Você está na página 1de 1

1.

Introdução
A superfície da Terra apresenta uma enorme quantidade de solos diferentes com relação
a cor, espessura, textura, constituição química e mineralógica e comportamento, porém, cada
um deles é resultante, em última análise, de um conjunto de ações a que esteve submetido
determinado material de origem. É a partir de um material de origem que se inicia a história
de formação do solo tal como vemos na atualidade. A partir de um “tempo zero” (recente ou
extremamente antigo), esse material fica sujeito à ação de vários outros fatores de formação -
clima, relevo e organismos, que em conjunto atuarão ao longo de sua história, promovendo ou
acentuando fenômenos físicos e químicos, resultando em diferentes solos que recobrirão a
superfície da Terra.
O solo é um componente fundamental do ecossistema terrestre por ser o principal
substrato utilizado pelas plantas para o seu crescimento e disseminação. De acordo com Lima;
Lima; Melo (2007) o solo também é utilizado pelo homem na fabricação de artesanato,
cerâmica, sendo o substrato e matéria-prima para as atividades agrícolas e construções civis
como estradas e pavimentos, habitações comerciais e industriais e moradias. No que diz
respeito ao uso e ocupação do solo, Santos et al. (2011) mencionam que é necessário conhecer
os tipos de solo para poder ocupá-lo e utilizálo sem causar grandes danos ao meio ambiente, e
para não contribuir com desastres, como deslizamentos e alagamentos.
De acordo com Santos et al. (2011) atualmente as novas tecnologias de informação e
utilidade do Geoprocessamento têm sido de grande importância para planejar e administrar de
forma segura a ocupação e uso ordenado do solo, tanto nas construções como na agricultura,
pecuária, bem como nas necrópoles. Cabe ressaltar, então, que o solo é fundamental para o
sustento e crescimento
das plantas e animais, exerce a função de reciclador das matérias orgânicas, além de
determinar o destino da água na superfície terrestre. O solo é importante por se tratar
do habitat dos seres vivos e por oferecer as matérias-primas para suas casas (LIMA;
LIMA; MELO, 2007). A cor, textura e outras propriedades físicas do solo são utilizadas na
classificação de perfis e em levantamentos sobre a aptidão do solo para projetos agrícolas e
ambientais. O conhecimento básico sobre as propriedades físicas do solo servi como base para
a compreensão de muitos aspectos. (arquitetura e propriedades fisicas do solo)

Referências

LIMA, VALMIQUE COSTA; LIMA, MARCELO RICARDO DE; MELO, VANDER DE


FREITAS. O solo no meio ambiente: abordagem para professores do ensino fundamental
e médio e alunos do ensino médio. Curitiba: Universidade Federal de Paraná, Departamento
de Solos e Engenharia Agrícola, 2007. 130p.

OLIVEIRA, JOÃO BERTOLDO DE . Pedologia Aplicada. 4. ed. Piracicaba: FEALQ,


2011. 592p. ISBN 9788571330641

HUAMAN, NILTON JUSTO ALVARO. Análise de Solo: Estudo Bibliográfico e


Exploratório do Solo Para Uso na Construção Civil em Manaus-AM. Uninorte: Manaus-
Am, 2019.

Você também pode gostar