Você está na página 1de 21

PROGRAMA DE

GERENCIAMENTO

DE RISCOS - PGR

NR-??

DAI A CESAR O QUE É DE


CEZAR COLOCAÇÃO DE
PAINÉIS LTDA
ELABORAÇÃO 24/01/2020

GOIÂNIA - GOIÁS

1
1 - IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA

Dai a Cesar o que é de Cesar Colocação de


RAZAO SOCIAL Painéis LTDA

ENDEREÇO Rua Walter Pereira, 875, Goiânia - Goiás.


CEP 0001 60-40

TELEFONE DE CONTATO 62-35348-4105

C.N.P.J 66.254.777/0001-03

ATIVIDADE PRINCIPAL Fabricação de painéis e letreiros


luminosos

C.N.A.E 32.99 - 0 - 03

25.99 - 3 - 99

25.99 - 3 - 02

43.29 - 1 - 01

25.12 - 8 - 00

GRAU DE RISCO CONF NR-4 3 (três)

CLASSIF. CONF. NR-5 C-14a

NUMERO DE EMPREGADOS Em média entre 6 (seis) a 10 (dez)

HORARIO DE TRABALHO 08h00min às 18h00min

CONTATO NA EMPRESA (62) 6661 7775

VADIDADE DO PROGRAMA Indefinido conforme a legislação.


Enquanto não houver mudança de risco
não será necessário atualizar

RESPONSÁVEL PELA IMPLEMENTAÇÃO Empresa

2
APRESENTANDO A EMPRESA

A Empresa tem como atividade principal a colocação de painéis vulgos (outdoor), assim como,
prestar assistência técnica em possíveis avarias que possam acontecer em virtude do tempo
(chuva em excesso, por exemplo).

A edificação tem uso comercial e é de alvenaria, possui pé direito de 3 metros, com dois
pavimentos, possuindo acréscimo de área em um pavimento. O teto do segundo pavimento
bem como da área acrescida é de forro de madeira, e todas as paredes são pintadas de branco.

Como a empresa funciona somente durante o dia a iluminação do ambiente é natural (através
de aberturas como portas e janelas) e artificial (através de lâmpadas fluorescentes nos
ambientes de trabalho e lâmpadas fluorescentes em ambientes em que a permanência não é
contínua, como nas salas do arquivo morto, depósito, bwc). A ventilação é natural (através das
aberturas), e artificial com aparelhos condicionadores de ar.

Setor Número de Empregados (em média)

Masculino Feminino

Aux. Administrativo 0 01

Montador de estruturas
04 00
metálicas

Auxiliar de montagem de
02 00
estruturas metálicas

Manutenção 2

Vendas 01 00

Total 9 01

ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA

3
2 - OBJETIVO DO PGR

DEFINIR METAS GERAIS

Os trabalhadores da empresa sofreram no ano de 2029 7 acidentes de trabalho (caracterizados


conforme a lei 8213/91 artigo 19). A meta geral é que ficamos com 3 acidentes no máximo,
desde que sejam leves.

CAMPO DE APLICAÇÃO DO PGR

O PGR se aplica a todas as áreas ocupadas da empresa e aos trabalhadores externos.

POLÍTICA DO PGR

O programa ficará alocado na empresa. Que estará obrigada a implementá-lo conforme a NR


9, Capítulo V da CLT e NR 1.

3 - IMPLANTAÇÃO DO PGR

Elaborador Representante da empresa

Marcos A Souza Maria Alcântara de Sá

Técnico de Segurança do Trabalho Diretora de Operações

Reg.MTE.GO 000763.3 Fone 62 0000 0000

Fone: 62 0000 0000 marialc@iberesst.com.br

marcossouza@yahooooo.com.uk

4
4 - DIAGRAMA DAS AÇÕES DO PGR

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

P.G.R

RECONHECER RISCOS AVALIAR RISCOS CONTROLAR RISCOS REGISTRAR E DIVULGAR


RESULTADOS

Identificar os riscos Dimensionar a Cronograma de ações Apresentar resultados


exposição para a diretoria e
demais envolvidos
Realizando inspeção Estabelecer Medidas de
nos ambientes de prioridades e metas engenharia nos Criar e divulgar
trabalho processos de trabalho indicadores de
segurança
Através de análise
Determinar e localizar de dados Equipamento de
possíveis fontes levantados na etapa Proteção Coletiva e Divulgar a segurança
geradoras de reconhecimento individual do trabalho de forma
permanente

Realizar avaliação Supervisão em caso de


Determinar o número
individual uso de EPI
possível de
trabalhadores comparando com
expostos critérios de riscos
de avaliação Treinamentos
ambiental, se
Realizando necessário
levantamento de Implantar Direito de
funções, Recusa - NR 1
caracterização de Avaliar gravidade e
atividades e tipo de severidade do risco
Monitorar resultados
exposição por
de exames médicos
trabalhador Observar indicativo
de doenças nos
exames médicos Avaliar a eficácia das
previstos no PCMSO medidas
implementadas

5
5 - RECONHECIMENTO E AVALIAÇÃO DE RISCOS (INVENTÁRIO DE RISCOS)

6
LOGO DA EMPRESA INVENTÁRIO DE RISCOS - PGR Tipo do PGR: Coletivo Evento S - 1060
Instrumentos de Medição Data: xx/xx/xxxx Quantidade média de
Tipo de Exposição (TE) Horário de Trabalho
Local: Administrativo trabalhadores
1: Luxímetro: Digital LX qualquer coisa
C - Contínuo
2: Decibelímetro: DFX – Imonelg
Estabelecimento próprio I - Intermitente 1 Das 08:00 às 16:00
3: Medidor de Stress Térmico DIFULILI
E - Eventual
RECONHECIMENTO
Foto do Paradigma Característica da área/ambiente Atividades desenvolvidas Cargos / Funções / CBO Agentes de Risco
Físicos Acidentes
Sala com pé direito de 2,5 mts com Atendimento ao público de forma presencial e N/A N/A
tamanho de 18 mts² paredes em atendimento via telefone. Organização das Químicos Ergonômico
Auxiliar Administrativo 5555
alvenaria, possui iluminação artificial atividades dos demais trabalhadores. N/A Iluminação
com ventilação natural e artificial. Trabalho mesclado com postura de pé e sentado Biológicos Outros
N/A
Identificação do Agente Exposição Duração Exp. eSocial Índice de Possíveis
Metodologia de Danos a Saúde Detectados
Forma e Meios Duração Prioridade Danos à
Físico Fonte Geradora Trajetória Intermitente Cod. eSocial Avaliação Através dos Exames Médicos
de Propagação Média AIHA Saúde
Máquina corta 2 horas por NHO 1 da Diminuir
Ruído
chapa
Pelo ar Em condas pelo ar x dia
N/A
Fundacentro
1
audição
N/A
Resultado da Medidas de Fator de Ruído com Medidas de
Contínuo ou Duração da Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Data da Avaliação Avaliação: Controle Proteção do EPI Proteção Controle
Impacto avaliação Recomendações
N.E. dB(a) Existentes (NRRsf) EPI (NRRsf) Propostas
Elaborar relatório de Inviabilidade
85 dB(a) 85 dB(a) Contínuo xx/xx/xxxx Veja abaixo 78 EPI 10 68 dB(a) N/A Técnica conforme NR GRO
Dosimetria de ruído: 05.01.2019 Dados da avaliação
Jornada diária de
Horário da medição Tempo avaliado Calibração
trabalho (min.)
Início Intervalo Fim Horas Minutos Inicial Final
08:00 12:35 13:35 16:55 07:05 425 480 min 114 114
Índice de Possíveis
Forma e Meios Duração Metodologia de Danos a Saúde Detectados
Ergonômico Fonte Geradora Trajetória Permanente Cod. eSocial Prioridade Danos à
de Propagação Média Avaliação Através dos Exames Médicos
AIHA Saúde
Posto de Problemas de
Iluminação N/A N/A N/A X O dia todo N/A 1 Nenhum
Trabalho NR 17 vista
Padrão Data da Avaliação Metodologia de Medição LUX Quantos Quais os Duração da Medidas de Controle Medidas de Observações e/ou
NHO 11 Avaliação pontos? pontos? avaliação Existentes Controle Recomendações

7
Propostas
Mesa de
trabalho, 7 Segundos Não
350 LUX xx/xx/xxxx NR 17 450 LUX 3 Não necessária N/A
corredor, por ponto necessária
oposto da mesa

8
LOGO DA INVENTÁRIO DE RISCOS - PGR Tipo do PGR: Coletivo Evento S - 1060
EMPRESA
Instrumentos de Medição Data: xx/xx/xxxx Quantidade média de
Tipo de Exposição (TE) Horário de Trabalho
Local trabalhadores
C - Contínuo
3: Medidor de Stress Térmico DIFULILI
Presta serviço interno e externo I - Intermitente 4 Das 08:00 às 16:00
E - Eventual
RECONHECIMENTO
Foto do Paradigma Característica da área/ambiente Atividades desenvolvidas Cargos / Funções / CBO Agentes de Risco
Físicos Acidentes
Montar estruturas metálicas para Calor Queda de nível
Galpão com pé direito de 5,5 mts com tamanho de
colocação de outdoor. Para Químicos Ergonômico
18 mts² paredes em alvenaria, possui iluminação Montador de estruturas
desempenhar a atividade o
artificial e natural com ventilação natural e artificial. metálicas 555 N/A Iluminação
trabalhador necessita de escadas, ou
Boa parte do trabalho é executado de forma externa Biológicos Outros
seja, realiza trabalho em altura
N/A
Índice de
Metodologia Possíveis Danos Danos a Saúde Detectados
Identificação do Agente Exposição Tempo eSocial Prioridade
de Avaliação à Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
Forma e Meios Duração da
Físico Fonte Geradora Trajetória Intermitente Código eSocial
de Propagação exposição
4 a 5 vezes por Intermação,
NHO 6 e NR
Calor Sol Pelo ar Ondas de calor X dia. Cada vez 40 01.01.018 2 Exaustão, Não tem
minutos 15
câncer de pele
Medidas de Fator de Medidas de
Data da Duração da Quantos Resultado da Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Controle Proteção do Controle
Avaliação avaliação ciclos? Avaliação °C Recomendações
Existentes Protetor Propostas
Fornecimento de
Fornecer protetor de braços com
Sua realidade Sua realidade ___/___ /____ Sua realidade água. Protetor N/A N/A
solar UVA/UVB
Índice de
Forma e Meios Metodologia Possíveis Danos Danos a Saúde Detectados
Ergonômico Fonte Geradora Trajetória Permanente Intermitente Eventual Prioridade
de Propagação de Avaliação à Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A
Medidas de
Nível Mínimo Nível Médio Nível Máximo Data da Metodologia Duração da Medidas de Controle Observações e/ou
Medição LUX Controle
NHO 11 NHO 11 NHO 11 Avaliação de Avaliação avaliação Existentes Recomendações
Propostas
N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A

9
Forma e Meios Número do Metodologia de Índice de Possíveis Danos
Acidente Fonte Geradora Trajetória Permanente l Medidas de Controle Existentes
de Propagação Código eSocial Avaliação Prioridade AIHA à Saúde
Queda de Observação em Cinto para eventuais trabalhos em altura -
Queda de altura N/A N/A X 05.01.002 xxxxx Fraturas, morte
nível campo Treinamento
LOGO DA EMPRESA INVENTÁRIO DE RISCOS - PGR Tipo do PGR: Coletivo Evento S - 1060
Instrumentos de Medição Data: xx/xx/xxxx Quantidade média de
Tipo de Exposição (TE) Horário de Trabalho
Local trabalhadores
C - Contínuo
3: Medidor de Stress Térmico DIFULILI
Presta serviço interno e externo I - Intermitente 2 Das 08:00 às 16:00
E - Eventual
RECONHECIMENTO
Foto do Paradigma Característica da área/ambiente Atividades desenvolvidas Cargos / Funções / CBO Agentes de Risco
Galpão com pé direito de 5,5 mts com tamanho Físicos Acidentes
de 18 mts² paredes em alvenaria, possui Montar estruturas metálicas para Calor Queda de nível
iluminação artificial e natural com ventilação colocação de outdoor. Para desempenhar a Auxiliar de montagem de Químicos Ergonômico
natural e artificial. atividade o trabalhador necessita de estruturas metálicas 5555 N/A Iluminação
Boa parte do trabalho é executado de forma escadas, ou seja, realiza trabalho em altura Biológicos Outros
externa N/A
Índice de
Metodologia Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Identificação do Agente Exposição Tempo Expo. eSocial Prioridad
de Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
e AIHA
Forma e Meios Duração da
Físico Fonte Geradora Trajetória Intermitente Código eSocial
de Propagação exposição
4 a 5 vezes por Intermação,
Ondas de NHO 6 e NR
Calor Sol Pelo ar X dia. Cada vez 40 xxxx ?? Exaustão, câncer Não tem
calor minutos 15
de pele
Fator de Medidas de
Data da Duração da Quantos Resultado da Medidas de Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Proteção do Controle
Avaliação avaliação ciclos? Avaliação °C Controle Existentes Recomendações
Protetor Propostas
Fornecimento de Fornecer protetor de braços
Sua realidade Sua realidade ___/___ /____ Sua realidade N/A N/A
água. Protetor solar com UVA/UVB
Índice de
Forma e Meios Metodologia Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Ergonômico Fonte Geradora Trajetória Permanente Intermitente Eventual Prioridad
de Propagação de Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
e AIHA
N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A
Nível Mínimo Nível Médio Nível Máximo Data da Metodologia Duração da Medição LUX Medidas de Controle Medidas de Observações e/ou
NHO 11 NHO 11 NHO 11 Avaliação de Avaliação avaliação Existentes Controle Recomendações

10
Propostas
N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A N/A
Índice de
Forma e Meios Número do Metodologia de Possíveis Danos
Acidente Fonte Geradora Trajetória Permanente l Prioridade Medidas de Controle Existentes
de Propagação Código eSocial Avaliação à Saúde
AIHA
Queda de xxxxxxxxxxxxxxx Observação em Cinto para eventuais trabalhos em altura -
Queda de altura N/A N/A X xxxxx Fraturas, morte
nível xx campo Treinamento

11
LOGO DA EMPRESA INVENTÁRIO DE RISCOS - PGR Tipo do PGR: Coletivo Evento S - 1060
Instrumentos de Medição Data: xx/xx/xxxx Quantidade média de
Tipo de Exposição (TE) Horário de Trabalho
Local trabalhadores
1: Luxímetro: Digital LX qualquer coisa
C - Contínuo
2: Termômetro de Globo: TFX - 1001 utilidades
Presta serviço interno I - Intermitente 2 Das 08:00 às 16:00
3: Decibelímetro: DFX - Imonelg
E - Eventual
RECONHECIMENTO
Foto do Paradigma Característica da área/ambiente Atividades desenvolvidas Cargos / Funções / CBO Agentes de Risco
Físicos Acidentes
Galpão com pé direito de 5,5 mts com Calor Choque elétrico
Soldar, cortar, criar peças metálicas que
tamanho de 18 mts² paredes em alvenaria, Químicos Ergonômico
darão origem aos outdoor. Líder de Manutenção e Auxiliar
possui iluminação artificial e natural com
Trabalho executado na maior parte do de Manutenção N/A Iluminação
ventilação natural e artificial
tempo em pé Biológicos Outros
N/A
Índice de
Metodologia de Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Identificação do Agente Exposição Duração Média eSocial Prioridade
Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
Fonte Forma e Meios Duração da
Físico Trajetória Intermitente Cód. eSocial
Geradora de Propagação exposição
Máquina Em condas Cerca de 2 Quantitativa
Ruído Ar X 1 Perda Auditiva Nenhum
corta chapa pelo ar horas por dia NHO 1 / NR 15
Medidas de Ruído com
Contínuo ou Data da Duração da Resultado da Fator de Proteção Medidas de Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Controle Proteção EPI
Impacto Avaliação avaliação Avaliação dB(a) do EPI (NRRsf) Controle Propostas Recomendações
Existentes (NRRsf)
Elaborar relatório de
85 dB(a) 85 dB(a) Contínuo xx/xx/xxxx X horas 89 EPI 10 79 dB(a) N/A Inviabilidade Técnica conforme
NR do GRO
Dosimetria de ruído: 05.01.2019 Dados da avaliação
Jornada diária de
Horário de Medição Tempo avaliado Calibração
trabalho (min.)
Início Intervalo Fim Horas (min.) Inicial Final
08:00 12:35 13:35 15:55 07:05 425 480 min 114 114
Índice de
Fonte Forma e Meios Duração da Metodologia de Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Ergonômico Trajetória Permanente Cód. eSocial Prioridade
Geradora de Propagação exposição Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
Iluminação N/A N/A N/A X O dia todo NR 17 0 Problemas de vista Nenhum

12
Padrão Data da Metodologia de Medição Quantos Quais os Duração da Medidas de Observações e/ou
Medidas de Controle Existentes
NHO 11 Avaliação Avaliação LUX pontos? pontos? avaliação Controle Propostas Recomendações
Mesa de trabalho,
7 Segundos Elaboração de Análise
350 LUX xx/xx/xxxx NR 17 350 LUX 3 corredor, oposto Não necessária Não necessária
da mesa por ponto Ergonômica do Trabalho
Índice de
Fonte Forma e Meios Duração da Metodologia de Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Químico Trajetória Intermitente Cód. eSocial Prioridade
Geradora de Propagação exposição Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
Comprometimento
Processo de Cerca de 2
Manganês Ar Pelo ar X Quantitativa NHO 8 2 do SNC (Sistema Nenhum
solda elétrica horas por dia
Nervoso Central)
Medidas de Fator de
Data da Duração da Resultado da Fator de Proteção Medidas de Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Controle Proteção
Avaliação avaliação Avaliação dB(a) requerido Controle Propostas Recomendações
Existentes Atribuído
5mg/m³ 01, mg/m³ xx/xx/xxxx X horas 03,mg³ Respirador
Índice de
Fonte Forma e Meios Duração da Metodologia de Possíveis Danos à Danos a Saúde Detectados
Agente Trajetória Permanente Cód. eSocial Prioridade
Geradora de Propagação exposição Avaliação Saúde Através dos Exames Médicos
AIHA
Em ondas pelo Cerca de 5
Calor Natural Ar X NR 15 0 N/A N/A
ar horas por dia
Resultado
Duração Resultado da
Data da da Medidas de Observações e/ou
LT NR 15 ACGIH da Avaliação Medidas de Controle Existentes
Avaliação Avaliação Controle Propostas Recomendações
avaliação dB(a)
dB(a)
30,5 °c 30,5 °c xx/xx/xxxx X minutos 28,7 °c 28,7 °c N/A N/A N/A
Fonte Metodologia Duração da Código Medidas de Controle
Acidente Trajetória Permanente Índice de Prioridade AIHA Possíveis Danos à Saúde
Geradora de Avaliação exposição eSocial Existentes
Choque Máquina de Fiação e corpo Observação Cerca de 2 Manutenção preventiva na
X xxxx Arritmia cardíaca, morte
elétrico solda humano em campo horas por dia máquina e fiação

LOGO DA EMPRESA INVENTÁRIO DE RISCO - PGR Tipo do PGR: Coletivo Evento S - 1060
Instrumentos de Medição Data: xx/xx/xxxx a xx/xx/xxxx Tipo de Exposição (TE) Quantidade média de trabalhadores Horário de Trabalho
1: Luxímetro: Digital LX qualquer coisa Local

13
C - Contínuo
2: Decibelímetro: DFX - Imonelg Vendedor I - Intermitente 1 Das 08:00 às 16:00
E - Eventual
RECONHECIMENTO
Foto do Paradigma Característica da área/ambiente Atividades desenvolvidas Cargos / Funções / CBO Agentes de Risco
Sala com pé direito de 2,5 mts com Físicos
tamanho de 18 mts² paredes em Ruído - Calor
alvenaria, possui iluminação artificial Atendimento a interessados nos painéis de Químicos
Vendedor 5555
com ventilação natural e artificial. forma presencial e atendimento via telefone. N/A
Em alguns casos o trabalho é executado Atendimento externo a clientes Biológicos
de maneira externa N/A
Identificação do Agente Exposição Duração Média eSocial Índice de Danos a Saúde Detectados
Metodologia Possíveis Danos
Forma e Meios Duração da Prioridade Através dos Exames
Físico Fonte Geradora Trajetória Permanente Cód. eSocial de Avaliação à Saúde
de Propagação exposição AIHA Médicos
Quantitativa
Máquina corta Cerca de 2 horas
Ruído Ar Em condas pelo ar X NHO 1 / NR 1 Perda Auditiva Nenhum
chapa por dia
15
Medidas de Fator de Ruído com Medidas de
Contínuo ou Duração da Resultado da Observações e/ou
LT NR 15 LT ACGIH Data da Avaliação Controle Proteção do Proteção EPI Controle
Impacto avaliação Avaliação dB(a) Recomendações
Existentes EPI (NRRsf) (NRRsf) Propostas
Elaborar relatório de
Amostras Inviabilidade Técnica
85 dB(a) 85 dB(a) Contínuo xx/xx/xxxx 79 EPI 10 69 dB(a) N/A
instantâneas conforme item 9.3.5.4 da
NR 9
Índice de Danos a Saúde Detectados
Forma e Meios Duração da Metodologia Possíveis Danos
Ergonômico Fonte Geradora Trajetória Permanente Cód. eSocial Prioridade Através dos Exames
de Propagação exposição de Avaliação à Saúde
AIHA Médicos
Problemas de
Iluminação N/A N/A N/A X O dia todo NR 17 0 Nenhum
vista
Medidas de
Padrão Metodologia de Quantos Duração da Medidas de Controle Observações e/ou
Data da Avaliação Medição LUX Quais os pontos? Controle
NHO 11 Avaliação pontos? avaliação Existentes Recomendações
Propostas
Mesa de trabalho,
7 Segundos Elaboração da Análise
350 LUX xx/xx/xxxx NR 17 350 LUX 3 corredor, oposto da Não necessária Não necessária
mesa por ponto Ergonômica do Trabalho

14
6 - PERIODICIDADE DO PROGRAMA E SUAS ALTERAÇÕES

Deverá ser feito avaliações ambientais anuais ou até com menor prazo (a critério do
profissional de Segurança do Trabalho) sempre que o agente agressivo estiver em níveis:

1 - Acima do Nível de Ação Previsto na NR 9, item

2 - Acima do Limite de Tolerância previsto pela NR 15.

3 - Quando houver indicativo de doenças ocupacionais ou do trabalho nos exames médicos.

4 - Quando houver alteração nos riscos ou ambiente de trabalho.

Para todo agente de risco levantado deverá existir pelo menos uma medida de controle para o
dado agente de risco.

As medidas de controle obedecerão ao Cronograma de Ações.

Deverá ser feito avaliações de eficácia das ações quando as medidas de controle em caso de
ineficácia das ações, e quando completarem 1 (um) ano após a sua implantação.

Essa avaliação deve pontuar o desenvolvimento das medidas propostas nesses, avaliar se as
medidas propostas e concluídas surtiram o resultado esperado, remarcar ações que
porventura não estiver sido concluídas, e propor ações de segurança para o ano seguinte.

7 - EXPLICAÇÃO SOBRE REGISTRO DE DADOS

O histórico das atualizações, melhorias implementadas na linha do tempo, deve ser mantido
por um período mínimo de 20 anos, considerando o disposto em normatização específica.

O registro de dados deve estar disponível aos trabalhadores interessados, seus representantes
e às autoridades competentes.

Os trabalhadores interessados poderão apresentar sugestões e terão o direito de receber


informações e orientações a fim de assegurar sua proteção dos riscos ambientais identificados
na execução do PGR.

O empregador deve informar os trabalhadores de maneira apropriada e suficiente, sobre os


riscos ambientais e sobre os meios disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos
disponibilizados pela empresa.

O presente trabalho é um processo dinâmico e contínuo. A cada nova situação ou fatos serão
anexados documentos e numerados na sequência de acordo com a data de entrada.

8 - EXPLICAÇÃO SOBRE A DIVULGAÇÃO DOS DADOS

15
Todos os funcionários que estavam submetidos aos agentes ambientais serão informados,
através de palestra e/ou treinamentos, sobre as formas de se proteger de tais agentes e quais
os cuidados a serem adotados no seu dia a dia de trabalho.

O PGR ficará disponível a todos e alocado no estabelecimento a que se refere. E deve sempre
estar disponível para consulta de qualquer interessado.

9 - ESTRATÉGIA E METODOLOGIA DE AÇÃO

No Plano de Ações estamos propondo estratégias para abordar as possibilidades de melhoria


encontradas e as soluções para os desafios (de segurança) encontrados/levantados através do
programa.

10 - LEGISLAÇÃO

A legislação que embasa esse trabalho é a Norma Regulamentadora do PGR, NR 1, 6 outras.


Essas são encontradas facilmente no site
https://enit.trabalho.gov.br/portal/index.php/seguranca-e-saude-no-trabalho/sst-menu/sst-
normatizacao/sst-nr-portugues?view=default

16
ELABORADO POR: Assinatura do Profissional de SST
PLANO DE AÇÕES - PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS
APROVADO POR: Assinatura do responsável pela empresa

Ano:20XX

Responsável
Prioridade
Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Item Ação Meta Estratégia e metodologia

Realizar capacitação Treinamento durante o horário de trabalho,


sobre uso dos EPIs para para grupos com no máximo 20
os trabalhadores dos Alcançar 20% dos trabalhadores, por meio de exposição oral,
Fulano
1 setores: trabalhadores a cada apresentação de vídeos e material impresso. 1 X X X X X
(TST)
Montador de estruturas mês Verificação da retenção por meio de teste ao
metálicas; final do treinamento.
Soldador. Duração: 50 minutos.

Providenciar a elaboração Solicitar cotações, encaminhar para


de estudo para avaliação Diminuir o ruído a aprovação junto com projeto de redução do
Beltrano
2 de medidas de proteção níveis abaixo do Nível custo em função da eliminação da 3 X X
(GRT)
coletivas nas áreas de Ação da NR 9 aposentadoria especial. Contratar empresa
operacionais. especializada para instalação.
Alcançar 100%
Elaboração da Análise dos trabalhadores Solicitar cotações, encaminhar para
Ergonômica do Trabalho. do setor aprovação junto com projeto de redução do Fulano
3 3 X X X X X X X X X X
Conforme item 17.1.2 da administrativo. No custo em função de adoecimentos de (TST)
NR 17 próximo ano adequar trabalhadores do setor.
os demais
Providenciar armários
individuais para que os
Alcançar 100% Solicitar cotações, encaminhar para
empregados possam Cicrano
4 dos trabalhadores aprovação junto com projeto de onde os 2
guardar seus (TST)
do setor operacional armários serão instalados
equipamentos e
pertences

17
18
10. ENCERRAMENTO

Esse programa foi criado para ser implementado ao longo do ano. É um programa de ação
contínua.

11. BIBLIOGRAFIA

Norma Regulamentadora n° 1 do Ministério da Economia.

Norma Regulamentadora n° 6 Ministério da Economia.

ACGIH (American Conference of Governmental Industrial Higyenists) versão 2017.

Livro Manual de Proteção Respiratória. Autores Maurício Torloni e Antonio Vladimir Vieira

11. ASSINATURAS

Elaborador Representante da empresa

Marcos A Souza Maria Alcântara de Sá

Técnico de Segurança do Trabalho Diretora de Operações

Reg.MTE.GO 000763.3 Fone 62 0000 0000

Fone: 62 0000 0000 marialcx@iberesst.com.br

marcossouzaxft@yahoo.com.uk

______________________________ ___________________________

Ass: Ass:

19
QUESTÕES COMPLEMENTARES - CAPÍTULO 5

1 - Quando devem ser feitas novas avaliações ambientais para ocasião da elaboração do
programa?

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2 - O que mais gostou e o que menos gostou nele?

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________

3 - No momento de reconhecer os riscos devo utilizar a descrição do CBO? Justifique sua


resposta.

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

4 - Quais as vantagens de utilizar GHE no PGR?

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

5 - Liste os problemas que podem acontecer se o profissional de SST ficar longe do trabalhador
paradigma durante as avaliações ambientais?

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

20
FINAL DA APOSTILA - NOSSO COMPROMISSO
Antes de terminar quero que assumamos dois compromissos!

Você está comigo nessa?

1 - Gostaria que me prometesse estudar essa apostila mais de uma vez. Isso é importante para
realmente absorver as informações contidas nela.

2 - Se verdadeiramente gostar desse material, peço que divulgue nosso trabalho para um
amigo. Muita gente nunca adquiriu nenhum dos nossos materiais por medo de golpe, etc. Se
você nos indicar estará mostrando carinho com nosso trabalho e mostrando que somos
confiáveis. Posso contar contigo?

Antes de terminar quero te lembrar algo importante. Na ponta do processo de produção de


qualquer empresa está o trabalhador. Ele é a parte mais fraca da relação. Portanto dê o seu
melhor para não se prostituir no mercado de trabalho.

Boa parte dos PGR/PPRAs atualmente não possuem avaliações ambientais. Isso é fruto da falta
de habilidade técnica para medir, e de pegar serviço por preço irrisório. O mercado está
prostituído e você se prostituirá também?

Por trás do PGR/PPRA fajuto tem riscos não reconhecimentos, avaliados e controlados, existe a
séria possibilidade de o trabalhador adoecer por exposição a algum agente de risco ou se
acidentar.

Dê o seu melhor, e se é tudo o que puder fazer, possivelmente será suficiente para que ainda
minimamente melhore o ambiente de trabalho da sua empresa.

Desejo sorte na empreitada, e se precisar, sabe onde me encontrar ;)

Compromisso de ser um prevencionista de verdade!

__________________________________________________

Seu nome aqui

Seu telefone: ( )

SE ENCONTROU ESSE LIVRO PERDIDO POR AÍ, JÁ SABE COMO ENCONTRAR O DONO. Que
tal fazer sua boa ação do dia?

Compartilhe nossa hashtag #NestorWNeto #DescomplicandooGRO

21

Você também pode gostar