e logo colocando a língua em seu interior.
Jesus. Essa era uma das coisas mais quentes que já viu.
Sua vagina teve um espasmo enquanto recordava quando Colby fez isso ontem à noite.
Como o comportamento pervertido e totalmente vicioso a transformou em umas proporções
épicas.
O comichão da língua de Edgard tinha o mesmo efeito sobre Trevor. Trevor gemeu e golpeou
seu traseiro contra o rosto de Edgard.
— Cristo, menino. Isso se sente tão fodidamente bom. Não sabe quanto adoro.
— Sim, sei — Edgard ficou de pé. — E é por isso pelo que não vou deixar gozar desta
maneira.
— Ainda zangado comigo?
— Sim. Se alegre de que não esteja atando e fustigando essa merda de traseiro antes de
fode-lo. Mas enfim, de novo, sei quanto você gosta disso. Se prepare.
Trevor disse:
— Quer alguma lubrificação?
— Nenhuma lubrificação — Disse Edgard e pressionou a cabeça de seu pênis contra o buraco
de Trevor — Quero que doa — E mergulhou dentro, em um golpe rápido.
— Ah, Merda — Disse Trevor em um comprido gemido.
Edgard carregou contra Trevor o suficientemente duro para que a mesa e o reboque
tremessem.
As mãos de Trevor agarraram ao redor da borda tão forte que seus nódulos estavam
brancos. Edgard balbuciou em português, empurrando seus quadris como um louco enquanto os
músculos de seu traseiro flexionavam.
Depois de um empurrão particularmente intenso, Edgard parou com seu pênis dentro no
traseiro de Trevor. Pôs seu peito coberto de suor sobre as costas arqueada de Trevor. Edgard não
se moveu, parecia estar esperando um pouco de Trevor.
Trevor rebolou, esfregando contra a mesa enquanto gemia.
— Por favor. Não pare.
A voz sedosa de Edgard perguntou,
— Quem está fodendo, Trevor?

105
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Você.
— E quem sou?
— Edgard.
— Um homem.
— Sim.
— Sente alguma vez tão bem enquanto está fodendo uma mulher?
Trevor girou seu rosto. Edgard retirou totalmente e voltou a empurrar introduzindo até o
punho.
— Me responda, maldição.
— Não. Jesus.
— Pediu alguma vez a uma mulher que fodesse o traseiro? Com uma desculpa sintética de
um pênis? Ou com seus dedos? Ou com sua língua?
— Não.
— Quer que tire meu grande pênis e deixe de encher este buraco tão duro e profundo como
posso?
— Não. Edgard. Por favor.
Edgard lambeu a parte posterior do pescoço de Trevor, arrastando seus lábios sobre a curva
delicada em seu ombro até que Trevor tremeu.
— Quer o que somente eu posso te dar? Não importa se ela souber quanto adora meu
pênis? Empurrando em seu traseiro? Empurrando em sua boca?
Justo então, Channing soube que esteve equivocada. Trevor não era o dominante nesta
relação sexual, era Edgard.
— Não, não me importa se sabe.
— Me peça que goze. Me peça que mostre o que faço. O que dou a você, e que ninguém
terá jamais, amigo.
— Edgard. Por favor, foda-me. Farei o que você quiser, só não pare…
Edgard grunhiu sua aprovação e balançou dentro de Trevor com tal força que a base da
mesa gretou.
Ela nunca viu tal brutal amostra de censura.
— Se masturbe agora — Vaiou Edgard — Quero ver como goza a fervuras por todo seu
estômago.
Trevor estendeu a mão entre suas pernas, seu braço acionando como uma bomba enquanto
sua mão trabalhava seu pênis furiosamente. Chegou com um gemido ampliado que raiava em um
grito.
Edgard rugiu, arqueou, com suas nádegas apertadas e martelou sua carne dentro do traseiro
de Trevor mais e mais forte até que gritou sua liberação. Ainda dando pequenas e pulsantes
sacudidas, Edgard inclinou sobre a parte posterior de Trevor. Respirando duro. Lambendo.
Mordendo. Sorvendo a paixão de Trevor sobre sua pele umedecida.
Channing chegou a um jorro úmido sem tocar sequer, só apertando suas coxas juntas. Igual a
ela foi incrivelmente excitada por este episódio voyerista, soube que algo ocorreu entre Trevor e

106
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Edgard nesse interlúdio.


Enquanto começaram a murmurar entre si nesse tom doce e suave de amantes, ela saiu às
escondidas, fechando a porta atrás de si.

CAPÍTULO 13

Channing voltou para os terrenos do rodeio aturdida. Sorriu amavelmente às demais


mulheres que também estavam esperando que a montaria de touros começasse. Todos estavam
nesse momento do dia, o momento crucial, em que desejavam que o evento terminasse de uma
vez, porque havia quilômetros de asfalto que se estendiam a frente.
Quando chegou a vez de Colby para montar, surpreendeu ao ver que Trevor ajudava a
preparar. Trevor disse a Colby que ela sabia sobre ele e Edgard? Esperava que não. Colby tinha
que concentrar em suas montarias, não em se ela estava alterada pelo que descobriu faz uma hora
sobre seus companheiros de viagem.
Colby teve um rodeio decente, um oitenta e quatro, mas sua mão ficou apanhada em seu
pretal. Custou algumas voltas lentas com o touro antes que o toureiro o liberasse. Colby chocou
contra o chão duro e o touro continuou movendo o levando com ele. Um grande grito de
assombro ecoou no cenário quando pareceu que as patas do touro bateram em seu torso superior
duas vezes antes que o toureiro distraísse o touro.
Os músculos do ventre fizeram um nó quando viu sair coxeando da areia. Sua pontuação era
suficientemente boa para pô-lo na ronda curta, mas se perguntava como ferido estaria.
Pelo geral, Channing amava a montaria de touros, era sua parte favorita do rodeio. Mas hoje
não podia olhar, porque os touros eram por muito os mais aterradores que viu.
Colby não durou em seu último touro. Soltou a mão e escapou imediatamente a corda,
jogando de cabeça contra a porta. Colby conseguiu meter e suportar a pior parte do impacto no
seu lado direito. Tomou um minuto levantar de novo.
Inclusive ter conseguido chegar à ronda curta, Colby terminou em quinto lugar. O bastante
bom para terminar com dinheiro, mas não com os pontos suficientes para subir na tabela de
posições. Ele ainda era segundo.
Por estranho que parecesse, Cash ganhou a ronda final de montaria de touros. No momento
em que a fivela de cinturão gravada em ouro passou às mãos de Cash, ela foi até a entrada dos
concursantes. Sem importar o que seus amigos ou as demais pessoas pudessem pensar, quando
Channing viu Colby, virtualmente correu para ele.
Dirigiu esse encantador sorriso juvenil, com suas covinhas diabólicas, mas seu sorriso não
alcançou seus olhos.
— Hey, carinho. Viu a montaria?
— Em que se machucou?
— Diabos. Não estou machucado. Só soou um pouco minha campainha, isso é tudo.

107
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ela franziu o cenho.


— Mas…
— Sério, Chan, estou bem. Tenho meu pagamento, assim estou realmente muito melhor que
bem. Estou preparado para que nos ponhamos a caminho — Fez um gesto com a cabeça para o
estacionamento — Trev e Edgard carregaram até os cavalos e estamos preparados para ir.
— Vai poder descansar no caminhão?
—Não. Estou preparado para dirigir até Valentine.
Channing tomou sua mão, ele fez uma careta e soltou.
— O que? Agora não quer tomar minha mão?
— Não é isso.
— Então, o que?
— Estou um pouco dolorido. Esquece.
— Não. Vamos ver.
— Não é nada. Vamos.
Ela ficou diante dele, suas sandálias troparam com suas botas e elevou nas pontas dos pés
para ver seu rosto.
— Me deixe ver ou te arrasto de volta ao ambulatório para que possam dar uma olhada.
— Já te disse…
— E eu digo a você, e digo a sério, Colby McKay, assim não ache que pode evitar com suas
doces palavras. Me deixe vê-la agora mesmo.
Ele a olhou fixamente. Depois, lentamente, levantou a mão que usava para a subida.
— Muito bem. Vê? Está um pouco espancada, mas está bem.
Channing baixou o olhar e revolveu o estômago. A mão dele parecia ter uma luva de
beisebol posta, já que estava inflamada o dobro de seu tamanho normal. Vermelha e inchada com
entrecruze escuros ao redor do pulso. Os nódulos estavam cheios de arranhões, em carne viva e
começavam a formar crostas. Sem pensar ela posou seus lábios sobre os piores arranhões.
— OH, Colby. OH, carinho, OH, nenê, não está bem. Isso tem que doer terrivelmente.
Necessita…
Com sua mão boa, Colby elevou seu rosto ao seu e beijou. Profundamente. Absolutamente o
suficiente para fazê-la sentir tonta.
— Wow — Olhou piscando — Não é que esteja queixando, mas o que foi isso?
— Por preocupar por mim. É a primeira vez desde que tinha uns dez anos que alguém me dá
um beijo em uma ferida de rodeio para fazer sentir melhor — Apareceu um sorriso malicioso —
Agora que penso, carinho, quando estava nesse touro, nesse último giro, ele também me deu um
golpe realmente grave em mim…
— É um... Homem, usando minha preocupação por você em troca de favores sexuais.
— Não pode me culpar por tentar.
— Não. Mas direi que de nenhuma maldita maneira dirigirá até Valentine.
Ele suspirou.
— Não funciona assim. É meu turno.

108
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Ou o meu. Ainda não tenho meu turno de bater o pavimento.


— Alguma vez dirigiu um diesel de 350 com acoplado puxando um reboque carregado com
três cavalos?
— Não. Mas isso não quer dizer que não possa aprender.
— É verdade. E por muito que eu aprecie seu desejo de ajudar, estou bem. Esta não é a pior
lesão na mão que tive. Demônios, nem sequer é a pior que tive este ano. Porei gelo em cima
quando nos instalarmos em Nebraska, de acordo?
— Boa tentativa, mas me encarregarei disso agora. Nem Trevor nem Edgard competiram
hoje em seis eventos, Colby. Eles seguro como a merda que podem conduzir enquanto você
descansa — Ele abriu a boca, mas fez fechá-la de repente com um feroz olhar — Não me pressione
sobre esta questão.
De trás dela, Edgard disse:
— Tem razão. Não pode conduzir com essa mão. Além disso, não é nada do outro mundo. Eu
conduzirei. Trevor pode ser o copiloto. Também poderia dormir no reboque de cavalos até que
passe. Parece morto, McKay.
Channing, viu como uma sensação de alívio cruzou o rosto de Colby. Provavelmente
ninguém mais viu, mas ela sim.
— Muito bem. Não discutirei quando se trata de dois contra um — Embalou sua mão
dolorida à cintura e moveu para evitar que Edgard ouvisse sua conversa. Em voz baixa disse —
Como não vou conduzir, vai me fazer companhia?
— Se prometer que realmente vai descansar, em vez de me esperar para tontear com você
pelas próximas horas.
Agachou e sussurrou
— OH, querida, isso não é nada divertido.
Ela reajustou seu chapéu para assim poder ver atentamente aos olhos.
— Posso garantir que não se divertirá comigo absolutamente durante vários dias se não
descansar.
— Está me ameaçando resistindo a mim?
— Deu no maldito prego.
Colby suspirou.
— Você não é fácil de convencer, senhorita Channing, mas tampouco eu, assim vamos fazer
um trato.
Seu ritmo cardíaco acelerou, pensando no último "trato" que fizeram.
— Qual?
— Se me comprometer a conseguir conciliar um pouco o sono, promete fazer travessuras
comigo mais tarde? Depois de recuperar minhas forças — Esfregou a bochecha contra a dela e
murmurou — Maldição, senti falta de hoje, Chan. O dia parece que foi uma longa semana. Parece
que passou uma eternidade desde que te tive entre meus braços. Que beijei essa boca até que os
beijos já não fossem suficientes e as roupas saíram voando e estávamos rodando entre os lençóis.
Channing negou a distrair com suas doces palavras.

109
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Sei. Eu também senti saudade, vaqueiro. Agora coloca esse traseiro na cama. Estarei aí
para te agasalhar.
— Mandona.
— Não viu nada ainda. Não faça que exploda e ensine isso.
Colby elevou uma sobrancelha escura.
— Agora isso poderia ser francamente interessante — Ele caminhou tranquilamente, seu
passo mais cauteloso que de costume.
Channing observou até que desapareceu no interior do reboque de cavalos e logo deixou
escapar um suspiro de frustração.
— Está bem? — Disse Edgard.
Não.
— Estou bem. Vou conseguir um pouco de gelo e então poderemos sair.
Edgard enganchou sua mão e deu a volta.
— Trev e eu estamos preocupados com o acontecido faz um momento…
— Não estejam. Minha única preocupação agora é encontrar gelo para a mão de Colby e que
ele tenha um pouco de descanso.
— Realmente se interessa por ele, não é, garota?
— Sim — Ela estudou o rosto de Edgard. Parecia tão tenso em torno dela como o esteve esta
manhã. Esperou que talvez as coisas fossem um pouco mais fáceis entre eles agora —
Surpreende?
— Não. Estou feliz. E para falar a verdade, estou um pouco ciumento — Roçou os lábios com
os nódulos — É boa para ele. Cuide e nos encarregamos da condução e de todo o resto.
Channing conseguiu localizar algumas compressas de gelo frio da loja de primeiros socorros,
assim como uma grande bolsa de gelo. A porta estava aberta quando retornou ao reboque. Com
as mãos, tropeçou com a bolsa de arranjo de Colby, a qual estava jogada no meio do chão.
Trevor a apanhou.
— Whoa, pronto. Deixa que a ajude.
— Obrigado — Jogou tudo sobre a mesa e olhou Colby sentado rigidamente em uma cadeira
junto à porta do banheiro. Tinha os olhos bem fechados, sua boca era uma linha plaina e era
evidente que estava sofrendo. Ainda usava seu chapéu, suas perneiras, seu jeans, suas botas e o
colete. Sua ira saiu à superfície — Por que não despiu e está na cama, Colby McKay?
Não houve resposta.
Trevor disse:
— Não acredito que possa despir sozinho.
Ela voltou para Trevor.
— Então, por que não ajuda?
— Porque não quero sua ajuda — Espetou Colby.
Trevor encolheu os ombros.
Respira profundo, não grite. Está sofrendo e não quer que saiba. E não quer parecer fraco
frente a seu amigo.

110
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Em um tom alegre, ela disse


— Emocionada como estou de que queira que te dispa pessoalmente, não estou exatamente
bem versada sobre a maneira de tirar essa sexy perneira — Fez uma pausa e aproximou dele para
tocar o pulso que pulsava em seu pescoço, logo moveu ligeiramente sua mão até descansá-la em
sua bochecha. Tinha o rosto suarento —Assim, deixará que Trevor me ajude a fazer isso
principalmente, e depois me encarrego do resto de suas molestas roupas eu sozinha?
Um pesado silêncio.
Finalmente Colby assentiu com a cabeça.
— Bem. Primeiro as botas.
Entre os dois, desengancharam as esporas de Colby, puxaram suas botas, desabotoaram as
perneiras de Colby e as desceram por suas pernas. Trevor tomou as perneiras sujas e úmidas pelo
suor e as pendurou no abrigo antes de dizer adeus e voltar para a cabine do caminhão.
Channing fixou em que Colby fazia uma careta de dor quando puxaram a correia entre seus
quadris. Ela desabotoou seu colete, e com cuidado tirou, um braço de uma vez. Então desabotoou
a ensopada camisa de algodão, com os olhos fixos nos dele até que teve que puxar para baixo o
tecido do braço que usava para a montaria.
Uma vez que ficou de pé com o torso nu frente a ela, viu os roxos em sua caixa torácica, sob
suas costelas e em todo seu torso superior. Manchas púrpuras e negras, que pareciam de sujeira,
mas sabia que eram manchas de sangue e malhas quebradas, uma "tatuagem de rodeio", cortesia
de um rude estirpe.
— Não é tão mau como parece — Disse brandamente.
Ela não podia dizer uma palavra, para não começar a chorar. Quando baixou seu jeans, Colby
deu um áspero ofego. Ela se deu conta de que havia outro golpe em forma de meia lua do
tamanho de uma bola de beisebol em sua coxa esquerda. E uma contusão em seu joelho.
— Channing, querida…
— É muito difícil tentar não gritar, então nada de Channing, querida.
Colby assinalou a bolsa sobre a mesa.
— Se está decidida a me ajudar, há linimento e ataduras ali.
— Bem — Channing procurou até que encontrou o tubo meio vazio — Então, homem
obstinado, pode arrastar até a cama você sozinho, ou tenho que conseguir que Edgard e Trevor
voltem aqui para dar um impulso?
— Não sou um inválido — Resmungou. Com esmerado cansaço subiu a cama, arrastando os
pés, seus boxes pendurando sob seus quadris magros e seu perfeitamente arredondado e
pequeno traseiro. Além de sua roupa interior, só usava suas sujas meias três quartos cinza e seu
poeirento chapéu de vaqueiro. Em qualquer outro momento poderia dizer da imagem divertida
que apresentava, mas nesse momento a risada era o mais afastado de sua mente.
Com um masculino grunhido lastimoso estendeu de costas e não se moveu de novo.
Channing assegurou de ter uma bolsa de gelo pronta para sua mão, sabendo que precisaria
usar as compressas para suas costelas, embora não gostasse. Rebuscou em sua bolsa até que
encontrou uma garrafa de Tylenol com codeína. Depois subiu a seu lado. Seu estômago

111
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

incomodou ao ver um homem tão viril, tão vulnerável.


O suor cobria a pele, entretanto estava tremendo como um bebê nu. Mas sua boca era uma
linha fina, como se essa só ação decidida pudesse afugentar a dor.
Correto. Talvez funcionasse no passado, mas ela não ia passar por cima sob sua vigilância.
— Escuta, McKay. Toma estas pílulas para a dor. Depois vou colocar gelo em sua pobre mão
e a suas costelas e espalhar esta coisa pestilenta sobre você. Uma vez que tenha curado, vai
dormir. E ficará aqui, descansando e sarando até que diga outra coisa, entende?
Surpreendentemente, não discutiu. Limitou a assentir e estremeceu quando tirou o chapéu.
Deus. Se só tirar o chapéu fazia mal, como ia seguir com o resto?
Só depois de que terminou de atender cuidadosamente suas feridas, permitiu dar o tipo de
consolo de amante que sentia que necessitava dela. As pontas de seus dedos limparam o cabelo
úmido de sua testa. Em repetidas ocasiões, passou o dorso de sua mão sobre a barba de um dia
que cobria sua mandíbula rígida e decidida.
— Assim está bastante cômodo como para que possa descansar?
— Sim. Obrigado.
— Não há problema. Há algo mais que possa fazer?
— Sim. Me beije, querida. Quando está beijando-me esqueço de todo o resto, exceto do
bem que sente sua doce boca sobre a minha.
— Não golpeou a cabeça o bastante forte para lesar essa língua melosa, não é, vaqueiro? —
Murmurou.
— Nem tampouco o bastante forte para danificar nenhum sentido de minha tola cabeça —
Olhou-a, seus olhos azuis descarnados e necessitados — Por favor.
— Diria que não, se não fosse pelo fato de que ainda é capaz de me enfeitiçar totalmente
enquanto está de barriga para cima e paralisado de dor — Passou o polegar sobre os círculos
escuros debaixo de seus olhos, notando uma cavidade no alto de sua maçã do rosto — Mas estou
achando que não posso negar nenhuma maldita coisa, Colby McKay. Assim vêem aqui e me deixe
dar um grande beijo, úmido e baboso.
Channing esfregou seus lábios sobre os de Colby, infundindo toda a doçura e alegria e calor
que, pelo geral, dava. Ele afundou mais no colchão, e deixou ter o controle total do beijo. Dele.
Sua rendição era tão gratificante como excitante.
Passou um tempo antes que qualquer um deles pudesse falar depois que suas bocas se
afastaram a contra gosto.
— Fica comigo? — Perguntou com brutalidade.
— Pelo tempo que queira — Sussurrou ela. Puxou o edredom de flanela sobre eles e apoiou
a cabeça ao lado de seu peito, dormindo com o ritmo sólido, constante de seu coração junto a seu
ouvido.

CAPÍTULO 14

112
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Um forte som metálico despertou de um sonho leve. Channing abriu os olhos e se deu conta
de que o reboque estava saltando de cima abaixo como um caminhão madeireiro, qual significava
que ainda estavam transportando abaixo da estrada principal.
Ela elevou a cabeça de onde estava descansando ao lado do peito nu de Colby. Levantou o
olhar, esperando ver dormindo, mas seus olhos estavam abertos e estava contemplando a ela.
Ele sorriu suavemente.
— Ola.
— Ola para você também. Como se sente?
— Como se tivesse sido atropelado por um touro sacudindo e um bronco selvagem.
Channing beijou seu peitoral esquerdo.
— Foi atropelado por um touro e um bronco hoje.
— Bom, não é estranho que estou sentindo isso — Colby distraidamente enroscou uma
mecha de cabelo ao redor de seu dedo — Obrigado por ficar ao redor.
— São bem-vindas — Ela empurrou acima — Provavelmente preciso comprar mais gelo para
sua mão.
— Minha mão está bem.
— Necessita...
Ele a puxou de novo abaixo.
— Necessito que permaneça junto a mim assim. Isso está me fazendo sentir muito melhor,
neném.
— OH.
— É obvio, sentiria até mais como meu velho eu se te tirasse o resto de sua roupa.
Channing revirou os olhos.
— Uma coisa de uma vez, Está bem?
— Está bem. Aconchegue mais perto. Eu gosto de ter sua suavidade e calor envolto ao meu
redor. É como céu, estar com você.
Permaneceram isolados juntos em silêncio amigável. Colby arrastou os dedos de sua mão
esquerda acima e a abaixo por sua coluna vertebral.
Finalmente, ele disse
— Imagino que descobriu de Trevor e Edgard, né?
Seu estômago fez um pequeno tombo.
— Sim.
—Um pouco impactante vê-los assim, não é verdade? Assim é como me inteirei. Entrei no
quarto com eles. Queria tirar os olhos com um atiçador longo.
— E não o incomoda? Digo, ainda viaja com eles. Não ficou contra eles para o circuito “gay”
de rodeio ou algo. Especialmente se as pessoas se descobrirem, poderiam assumir que é igual a
eles.
Ele bufou.
— Não sou homossexual. Ou bi. Vou ser honesto, não compreendo, desejar estar com outro

113
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

cara — Um pequeno estremecimento correu através dele —Trevor nenhuma vez fez avanços em
direção a mim assim ou teria arrebentado suas costelas... E ele e eu tivemos nossa parte de trios
tanto que houve muitos oportunidades. Caralho. É só francamente estranho. Acredito que deve
ser algo a respeito de só Edgard o que atraiu ele. Trev e eu tivemos amizade durante nossa a vida
inteira. Fomos condenadamente tão próximos como irmãos. Sempre em brincadeira disse que ele
foderia tudo que caminhasse, só que não sabia que tão verdadeiro era verdade.
— Não são a maioria dos vaqueiros altamente homofóbicos?
— Sim.
— Incluindo você?
— Sim. Se fosse alguém mais o que eu visse fazendo isso... Poderia não ter sido tão
compreensivo. Então penso em se alguém mais descobrisse antes que me inteirasse. Como
poderiam ter iniciado rumores cruéis contra eles do circuito. Chateia porque não sou assim.
— O que façam é assunto deles. Além disso, Trev está com mulheres tão frequentemente
como eu. Ou como estava antes de você. Não acredito que muitas pessoas, inclusive as pessoas
que os conhecem bem, acreditariam que ele e Edgard são algo mais que companheiros de trio.
Pela primeira vez ela pensou que aí poderia haver outra razão pela que Colby esteve
desejoso de fazê-la viajar no circuito com eles.
— Então me ter viajando com vocês é bom para todos? Um artigo de capa para eles, por
assim dizer? A garota desejosa de fazer com todos os três vaqueiros, quando de fato, dois dos
vaqueiros estão contentes de simplesmente fazer um ao outro?
Colby não disse nada.
Channing levantou seu pescoço e olhou.
— O que?
— Não pedi que viesse também por eles, Channing. Pedi que viesse por mim. Eu te quero
aqui.
— Por que a mim?
— Porque algo de seu fogo e doçura me chamaram. Desde a primeira vez que te vi, Chan,
soube que estava igual de só como eu estava. Teimosa sobre isso, também — Ele fechou os olhos
— Podemos falar disto mais tarde, querida? Estou cansado outra vez.
Ela quis reclamar que eles terminassem a conversa agora. Em vez disso, esperou que ele
dormisse e desenredou de seu abraço. Não havia forma de que pudesse voltar a dormir depois
disso.
Colby estava ainda dormindo quando alcançaram Valentine. Os motéis estavam cheios,
assim pareceu que todos eles passariam a noite no reboque para cavalos nos terrenos do rodeio
pelo menos uma noite.
Enquanto Trevor se encarregava dos cavalos, Channing e Edgard deram uma corrida para
comprar comida. Não falaram, deixando à música country no rádio encher o vazio no caminhão.
Mas Channing não poderia aguentar mais. Manteve a conversa neutra, mas maldição, iam
falar mutuamente e deixar de jogar este jogo de evasivas. Ela disse
— Me diga como um brasileiro terminou fazendo equipe de laço e atando cordas no circuito

114
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

americano de rodeio.
Edgard rejeitou a "Fantasia" de Reba McIntyre.
— Minha mãe veio a América como uma estudante de intercâmbio quando estava na escola
secundária. Conheceu meu pai em um rodeio quando ela tinha dezessete anos. Terminou grávida
e se casaram. Aproximadamente um ano depois de que nascesse, meu pai biológico morreu em
um acidente automobilístico.
— Minha mãe tinha só dezoito, uma viúva, uma estrangeira com um bebê e sem nenhuma
forma de manter-se. Assim retornou com sua família ao Brasil. Alguns anos mais tarde se casou
com o homem que considero meu pai verdadeiro. Mas ela se manteve em contato com os pais de
meu pai biológico. Depois de que terminasse o bacharelado, vim aos Estados Unidos por alguns
meses para conhecê-los. Estive vindo aqui dentro e fora durante aproximadamente dez anos.
— Onde vivem?
— Fora de Laramie, que é onde conheci Trevor. De qualquer maneira, porque estava em um
rancho no Brasil, dei conta de que poderia fazer dinheiro grande aqui no circuito de rodeio —
Edgard disparou um olhar escuro — Aqui é aonde poderia indicar que não estou fazendo dinheiro
em grande agora, garota.
Ela franziu o cenho.
— Mas não sou assim, Edgard. Tenho muitas coisas em minha própria vida que precisam
arrumar antes de emitir opiniões sobre os problemas de outras pessoas, financeiros ou de outra
índole.
— Sinto muito. Esse foi um golpe baixo — Ele suspirou — Por algum tempo ganhei dinheiro
através da montaria de touros e esquivar touros, suficiente para comprar um rancho no Brasil por
volta de uma hora de distância dos meus pais. É tão formoso. Exuberante, verde e isolado. O
estranho.
— Então por que não está ali?
Edgard golpeou ligeiramente seus dedos no volante enquanto ele olhava absorto para fora
da janela.
— Começo a me perguntar isso, também.
— Trevor não sabe que coisa fazer sobre que você esteja apaixonado por ele, não é?
Ele volteou rapidamente em direção a ela, sua boca aberta.
— Como sabe?
— Adivinhei — Channing levantou a mão diante de seu protesto imediato — Não é óbvio
para as outras pessoas. Mas por nossas circunstâncias... Você sabe, o suposto sexo livre para
todos, e você sem realmente estar metido nisso de tudo, e depois vendo juntos hoje e...
Edgard refletiu algo mais.
— Falou com Trevor?
— Não. Não farei tampouco. Pode confiar em mim. Mas quero perguntar algo.
— O que?
— Trevor não se considera homossexual. Assim não há forma de que ele permita que os dois
estejam juntos, como um casal verdadeiro, “fora” em uma relação, não é?

115
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Correto.
— Assim por que está ainda aqui nos Estados Unidos? Atrás dele e o circuito de rodeio em
vez de estar no rancho que ama tanto?
— Porque o amo mais. Ou pelo menos eu pensei que amava — Edgard estacionou o
caminhão e inclinou sua cabeça atrás no respaldo — No começo do ano, Trevor sugeriu sobre que
ele poderia estar interessado em vir ao Brasil. Permanentemente. Estar vivendo comigo. Me
ajudar a criar o gado no rancho. E ele fez parecer como que ele não se manteria simulando ser
simplesmente companheiros de trio. Que talvez pudessem ser companheiros no sentido mais
verdadeiro da palavra. Sem mais ocultação.
— Mas?
— Mas primeiro ele queria passar outro ano tentando chegar ao NFR na equipe de laçada.
Tentando orgulhar seu pai. Tentando passar na prova.
— Sinto outro “mas” vir.
— Mas enquanto estou aqui, passando outro verão com ele, perseguindo seu sonho, pondo
nossos traseiros dentro do circuito cada maldito dia, comecei a me dar conta de que ele tem
muito medo de estar comigo na maneira em que necessito que esteja. Que meus sonhos não
importam para ele, talvez nunca fizessem — Ele riu ferozmente — Nem sequer me importam as
mulheres. Soube desde a primeira vez que estivemos juntos que ele na realidade é bissexual. Eu
não sou. Nunca pude ser. Nunca quis ser — Edgard dirigiu a ela um sorriso pesaroso — Sinto
muito.
— Não se desculpe por ser quem é, Edgard.
— Obrigado por isso. A família de Trevor é muito tradicional. Ele seria deserdado se sua
família soubesse de nós.
— E sua família?
— Minha família sabe que sou homossexual. Aceitaram e me aceitaram. Assim quando estou
ali, custa muito entender por que Trevor só não pode ser o que é e que não importe o que outras
pessoas pensem. Quando estou aqui, nos Estados Unidos, tenho que fingir ser algo que não sou. E
Trevor parece que não pode decidir o que ele quer de algum jeito.
— Vale a pena?
— Não sei. Estar com ele é como uma droga. Quando competimos juntos, é quando somos
na realidade uma equipe. Quando fodemos é como se estivéssemos realmente apaixonados. Cada
outro momento some, como baixar de uma altura realmente grande. E ultimamente, as alturas
foram poucas e longínquas entre elas — Seu corpo voltou rígido por um segundo — Que merda.
Sinto muito. Provavelmente é mais do que queria saber, né?
— Não. Obrigado por ser honesto comigo. Passei minha vida inteira com pessoas que
fingiam ser quem não é e que esperavam que eu fosse à mesma pessoa vazia. Por isso é que
escapei com o rodeio.
— Dá conta que as pessoas são mais reais aqui?
— Alguns mais que os outros — Channing pegou sua mão — Como disse o outro dia. Eu
gostaria que fôssemos amigos, porque de verdade, posso necessitar um.

116
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Edgard apertou sua mão.


— Em qualquer momento, garota.
Para quando desembrulharam os sanduíches e o saco do resto da comida. Trevor estava de
volta de exercitar os cavalos e Colby tinha tirado os pés da área de dormir. Ele parecia como o
inferno. Channing teve que morder a língua contra demandar que se fosse de retorno à cama.
A refeição foi algo estranho, nisso com todas as coisas sexuais que os quatro fizeram juntos,
foi à primeira vez que comeram uma refeição no mesmo lugar.
Colby não foi um bom companheiro para o jantar. Queixou das cebolas nos sanduíches. A
falta de cerveja. Queixou a respeito de ter que limpar na ducha diminuta. Quando seu telefone
celular soou, Channing agradeceu pela oportunidade de escapar.
Ela vagabundeou entre os terrenos. Era uma noite preciosa, a umidade suavizava o ar tanto
que pareceu apaziguá-la e acariciar sua pele como veludo quente. Montões de pessoas estavam
sentadas fora gozando da tarde, bebendo cerveja. Alguns meninos praticavam atirando cordas. Na
realidade não tinha nenhuma ideia onde dirigiu até que viu o resplendor das luzes na arena e as
escadarias vazias.
Algumas garotas tomavam turnos correndo nos barris.
Channing ficou ali, pendurando da cerca, no exterior olhando dentro, outra vez, e se
perguntou se ela alguma vez encontraria um lugar em sua vida onde encaixar.
Ela encaixava com Colby. Como ele reconheceu sua solidão a primeira vez que viu manter
sua distância. Ela pensava que conservou esse segredo bem escondido. Mas notou coisas a
respeito dele que também ele encolheu os ombros como subtraindo importância.
O suave ruído de cascos de cavalo soou atrás dela. Deu a volta e viu Gemma escarranchado
sobre uma égua bago.
— Channing! Garota, o que está fazendo aqui fora completamente por sua conta?
— Tomando ar. O que você está fazendo?
— Permitindo a Daisy aqui estirar as pernas. — Gemma aplaudiu o pescoço do cavalo — Ela
é uma mariposa social. Quer ver quem está passando ao redor do pasto. Em sua maioria acredito
que tem postos os olhos em suavizar as relações com um desses cortantes garanhões.
— É formosa.
— Quer montá-la? Ela é realmente gentil.
Channing riu.
— Posso dizer algo completamente estranho?
Gemma sorriu.
— Não sabe como montar a cavalo, não é?
— Não. Não à primeira coisa sobre isso.
— Bom, sorte me ter para ensiná-la.
— A professora sendo ensinada, isso tem um bonito anel para isso.
— É uma professora?
— Sim.
— Nossa. É grandioso. Para que idade?

117
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Supõe que ensine na escola secundária no outono. Mas meu verdadeiro amor seriam os
meninos do primário.
— Por que não pode fazer uma troca e fazer isso?
Channing suspirou.
— É muito longo de contar.
— Tenho tempo. Vamos, me ajude a deitar Daisy para a noite e falaremos sobre transformar
em uma verdadeira mulher que monta a cavalo.
Channing desejou ter trazido seu caderno de apontamentos. Havia tão mais para encarregar
de um cavalo do que ela sonhou alguma vez. Gemma conversou enquanto realizava as tarefas que
ela fez um milhão de vezes. Quando terminou disse
— Amanhã cedo nos poremos a selar.
— Não sei...
— Será interessante, prometo — Ela passou uma mão enluvada através de sua testa,
deixando uma mancha de sujeira — Tenho cerveja no reboque se desejar uma.
Channing pensou que era rude assinalar a mancha assim não fez.
— Eu gostaria de uma cerveja.
— Bem. Sentaremos fora, úmidas na noite. Odeio estar enjaulada todo o dia no maldito
caminhão.
Em seu acampamento, Gemma tirou duas cadeiras da grama e um pacote de seis Bud Light.
Ela abriu duas latas, deu uma para Channing e fez um brinde.
— Saúde.
— Saúde.
Depois de um longo gole de cerveja, Gemma suspirou e apoiou os pés refrigerador.
— Isto é sobre o que estou falando. Isto está voltando meu momento favorito do dia —
Sorriu abertamente — A cerveja.
Channing riu.
— Então, me diga, Channing Kinkaid, quem é, e por que vai junto com o rodeio e um montão
de vaqueiros. Esta mais preparada que isso.
Outra vez, Channing riu e deu a Gemma a versão longa de sua vida, a análise detalhada de
suas crises e conflitos e a escapada temporária dela.
Gemma viu pensativa por um minuto enquanto ela terminava sua segunda cerveja. Então ela
disse
— Parece como que foi no momento preciso.
— Mas tenho que retornar — Channing assinalou.
— Não vai fazer nada que você não queira. Essa é a beleza de ser jovem e onde está em sua
vida.
— Decidindo abandonar minhas obrigações? — Rebateu.
— A única pessoa que está obrigada a fazer feliz é a si mesma. Colby McKay está ajudando a
liberar um pouco de pressão e tirar algo do amido de sua coluna vertebral?
— Poderia dizer isso.

118
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— E desde que não tenho uma vida e nenhuma vergonha, minha seguinte pergunta, é bom?
Channing sorveu sua cerveja antes de deixar um sorriso lento inclinar os cantos de sua boca.
— OH, sim.
— Vamos, garota. Detalhe. Detalhes vívidos.
— Viu em broncos?
— Nossa.
— Bom, brutos de raça não são a única coisa que ele pode montar como um homem
selvagem. E pode cavalgar por muito tempo e cavalgar duro, toda a noite.
Gemma uivou.
— Contínua.
— Conhece a frase pendurada como um touro?
— Nossa.
Channing inclinou para frente.
— Os touros não têm nada dele. E me acredite, quando ele monta, atirá-lo ao chão é o
último em minha mente.
— OH. Meu Deus. Meu Deus. Necessito outra maldita cerveja. Melhor ainda, tire um pouco
de gelo desse refrigerador.
— Vamos, Gemma. Isto não é nada que não tenha escutado antes, não é?
— A respeito de Colby? Ou os homens em particular?
— Ambos.
— Essa é sua maneira para obter maior informação sobre Colby?
— Não posso esconder para nada de você , em, Gemma?
Ela bufou.
— Está bem. Vou admitir que conheça a família de Colby melhor que o que conheço ele.
Nossos ranchos estão à só aproximadamente duas horas de distância.
— Assim, disse aqui o que sei sobre sua rude cavalgada. Gosta de jovens. Gosta uma vez e
então gosta que vá — Gemma inclinou para Channing — Assim pelo que vejo, devido a meus anos
de sabedoria, você escapou por completo de todos os três moldes nos que gosta de pôr suas
mulheres. Só que talvez haja mais do que está passando com vocês dois que um breve romance
do verão.
— Duvido — Channing anotou a pulsação aumentada de seu coração para cerveja, não a
esperança — O quanto você? Quanto tempo é viúva?
— Dois anos e meio, longos e solitários.
— E nesse tempo... — Channing apagou expectativa mente.
Gemma afundou um pouco mais abaixo em sua cadeira de jardim.
— Nesse tempo não tenho feito o mambo do colchão. Nem sequer uma vez.
— Por que não? É bonita, entretida, brilhante, respeitada, sabe tudo sobre gado de rodeio...
— Mas estou velha, Channing.
Channing franziu o cenho.
— Velha. Correto. Que idade tem? Trinta e cinco? Trinta e seis?

119
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Ou é minha nova melhor amiga por dizer isso ou é o presente pelo encanto que Colby
usou em você — Gemma sorriu brevemente antes de brincar com o abridor em sua lata de cerveja
— Tenho quarenta e sete anos.
Channing assobiou.
— Nossa. Não parece.
— Sinto muito. Senhor. Vejo essas jovens — Gesticulou com sua lata — Como você e essas
de dezoito anos com seios desenvolvidos, traseiros insolentes e umbigos perfurados e caramba,
são algo para contemplar. Prontas, lisas e sexy e pode realizar movimentos mais sofisticados em
público que um passageiro de truque. Não é assombroso que nenhum homem de minha idade me
olhe duas vezes.
Channing perguntou se Gemma notou que Cash Big Crow sempre a olhava, muito mais que
duas vezes. Sem dúvida alguma Gemma não poderia ser tão cega?
— Conhece o que dizem do que faz o pagamento? Bom, deve ser o carma me mordendo no
traseiro — Gemma lançou sua lata de cerveja no montão sobre o terreno — Embora pareça
mentira, fui uma dessas pequenas números quentes quando tinha dezoito anos. Olhava às
mulheres mais velhas enviuvadas com desprezo. Pensava que eram antiquadas. Deviam só voltar
para casa, pegar a costura e deixar a vida selvagem às garotas de bons tempos como eu.
— O suficientemente ironicamente, não terminei com uma dessas contemplativas jovens
vaqueiras de minha idade que rodearam como os semente ao redor de uma égua em cio. Casei
com um homem suficientemente velho para ser meu pai.
Os grilos chiaram no silêncio imediato.
Channing esmagou sua lata de cerveja debaixo de seu pé.
— OH, vamos, Gemma. Não pode iniciar uma história como essa e logo esperar que eu
preencha os espaços em branco ou me sente aqui atentamente e não exija saber o que aconteceu.
Conte.
Ela sorriu.
— Versão curta: Tive uma terrível vida em casa crescendo. Fomos pobres, vivíamos em
Wyoming rural, meu pai era abusivo, minha mãe só aceitava sua mesquinha boca e seus punhos
voadores por beber ela mesma até o esquecimento. Queria algo melhor. Depois de terminar o
bacharelado, mudei para Sheridan e trabalhei como garçonete.
— Parece brilhante, cidade grande, correto? Vivi em um reboque desprezível com outras
duas garçonetes e trabalhei meu traseiro, ainda sem ir a nenhuma parte rápido. Se por acaso fosse
um pouco, embora não podia esperar para me afastar de minha família estava tão malditamente
solitária.
Channing congelou. Não tinham falado ela e Colby de solidão mais cedo?
— Nesse mesmo tempo, este rancheiro mais velho, ele tinha quarenta e um, entrou e
sentou em minha seção. Ele veio cada dia, às vezes duas vezes ao dia, durante quatro meses. Um
verdadeiro cavalheiro vaqueiro. Ele era calado. Educado. Um grande ouvinte. Generoso. Doce —
Ela fechou os olhos — Senhor, ele era tão malditamente doce. Completamente o contrário a
qualquer homem que alguma vez tivesse conhecido.

120
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Inclinou por ele?


— Não a princípio. Queria um tipo vistoso. Comecei a me manter nos rodeios. Imaginava que
uma fivela grande significava um homem grande. Escutar promessas que se voltavam mentiras.
Então uma noite, enquanto estava de alvoroçando, sem estar quase tão divertida como pensei
que deveria ter estado, vi esse rancheiro quieto do restaurante. Em seu cavalo. Aprontando para
competir no evento de esquivar os touros.
— Isso me desconcertou um pouco porque nunca esperei que ele fosse ter coragem de ter
riscos perigosos. Ele sempre parecia... Sólido. Aborrecido. Assim deixei meus amigos e penetrei
mais perto das rampas para poder vê-lo competir.
— Ele saiu precipitadamente desse portão, toda força, equilíbrio e agilidade. Sem mostrar
uma onça de medo enquanto lançava fora de seu cavalo e diante desse novilho. Lançar trezentas
libras de animal à submissão no pó assim não foi nada. Então ele serenamente ficou de pé e
comprovou seu tempo. Por alguma razão ele girou em minha direção e me viu suspensa da grade
de ferro, minha mandíbula virtualmente arrastando sobre o terreno pelo assombro.
— Ele sacudiu o pó de suas calças jeans enquanto se movia pausadamente em direção a
mim. Todo o tempo seguiu vindo para mim, dando esses passos lentamente medidos; Seus olhos
nunca deixaram meu rosto. Foi como se fosse o único na arena. Como se eu fosse à única no
mundo. E então soube.
— Que a amava?
Ela sorriu outra vez, mas estava triste, ligeiramente triste.
— Isso veio mais tarde, mas pouco mais tarde. Não. Soube então que o poder sereno e a
graça subestimada eram a medida exata de um bom homem, não o tamanho da fivela de seu
cinturão ou suas intenções.
— Que aconteceu?
— Ele parou na minha frente. Estendeu a mão e colocou uma mecha de cabelo atrás de meu
ouvido. Então ele correu seus dedos ásperos debaixo da linha de minha mandíbula. Foi a primeira
vez que ele me tocou. Tão brandamente, e mesmo assim, tão... Confidencialmente. Como se
soubesse simplesmente o que necessitava. Ele disse, “Gemma Mae, não acha que é hora de que
deixe de fazer gracinhas e venha para casa comigo onde pertence?”
As lágrimas picaram os olhos de Channing e ela engoliu seco.
— Fui para casa com ele essa noite e nunca voltei a olhar para trás.
— OH meu Deus. Penso que vou gritar. Essa é a história mais bela, romântica que alguma
vez ouvi.
— Sim, é. Vêem pensar nisso, é a primeira pessoa que alguma vez contei isso.
— Agora realmente começarei a gritar.
— Bem, pode entender por que fui um pouco realista de colocar a outro homem em minha
vida e em minha cama — Ela sorriu descaradamente — Especialmente quando o cavalheiro Steve
Jansen tinha movimentos entre os lençóis, no celeiro, na mesa de cozinha e qualquer outra parte
que o estado de ânimo golpeasse que provavelmente daria a seu Colby uma corrida por seu
dinheiro pela criatividade. A última coisa que Steve alguma vez foi, dentro ou fora da cama, é

121
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

aborrecido. Meu Deus, ele era bom. Com um olhar ele podia me esquentar como fogo e me
derreter como manteiga.
— Lamento que se fosse, Gemma.
— Eu também. Não só tenho saudade de Steve cada maldito dia, estranho essa diária
conexão física. Estranho o sexo. Mas quando tiver vinte e cinco anos de avariar o suporte da cama
gritando em voz alta e cru, doce e picante sexo, temo que qualquer outra coisa seja uma
decepção. Mas o que não daria por uma segunda oportunidade de ter outra vez.
Channing não estava nem um pouco envergonhada pela honradez brutal de Gemma. O
silêncio em resposta entre elas não foi incomodo, só pensativo.
O pasto rangeu atrás delas e Gemma estirou seu pescoço.
Cash Big Crow deu um passo ao redor do montão de latas de cerveja e encostou seu ombro
no lado do reboque para cavalos.
— Boa noite, senhoras.
— Cash, esta voltando a usar seu sigilo índio para aproximar às escondidas de nós e escutar
nossa conversa privada? — Gemma exigiu.
— Gemma! — Channing disse, consternada.
Cash não sorriu. De fato, tinha a expressão mais estranha em seu rosto. Ele não olhou
Channing tampouco, e sim Gemma, até enquanto ele dirigia seus comentários a Channing — Não
preste atenção a Gemma. Sabe que não mostraria ela meus truques índios secretos a menos que
me pedisse isso de boa maneira. Realmente de boa maneira.
— Continua sonhando — Gemma disse.
Ele riu gostosamente.
—Farei. Channing, segui a pista para dizer que Colby está te procurando. Quer que a guie de
volta?
— Não, está bem. Posso encontrar o caminho — Ela parou e despediu — Obrigado pela
cerveja e a conversa de garotas, Gemma.
— Quando quiser. A verei muito cedo amanhã, não é?
— Correto. Estarei aqui com os sinos.
— Passa boa noite. Monta duro, garota.
Channing riu dissimuladamente e deu a Gemma tchau.
Cash inclinou a cabeça e olhou de Channing a Gemma.
— Temo perguntar o que isso quer dizer.
— Deveria temer — Gemma dirigiu sobre seus pés. — Não obstante, é mais de uma coisa de
“mãos em cima de qualquer maneira”.
— Sim? Bom, felizmente não tenho que estar em nenhuma parte agora mesmo. Poderia
demonstrar pondo suas mãos em mim tudo o que queira.
Gemma riu, um pouco nervosamente.
Cash deu outro passo mais perto e franziu o cenho. Levantou sua mão e esfregou as pontas
de seus dedos através da testa de Gemma. Delicadamente. Três vezes.
— O que está fazendo?

122
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Tem uma mancha de sujeira ali mesmo, e um pedaço de pasto metido em seu cabelo.
Esteve rodando ao redor do feno?
— Não teve rodadas no feno para mim por muito tempo — Gemma replicou.
— Essa é uma maldita vergonha para chorar — Cash disse brandamente.
O ar espessou. Channing conteve seu fôlego, sentindo como uma intrusa.
— Ah. Bom, boa noite, Cash.
— Boa noite, Gemma. Doces sonhos, carinho.
Cash voltou para Channing.
— Vamos, a guiarei de qualquer maneira.
Depois de que alcançaram o reboque para cavalos, Channing disse
— Sabe que, Cash, na realidade deveria adotar uma aproximação mais direta com Gemma.
As coisas de sigilo índio não estão funcionando. Ela não tem nem ideia de que está tão louco por
ela.
Antes que seu rosto pudesse voltar um pouco mais vermelho, Channing enviou um beijo e
fechou a porta em seu rosto.

CAPÍTULO 15

As luzes estavam apagadas dentro. Nem Trevor nem Edgard estavam ajeitados no chão.
Onde estavam? Apareceu no local de dormir. As possibilidades de que Colby estivesse dormido
eram escassas se enviou Cash a procurá-la.
— Colby?
— A que maldita hora volta. Onde esteve?
— Falando com Gemma. Por quê? Sentiu minha falta?
Silêncio.
— O que pensa?
— Penso que se for dar uma bronca, darei meia volta, partirei e seguirei bebendo cerveja
com Gemma.
— Sinto muito. Só estou aborrecido. Um pouco solitário. E sim, sentia saudade, de acordo?
Ela sorriu na escuridão.
— Está bem. Necessita algo antes que me aproxime aí? Gelo para sua mão?
— Não. Estou bem.
Channing subiu e acendeu o abajur de parede da cabeceira.
Imediatamente, seus bíceps esquerdo cobriu seu rosto.
— Ai! Meus olhos. Apaga essa maldita coisa.
— Pobre bebê — Clique. Volta às sombras — Como se sente?
— Sinceramente? A mão dói. Minhas costelas estão doloridas. E estou tão malditamente
quente que estive deitado aqui pensando em me masturbar buscando um pouco de alívio rápido.

123
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Exceto que minha mão direita está toda enfaixada e não sou tão bom com a esquerda.
Ela riu e inclinou para roçar seu pescoço.
— E se ofereço um pouco de alívio? Não sou boa com a esquerda tampouco. Talvez fosse
melhor para ambos se usasse minha boca.
— Uh. Claro. Sua boca. Sim… Claro. Isso estaria bem.
Colby? Com a língua travada? Ela não sabia se sentia comovida ou nervosa.
— Devido a que isto está escuro aqui e não quero machucá-lo, guia-me para onde necessita
— Pôs seus dedos sobre os lábios dele, seguindo a quente plenitude.
Ele os beijou, chupou seu dedo indicador e seu dedo do meio em sua boca brevemente,
depois envolveu sua mão ao redor da dela e retirou as mantas para trás para pôr sua palma sobre
seu pênis ereto. Em algum momento ele tirou a cueca, assim só o sentiu. Comprido. Grosso. Duro.
Quente. Preparado.
Channing baixou rapidamente pelo corpo de Colby, evitando golpear seu peito. Ela preferia
tomar um atalho e riscar um atalho de suaves beijos curativos e carícias sobre suas costelas
machucadas. Mas sabia que ele preferiria um rastro de beijos quentes e famintos descendo por
seu pênis. Algumas rápidas e duras lambidas e ela o introduziu dentro de sua úmida boca.
Colby gemeu e arqueou, tentando empurrar seu pênis mais profundamente. O que durou ao
redor de um segundo, porque fez uma careta de dor e caiu para trás de novo ao colchão, deixando
que seu pênis deslizasse livre entre seus lábios.
Channing sabia que o Sr. Tomo o Controle preferia agarrar seu cabelo e dirigir sua boca para
onde ele queria. Mas devido que Colby estava ferido, não conseguiu tomar o controle. Sua
imobilidade daria a oportunidade de decidir o nível de participação que permitiria. Por uma vez,
ela ia dirigir o espetáculo.
Heh, heh. Isto ia ser tão divertido.
— Channing, carinho, não posso mover muito assim vai ter que fazer…
— O que me dê vontade. Eu, eu. Não é isto uma mudança nos papéis? — Ela sacudiu a ponta
rígida de sua língua de um lado a outro sobre o lugar mágico sob a cabeça de seu pênis. Depois se
retirou para soprar um fluxo de fôlego fresco sobre a área úmida.
Ele vaiou.
Jogou com ele. Chupando profundamente no oco escorregadio de sua boca até que seus
lábios arrastaram pela base de seu pênis. Construiu um ritmo sedutor e calculador com os golpes
firmes de sua mão e provocando arrastos de sua boca molhada que quase o enviavam voando
sobre esse bordo escuro. Duas vezes. Mas parou de acariciar suas bolas em ambas as ocasiões.
Lambendo seus sacos ajustados como se fosse um gato. Fazia rodar em sua boca como se
estivesse chupando um pirulito.
Quando todo o corpo dele começou a tremer ela soube que não era de febre. Poderosa
droga, estar no comando. Teria que prová-lo mais frequentemente.
Seus lábios firmes mordiscaram acima e abaixo os lados dessa estirada longitude de carne
rígida até que estremeceu contra seu estômago. Um lamento pequeno aqui, uma lamento
pequeno ali. Evitou a ponta que estava chorosa por sua atenção.

124
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Colby gemeu e moveu seus quadris ligeiramente.


— Agora esta sendo cruel.
— Não. Séria cruel se parasse completamente. E se queixa outra vez, isso é o que farei.
— Não faria.
Channing fez como se deixasse.
— Está bem, está bem! Acredito. Jesus. Não vá, carinho. Ficarei comportado.
Ela sorriu afetadamente e deixou seu cabelo cair sobre seu corpo machucado, uma e outra
vez, um milhar de pestanejos de prazer sobre sua sensibilizada pele.
Ele estremeceu e disse
— Isso se sente tão bem. Tudo o que me faz se sente bem.
Ela lambeu seu pescoço, parecido como fez seu pênis e ele gemeu. Depois de brincar com o
lóbulo de sua orelha com a língua, os dentes e seu fôlego, que o deixaram louco, sussurrou
— Onde está a lubrificação?
Com uma mão, Colby desesperadamente deu algumas palmadas ao lado dele e depois
pressionou um tubo de metal frio contra seu braço.
Ela recuou.
— Já tinha KY aqui? Muito crédulo, não, vaqueiro?
— Não. Só esperançado. Sou desse tipo de cara otimista; acredito que esqueceu isso por
mim, doce.
Otimista. Certo. O homem era simplesmente presumido. Channing abriu a tampa da
lubrificação. Em vez de esquentar o gel em sua mão primeiro, jorrou uma linha fria diretamente
descendo por seu pênis.
— Jesus Cristo! — Elevou e ficou paralisado diante da dor repentina que o movimento
causou antes de deixar cair de novo para baixo — Merda. Isso está frio.
— Acostumará — Ela murmurou e começou a trabalhar metodicamente com o movimento
escorregadio de sua palma.
— Merecia isso, Não?
— Sim. Mas merece isto também — Channing beijou o extremo de seu pênis, abriu seus
lábios amplamente e deslizou essa gloriosa pele masculina suave além de seus dentes, sobre sua
língua, até que seu eixo esteve enterrado tão fundo como foi possível em sua boca.
Com uma mão arrastou seus dedos delicadamente sobre suas bolas enquanto sua boca
faminta bombeava mais e mais rápido, deixando a lubrificação e as misturas de saliva juntas até
que ele esteve empapado por todos os lados, como ela sabia que gostava. Gostava também. Meu
Deus! Adorava baixar sobre ele, como demonstravam suas próprias coxas pegajosas da excitação.
Colby começou a ficar sem fôlego e a amassar seus quadris contra seu rosto, sussurrando
— Por favor, por favor, Meu Deus!, Não pare… Sim… ah… Assim… Mais… OH, garota. Eu
adoro, fodidamente, isto. Condenada, é boa nisso. Sim.
Ao segundo que suas bolas elevaram, ela girou seu dedo do meio ao redor da umidade que
tinha entre as pernas e deslizou em seu ânus.
—Merda! — Ele se incorporou, agarrou seu cabelo e a segurou em seu lugar enquanto

125
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

começou a gozar.
Ela manteve seus lábios envoltos ao redor de seu pênis enquanto ele empurrava e explorava
em sua boca. Ela cavou suas bochechas e chupou, tragando cada jorro quente, perdendo em seu
sabor. Com o poder de fazer que este homem forte cedesse o controle. A ela.
— Channing, Meu Deus, que está fazen...
Ela lambeu meigamente a ponta de seu semiereto pênis e moveu e empurrou esse dedo
mais duro, mais profundo dentro de seu ajustado canal traseiro. Colby ficou completamente
quieto, e logo apertou seus músculos, fazendo pressão duramente, moendo seu traseiro na mão
dela, gozando de novo ao redor de seu bombeante dedo.
Colby lançou um grunhido mas ficou quieto quando ela empurrou para trás completamente.
— Vai, fodidamente, me matar. Isso foi tão malditamente bom que se morresse amanhã,
morreria como um homem feliz.
Isso a golpeou então. Colby podia morrer amanhã realmente. Algo podia sair mal com os
potros ou com os touros ou inclusive com seu cavalo e podia estar morto em questão de menos de
oito segundos.
OH, Deus. A ideia de que este homem resistente fosse uma bolsa de ossos fraturados. A
ideia de não vê-lo nunca mais. A ideia dele frio, morto e enterrado. Recordou a triste expressão
nos olhos de Gemma quando falou sobre perder o amor de sua vida. E o fato de que Channing se
sentisse da mesma maneira exatamente representava...
Que estava apaixonada por Colby McKay.
Incorporou de novo sobre seus joelhos.
É obvio Colby intuiu sua angústia.
— Chan? Carinho. O que aconteceu?
— Um, nada. Deveria deitar e descansar.
— Não até que não me diga por que de repente passou de quente a gelada — Fez uma
pausa — Não estará envergonhada de algo que tenhamos feito? Ou sim?
— Meu Deus! Não. É só que... Está ferido e deveria estar descansando e não esbanjando o
tempo fodendo comigo.
Colby a agarrou pela camisa e puxou ela até que estivessem nariz contra nariz.
— Essa é a coisa mais, malditamente, estúpida que alguma vez escutei dizer. Nada do que
fazemos quando estamos a sós é uma perda de tempo.
— Me solte.
— Não.
Channing afastou, e Colby fez uma careta de dor, mas apertou seus dentes e a segurou.
— Vê? Está ferido e dolorido e não posso suportar. E o que é pior, é que não posso suportar
a ideia de que isto volte a acontecer. A próxima vez, é possível que seja algo inclusive pior — Sua
voz quebrou.
— Ssh. Toma uma profunda respiração — Atraiu sua testa a seus lábios — Isto é do que se
trata? Por que me machuquei hoje?
Ela assentiu com a cabeça, muito mais que acovardada de dizer o resto de sua revelação.

126
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Quem acreditaria que uma pessoa podia apaixonar em quatro dias de todos os modos? Um
disparate romântico.
Embora não pareciam somente quatro dias. Não sentia como um disparate. Sentia...
Correto.
— Nada do que diga convencerá de que estou bem, não?
— Provavelmente não.
— Channing. Me olhe.
Ela girou de lado. Beijou com ternura. Ela derreteu no beijo, deixando pensar que a
tranquilizou enquanto se perguntava se algo alguma vez a aliviaria de novo.
Colby esfregou sua mão sobre sua cabeça, entrelaçando seus dedos em seu cabelo.
— Melhor?
— Claro.
Deixou cair sobre suas costas e suspirou.
— Agora bem! Por que não tira os shorts, aproxima aqui e se senta sobre meu rosto?
— O que?
— Já me escutou. Não posso usar minhas mãos mas, em qualquer caso, sou melhor com
minha língua — Sorriu abertamente e seus dentes brilharam intensamente na escuridão. Um
pouco com a voracidade de um louco, pensou ela.
— Eu… Eu não sei se essa é uma boa ideia.
— Sim, sabe. Posso cheirar essa nata doce entre suas coxas e tenho em mente saborear,
carinho. Comprido, lento e profundo. Da forma que tenho em mente, não pode me machucar.
Você terá o controle total. Parece que realmente você gosta. Infernos, sou um tipo moderno. Não
me importa que tenha o controle de vez em quando.
Channing sentia que a calidez entre suas pernas começava a pulsar com renovado interesse.
Despiu.
— Como fazemos isto?
— Lança sua perna sobre meu peito como se fosses montar a cavalo. Depois fica de quatro
com os joelhos em minhas orelhas e apoia essa vagina diretamente em meu rosto — lambeu os
lábios como se estivesse oferecendo uma comida de gourmet.
A velha Channing estaria mortificada expondo muito de seu corpo menos que perfeito a um
homem, suas partes privadas especialmente, de tal íntima maneira. Mas Colby não só era
qualquer homem. Era seu homem, seu amante. A achava sexy e quente e a desejava como era,
com seus defeitos, seu traseiro gordo e todo o resto.
— Aguenta, vaqueiro, estou montando — Beijou seu estômago e seu peito e deu a volta em
cima dele, encontrando a si mesma muito mais excitada que quando pendurava em cima dele ao
contrário.
— Sim. Dê-me um pouco dessa doçura. Vá para trás, doce. Assim — Colby enterrou seu
rosto em sua vagina.
— OH meu Deus — Neste ângulo as sensações eram totalmente diferentes. Mais frias,
enquanto suas calorosas partes estavam cavalgando alto no ar. Mais molhadas, enquanto as

127
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

bochechas dele e sua língua estendiam a umidade de sua boca e seu sexo até o interior de suas
coxas e mais acima, através de seu pelo púbico e de novo até seu traseiro. Mais agudas. Ou
podiam ser as mordidinhas dos dentes de Colby. Ou o duro movimento constante de sua língua.
— Você gosta assim?
— Sim — O interior de suas pernas começou a vibrar. Cada pequena parte de sua pele
palpitou. Channing balançou contra ele, gemendo quando seu orgasmo rondava as bordas — Vou
ser muito rápida com o gatilho desta vez.
— Bem. Vejamos se isto não provoca — Lambeu, mamou e mordeu seus clitóris, fazendo
pequenos ruídos de mmm-mmm entre eles, sorvendo ruidosamente seus sucos, introduzindo sua
língua profundamente dentro de sua vagina, fodendo-a com sua boca até que provocou que
deixasse cair seu úmido sexo para baixo e gozasse sobre seu rosto.
Depois disso, caiu a seu lado como um tremulo farrapo, respirando duro, surpreendida uma
vez mais pela forma em que estava em sintonia com este homem sem necessidade de dizer uma
palavra.
— Maldição! Ia pôr um pouco de gelo nessa bonita vagina e a chupar para ver como você
gostava disso, mas me despistei.
— Está perfeito. Poderia ter me matado.
— Se aproxime aqui e me dê essa boca.
— Está querendo jogar a beijar comigo um montão hoje, Colby.
— Não, nah. Não só hoje. Todos os dias.
Enquanto Channing arrastava seus lábios provocativamente sobre os seus, a porta do
reboque se abriu de repente. Ambos ficaram congelados no meio do beijo.
Trevor riu.
— Cheira como sexo daqui. O que é o que tem que fazer um tipo para conseguir um convite
à diversão aos jogos? Ou estou excluído estes dias?
A mão de Colby acariciou o rosto dela. Sussurrou
— Você decide.
— Não se importa?
— Sei que parte da razão de que esteja viajando conosco é cumprir suas fantasias de foder
com dois tipos ao mesmo tempo. Estamos ambos aqui. E os dois desejosos. Tem que fazer o que
for que faça feliz, Chan.
Essa não era a resposta que desejava, mas talvez fosse a que necessitava para voltar a pôr as
coisas em sua devida perspectiva. Esta era uma aventura sexual. Uma aventura sexual temporal,
nada mais. No calor do momento confundiu a luxúria com o amor. Sorriu e empurrou para trás
sobre seus calcanhares.
— Esperamos aqui, Trev.
— Nu?
— Totalmente.
— Maldita quentura. Dêem-me um segundo para seguir.
O rosto de Colby era ilegível na escuridão. Excitou com a ideia de fazer um trio? Sabia que

128
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

esta situação não era nada nova para ele e Trevor.


Mas a surpreendia que, inclusive com tudo o que fez e visto hoje, a ideia de ser fodida por
Colby e Trevor ao mesmo tempo chutou sua luxúria de volta a alta velocidade.
O colchão se moveu quando Trevor encarapitou nele.
— Colby, Sente melhor, amigo?
— Sim. Minha menina Channing o beijou e fez que tudo estivesse melhor, Não, carinho?
— Sim — Ela olhou para Trevor e arrastou para ele como um gato sigiloso — Desde que
Colby está deitado de costas, vê como o que se deixa fazer. Sabemos o que sou. Estão adivinha, O
que é o que é você?
— Muito sortudo — Trevor a agarrou ao redor da cintura, puxou ela para seu peito
descoberto e esmagou sua boca sobre a sua. Seu beijo foi uma amostra de agressão.
Channing devolveu sua agressão. Rastelando suas unhas sobre seu peito suave, afundando
seus dedos nos magros ossos de seu quadril. Envolveu sua mão ao redor de seu pênis e bombeou
de cima a abaixo energicamente, recordando quanto gostou, duro e rápido, quando Edgard fez.
Trevor segurou seus seios e baixou sua cabeça, mamando seus mamilos, mordendo com
seus dentes até esse ponto de dor e recuando quando ela gemia. Usando a umidade de sua boca,
seu dedo médio desenhou uma linha reta para baixo desde seu estômago até seus clitóris.
O ar voltou pesado com os sons da respiração entrecortada, e o aroma escuro e
embriagador do sexo.
Colby disse
— Channing. Vêem aqui. Agora.
Sua voz gotejou autoridade e... Ciúmes? Colocou sua mão sobre o rosto de Trevor enquanto
sacudia sua língua sobre seu mamilo ao mesmo tempo em que seu dedo trabalhava seus clitóris.
Não queria que ele parasse. Arqueou para ele procurando mais.
— Meu Deus! Isso é tão bom.
— Esquenta depressa, Não?
— Channing — A voz de Colby era mais afiada.
— Em um minuto.
— Não. Agora.
Trevor liberou seu mamilo com um estalo forte, olhando para cima e sorrindo.
— Parece como alguém que está preparado. Está?
— Mmm… hmm. Tem camisinhas?
— Aqui mesmo.
Channing girou e voltou para Colby.
Ele agarrou seu pênis com sua mão esquerda e estava acariciando ocioso. Seus olhos
emitiram brilhos de desafio.
— Está preparada para ser fodida? Pelos dois? Meu pênis em sua vagina e o de Trevor
investindo seu traseiro?
Por um segundo ficou paralisada. Olhou sobre seu ombro a Trevor.
— Sei que poderia parecer um pouco tarde para perguntar isto, mas deveríamos estar

129
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

falando sobre ETS? Especialmente desde que...


— Desde que sou bi? Edgard é o único homem com que alguma vez estive, Channing. Não
tenho SIDO ou outra coisa. Nem tampouco Edgard, de acordo? Usamos camisinhas sempre. Está
segura. Estamos seguros. Juro isso. Não estaria fazendo isto nesse caso.
Ela assentiu com a cabeça.
Colby disse
— Ponha a camisinha sobre mim. Não posso esperar ver o olhar em seu rosto quando
estivermos os dois dentro de você.
Seu coração parecia estar bombeando a uma milha por minuto enquanto rodava a
camisinha. A emoção, o medo, a curiosidade… Todos dançaram em sua cabeça e dispararam seu
sangue. Estendeu sobre a pélvis de Colby, plantando suas palmas planas sobre o colchão perto de
seus ombros.
— Está seguro de que isto não vai machucar?
— Segue adiante e me machuque. Essa é a espécie de dano que eu gosto —Colby a beijou
com um dilúvio quente de paixão.
Trevor seguiu a linha de seu traseiro até a roseta escondida entre suas bochechas. Um gel
fresco estendeu sobre o apertado ponto antes que um grosso dedo a trabalhasse dentro. Colby
disse
— Enquanto ele está fazendo isso, desliza meu pênis dentro dessa úmida vagina. Tome de
um golpe.
Ela levantou seus quadris e estendeu a mão para trás para guiá-lo. Era insuportavelmente
erótico, a forma em que suas mãos se tocaram e retorceram ao redor de seus rígidos sexos
conjuntamente enquanto olhavam fixamente um nos olhos do outro e misturavam sua respiração
entrecortada. Um empurrão para baixo e toda a dureza masculina deslizou em pleno, facilitada
pela emoção líquida de sua vagina empapada.
— Se incline — Trevor insistiu — Sei que não quer esmagar suas costelas, mantenha o
equilíbrio sobre seus joelhos. Sim. Assim. Vamos!. Dê-me esse traseiro. Vai se sentir fodidamente
bem.
— Toma cuidado — Colby advertiu a Trevor — É nova nisto. Vá lento e não a machuque ou
chutarei seu traseiro.
Comovida pela preocupação de Colby, esmagou seus lábios contra os dele enquanto Trevor
pressionava a cabeça de seu pênis em seu traseiro e depois o conduziu diretamente dentro.
Ela gemeu na boca de Colby.
— OH Deus. Isso dói.
Colby moveu seus lábios para sua orelha.
— Ssh. Vamos! Está bem. Fizemos isto antes. Não temos que ir rápido. Deixa que seu corpo
se adapte, carinho. Você marca o ritmo. Podemos ir tão devagar como quer.
Por um segundo, ela quis parar.
— Quando estiver preparada, empurra abaixo em mim e Trev sairá.
As pontas dos dedos ásperos de Trevor desceram por sua coluna.

130
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Chan? Está bem?


Não.
— Claro.
Um segundo depois o pênis de Trevor saiu até que somente a cabeça ficou dentro de seu
canal traseiro.
Channing não moveu sobre o pênis de Colby absolutamente. Estava temerosa de fazer. A
plenitude... Queimava. Conteve a respiração até que esteve tonta.
— Trev. Isto não está funcionando. Ela está totalmente tensa.
— Quer que pare?
— Um segundo — Murmurou — Doce? O que necessita?
Alguém que me distraia.
— Alguém que toque meus clitóris.
Colby disse a Trevor
— Pode alcançá-la?
— Claro. Se me deslizar de novo até o fundo.
— Faça.
Ela estremeceu quando os quadris do Trevor encheram de novo sua parte traseira.
Trevor a alcançou abrangendo e riscou círculos ao redor de seu escorregadio clitóris,
tomando cuidado de não tocar acidentalmente o pênis de Colby que ela introduziu dentro.
— Me diga o que quer que faça por você.
— Acima e abaixo. Não com seu polegar. Com seu dedo. Pressiona aí mesmo. — Ooh. Isso se
sente bem — Ela relaxou um pouquinho.
Colby disse
— Ponha suas mãos junto a minha cabeça e pendura seus seios mais perto de minha boca,
carinho.
Channing moveu e a boca de Colby aderiu a seu mamilo. Concentrou em seu seio sensível,
trocando de um lado a outro, lambendo brandamente, depois chupando energicamente, soprando
ao redor das pontas, arrastando os beijos com a boca aberta através dos montículos e acariciando
as curvas inferiores ultra- sensíveis, sussurrando absurdas palavras de amante, que a acalmaram.
Então entre a concentração sobre seus seios de Colby e a atenção paciente de Trevor ao seu
clitóris começou a estar transbordante de puro prazer. A dor se acalmou. E antes que se desse
conta começou a chocar contra o pênis de Trevor para trás, insinuando para um empurrão mais
profundo.
Trevor forçou para frente, e depois recuou. Durante sua lenta retirada, Channing se moveu
para baixo sobre a haste de Colby e elevou quando Trevor saiu. Construíram um ritmo regular e a
sensação de ardor intenso tomou um giro diferente e agradável. Quando a cabeça do pênis de
Trevor roçou a de Colby através da malha magra que os separava, o ritmo diminuiu de velocidade.
Ela se arqueou em resposta ao seu corpo, um formigamento açoitado por um profundo
batimento do coração dentro desses tecidos. Gemeu em voz alta.
Trevor disse

131
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Sente bem? Preparada para mais?


— Sim.
— Usa meu pênis para foder a si mesma tudo o que deseje — Colby disse contra o oco de
sua garganta, a diversão de seu sussurro urgente converteu sua pele em um mole arrepio — Me
mostre que você gosta. Me mostre como posso fode-la da próxima vez, quando estivermos só nós.
Channing levantou a cabeça e fechou seus olhos, dando a si mesma um momento, enquanto
Trevor agarrou o ritmo e golpeou essa glândula secreta em cada empurrão para frente. Colby
amamentou seus mamilos até que pensou que a atenção unânime e constante a seus seios a faria
chegar.
Afundando. Retirando. Um jogo de ida e volta, de aparecer e desparecer dois duros pênis. Os
percursos se voltaram mais curtos. Mais rápidos. Mais duros.
— Estou perto, Chan. E você? — Trevor perguntou.
— Eu também, carinho. Me amasse — Colby ofegou — Logo, quando disser, me aperte duro.
Trevor golpeou uma última vez, com suas mãos como bandas de ferro ao redor de seus
quadris enquanto gozava. Grunhindo. Resistindo perfeitamente enquanto seus músculos anais
apertados o ordenhavam. Ela sentiu o pulso de seu pênis, mas com a camisinha, não notou essa
rajada quente de umidade.
Colby colocou em ângulo seus quadris e fez uma careta de dor.
— Mais rápido. Diabos sim. Foder é um sonho. Empurra com força.
Ao segundo em que fez, seu orgasmo tomou por surpresa. Os músculos em seu ânus se
contraíram ao redor do pênis de Trevor, ainda afundado profundamente em seu traseiro. Quando
o orgasmo de Colby disparou através dele, ela jurou que sentiu vibrar a ponta de seu pênis na
parte posterior de sua garganta. Saboreando na realidade. A seguir a raspagem de seu cabelo
púbico sobre seus clitóris, provocou outro, o máximo apogeu palpitando mais forte e ela gritou
com o orgasmo mais embriagador, extenuante e incrível de sua vida.
No último momento, quando saiu desse lugar nebuloso de prazer absoluto, recordou não
cair sobre o peito de Colby. Ficou intumescida, com a cabeça agachada, e seu cabelo formando um
atoleiro sobre a cama, em cima da cabeça de Colby.
Trevor saiu primeiro. Afundou seus dentes na curva onde seu ombro encontrava seu
pescoço e arrastou os beijos ao longo do pendente de suas costas, até que ela tremeu.
— Obrigado. Espero que fosse tudo o queria que fosse. Seguro que foi tudo isso para mim. É
uma mulher sexy e formosa — Cambaleou fora do compartimento dormitório e saiu do reboque.
Channing suspirou em outra respiração imperfeita, não sendo capaz de pensar além dos
tremores que ainda atormentavam seu corpo.
— Channing? Carinho?
Sua cabeça elevou diante da pontada de dor na voz de Colby.
— OH, merda! Sinto muito. Provavelmente estou machucando.
— Não. Me olhe.
Ela afastou o cabelo de seu rosto e colocou em ângulo elevando suas costas, mantendo
completamente dentro dela. O homem estava ainda duro.

132
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Algo indefinível ocultou no intenso olhar de Colby.


— Isso cumpriu suas fantasias mais selvagens, doce? Estar com dois caras?
Ela não podia falar, simplesmente assentiu.
— Bem. Porque não vai acontecer de novo — Sua mão livre atou em seu cabelo e atraiu seu
rosto em frente do seu. Seus olhos azuis brilhavam de calor — Você é minha. E algo que tem que
aprender sobre mim é que não compartilho o que é meu.
— Colby…
— Sua pequena aventura sexual está acabada. Entende? Algo que necessite na cama o
obterá de mim. Darei isso de qualquer maneira que deseje, sempre que querer, mas serei o único
que fodera, Está isso claro?
Olhou fixamente.
Colby incorporou bruscamente e puxou suas pernas ao redor de seus tornozelos até que se
cruzaram na parte baixa de suas costas. Esmagar estômago contra estômago e peito contra peito
não era suficiente para ele. Sua mão esquerda rodeou sua nuca e os atraiu nariz contra nariz assim
que seus lábios estavam separados somente por uma respiração. Ele levantou seus quadris,
cravando seu pênis duro e alto.
— Para. Está me machucando.
— Se for machucar, vai ser fodida até que nenhum de nós possa caminhar. Se for desmaiar,
vai gozar tão malditamente duro ao topo da explosão de minha maldita cabeça. E se toma toda a
noite, carinho, vou provar que mover até o posto número um de ser a única coisa em minha vida
que tem o poder de me machucar mais.
As lágrimas provocaram seus olhos e entregou a sua necessidade, permitindo este homem
duro mas terno que o demonstrasse da única maneira em que sabia como… Com seu corpo.
Devorou sua boca com beijos famintos. Lambeu seu pescoço. Marcou sua pele por todos os
lados sugando com beijos úmidos. Marcou com seus dentes. Marcou com o arranhão de sua barba
sobre sua delicada carne. Marcou com seu aroma.
Foi um contato prolongado, um emparelhamento em cru. Quente. Elementar. Forte.
Durante seu primeiro orgasmo ela agarrou em seu cabelo e cavalgou para fora. Durante o segundo
orgasmo, cravou suas unhas nas bochechas de seu traseiro e estremeceu contra seu peito
ofegante. Durante o terceiro clímax arranhou suas costas o suficientemente forte para desenhar
sangue enquanto amassava sua pélvis contra a dele.
Empapado de suor, faltando o fôlego, não era suficiente. Para nenhum deles. Depois de que
Colby tivesse gozado outra vez, retirou seu ainda firme pênis de sua vagina inchada. Pressionou
sua boca contra sua garganta.
— Tira a camisinha.
Assim que Channing retirou, usou suas fortes coxas para mudar o ângulo de seus quadris.
— Quero seu traseiro, Channing. Quero olhar em seus olhos enquanto esteja fodendo aí.
Quero mamar de seus seios quando gozar. Enquanto sinta chegar esses músculos apertados
espremam cada rajada quente. E se isso não é suficiente para você, farei outra vez — Estava sem
fôlego contra seu pescoço, enviando calafrios através dela — Foderei este doce traseiro com meus

133
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

pênis enquanto meus dedos fodem sua vagina. Continuarei assim até que saiba que sou o único
homem a quem necessitará para sempre.
Suas palavras, sua resolução, roubaram sua razão.
— Colby, por favor. Suficiente. Sei.
— Não, não sabe. Meu Deus! Não tem nem a mais remota ideia do que necessito de você.
Pelo que posso dar. Mas tenho em mente demonstrar isso.
Quando ela inclinou seu rosto para o dele e olhou fixamente em seus olhos, viu dor. Dor
emocional. Dor física real. Esta... Posse estava fazendo racho nele. Channing levantou, e guiou seu
pênis para sua entrada traseira. Devagar afundou para baixo, deleitando em como podia
transformar sua dor e seu acesso de cólera em prazer.
E era prazer, uma rendição pausada enquanto dava cada parte de seu corpo. Quando
chegou ao clímax, seguiu justo atrás, perdida na maneira mimada em que a fez sentir. Quase como
amor.
Colby escorreu fora e deixou cair exausto. Channing estudou a multidão de cicatrizes
brancas velhas que cobriam a maior parte de seu corpo, desejando poder sarar essas velhas
feridas, tocando sem restrições enquanto o observava dormir.
Mas o sono demorou muito tempo em chegar para ela.

CAPÍTULO 16

Colby não estava particularmente surpreso quando despertou sozinho na manhã seguinte.
Ele foi duro com Channing. Mais exigente, mais necessitado e mais dominante do que nunca foi
com nenhuma mulher.
Mais que um total estúpido, também.
Falar sobre tratar de fode-la na submissão.
Suspirou e tentou mover. Fez uma careta de dor e gemeu diante das dores persistentes no
corpo. Desde sua queda dos touros e cavalos broncos. OH, e sua queda reta no amor com
Channing Kinkaid.
Maldição.
Não dirigiu bem. Precisava esclarecer e justificar com ela antes que ambos fizessem algo
estúpido e escapassem de outra série de problemas. Particularmente por como eles sentiam, com
tanta força, em tão pouco tempo. Rodou sobre seu lado e a dor aumento rapidamente em seu
braço.
— Jesus, merda.
— Ah, vive. Necessita ajuda para descer? — Disse Edgard do fundo da escada. Colby
congelou. Pensava que estava sozinho. Na realidade, esperou que Channing estivesse sentada na
mesa, desfrutando de seu café da manhã. Esperando por ele para prostrar — Não. Não me
importaria se você pudesse me jogar um frasco de aspirinas e uma garrafa de água.

134
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Não há problema.
A pequena geladeira abriu e fechou. A cabeça de Edgard apareceu e as pastilhas para a dor
sacudiram ruidosamente no plástico quando aterrissaram no saco de dormir.
— Obrigado, homem — Disse enquanto alcançava a garrafa de água que oferecia — Sinto-
me como uma merda.
— Ainda vai montar hoje?
— Sim demônios.
— Imaginei que sim. Trevor tirou para exercitar King. Será melhor que comece a mover. São
quase oito.
A última chamada para registrar era às 9. Provavelmente tomaria menos esse tempo para
trabalhar os retorcimentos de seu dolorido corpo, e obter um recobrimento fresco de unguento
distribuído em grande quantidade sobre suas dores e moléstias e envolver sua caixa torácica em
vendagens.
— Há água quente ainda para tomar banho?
— Deveria. Ninguém mais utilizou esta manhã.
Colby se deixou cair, tinha uma má sensação revolvendo sua barriga.
Edgard suspirou.
— Quanto tempo tomará antes que pergunte onde esta ela, McKay?
— Bem. Onde está ela?
— Recolheu suas coisas cedo, esta manhã e foi com Gemma.
— Que coisas?
— Sua bolsa de lona. Alguns objetos.
Merda. Mantenha a calma.
— O que disse antes de ir?
— Disse que dissesse que ia vê-lo mais tarde — Edgard apareceu à cabeça por cima da borda
da cama e estudou. Colby respondeu bruscamente:
— O que?
— Que aconteceu ontem à noite além disso do trio, amigo?
— Você sabia sobre isso?
Ele assentiu com a cabeça.
—Trevor veio para mim depois. Sabia que algo estava acontecendo com vocês dois. Disse
que sentia ciúmes. Quer falar disso?
Se Colby tinha um problema precisava discutir a fundo, ele usualmente falava com Trevor,
não com Edgard.
Mas à medida que crescia uma nervura ciumenta pensando em Trevor e Channing juntos,
quando Trevor estava, OH, puto gay, talvez fosse óbvio que ele estava enfurecendo quando essa
pequena fera estava preocupada.
— O que ocorreu foi que eu fui um total imbecil.
— Então se desculpe com ela.
— Não sei se isso será suficiente. Merda. Não sou bom diante deste tipo de merda. Nunca

135
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

sei que demônios se supõem que devo fazer. Ou dizer. Não é por menos que ainda siga solteiro —
Apertando os dentes contra a dor se sentou. Discutir nunca solucionou uma maldita coisa. Mudou
de assunto — Onde estava ontem à noite de qualquer maneira?
— No telefone. Minha mãe ligou.
— Do Brasil? Algo sério?
— Sim. Evidentemente, há alguns problemas em meu rancho no último mês. O capataz não
a deixou entrar quando ela chegou de carro para verificar as coisas. Quando finalmente permitiu
o acesso, viu que ao menos cinquenta pessoas estavam vivendo ao redor da casa principal do
rancho. Eles mataram meu gado para comer. Destruído arvores para lenha. Construíram alguns
barracos… É uma grande confusão.
— Merda, homem. Sinto muito. O que é o que vai fazer?
— Ir para casa. Deverei ir hoje — Edgard saltou do assento e começou a passear — Trevor
tem seu coração posto na competição de Cheyenne. Não posso somente o deixar abandonado. Ele
me necessita — Expulsou uma risada amarga. — Esta poderia ser primeira para ele.
Colby fez girar suas pernas para a escada.
— As preliminares são em dois dias. Há ao menos quatro heelers29 que poderiam trabalhar
com ele, Ed.
— Sim, mas ele é supersticioso. Ele me quer como seu heeler porque fizemos tão bem em
Cheyenne o ano passado. O problema é que nos fartamos justo agora. Assim, não estejamos fora
da corrida pela fivela e o dinheiro, estarei em um avião rumo ao Brasil.
Colby abriu sua boca e a fechou.
— O que?
— Sabe Trevor que vai?
— Sim. O que não sabe é que uma vez que volte para casa, não vou voltar aqui. Ele é bem-
vindo para vir comigo. Ou pode ficar aqui. É sua escolha — Edgard olhou Colby — Tudo o que sei é
que não posso seguir com isto mais. Trevor não pode ter ambas as coisas.
Um pesado silêncio oprimia o ar.
Colby arranhou o queixo.
— Desejaria saber que dizer.
— Não há nada que dizer. O amor respira em todas as partes, amigo. — Ao sair, Edgard
parou na porta e voltou. — Um conselho. Não arruíne esta coisa com Channing. Não esconda
como se sente com ela. Porque alguns de nós não recebemos essa opção.
Colby não tinha nada que dizer a isso tampouco. E só tinha meia hora antes que tivesse que
aparecer, fingiu que não estava vencido, confuso como o inferno, e preparado para agir no rodeio.

— Maldição, Gemma, Nunca vou conseguir isto!

29
Termo em inglês para o vaqueiro a cargo de utilizar a corda de rodeio para atar às pernas do boi. Supõe que amarra ambas as
pernas, embora ainda e julgado se só amarra uma perna.

136
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— OH silencio, Channing. Você está fazendo bem.


— Quanto tempo tomou para aprender a atar nós de liberação rápida?
Gemma sorriu.
— Aprendi quando tinha cinco anos, assim que estive fazendo durante muito tempo. Vamos.
Temos que pendurar este arnês. Preciso checar minha mercadoria antes que inicie o rodeio.
Channing girou a corda de nylon por cima de seu ombro, recolheu a sela e a manta e seguiu
Gemma à parte traseira do reboque de cavalos.
— Obrigado por deixar tomar banho aqui esta manhã.
— Um pouco apertados na plataforma de Trevor com você e com eles, três vaqueiros
grandes, huh?
Não, era um pouco incomodo depois do que passou ontem à noite, como é, foi o inferno.
Não estava segura exatamente. E não tinha nenhum desejo de enfrentar Colby essa manhã, ao
menos até que tivesse um julgamento sobre ela. Ou resolvesse que é o que tinha que fazer.
Suspirou.
— Vai dizer o que está acontecendo, garota?
Channing não respondeu.
— Bom, algo literalmente está acontecendo. Sabe Colby que deixou esses grandes chupões
em toda parte de seu pescoço? E riscos de barbeado? Tratou-o de morder seus lábios, também?
Porque sua boca esta inchada.
Gemma pôs uma mão no braço de Channing.
— OH, querida. Como tratou tão rudemente quando se colocou em cima de você ontem à
noite?
— Obrigado por sua preocupação, Gem, mas foi completamente mútuo. — Suspirou outra
vez. — Contarei isso depois. Não agora. Preciso pensar nisso um momento de acordo?
— Claro. Sabe onde me encontrar.
Channing enrosca a corda sobre as asas de metal, mantendo enfocada em sua tarefa.
— Obrigado pelas lições para montar e… — Só diga — Por permanecer comigo. Suponho que
é óbvio que não tenho muitos amigos.
— Aqui ou em casa?
— Nem em um nem em outro.
— Por que não?
Ela risco o extremo desfiado do flanco da correia de algodão com a ponta do dedo.
— Porque prefiro estar sozinha, e ser feliz com minha própria companhia, que estar com
alguém com quem não posso encaixar, com gente cuja companhia desprezo.
— Este entendimento chegou recentemente?
— Mais ou menos. Bom, não é verdade. Senti-me assim do momento em que tive idade
suficiente para me dar conta de que nunca encaixaria em nenhum lugar ao que me levassem meus
pais. Ou enviassem. Minha irmã sempre destacou, assim que eu permaneci no fundo. Tratei de me
misturar assim que ninguém daria conta como estava desconjuntada.
— Então eu gosto,de estar melhor sozinha. Sem ninguém, se as pessoas que você esta

137
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

vivendo não podem ver que você e autentica, então problema delas. A forma como vejo, pelo
menos, os cavalos e as vacas apreciam tudo que você faz por eles diariamente. E,
evidentemente, como a merda, não fala de você pelas costas.
Channing riu.
— Estou um pouco mais baixo sobre a questão das amantes Channing. As esposas dos
amigos de Steve eram muito mais velhas do que eu. Ele e eu não fomos abençoados
com filhos. Basicamente arrumar minha família. Francamente, uma vez que Steve é meu
melhor amigo, praticamente uma vida inteira, eu não preciso de ninguém.
30
O tilintar dos anéis D contra a barreira de metal encheu o silêncio.
Gemma grunhiu e bateu as mãos no jeans. Uma nuvem de poeira levantou.
— Bem, isso foi totalmente cafona. E não estamos sequer bebendo. Ela olhou para
Channing ergueu as sobrancelhas e sorriu.
— Sim.
Separaram. Gemma foi verificar como estava o seu pequeno grupo de bois e seu chefe por
trás dos aterros e Channing foi para a entrada principal para pegar seu bilhete na bilheteria.
Na área familiar, Callie levantou e agitou as mãos. Fez sentir ridiculamente feliz que elas
tivessem reservado um assento.
Channing levantou sua bolsa e deslizou sobre o banco de madeira, já estava sentindo seus
músculos doloridos do passeio a cavalo. E da dura subida de Colby ontem à noite.
— Bom dia. Como estão garotas?
— Estou bem — Callie sorriu brilhantemente — Mas mamãe não se sentiu muito bem esta
manhã.
Mary franziu o sobrecenho com sua lata de soda 7-Up.
— Obrigado por compartilhar isso com o mundo, Cal.
— De novo gritou alto ontem à noite, Mary?
— Não. Eu estava agasalhada na cama e profundamente adormecida às 9.
— Hmm. Isso é muito mau. Talvez tenha gripe ou algo assim.
— Algo assim — Mary tirou cinco dólares do bolso dianteiro e os passou a Callie. — Vê essa
garota vendendo bebidas? — Mary assinalou à vendedora rondando na parte superior da escada
—Por favor traga outra soda, e suco para você. Mas não compre nada mais, Callie. E retorna de
novo aqui quando tiver terminado. Digo a sério.
— Claro, mamãe.
No segundo que Callie desapareceu Mary aproximou mais.
— Não é gripe. Estou grávida.
— Wow — Channing não sabia que mais dizer. Mary estava assustada pela gravidez?
— Mike e eu estivemos tentando ter outro bebe um tempo. Alguns anos na realidade.
Simplesmente não me pareceu que fosse ocorrer. Parece que é assim.

30
Anéis de metal em forma da letra D. pode-se usar ao final de uma correia de couro ou tecido, ou pode fixar-se a uma superfície
com um metal ou correia.

138
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Felicidades. Mike sabe?


Mary sorriu.
— Disse justo depois de que vomitasse o café da manhã de novo e decidisse urinar no pau.
Esse homem tem um sorriso amplo de merda em seu rosto. Não dissemos a Callie ainda. A garota
não pode guardar um segredo nem para salvar sua vida.
— Ela somente tem quatro, Mary.
— Certo.
A competição da montaria de cavalos broncos começou. Channing conteve sua respiração
quando Colby foi renomado. Ele se atirou ao chão em três segundos. Esquadrinhou enquanto saiu
com passo lento fora da pista, montando um espetáculo machista para todo mundo, agindo como
se estivesse bem.
Maldito homem idiota.
Uma hora depois Cash e Edgard fixaram bons tempos no laçado de bezerro. Colby não foi
tão bem. Ele terminou sem tempo. Nem sequer levou seu cavalo. Uma sensação de mal-estar
instalou na boca do estomago de Channing. Colby não estava bem. Ela não tinha mais opção que
sentar nos degraus por umas horas mais, preocupada. Por sorte, a constante conversa de Callie a
distraiu.
A competição de luta contra o boi começou. Mike Morgan estava programado segundo.
Mary e Callie pegaram gritos de fôlego dos degraus quando o boi saiu correndo.
Aconteceu tão rápido que Channing quase perdeu. Mike lançou para o boi quando o animal
investiu na direção e foi direto para a ele. Homem e besta terminaram em um montão de pó em
meio da arena com Mike no fundo. Aturdido, o boi cambaleou em suas dedos e dando tombos se
dirigiu à porta. O vaqueiro não se moveu.
Mary ficou de pé.
— OH meu Deus. O que aconteceu?
— Mamãe? Por que papai está jogado no chão?
— Ssh, neném. Não sei.
Dois oficiais saíram e agacharam junto a Mike. Depois de uma discussão, um dos meninos
chamou com gestos por outro oficial. Outra discussão. Ele a sua vez fez sinais à equipe de
medicina esportiva.
— Que demônios está demorando tanto tempo? — Disse Mary.
Todos viram com horror quando uma maca foi tirada.
Mary inclinou para frente sobre a cerca e Channing a agarrou.
— Hey, respira profundo, Mary. Não desmaia sobre mim.
Assentiu com a cabeça e respirou profundamente, apertando a mão de Channing, até que
Channing perdeu toda sensação nela.
Levaram Mike diante de uns leves aplausos e o seguro do locutor que as atualizações sobre a
condição de Mike Morgan ficariam a disposição não fosse possível.
— Tenho que ir — Disse Mary — Tenho que ver se ele esta bem. OH Deus. E se não está?
— Mamãe?

139
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Mary olhou sua filha, rasgada em dois.


— Talvez o melhor fosse não vir comigo até que saiba mais.
—Você vai, Mary. Callie e eu ficaremos aqui. Esperando. Comendo porcaria. Revisando todos
os vendedores para ver que novas quinquilharias estão vendendo hoje Não é o que faremos Cal?
Você vai.
— Está segura?
— Vai.
Mary baixou a toda velocidade as escadas de dois em dois.
No momento em que sua mãe foi, uma Callie estoica começou a chorar.
Channing subiu à pequena menina a seu colo e a deixou chorar a gritos. Várias das outras
mulheres e namoradas se aproximaram para oferecer ajuda, mas Callie não queria nada com
nenhuma delas.
Nenhuma só vez, durante a hora que passou Callie rogou por brinquedos baratos. Ou
refrigerantes repletos de açúcar. Tampouco exigiu saber onde estava sua mãe. Ou se seu pai
estava bem. Ou porque ela não podia sair. Enrolou com Channing e aferrou a ela como um macaco
assustado.
— Channing!
Ela deu a volta para ver Colby coxeando pelas escadas dos degraus.
— Colby? O que está fazendo aqui?
— Mary Morgan me enviou.
Channing não pôde ler em seus olhos se eram boas ou más notícias.
— Quer que leve Callie.
— De acordo — Olhou para os olhos assustados de Callie e tratou brandamente de tirar seus
braços de redor de seu pescoço — Hey, Juana Calamidade. Recolhe suas coisas. Vamos ver sua
mamãe.
Mas Callie não a soltava. Finalmente, Channing somente a carregou.
Colby as levou através de uma zona passada os laços para um pequeno quarto debaixo da
tribuna principal. No interior, Mary revoava junto a Mike, que estava acordado mas sobre uma
maca com seu joelho fortemente enfaixado e seu pulso em uma tipoia.
Callie se retorceu fora dos braços de Channing e jogou em Mary, chorando.
— Mamãe não voltava e eu pensei que meu papai estava morto!
Channing se sentia como se tivesse sido chutada completamente. Essa pobre menina.
Agindo tão certo quando esteve rasgada por dentro. Quantos outros meninos de rodeio passavam
por isso como uma base regular? Quantas esposas, noivas e mamães e pais? Como lutavam com
isto, dia a dia? Ano atrás de ano?
— OH, bebê. Está bem. Vê? Ele não está morto. Somente quebrado.
Atordoado, Mike Morgan disse:
— Olá, punki. Já me vejo arruinado? Acredito que deveríamos comprar esse boi e moê-lo
para hambúrguer, huh?
Mary deu volta no final da maca.

140
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Channing. Muito obrigado por cuidar de Callie.


— Não há problema. Está tudo bem?
— Saberemos mais amanhã. À medida que o examinem, Mike tem uma ruptura de
ligamentos que vai requerer cirurgia. Estamos partindo a Omaha em pouco tempo para exames e
raios X. E provavelmente uma viagem à sala de operações.
Parecia tão sério. Tão permanente. Todo mundo sabia, mas ninguém disse em voz alta, que
poderia ser uma lesão que acabasse com a carreira de Mike Morgan.
— Há algo que possa fazer?
Mary mordeu seu lábio.
— Na realidade não pensei nisto até agora, mas me ocorreu que nós não podemos levar o
cavalo e o trailer do cavalo junto conosco até Omaha.
Colby moveu atrás de Channing.
— Não se preocupe por isso, Mary. Cuida de sua família. Tomaremos conta de que seu
cavalo e o trailer retornem a seu rancho de algum jeito.
O alívio cruzou seu rosto e abraçou Colby.
— OH, obrigado. Vocês meninos são nossa família, também. Vou desenganchar a
caminhonete e pegar as chaves do trailer. Retornarei — Inclinou para sussurrar a Mike antes que
ela e Callie saíssem depressa.
Channing deu a volta e viu Colby rondando atrás dela. Franziu o cenho.
— Por que ainda esta aqui? Não vai ajudar Mary?
— Não. Só estorvaria. Além disso, Mary enganchou esse trailer mais vezes que qualquer
outro cara no circuito.
Ela balançou nas pontas dos pés e olhou seu rosto.
— Sim, mas a diferença da maioria dos caras ela está grávida. E não acredito que levantar
esse obstáculo em sua condição seja boa ideia, não é?
— Merda — Ele desapareceu.
Fora da porta dos competidores escutou o anúncio para o início da corrida de barris e viu
Gemma e Cash discutindo.
— E estou dizendo, não foi sua culpa.
— Como é isso? Esse era meu boi folgazão, Cash. E vou ser condenada se sento aqui e não
faço nada quando poderia estar ajudando.
— Hey, meninos — Channing interrompeu — Qual é o problema?
O rosto arrumado de Cash foi deformado em um semblante completamente carrancudo.
— O problema é que a Mulher Maravilha aqui sente culpa e pensa que precisa devolver o
cavalo de Morgan e trailer a Dakota do Sul. Por ela mesma.
Uma pausa acalorada jogou faíscas no ar como foguetes.
— Se está preocupado de que vá sozinha, poderia ir com ela — Ofereceu Channing.
Gemma concedeu a Cash com um sorriso de orgulho em si mesmo.
— Vê? Problema resolvido.
— Exceto por um pequeno detalhe. Você não tem seu grande caminhão de reboque de

141
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

cavalos aqui, Gem. Seu capataz necessita o grande diesel para tirar o trailer para abastecê-lo. Não
há maneira de que possa tirar esse monstro para aparelhá-lo ao de Morgan com seu pequeno
Ford.
— Mas você tem um suficientemente grande?
Cash sorriu lentamente.
— Vou golpear esse sorriso e removê-lo de seu rosto, Cash Big Crow, se não desfizer dele
agora mesmo.
Seu sorriso não perdeu intensidade nem um ápice.
— Bem. O seu é maior. Duvido que me deixe tocá-la. Estão é voluntário para dirigir sua
grande máquina má a Búfalo Gap? Isso significa que simplesmente vai abandonar seu cavalo e
trailer aqui? Por ao menos um dia?
— Não. Não pensei até esse ponto.
Trevor entrou andando devagar.
— Qual é a comoção?
Enquanto Cash e Gemma olharam fixamente um ao outro, Channing deu a Trevor um breve
resumo.
— Está bem. Isto é o que faremos. Engancha a caminhonete de Cash ao trailer de Morgan e
leva os cavalos de Mike a seu rancho. Então vocês dois dão uma volta, retornam aqui e recolhem o
trailer do cavalo vazio em seu caminho a Cheyenne. Porque terei que dirigir a plataforma de
Gemma, carregada com ambos seus cavalos a Cheyenne.
Olharam uns aos outros. Cash encolheu os ombros.
— Funciona para mim.
Gemma quebrou.
— Bem. Mas se você arruinar minha caminhonete, Trevor Glanzer...
— Vou com ele e me assegurar que obedeça todas as leis de trânsito — Disse Channing —
Então vigiarei seu trailer até que cheguemos lá.
— Bem. Vamos carregar tudo.
Trevor apanhou o braço de Channing.
— Por que está fazendo isto? Não seria melhor ir com Colby em meu caminhão?
— Entre nós? Não. Necessito um tempo para esclarecer minha cabeça. — Quando Trevor
recusou, ela acrescentou — Sua parte nas festividades de ontem à noite não têm nada que ver
com isto, está bem?
Ele assentiu com a cabeça.
— Claro que entendo que necessita um tempo para dissipar as teias. Vou passar a
informação da mudança de planos a Edgard. Ele pode ajudar Colby com nossos cavalos. A menos o
que prefira dizer você mesma?
— Não. Sei que ainda tem que passar o evento de montaria do boi. Mas eu gostaria de sair
daqui assim que possível porque é propenso a fazer uma grande cena.
Ou pior, Colby poderia não importar absolutamente que ela se fosse.

142
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

CAPÍTULO 17

Cheyenne, Wyoming, representava todo o alvoroço dos Dias da Fronteira, era o "Papai de
Todos Eles", um dos mais antigos rodeios do país. Durante a competição de dez dias, quatrocentas
mil pessoas visitavam a cidade, que contava com uma população de cinquenta mil em um bom
dia.
Pela primeira vez nesta viagem, Channing teve tempo de olhar pela janela e observar a
paisagem. Enquanto ela e Trevor conduziam através de Sand Hills em Nebraska, maravilhou com o
espaço sem fim do Selvagem Oeste. Um grande céu azul. Artemisa e bosques com árvores
escondidas e torcidas. Colinas rochosas e ar limpo e seco. Wyoming era tão acidentada como ela
imaginou. Perguntou se o rancho de Colby se pareceria em algo a este pedacinho de céu.
Trevor os registrou no lugar atribuído a Gemma e começou o processo de alimentar e
exercitar os cavalos. Não recusou o oferecimento de ajuda de Channing. Estava agradada por
quanto recordava de seguir Gemma enquanto ela fez as tarefas. Inclusive Trevor não zombava
muito dela porque fosse uma novata.
O acampamento de Gemma estava no outro extremo da cidade de onde Trevor e Colby
tinham reservas. Channing estava começando a pensar que deveria ir com Gemma, embora não a
houvesse convidado. Em cinquenta milhas, todos os quartos dos motéis de Cheyenne estavam
reservados. E os quatro usando beliches para dormir dentro do reboque de cavalos, seria muito
estreito para estar cômodos em mais níveis dos que podia nomear.
Além disso, ela gostava de Gemma. Não só se divertiam juntas, Channing sabia que podia
falar com Gemma sobre tudo e Gemma não a julgaria. Era alentador, porque nunca conectou com
alguém tão rápido.
À exceção de Colby.
Maldição. Por que tudo sempre voltava em torno desse homem?
Porque está loucamente apaixonada por ele.
Não. Isso não era certo. O que sentia por Colby era luxúria, lisa e sinceramente. Talvez um
pouco de confiança. Já que ele a fazia sentir segura. A fazia rir. A fazia girar e retorcer de prazer.
Também a deixava suficientemente louca para morder pregos. Entretanto, tinha um lado tolo e
doce, assim como um lado dominante que a esquentava como o inferno.
Antes que Channing começasse a marcar seus fabulosos atributos físicos, teve que enfrentar
os fatos: apaixonou-se por vaqueiro.
Assim que a pergunta era, que fazia a respeito? Começaram a esta... Coisas com um final
claro à vista. Ela soube do primeiro dia que nunca funcionaria e se separariam, e não só devido às
diferenças entre um menino do campo e uma garota da cidade.
Além disso, nunca sonhou com que Colby fosse deslizar um anel em seu dedo e prometê-la
sua devoção eterna. O único que ele adorava, e podia assegurar, era o rodeio.
O que expor outro assunto. Depois de ver as feridas de Colby e, continuando, o acidente na

143
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

arena de Mike, não sabia se poderia suportar que Colby levasse uma surra de merda com
regularidade. Ano após ano. Ele poderia não seguir apontando o nível superior de NFR31, mas ela
suspeitava que nunca renunciasse ao rodeio para sempre.
Um suave golpe soou na porta. Seu estúpido coração saltou. Muito cedo para que Colby
chegasse a Cheyenne.
— Entre.
Trevor entrou.
— Só queria dizer que tenho permissão de Gemma para usar seu caminhão esta noite. Por
isso estará sem rodas.
— Aonde vai?
— Ver minha família. Tomaram um pouco de tempo livre do rancho e estão na cidade
durante alguns dias para ver-me competir.
— Genial. Isso parece como uma diversão.
Seu olhar pensativo encontrou o dela.
— Quer vir? Poderia fingir que é minha namorada.
— Por que quereria fazer isso? — Além do fato que Trevor não quereria que sua família
soubesse de seu amante.
— Se surgir, explicaria por que está viajando conosco. O rodeio é um mundo pequeno, Chan
— Desviou o olhar, um pouco timidamente.
— O que é o que não está me dizendo?
— Sabe que a família de Colby vai estar pelos arredores, também?
Ela assentiu com a cabeça, não de todo segura de que queria ouvir o que estava a ponto de
dizer.
— Bom, vou advertir que não faça ilusões de que vá apresentar a eles.
— Por que não? — Escapou antes que pudesse morder a língua.
Ele esfregou o sulco entre as sobrancelhas.
— A verdade? Porque não é o tipo de garota com que Carson McKay quer que seu filho
esteja envolvido. Ele já tem que lutar com o irmão mais velho de Colby, Cord, e isso é uma
confusão. Subiria pelas paredes do celeiro se descobrisse que Colby está fazendo o mesmo.
Por que Colby não mencionou seus problemas familiares? Falaram só em geral. Agora que
pensava, a maior parte ela falou de sua vida.
— Que confusão?
— Cord casou com uma garota de Seattle. Marla, agora sua ex-mulher, pensava que queria
casar com um rancheiro de verdade. Viver no oeste. Quando descobriu que ser a esposa de um
rancheiro era muito trabalho duro e não montar a cavalo ao entardecer como nas novelas
românticas, seguiu ameaçando voltar para a grande cidade. Aguentou dois anos. Faz uns seis
meses seguiu com as ameaças e abandonou Cord com seu filho de um ano, KY. Cord esteve muito
mal por toda a situação, por isso esta é a última oportunidade de Colby no circuito.

31
Final Nacional de Rodeio – organizado pela Associação de Rodeio de Cowboys é a maior categoria de rodeio dos EUA.

144
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Assim, todos sabemos que este trabalho com Colby é temporário, Chan. Colby não vai
arriscar a zangar seu pai por apresentar você, quando não só é uma garota da cidade, e sim que
não vai ficar muito mais tempo, de todos os modos.
Trevor golpeou imediatamente qualquer esperança dela.
— Bom, isso põe as coisas em perspectiva. Agradeço que me disse a verdade. Mas ainda
estou agindo como sua amante.
— Não queria dizer…
— Não importa. Controlarei o forte até que Gemma chegue. E se me aborreço com minha
própria companhia, irei passear. Não tem que ser minha babá.
Ele sorriu com tristeza e a tocou sob o queixo.
—Faz que soe como que estar com você fosse uma tarefa, Channing.
Olharam um ao outro durante muito tempo antes que Trevor inclinasse sua boca sobre a
dela e a beijasse. Docemente. Supunha que provavelmente era um beijo amistoso. Uma amostra
de consolo. Imediatamente, transformou em calor e necessidade.
Em meio de línguas retorcidas e toque relaxados, a parte ambiciosa de seu cérebro recordou
que isto é pelo que assinaram: sexo sem sentido, baixo e sujo, não por amor. Ou a ilusão do amor.
A diferença de Colby, Trevor não fez alusão à ideia de que houvesse mais entre eles que um
acoplamento quente, sem inibições, cada vez que o estado de ânimo os golpeasse.
Enquanto Channing beijava Trevor, desabotoou o cinturão, depois afrouxando os jeans.
Deslizando sua mão dentro dessa calça ajustada, encontrou firme e preparado.
— Espera — Trevor afastou um pouco e tirou as botas. Ele se desfez de seu jeans e do resto
de sua roupa.
Channing maravilhou diante de seu corpo nu. Os músculos definidos. A pele lisa marcada em
lugares com cicatrizes brancas e rosadas, grandes e pequenas. Então ela arrastou seus dedos
sobre seus peitorais definidos até a pequena franja de pelo, em forma de flecha, no centro de seu
torso, vendo que seu pênis saltou quando ela passou brandamente seus dedos de um quadril ao
outro.
— É um homem formoso, Trevor.
— Obrigado, querida, mas como estou aqui parado com o traseiro de macho nu, salvo pelo
chapéu, temos que fazer algo a respeito de todas essas roupas que está usando.
Trevor desabotoou a camisa de Channing, deixando beijos ao longo de cada centímetro de
pele que despia, um centímetro de uma vez. Sua blusa caiu ao chão.
Ele tomou seus grandes seios em suas mãos e chupou seus mamilos através de seu fino
sutiã. A combinação de sua boca úmida e quente sobre o material sedoso e sua bochecha sem
barbear esfregando sobre o fluxo superior de seu peito, umedeceu suas coxas de desejo.
E isso a fez sentir incrivelmente culpada. Ela arqueou afastando dele.
— Trevor. Para. Eu... Eu não posso... Não podemos. Sinto muito.
Nenhum dos dois disse nada, enquanto se vestiam em um incômodo silêncio. Sabia que
nunca estaria com Trevor novamente, e o alívio que sentiu, surpreendeu-a.
— Está bem? — Murmurou ele finalmente.

145
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Não. Por que sinto como que estive a ponto de enganar Colby?
Trevor suspirou.
— Suspeito que pela mesma razão que Edgard me faz sentir assim depois de que ele sabe
que estive com uma mulher. A culpa é algo novo para mim. Não é como que alguma vez tenha
escondido que continuo gostando das mulheres. Tampouco prometi que deixaria de fode-las.
Não falaram de Edgard absolutamente na viagem desde Valentine.
— Como terminou com o Edgard?
— O curioso é que ouvi essa frase se voltou gay e nunca entendi o que significava. Em toda
minha vida nunca olhei a outro homem dessa maneira. Toquei a um homem dessa maneira.
Desejado que um homem me fizesse o mesmo. Me fazer coisas que pensava que estavam erradas
— Sua mão parou — Senhor. Então conheci Edgar e merda. Algo nele me voltou do reverso. Soltou
e me excitou. A princípio, resistia a estar comigo porque eu não era gay. Nunca estive com um
homem. Mas depois de que estivemos juntos algumas vezes, não pude me manter afastado dele.
Não podia ter suficiente. É como se fosse uma maldita droga. Não estive com nenhum outro cara.
Não é como que mudaram um interruptor em mim, nem nada. É só ele.
— Ama-o?
— Não importa se o faço ou não. Um pouco como você e Colby. Coisas que não podem
controlar evitam estar juntos. Adoece o estômago. Suponho que por isso o chamam mal de
amores, né?
Ela também sabia o que sentia ser uma idiota apaixonada.
Ele elevou seu queixo, embalando seu rosto entre as mãos.
— Obrigado, Channing. Não só por... Tudo o que temos feito, mas sim por ser uma amiga.
Significa muito para mim.
— Para mim também.
— Se necessitar algo, me ligue no celular —Trevor a olhou. — Dá conta de que Colby e
Edgard chegarão a Cheyenne tarde esta noite.
— Por isso será melhor que fique aqui.
— Muito bem. Vemos amanhã.
Sua falsa alegria desapareceu no segundo que a porta se fechou.
A aventura sexual de Channing acabou. Era hora de deixar de fugir de seus problemas. Se
aprendeu algo nesta viagem, era que sim tinha caráter. De agora em diante viveria sua vida em
seus próprios termos e ai daquele que tentasse detê-la!
Abriu seu telefone celular. Deslocou o texto para baixo até encontrar o número que queria
ligar e pressionou a tecla. Sete toques mais tarde, respondeu a secretária eletrônica.
— Olá, mamãe. Olá, papai. Só queria dizer que sigo adiante e confirmei o RSVP32do convite
à recepção de casamento de Melinda. Volto para a cidade breve. Ligarei quando tiver mais detalhe
a respeito de quando. Adeus.

32
E a abreviatura de Répondez S'IL Vous Plaît, uma expressão francesa, que traduzida ao português significa "Responda, por favor".
E utiliza geralmente para convites a grandes eventos, para poder confirmar a presença dos convidados.

146
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Channing dormia surpreendentemente bem para estar em outra cidade estranha e em um


lugar novo e estranho de sua vida.
Quando Gemma voltou na tarde seguinte, depois de que registrou Daisy, espionou os
alojamentos do reboque de cavalos e foi direta por um gole. Deixou cair na poltrona pequena,
bebeu uma lata de cerveja e suspirou. Pareceu notar Channing pela primeira vez.
— OH. Ola.
Channing disse:
— Você ola. Mau dia?
— Poderia dizer assim.
— Tudo foi bem com o retorno dos cavalos dos Morgan?
Gemma franziu o cenho.
— Descarregar os cavalos e o reboque foi à parte mais fácil. A condução foi o pior. Estou
cansada e nervosa, tão tensa como uma nova cerca de arame de farpas.
— Por quê? Você e Cash não se alternaram para dirigir?
— Sim. Mas não é disso do que estou falando — Apontou com o dedo Channing — Não me
faça falar desse homem.
— O que aconteceu?
Gemma tomou um gole de cerveja e espetou:
— Beijou-me! Esperou até que tive as mãos cheias de mantas e arreios e depois me
empurrou contra o trailer e me beijou como um louco.
— OH — Channing ocultou um sorriso — Então esteve tão mal, em?
— Deus, não. Esse homem sem dúvida sabe como beijar. Sua boca é como… — seu olhar
envergonhado conectou com o de Channing — Basta dizer que me surpreendeu
endemoniadamente. E em vez de parecer como algo fortuito ou um engano, seguiu tagarelando
toda a história de sua vida, porque eu "precisava conhecê-lo" se ele e eu íamos nos envolver.
— Contou a sua?
Ela sacudiu a cabeça e tomou duas cervejas mais, lançando uma Channing.
— Não. Mas há algo pior. Porque disse que não havia maneira que ele e eu alguma vez nos
envolvamos. Quando fiz que não estivesse escutando? Então o senhor Suavidade começou a
descrever todas as coisas sexy, que planejava me fazer uma vez que me deixasse nua. Em detalhe.
Em glorioso, tecnicolor, detalhe.
— OH, nossa!
— Maldito homem — Gemma sorveu a cerveja — Me deixou tão nervosa quando passou
seu dedo pela costura exterior de meu jeans, que sacudi o volante e patinamos até a borda da
estrada. Antes que pudesse recuperar o fôlego e morder seu traseiro, arrastou até seu colo, e... —
Olhou para o espaço.
Channing chutou ligeiramente a canela de Gemma.
— OH, não, não. Detalhe, agora, Gemma. Vívidos detalhes.

147
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Senhor. Tenho quarenta e sete anos de idade. Isto é muito vergonhoso.


— Né, né. Cospe.
Os olhos de Gemma estavam desfocados.
— Ele me puxou para seu colo e me beijou até que já não pude respirar. Depois começamos
a nos manusear, a nos tocar, mais como a provas, de um modo frenético, e as coisas ficaram muito
quentes e os dois gozamos... Com toda nossa roupa vestida. Isso não me aconteceu desde que
tinha dezessete anos.
— Então está dizendo que faz sentir jovem?
— Estou dizendo que me faz sentir como uma velha tola, Channing. Também me faz sentir
culpada como o inferno — Rodou a lata de cerveja sobre sua testa — Senti como se estivesse
enganando meu marido.
Channing deixou que Gemma recuperasse a compostura antes de dizer:
— Você só pode fazer o que sente que é correto, Gem. Mas não é nem tola nem velha. Não
me diga que se oferecessem uma segunda oportunidade, tomaria? — Ela vacilou. Ao diabo com a
cortesia, Gemma só faria uma pergunta direta — Resiste a Cash porque é um índio?
— Deus, não. Isso me importa um cominho.
— Então, o que?
— Além do fato que sou uns dez anos a mais que ele?
— Não era Steve mais velho que você? Por que importa a idade?
— Não é assim. Maldição. É só que... Dá medo, de acordo? Estou acostumada a fazer as
coisas a minha maneira e não sei se posso mudar. Que homem quer lutar com uma mulher um
pouco teimosa?
— Cash quer aparentemente.
— Parece, que sim — Gemma chutou o pé de Channing — Quando ficou tão inteligente,
garota?
— Não me sinto tão inteligente. E me deixe dizer, que sei todo o relativo à culpa — Antes
que se acovardasse, soltou tudo o que passou com ela, Colby, Trevor e Edgard, só deixando à
parte o segredo de Trevor e Edgard, já que não era seu para contar. Também expressou seu
desconcerto em voz alta de por que se sentia como se estivesse enganando Colby com Trevor,
quando não beijou Trevor.
Gemma não estava tão surpreendida como Channing pensava que estaria.
— Sabe, algo que me perguntei se esse não seria o caso, eles de repente a recolhendo como
um novo sócio de viagem. Esses meninos têm uma reputação selvagem — Moveu as sobrancelhas
— Então, dois homens de uma vez, em? Sempre quis provar isso.
Channing engasgou e não impediu que a cerveja saísse pelo nariz.
— É obvio, eu nunca pude compartilhar essa pequena fantasia secreta com Steve. Ser o foco
de atenção de dois homens? Sim, desejo anotar.
— Olá? — Disse Cash através da mosqueteira da porta — Ouço vozes, garotas, estão aqui?
Gemma congelou. Seu olhar de pânico voou a Channing. Ele esteve escutando a conversa?
— Sim. Entra, Cash — Disse Channing.

148
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ele deslizou ao interior, detendo junto à porta, virtualmente retorcendo seu negro chapéu
Stetson entre suas mãos ásperas.
— O que aconteceu?
— Só pergunto se vocês, garotas, estão pensando em ir ao baile de abertura esta noite?
Gemma abriu a boca para negar, mas Channing lançou um olhar malicioso.
— Sim, estamos pensando. Por quê?
— Colby tinha dois ingressos e me enviou aqui para dar isso a vocês.
Channing engoliu a vontade de perguntar se Colby deu a Cash os dois ingressos porque ele
não planejava ir esta noite com ela.
— Obrigado. Vai?
— Acredito que vou dar uma volta um momento — Cash olhou fixamente a Gemma — Você
dançará comigo, Gema. Não tente se esconder porque vou persegui-la — E desapareceu.
Gemma disse:
— Merda — E esvaziou sua cerveja.
— Bom, parece que agora nossa noite é muito mais estimulante.

CAPÍTULO 18

A música country ao vivo vibrou através dos alto falantes. Centenas de pessoas falavam de
uma vez. Quatro brigas já começaram e ele passou os últimos trinta minutos esquivando às
fanáticas do rodeio mais persistentes que já tinha encontrado.
Eram só oito e Colby considerou embebedar realmente. Especialmente quando examinou a
mesa onde sua família festejava e a "surpresa" que seu pai trouxe.
Uma surpresa com o nome de Amy Jo Foster. A jovem mulher cuja família foi vizinha dos
McKays por quarenta anos. A jovem que seu pai estupidamente decidiu poderia ser uma boa
candidata como futura esposa de Colby.
Senhor. E Amy Jo era só uma garota de dezenove. Ela na verdade ruborizou quando
estiveram falando e seu braço acidentalmente roçou seu seio.
Sua irmã mais nova Keely não parecia muito emocionada de que Amy Jo fosse convidada os
Dias da Fronteira tampouco. Embora Keely e Amy Jo fossem da mesma idade e vivessem a cinco
milhas de distância, nunca foram melhores amigas. Amy Jo declarou que Keely era uma santa, a
pior espécie de insulto dos inferno-sobre-rodas que Keely McKay poderia deixar cair em outra
pessoa.
Colby estudou o rosto de sua mãe debaixo da aba de seu chapéu. Carolyn McKay esteve
nesta surpresa, também? Provavelmente não. Seu papai esteve intimidando, aduzindo que Colby
necessitava uma boa mulher que fizesse sentar cabeça. Sua mãe assegurou a Colby que ele
quereria assentar quando conhecesse a mulher correta.
Seu olhar desviou para Amy Jo. Não é como se ela fosse feia como uma cerca de barro. Era

149
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

bonita em uma forma brincalhona. Magra como um cano, toda comprida, braços e pernas.
Comprido cabelo loiro branco e uma tez rosada, próxima como podia imaginar porque ela
ruborizava todo o maldito tempo. Os enormes olhos azuis da cor vívida do céu de Wyoming.
Quando levava seu cabelo presos em tranças, recordava à garota da Suíça Miss Cocoa Foto
instantânea. Ou mais exatamente, sua irmã mais nova. Sua muito mais nova. Algumas coisas
tinham que fazer em pessoa. Especialmente as desculpas. Então ontem à noite depois de
estacionaram dentro do lugar de camping no extremo oposto do povo de Frontier Park, tiveram
que estabelecer, encarregar dos cavalos e, quando ele e Edgard terminaram, foi condenadamente
perto das duas da manhã. Muito tarde para chamá-la. Esta manhã teve que registrar para seus
eventos, pagar suas cotas e passou à tarde com sua família, sem deixar tempo para vagar para o
acampamento de Gemma.
Então... Possivelmente agisse adequadamente esta noite, poderiam sair, beijar-se e
reconciliar-se. Depois poderia reunir o sentido comum para dizer a ela todas as coisas que esteve
pesando sobre ele antes que a deixasse para sempre.
— Ouça, vaqueiro. Me compra uma bebida?
Colby girou ligeiramente. Sim. Outra admiradora provando sua sorte. Ele encolheu os
ombros e não respondeu, esperando que ela desse por aludida.
Ela não fez. Largas unhas cor escarlate avançaram lentamente acima de sua camisa. Ela
estava tão pega que ele foi envolto em silicone, diamantes falsos e uma nuvem de perfume.
— Talvez prefira dançar?
— Talvez você gostaria de tirar sua garra dele ou arrancarei isso, começando com essas feias
garras falsas — Uma morena impressionante disse enquanto envolvia o braço ao redor da cintura
de Colby.
— Vai, garotinha — A coelhinha vaiou.
— Querido — Ela arrulhou docemente para Colby — Quer esta harpia acabada, ou preferiria
ter uma ardente jovem como eu balançando seu reboque?
Colby tentou não rir enquanto deixava cair um beijo em sua têmpora.
— Passarei, carinho.
A admiradora girou em suas feias botas de salto alto cor framboesa Kool Aid e desapareceu
na multidão.
Colby baixou o olhar em sua irmã e sorriu abertamente.
— Obrigado, Keely.
— De nada. Embora completamente enojada tiver que perguntar isto. Estão elas sempre
sobre todos vocês como moscas na merda?
— Agradável imagem — Disse secamente — Mas, bastante.
— Menino. Isso não presta — Seu rosto iluminou. — Ouça, possivelmente há uma forma que
possa manter a distancia esta noite. Simula que você está perdido por Amy Jo. Dança com ela.
Sente com ela. Segura sua mão e olhe perdidamente para seus olhos. Aborrecida corte de merda
que me faria vomitar. Mas sei que ela totalmente iria por isso.
Os duros olhos azuis de Keely estavam um pouco muito jubilosos.

150
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— E isto somente é para meu benefício?


— Absolutamente — Ela evitou seu abraço — OH. È melhor voltar antes que esse ardente
toureiro que estou perseguindo pense que na realidade estou com você — Keely estremeceu —
Vemos mais tarde, irmão.
Colby observou sua irmã afastar e o rastro de jovens cervos ardentes pisando nos
calcanhares. Keely McKay era muito pronta, tão bonita e natural como um cavalo selvagem, e
tinha uma língua afiada como navalha que despojou da pele a mais de um vaqueiro
desafortunado. Com uma nervura independente tão longa como sua nervura teimosa, ela
considerava que levantar o inferno era seu direito outorgado. Por Deus. Pobre do homem que
terminasse tentando domesticá-la e conquistar seu coração.
O que poderia dizer a família de Channing a respeito de sua filha? Conheciam sequer seu
coração? Sua nervura selvagem? Seu desejo secreto de ser vencida e inflamada?
Enquanto Colby abriu passo de volta à mesa de sua família, topou com Trevor, que parecia
estar ansioso por afastar de sua própria família.
— Aonde vai?
— Para o bar. E não retornar, não diga onde fui, está bem?
— Está bem. Viu Channing?
— Ah. Não.
Aterrorizado, agarrou o braço de Trevor.
— Aconteceu algo?
— Não — Trevor deixou cair seu olhar fixo — É só que não a vi desde ontem à noite.
Colby reconheceu sua expressão culpada. Os ciúmes rugiram através dele como um raivoso
incêndio florestal.
— Você, filho de puta.
— O que?
— Fodeu com ela quando a viu ontem à noite?
O queixo obstinado de Trevor levantou um pouco mais.
— E?
De algum jeito esperou que Trevor negasse. Ou Colby esperou que Channing soubesse que
ele tomou a sério sua ameaça de que nenhum outro homem a tocaria além dele.
— Que é tudo o que tem que me dizer é e?
— Qual é o grande problema? Não é isso pelo que ela está viajando conosco? Por um pouco
de variedade?
Colby gravitou sobre seu amigo e grunhiu
— Vou chutar seu lastimoso traseiro gay bem fodido agora.
Trevor não recuou. De fato, deu um passo adiante.
— Desiste, McKay. Advirto isso. Estou em um furioso pobre estado de ânimo, meio bêbado e
com muita vontade de golpear alguém. Devido a que está em meu rosto facilmente poderia ser
você.
— Está disposto a sangrar por ela?

151
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Provavelmente mais do que você esta.


— Que diabos significa isso?
— Não foi você que me disse que não estaria ciumento se Channing e eu passássemos
tempo a sós juntos? E agora que é? Desde quando pensa que você tem o direito de desenquadrar
por algo que concirna a ela? Especialmente quando ambos sabemos que no momento em que
Channing apareça aqui esta noite você vai fingir que nem sequer a conhece.
— Golpe baixo, Trev.
— Sim? Bom, nada ocorreu entre Channing e eu ontem à noite de qualquer maneira. Não
importa. Você e eu somos bons para mentir a nós mesmos e tampouco estamos na posição de
fazer promessas a ninguém. Nossas famílias se encarregaram bastante disso, não é? — Ele inclinou
seu chapéu para a mesa McKay — É Amy Jo a mesma que seu papai escolheu para você?
Colby estava lívido e soltou a primeira coisa que chegou a sua mente.
— Isso não é teu assunto — Deu a volta e se foi.
Odiava esta situação inteira, em sua maioria porque odiava que Trevor estivesse exatamente
no correto.
Ou estavam ele e Trevor errados? Se não podiam mudar suas próprias vidas, quem poderia
fazer?
Quando Colby alcançou a mesa, concedeu a Amy Jo um grande sorriso e estendeu sua mão a
ela — Que acha se você e eu dançamos? Há algumas coisas que eu gostaria de falar com você.

Channing e Gemma fortificaram com uma pequena coragem líquida antes que se dirigissem
ao grande salão de baile. Felizmente, seu acampamento estava dentro de distância que se pode
percorrer a pé do edifício, assim bebiam muita cerveja, não teriam nenhum problema tropeçando
de retorno ao reboque para cavalos.
Parecia que todo mundo em Cheyenne apareceu. O lugar estava ruidoso e amontoado. As
mesas estavam todas cheias. Botas sapateando. Camisas brilhantes e cinturões cintilantes. A
risada se ouvia. Bebidas fluíam.
Gemma conhecia montões de gente e a apresentou com todo mundo. Channing se sentiu
retraída. Voltando silenciosamente observadora enquanto desvanecia no entorno.
Encontraram uma mesa alta para ficar e uma série de cervejas frescas milagrosamente
apareceram. Gemma discutiu em voz alta sobre a música e as conversas.
— Noite de estreia do Papai de Todos eles. O que pensa?
Dois vaqueiros estavam arrastando mais à frente do piso de serragem, os punhos e os
chapéus voaram até que alguma alma caridosa deu um passo adiante e os separou e fez que os
tirassem.
Antes que Channing pudesse responder, uma morena colocou suas mãos em cima dos olhos
de Gemma de trás e grunhiu
— Adivinha quem?
— Justin McBride? — Fez uma pausa. — Keith Urban? — Outra pausa. — É... Keely McKay?

152
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Keely gritou agudamente e Gemma girou para apertar à garota em um grande abraço.
Até Channing que escutou o sobrenome familiar, parecido familiar faria saber. Esta mulher
deslumbrante, de cabelo escuro com olhos cor safira e grandes covinhas era a imagem idêntica de
Colby, em pequena forma feminina.
— Channing? Esta é Keely McKay, a irmã mais nova de Colby.
Keely sacudiu a mão de Channing.
— Irmã mais nova. Todo mundo me trata como se tivesse doze anos. Tenho quase vinte e
um.
— Terá vinte e um em outros dois anos — Gemma corrigiu, e golpeou a mão de Keely fora
de sua cerveja — De qualquer maneira, o que está fazendo além de nada bom?
— Vim com Mamãe e Papai para ver Colby competir — Ela sorriu descaradamente — E para
encontrar um malvado vaqueiro que queira me induzir pelo mau caminho. Pode apresentar um ou
dez para que me salve alguma vez?
— Correto. Não mantenha Papai um olho de lince em você, desde que foi conhecida por te
colocar em uma boa quantidade de problemas?
— Sim — O sorriso de Keely desapareceu — Um olho de lince em forma de Amy Jo Foster.
Compartilhamos um quarto, o qual significa que tenho que guardar muito silêncio se quero sair às
escondidas de noite.
— O que está fazendo aqui Amy Jo?
— A tentativa de papai na busca de casais.
Gemma percorreu com o olhar Channing e então voltou rapidamente. Channing sabia que
algo acontecia. Não se atreveu a perguntar, porque estava mais que um pouco assustada pela
resposta.
— Além disso, mantém afastadas às coelhinhas de rodeio dele — Seus olhos azuis
ampliaram — Que merda, aqui vem Papai. Você não me viu — Ela disse e saiu, antes de ir longe a
toda pressa, escondendo através da aglomeração de gente até que desapareceu na multidão.
Um homem alto, robusto caminhou pausadamente para elas. Parecia estar ao redor dos
sessenta, rudemente atraente com um maxilar quadrado, maçãs do rosto alto, esses
familiarmente imponentes olhos azuis. O cabelo escuro debaixo de seu chapéu vaqueiro cor
creme. Dirigiu um olhar rápido a Channing e canalizou sua atenção em Gemma.
— Onde foi essa menina selvagem?
— Por que, de quem está falando? — Gemma perguntou inocentemente.
Ele revirou os olhos.
— Se vir Keely, diga que estou procurando. Sobrevivi a cinco filhos rudes e briguentos. Essa
garotinha é a que vai me dar um colapso cardíaco.
— Dizem que o que faz o pagamento.
— Sua mãe e eu jamais fomos tão selvagens.
Gemma elevou uma sobrancelha.
— Se você disse. Carson, esta é minha amiga Channing Kinkaid.
Carson inclinou seu chapéu.

153
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Encantado de conhecê-la, senhorita Kinkaid.


— Igual.
— De onde é você?
— Massachusetts. — Justo então, Channing soube que ela não poderia ser mais excluída se
tivesse respondido Marte.
— Ah — Carson disse.
Um momento de silêncio forçado.
— Channing é também amiga de Colby — Gemma acrescentou.
O olhar de Carson estreitou.
— Não me diga.
O suor gotejou abaixo de sua coluna vertebral pelo olhar acusador de Carson McKay. Ela
esperou que a interrogasse.
Mas ele decidiu ignorá-la. Ele e Gemma começaram a falar sobre outros rudes empreiteiros.
Os pés de Channing ardiam por ir à porta. Só estavam aqui uma hora e estava pronta para ir.
Um minuto mais tarde mãos masculinas aterrissaram em seus quadris.
— Dança comigo — Ela se deu a volta e Trevor a puxou longe da mesa à pista de dança.
Não havia muita oportunidade de falar enquanto Trevor girou e fez girar através de três
rápidas canções. Quando a poderosa "Vê Tão Bem Apaixonado" começou, ela completamente
esperava que saíssem da pista de baile. Mas Trevor a puxou pelos braços, mantendo a uma
distância respeitável enquanto balançavam ao som.
— Está se divertindo? — Trevor perguntou.
— Não. E você?
— Não. Estar aqui ao redor de minha família me faz dar conta quanto amo estar na estrada.
Channing riu.
— Isso não é engraçado. Em momentos como hoje estou tentado empacotar tudo e me
mudar para o Brasil.
Trevor dançou para trás. Olhou atrás dela para assegurar de que não estava dançando sobre
alguém, quando através do caminho viu Colby, suas mãos abraçadas sobre o traseiro de uma loira
esbelta jovem, cuja afetação e porte gritavam "vaqueira verdadeira”. Fizeram o velho chocar e
moer, esquecendo de algo exceto um do outro.
Seu fôlego obstruiu e algo dentro dela rompeu. Qualquer secreta estúpida esperança que
tivesse sobre um futuro com Colby McKay evaporou como fumaça.
Trevor notou que ela ficou rígida. Ele olhou com atenção sobre seu ombro o sujo casal de
dança e congelou. Sussurrou
— Ah diabos. Sinto tanto, Chan.
Respira. Ela recordou o comentário de procurar casais de Keely.
— É ela o única que seu pai trouxe aqui?
Nenhuma resposta.
— Trevor?
— Sim, Carson a trouxe. Os limites do rancho de sua família limitam com os dos McKays e...

154
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Não me diga mais.


— Bem.
Channing não podia ficar na pista de dança, fingir que seu mundo não acabava de chocar ao
redor dela. Quando sentiu seu coração estava retumbando diante por dúzias de pares de botas
bicudas de vaqueiro. Ela deu um passo atrás longe de Trevor tão rapidamente que tropeçou com
o casal atrás dela. Sua estupidez provocou uma reação em cadeia, a qual alcançou Colby e sua
nova amante.
Seus olhos se encontraram. Seu olhar mostrou sua surpresa e sua culpa. O dela, sabia, não
tinha nada a não ser desolação.
Channing escapou. Pensou que ouviu alguém gritar seu nome, mas não parou. Contornou a
área onde Gemma resistia a Cash e pôs a andar sem rodeios para a porta. Não deixou de correr
até que chegou ao reboque para cavalos.
Alocadamente empacotou os poucos artigos pessoais que trouxe com ela. Ligou para à
companhia de táxis para que a pegasse e a levasse ao aeroporto. Não importava para onde
escapasse com tal que ficasse longe daqui.
Enquanto Channing rabiscava uma nota rápida para Gemma, bebeu uma cerveja. Não estava
totalmente despreparada para o martelo cruel na porta de metal do reboque.
— Sei que está aí, Channing. Abre — Colby disse.
Ela não se moveu. E só disse vai.
Vários golpes mais ferozes sacudiram todo o reboque.
— Maldição. Abre esta condenada porta agora mesmo ou juro por Deus que a derrubarei. E
você sabe que não faço ameaças em vão.

CAPÍTULO 19

Estava a ponto de explodir de cólera em seu interior, mas mantendo uma calma exterior,
abriu a porta.
Explodiu com Colby como um touro bravo na rampa, com as fossas nasais dilatadas, os olhos
vermelhos, seu corpo volumoso tremendo de raiva. Ele agarrou a seus braços, puxou ela e
estrelou sua boca contra a sua.
Channing lutou contra ele. Chutes, dentadas, afundando as unhas na camisa, tentando
cravar as unhas em seu coração como se pudesse rasgá-lo em pedaços, como fez a ela.
Depois de que quase mordeu o lábio inferior, Colby xingou e fez girar, agarrou seus pulsos
como braceletes com as mão as costas.
— Já basta, pequena gata selvagem.
— Não. Deixe ir. Não quero estar aqui.
— Merda.
— Não estou brincando. Para de me machucar. Talvez a sua noiva goste, mas eu não.

155
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Em vez de liberá-la, apertou mais e pôs sua boca junto a seu ouvido, rindo em voz baixa com
um toque de malícia.
— Ela não é minha noiva. Se você me der um maldito minuto para explicar.
— Não me importa suas desculpas estúpidas.
Colby sussurrou.
— Tem certeza que não, carinho? É por isso que está agindo toda ciumenta desta maneira?
Channing torceu os pulsos em suas mãos ásperas.
— Estou agindo desta maneira porque já vem um táxi a qualquer momento. Vou embora.
Assim deixe ir.
— Isso parece bem. Tomaremos o táxi a meu motel para que possamos reconsiderar isto em
privado.
— Não temos nada que discutir a fundo.
— Incorreto.
Fez girar seu a redor e tomou o rosto entre as mãos. Pôs sua boca sobre a dela, renunciando
a dar um beijo tão brutal como o anterior pedia e em vez disso, deu doçura e ternura que trouxe
lágrimas à superfície.
Maldito seja. Channing se deu conta de que estava morta de fome pelas carícias deste
homem. A forma em que alternativamente a inflamava e a mimada. A forma em que
instintivamente sabia que o necessitava.
Entretanto, seu fôlego ficou apanhado em seu peito, recordou a dor que rondou seu coração
todo o dia. Ela rompeu o beijo.
— Colby.
— Não me deixe! — Ele seguiu dando suaves beijos até sua mandíbula — Por favor. Senti
saudade, carinho, ferozmente. Fica comigo esta noite — Uma e outra vez seus lábios no cabelo,
depois cobriu a orelha enquanto parecia respirar por ela — Me prometa que ficará para que
possamos falar disto, de acordo?
“Diga não”.
Uma pausa espessa flutuava no ar.
Por último, engoliu seu orgulho e sussurrou:
— Está bem.
— Obrigado — Pôs sua bolsa sobre o ombro esquerdo, agarrou sua mão direita e saíram
correndo ao táxi que esperava.
Channing esperou que ele abrisse a porta do quarto do motel.
— Como conseguiu um quarto? — Perguntou ela, quando queria dizer “por que pegou um
quarto sem eu saber nada?”.
— Meus pais tinham uma reserva extra para meu irmão Cord e sua família, supunha que
iriam vir. Deram-me em seu lugar.
— OH.
O quarto não era nada diferente dos outros quartos que esteve na última semana. Na
escuridão seus sentidos estavam em sintonia com o som. O golpe de sua bolsa sobre o tapete. O

156
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

assobio do ar condicionado prendendo. O clique da cadeia assegurando a porta. O sangue


correndo em seus ouvidos. O comichão da barba na nuca enquanto se movia atrás dela.
— Vamos falar mais tarde. Neste momento tenho que estar dentro de você antes que perca
a mente. Vou mostrar o muito que perdeu.
Não. Ela não ia ceder a seu controle tão cedo. Deu a volta e afundou até os joelhos.
Desabotoou, baixado o zíper e estava em sua boca antes que ele soubesse o que golpeou.
— Maldição Channing, isso não é o que eu queria!... OH carinho, sente bem. OH, querida,
assim. Neném, não pare!
Channing chupou, tomando seu tempo para deixá-lo louco. Tendo sobre borda da loucura
uma e outra vez antes que ela cedesse a seus gemidos e fizesse terminar em sua boca.
Colby cambaleou para trás e afundou na cama.
Ela escapou ao banheiro. Talvez se ela se escondesse o tempo suficiente ficava adormecido e
ela pudesse escapar porque estar aqui era uma má ideia.
Dois segundos depois, dois golpes soaram na porta.
— Channing está bem?
Merda.
— Estou bem.
— Vai esconder ai toda a noite?
—Talvez.
Colby começou a rir.
— Bom, sempre que tiver sua atenção e me deixe estabelecer de frente algumas coisas.
— Posso abrir a água assim não tenho que ouvir — Disse com uma caramelada voz falsa.
— E posso quebrar esta porta de merda assim não tem mais remédio que escutar. De
verdade quer isso, querida?
— Não — Antes que ele pudesse falar docemente a seu redor, Channing espetou — Pediu a
Amy Jo vir a Cheyenne?
— Não! Por que perguntaria isso?
— Devido que Trevor estava insinuado que disse a seu pai que a trouxesse para você.
— Trevor estava bêbado. Meu pai esteve tentando de me arrumar com ela durante o último
ano. Pobrezinha é tímida, e insegura de si mesma e necessita um pouco…
— A pequena Amy Jo não se via tão tímida e insegura de si mesma quando os dois estavam
dançando tão quentes — Replicou Channing.
Ele riu de novo.
— Amy Jo me pediu que ensinasse a dançar assim porque não sabia como. E parece que já
pôs seu chapéu a algum outro vaqueiro em casa. Assim está tentando de deixar de lado sua
imagem da Santa. Mostrei algumas indicações. Além disso, queria que esfregasse no rosto de
Keely. E minha pequena descarada irmã merecia depois de zombar da Amy Jo todos estes anos.
— OH — O que outra coisa podia dizer que não fizesse soar como uma idiota ciumenta?
Silêncio. Colby suspirou.
— Doçura, por favor vem aqui.

157
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Channing abriu a porta uma polegada e apareceu.


— Deixou suas cordas no reboque de cavalos, não é?
— Sim. Só eu, igual a você —Estendeu as mãos vazias — Vê?
— Está bem — No segundo que escapou para fora, ele bloqueou sua tentativa de esquivar e
a abraçou pelas costas contra seu peito.
Tratou de pôr distância.
— O que é isto? Acreditei que você gostava de mim, agora está tratando como um leproso?
— Ainda eu gosto. Não sei por que estou aqui.
Colby beijou sua cabeça.
— Porque sentiu saudade. Falar comigo. Tocar. Conhecer-me. Divertimos aprendendo um do
outro, não?
— Quer dizer no sentido bíblico?
Tocou o traseiro.
— Não, quis dizer em todos os sentidos. Quero estar com você, Channing. E não só com meu
pênis em sua boca.
Ela foi para trás, permitindo seu calor filtrar nela.
— Você não gostou?
— Eu adorei. Mas não sei por que pensou que precisava me distrair. Queria te tocar,
também. Senhor, estou sofrendo por pôr minhas mãos sobre você. Mas posso esperar até que
esteja preparada. E não tem que ser esta noite.
Isso a surpreendeu. Não era isso só a única coisa entre eles, não se supunha que tudo era
sobre sexo?
Colby girou seu rosto para ele. Um indício de dúvida obscureceu seus olhos.
— Vai vir ao rodeio amanhã pela tarde para me ver competir?
— Eu gostaria, mas não tenho entrada. Ouvi que são muitos difíceis de conseguir.
— Comprei uma para você hoje — Passou suas mãos por seu cabelo — Seu cabelo é tão
suave. Cheira tão bem. Tudo em você é suave, quente e doce.
Channing estava derretendo. Estava abrandando.
— E depois do rodeio planejei algo especial para nós.
— Não despirá para isso?
Colby franziu o cenho.
— Talvez eu gostasse de passar tempo com você com a roupa vestida, Chan.
— Isso seria a primeira vez.
— Provas sua sorte, carinho. Estou tratando de ser civilizado. Dar a nós mesmos uma
oportunidade para falar e fazer que funcione isto.
Channing ficou nas pontas dos pés e lambeu o pescoço.
— Eu gosto de incivilizado e selvagem. Falar está supervalorizado. Prefiro Merda.
Outra pausa de peso.
— Sua escolha. Mas agora que tem feito não vou deixar mudar de opinião.
Então ele estava sobre ela. Beijou-a, rasgou sua roupa. Em um abrir e fechar de olhos estava

158
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

nua a sua mercê.


Caíram contra a cama com um enredo de braços e pernas. Colby a esmagou contra seu peito
e rodou com ela para que estivesse debaixo dele.
Capturou suas pernas por fora, imobilizando a metade inferior de seu corpo. Rodou juntos
os pulsos com sua mão grande e as pôs sobre sua cabeça. A mão livre de Colby deslizou entre
eles. Afundou dois dedos dentro dela em sua umidade. Ele cobriu o pênis com seus sucos e guiou
seu pênis a sua entrada.
Channing gemeu. Sim. Isto é o que queria, o que entendia a respeito deste homem. A
necessidade primitiva.
Corpo a corpo, frente a frente, penetrou. Compridos e duros golpes profundos. Não rápido,
não lento. Só firme, contínuos e certos.
— Por que nunca me deixou te querer assim? Cara a cara? Coração contra coração? Assim
posso olhar seus olhos enquanto estou fazendo amor.
“Porque não é amor, é só sexo”.
— Do que tem medo?
“Que veja meus sentimentos por você e vá sair correndo”.
— Me olhe, Channing Kinkaid.
Ela elevou seu queixo uma polegada.
— O que disse a outra noite, disse a sério. Talvez fosse muito direto e não dito por um poeta,
mas queria dizer cada maldita palavra.
“Jogar está bem, o jogo é simples”.
Despreocupadamente, ela disse
— OH. Recorda-me outra vez o que disse. Não me lembro.
Um olhar calculador apareceu em seus olhos.
— OH, recordo bem.
Channing deu conta que cometeu um grave engano ao provocar.
— Já disse que você é minha. Pertence. Recorda agora. Balançou seus quadris com
movimentos precisos e curtos.
O corpo dela era suave contra o seu, entretanto, manteve a boca fechada como uma tampa
oxidada.
— Talvez devesse repeti-lo. Então pode me dizer de novo para entender. E recordar.
Deus. Ele era implacável.
— Diga. Diga que é minha.
Channing piscou enquanto ele empurrava. Dentro. Fora. Dentro. Fora. Em um ritmo de peso
tão exótico como sua excitação familiar.
— Diga.
Não podia acreditar que estava fazendo isto. Empurrando suas emoções enquanto ele
empurrava seu corpo ao limite.
— Você é minha. Diga.
Olhou, fingindo uma indiferença que não sentia.

159
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Ele não mudou sua expressão. Sem mudanças em seus movimentos ou em seus impulsos.
Não era necessário mudar pelo compromisso dos termos que exigia dela.
— Diga que é minha.
Channing voltou à cabeça.
Com o queixo ele a obrigou a pôr seu rosto a seu nível e a olhou nos olhos.
— Maldição, Channing! Diga!
Olhava com receio. Fisicamente, não tinha medo dele, mas em algum momento da última
hora, a um nível emocional, ele se propôs a conquistá-la. Completamente. Ele não estaria
satisfeito até que houvesse uma entrega total. E ela estava à borda de suas demandas.
— Diga.
Channing negou com a cabeça, querendo distraí-lo com as mãos. Sua boca. O que seja. Mas
ela estava totalmente sob sua submissão.
— Diga que é minha.
Ela encontrou sua voz.
— Por quê?
— Porque você é minha e faria bem em admitir. Diga.
— Não posso.
— Sei que pode. Vamos. Diga que só me pertence.
— Maldito seja, Colby. Por que faz isto?
— Necessita um aviso, recorda? Diga.
A repetição de suas palavras diga, diga estava dentro de sua cabeça. A repetição de seu
corpo caindo dentro e fora dela, metendo no centro de seu prazer como mil agulhas.
— Diga. Diga que é minha.
— Não
— Diga. Não vou parar de fode-la. Vamos estar aqui nesta cama, abraçados até que admita
em voz alta e que veja em seus olhos, Channing Kinkaid. O que sente em seu corpo cada vez que
toco. Assim diga as palavras para que eu possa dizer isso a você de novo.
Estava disposta a render a ele? Sobre tudo quando ele não esclareceu se quis dizer que
pertencia a ele sozinho pelo resto desta noite, Ou quis dizer para sempre?
Talvez devesse dar uma oportunidade e descobrir.
Channing fixou seu olhar ao seu.
— Sou sua.
Um fogo prendeu em seus olhos. Ele apertou a mandíbula e colocou mais duro nela.
— Uma vez mais.
— Sou sua.
— Uma vez mais.
— Sua — Essa pressão pela liberação começou um formigamento em seu ventre.
— De quem? Diga meu nome.
— Colby.
O suor escorregava por sua têmpora.

160
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— A quem pertence?
— A você. Colby McKay.
— Maldição, pertence a mim!
Ela arqueou os quadris, sem palavras rogando por mais.
Colby a fodeu com uma ferocidade que a deixou sem fôlego. Sem trégua. Como nenhuma
outra vez que fez com ela, antes deste momento nada importava. Olhando fixamente nos olhos
azuis quentes de Colby, ela viu sua determinação. Sua necessidade. Sua disciplina de posse. Sua
obsessão absoluta por ela. Mas não via amor.
— Colby.
— Minha — A fodeu mais duro — Minha — Outro impulso que fazia golpear a cabeceira da
cama na parede — Só minha, Channing. Vou matar o próximo homem que ponha uma mão no que
é meu.
O orgasmo a pegou com a guarda baixa, como uma tempestade de verão, e rompeu através
dela com um poder elementar de raios e trovões.
Colby não gritou sua liberação ou teve uma apoplexia que deixou em silêncio. Ela sentiu
rajadas quentes de esperma dentro de sua vagina e depois filtrou o líquido quente por onde
estavam unidos ainda.
Ele simplesmente disse
— Uma vez mais. Outro aviso para não esquecer.
Colby cumpriu sua palavra, fodeu-a até não recordar. A fodeu até que o prazer foi muito, até
que seu corpo estremeceu e tremeu, até que seu cérebro sobrecarregou de felicidade e ela se
desmaiou em seus braços.

CAPÍTULO 20

Channing despertou. Nua. Deu a volta e gemeu.


O lado da cama de Colby estava enrugado e vazio, exceto pelo ticket sobre o travesseiro e
uma nota, que dizia:
Hoje falamos disso. A buscarei depois do rodeio. Com carinho, CWM.
Jogou uma olhada a seu nu corpo, esperando outro conjunto de marcas de paixão. Não viu
nenhuma. Eram todas internas. Mentais. Mas definitivamente permanentes.
Depois de uma ducha rápida recolheu suas coisas e foi para a zona onde acampava Gemma.
Abriu a porta e uma quebra de onda de calor a esbofeteou. Fazia um calor abrasador em
Cheyenne hoje.
Quando deu meia volta, Channing tropeçou com Carson McKay, que não estava exatamente
contente de vê-la sair furtivamente do quarto de Colby.
— Umm. Bom dia, Sr. McKay.
Seus olhos estreitaram.

161
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Hey. Conheço. É a amiga de Gemma Jansen. Uma amiga de Colby, também. — Carson deu
uma olhada – Importaria me dizer que está fazendo escapando do quarto de meu filho?
Sua primeira ideia foi mentir.
Carson ficou olhando. Deixando que seu olhar desviasse para a marca de mordida sobre seu
pescoço que Colby fez e que não desvaneceu ainda. Julgando. Parecendo achá-la inadequada. Da
mesma maneira que seu próprio pai. Igual a todos outros em sua vida anterior.
Estirando, espetou.
— Seu filho me convidou a seu quarto. Você pode perguntar a ele que estávamos fazendo,
mas devido que é um cavalheiro, duvido muito que o revele.
Não houve resposta por parte do pai de Colby. Só outro duro frio olhar.
— Está perdendo seu tempo com ele. Conheço meu filho. Não é…
— Talvez não conheça seu filho tão bem como pensa. E se ele decide gastar seu tempo
comigo, então não vejo por que, é assunto dele. Agora, se me desculpar — De algum modo
arrumou para afastar em vez de correr como um coelho assustado.
O reboque de Gemma estava vazio. Channing tinha umas horas a frente antes que o rodeio
começasse, assim perambulou pelos postos dos vendedores e pelo meio do caminho. Cruzou
através da loja de presentes. Estudou a estátua de bronze do final de Lane Frost durante muito
tempo. Um aviso de que inclusive os melhores atletas do mundo sucumbiam a forças que
escapavam de seu controle.
Frontier Park era enorme, a arena de rodeio ao ar livre maior do mundo. Depois de que os
paraquedistas da Força Aérea saíssem, as rainhas do rodeio do estado seriam anunciadas, e um
quarteto de capella de Riverton cantasse a pleno pulmão, The Star Spangled Banner, foi o
momento do rodeio.
Com tantos competidores em Frontier Days Rodeio, as provas individuais estenderam, em
lugar de todos os eventos operando um após o outro como em outros lugares. A montaria de
cavalo foi intercalada com lances cronometrados. Colby engoliu pó em sua montaria de potros.
Obteve uma pontuação decente de 4.5 em lançamento de laço. A diferença de outros rodeios
onde a montaria do touro estava sempre em último lugar, aqui esteve desdobrada durante toda à
tarde.
Enquanto esperava, começou a perguntar quais eram seus planos para depois. A
antecipação fez que seu coração acelerasse e quase perdeu quando seu nome foi anunciado.
O touro, Assunto de Ninguém, não foi montado em doze saídas. Channing sentou na borda
de seu assento, esperando uma boa competição.
A rampa abriu diante do rugido da multidão. Colby se via espetacular enquanto montava,
sincronizando os movimentos do touro como fez todos os dias. O assobio soou. Manteve durante
os oito segundos.
Por alguma razão em vez de olhar a primeira repetição imediata sobre as telas gigantes,
manteve seu olhar sobre Colby. Enganchou. Não sua mão na correia do touro, mas sua espora que
ficou enroscada ao redor da correia do lado.
Os toureiros estavam tentando desenganchá-lo, mas o touro corcoveava e saltava. A

162
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

seguinte cena pareceu transcorrer em câmara lenta, o corpo de Colby deslizando sob o touro
quando o touro arremessou para os lados. As duas patas traseiras do touro aterrissando sobre a
coxa esquerda de Colby. Depois o touro enganchou o colete de Colby e o sacudiu no ar.
A multidão lançou um grito entrecortado.
Channing ficou de pé.
Inclusive no degrau superior das tribunas pôde escutar um toureiro gritar chamando a
equipe médica do estádio, enquanto que os outros perseguiam o touro. A perna de Colby estava
dobrada em um ângulo estranho e estava de barriga para baixo sobre a terra.
Uma dúzia de pessoas formaram redemoinhos sobre a areia da arena. Não passou muito
tempo antes que a porta do final se abrisse e uma ambulância chegasse à zona, levantando pó.
Colby foi carregado sobre uma maca, transportado ao extremo traseiro da ambulância e tirado
dali em meio de sirenes uivando e quase um completo silêncio na arena.
Atônita, não podia afastar a vista das marcas no pó onde Colby caiu. Quanto tempo
permaneceu imóvel, Não soube!
Finalmente, as pessoas que estava atrás dela gritou
— Senta!
Ela fez que seu intumescido corpo se movesse e saiu dos degraus aturdida.
Channing não tinha nem ideia de onde o levaram. Sabia que se tratava de penetrar na zona
dos concursantes sem um passe, seria acompanhada pelas pessoas de segurança. Passeou ao
longo da cerca, por quanto tempo, não soube. Alguém gritou seu nome.
Girou-se e viu Cash que vinha disparado para ela. Agarrou-a em um abraço de urso.
— Escutou algo sobre o que aconteceu?
Channing negou com sua cabeça.
— Você o viu, não?
Assentiu com a cabeça.
— Está bem. O touro aterrissou sobre sua perna e quebrou o fêmur de sua coxa esquerda.
Um fragmento de osso causou uma ruptura em sua artéria femoral. Assuntos muito sérios. Não
vou mentir, Channing; sua vida corre perigo, assim que o levaram imediatamente para uma
cirurgia de emergência. Estavam também falando sobre um pulmão paralisado onde o touro o
enganchou.
— OH, Meu Deus! — Alegrou de que Cash a segurasse em posição vertical porque seus
joelhos afrouxaram.
— Sua família já se foi. Levarei ao hospital.
A verdade golpeou e começou a tremer mais forte.
— Cash, sua família não vai me querer ali. Eles nem sequer me conhecem.
Cash pôs uma mão amável sobre sua bochecha.
— Não importa se querem ali, Channing. Colby quererá ali.
Ela assentiu e agachou sua cabeça para esconder suas lágrimas.
— Cash!
Gemma corria sem fôlego.

163
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— O que está fazendo aqui? Tem que entrar em aproximadamente cinco minutos. Estão
procurando atrás das rampas.
— Vou ter que renunciar a isto. Vou levar Channing ao hospital.
— Eu a levarei — O braço de Gemma rodeou os ombros de Channing — Colby se zangaria se
não montasse por culpa dele. Assim volta aí e cobre esse touro. Encontraremos ali depois.
Cash assentiu e partiu ao trote a contra gosto.
Channing estava completamente intumescida. Deixou Gemma levar a zona de
estacionamento. O calor do asfalto quase queimou seus pulmões. Não recordou nada sobre o
caminho até o hospital, já que estava muito ocupada rogando para que Colby ainda estivesse vivo
quando chegassem ali.

Oito horríveis horas depois os cirurgiões deram as notícias à família. Os doutores pararam a
hemorragia, que era sua primeira preocupação. Depois arrumaram seu pulmão paralisado. Depois
disso, começaram a cirurgia sobre sua perna e inseriram uma barra intramedular pelo centro do
osso da coxa de Colby.
Colby estava na unidade de cuidados intensivos em uma condição estável. Com fisioterapia
caminharia outra vez. Inclusive montaria a cavalo. Mas o prognóstico do doutor de que Colby
continuasse sua carreira no rodeio, nem sequer a tempo parcial, não era bom. Colby tinha um
longo caminho de terapia diante dele. Meses.
Channing escutou toda esta informação de segunda mão de Trevor e Edgard. E Gemma. E
Cash. Escondeu em uma sala de estar diminuta fora da área de espera principal da família. Não
queria meter entre os McKay. Por sua própria auto proteção não se interporia em uma situação já
infestada de traumas.
Durante todas estas horas nas que Colby esteve em cirurgia, foi de um lado para outro.
Preocupada. Desejosa. Quando recebeu as notícias de que se repôs, fez um novelo e chorou. Colby
estava vivo. Isso era tudo que importava.
— Channing?
Ela levantou a vista quando Gemma deixou cair a seu lado no ruinoso sofá de dois lugares,
mas não pôde formar um sorriso.
— Sim?
— Passaram horas. Quer algo para comer?
— Não. Só desperdiçaria. Mas, obrigado,
— De acordo. Parece bem. Quanto tempo quer ficar aqui?
— Até que possa vê-lo. Deixe-me dizer de outra maneira. Até que possa vê-lo em particular.
Sem ter que explicar a sua família quem sou eu — Não até que ela soubesse quem era ela para
Colby.
Suas palavras de minha, minha, minha, ecoaram em sua cabeça.
Mas o que queriam dizer?
— Dá conta de que isso poderia atrasar um ou dois dias. Os McKays fecharam filas em torno

164
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

dele. Cord, Colton e Carter estarão todos aqui amanhã.


Merda.
Gemma franziu o cenho.
— Por que diz isso?
Channing não foi consciente de que balbuciou a palavra em voz alta.
— Porque me ter a seu redor não era parte de nosso acordo. Colby e eu tínhamos planejado
nos separar depois de Cheyenne. Agora é tão bom momento como qualquer outro para ir.
Os olhos de Gemma congelaram em pedacinhos de gelo.
— Você só vai ir como se não tivesse ocorrido nada? Como se não importasse que ele
estivesse deitado inconsciente e maltratado e virtualmente morto em uma cama de hospital?
Channing deu um pulo diante das duras palavras de Gemma.
— Não. Mas talvez você gostasse de me dar uma oportunidade de me explicar a mim mesma
antes que vá tirar conclusões.
— Muito bem. Estou escutando. Mas mesmo assim tem que admitir que as coisas sejam
diferentes agora.
— Sim, são provavelmente piores, Gem — Channing apoiou contra a parede de concreto e
resistiu à intenção de golpear sua cabeça contra ela. Fechou seus olhos. — Quanto tempo vai estar
Colby no hospital? Uma semana? Duas? Quando estiver suficientemente bem para sair, terá que
retornar ao rancho porque não poderá cuidar de si mesmo. Sua família esperará fazer isso, como é
normal. Você pensa realmente que me quererão, uma mulher estranha da Costa, ao redor?
— Pensa que Colby me quer estorvando? Meu Deus! Quando esteve ferido em Greeley
estava puto sempre que me preocupava e estava ao redor dele. O homem é teimoso. E orgulhoso.
Não queria que eu o visse como um ser débil, assim assumiu riscos que não deveria ter assumido.
Essa lesão não foi tão séria como esta é esta. Necessitará meses de fisioterapia, meses de estar
dependendo de outros. Assim se largo tudo em minha vida e me mudo a Wyoming para ajudar a
cuidar dele, se ressentirá comigo. Sei que fará. Não poderia suportar isso, Gemma. É muito
importante para mim. — Sua voz entrecortou.
Gemma pressionou a cabeça de Channing contra seu ombro e a deixou chorar. Quando o
pior do pranto terminou, Gemma retirou o cabelo da bochecha úmida de Channing.
— Sabe eu gostaria de discutir com você e dizer que esta equivocada, mas tenho uma ligeira
suspeita de que, exatamente, tem razão.
— Desejaria não ter.
— Eu também — Gemma deu outro Kleenex. — Sinto ter sido tão dura com você.
— Isso é o que os amigos fazem, Gem.
Ficaram paradas em silencio durante um tempo. Gemma suspirou.
— Então que o que vai fazer, menina?
— O mesmo que estive fazendo, suponho. Esconder-me até que a família de Colby se vá e
depois entrarei às escondidas para vê-lo. Depois disso, tenho algumas coisas com as que tenho
que tratar em casa e que estive adiando.
— Vai ficar ali? De volta na costa onde vive sua família?

165
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Provavelmente não. Não sei.


— Recorda, minha porta está sempre aberta. Se as coisas não funcionarem para você com
sua família ou seu trabalho, venha para mim. Sempre posso utilizar outro par de mãos para limpar
o esterco dos compartimentos. A companhia seria boa também, Chan. Vou adorar.
Channing sorriu pela primeira vez em horas.
— Obrigado.
— Não há problema! Toda esta situação dá um giro completo a tudo. — Gemma levantou —
Chama a meu celular quando estiver pronta aqui e virei te pegar para levar ao aeroporto.
Channing assentiu com a cabeça.
Passaram Horas. Trevor, Cash, Edgard e alguns outros vaqueiros do circuito vieram e se
foram. Observava das sombras do final do corredor. Ninguém prestou nenhuma atenção.
Empregou toda sua vida em confundir com o plano de fundo e era muito boa nisso.
Ao redor das cinco da manhã, Channing foi despertada de um ligeiro empurrão. Piscou
diante dos curiosos olhos azuis de Kelly McKay.
— Channing, certo? Gemma me disse que estaria vigiado. Minha família se foi. Colby não
está acordado, mas está sozinho se quer vê-lo.
— Obrigado — Sussurrou.
O quarto era pequeno e cheio de um fedor medicinal. O som fantasmal dos instrumentos de
respiração de Colby ressoou, assim como o constante bip das máquinas que o mantinham vivo.
Channing mordeu sua língua firmemente para afogar um grito entrecortado que pudesse
escapar.
Sua perna estava engessada. A maior parte do resto de seu corpo estava coberto até acima
com o lençol. Tinha tubos em ambos os braços. Não parecia débil; parecia... Como um guerreiro
ferido.
Aproximou ao lado da cama de Colby, curvando seus dedos ao redor do corrimão de metal.
Suas lágrimas caíram.
— OH, vaqueiro! Não é precisamente um presente para a vista.
Não houve resposta.
Arrastou as pontas dos dedos sobre os nódulos de sua mão e estudou seu rosto inconsciente
durante um tempo mais longo, esperando um sinal de algum tipo.
A atividade que se incrementava no corredor e indicou que era o momento de ir.
Channing beijou sua testa e moveu seus lábios até sua orelha.
— Fique bom logo. Quando voltar a ficar em pé, vaqueiro, vem me buscar porque estarei
esperando. Não importa onde esteja ou o que esteja fazendo porque estarei esperando. Portanto
tempo como é necessário. E direi às palavras que estava tão totalmente empenhado em escutar
de mim ontem à noite. Amo você, Colby McKay. Se alguma vez esquecer, direi isso de novo. Amo-
te.
Afastar dele foi à coisa mais difícil que alguma vez fez, inclusive quando sabia que era o
melhor. Por agora.

166
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

CAPÍTULO 21

Uma semana depois…


Trevor sorveu sua quarta cerveja e observou Edgard carregar o último de seus arreios em
sua bagagem — Está seguro de que não quer levar esta sela de montar? É tremendamente bonita
a condenada. Mais bonita que a minha.
— Não. Pode ficar ou pode vendê-la. Não me importa de toda forma.
Pausa.
— Possivelmente a conservarei perto para quando retornar.
Edgard suspirou, mas não levantou a vista do zíper de sua mala de tampas suave.
— Já disse, Trev. Não vou voltar.
Trevor ignorou a punhalada de dor perto de seu coração. Descartou a cerveja morna e
alcançou outra.
Ruído surdo. A última das malas de Edgard bateu no piso.
O silêncio entre ambos foi ensurdecedor.
Edgard disse
— Quando vai ver Cody?
— Amanhã. Cedo.
— Com quem vai?
— Cash e Brian. Dag, o primo de Colby.
— Boa sorte. Dag é um grande heeler.
— Obrigado — Brincou com a lingueta de metal da lata de cerveja. — Está seguro que não
quer que o leve a estação de trem?
Edgard riu suavemente.
— Isso não seria prudente, amigo.
— Não é como se eu fosse fazer uma grande cena, Ed — Zombou Trevor.
— Sei. Talvez eu fizesse — Edgard fechou brevemente seus olhos — Merda. Não vou fazer
isto. Não posso fazer isto mais.
Edgard passou sua mão através de seu cabelo. Um gesto de frustração. Trevor chegou a
conhecê-lo nos últimos anos que ele e Edgard estiveram juntos. De vez em quando. Em segredo.
Sabia que isto não era justo para nenhum deles.
Trevor quis levantar, atravessar o quarto e alisar o escuro cabelo de Edgard em seu lugar.
Estava dolorido por acalmar e dizer que tudo estaria bem. Mas basicamente o que queria era
envolver seus braços ao redor de Edgard e rogar que não o deixasse.
Mas Trevor não fez nada disso. Só bebia constantemente sua cerveja, esperando que o
intumescimento dissipasse e aliviasse sua dor.
Edgard abriu a porta e jogou sua bagagem. Depois fechou a porta de novo e prendeu seus
ombros contra a parede.

167
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Automaticamente Trevor ficou rígido.


— Não se preocupe. Não vou fazer sentir incômodo dizendo como me sinto. Já sabe. Só
desejo que as coisas pudessem ser diferentes.
Trevor engoliu a bebida e o nó de sua garganta.
— Eu também.
— Cuida de você mesmo, meu amoré.
— Você também.
Uma buzina de caminhão soou fora.
Sem outra palavra Edgard girou e saiu de sua vida.
Trevor ficou sentando até que escutou a plataforma do caminhão de Gemma ao longe.
Então levantou lentamente, arrastou os pés para a porta e a fechou.
Empurrou o resto da caixa de cerveja até o compartimento para dormir e arrastou através
do colchão. Desarrolhou uma lata fresca, deitou de costas e deixou cair às lágrimas.

CAPÍTULO 22

Oito semanas mais tarde...


Colby McKay sentou no alpendre dianteiro da casa de seus pais com sua perna apoiada em
uma cadeira dobradiça e franziu o cenho ao céu escuro. Merda de nuvens. Estaria nublado, pelo
menos as malditas deveriam ser nuvens de chuva. Necessitavam a chuva de qualquer maneira.
Uma brisa de outono seco flutuava no beiral, arrastando as campainhas de vento. Esteve em
casa durante dois meses. Um médico receitou repouso na cama depois de que sua perna foi
quebrada como se fosse um barato 2X4, e o pulmão filtrou de ar como um globo que gotejava.
Tão contente que ele não ia urinar na bolsa de colostomía33 ou girando em torno de si
mesmo em uma cadeira pelo resto de sua vida, picava seu orgulho ver que sua família se viu
obrigada a cuidar dele com o patrimônio familiar, no momento. Durante seis malditos meses
malditos.
OH, não parecia importar. Sua mamãe estava feliz de tê-lo em casa de qualquer maneira,
entretanto, era mais feliz com a vida na estrada. Ainda estava arrastando os pés ao redor com
muletas com um aparelho ortopédico na perna para acima como um velho, mas ao menos não
estava sobre suas costas.
Entretanto, havia algo mortificante em ver sua mãe ou sua irmã fazendo seus exercícios de
fisioterapia com ele cada maldito dia. A essa pequena sádica Keely ela gostava de infligir dor nele.
Advertiu ela que era um maldito filho de cadela e convidou Amy Jo para sair em mais de uma
ocasião só para fazer companhia. Mas suspeitava que a única razão pela que Amy Jo apareceu era

33
Consiste na exteriorização do intestino grosso, mais comumente do cólon transverso ou sigmoide, através da parede abdominal,
para eliminação de gases ou fezes.

168
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

com a esperança de topar com seu irmão Cord.


Colby se sentia inútil. Não podia ficar só em sua amada cabana do outro lado do cannion.
Sua mãe disse que ela não confiava nele em não fazer muito, ou muito cedo. Ajudar nas tarefas
para Colton estava fora lugar, também. Seu pai disse que haveria um montão de tarefas
esperando por ele quando se curasse de maneira adequada. A próxima primavera. Inclusive Cord
deu olhadas compassivas, e a vida de Cord estava ainda mais fodida que a sua.
Mas sobre tudo Colby se sentava perguntando que diabos ia fazer agora que sua carreira no
rodeio era história. Claro, sabia que no final desta temporada ia ter que voltar e competir à escala
local nos fins de semana. Portanto, chegou como total surpresa quando os cirurgiões advertiram
que se começasse a montar touros ou broncos de novo, poderia terminar em uma cadeira de
rodas permanentemente.
Não era uma possibilidade que estava disposto a tomar.
Por enésima vez os pensamentos de Colby voltaram para Channing. Sabia que não era
porque a deixou em apuros, porque já não era um vaqueiro de rodeio, agora que a lesão obrigou a
ser só um rancheiro ordinário de Wyoming. Duvidava que ela saltasse de novo a sua antiga vida
depois de que ela teve sua aventura sexual de viajar pelo circuito de rodeio com um trio de
vaqueiros. Ou quando estava nesta costa esquecendo-se dele quando estava ensinando leitura,
escritura e aritmética.
Provavelmente o chamavam algo mais na escola onde ela se escondia na distância que
calças de fantasia.
Sem dúvida, Channing se escondia. Dele. De si mesma. Pelo que disse a ele no hospital
quando ela não sabia que ele podia ouvi-la. Colby não tinha nem ideia do que fazer a respeito ou
como arrumar as coisas. Infernos, não podia fazer nada a respeito até que fosse um homem
inteiro de novo.
Senhor. Sentia sua falta. Depois de uma gloriosa semana com Channing, ela era tudo para
ele. Durante a última noite que passou fazendo o amor com ela, mostrando como se sentia, ele
sabia que ela nunca poria a distância necessária.
Estarei esperando.
Mas, onde? Parecia como se Channing Kinkaid tivesse desaparecido da face da terra.
Alguns semanas depois de que ele conseguiu passar o pior da dor, teve a oportunidade de
ligar para seu telefone celular só para descobrir que foi desligado. Isso o deixou à deriva porque
não sabia os nomes de seus pais. Não sabia onde vivia.
Mas ele sabia que a amava.
O vento soprava o aroma da sálvia e a sujeira. Por um instante, pensou pegar uma baforada
do perfume de Channing. Um pensamento louco. Não havia uma grande quantidade de flores
silvestres em Wyoming no outono.
Suspirou. Talvez dormir. Ao menos quando estava dormido, não pensava nesta merda. E
podia sonhar envolvendo em seus braços em meio de sua cama de tamanho King de volta a seu
lugar. Só eles dois sozinhos, para variar. Não com companheiros de viagem. Sem interrupções.
A porta principal abriu e sua mãe saiu com seu sobrinho KY no quadril. Deu a Colby o

169
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

telefone celular.
— Estamos sem leite e fraldas. Vou correndo à loja. Necessita algo enquanto estou na
cidade?
Colby sacudiu a cabeça. Dirigia direito ao estado do sonho com o sonho de antes, quando o
telefone soou. Ele soprou
— Olá?
— Colby McKay, parece como um urso com uma pata dolorida. Como está?
Relaxou.
— Melhoro todos os dias, Gemma. E você?
— Não posso queixar. Ouça, está seu pai ao redor?
— Não. Ele, Cord e Colton estão provando sorte com as vacas com o corredor de gado. Por
quê? O que necessita?
— Espera — Um sussurro na linha enquanto ela se movia com receptor até o final — Não,
Channing, esses não vão ali. Ponha no alpendre.
Colby congelou. Então seu coração acelerou.
— Gemma Que diabos está acontecendo?
— Sinto por isso. O que disse?
— Disse que Channing está ali? Em seu rancho?
— Bom.
— Minha Channing está em seu rancho?
— Sim.
— Desde quando?
— Bastante.
Colby quase grunhiu.
— Quanto tempo esteve ai?
— Esteve aqui quase seis semanas. Onde esteve?
— Aqui mesmo! Por que diabos não me disse isso? Por que não me disse isso, Gemma?
— Não era meu assunto.
— Maldição! Não sei se pego um chicote contra você ou contra ela.
— Eu não gosto da direção que tomou esta conversa, Colby McKay.
Respirou profundamente, tratando de acalmar.
— Sinto muito. É só que... Passei o mês passado tentando descobrir onde está!
— Assim já sabe. Minha pergunta é: O que vai fazer a respeito? — Gemma desligou.
Um raio de sol derramou através do corrimão do alpendre. Colby olhou o céu. As nuvens
cinza se foram, limpando um horizonte azul radiante.
Um sinal de que podia finalmente ter a oportunidade de esclarecer algumas das questões
que estiveram nublando sua mente.
Ele agarrou suas muletas, suas chaves e se foi.

170
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

CAPÍTULO 23

Enquanto isso, no Rancho de Gemma Jansen…


— Sempre me faz fazer os trabalhos de merda — Channing meio se queixou.
— Isto é uma parte da aprendizagem das cordas e o trabalho no rancho. Alguém tem que
fazer.
— Sim? Teria gostado que dissesse isso antes de tomar minhas malas e me mudar para aqui.
Gemma inclinou sobre a forquilha, com o rosto sério.
— Tem algum remorso por desembainhar a vida na cidade para desembainhar o milho?
Inclusive coberta de merda de cavalo e do pó do feno Channing não pôde conter um grande
sorriso.
— Nenhum só.
— Bem — Assinalou um montão de feno dourado — Espalha isso redor. Vou fazer uma
chamada. Já retorno.
Enquanto Channing cavava o feno, considerou a ideia de que podia ter alguns remorsos.
Depois que deixasse Colby no hospital, foi para casa. Bastou menos de uma semana para
que desse conta que não entendia como viver sua vida à altura das expectativas de outra pessoa.
Contrariamente às acusações de seus pais, ela não mudou. Finalmente estava preparada para
aceitar que isso que tinha no interior era o que queria ser no exterior. Todo o tempo. Não só por
uma semana durante a temporada de rodeio.
Assim Channing deixou seu trabalho inclusive antes de começar. Vendeu as poucas coisas
que possuía, incluindo seu BMW, comprou uma velha caminhonete Dodge, fez as malas e
conduziu através do país aos campos do Wyoming.
Foi à melhor decisão que tomou, além de enganchar com um doce vaqueiro de rodeio que a
fazia rir, a fazia zangar-se e a fazia gritar. A última vez que o viu, deitado na cama de um hospital, a
fez chorar.
Até o momento seu único remorso era que não encontrou coragem para visitar
pessoalmente esse vaqueiro. As vezes que ligou para casa de seus parentes, seu pai disse que
Colby estava descansando. Calculou que daria outra semana de tempo de recuperação antes que
ela fizesse uma viagem por rodovia e provasse sua sorte para cortejar cara a cara, o urso do
Oeste.
Gemma chutou uma porta do estábulo fechada em sua volta ao interior do celeiro.
— A quem ligou que te pôs que tão mau humor? Cash?
— Por que no mundo eu ligaria para Cash Big Crow quando não vi nem ouvi dele em mais de
dois meses? — O rosto de Gemma ficava vermelho brilhante sempre que o nome de Cash era
mencionado.
Channing encolheu os ombros. Não era seu assunto. Eles se entendiam, ou não faziam. Isso a
fez ficar triste ao pensar que Trevor era muito galinha para resistir às expectativas de sua família e
deixou Edgard retornar sozinho ao Brasil.

171
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Hey, quer jogar esta noite no bilhar na Lanterna?


— Não. Temos muito que fazer. Fiquemos por aqui.
— Fenomenal — Channing deixou de apoiar em sua forquilha e retornou a trabalhar.
Uma hora e meia, mais tarde, Gemma desapareceu de novo enquanto Channing terminava
no celeiro. Ouviu um veículo passar a toda velocidade pela estrada e o cascalho rangendo quando
parou bruscamente.
— Channing Kinkaid, traz seu traseiro aqui agora mesmo.
Colby? Estava ali? Lançou suas luvas de trabalho de pele sobre o banco de ferramentas de
madeira.
— Esta foi sua primeira advertência, doce — Gritou.
Channing inalou uma profunda respiração e caminhou para o sol. Tampou seus olhos com
sua mão e pode ver Colby curvado sobre algumas muletas ao lado de uma suja caminhonete
negra.
Seu coração elevou completamente com alegria. Ele estava um pouco maltratado, um pouco
mais magro, mas estava ali.
E zangado como os demônios.
— Que infernos está mal com você? Está vivendo no Wyoming agora? A menos de duas
condenadas horas longe de mim e não pode se incomodar em me deixar saber?
Channing engoliu o nó de sua garganta.
— Deixei saber disso. Liguei a seus pais algumas vezes e falei com seu pai — Ficou imóvel
perto de vinte passos dele quando a verdade a golpeou — Ele não disse que liguei, não é?
Um músculo na mandíbula de Colby flexionou.
— Não. Não fez. Tratarei com ele mais tarde. Agora só desejo esquentar seu traseiro por
pensar que eu nunca faria…
Ela estendeu sua mão.
— Para isso aí. Pensei que quando nos víssemos um ao outro outra vez, você pelo menos
falaria um pouco doce, vaqueiro. Já que é tão bom com essa língua de prata. Mas pelo contrário…
— Pelo contrário estou aqui como um idiota porque não posso correr para você e pegar em
meus braços onde pertence.
Ela parou e olhou fixamente, seu coração em seus olhos.
— Que tal se eu correr para você? — Disse brandamente.
— OH, Deus, querida, por favor. Estou morrendo aqui.
Channing correu.
A pegou com sua mão direita e puxou ela contra ele. Colby a beijou, não como desejava
devorá-la, e sim com pura inocência. Meigamente. Com seu coração e sua alma totalmente
abertas. Igual estava dando uma lembrança sobre o que meditar durante os seguintes sessenta
anos quando olhassem para trás nesse momento. Ela bebeu dele e encheu apoiando,
compartilhando, afogando em tudo o que se deram livremente um ao outro.
Ela enterrou seu rosto em sua camisa, inalando o calor intimo de seu aroma.
— Senti saudade, Colby. Deus. Estava tão preocupada com você.

172
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

— Estava?
— Sim. Quis morrer quando foi ferido. E no hospital me dava conta que poderia murchar e
morrer se não te tinha em minha vida.
— então, por isso me deixou?
Channing bateu sua cabeça contra seu obstinado queixo.
— Temporalmente. Tinha coisas que arrumar em minha própria vida primeiro. E você tinha
outras coisas que se preocupar. Ambos sabemos que não me queria a seu redor essas primeiras
semanas enquanto recuperava.
—Certo. Fui mais resmungão que um velho urso. Tive um montão de dor. Fui uma espécie
de asno para todos, se deseja saber a verdade. Mas uma grande parte disso era porque não sabia
onde estava, doce.
— Estive aqui. Esperando.
A grande, suave mão de Colby agitou quando ele limpou suas lágrimas.
— Sabe que teria vindo aqui antes, se soubesse? Nada teria me separado de você, Channing.
Channing beijou sua palma.
— Então, o que esteve fazendo aqui as últimas seis semanas?
— Aprendendo como montar um cavalo. Aprendendo como cuidar do gado. Aprendendo
como cozinhar. Aprendendo tudo o que podia sobre a vida em um rancho.
— Por quê?
Seus olhos brilharam.
— Verá, tenho meu olho nesse quente vaqueiro rancheiro…
Colby sorriu. Covinha e tudo.
Ela derreteu.
— Sim? Bem, há algumas coisas que se espera de uma apropriada mulher rancheira que
Gemma não pôde ensinar — Ele franziu o cenho — Pelo menos, espero verdadeiramente que não
fez.
— É o único homem para o trabalho.
— Sempre. Por sempre e para sempre, amém. Não compartilho com ninguém o que é meu.
— Deixou muito claro algumas vezes — Channing viu a morte no olho — Amo você, Colby
McKay.
— Sei.
Sua mandíbula caiu.
Colby a fechou com seu dedo e a beijou.
— Disse isso uma vez, e foi suficiente para pegar em minha cabeça para sempre. Embora,
parecia como um sonho, mas recordo vindo me ver no hospital. Ouvi que dizia. Isso foi o que me
fez suportar, a ideia que uma doce, sexy, sofisticada mulher como você amasse um caipira como
eu. Amava bastante para me dizer que estaria esperando por mim. Não importava o que
acontecesse — Levou o dorso da mão dela a sua boca — Eu gostaria de me pôr sobre um joelho,
mas estou ainda bastante machucado. Assim vou perguntar isso diretamente. Quer se casar
comigo, Channing Kinkaid?

173
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Sem duvidar ela exclamou


— Sim!
— Maldito calor — Preparou suas muletas — Sobe no carro. Você dirige. Vamos ao pastor
antes que mude de opinião. Depois levarei para casa onde pertence.
Ela quase se esqueceu de suas demandas depois de que Colby dissesse casa onde pertence.
Mas isto era muito importante.
— Ah, ah. Aquieto aí. Se levar, haverá condições.
Seus olhos entre cerraram.
— Tenho que ter medo dessas condições?
— Possivelmente — Channing sorriu — Um: Você estará em minha cama. Cada noite. Nada
aborrecido, uma vez por semana sexo convencional ao estilo missionário. Espero que ambos
queiramos trabalhar para manter nossa vida sexual tão quente e excitante como foi.
— Excitante, huh? — Sorriu. — Estou de acordo com isso.
— Dois: Desejo ter filhos. Montões de filhos. Mas não imediatamente. Quero tê-lo para mim
mesma durante um tempo.
— O mesmo acontece, doce.
— Três: Entre você está se recuperando de sua lesão e que eu sou uma principiante na vida
em um rancho, vamos ter que ser pacientes um com o outro. Sua família terá que ser paciente
comigo. Fui uma estranha em minha própria família durante toda minha vida, Colby. Não quero
ser uma estranha na sua também.
Colby inclinou sobre suas muletas e a olhou fixamente diretamente em seus olhos.
— É minha família agora. Além disso, Mamãe já te quer porque disse tudo sobre você.
Channing não teve que fingir surpresa.
— Fez?
—Sim. E ela vai chutar o traseiro de meu pai quando souber que ele não me disse que me
ligou, porque ela sabe como eu estava suspirando pelo telefone esperando ouvir você — Sorriu
maliciosamente — Assim vou deixar que cuide ele. Pode castigá-lo da pior maneira do que eu
nunca poderei.
— Bem. Porque estou muito feliz. Não quero que pequenas coisas exigentes nos rasguem
quando o panorama é tão prometedor — Deslizou seus dedos pelo obstinado conjunto de sua
mandíbula — Alguma pergunta?
Colby beijou o interior de seu pulso.
— Uma.
— Dispara.
— É aqui onde digo que te amo?
Os olhos de Channing encheram de lágrimas e assentiu com a cabeça.
— Amo, Channing Kinkaid. Faz o homem mais afortunado, mais feliz do mundo. A vida em
um rancho nem sempre vai ser um arco íris e mariposas e o batimento do coração pela emoção do
rodeio, mas maldita seja, essa será nossa vida. Passarei cada hora acordado me assegurando que
nossa vida juntos, satisfaz todas suas fantasias.

174
Lorelei James
TWKliek
Serie Rough Riders 01

Delirantemente feliz, enganchou o chapéu dele e o deixou cair sobre sua cabeça.
— É aqui onde nós cavalgamos34 para o pôr do sol, vaqueiro?
— Sim — Colby a beijou. Longo. E duro — Eu bem cavalgaria, mas bem, posso me adaptar a
algo que lance o meu caminho.

FIM

34
Refere-se montar no carro não a cavalo, daí o trocadilho com a resposta dele.

175

Você também pode gostar