Você está na página 1de 33

DATA BOOK

PORTO REAL – RJ

PEDIDO: 363-15
363 15

LAUDO DE NR-10
NR 10
ADEQUAÇÃO DAS INSTALAÇÕES
ELÉTRICAS
APRESENTAÇÃO

PROENG Montagens e Manutenção Industrial”,


A “PROENG Industrial executou todo serviço necessário
para efetuar com sucesso o “laudo de NR-10”
10” para adequação das instalações elétricas
face à nova NR-10,
10, no site da Faurecia em Porto Real-RJ.
Real

Os serviços foram executados obedecendo às normas técnicas ABNT-NBR


ABNT 5419. Os
desenhos referentes aos trabalhos em AutoCAD e as especificações gerais dos serviços
foram rigorosamente analisados e definidos com o auxílio e consentimento dos profissionais
das áreas diretamente afetadas pela Faurecia e pela equipe técnica da PROENG. Toda
essa mobilização foi essencial para que a execução dos serviços fosse realizada com pleno
sucesso.

Todos os equipamentos empregados nesse trabalho foram devidamente vistoriados


e calibrados, contando assim com o bom nível de qualidade dos equipamentos.
equipame

Utilizando-se da experiência da mão de obra empregada e da estrutura de


organização dos serviços prestados, com orgulho apresentamos
apresenta que durante o período de
trabalho realizado foi registrado índice zero de acidentes, assim contribuindo para o
programa
rama de segurança industrial e o término da obra dentro do cronograma previsto.

OBS: As informações contidas neste documento são consideradas confidenciais e


somente poderão ser divulgadas em parte ou em sua totalidade com autorização expressa
da PROENG.

Atenciosamente,

Roberto Leonardo Bocchi


Diretor Comercial

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 1
SUMÁRIO

1 - Dados Gerais. ................................................................................................


................................ ........................................... 4
2 – Objetivo. ................................................................................................
................................ .................................................. 4
3 - Considerações Iniciais. ................................................................
............................................................................................. 5
3.1 - Normas técnicas aplicáveis. ................................................................
............................................... 5
3.2 – Aspectos normativos. ................................................................
........................................................ 5
3.3 – Influências externas. ................................................................
......................................................... 6
4 – Avaliações técnicas. ................................................................................................
................................ ................................. 7
4.1 – Proteção contra riscos de contatos. ................................................................
.................................. 7
4.2 – Proteção contra riscos de incêndio e explosão. .................................................
................................ 8
4.3 – Componentes da instalação. ................................................................
............................................. 9
4.3.1 – Entrada de energia. ................................................................
..................................................... 9
4.3.2– Cabina de bombas. ................................................................
..................................................... 10
4.3.3– Quadro
uadro auxiliar Faurencia 2................................................................
........................................ 13
4.3.4– QGBT. ................................................................................................
................................ ......................................... 14
4.3.5– Log service 03 – QD galpão. ................................................................
........................................ 14
4.3.6– IPA01 - Quadro auxiliar 2. ................................................................
........................................... 15
4.3.7– IPA 01 - Quadro auxiliar 1. ................................................................
.......................................... 16
4.3.8– IPA01 – QL galpão. ................................................................
..................................................... 16
4.3.9– Log service 03 – QD adm externo. ..............................................................
.............................. 17
4.3.10– Log service 03 – QD Adm saguão 2. ..........................................................
................................ 18
4.3.11– Log service 03 – QD galpão. ................................................................
...................................... 18
4.3.12– QD adm externo lado esquerdo. ..............................................................
.............................. 19
4.3.13– QD adm externo lado direito. ................................................................
................................... 20
4.3.14– QD Adm saguão lado direito. ................................................................
.................................... 21
4.3.15– QD Adm Saguão lado esquerdo. ...............................................................
............................... 21

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 2
4.3.16– QD Galpão lado direito. ................................................................
............................................ 22
4.3.17– QD Galpão lado esquerdo. ................................................................
....................................... 22
4.3.18– QD Guarita. ..............................................................................................
................................ .............................. 23
4.3.19– QGBT 380. ................................................................................................
................................ ................................ 23
4.3.20– QGBT 380 novo. ................................................................
....................................................... 24
4.3.21– Tomadas de uso geral.................................................................
.............................................. 25
5 – Equipamentos de utilização de energia elétrica. ...................................................
................................ 26
6 – Medidas de proteção coletiva. ................................................................
.............................................. 27
7 – Emergência. ................................................................................................
................................ ........................................... 28
8 – Pessoal. ................................................................................................
................................ ................................................. 29
9 – Conclusão ................................................................................................
................................ .............................................. 30
10 - Anexos. ................................................................................................
................................ ................................................ 31
10.1 – ART................................................................................................
................................ ................................................ 32

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 3
1 - Dados Gerais.
Razão Social: Faurecia Emissions Control Technologies do Brasil S.A
C.N.P.J: 02.308.873/005-15
Endereço: Avenida Renato Monteiro
Nº: 5570 Complemento:
CEP: 27570-000 Bairro: Polo Urbo Agro Industrial
Município: Porto Real U.F: Rio de Janeiro

2 – Objetivo.
Para elaboração
ão deste documento realizou-se
realizou uma visita técnica na planta da Faurecia em Porto
Real-RJ nos dias 22 e 23 de julho de 2015,
2015, para análise da infraestrutura, documentações elétricas e
coleta de dados.

Ao longo da visita foram coletadas imagens (fotos) das instalações elétricas que serão utilizadas
ao longo do documento para o apontamento de irregularidades.

O objetivo principal deste documento técnico é apontar


pontar a situação atual das instalações elétricas
e em quais pontos existe a necessidade de regularização para que as instalações e procedimentos
estejam conforme a NR-10.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 4
3 - Considerações Iniciais.
Iniciais

3.1 - Normas técnicas aplicáveis.


Este laudo teve seus dados técnicos baseados nas instruções das seguintes normas
técnicas:

• Norma regulamentadora numero 10 – Segurança em instalações e serviços em


eletricidade.
• ABNT NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão.
• NBR 14039 – Instalações elétricas de média tensão.
• NBR 6533 – Estabelecimento dos efeitos da corrente
rente elétrica no corpo humano.

3.2 – Aspectos normativos.


normativos
Com as informações coletadas no dia da visita, podemos atestar que existem alguns
problemas para que as instalações possam atender as exigências de normas técnicas
t acima
mencionadas.

Algumas pendências foram localizadas logo na analise das instalações. Existem alguns
pontos com divergências entre componentes do projeto fornecido de diagramas unifilares e a
instalação real. Estes diagramas devem ser revisados, atualizados e ficar a disposição
disp dos
trabalhadores autorizados a intervenções corretivas ou preventivas.. Conforme item 10.3.7 da
NR-10.

Alguns
lguns pontos geram divergência
divergência entre a nomenclatura, em alguns casos no projeto
está o nome diferente do painel físico, em outros casos existem dois dois painéis com o mesmo
nome e ainda existem muitos casos de painéis sem nome. Outro problema, este quase que em
todos os painéis foi a falta de sinalizações físicas, e da documentação das instalações elétricas,
este problema geralmente provem de falhas na identificação dos painéis e circuitos, este fato
também pode ser estendido aos equipamentos instalados na planta, a documentação elétrica
dos painéis devem ser atualizadas e disponibilizadas aos trabalhadores autorizados. Estes itens
estão indicados no item
em 10.3.9 da norma regulamentadora 10.

Os painéis de modo geral não contam com dispositivo de bloqueio de reenergização


como prevê o item 10.3.1 da norma. Porém, em alguns casos na necessidade de bloqueio de
reenergização de alguma carga especifica para manutenção
manutenção o cartão de identificação e o
cadeado do operador deverá ser fixado no porta cadeados do painel, impedindo que qualquer
outra pessoa tenha acesso e consiga reenergizar a carga ao qual está sendo feita manutenção.

Em alguns painéis foram localizadas


localizadas placas de avisos com os dizeres “em caso de
emergência pegar chave do cadeado do painel no porta-chaves
porta chaves localizado no escritório”.
Conforme exige o item 10.6.1, para os níveis
n de tensão destes painéis as manobras somente

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 5
devem ser realizadas por pessoal BA4 e BA5 que atendam o que estabelece o item 10.8 da
norma regulamentadora. Portanto estes avisos estão irregulares, porque sugerem que pessoas
comuns, BA1 a BA3, que não possui instrução podem ter acesso as chaves dos painéis.

Tal fato citado anteriormente


anteriormente pode se estender para outras áreas de acesso restrito, este
item deve ser revisto, as chaves devem estar em poder de pessoal autorizado e somente elas
devem ter acesso ao equipamento. Os avisos podem ser substituídos por exemplo pelos dizeres
“Em casoo de emergência entrar em contato com o setor responsável ramal XXX”.

A empresa deve conter medidas de controle de riscos, abertura de ordem de serviço,


planejando procedimento de trabalhos específicos, padronizados, e com descrição detalhada
das tarefas para
ara trabalhos que envolvem eletricidade, conforme item 10.11 da NR10.

Existem pendências de sinalização de segurança, riscos elétricos e restrição de acesso


á pessoas não autorizadas em quadros de distribuição e também nos quadros elétricos dos
equipamentos.
os. Estas pendências estarão sendo abordadas caso a caso no item 4 deste
documento.

3.3 – Influências externas.


Neste campo é importante ressaltar influências peculiares ao ambiente de trabalho, que
de alguma forma venham influenciar prejudicando ou não a execução de atividades de
manutenção elétrica em geral.

Outros pontos que deverão ser considerados: choques mecânicos e utilização


utili de
sinalização de áreas de trabalho, uma vez que existe circulação de pessoas e empilhadeiras em
grande parte das instalações.

Deve-se
se tomar um cuidado especial também quanto ao armazenamento de matérias no
que se diz respeito a inflamabilidade. O adequado
equado nesta situação seria revisar os materiais em
condição de armazenamento, com a quantificação e realocação de pontos de guarda,
minimizando riscos potenciais em caso de principio de incêndio. O local designado para esta
instalação deverá ter toda a sua
sua instalação com material a prova de explosão, com certificado
de conformidade para todos os itens (luminárias, tomadas, tubulações, interruptores, etc).

Além das características acima observadas, considerando apenas as influências


externas conforme a NBR 5410, ao considerarmos a competência das pessoas, devemos
considerar que todos os quadros elétricos localizados em áreas comuns ou áreas próximas à
pessoas não advertidas nos moldes da norma, devem ser mantidos permanentemente
trancados, pois estes quadros não devem estar acessíveis a pessoal não orientados quanto a
riscos em eletricidades (leigos).

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 6
4 – Avaliações técnicas..

4.1 – Proteção contra riscos de contatos.


contatos
A norma pede que nas
n instalações e infra-estrutura tenham meios seguros para prevenir
os perigos de choque elétricos e todos os outros acidentes de origem elétrica,
el devendo ser
detalhado espaçamento seguro, isolamento de partes elétricas sujeitas a possível contato
acidental e aterramento de partes metálicas que não façam parte dos do circuitos elétricos,
controle a distância quando necessário e aspectos de blindagem, estanqueidade, isolamento e
aterramento contra contato direto ou indireto com a água.

Exemplo de inexistência de isolamento de partes elétricas sujeitas


sujeit a contato:

Este quadro possui um agravante que pode estar acessível a pessoas que não devem
possuir sólidos conhecimentos em eletricidades e/ou ferramentas que os permitam analisar o
risco a que estariam expostos, e a manobra do disjuntor deste quadro não é permitida por
pessoas não advertidas.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 7
4.2 – Proteção contra riscos de incêndio e explosão.
O ideal para o atendimento integral deste item, seria a comprovação que as instalações
elétricas sujeitas a maior risco de incêndio e explosão, tenham sido projetadas e executadas
com dispositivo automático de contra sobre corrente e sobre tensão ou similares, bem como
instalações blindadas.

No que diz respeito


eito a prevenção contra incêndio, deve-se
deve se orientar seguindo norma
regulamentadora numero 23 para padronização de colocação e sinalização de extintores,
conforme descrito abaixo:

23.17 Localização e sinalização dos extintores.


23.17.1 Os extintores deverão ser colocados em locais (123.055-7/I1)
(123.055
a) de fácil visualização;
visualizaç
b) de fácil acesso;
c) onde haja menos probabilidade de o fogo bloquear o seu acesso.
23.17.2 Os locais destinados aos extintores devem ser assinalados por um circulo
vermelho ou por uma seta larga, vermelha, com bordas amareladas (123.056-5
(123.056 /I1)
23.17.3 Deverá ser pintada de vermelho uma larga área do piso embaixo da área do
extintor, a qual não poderá ser obstruída por forma nenhuma. Essa área deverá ser no mínimo
de 1,00m x 1,00m (um metro
m x um metro). (123.057-3/ I1).
23.17.7 Os extintores não poderão ser encobertos por pilhas de materiais (123.06-1/I1)
(123.06

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 8
4.3 – Componentes da instalação.
Para os componentes das instalações, e instalações elétricas em geral, deve ficar
comprovado que todos os equipamentos foram instalados seguindo as recomendações do
fabricante e normas específicas, no que se refere à localização, distância de isolamento e
condições de operação, bem como o ambiente que os contém serem bem ventilados e
construídos de materiais
ateriais incombustíveis.
incombust

Com a coleta de informações na visita, foi possível observar algumas oportunidades de


melhorias a serem executadas nas instalações.

Abaixo segue as fotos das irregularidades, e abaixo de cada uma delas a descrição das
mesmas e em seguida sugestões para correção.

4.3.1 – Entrada de energia.

dafa

Principais irregularidades:
• Quadros sem identificação;
• Falta de sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Verificar tipo de fechadura do quadro.
• Incompatibilidade do desenho com o padrão instalado.

Melhorias para este caso:


• Instalar e apontar Tag de identificação no diagrama unifilar
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel.
• Verificar tipo de fechadura do quadro. Caso não possua instalar dispositivo com chave ou porta
cadeado.
• Atualizar desenho de acordo

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 9
4.3.2– Cabina de bombas.
bombas

Para os três painéis desta cabine não se faz necessário a instalação de trancas com
chave ou porta cadeado na porta do painel, por eles estarem instalados em uma sala fechada
com acesso restrito. Caso está sala não tenha acesso restrito à manutenção todos os quadros
deverão ser protegidos com dispositivo com chave ou porta cadeado.

4.3.2.1 – Painel de bomba de recalque (novo).

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Inexistência de isolamento de partes elétricas sujeitas a contato;
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Inserir isolamento contra contatos acidentais;
• Providenciar atualização

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 10
4.3.2.2 – Painel de bomba jockey e principal

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Inexistência de isolamento de partes elétricas sujeitas a contato;
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Inserir
nserir isolamento contra contatos acidentais;
• Atualizar diagrama.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 11
4.3.2.3 – Painel motor a diesel.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Inexistência de isolamento de partes elétricas sujeitas a contato;
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Inserir isolamento
amento contra contatos acidentais;
• Atualizar diagrama.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 12
4.3.3– Quadro auxiliar Faurencia
F 2

Principais irregularidades:
• Painel sem identificação;
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Inexistência de isolamento de partes elétricas sujeitas a contato;
• Acionadores e sinalizadores sem identificação;
• Componentes sem identificação;
• Não encontrado diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar tag de identificação compatível com diagrama unifilar;
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Inserir isolamento contra contatos acidentais;
• Identificar função dos acionadores
acionad e sinalizadores;
• Providenciar diagrama.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 13
4.3.4– QGBT.

Principais irregularidades:
• Componentes e circuitos sem
identificação;
• Não encontrado diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Identificar componentes e
circuitos;
• Providenciar diagrama.

4.3.5– Log service 03 – QD galpão.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de
risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito
à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas
onde transitam pessoal BA1 a BA3
este quadro não poderia estar com este
tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o
diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 14
4.3.6– IPA01 - Quadro auxiliar 2.

Principais irregularidades:

• Painel sem identificação;


• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Componentes e circuitos sem identificação;
• Material com potencial combustível no interior do painel (papel);
• Painel sem trava com chave ou porta cadeado.

Melhorias para este caso:


• Instalar tag de identificação compatível com diagrama unifilar;
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Identificar disjuntores, e quais circuitos eles alimentam;
• Retirar papel de dentro do painel, provavelmente é o diagrama unifilar sugiro que seja fixado um
suporte na porta para sustentação do mesmo;
mesmo
• Instalar trava com chaves ou porta cadeado.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 15
4.3.7– IPA 01 - Quadro auxiliar 1.
Principais irregularidades:

• Painel
ainel sem identificação;
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal
autorizado;
• Inexistência de isolamento de partes elétricas
sujeitas a contato;
• Componentes e circuitos sem identificação;
• Material com potencial cial combustível no interior
do painel (papel).
• Painel sem trava com chave ou porta cadeado.

Melhorias para este caso:


• Instalar tag de identificação compatível com diagrama unifilar;
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Inserir isolamento contra contatos acidentais;
• Identificar disjuntores, e quais circuitos eles alimentam;
• Retirar papel de dentro do painel, provavelmente é o diagrama unifilar sugiro que seja fixado um
suporte na porta
ta para sustentação do mesmo.
• Instalar trava com chaves ou porta cadeado.

4.3.8– IPA01 – QL galpão.


galpão

Principais irregularidades:

• Sinalização de advertência de risco ausente;


• Falta indicação de acesso restrito à pessoal
autorizado;
• Painel sem trava com chave ou porta
cadeado;
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de
restrição de acesso à pessoal autorizado na porta
do painel;
• Instalar trava com chaves ou porta cadeado.
• Atualizar diagrama
agrama unifilar

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 16
4.3.9– Log service 03 – QD adm externo.

Principais irregularidades:

• Sinalização de advertência de risco ausente;


• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro não poderia estar
com este tipo de fechadura.
• Painel em área externa e apresenta ponto de corrosão.
• Barramento neutro e cabos alimentadores expostos.
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:

• Instalar sinalização
ção de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Trocar caixa do painel por uma caixa com grau de proteção compatível ao local instalado.
Umidade
dade na caixa pode causar baixa isolação dos condutores;
• Providenciar proteção para barramento neutro e cabos alimentadores;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 17
4.3.10– Log service 03 – QD Adm saguão 2.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco
ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à
pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este
quadro não poderia estar com este tipo
de fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

4.3.11– Log service 03 – QD galpão.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco
ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à
pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro
não poderia estar com este tipo de
fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 18
4.3.12– QD adm externo lado esquerdo.
esquerdo

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Um componente e circuito to sem identificação;
• Painel em área externa e apresenta ponto de corrosão.
• Barramento neutro e cabos alimentadores expostos.
• Está em desacordo com o diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Identificar disjuntor e circuito;
• Trocar caixa do painel por uma caixa com grau de proteção compatível ao local instalado.
Umidade na caixa pode causar baixa isolação dos condutores;
• Providenciar proteção para barramento neutro e cabos alimentadores;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 19
4.3.13– QD adm externo lado direito.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à pessoal autorizado;
• Painel em área externa e apresenta ponto de corrosão.
• Barramento neutro e cabos alimentadores expostos.
• Por estar localizado em áreas onde transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro não poderia
poder estar
com este tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
diag unifilar.
• Nome do painel em duplicidade

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Trocar caixa do painel por uma caixa com grau de proteção compatível ao local instalado.
Umidade na caixa pode causar baixa isolação dos condutores;
• Providenciar proteção para barramento neutro e cabos alimentadores;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar
• Rever
ever identificação do painel.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 20
4.3.14– QD Adm saguão lado direito.

Principais irregularidades:
• Falta indicação de acesso restrito à
pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro
não poderia estar com este tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

4.3.15– QD Adm Saguão lado esquerdo.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de
risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito
à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas
onde transitam pessoal BA1 a BA3
este quadro não poderia estar com este
tipo de fechadura.
• Existem calhas sem tampa
• Está em desacordo com o
diagrama unifilar.
• Nome do painel já utilizado

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Providenciar tampa para calhas;
calhas
• Atualizar diagrama unifilar
• Rever
ever identificação do painel.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 21
4.3.16– QD Galpão lado direito.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco
ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à
pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro não
poderia estar com este tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

4.3.17– QD Galpão lado esquerdo.


esquerdo

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de risco
ausente;
• Falta indicação de acesso restrito à
pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este quadro
não poderia estar com este tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o diagrama
unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 22
4.3.18– QD Guarita.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência
adver de
risco ausente;
• Falta indicação de acesso restrito
à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas onde
transitam pessoal BA1 a BA3 este
quadro não poderia estar com este tipo
de fechadura.
• Está em desacordo com o
diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:


• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

4.3.19– QGBT 380.

Principais irregularidades:
• Sinalização de advertência de
risco ausente;
• Falta indicação de acesso
restrito à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas
onde transitam pessoal BA1 a BA3
este quadro não poderia estar com
este tipo de fechadura.
• Condutores expostos e
desorganizados;
• Está em desacordo com o
diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 23
Melhorias para este caso:
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• O correto para este quadro seria uma reforma completa, redimensionado o quadro para acomodar
os disjuntores e os cabos, realocando os barramentos de neutro e terra sendo um de cada lado do
painel
• Atualizar diagrama unifilar.

4.3.20– QGBT 380 novo.

Principais irregularidades:
• Painel sem identificação;
• Sinalização de advertência de
risco ausente;
• Falta indicação de acesso
restrito à pessoal autorizado;
• Por estar localizado em áreas
onde transitam pessoal BA1 a BA3
este quadro não poderia estar com
este tipo de fechadura.
• Está em desacordo com o
diagrama unifilar.

Melhorias para este caso:

• Identificar painel;
• Instalar sinalização de risco elétrico e de restrição de acesso à pessoal autorizado na porta do
painel;
• Substituir travamento do painel por dispositivo com chave ou porta cadeado;
• Atualizar diagrama unifilar.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 24
4.3.21– Tomadas de uso geral.

Principais irregularidades:
• Foram localizadas tomadas sem identificação de tensão;
tensão
• Tampas com buracos sem tomadas;
tomadas

Melhorias para este caso:

• Identificar tomadas com o nível de tensão;


tensão
• Substituir tampas de tomadas inutilizadas por tampas cegas.

Observação: A fim de se atender às exigências de proteção deverão ser avaliadas todas as tomadas
t
de serviço e os respectivos componentes e equipamentos nela conectados. Para tomadas externas e
sobre coberturas sob ação direta de umidade deverão ser instalados dispositivos de proteção a
corrente de fuga (IDR’s).

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 25
5 – Equipamentos de utilização de energia elétrica.
Para um completo atendimento das exigências normativas, deve ser comprovado o
correto dimensionamento e isolamento dos cordões de luz, extensões e principalmente que
tenha inspeções comprovadas e periódicas das conformidades desses equipamentos.
eq

A utilização de acessórios que aumentam o número de saídas de uma tomada deve ser
proibida, ao menos que a instalação seja projetada para este fim.

Motores elétricos devem conter dispositivos que atuem automaticamente para a


posição desligado em caso de risco iminente de acidentes.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 26
6 – Medidas de proteção coletiva.
coletiva
Pensando na proteção do trabalhador,
trabalhador, no item 10.2.8 da norma regulamentadora fala
sobre medida de proteção coletiva e pede que seja comprovada a existência de “sistemas de
proteção coletiva – SPC” por meio de isolamento físico de áreas, sinalização, aterramento
provisório e outros similares nos trechos onde os serviços serão executados,
execu tapetes e mantas
de segurança deverão ter comprovação de testes dielétricos e atendimento das especificações.

Outro aspecto para atendimento as exigências normativas, devem ficar comprovados os


cuidados especiais que são tomados quando existir o risco
risco potencial de contatos eventuais e de
indução elétrica, principalmente em serviços em obras de construção, manutenção corretiva e
preventiva. Para as intervenções emergenciais deverão ser contemplados os riscos e os passos
a serem seguidos.

Em ambientes que contenham instalações e equipamentos elétricos deverád também


estar evidenciada a proibição do acesso e da permanência de pessoas não autorizadas.

Serviços sob tensão deverão ser realizados com as instalações liberadas, as quais
devem estar sinalizadas e bloqueadas e, se possível aterrada.

Deve-se
se garantir que lugares que contenham partes elétricas expostas não serão
utilizados como passagem e também que não serão utilizados para guardar objetos estranhos a
instalação.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 27
7 – Emergência.
No item 10.12 da norma regulamentadora 10 existem algumas considerações sobre
emergências.

Deve se contar no plano de emergência da empresa ações que envolvam instalações ou


serviços com eletricidade.

Os eletricistas devem estar aptos a executar o resgate e prestar primeiros


prim socorros a
acidentados,, bem como a manusear e operar equipamento de prevenção e combate a incêndio
existente nas instalações elétricas.

Além disso, a empresa deve possuir métodos de resgate padronizados e adequados às


suas atividades.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 28
8 – Pessoal.
Deve ser comprovado que todos os eletricistas estão adequadamente autorizados. A
autorização é cumprida por meio da realização do curso de NR-10
NR 10 contemplado como módulo
básico no anexo II da norma regulamentadora 10.

O anexo II trata do assunto treinamento


treinamento em especial, bem como a realização de exames
médicos complementares tais como: Audição, visão, eletro encefalograma, coordenação
motora, e “sudorese excessiva”.

O eletricista devera apresentar certificados e exames deverão ser realizados,


realizados vencido
estes dois itens o eletricista estará autorizado a exercer a sua função, cabendo a coordenação
dessa tarefa ao serviço especializado em engenharia de segurança em medicina do trabalho.

Para evidenciar a responsabilidade bilateral na prevenção de acidentes de origem


ori
elétrica, deve ficar comprovado que todos os eletricistas conhecem a NR-10
NR e zelam pelo
cumprimento da mesma.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 29
9 – Conclusão
Assim concluímos o laudo preventivo, onde se propôs apontar todas as irregularidades e
propor correções para as mesmas, com bases nos dados contidos neste documento deverá ser gerado
um cronograma de adequações visualizando todas as pendências, providências,
providência prazos e responsáveis
a fim de sanar todas as irregularidades.

É importante esclarecer que durante a realização dos trabalhos efetivos de adequação, poderão
surgir necessidades diferentes das sugeridas neste relatório, que poderão ser ignoradas se por ventura
não estiverem aqui apontadas.

No último item como anexo será anexada uma via da ART devidamente assinada.

São Bernardo do Campo, 30 de Junho de 2015.

___________________________________
Proeng Montagens e Manutenção Industrial Ltda.
Lt
Registro no CREA nº 1009558

___________________________________

Eng Túlio Neves Gonçalves


CREA nº 5063551475

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 30
10 - Anexos.

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 31
10.1 – ART

Data Book SPDA Faurecia Proeng Montagens e Manutenção


31/7/2015 Página 32

Você também pode gostar