Você está na página 1de 20

Por que é importante aprender a estudar?

Prática baseada em evidências

1
Apresentação

Por que é importante aprender a estudar?


Prática baseada em evidências

Dafne Port Nascimento, PhD


2
Módulos
!  Módulo 1: É possível se atualizar sozinho?
!  Histórico da prática baseada em evidências (PBE)
!  Desenvolvimento adequado da PBE

!  Módulo 2: Pesquisas clínicas e perguntas de pesquisa


!  Tipos de desenho de pesquisa
!  Ensaios controlados aleatorizados
!  Revisões sistemáticas
!  Transversais
!  Caso controle
!  Observacionais/coorte
!  Qualitativo

3
Módulos
!  Módulo 3: Elaboração de perguntas clínicas
!  PICOT: População/ Intervenções/ Comparador/ Desfecho
(outcome)/ Tempo de coleta

!  Módulo 4: Busca de artigos e como se atualizar por conta


própria
!  Bases de dados
!  BVS, Pubmed e Cochrane
!  Mesh terms
!  Avaliação crítica das evidências
!  Interpretação de dados
!  Riscos de viés
!  Spin
!  Implementação na prática clínica

4
Módulo 1

É possível se atualizar sozinho?

5
INTRODUÇÃO

!  Organizações governamentais de diversos


países

!  Reconhecimento da importância de investir na


integração de

Resultados Melhora dos


de cuidados de
pesquisas saúde

6
Sackett 2000; Herbert 2012
HISTÓRICO

!  Quais as melhores estratégias para tomar


decisões clínicas acertadas?

!  Dave Sackett e colegas – 1981


(Universidade de McMaster – Canadá)

7
HISTÓRICO

!  Após anos de estudos...


Filosofia de
apoio a
!  Entrada de Gordon Guyatt tomada de
decisão
clínica

8
INTRODUÇÃO

✧  Prática baseada em evidências na saúde


O que Pesquisa clínica
devo ou mais recente e de
não mais alta
fazer? qualidade

Como
fazer?

Experiência
Necessidades Decisão clínica do
e preferências clínica com profissional de
do paciente responsabilidade saúde
Paciente
aceita?
Benefícios,
riscos,
custos
9
Sackett 2000; Herbert 2012
INTRODUÇÃO

✧  Evidência científica ✧  Evidência empírica

10
EVIDÊNCIA CIENTÍFICA

!  Testado cientificamente

!  Metodologia adequada

!  Replicação

Evidências

Pesquisa 17 anos de atraso Prática Clínica

11
Morris 2011
EVIDÊNCIA EMPÍRICA

!  Nunca foi testado

!  Resultante da observação

!  Senso comum

12
OBSERVAÇÃO CLÍNICA

“Meus pacientes melhoram”

“O meu tratamento funciona,


não importa o que a evidência diz”

Melhora clínica não é sinônimo de


eficiência do tratamento
13
CONFUNDIDORES DE EFEITO DE TRATAMENTO

!  “Confounders”

!  Recuperação natural
!  Regressão para a média
!  Pacientes “bonzinhos”
!  Placebo
!  Viés de memória

Como controlar os confundidores?


14
Herbert. et al, 2012
CONFUNDIDORES DE EFEITO DE TRATAMENTO

Recuperação Grupo sem Grupo Grupo com


Natural tratamento Placebo tratamento
15
(em casa) (lista de espera)
CONFUNDIDORES DE EFEITO DE TRATAMENTO

!  Outros

!  Ego/experiência do profissional de saúde


!  Raciocínio clínico – plausabilidade biológica
!  Conflito de interesse
!  Crenças

Nunca podemos afirmar que a


melhora do paciente é única e
exclusivamente devido ao
tratamento dado
16
DESENVOLVIMENTO ADEQUADO DA PBE

✧  Prática baseada em evidências na saúde


Pesquisa clínica
mais recente e
de mais alta
qualidade

Experiência
Necessidades Decisão clínica do
e preferências clínica com profissional de
do paciente responsabilidade saúde

17
Sackett 2000; Herbert 2012
Depende da pergunta de pesquisa!
18
É POSSÍVEL SE ATUALIZAR SOZINHO?

!  Desenvolvimento adequado da PBE

SIM!

!  Formular uma pergunta clínica adequada


!  Saber realizar uma busca eficiente – desenhos de
estudo
!  Saber avaliar criticamente a metodologia de um
estudo
!  Implementar os resultados das pesquisas na prática
clínica
!  Avaliar os efeitos encontrados na sua prática clínica

19
REFERÊNCIAS

!  Sackett, Straus, Richardson et al. Evidence-based medicine.


How to practice and teach EBM. Churchill Living-stone: New
York, 2. ed. 2000.

!  Herbert, Jantvedt, Hagen et al. Practical evidence-based


physiotherapy. Churchill Living-stone: Elsevier, 2. ed; 2012.

!  Morris, Wooding, Grant. The answer is 17 years. What is the


question: understanding time lags in translational research. J
R Soc Med. 2011.

Dafne Port Nascimento, PhD


20 Contato: dafnepn@yahoo.com.br


Você também pode gostar