Você está na página 1de 2

 Os troncos linfáticos se unem e formam dois

ductos linfáticos.
 Ducto torácico: formado pelos troncos lombares
 Função e intestinais que se unem, formando a cisterna
 Sistema auxiliar de drenagem tecidual do quilo. Da cisterna do quilo, o ducto torácico
 Defesa do organismo tem um trajeto ascendente pelo tórax, no qual
 Absorção de lipídeos recebe a linfa do tronco broncomediastinal
 Participa da remoção dos restos do esquerdo, subclávio esquerdo e cervical
metabolismo celular na matriz extracelular. esquerdo. O ducto torácico drena a linfa dos
membros inferiores, do abdo
, do membro superior
esquerdo e do lado esquerdo
. Desemboca na circulação sanguínea.
 Ducto linfático direito: formado pelos troncos
broncomediastinal direito, subclávio direito e
jugular direito. O pe

. O ducto torácico se abre na veia


subclávia esquerda, misturando a linfa ao
 Componentes plasma sanguíneo.
 Vasos linfáticos  Linfa
 C  Composição semelhante ao plasma.
 Formam uma extensa rede na matriz  Sua composição varia de acordo com o tecido
extracelular de nossos tecidos. que ela drena.
 Os capilares linfáticos se fundem para formar  À medida que a linfa vai passando pelos
vasos maiores, chamados de vasos coletores. linfonodos que estão nos trajetos dos vasos
Os vasos coletores se unem e formam os linfáticos, ela vai sendo filtrada até atingir a
troncos linfáticos corrente sanguínea.
 Células
Tronco jugular direito e esquerdo: drenam a linfa  Linfócitos (T ou B)
da cabeça e do pescoço.  Órgãos linfónoides
 Linfonodos ou glânglios linfáticos: são agregados
Tronco subclávio direito e esquerdo: drenam a de tecidos linfáticos e possuem uma grande
linfa dos membros superiores e da parede do quantidade de células de defesa localizados no
tórax. caminho dos vasos linfáticos e ajudam na
imunidade do nosso organismo
Tronco broncomediastinal direito e esquerdo:
 Tonsilas: agregados de linfonodo e localizado
drenam a linfa das vísceras do tórax.
em regiões estratégicas (entrada do sistema
Tronco intestinal: drena a linfa do intestino. respiratório e digestório).
 Medula óssea: responsáveis pela produção,
Tronco lombar direito e esquerdo: drenam a maturação e renovação de linfonodos.
linfa dos membros inferiores e da parede do  Timo
abdome.  Baço: transforme os linfócitos B em plasmócitos,
controle armazenamento e destruição de células
 No intestino delgado, esses capilares linfáticos
sanguíneas.
absorvem os lipídeos oriundos da digestão,
 Linfonodos: dilatações no caminho dos vasos
formando uma linfa leitosa, esbranquiçada,
linfáticos que contém no seu interior grande
chamada de quilo. Por causa da coloração
quantidade de células de defesa (linfócitos e
esbranquiçada do quilo, os capilares linfáticos
macrófagos) importante no sistema imunológico
do intestino receberam o nome de vasos
lácteos.
e na filtragem da linfa antes de voltar para a
circulação sanguínea.
 Os principais grupos de linfonodos estão
situados no pescoço (linfonodos cervicais), na
axila (linfonodos axilares), no cotovelo
(linfonodos cubitais), posteriormente ao joelho
(linfonodos poplíteos) e na virilha (linfonodos
inguinais).
 Mas por que devolver a linfa à circulação
sanguínea?
 Por dois motivos, o primeiro é porque ainda
nessa linfa existem nutrientes que podem ser
utilizados pelas células, portanto, retornar à
circulação significa dar uma nova chance de se
difundirem.
 O segundo motivo é que, ao mesmo tempo que
as células absorvem muitos nutrientes
plasmáticos, elas também excretam muitos
resíduos metabólicos, que comumente
chamamos de toxinas. Para serem excretadas
do nosso corpo, é necessário que sejam
enviadas aos rins, o meio de transporte de quase
tudo no nosso corpo é a corrente sanguínea.

________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________
________________________________________

Você também pode gostar