Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ – UFC

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

MANUAL DE PRÁTICAS DE CIRCUITOS ELÉTRICOS


2021.2
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

EXPERIMENTO 02 – LEIS DE KIRCHHOFF/DIVISORES DE TENSÃO E


CORRENTE
Nome Matrícula
Chaid Rocha Moreira, Matheus de Souza Monteiro 496230,493763

1. OBJETIVOS
− Adaptar o aluno ao procedimento de medição de Tensão e Corrente (lei dos nós e das malhas) através
de SIMULAÇÕES com o Software Simulador.
− Verificar as variações dos elementos de circuitos.
− Projetar divisores de tensão.
2. INTRODUÇÃO TEÓRICA
Gustav Robert Kirchhoff foi o físico alemão que formulou as leis dos nós e das malhas na
análise de circuitos elétricos (Leis de Kirchhoff) em 1845, quando ainda era um estudante. Este experimento
tem por objetivo permitir a compreensão, bem como o enfoque prático da referida lei física.
Com base nas Leis de Kirchhoff, é possível elaborar um tipo de circuito denominado divisor de tensão, o qual
nada mais é do que um circuito proporcional, gerando uma tensão de saída sempre com a mesma proporção
em relação à entrada fornecida.

2.1 PRÉ-LABORATÓRIO
● Preencha as colunas (valor teórico) Tabelas 2.2 e 2.3.
𝑉1
● Usando resistores de 1kΩ e 10kΩ projete um divisor de tensão com uma relação de = 5. (Dica: você
𝑉2
pode precisar combinar resistores em série ou em paralelo.)

3. PROCEDIMENTO COMPUTACIONAL
3.1. Monte (no simulador) o circuito mostrado na Figura 2.1, calcule o resistor equivalente,
anote o valor de todas as correntes e preencha as Tabela 2.2 e 2.3.
Figura 2.1: Circuito paralelo.
Tabela 2.2
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

Tabela 2.3
R Corrente através dos Resistores
Valor Nominal (KΩ) Valor Calculado (mA) Valor Simulado (mA)

1
5.0 5.0

3,3 1.5 1.5

10
0.50 0.50

Corrente Total Itotal = 7.0 7.0


Iin=

CÁLCULOS:
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

3.1.1 Valores Simulados

● Insira aqui os prints de tela que julgar necessário para justificar o procedimento adotado.
● Outra opção é o “upload” de um vídeo explicando os procedimentos realizados na prática. (caso opte
por este modo, faça um único vídeo explicando de uma única vez todos os procedimentos adotados
na prática).

Print

3.1.2 Comentários:

Conforme a lei de ohm, na associação de resistores em paralelo terá uma divisão da corrente pelo circuito,
enquanto a tensão aplicada a cada resistor é a mesma da fonte. A soma das correntes aplicadas em cada
resistor será igual a corrente equivalente do circuito, que no caso é 7 A. Os valores simulados e teóricos foram
próximos e exatos.

3.2 Monte (no simulador) o circuito mostrado na Figura 2.2, meça todas as tensões e preencha a Tabela 2.4.
Figura 2.2: Circuito série.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

Tabela 2.4
R Tensão através dos Resistores
Valor Nominal (KΩ) Valor Calculado Valor Simulado (V)
(V)
1 0,69
0,69

3,3 2,30
2,30

10 6,99
6,99

Tensão Total (V) 10


10

Calculo

3.2.1 Valores Simulados


● Insira aqui os prints de tela que julgar necessário para justificar o procedimento adotado.
● Outra opção é o “upload” de um vídeo explicando os procedimentos realizados na prática. (caso opte
por este modo, faça um único vídeo explicando de uma única vez todos os procedimentos adotados
na prática).
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

Print

3.2.2 Comentários:
Conforme a lei de ohm, em uma associação de resistores em série a corrente aplicada a cada resistor
é a corrente equivalente do circuito. Todavia, a tensão do circuito é distribuída pelos resistores, e a
soma das ddp aplicadas a cada resistor é igual a tensão equivalente do circuito. Os valores simulados
e teóricos foram próximos e exatos.

3.4. Simule o divisor de tensão que você projetou durante o pré-laboratório. Faça as medições necessárias
para verificar a operação do circuito divisor (tabela 2.5). Compare os valores simulados com os calculados.

Tabela 2.5
? V1
12V V1 = 5.V2
? V2
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

Divisor de tensão projetado:

Mudança no projeto do divisor de tensão, já que no pré-laboratório a tensão de V2 é 5 vezes menor


que a tensão total, 4 vezes menor que a tensão de V1
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ / CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PROFª. DRª LAURINDA L N DOS REIS

3.4.1 A partir da simulação do circuito referente ao procedimento, analisar (comentar) resultados esperados
(teóricos) e observados (simulados).
Pode-se observar que o divisor de tensão é um dos principais conteúdos de circuitos elétricos e seu princípio
de funcionamento é utilizado em inúmeros casos, dessa forma, o procedimento é realizado de uma forma
específica, qual é primeiro é a realização do projeto do divisor de tensão e a simulação para a verificação do mesmo.
Com isso, como mencionado anteriormente o projeto enviado no pré-laboratório foi feito de forma equivocada, já
que ao fazer os devidos testes no circuitos é fácil perceber que a tensão V2 é 5 vezes menor que a total e 4 vezes
menor que a tensão de V1. Entretanto, foi realizada a mudança no projeto e assim simulado o que é pedido no
enunciado do procedimento. Destarte, com a simulação feita, de acordo, com o segundo projeto é possível observar
que a teoria condiz diretamente com a prática, pois os valores calculados são os mesmos dos valores simulados e
que com esse mesmo padrão de resistência é possível conseguir os mesmos resultados de tensão. Pois é preciso
que R1 seja 5 vezes maior que R2 para funcionar da mesma forma.

Você também pode gostar