Você está na página 1de 10

GÊNERO TEXTUAL

CARTA ABERTA
É um modelo de carta (texto epistolar) que tem como principal característica
informar, instruir, alertar, protestar, reivindicar ou argumentar sobre determinado
assunto.
É um veículo de comunicação coletiva, ou seja, é destinada a várias pessoas
(algum público, sindicatos, representações, comunidade, etc.).
Portanto, o destinatário e o remetente da carta aberta não são seres individuais e
por isso, ela é diferente das cartas pessoais.
A carta aberta não está reduzida a somente um gênero textual, ou seja, ela
pode ser um texto instrucional, expositivo, argumentativo ou descritivo.
Diante disso, vale lembrar que ela pode englobar mais de um gênero, ou
seja, ela pode ser ao mesmo tempo descritiva e argumentativa.
Dessa maneira, a carta aberta representa uma importante ferramenta de
participação política dos cidadãos, uma vez que apresenta determinado assunto de
interesse coletivo.
Lembre-se que a carta aberta não é um texto muito extenso e sua
linguagem é clara, coesa e está de acordo com as normas gramaticais.
Geralmente são veiculadas nos meios de comunicação (televisão, rádio, internet,
etc.) sendo que os assuntos mais abordados apontam algum problema, demanda
da comunidade, apoio a uma causa, dentre outros.
QUAL O OBJETIVO DA
CARTA ABERTA?

É MANIFESTAR-SE PUBLICAMENTE, REVELANDO SUA OPINIÃO OU


REIVINDICANDO ALGO.
ESTRUTURA DA CARTA
ABERTA:
Título: geralmente é acrescentado um título que indica a quem será destinada a carta
(comunidade, associação, instituição, organização, entidade, autoridade municipais,
estaduais e nacionais, etc.)
Introdução: tal qual um texto dissertativo, ela apresenta introdução, desenvolvimento
e conclusão. Na introdução, as principais ideias são abordadas pelos destinatários.
Desenvolvimento: segundo a proposta da carta, nesse momento serão apontados os
principais argumentos e pontos de vista referentes ao assunto abordado.
Conclusão: momento de arrematar a ideia e sugerir alguma ação dos interlocutores
ou possível resolução do problema posto em causa. Na conclusão, ocorre o
fechamento da ideia e busca de soluções.
Despedida: com saudações cordiais e assinatura dos remetentes, a despedida
finaliza a carta aberta.
CARTA ABERTA: O coletivo em
primeiro plano
1º de outubro – Dia Nacional e Internacional do Idoso
Carta aberta à população
Prezados Cidadãos,
Todos sabemos que embora muitos avanços tenham sido conquistados nos últimos anos, a
realidade é que os direitos e as necessidades dos idosos ainda não foram plenamente
atendidos, em que pese o Estatuto do Idoso contar com mais de 8 anos e a Política Nacional
do Idoso, com mais de 20 anos.
Diante de um quadro de crescente envelhecimento populacional é urgente questionar se
estamos de fato preparados para o impacto que esse fato representa em nossa sociedade, a
exigir adaptações em todos os contextos sociais, de trabalho, familiar, inclusive em relação ao
fomento da seguridade social e de implantação de políticas públicas eficientes.
O que estamos fazendo para dar visibilidade a mais de 13% da população brasileira? Será
que temos uma verdadeira política pública apta a defender os direitos das pessoas idosas,
principalmente oferecendo serviços que atendam as necessidades específicas desse grupo?
Que comprometimento temos com a dignidade humana e quais nossas ações de prevenção e
de combate a todas as formas de violência?
Por tudo isso, nós da AMPID, através de nossos associados, Membros do Ministério Público,
atuantes em todas as regiões do país, além de parabenizar por este dia, queremos também
manifestar nossa preocupação com o futuro dos idosos no Brasil.
Carta aberta
01- A CARTA ABERTA QUE VOCÊ LEU DESTACA O AUMENTO CRESCENTE
DO NÚMERO DE IDOSOS. RELEIA O PARÁGRAFO 1 RESPONDA ÀS
QUESTÕES.
A)SEGUNDO O TEXTO, ESSE GRUPO TEM TIDO ASSISTÊNCIA
ADEQUADA? EXPLIQUE SUA RESPOSTA.
B)A PRODUTORA DA CARTA EMPREGOU A PALAVRA AVANÇOS PARA SE
REFERIR A MEDIDAS DIRECIONADAS AOS IDOSOS, COMO A CRIAÇÃO DO
ESTATUTO DO IDOSO. TAL PALAVRA FAZ UMA DESCRIÇÃO OBJETIVA OU
REVELA UM PONTO DE VISTA? EXPLIQUE SUA RESPOSTA.
ATIVIDADE NO LIVRO
DIDÁTICO NA PÁGINA: 51
2) O PARÁGRAFO 3 É FORMADO POR UMA SÉRIE DE
PERGUNTAS.
A) QUAL É O OBJETIVO DESSAS PERGUNTAS EM RELAÇÃO AO
LEITOR?
B) POR MEIO DE PERGUNTAS, A AUTORA APRESENTA
FRAGILIDADE QUE PRECISAM SER RESOLVIDAS PARA
MELHORAR A VIDA DOS IDOSOS. QUAIS SÃO ELAS?
ATIVIDADE DE PRODUÇÃO
PRODUZA UM TEXTO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO COM O
TEMA:
A VALORIZAÇÃO DA TERCEIRA
IDADE

Você também pode gostar