Você está na página 1de 13

Questões ÉTICA

1-De acordo com a Resolução 596 de 21 de fevereiro de 2014, que dispõe sobre o
Código de Ética Farmacêutica, o Código de Processo Ético e estabelece as infrações e as
regras de aplicação das sansões disciplinares, responda as questões 38 à 40, que tratam
sobre o Código de Ética Farmacêutica. É direito do farmacêutico:
a)Não é direito do farmacêutico interagir com o profissional prescritor.

b)Exigir dos profissionais da saúde o cumprimento da legislação


sanitária vigente, em especial quanto à legibilidade da prescrição.

c)Recusar-se a exercer a profissão apenas em instituição privada sem condições dignas


de trabalho.

d)Opor-se a exercer a profissão ou suspender a sua atividade apenas em instituição


pública sem remuneração ou condições dignas de trabalho, ressalvadas as situações de
urgência ou emergência.

2-Segundo o código de ética farmacêutica, é proibido ao farmacêutico: I -fornecer,


dispensar ou permitir que sejam dispensados, sob qualquer forma, Substância,
medicamento ou fármaco para uso diverso da indicação para a qual foi licenciado, salvo
quando baseado em evidência ou mediante entendimento formal com o prescritor. II
-omitir-se ou acumpliciar-se com os que exercem ilegalmente a Farmácia ou com
profissionais ou instituições que pratiquem atos ilícitos relacionados à atividade
farmacêutica, em qualquer das suas áreas de abrangência. III - deixar de obter de
participante de pesquisa ou de seu representante legal o Termo de Consentimento Livre e
Esclarecido (TCLE) para sua realização envolvendo seres humanos, após as devidas
explicações sobre a sua natureza e as suas consequências. Podemos afirmar que:
a)Apenas as afirmativas I e III são corretas.
b)Apenas as afirmativas I e II são corretas.
c)As afirmativas I, II e III são corretas.
d)Apenas a afirmativa III é correta.
3-Segundo as resoluções do Conselho Federal de Farmácia que tratam do código de
ética da profissão Farmacêutica, assinale a alternativa incorreta.
a)É dever do farmacêutico exercer a assitência farmacêutica e fornecer informações aos
usuários dos serviços.
b)Quando necessitar se afastar do trabalho em que é responsável
técnico, o farmacêutico deverá informa o Conselho Regional de
Farmácia em até 03 (três) dias após o afastamento, em caso de doença,
acidente pessoal, óbito familiar, ou outro.
c)É proibido ao farmacêutico exercer a Medicina concomitantemente com a Farmácia.
d)É proibido ao farmacêutico aceitar ser perito quando houver envolvimento pessoal ou
institucional no caso.
e)Compete aos Conselhos Regionais julgar, em primeira instância, os farmacêuticos sob
sua jurisdição que tenham praticado ato ilícito no âmbito profissional.
4-Segundo a Resolução CFF 596/2014, que dispõe sobre os códigos de
ética e de processo ético da profissão farmacêutica, o farmacêutico que se
afastar para a realização de curso de aperfeiçoamento deve comunicar ao
Conselho Regional de Farmácia em um prazo máximo de até
a)48 horas antes do afastamento.

b)48 horas depois do afastamento.

c)5 dias depois do afastamento.

d)30 dias antes do afastamento.

5-De acordo com o Código de Ética da Profissão Farmacêutica, é permitido, ao


farmacêutico,

a)exercer a profissão em estabelecimento que não esteja devidamente registrado nos


órgãos de fiscalização sanitária e do exercício profissional por um período de até 3
meses.

b)respeitar o direito de decisão do usuário sobre sua própria saúde e


bem-estar, excetuando-se o usuário que, mediante laudo médico ou
determinação judicial, for considerado incapaz de discernir sobre
opções de tratamento e/ou decidir sobre sua própria saúde e bem-
estar.

c)produzir, fornecer, dispensar, ou permitir que seja dispensado meio, instrumento,


substância e/ou conhecimento, medicamento ou fórmula magistral, ou especialidade
farmacêutica fracionada ou não, que não contenha sua identificação clara e precisa
sobre a(s) substância(s) ativa(s) contida(s), bem como suas respectivas quantidades,
desde que promova a saúde do paciente.

d)praticar procedimento que não seja reconhecido pelo Conselho Federal de Farmácia,
desde que promova a saúde do paciente.

e)exercer a farmácia em interação com outras profissões, concedendo vantagem, ou


não, aos demais profissionais habilitados para direcionamento de usuário, visando ao
interesse econômico.
6-O Código de Ética Farmacêutica contém as normas que devem ser observadas pelos
farmacêuticos e os demais inscritos nos Conselhos Regionais de Farmácia no exercício
do âmbito profissional respectivo, inclusive nas atividades relativas ao ensino, à pesquisa
e à administração de serviços de saúde, bem como quaisquer outras atividades em que
se utilize o conhecimento advindo do estudo da Farmácia, em prol do zelo pela saúde.
Segundo o código de Ética Farmacêutica:
a)É permitido ao farmacêutico exercer a profissão em estabelecimento não registrado,
desde que a promoção, prevenção e recuperação da saúde sejam seus objetivos.
b)É dever do farmacêutico comunicar ao CRF a recusa em se submeter
à prática de atividade contrária à lei ou regulamento, bem como a
desvinculação do cargo motivada pela necessidade de preservar os
interesses da profissão.
c)Prescreve em 12 meses a constatação fiscal de ausência do farmacêutico no
estabelecimento para efeito de instauração de processo ético.
d)O profissional condenado por sentença criminal transitada em julgado poderá exercer
as atividades da profissão provisoriamente na prisão

7-Segundo a Resolução do CFF no 596, de 21 de fevereiro de 2014, que Aprova o Código


de Ética Farmacêutico, o farmacêutico deve
a)comunicar previamente ao Conselho Regional de Farmácia, por
escrito, o afastamento temporário das atividades profissionais pelas
quais detém responsabilidade técnica, quando não houver outro
farmacêutico que, legalmente, o substitua.
b)comunicar em até 48 horas após o afastamento ao Conselho Regional de Farmácia,
por escrito, o afastamento temporário das atividades profissionais pelas quais detém
responsabilidade técnica, independentemente da existência de farmacêutico substituto.
Quando afastamento for por motivo de férias, congressos, cursos de aperfeiçoamento,
atividades administrativas ou outras previamente agendadas.
c)comunicar previamente ao Conselho Regional de Farmácia, por escrito, o afastamento
temporário das atividades profissionais pelas quais detém responsabilidade técnica,
quando não houver outro farmacêutico que, legalmente, o substitua, apenas no setor
privado.
d)comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, por escrito, em um prazo de até 15
dias, o afastamento temporário das atividades profissionais pelas quais detém
responsabilidade técnica, independentemente da existência de farmacêutico substituto,
caso esse afastamento se dê por motivo de doença, acidente pessoal, óbito familiar ou
por outro imprevisível.
8-De acordo com o Capítulo III, Art.12, da Resolução n.° 596, de 21 de fevereiro de 2014,
o farmacêutico, durante o tempo em que permanecer inscrito em um Conselho Regional
de Farmácia, independentemente de estar ou não no exercício efetivo da profissão, deve,
EXCETO
a)Comunicar ao Conselho Regional de Farmácia e às demais autoridades competentes
os fatos que caracterizem infringência ao Código de Ética da profissão farmacêutica e às
normas que regulam o exercício das atividades farmacêuticas.
b)Contribuir para a promoção, proteção e recuperação da saúde individual e coletiva,
sobretudo quando, nessa área, ocupar cargo ou desempenhar função pública.
c)Comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, em 30 (trinta) dias, o
encerramento de seu vínculo profissional de qualquer natureza,
independentemente de retenção de documentos pelo empregador.
d)Dispor seus serviços profissionais às autoridades constituídas, ainda que sem
remuneração ou qualquer outra vantagem pessoal, em caso de conflito social interno,
catástrofe ou epidemia.
9-De acordo com o Código de Processo Ético, constante da Resolução no 596/2014 do
CFF, é correto afirmar:
a)O processo ético poderá ser suspenso ou encerrado sempre que houver pedido de
desligamento ou cancelamento de inscrição profissional por parte do faltoso.
b)Cada Comissão de Ética, instituída pelos Conselhos Regionais de Farmácia, serão
compostas por, no mínimo, cinco farmacêuticos nomeados pelo presidente do CRF.
c)No decurso da apuração ética, poderá o profissional solicitar
transferência para outro CRF, sem interrupção do processo ético no
CRF em que se apura a falta cometida.
10-Assinale a alternativa que identifica a resolução do Conselho Federal de Farmácia, a
qual dispõe sobre o Código de Ética Farmacêutica, o Código de Processo Ético e
estabelece as infrações e as regras de aplicação das sanções disciplinares.
a)600, de 25 de julho de 2014.
b)594, de 29 de novembro de 2013.
c)599, de 24 de julho de 2014.
d)596, de 21 de fevereiro de 2014.
11-A Resolução n° 596 de 21 de fevereiro de 2014, do Conselho Federal de Farmácia,
dentre outras providências, estabelece as infrações e as regras de aplicação de sanções
disciplinares, das quais podemos afirmar que:
a)Verifica-se a reincidência quando se comete outra infração ética durante o prazo de 10
anos após o trânsito em julgado da decisão administrativa que o tenha condenado
anteriormente.
b)Compreende infração ética e disciplinar mediana afastar-se das atividades
profissionais por motivo de doença, congressos, cursos ou outras atividades inerentes à
profissão, sem comunicar o CRF.
c)Compreende infração ética e disciplinar grave permitir que terceiros tenham acesso a
senhas pessoais, sigilosas e intransferíveis, utilizadas em sistemas informatizados e
inerentes à sua atividade profissional.
d)Compreende infração ética e disciplinar grave participar de qualquer
tipo de experiência com fins bélicos, raciais ou eugênicos, bem como
de pesquisa não aprovada por Comitê de Ética em Pesquisa ou
Comissão de Ética no Uso de Animais.
12-Considerando o Código de Ética da Profissão Farmacêutica (Resolução nº 596, de 21
de fevereiro de 2014), podemos considerar que, em relação ao Código de Processo Ético:
a)A competência de julgamento disciplinar do inscrito transgressor é da instância
superior, ou seja, o Conselho Federal de Farmácia.
b)Cada Comissão de Ética será composta por, no mínimo, 5 (cinco) farmacêuticos
nomeados pelo Presidente do Conselho Regional de Farmácia e homologados pelo
Plenário, com mandato igual ao da Diretoria.
c)A apuração ética obedecerá cronologicamente para sua tramitação
os seguintes passos: Recebimento da denúncia; Instauração ou
arquivamento; Montagem do processo ético-disciplinar; Instalação dos
trabalhos; Conclusão da Comissão de Ética; Julgamento; Recursos e
revisões; e Execução.
d)A apuração do processo ético-disciplinar é iniciada apenas após conhecimento de
infração ética profissional por meio do Relatório de Fiscalização do Conselho Regional de
Farmácia.
e)Durante o processo ético-administrativo não há obrigatoriedade de comparecimento
das testemunhas arroladas na Sessão de Depoimento designada pela Comissão de
Ética, independentemente da intimação
13-De acordo com o Código de Processo Ético da profissão farmacêutica, sobre a
apuração ética, é correto afirmar:
a)O processo encerra-se no momento do pedido de desligamento do profissional perante
o Conselho Regional em que esteve inscrito.
b)O pedido de transferência de inscrição profissional para outro Conselho Regional
implica interrupção do processo ético.
c)A competência disciplinar é do Conselho Regional de Farmácia em
que o farmacêutico acusado estiver inscrito no tempo do fato punível
em que incorreu.
d)O Conselho Regional pode optar por tratar do processo ético em sigilo ou de forma
pública e transparente
e)Apenas o farmacêutico acusado de falha ética pode ter acesso aos documentos e
conteúdos de seu processo, ficando vetada a participação de terceiros ou representantes
jurídico
14-Considerando-se o Código de Processo Ético (Anexo II da Resolução CFF no
596/2014), para fins de apuração, a abertura de processo ético-disciplinar inicia-se por
ato:
a)do Presidente da Comissão de Ética do Conselho Regional de Farmácia.
b)do fiscal Chefe da Fiscalização do Conselho Regional de Farmácia.
c)do denunciante, que pode ser qualquer pessoa física ou jurídica.
d)do Presidente do Conselho Regional de Farmácia.
e)de qualquer fiscal do Conselho Regional de Farmácia.
15-Conforme o Código de Ética Farmacêutica, o profissional, ao exercer a profissão
farmacêutica sem condições dignas de trabalho e justa remuneração por seu
desempenho, estará sujeito a uma infração ética e disciplinar:
a)leve
b)grave
c)moderada
d)gravíssima
e)mediana

16-As infrações éticas e disciplinares, de acordo com o Código de Ética da Profissão,


podem ser divididas em leves, medianas e graves, e assim são classificadas de acordo
com o grau de transgressão às normas e às determinações dos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia e à legislação farmacêutica e correlata. Qual alternativa apresenta
a correta sanção para o tipo de infração ética e disciplinar, baseada no Código de Ética da
Profissão Farmacêutica
a)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares medianas, o profissional
deverá pagar multa que pode variar de 3 (três) a 6 (seis) salários mínimos regionais.
b)Caso o transgressor seja reincidente em infrações éticas e disciplinares medianas, este
deve ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional de
Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
c)Caso o transgressor seja penalizado em infrações éticas e
disciplinares graves devem ser aplicadas as penas de suspensão de 12
meses na terceira vez da perpetração da transgressão.
d)O transgressor penalizado em infrações éticas e disciplinares leves poderá, além de
pagar multa, ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional
de Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
e)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares graves, o profissional deverá
pagar multa que pode variar de 6 (seis) a 12 (doze) salários mínimos regionais.

17-As infrações éticas e disciplinares, de acordo com o Código de Ética da Profissão,


podem ser divididas em leves, medianas e graves, e assim são classificadas de acordo
com o grau de transgressão às normas e às determinações dos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia e à legislação farmacêutica e correlata. Qual alternativa apresenta
a correta sanção para o tipo de infração ética e disciplinar, baseada no Código de Ética da
Profissão Farmacêutica
a)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares medianas, o profissional
deverá pagar multa que pode variar de 3 (três) a 6 (seis) salários mínimos regionais.
b)Caso o transgressor seja reincidente em infrações éticas e disciplinares medianas, este
deve ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional de
Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
c)Caso o transgressor seja penalizado em infrações éticas e
disciplinares graves devem ser aplicadas as penas de suspensão de 12
meses na terceira vez da perpetração da transgressão.
d)O transgressor penalizado em infrações éticas e disciplinares leves poderá, além de
pagar multa, ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional
de Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
e)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares graves, o profissional deverá
pagar multa que pode variar de 6 (seis) a 12 (doze) salários mínimos regionais.

18-As infrações éticas e disciplinares, de acordo com o Código de Ética da Profissão,


podem ser divididas em leves, medianas e graves, e assim são classificadas de acordo
com o grau de transgressão às normas e às determinações dos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia e à legislação farmacêutica e correlata. Qual alternativa apresenta
a correta sanção para o tipo de infração ética e disciplinar, baseada no Código de Ética da
Profissão Farmacêutica
a)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares medianas, o profissional
deverá pagar multa que pode variar de 3 (três) a 6 (seis) salários mínimos regionais.
b)Caso o transgressor seja reincidente em infrações éticas e disciplinares medianas, este
deve ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional de
Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
c)Caso o transgressor seja penalizado em infrações éticas e
disciplinares graves devem ser aplicadas as penas de suspensão de 12
meses na terceira vez da perpetração da transgressão.
d)O transgressor penalizado em infrações éticas e disciplinares leves poderá, além de
pagar multa, ser penalizado com a pena de suspensão do registro no Conselho Regional
de Farmácia cuja jurisdição estiver sujeito.
e)Caso seja penalizado em infrações éticas e disciplinares graves, o profissional deverá
pagar multa que pode variar de 6 (seis) a 12 (doze) salários mínimos regionais.

19-Em relação às sanções disciplinares do profissional farmacêutico, preconizadas no


código de ética, todas as alternativas estão corretas, EXCETO:
a)Advertência ou censura.

b)Multa de (um) salário- mínimo a (3) salários- mínimos regionais.

c)De suspensão de 3(três) meses a um ano.

d)De eliminação.

e)De suspensão por uma semana


20-A Resolução nº 596, de 21 de fevereiro de 2014, publicada pelo Conselho Federal de
Farmácia, dispõe sobre o Código de Ética Farmacêutica, o Código de Processo Ético e
estabelece as infrações e as regras de aplicação das sanções disciplinares. No seu
anexo III, estão estabelecidas as infrações e as regras de aplicação das sanções
disciplinares. Todas as afirmativas a seguir estão corretas, EXCETO:

a)As sanções aplicadas serão objeto de registro na ficha individual do farmacêutico,


devendo ainda ser comunicadas, no caso de suspensão, ao empregador e ao órgão
sanitário competente.
b)Desrespeitar o direito de decisão do usuário sobre seu tratamento, sua própria saúde e
bem-estar, excetuando-se aquele que, mediante laudo médico ou determinação judicial,
for considerado incapaz de discernir sobre opções de tratamento ou decidir sobre sua
própria saúde e bem-estar é considerado infração ética e disciplinar leve.
c)Assinar laudo ou qualquer outro documento farmacêutico em branco, de forma a
possibilitar, ainda que por negligência, o uso indevido do seu nome ou atividade
profissional é considerado infração ética e disciplinar grave.
d)A reincidência é verificada quando se comete outra infração ética
durante o prazo de 1 (um) ano após o trânsito em julgado da decisão
administrativa que tenha condenado o farmacêutico anteriormente

21-A resolução 596 de 21 de fevereiro de 2014 dispõe sobre o Código de Ética


Farmacêutica. De acordo com essa resolução, é proibido ao farmacêutico:

a)interagir com o profissional prescritor, quando necessário, para garantir o uso racional
de medicamentos.
b)aceitar a interferência de leigos em seus trabalhos e em suas
decisões de natureza profissional.
c)negar-se a realizar atos farmacêuticos que sejam contrários aos ditames da ciência, da
ética e da técnica.
d)ter acesso a todas as informações técnicas relacionadas ao seu local de trabalho e ao
pleno exercício da profissão.
e)garantir ao usuário o acesso à informação independente sobre as práticas terapêuticas
oficialmente reconhecidas no país, de modo a possibilitar sua livre escolha

22-A resolução 596 de 21 de fevereiro de 2014 dispõe sobre o Código de Ética


Farmacêutica. De acordo com essa resolução, é proibido ao farmacêutico:

a)interagir com o profissional prescritor, quando necessário, para


garantir o uso racional de medicamentos.
b)aceitar a interferência de leigos em seus trabalhos e em suas decisões de natureza
profissional.
c)negar-se a realizar atos farmacêuticos que sejam contrários aos ditames da ciência, da
ética e da técnica.
d)ter acesso a todas as informações técnicas relacionadas ao seu local de trabalho e ao
pleno exercício da profissão.
e)garantir ao usuário o acesso à informação independente sobre as práticas terapêuticas
oficialmente reconhecidas no país, de modo a possibilitar sua livre escolha

23-Segundo o Código de Processo Ético estabelecido pela resolução CFF


nº 596/2014, a abertura de processo ético-disciplinar com fundamento na
ausência do profissional no estabelecimento a que presta assistência
técnica deve seguir qual orientação?

a)Conforme dispõe o Código de Ética, serão necessárias, no mínimo, 3 (três)


constatações fiscais, no período de 36 meses. O prazo prescricional inicia-se a partir da
data da terceira constatação necessária à instauração do processo ético-disciplinar.

b)Conforme dispõe o Código de Ética, serão necessárias, no mínimo, 3


(três) constatações fiscais, no período de 24 meses O prazo
prescricional inicia-se a partir da data da terceira constatação
necessária à instauração do processo ético-disciplinar.

c)Conforme dispõe o Código de Ética, serão necessárias, no mínimo, 3 (três)


constatações fiscais, no período de 12 (doze) meses. O prazo prescricional inicia-se a
partir da data da terceira constatação necessária à instauração do processo ético-
disciplinar.

d)Conforme dispõe o Código de Ética, serão necessárias, no mínimo, 3 (três)


constatações fiscais, no período de 24 meses. O prazo prescricional inicia-se 1 (ano)
após a data da terceira constatação necessária à instauração do processo ético-
disciplinar.

e)Conforme dispõe o Código de Ética, serão necessárias, no mínimo, 3 constatações


fiscais, no período de 12 meses. O prazo prescricional inicia-se 1 após data da terceira
constatação necessária à instauração do processo ético-disciplinar.
24-Sobre os deveres dos farmacêuticos, de acordo com o art. 12 do Código de Ética
Farmacêutica, resolução nº 596, de fevereiro de 2014, analise as assertivas e identifique
com V as verdadeiras e com F as falsas ( ) O farmacêutico tem o dever de decidir sobre
o aviamento ou não de qualquer prescrição, bem como fornecer as informações
solicitadas pelo usuário. ( ) O farmacêutico deve respeitar a autonomia dos demais
profissionais da equipe de saúde, portanto deve fornecer, dispensar e permitir que sejam
dispensados medicamento ou fármaco para uso diverso da indicação para a qual foi
licenciado, mediante apresentação de prescrição sem questionar. ( ) O farmacêutico deve
respeitar o direito de decisão do usuário sobre seu tratamento, sua própria saúde e bem-
estar, excetuando-se aquele que, mediante laudo médico ou determinação judicial, for
considerado incapaz de discernir sobre opções de tratamento ou decidir sobre sua
própria saúde e bem-estar. ( ) O farmacêutico, durante o tempo em que permanecer
inscrito em um Conselho Regional de Farmácia, independentemente de estar ou não no
exercício efetivo da profissão, deve dispor seus serviços profissionais às autoridades
constituídas, ainda que sem remuneração ou qualquer outra vantagem pessoal, em caso
de conflito social interno, catástrofe ou epidemia.

a)V F V F
b)F V F V
c)F F V V
d)V F F V
e)V V F F

25-O exercício da profissão farmacêutica tem dimensões de valores éticos e morais que
são regulados pelo Código de Ética Farmacêutica, estabelecido pela Resolução do
Conselho Federal de Farmácia, nº. 596, de 21 de fevereiro de 2014. Além dessas
dimensões, o Código de Ética Farmacêutica estabelece atos regulatórios e diplomas
legais vigentes, cuja transgressão poderá resultar em sanções disciplinares por parte do
Conselho Regional de Farmácia (CRF), após apuração de sua Comissão de Ética,
observado o direito ao devido processo legal, ao contraditório e à ampla defesa,
independentemente das demais penalidades estabelecidas pela legislação em vigor no
país. Analise as alternativas abaixo e assinale a que está correta em relação ao vínculo
profissional de qualquer natureza do (a) farmacêutico (a):

a)É direito do (a) farmacêutico (a) comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, em 30


(trinta) dias, o encerramento de seu vínculo profissional de qualquer natureza,
independentemente de retenção de documentos pelo empregador
b)É dever do (a) farmacêutico (a) comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, em 30
(trinta) dias, o encerramento de seu vínculo profissional de qualquer natureza,
independentemente de retenção de documentos pelo empregador.
c)É direito do (a) farmacêutico (a) comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, em 15
(quinze) dias, o encerramento de seu vínculo profissional de qualquer natureza, com a
apresentação dos documentos de encerramento de vínculo com seu empregador
d)É direito do (a) farmacêutico (a) comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, em 10
(dez) dias, o encerramento de seu vínculo profissional de qualquer natureza,
independentemente de retenção de documentos pelo empregador.
e)É dever do (a) farmacêutico (a) comunicar ao Conselho Regional de
Farmácia, em 5 (cinco) dias, o encerramento de seu vínculo
profissional de qualquer natureza, independentemente de retenção de
documentos pelo empregador.

26-Sobre os deveres dos farmacêuticos, de acordo com o art. 12 do Código de Ética


Farmacêutica, resolução nº 596, de fevereiro de 2014, analise as assertivas e identifique
com V as verdadeiras e com F as falsas ( ) O farmacêutico tem o dever de decidir sobre
o aviamento ou não de qualquer prescrição, bem como fornecer as informações
solicitadas pelo usuário. ( ) O farmacêutico deve respeitar a autonomia dos demais
profissionais da equipe de saúde, portanto deve fornecer, dispensar e permitir que sejam
dispensados medicamento ou fármaco para uso diverso da indicação para a qual foi
licenciado, mediante apresentação de prescrição sem questionar. ( ) O farmacêutico
deve respeitar o direito de decisão do usuário sobre seu tratamento, sua própria saúde e
bem-estar, excetuando-se aquele que, mediante laudo médico ou determinação judicial,
for considerado incapaz de discernir sobre opções de tratamento ou decidir sobre sua
própria saúde e bem-estar. ( ) O farmacêutico, durante o tempo em que permanecer
inscrito em um Conselho Regional de Farmácia, independentemente de estar ou não no
exercício efetivo da profissão, deve dispor seus serviços profissionais às autoridades
constituídas, ainda que sem remuneração ou qualquer outra vantagem pessoal, em caso
de conflito social interno, catástrofe ou epidemia.

a)V F V F
b)F V F V
c)F F V V
d)V F F V
e)V V F F
27-A Lei no. 3.820, de 11 de novembro de 1960, cria o Conselho Federal e os Conselhos
Regionais de Farmácia, e dá outras providências. Segundo essa lei, uma das atribuições
CFF é organizar o Código de Deontologia Farmacêutica. O Código de Ética
Farmacêutica atual é estabelecido pela Resolução do CFF n°. 596 de 21 de fevereiro de
2014. A respeito do Código de Ética Farmacêutica, analise as afirmativas abaixo e
assinale a alternativa correta:

a)É um dever do farmacêutico, na hipótese de afastamento por motivo


de doença, acidente pessoal, óbito familiar ou por outro imprevisível,
que requeira avaliação pelo Conselho Regional de Farmácia, que a
comunicação formal e documentada deva ocorrer em 5 (cinco) dias
úteis após o fato.
b)É dever do farmacêutico, quando o afastamento ocorrer por motivo de férias,
congressos, cursos de aperfeiçoamento, atividades administrativas ou outras
previamente agendadas, fazer a comunicação ao Conselho Regional de Farmácia com
uma antecedência mínima de 24 (vinte e quatro) horas.
c)É um dever do farmacêutico, na hipótese de afastamento por motivo de doença,
acidente pessoal, óbito familiar ou por outro imprevisível, que requeira avaliação pelo
Conselho Regional de Farmácia, que a comunicação formal e documentada ocorra em 7
(sete) dias úteis após o fato.
d)É dever do farmacêutico, quando o afastamento ocorrer por motivo de férias,
congressos, cursos de aperfeiçoamento, atividades administrativas ou outras
previamente agendadas, fazer a comunicação ao Conselho Regional de Farmácia com
uma antecedência mínima de 36 (trinta e seis) horas.
e)É um dever do farmacêutico, na hipótese de afastamento por motivo de doença,
acidente pessoal, óbito familiar ou por outro imprevisível, que requeira avaliação pelo
Conselho Regional de Farmácia, que a comunicação formal e documentada deva ocorrer
em 10 (dez) dias úteis após o fato.

28-De acordo com o Código de Ética Farmacêutico, estabelecido no ?Art. 11 - O


farmacêutico, durante o tempo em que permanecer inscrito em um Conselho Regional de
Farmácia, independentemente de estar ou não no exercício efetivo da profissão, deve:

a)Colocar seus serviços profissionais à disposição das autoridades constituídas, se


solicitado, em caso de conflito social interno, catástrofe ou epidemia, somente com
promessas de remuneração ou vantagem pessoal.

b)Comunicar às autoridades sanitárias e profissionais, com discrição e


fundamento, fatos que caracterizem infringência a este Código e às
normas que regulam o exercício das atividades farmacêuticas.

c)Falar de fatos que tenha conhecimento no exercício da profissão, mas ser sigiloso nos
de dever legal, amparados pela legislação vigente, mesmo que exija comunicação,
denúncia ou relato a quem de direito.
d)Nenhuma das alternativas

Você também pode gostar