Você está na página 1de 21

Agrupamento Disciplinar Económico-Social

Curso Profissional Técnico de Desporto/Restaurante Bar - 10.º E 2021/2022

MÓDULO 2 – A EMPRESA

Prof.ª Paula Barreira Pág. 1 Ano Lectivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Índice

Apresentação e Objectivos do módulo Pág 1

Conteúdo um – Conceito de Empresa Pág. 4

Conteúdo dois – Objetivos da Empresa Pág.15

Conteúdo três – Visão, Missão e Valores Pág. 26

Conteúdo quatro – Matriz Swot Pág. 31

Conteúdo cinco – Critério de classificação das empresas Pág. 36

Conteúdo seis – Funções da Empresa Pág. 41

Prof.ª Paula Barreira Pág. 2 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Apresentação Sendo a empresa uma organização que se constitui como


objectivo de produzir bens e / ou prestar serviços para a
satisfação das necessidades dos consumidores, neste
módulo pretende-se que o profissional de informática de
gestão compreenda a organização e o seu funcionamento.

Objectivos de • Conhecer e compreender a evolução do conceito de


Aprendizagem empresa;
• Reconhecer as finalidades económicas e sociais da
empresa.
• Identificar e utilizar os critérios de classificação de
empresas.
• Explicar e apresentar as diversas teorias
organizacionais.
• Identificar a evolução da organização e gestão do
trabalho.
• Distinguir os diferentes tipos de estrutura.
• Elaborar organigramas e funcionagramas.
• Identificar os diferentes critérios de
departamentalização empresarial.
• Compreender o conceito de planeamento.
• Identificar e utilizar as diferentes técnicas de
planeamento.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 3 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA E APLICAÇÕES DE GESTÃO

MÓDULO 2 – A Empresa – 18 Tempos

1- Conceito de empresa:

O conceito atual de empresa

Empresa: toda uma combinação de recursos humanos, materiais, tecnológicos e


financeiros – para atingir determinados objetivos e criar a satisfação das necessidades do
mercado.

Os recursos da empresa - > Ideias Chave:

EMPRESA

RECURSOS HUMANOS RECURSOS MATERIAIS E RECURSOS FINANCEIROS


TECNOLÓGICOS

ATINGIR OBJETIVOS

Recursos Humanos: pessoas que estão ao serviço da empresa e que, com o seu
trabalho garantem o seu funcionamento.

Recursos Materiais: instalações, equipamentos, matérias-primas, entre outros, que


contribuem para o desenvolvimento da atividade da empresa.

Recursos Tecnológicos: opções de utilização dos métodos e dos instrumentos mais


adequados à realização de uma atividade.

Recursos Financeiros: meios monetários e financeiros de que a empresa dispõe para o


seu desenvolvimento ou estabilidade.

Alcançar Objectivos: objetivos predefinidos nos planos elaborados.

1.1. Visão, missão e valores.

A) VISÃO

Conjunto de intenções e aspirações para o futuro, sem especificar


como devem ser atingidas: saber para onde a empresa se dirige e
onde pretende estar no futuro.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 4 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Presente  FUTURO

A visão usa-se para projectar uma imagem do futuro que se pretende que a empresa
seja, de forma realista e atractiva. Geralmente a Visão não está escrita, reflecte os
ideais dos seus líderes e é transmitida em conversas e apresentações públicas

A Visão da empresa deve servir de inspiração para os membros da organização tirarem


o máximo partido das suas capacidades e alcançarem níveis mais elevados de excelência
profissional

Ex.: Visão da CP - Comboios de Portugal

B) MISSÃO

A Missão consiste num documento (texto ou frase) que identifica a postura da


empresa no mercado e os objetivos que pretende ver cumpridos.

A missão serve para definir a actividade ou actividades desenvolvidas na empresa,


proporcionando uma visão clara do mercado em que esta se posiciona, dos clientes e dos
competidores.

Para definir uma Missão, é necessário indicar (responder):

O produto/tecnologia desenvolvido na empresa;


A necessidade servida;
O tipo de clientes servidos;
A área geográfica em que a empresa opera;

Qual a razão de ser da empresa;


Qual o negócio da empresa;
Quais são as futuras competências requeridas pela empresa;
Quem são os principais clientes ou segmentos de mercado da empresa;
Quais são os principais produtos ou serviços da empresa;
Quais são os princípios básicos e os valores da empresa;

A missão deverá englobar:

A finalidade da empresa;
A Estratégia;
OS Padrões;
OS Valores comportamentais;

Prof.ª Paula Barreira Pág. 5 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

A declaração de missão deve:

 Apresentar-se com frases curtas;


 Ser simples e memorizável;
 Captar a essência do posicionamento da empresa no mercado (valores,
produtos/tecnologias, clientes, mercado);
 Definir o negócio da empresa.

Definição restrita Definição ampla


Televisão Telecomunicações
Roupa para crianças Moda jovem
Garrafas de vidro Embalagens
Automóveis Transporte de pessoas

Uma definição de missão feita em termos vagos e com trivialidades, é inútil.

Exemplos de Missão de empresas:

McDonald’s: Satisfazer o apetite do mundo por boa comida, bem servida, a um preço
que as pessoas possam pagar.

Boeing: A nossa missão a longo prazo é tornarmo-nos na primeira companhia


aeroespacial do mundo e estar entre as primeiras empresas industriais, de acordo com
padrões de qualidade, rentabilidade e crescimento.

Chrysler Corporation: Compromete-se a facultar aos seus clientes o maior grau de


satisfação do mundo com os seus produtos e serviços.

NCR: É uma companhia de sucesso em crescimento, empenhada em conseguir


resultados superiores garantindo que as suas acções estão de acordo com as
expectativas dos accionistas. A missão prioritária da NCR é criar valor para os seus
accionis
tas.

CP:

Prof.ª Paula Barreira Pág. 6 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Erros que podem fazer fracassar a declaração de missão:

 A declaração não deve ser longa, nem genérica;


 Não deve ser muito específica, para que não haja probabilidades de perder a
actualidade fazer aos novos projectos desenvolvidos pela empresa;
 Deve reflectir as aspirações da empresa, mas sem correr os riscos de não passar de
uma declaração de desejos bem-intencionados;
 Não deve ser imposta por um grupo influente no seio da empresa sob pena de não ser
interiorizada por todos;
 Não deve ser uma lista de metas a atingir. Deve ir mais além e conseguir maior
intemporalidade.

Proposta de Trabalho n.º 1:

Analise os objectivos definidos pelas empresas McDonald’s e Boeing. Elabore uma


pequena crítica a estes objectivos, onde expresse a sua opinião.

C) VALORES

São objetivos que as organizações atuais definem para os seus


empregados para concretizarem a sua estratégia.

A inovação e a globalização crescente colocaram novos desafios às


empresas. Ao modelo da gestão por objectivos seguiu-se o da “Gestão
por Valores”.

Ex.:
Valores
da CP

Prof.ª Paula Barreira Pág. 7 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

1.2. Finalidades económicas e sociais da empresa.

Quais as finalidades de uma empresa?

A) Finalidades económicas:

Obtenção de lucro;
Criação de riqueza;
Aumento da produção;
Aumento da capacidade produtiva;
Aumento da rendibilidade (capacidade de produzir
rendimento).

Mas será que a empresa para além de finalidades económicas, não tem também
responsabilidades sociais?

A empresa sente-se também obrigada a contribuir para que no país se atinjam


determinadas metas sociais. Algumas são indicadas pelo Governo através de legislação
adequada devendo as empresas contribuir obrigatoriamente com verbas (descontos para
a Segurança Social, impostos sobre o rendimento) para que possam ser atingidas.

Outras vezes a própria empresa assume, voluntariamente, obrigações para com a


comunidade em que está inserida. Exemplo: doação de fundos a escolas, hospitais,
associações culturais, etc.

B) Finalidades sociais:

Preocupação com a sociedade;


Aumento da notoriedade;
Criação de emprego;
Promover a segurança no trabalho;
Desenvolver a sua região;
Preservar o ambiente;
Tratar resíduos;
Aumentar a qualidade, etc.

Proposta de Trabalho n.º 2:

Leia o seguinte texto extraído de um folheto informativo da cadeia de restaurantes


MacDonalds.

“A fundação Infantil Ronald Macdonald é uma instituição Portuguesa sem fins


lucrativos e com autonomia administrativa, que trabalha com o objectivo de
construir uma casa que oferece apoio aos familiares das crianças que se deslocam
da sua residência habitual, para receber tratamento hospitalar prolongado. Para
além disso, ajuda financeiramente outras entidades com programas no âmbito
educacional, pedagógico, científico-médico e de solidariedade que promovam o bem-estar das
crianças e dos respectivos familiares”.

a) Elabore uma listagem das finalidades formuladas pela empresa a que se refere o
texto e classifique-as;

Prof.ª Paula Barreira Pág. 8 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

1.3. A empresa face ao meio envolvente.

O contexto empresarial

A empresa actua num determinado meio ambiente e se


pretende sobreviver deverá conhecê-lo o mais profundamente
possível, o que não é fácil pois as empresas, as pessoas e
entidades que com ela se relacionam constituem um sistema
em constante evolução; acresce que este meio envolvente é
vasto e com interesses divergentes:

Pessoas e entidades directa e indirectamente interessadas na empresa

Accionistas Estado
Trabalhadores Sindicatos
Gestores Comunidade local e nacional
Famílias de trabalhadores e gestores Grupos ecologistas
Clientes EMPRESA Investidores
Fornecedores Entidades políticas
Empresas do sector relacionados Entidades de saúde
Concorrentes Núcleos de lazer
Universidades Comunicação social

Envolvente transaccional: constituído por um conjunto de agentes económicos que


entram em contacto directo com a empresa, normalmente através de uma relação de
troca:
 Fornecedores – junto de quem adquirem matérias necessárias à produção;
 Clientes – adquirem os outputs da empresa
 Bancos e outras instituições financeiras – fornecem meios financeiros;
 Estado e outros entes públicos (autarquias, segurança social) – funcionam como
agentes reguladores.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 9 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Proposta de Trabalho 2 – A Empresa

Nome____________________________________________ N.º ____ Data __/__/____

1. Dê a noção de empresa sob o ponto de vista económico.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

2. Actualmente, as empresas têm uma postura de actuação completamente diferente


das suas antepassadas. Na sua opinião, quais foram as mudanças mais relevantes?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. “Engenheiros de empresas americanas estão a testar estradas e carros inteligentes.


A ideia é reduzir ao máximo a alta da taxa de mortalidade existente em todas as
estradas do mundo”. O texto faz alusão a uma das possíveis finalidades de uma
empresa. Identifique-a e indique outras finalidades.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

4. Comente a seguinte afirmação:


“ A minha empresa tem uma fórmula de sucesso: adaptar-se constantemente ao meio
envolvente”.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

5. Aponte alguns exemplos que demonstrem a responsabilidade social das empresas


para com a comunidade.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

6. Relativamente à envolvente transaccional, explique qual o papel dos Clientes.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

7. Aponte os benefícios que têm as empresas socialmente responsáveis.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Bom Trabalho! 

Prof.ª Paula Barreira Pág. 10 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

2- Classificação das empresas:

Classificar uma empresa significa englobar essa empresa numa determinada categoria,
na qual poderá ser comparada com outras semelhantes, ou seja, com outras empresas
que possuem características idênticas e que visem também objectivos idênticos.

CRITÉRIOS CLASSIFICATIVOS DAS EMPRESAS:

2.1. Critério dos setores de actividade.

Consoante a natureza e origem dos produtos que a empresa fabrica ou comercializa, esta
será incluída num dos três sectores da actividade económica que estão definidos:

Distribuição pelos sectores de actividade

Neste setor incluem-se as empresas ou indústrias extractivas


Sector
(ex.:pedreiras),as atividades de agricultura, pecuária, pescas
primário
e silvicultura.

Sector Neste setor incluem-se as indústrias transformadoras, ou


secundário seja, aquelas que transformam matéria-prima em produto
acabado, Ex.: indústria têxtil, indústria automóvel.

Neste setor incluem-se o comércio e a prestação de serviços,


Sector
ou seja, a actividade de comprar ou vender produtos
terciário
acabados ou a actividade de prestar serviços.

A cada um destes sectores corresponderá um determinado código, o Código de


Classificação das Actividades Económicas (CAE): sistema de classificação e
agrupamento das actividades económicas (produção, emprego, energia, investimento,
entre outras) em unidades estatísticas de bens e serviços.

Classificar uma actividade segundo a sua CAE significa usar uma nomenclatura (código)
até seis níveis.

Exemplo: classificar uma pousada da juventude com restaurante.

Secção H Alojamento e Restauração


55 Alojamento e Restauração
551 Estabelecimentos Hoteleiros
5511 Estabelecimentos Hoteleiros com Restaurante
55114 Pousadas com Restaurante

Consoante a actividade desenvolvida pela empresa, também poderá ser adoptado o


critério económico, que se baseia na divisão das empresas segundo se trate de empresas
comerciais ou industriais.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 11 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

2.2. Critério da propriedade dos meios de produção.

De acordo com a propriedade do capital e com a gestão dos meios de produção, as


empresas classificam-se em:

 Empresas públicas: são propriedade da Administração pública, cuja gestão está a


cargo de pessoas nomeadas pelo Estado.
 Empresas privadas: são propriedade de pessoas particulares, que gerem os meios
de produção e dividem entre si, o lucro.
 Empresas de capitais mistos: uma parte dos meios de produção é propriedade de
particulares e a outra pertence à Administração pública.

2.3. Critério da dimensão.

Para classificar uma empresa quanto à sua dimensão, consideram-se os


trabalhadores ou colaboradores que permanecem na empresa há pelo
menos um ano consecutivo, sem interrupções.

Dimensão das Empresas


Microempresa < 10 efectivos.
Pequena empresa >10 e < 50.
Média empresa >50 e < 250.
Grande empresa > 250 ou mais efectivos.

De acordo com a Recomendação 2003/361/CE, a Comissão Europeia adoptou uma nova


definição de micro empresas, pequenas e de médias empresas, com o objectivo de
promover o espírito empresarial, incentivar o investimento e o crescimento, reduzir os
encargos administrativos e aumentar a segurança jurídica. Esta definição considerará os
seguintes limiares aplicáveis às PME:

N.º Limites Financeiros


Categoria
efectivos Volume de Negócios Balanço Total
Média Empresa < 250 < € 43 milhões < € 43 milhões
Pequena Empresa < 50 < € 10 milhões < € 10 milhões
Microempresa < 10 < € 2 milhões < € 2 milhões

Ao ser considerada uma PME, a empresa poderá usufruir de variadas vantagens,


nomeadamente a obtenção de apoios e incentivos através do
IAPMEI, o que irá permitir, melhorar a sua competitividade,
promover o crescimento económico e modernizar-se,
preparando-a para um mercado cada vez mais concorrencial.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 12 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

2.4. Critério Jurídico.

Quem pode ser comerciante: Pela leitura dos artigos 13.º e 14.º do Código comercial,
ficamos a saber quem é comerciante e quem não pode exercer o comércio.

Artigo 13.º
Quem é comerciante – São comerciantes:
1-º As pessoas que, tendo capacidade para praticar actos de comércio, fazem deste profissão
(comerciantes em nome individual)
2.º As Sociedades Comerciais

Artigo 14.º
Quem não pode exercer comércio – É proibida a profissão de comércio:
1.º às associações ou corporações que não tem por objecto interesses materiais.
2.º Aos que por lei ou disposições especiais não possam comerciar. (Incapazes).

Conclusão:
Todos os actos regulados no Código Comercial são considerados actos de comércio,
independentemente de serem praticados por comerciantes ou por não comerciantes.

Obrigações especiais dos comerciantes: As disposições estabelecidas no art. 18.º do


Código Comercial determinam as obrigações dos comerciantes:

Artigo 18.º
Obrigações especiais dos comerciantes
Os comerciantes são especialmente obrigados:
1.º A adoptar uma firma;
2.º A ter escrituração mercantil;
3.º A fazer inscrever no registo comercial os actos a ele sujeitos;
4.º A dar balanço, e a prestar contas.

As empresas podem classificar-se segundo o seu regime jurídico, daí que, na sua
classificação se use o Código Comercial e o Código das Sociedades Comerciais.

Classificação das empresas quanto à forma jurídica

Empresas
Singulares

E.I.R.L. Comerciante em Nome Individual

Sociedades
Comerciais

Sociedade em
Sociedade Sociedade por Sociedade Sociedade em
Nome Coletivo
unipessoal quotas anónima Comandita

Prof.ª Paula Barreira Pág. 13 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E


Conceitos Essenciais:

Capital Social: representa o valor que os seus detentores


acordam em atribuir à empresa (ao negócio) e que serve
de garantia a terceiros.

Património: conjunto de bens, direitos e obrigações,


pertencentes a uma determinada pessoa (património
particular) ou a uma empresa (património comercial).

Órgãos Sociais: vários conjuntos de pessoas (ou uma só pessoa) ou entidades que
tomam a decisões de direcção, fiscalização e de gestão da empresa.

Firma: nome comercial com o qual os comerciantes assinarão todos os documentos.

EMPRESAS SINGULARES

A – Comerciante em Nome Individual

- Não há distinção entre património particular e património da empresa.

 Número de proprietários ou sócios: proprietário único;


 Capital Social, em valor, constituição e entradas: valor sem limite mínimo;
 Responsabilidade dos proprietários ou sócios: ilimitada – em caso de dívidas,
responde com o património da empresa e com o seu património;
 Outras obrigações legais: a firma do comerciante deve ser registada no Registo
Nacional das Pessoas Colectivas (RNPC).
 Elementos da firma: O comerciante deverá adoptar uma firma composta por nome
civil (completo ou abreviado) acrescido, ou não, do objecto social (actividade
desenvolvida pela empresa).

Exemplo: Comerciante Pedro Abreu da Silva que se dedica à comercialização de


automóveis usados.

- Pedro Abreu da Silva; - Pedro Abreu da Silva, Automóveis


- Pedro Silva - Pedro Silva, Automóveis - CarPedro

B – E.I.R.L. – Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada

 Número de proprietários ou sócios: proprietário único;


 Capital Social, em valor, constituição e entradas: Valor mínimo de 5000€; as
entradas devem ser em dinheiro ou bens penhoráveis (que possam ser convertidos
em dinheiro);
 Responsabilidade dos proprietários ou sócios: limitada ao valor investido e aos
bens afectos à empresa;
 Identificação dos órgãos sociais: Administrador (detentor do capital);
 Outras obrigações legais: Escritura pública; adopção de firma;
 Elementos da firma: nome do titular do capital, acrescido ou não do objecto social,
mas sempre acrescida da sigla E.I.R.L.

Exemplo: Comerciante Catarina Soares que se dedica à comercialização de artigos de


papelaria.

- Catarina Soares, E.I.R.L. - Papelaria Girassol, E.I.R.L.


- Catarina Soares, Papelaria, E.I.R.L.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 14 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Sociedades Comerciais

As sociedades gozam de personalidade jurídica, logo, serão regidas por um contrato de


sociedade. Este contrato é também denominado estatutos ou pacto social: documento
onde se estabelecem regras de funcionamento da sociedade e que devem contemplar a
vontade das pessoas envolvidas e sempre de acordo com o estipulado na lei.

Os estatutos devem conter entre outros os seguintes elementos:

 Os nomes ou firmas de todos os sócios e outros dados de identificação destes;


 O tipo de sociedade;
 A firma da sociedade;
 O objecto da sociedade;
 A sede da sociedade;
 O capital social, quota de capital e natureza da entrada de cada sócio;
 Órgãos sociais (eleição, composição e funções);
 Direitos e deveres dos sócios (accionistas);
 Forma de aplicação dos resultados (lucros ou dividendos).

O contrato de sociedade deve ser celebrado por escritura pública. A escritura pública é
um acto notarial com vista ao registo dos estatutos e sua divulgação posterior.

C – Sociedade Unipessoal por Quotas

 Número de proprietários ou sócios: um sócio único;


 Capital Social, em valor, constituição e entradas: Valor mínimo de 5000€
dividido em quotas; as entradas devem ser em dinheiro ou bens penhoráveis (que
possam ser convertidos em dinheiro);
 Responsabilidade dos proprietários ou sócios: limitada ao valor das quotas que
investiu e aos bens afectos à empresa;
 Identificação dos órgãos sociais: Gerência; Assembleia de sócios;
 Outras obrigações legais: Escritura pública; adopção de firma;
 Elementos da firma: nome do sócio, acrescido ou não do objecto social, mas
sempre acrescida de Unipessoal, Lda. ou Unipessoal, Limitada.

Exemplo: Comerciante João Rodrigues, serralheiro de profissão.

- João Rodrigues, Unipessoal, Lda.


- João Rodrigues, Unipessoal, Limitada
- João Rodrigues – Serralharia, Unipessoal, Lda.

D – Sociedade por Quotas

 Número de proprietários ou sócios: mais de um sócio;


 Capital Social, em valor, constituição e entradas: não tem valor mínimo não são
admitidas contribuições de indústria (não poderão ser diferentes de dinheiro);
 Responsabilidade dos proprietários ou sócios: limitada ao valor das quotas
subscritas e não realizadas; solidariamente responsáveis;
 Identificação dos órgãos sociais: Gerência - um ou mais gerentes aos quais
compete a administração da sociedade e elaboração do relatório de contas;
Assembleia-geral de sócios a quem compete a proposta de aplicação de resultados e
a apreciação geral da gerência da sociedade.
 Outras obrigações legais: Escritura pública que tem de ser divulgada a outros
agentes económicos e públicos em geral; adopção de firma.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 15 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

 Elementos da firma: nome ou firma de todos ou de alguns sócios, ou por uma


denominação particular, ou ainda pela reunião de todos esses elementos, em todos
os casos sempre acrescida da expressão “Limitada” ou da abreviatura “Lda.”

Exemplo:
A. Firma de alguns sócios:
Manso & Manso, Lda.
B. Nome dos sócios e denominação particular:
António & Joaquim Brás – Serralharia e Construção
Civil, Lda.
C. Denominação particular:
Alcobia – Distribuição e Logística, Lda.

E – Sociedade Anónimas

 Número de proprietários ou sócios: mais de 5 – chamam-se accionistas;


 Capital Social, em valor, constituição e entradas: o capital está dividido em
acções; não pode ser constituída com um capital inferior a 50 000 €; não são
admitidas contribuições de indústria (não poderão ser diferentes de dinheiro); O
capital social e as acções devem ser expressas num valor nominal com um mínimo de
um cêntimo. A acção é indivisível.
 Responsabilidade dos proprietários ou sócios: limitada ao valor das acções
subscritas.
 Identificação dos órgãos sociais: Conselho de Administração, Conselho fiscal e
assembleia-geral.
 Outras obrigações legais: Escritura pública que tem de ser divulgada a outros
agentes económicos e públicos em geral; adopção de firma.
 Elementos da firma: nome ou firma de um ou de alguns accionistas, ou por uma
denominação particular, ou ainda pela reunião de todos esses elementos, em todos os
casos sempre acrescida da expressão “Sociedade Anónima” ou da abreviatura “S.A.”

ÓRGÃOS SOCIAIS

 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO é composto por um


número ímpar de membros, fixado no contrato de
sociedade.
- Competências: deliberar, sobre qualquer assunto de
administração da sociedade, nomeadamente:
 Escolha do seu presidente;
 Nomeação de administração;
 Pedido de convocação de assembleias-gerais.

 CONSELHO FISCAL é composto por três membros efectivos (o contrato de sociedade


pode aumentar esse número para cinco).
- Competências:
 Fiscalizar a administração da sociedade;
 Vigiar pela observância da lei e do contrato de sociedade;
 Verificar a regularidade dos livros, registos contabilísticos e documentos que lhe
servem de suporte.
 Elaborar anualmente relatório sobre a sua acção fiscalizadora e dar parecer sobre o
relatório, contas e propostas apresentados pela administração;

 Verificar a exactidão das contas e cumprir as demais atribuições constantes da lei ou


do contrato de sociedade.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 16 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

 ASSEMBLEIA GERAL:
 Deve reunir, com convocatória publicada, para deliberar sobre o relatório de gestão,
sobre as contas do exercício e sobre a proposta de aplicação de resultados;
 Deve proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da sociedade e, se
disso for caso, proceder à destituição de administradores ou directores e às eleições
que sejam da sua competência (nomeadamente a eleição dos administradores).
 Deve ser lavrada uma acta de cada reunião da assembleia geral, redigida e assinada
por quem nelas tenha servido como presidente e secretário.

Nota: A Sociedade Anónima é obrigada a apresentar vários documentos,


nomeadamente o “livro de actas” e o “relatório de contas”.

Exercícios de Aplicação:

1. A fim de conheceremos o tipo de empresa com a qual trabalhamos, há necessidade de


saber classificá-la segundo vários aspectos. Como podemos classificar uma empresa?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

2. Qual a diferença entre uma empresa pública e uma empresa privada?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. Distingue empresa pública de empresa semipública (economia mista).


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

4. O que entendes por uma empresa industrial?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
____________________________________________________________________

5. Classifica as empresas que se seguem por sectores de actividade:

Empresa ligada à Exploração de Minas;


Empresa ligada aos Transportes;
Empresa ligada à Construção Civil;
Empresa ligada à Pesca;
Empresa ligada ao Comércio.

6. Através da firma podemos identificar uma empresa quanto ao aspecto jurídico.


Classifica as seguintes empresas:

Lopes Moreira, Unipessoal, Lda.


A Minhota, Lda.
Jaime Filipe, EIRL;
Cerâmica Ana’s SA
José António Tavares

Prof.ª Paula Barreira Pág. 17 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

Proposta de Trabalho n.º 3

Classificação das Empresas

Nome_________________________________________ N.º __ Data __/__/____

1. Considere as seguintes empresas:

a) António Ferreira Inácio


b) Vinhos do Cartaxo, SA.
c) Vasco Santos, EIRL
d) A Desportiva da Lagoa, Lda.
e) Célia Brito, Unipessoal Lda.
f) Congimex, Lda.
g) Transado – Transportes do Sado, SA.
h) José Pais – Material Informático
i) Comércio de Mobiliário do Sul, EIRL
j) Personal Computer, SA

1.1. Assinala com um S as empresas singulares e com um C as empresas colectivas.


1.2. Classifica do ponto de vista jurídico cada uma das empresas apresentadas.

2. Lê com atenção o texto que se segue:

Alfredo Belo, Belmiro Sá e Carlos Ruas, decidiram constituir uma sociedade


comercial com sede em Lisboa, na Rua das Flores, n.º 52, tendo como actividade a
comercialização de sementes e plantas decorativas.
A escritura foi lavrada no dia 3 de Janeiro de 2005, no Cartório Notarial de
Alvalade, a folhas 45 a 48 do livro 42D, tendo sido adoptada, para representar a
sociedade no mundo dos negócios a expressão «O Arbusto, Lda.»

2.1. Identifica a firma desta sociedade e classifica-a quanto ao ponto de vista jurídico.
2.2. Apresenta mais três hipóteses de constituição da firma desta sociedade.
2.3. Caracteriza o tipo de responsabilidade dos sócios desta sociedade.

3. Lê com atenção o texto que se segue:

O comerciante Celestino Lopes, com estabelecimento na Rua MCDXL, Lote 2. em


Lisboa, dedica-se ao comércio de artigos de caça e pesca.
Em 3 de Janeiro do corrente ano iniciou a sua actividade, após ter cumprido um
conjunto de formalidades legais necessárias ao exercício do comércio.

a) Caracteriza o tipo de responsabilidade deste comerciante.


b) Poder-se-á considerar este comerciante uma empresa colectiva? Explica porquê.
c) Identifica a firma deste comerciante.
d) Classifica-a juridicamente.
e) Apresenta três hipóteses de constituição da firma para este comerciante.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 18 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

3.1. Supõe que o comerciante Celestino Lopes pretendia constituir juntamente com
Deolinda Silva e Edgar Rodrigues, uma sociedade por quotas para, no Alentejo,
incrementar aquele ramo de actividade.

a) Neste contexto apresenta três hipóteses possíveis de constituição da firma.


b) Caracteriza as sociedades por quotas no que respeita à responsabilidade dos
sócios.

4. Face ao seguinte documento:

EURORESINAS – Indústrias químicas, SA

Certifico que foi constituída a sociedade em epígrafe, que se rege escritura de constituição da sociedade, sem prejuízo de os sócios
pelo seguinte contrato: fazem antecipadamente as suas entradas e é dividido em cinco
Artigo primeiro – A sociedade adopta a denominação de mil acções ordinárias, cada uma com o valor nominal de dez
EURORESINAS – Indústrias químicas, SA euros.
Artigo segundo – UM - A sede social é no lugar do Espido, Artigo sexto – UM – As acções serão nominativas ou ao
freguesia e concelho da Maia, podendo ser transferida nos portador, reciprocamente convertíveis à vontade do accionista, a
termos da lei, por deliberação do Conselho de Administração. cargo de quem ficarão as despesas de conversão.
Dois – O Conselho de Administração poderá criar, dentro ou ora ...
do país, delegações, agências, sucursais ou qualquer outra forma Artigo décimo segundo – Compete ao Conselho de
de representação que julgue o conveniente. Administração assegurar a gestão dos negócios sociais e efectuar
Artigo terceiro – O objecto da sociedade consiste na fabricação todas as operações relativas ao objecto social para o que lhe são
e comercialização de formoldeído, resinas de formodeíldo e conferidos os mais amplos poderes, incluindo, nomeadamente,
outros produtos químicos. os seguintes: ...
... f) Deliberar a emissão de obrigações e contracção de
Artigo quinto – UM – O capital social é de cinquenta mil euros empréstimos no mercado financeiro nacional e /ou estrangeiro e
devendo o restante ser realizado no prazo de cinco anos após a aceitar a fiscalização das entidades mutuantes.

a) Identifica a sociedade e diz que forma jurídica foi adoptada.


b) Caracteriza esta sociedade quanto:
 À responsabilidade dos accionistas.
 Ao capital social.
 Ao número de accionistas.
c) No texto está referido um dos órgãos sociais deste tipo de empresas. Qual?
d) Diz que outros órgãos não estão referidos neste texto e quais as suas funções
básicas.
e) Indica justificando, que tipo de firma adoptou esta sociedade.

Prof.ª Paula Barreira Pág. 19 Ano Letivo 2021/2022


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E


Bom Trabalho! 

Proposa de Trabalho n.º 4

Classificação das Empresas

Nome_________________________________________ N.º __ Data __/__/____

1. O comerciante Ricardo Sá Pinto constituiu uma empresa de confecções em regime


individual de responsabilidade limitada, com o capital social de 60 000 €.

1.1. Exemplifica o tipo de firma que este empresário poderá utilizar.


1.2. O montante do capital social cumpre os requisitos legais?
1.3. No caso de dívidas resultantes do E.I.R.L., que tipo de bens respondem por
essas dívidas?

2. Atenta no extracto de escritura de constituição de sociedade e responde às


seguintes questões:

Prof.ª Paula Barreira Pág. 20 Ano Lectivo 2009/2010


Curso Profissional
Técnico de Desporto/Restaurante - Bar

Disciplina: Empreendedorismo e Empregabilidade Turma: 10.º E

SAL E AREIA – COMÉRCIO DE VESTUÁRIO, LDA.

Conservatória do Registo Comercial de Faro – 2.ª Secção


N.º de matrícula: 55243
N.º de Identificação de Pessoa Colectiva: 504 714 392
N.º de Inscrição:1
N.º e data de apresentação: 41/99.12.03
N.º de pasta: 22501

Certifico que foi efectuado o seguinte registo, referente à sociedade em epígrafe:


CONTRATO DE SOCIEDADE
SEDE: R. do Comércio n.º 159, freguesia de S. João Baptista, Olhão
OBJECTO: Comercialização, representação, importação e exportação de vestuário e acessórios, calçado,
artigos de praia, bijuterias e artigos de couro.
CAPITAL: 5001 euros
SÓCIOS E QUOTAS: SANDRA MÓNICA NUNES COSTEIRA, solteira, maior – 1667 euros;
CLÁUDISABEL DE BARROS PEIXOTO E CASTRO, casada em comunhão de adquiridos com António
Marques dos Santos Gomes de Castro – 1667 euros; e NUNO GOMES NUNES RIBEIRO, solteiro, maior –
1667 euros.
GERÊNCIA: designados gerentes todos os sócios.
FORMA DE OBRIGAR: assinatura de dois gerentes.
Está conforme.
Faro, 09 de Outubro de 2008.
O Ajudante Principal
Simão Sabrosa Martins
Público, 2009-01-15

2.1. Classifica juridicamente a empresa a que o anúncio se refere.


2.2. O montante de capital social cumpre os requisitos legais? Justifica.
2.3. Esta sociedade poderia ter adoptado outro tipo de firma? Exemplifica com base no
texto.
2.4. Neste momento qual é a responsabilidade dos sócios? Justifica.

3. Repara no seguinte anúncio retirado de um jornal.

Nos termos da lei e dos estatutos, convoco os Srs. accionistas da


sociedade Prado Ramos, Alimentos, S.A. , (...) com o capital de 625 000 €

a) De que tipo de sociedade se trata?


b) O capital social cumpre os requisitos legais? Justifica.
c) Qual a responsabilidade dos accionistas neste tipo de sociedade? E qual o número
mínimo de accionistas?
d) Que tipo de firma pode adoptar? Exemplifica.
e) Explica em que consistem os estatutos.

Bom Trabalho! 

Prof.ª Paula Barreira Pág. 21 Ano Lectivo 2009/2010

Você também pode gostar