Você está na página 1de 5

1. Processo nº 5008354-59.2019.8.13.

0701 Inventário e Partilha


2. Processo nº 5007528-33.2019.8.13.0701 Reconhecimento e Dissolução de
União Estável de TAMIRES SILVA GOMES E JOSÉ SUDÁRIO APARECIDA
DA SILVA

1. DA PETIÇÃO INICIAL (10 de julho de 2019)


JOYCE BEATRIZ SOUZA SILVA, Filha de JOSÉ SUDÁRIO APARECIDA DA SILVA,
faleceu às 09:00 horas do dia 17/05/2019, deixando bens a inventariar, requereu a
ABERTURA E O PROCESSAMENTO DO INVENTÁRIO.
Na petição inicial de JOYCE BEATRIZ SOUZA SILVA, cita-se os seguintes
herdeiros:
 DIOGO WILLIAM DE SOUZA SILVA
 KATIA NABIANE DA SILVA LIMA
 JOYCE BEATRIZ SOUZA SILVA
 RAMON APARECIDO DA SILVA MG
Requereu na inicial a nomeação de JOYCE BEATRIZ SOUZA SILVA, como
inventariante dos bens, prestando compromisso no prazo legal;

2. CERTIDÃO DE TRIAGEM
Da 2ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de Uberaba na data do dia 11 de
julho de 2019
Classe: inventário (39)
Requerente: Joyce Beatriz Souza Silva
Inventariado: Jose Sudário Aparecida da Silva
Em que:
 (x) houve marcação no sistema do pedido de segredo de justiça, de justiça
gratuita, de liminar ou de antecipação de tutela, constante na petição inicial;
 (x) realizada a conferência inicial, os documentos apresentados e as
informações inseridas no sistema estão em conformidade com as orientações da
CGJ (Novo Código de Normas da Corregedoria – Provimento 355)

3. Declarado aberto o inventário de JOSÉ SUDÁRIO APARECIDA DA SILVA.


Nomeando a herdeira JOYCE BEATRIZ DE SOUZA SILVA como inventariante para
que no prazo de 30 dias apresente documentação pertinente.

4. A inventariante no dia 05 de agosto de 2019, requereu a dilação de prazo


para 30 dias para a juntada de toda informação e documentos dos bens a
inventariar, e a dilação de prazo para a juntada da certidão Negativa Municipal e
ITCD e na oportunidade requerer que seja concedido por Vossa Excelência a
autorização para alugar a parte de baixo do imóvel.
5. Foram juntados no processo:

 Certidão negativa de débitos relativos aos tributos federais e à dívida ativa da união;
 Certidão positiva de débitos municipais;
 Guia municipal de IPTU com vencimento para 31/07/2019 no valor de R$ 350,35
6. A inventariante na data do dia 10 de julho de 2019, informa que o bem imóvel
deixado pelo “de cujus” fica localizadona rua: Elías Jorge Miziara, 82 - cep: 38072-
604 - Jardim Triângulo Uberaba – MG, conforme IPTU anexado aos autos, pede
dilação de prazo para juntada de documentos. Pede a citação
 RANIELLY APARECIDA DA SILVA na pessoa de sua genitora TAMIRES SILVA
GOMES,
 DIOGO WILLIAM DE SOUZA SILVA
E novamente pede a autorização para alugar o imóvel na parte de baixo, alegando
que o mesmo é um sobrado que possui duas casas, uma na parte de cima e a outra
na parte de baixo.

7. DO TESTAMENTO
De acordo com o Colégio Notarial do Brasil - Seção São Paulo não constam nas
bases de dados dos Registros Centrais de Testamentos On-Line em nome de JOSÉ
SUDÁRIO APARECIDA DA SILVA. Datado do dia 07/10/2019.

8. MANIFESTAÇÃO DO MP EM 11 de Outubro de 2019


MP requereu que a inventariante regulariza-se a representação processual de todos
os herdeiros, ou que se promova a citação de todos eles, quais sejam: DIOGO
WILLIAM DE SOUZA SILVA, KATIA NABIANE DA SILVA LIMA e RAMON
APARECIDO DA SILVA. Nada a opor à citação da herdeira RANIELLY APARECIDA
DA SILVA, brasileira, menor, representada por sua genitora TAMIRES SILVA
GOMES. Com relação ao pleito para que a inventariante alugue parte do imóvel
pertencente ao Espólio, que ela junte aos autos a minuta do contrato, indicando o
valor que o bem será locado.

9. A inventariante pede a citação em 01/11/2019 de:

 RANIELY APARECIDA DA SILVA, representada por sua genitora TAMIRES SILVA


GOMES, solteira, RG nº 7870469 , ambas residente e domiciliadas na rua: Elias
Jorge Miziara, 82 – cep: 38072-604 – Uberaba – MG.

 DIOGO WILLIAN DE SOUZA SILVA, brasileiro, casado, inscrito no CPF/MF sob o nº


072.860.736-05 e RG sob o nº 14.639.600 SSP/MG, residente e domiciliado na rua:
Paulo Manso de Oliveira, 171 conj. Rio de Janeiro – cep: 38041-398 – Uberaba –
MG.
POR CARTA PRECATÓRIA

 KATIA NABIANE DA SILVA LIMA, brasileira, casada, RG MG 13.499-912 e inscrita


no CPF/MF sob o nº 085.577.086-45, residente e domiciliada na rua: C 1, nº 20 -
Bairro Nossa Sra Aparecida – (Vila Aeroporto) cep: 78780000 – Alto Araguaia – MT.

 RAMON APARECIDO DA SIVA, assistido por sua genitora SIRLENE MARIA DA


MOTA, residente e domiciliado na rua: Quarenta e sete , nº 28 cs VALE VERDE –
Caratinga – MG – cep: 35310- 000

10. Citem-se os herdeiros nominados mandado e precatória, para se habilitarem


nos autos e impugnarem, querendo, as primeiras declarações na data do dia
05/11/2019.

11. KATIA NABIANE DA SILVA LIMA é habilitada no processo com a juntada de


Decl. de hipossuficiência e procuração.

12. Petição de RANIELY APARECIDA DA SILVA, representada por sua genitora


TAMIRES SILVA GOMES se habilita no processo

13. A inventariante requerer no dia 08 de abril de 2020, que seja concedido a


emissão da Inventariante na posse do único bem do Espólio para que seja alugado a
parte de baixo do imóvel por ser este um sobrado .

A inventariante alega estar sendo impedida de entrar ou fazer qualquer outra


diligência no imóvel pela genitora da herdeira RANIELLY APARECIDA DA SILVA,
informa ainda que não consegue alugar a parte do imóvel, pois está sendo proibida
de fazer qualquer ato referente ao imóvel, por isso requer a IMISSÃO da
inventariante na posse do imóvel para que possa alugar a parte de baixo
pois este é um sobrado onde não fornece risco algum na locação, e dividir a renda
entre os herdeiros sem exceção.

14. No dia 04 de maio de 2.020 RANIELLY APARECIDA DA SILVA, representada


por sua genitora, viúva do Inventariado, TAMIRIS SILVA GOMES, nos autos da
presente AÇÃO DE INVENTÁRIO E PARTILHA O PEDIDO DE IMISSÃO DE
POSSE NÃO PODE SER REQUERIDA NOS AUTOS DA AÇÃO DE INVENTÁRIO,
haja vista tratar-se de questão complexa , pois envolvem herdeiros e terceiros que
supostamente estariam na posse do imóvel objeto da lide. Desta feita, REQUER o
indeferimento do pedido (NÃO DE EMISSAO), MAS SIM DE IMISSÃO DE POSSE.

15. A inventariante reitera o pedido de imissão na posse referente a parte de cima


do imóvel, Em face RANIELLY APARECIDA DA SILVA, menor neste ato
representada por sua genitora, TAMIRIS SILVA GOMES, a mesma está usando o
único imóvel do espólio localizado na rua: Elias Jorge Miziara, nº 82 JD. Triângulo –
cep: 38072-604 – com exclusividade, fazendo jus exclusivamente a seu uso próprio,
usufruindo unicamente em seu benefício próprio desde o óbito do “de
cujus”.
Alega que a inventariante que o imóvel em uma parte está sendo usado para
moradia e a outra parte do imóvel para aluguel, renda essa que não está sendo
dividido com os outros herdeiros.
O falecido morava na parte de baixo e alugava a parte de cima do imóvel, pois o
mesmo tem duas partes, de cima e de baixo, era assim que o falecido completava a
sua renda e ainda ajudava os outros herdeiros inclusive o herdeiro RAMON
APARECIDO DA SIVA
Ou seja, Requer a Imissão da inventariante na posse da parte de cima do imóvel,
pois a parte de baixo a requerida e sua genitora usam com exclusividade para
moradia.

16. RANIELLY APARECIDA DA SILVA, menor impúbere, neste ato representada


por sua genitora, TAMIRIS SILVA GOMES, alega inverídicos os fatos narrados pela
inventariante.
A realidade é que a filha do falecido sr., Jose Sudário Aparecida da Silva, nascida
em 06 de maio de 2017, atualmente com 3 (três) anos de idade, mora no imóvel
juntamente com sua mãe, sra., Tamiris Silva Gomes, viúva do inventariado.
Diverso do que foi falaciado, não existe qualquer parte do imóvel que esteja sendo
alugado, ou seja, a mesma não está recebendo nenhuma quantia a título de aluguel
do imóvel objeto da presente ação.

17. MANIFESTAÇÃO DO MP
O pedido de imissão de posse formulado pela inventariante no bojo do presente
inventário é de ser indeferido. Pois, Com efeito, razão assiste ao herdeiro RANIELLY
APARECIDA DA SILVA quando aduz na manifestação de ID: 114120619 que,
tratando- se a imissão de posse (na verdade ação possessória) de questão de alta
indagação, a competência para conhecer e julgar o processo é do juízo cível, não da
sucessão, devendo ser solucionado nas vias ordinárias.
Ademais pede-se para herdeiro Ramon Aparecido da Silva que ainda não foi citado
para os termos do presente inventário.

18. A 2ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de Uberaba citou, por


precatória, o herdeiro Ramon. Pede que a herdeira Ranielli, Sra. Tamiris, para
comprovar nos autos, sua condição de “viúva” do falecido, segundo a certidão de
óbito, ele era divorciado e não há nos autos sentença, proferida em processo de
cognição, reconhecendo Tamiris como companheira do “de cujus”.
Arbitramento de aluguel deverá a 4/5 (quatro quintos) do valor estimado da locação.
Por outro lado, se a inventariante afirma que o espólio é composto por unidades
imobiliárias autônomas e que a herdeira Ranielli está utilizando apenas alguma,
deverá demandar imissão de posse naquelas supostamente “desocupadas” em ação
própria, com bem afirmou o MP, em parecer que acato.

19. TAMIRES SILVA GOMES requer a juntada do comprovante de ingressão da ação


de reconhecimento e dissolução de união estável, em trâmite na 1ª vara de família e
sucessões de Uberaba – PROCESSO Nº 5007528-33.2019.8.13.0701.

20. Suspenso por 6 meses aguardando ação de reconhecimento e dissolução de união


estável promovido pela inventariante.

21. RAMON APARECIDO DA SIVA, assistido por sua genitora SIRLENE MARIA DA
MOTA passa a habilitar o processo.

Você também pode gostar